SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
OS RIOS DA PENÍNSULA IBÉRICA
OS RIOS DA PENÍNSULA IBÉRICA
• Os rios são cursos regulares de água que desaguam no mar ou noutro rio.
• Os rios são todos iguais.Uns levam muita água,outros menos.Uns são muitos
extensos,outros não.
REDE HIDROGRÁFICA E BACIA HIDROGRÁFICA
• Uma rede hidrográfica é um conjunto formado por um rio principal e todos os seus
afluentes.
• Uma bacia hidrográfica é a área onde está inserida uma rede hidrográfica e que recebe
toda a água que chega a esse espaço.
• Quase todos os rios da Península Ibérica nascem nas grandes cadeias
montanhosas,onde existem muitas nascentes e neves.
• Esses rios são muito influenciados pelo relevo e é a inclinação do relevo que determina a
direção que o rio toma.
• Muitos dos grandes rios,como o Minho,o Douro,o Tejo,e o Guadiana,são rios que
desaguam no Atlantico.Enquanto outros rios, como o Ebro e o Júcar,desaguam no
Mediterranio.
• Na Península Ibérica há rios,como,por exemplo,o Douro ou o Tejo,que correm em
Espanha e Portugal e que,por isso são luso-espanhóis.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Resumos de ciências 5º ano 1º teste 1º período
Resumos de ciências 5º ano 1º teste 1º períodoResumos de ciências 5º ano 1º teste 1º período
Resumos de ciências 5º ano 1º teste 1º período
Acima da Média
 
Proposição
ProposiçãoProposição
Proposição
Lurdes
 
A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os LusíadasA Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
sin3stesia
 

Mais procurados (20)

Ai flores, ai flores
Ai flores, ai floresAi flores, ai flores
Ai flores, ai flores
 
Os-lusiadas - resumo
 Os-lusiadas - resumo Os-lusiadas - resumo
Os-lusiadas - resumo
 
Resumos de ciências 5º ano 1º teste 1º período
Resumos de ciências 5º ano 1º teste 1º períodoResumos de ciências 5º ano 1º teste 1º período
Resumos de ciências 5º ano 1º teste 1º período
 
Os Lusíadas - epopeia e estrutura (revisões)
Os Lusíadas - epopeia e estrutura (revisões)Os Lusíadas - epopeia e estrutura (revisões)
Os Lusíadas - epopeia e estrutura (revisões)
 
Proposição
ProposiçãoProposição
Proposição
 
Lusiadas
LusiadasLusiadas
Lusiadas
 
Poesia trovadoresca a cantiga de amor 10ºano português
Poesia trovadoresca a cantiga de amor 10ºano portuguêsPoesia trovadoresca a cantiga de amor 10ºano português
Poesia trovadoresca a cantiga de amor 10ºano português
 
Os Maias - Capítulo XI
Os Maias - Capítulo XIOs Maias - Capítulo XI
Os Maias - Capítulo XI
 
Calma
CalmaCalma
Calma
 
Os Lusíadas - Estrutura e resumo.pdf
Os Lusíadas - Estrutura e resumo.pdfOs Lusíadas - Estrutura e resumo.pdf
Os Lusíadas - Estrutura e resumo.pdf
 
A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os LusíadasA Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
 
Gráficos termopluviométricos
Gráficos termopluviométricosGráficos termopluviométricos
Gráficos termopluviométricos
 
Transportes fluviais
Transportes fluviaisTransportes fluviais
Transportes fluviais
 
Quando o Sol encoberto vai Mostrando - Sonetos de Camões
Quando o Sol encoberto vai Mostrando - Sonetos de CamõesQuando o Sol encoberto vai Mostrando - Sonetos de Camões
Quando o Sol encoberto vai Mostrando - Sonetos de Camões
 
A perfeição.docx
A perfeição.docxA perfeição.docx
A perfeição.docx
 
Correção Teste 5
Correção Teste 5Correção Teste 5
Correção Teste 5
 
Rios portugueses, da nascente à foz-1 (10º_Recursos Hídricos)
Rios portugueses, da nascente à foz-1 (10º_Recursos Hídricos)Rios portugueses, da nascente à foz-1 (10º_Recursos Hídricos)
Rios portugueses, da nascente à foz-1 (10º_Recursos Hídricos)
 
