SlideShare uma empresa Scribd logo
1/23
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
PARIS 1861
2/23
Segunda Parte DAS MANIFESTAÇÕES ESPÍRITAS
Capítulo l: Ação dos Espíritos sobre a Matéria
Capítulo II: Manifestações Físicas e Mesas Girantes
Capítulo III: Manifestações Inteligentes
Capítulo IV: Teoria da Manifestações Físicas
Capítulo V: Manifestações Físicas Espontâneas
Capítulo VI: Manifestações Visuais
Capítulo VII: Bicorporeidade e transfiguração
Capítulo VIII:Laboratório do mundo invisível
Capítulo IX: Locais assombrados
Capítulo X: Natureza das comunicações
Capítulo XI: Sematologia e tiptologia
Sumário de “O livro dos médiuns”Sumário de “O livro dos médiuns”
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
3/23
Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais
 As manifestações visuais acontecem
durante o sono, bem como no estado de
virgília, o que é mais raro (aparições).
 Os Espíritos que se manifestam pela visão
pertencem a uma determinada categoria?
— Não; podem pertencer a todas as
categorias, das mais elevadas às mais
inferiores.
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
4/23
Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
5/23
Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais
 Os sonhs podem ser: uma visão atual de
coisas presentes ou distantes; uma visão
retrospectiva do passado; e, em alguns
casos excepcionais, um pressentimento do
futuro. Frequentemente são também
quadros alegóricos que os Espíritos nos
apresentam como úteis advertências ou
salutares conselhos, quando são Espíritos
bons; ou para nos enganarem e entreterem as
nossas paixões, se são Espíritos imperfeitos.
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
6/23
Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais
 É racional assustar-se com a aparição de um
Espírito?
—Aquele que refletir a respeito há de
compreender que um Espírito, seja qual for, é
menos perigoso que um vivo.
 Aquele que vê um Espírito poderia conversar
com ele?
— Perfeitamente. E é justamente o que se deve
fazer nesse caso, perguntando quem é o Espírito,
o que deseja e o que se pode fazer por ele.
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
7/23
Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais
 As aparições propriamente ditas ocorrem no
estado de vigília, no pleno gozo e completa
liberdade das faculdades da pessoa.
Apresentam-se geralmente com uma forma
vaporosa e diáfana, algumas vezes vaga e
indecisa. Quase sempre, a princípio, é um clarão
esbranquiçado, cujos contornos vão se
desenhando aos poucos. De outras vezes as
formas são claramente acentuadas, distinguindo-
se os menores traços do rosto, a ponto de se
poder descrevê-las com precisão.
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
8/23
Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
9/23
Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais
 Por que, quase sempre, as pessoas em que
mais pensamos, que ardentemente desejamos
rever, jamais aparecem nos sonhos, enquanto
vemos outras que não nos interessam e nas
quais nunca pensamos?
— Os Espíritos nem sempre tem a possibilidade
de manifestar-se visivelmente, mesmo em
sonhos e apesar do desejo que tenhamos de
vê-los. Causas independentes da sua vontade
podem impedi-los.
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
10/23
Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais
 Por que certas visões são mais freqüentes
nas doenças?
— Elas ocorrem igualmente no estado de
perfeita saúde, mas na doença os laços
materiais se afrouxam e a fraqueza do corpo
deixa mais livre o Espírito, que entra mais
facilmente em comunicação com outros
Espíritos.
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
11/23
Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais
 Por que as aparições se verificam mais à
noite?
— Pela mesma razão que vês as estrelas à
noite e não em pleno dia. A claridade intensa
pode ofuscar uma aparição delicada. Mas é
errôneo supor que a noite tenha algo de
especial para isso. Interpela todos os que as
viram, e constatarás que a maioria ocorre de
dia.
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
12/23
Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais
 “Os fenômenos de aparição são muito mais
freqüentes e gerais do que se pensa, mas
muitas pessoas não os revelam por medo do
ridículo e outras os atribuem à ilusão.”
 Os que vêem os Espíritos o fazem com os
olhos?
— Eles pensam que sim, mas na realidade é a
alma que vê. A prova é que podem vê-los de
olhos fechados.
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
13/23
Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
14/23
Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais
 Essa faculdade pode desenvolver-se pelo
exercício?
— Pode, como todas as outras faculdades.
Mas é daquelas cujo desenvolvimento natural
é melhor do que o provocado, quando
corremos o risco de super-excitar a
imaginação. A visão geral e permanente dos
Espíritos é excepcional e não pertence às
condições normais do homem.
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
15/23
Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais
 Os Espíritos poderiam se apresentar com a
forma de animais?
— Isto pode acontecer, mas são sempre
Espíritos inferiores os que tomam essas
aparências. Mas seriam sempre, em todos os
casos, aparências passageiras, pois seria
absurdo acreditar que um animal pudesse ser
a encarnação de um Espírito. Os animais são
sempre animais e nada mais do que isso.
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
16/23
Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais
 Teoria da alucinação - Os que não
admitem a existência do mundo incorpóreo e
invisível pensam tudo explicar pela palavra
alucinação. A definição dessa palavra é
conhecida: quer dizer um engano, uma ilusão
de quem pensa ter percepções que na
realidade não tem.
 Mais uma teoria que não explica todos os
fatos.
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
17/23
Cap. VII –Cap. VII – BicorporeidadeBicorporeidade e transfiguraçãoe transfiguração
 Bicorporeidade – Fenômenos em que a
pessoa é vista em 2 lugares ao mesmo tempo,
dando a falsa impressão de “homem duplo”
 Transfiguração - Modificação da aparência,
uma mudança, uma alteração nos traços que
pode ser produzida pela ação do próprio
Espírito sobre seu envoltório, ou por uma
influência exterior. O corpo nunca muda, mas,
em conseqüência de uma contração nervosa,
ele submete-se a aparências diversas
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
18/23
Cap. VII –Cap. VII – BicorporeidadeBicorporeidade e transfiguraçãoe transfiguração
 Bicorporeidade – Semelhante ao sono,
neste fenômeno, o espírito se liberta
temporariamente do corpo e assim, pode ser
visto em outro lugar e até se tornar tangível;
 Permanece ainda uma ligação com o corpo.
Rompimento difinitivo somente com a morte.
 Os médiuns videntes, reconhecem o Espírito
de uma pessoa viva por um traço luminoso
que termina no seu corpo. (Cordão prateado)
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
19/23
Cap. VII –Cap. VII – BicorporeidadeBicorporeidade e transfiguraçãoe transfiguração
 Bicorporeidade – Santo António de Pádua
estava na Espanha e no tempo em que ali
pregava, seu pai, que se encontrava em
Pádua, ia sendo levado ao suplício, acusado
de assassinato. Nesse momento Santo
António aparece, demonstra a inocência do
pai e dá a conhecer o verdadeiro criminoso
que, mais tarde, sofreu o castigo. Constatou-
se que naquele momento Santo António não
havia deixado a Espanha.
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
20/23
Cap. VII –Cap. VII – BicorporeidadeBicorporeidade e transfiguraçãoe transfiguração
 Transfiguração – Pode ocorrer, em certos
casos, por uma simples contração muscular
que dá à fisionomia expressão muito diferente,
a ponto de tornar a pessoa irreconhecível.
Observamo-la frequentemente com alguns
sonâmbulos. Mas, nesses casos, a
transformação não é radical. Uma mulher
poderá parecer jovem ou velha, bela ou feia,
mas será sempre mulher e seu peso não
aumentará diminuirá.
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
21/23
Cap. VII –Cap. VII – BicorporeidadeBicorporeidade e transfiguraçãoe transfiguração
 Transfiguração – Admite-se em princípio
que o Espírito pode dar ao seu perispírito
todas as aparências. Que por uma
modificação das disposições moleculares,
pode lhe dar a visibilidade, a tangibilidade e
em conseqüência a opacidade. Que o
perispírito de uma pessoa viva, fora do corpo
pode passar pelas mesmas transformações e
que essa mudança de estado se realiza por
meio da combinação dos fluidos.
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
22/23
Segunda Parte DAS MANIFESTAÇÕES ESPÍRITAS
Capítulo l: Ação dos Espíritos sobre a Matéria
Capítulo II: Manifestações Físicas e Mesas Girantes
Capítulo III: Manifestações Inteligentes
Capítulo IV: Teoria da Manifestações Físicas
Capítulo V: Manifestações Físicas Espontâneas
Capítulo VI: Manifestações Visuais
Capítulo VII: Bicorporeidade e transfiguração
Capítulo VIII:Laboratório do mundo invisível
Capítulo IX: Locais assombrados
Capítulo X: Natureza das comunicações
Capítulo XI: Sematologia e tiptologia
Sumário de “O livro dos médiuns”Sumário de “O livro dos médiuns”
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
23/23
O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
- Maria!
- Rabboni!" isto é, Meu
senhor.
- O Mestre lhe respondeu:
"Não me toques, porquanto
ainda não subi para meu Pai
João, Cap. XIX - 15-
17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conceito,causas e graus da obsessão
Conceito,causas e graus da obsessãoConceito,causas e graus da obsessão
Conceito,causas e graus da obsessão
jcevadro
 