Enquanto quis fortuna que tivesse
Enquanto quis fortuna que tivesseEnquanto quis fortuna que tivesse
Enquanto quis fortuna que tivesse
 
Textos de opinião
Textos de opiniãoTextos de opinião
Textos de opinião
 
ANÁLISE DO CONTO A PALAVRA MÁGICA" - Português
ANÁLISE DO CONTO  A PALAVRA MÁGICA" - PortuguêsANÁLISE DO CONTO  A PALAVRA MÁGICA" - Português
ANÁLISE DO CONTO A PALAVRA MÁGICA" - Português
 

Destaque (9)

Calendário escolar 2015/2016
Calendário escolar 2015/2016Calendário escolar 2015/2016
Calendário escolar 2015/2016
 
Ficha de avaliação
Ficha de avaliaçãoFicha de avaliação
Ficha de avaliação
 
Fichade avaliação geriatria
Fichade avaliação geriatriaFichade avaliação geriatria
Fichade avaliação geriatria
 
Ficha de avaliação em uroginecologia
Ficha de avaliação em uroginecologiaFicha de avaliação em uroginecologia
Ficha de avaliação em uroginecologia
 
Praticas clinicas doc final
Praticas clinicas doc finalPraticas clinicas doc final
Praticas clinicas doc final
 
Avaliacao
AvaliacaoAvaliacao
Avaliacao
 
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao
20136090 anamnese-modelos-de-fichas-para-avaliacao
 
Ficha de anamnese corporal
Ficha de anamnese corporalFicha de anamnese corporal
Ficha de anamnese corporal
 
roteiro-de-entrevista-anamnese-para-avaliacao-psicologica-l
roteiro-de-entrevista-anamnese-para-avaliacao-psicologica-lroteiro-de-entrevista-anamnese-para-avaliacao-psicologica-l
roteiro-de-entrevista-anamnese-para-avaliacao-psicologica-l
 

Semelhante a Os rios da península ibérica

Cap. 8 - A hidrosfera
Cap. 8 - A hidrosferaCap. 8 - A hidrosfera
Cap. 8 - A hidrosfera
Acácio Netto
 
O rio Minho
O rio MinhoO rio Minho
O rio Minho
Cantasul
 
Recursos hídricos2
Recursos hídricos2Recursos hídricos2
Recursos hídricos2
manjosp
 
8an correção da atividades 44 e 45
8an correção da atividades 44 e 458an correção da atividades 44 e 45
8an correção da atividades 44 e 45
joao paulo
 

Semelhante a Os rios da península ibérica (20)

Dinâmica de Uma Bacia Hidrográfica
Dinâmica de Uma Bacia HidrográficaDinâmica de Uma Bacia Hidrográfica
Dinâmica de Uma Bacia Hidrográfica
 
Cap. 8 - A hidrosfera
Cap. 8 - A hidrosferaCap. 8 - A hidrosfera
Cap. 8 - A hidrosfera
 
REDE E BACIAS
REDE E BACIASREDE E BACIAS
REDE E BACIAS
 
Continente Europeu
Continente EuropeuContinente Europeu
Continente Europeu
 
Continente Europeu
Continente EuropeuContinente Europeu
Continente Europeu
 
O
OO
O
 
O rio Minho
O rio MinhoO rio Minho
O rio Minho
 
A rede hidrográfica
A rede hidrográficaA rede hidrográfica
A rede hidrográfica
 
Geografia os maiores rios portugueses
Geografia  os maiores rios portuguesesGeografia  os maiores rios portugueses
Geografia os maiores rios portugueses
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
Hidrosfera -- Revisão 6º ano
Hidrosfera -- Revisão 6º anoHidrosfera -- Revisão 6º ano
Hidrosfera -- Revisão 6º ano
 
Cartilha agua-cvrd
Cartilha agua-cvrdCartilha agua-cvrd
Cartilha agua-cvrd
 
hidrosfera-140825140645-phpapp02 (1).pptx
hidrosfera-140825140645-phpapp02 (1).pptxhidrosfera-140825140645-phpapp02 (1).pptx
hidrosfera-140825140645-phpapp02 (1).pptx
 
hidrosfera-140825140645-phpapphidrosfera02.pptx
hidrosfera-140825140645-phpapphidrosfera02.pptxhidrosfera-140825140645-phpapphidrosfera02.pptx
hidrosfera-140825140645-phpapphidrosfera02.pptx
 
hidrosfera-140825140645-phpapp02.pdf
hidrosfera-140825140645-phpapp02.pdfhidrosfera-140825140645-phpapp02.pdf
hidrosfera-140825140645-phpapp02.pdf
 
Portugal - Recursos hídricos Apresentação parte 1
Portugal - Recursos hídricos Apresentação parte 1Portugal - Recursos hídricos Apresentação parte 1
Portugal - Recursos hídricos Apresentação parte 1
 
Recursos hídricos2
Recursos hídricos2Recursos hídricos2
Recursos hídricos2
 
Os continentes
Os continentesOs continentes
Os continentes
 
Oscontinentes 150416185209-conversion-gate02
Oscontinentes 150416185209-conversion-gate02Oscontinentes 150416185209-conversion-gate02
Oscontinentes 150416185209-conversion-gate02
 
8an correção da atividades 44 e 45
8an correção da atividades 44 e 458an correção da atividades 44 e 45
8an correção da atividades 44 e 45
 

Mais de Simaoalmeida2102 (13)

A restauração da independência h.g.p.
A restauração da independência  h.g.p.A restauração da independência  h.g.p.
A restauração da independência h.g.p.
 
Matemática
MatemáticaMatemática
Matemática
 
O adjetivo
O adjetivoO adjetivo
O adjetivo
 
Lápis de grafite
Lápis de grafiteLápis de grafite
Lápis de grafite
 
Tipos de textos
Tipos de textosTipos de textos
Tipos de textos
 
Propriedades das rochas
Propriedades das rochasPropriedades das rochas
Propriedades das rochas
 
Ângulos
ÂngulosÂngulos
Ângulos
 
O brasil- H.G.P.
O brasil- H.G.P.O brasil- H.G.P.
O brasil- H.G.P.
 
Halloween
HalloweenHalloween
Halloween
 
Matemática
MatemáticaMatemática
Matemática
 
Português: Gramática
Português: GramáticaPortuguês: Gramática
Português: Gramática
 
A amizade
A amizadeA amizade
A amizade
 
Matemática 5º ano
Matemática 5º anoMatemática 5º ano
Matemática 5º ano
 

Último

Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
sfwsoficial
 

Último (20)

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 

Os rios da península ibérica

  • 1. OS RIOS DA PENÍNSULA IBÉRICA
  • 2. OS RIOS DA PENÍNSULA IBÉRICA • Os rios são cursos regulares de água que desaguam no mar ou noutro rio. • Os rios são todos iguais.Uns levam muita água,outros menos.Uns são muitos extensos,outros não.
  • 3. REDE HIDROGRÁFICA E BACIA HIDROGRÁFICA • Uma rede hidrográfica é um conjunto formado por um rio principal e todos os seus afluentes. • Uma bacia hidrográfica é a área onde está inserida uma rede hidrográfica e que recebe toda a água que chega a esse espaço.
  • 4. • Quase todos os rios da Península Ibérica nascem nas grandes cadeias montanhosas,onde existem muitas nascentes e neves. • Esses rios são muito influenciados pelo relevo e é a inclinação do relevo que determina a direção que o rio toma.
  • 5. • Muitos dos grandes rios,como o Minho,o Douro,o Tejo,e o Guadiana,são rios que desaguam no Atlantico.Enquanto outros rios, como o Ebro e o Júcar,desaguam no Mediterranio. • Na Península Ibérica há rios,como,por exemplo,o Douro ou o Tejo,que correm em Espanha e Portugal e que,por isso são luso-espanhóis.