OS MÉDIUNS
OS MÉDIUNSOS MÉDIUNS
Laboratorio do mundo invisivel
Laboratorio do mundo invisivel Laboratorio do mundo invisivel
Laboratorio do mundo invisivel
Ceile Bernardo
 
O papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hs
O papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hsO papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hs
O papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hs
home
 
Criações fluídicas
Criações fluídicasCriações fluídicas
Criações fluídicas
Marcelo Noronha
 
Aula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporte
Aula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporteAula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporte
Aula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporte
Sergio Lima Dias Junior
 
O médium e o exercício mediúnico
O médium e o exercício mediúnicoO médium e o exercício mediúnico
O médium e o exercício mediúnico
home
 
15 o passe-conceito, tipos e mecanismos
15   o passe-conceito, tipos e mecanismos15   o passe-conceito, tipos e mecanismos
15 o passe-conceito, tipos e mecanismos
jcevadro
 
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou UniversalAula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
carlos freire
 
Mocidade Espírita Chico Xavier - Tiptologia ou Sematologia
Mocidade Espírita Chico Xavier - Tiptologia ou SematologiaMocidade Espírita Chico Xavier - Tiptologia ou Sematologia
Mocidade Espírita Chico Xavier - Tiptologia ou Sematologia
Sergio Lima Dias Junior
 
Mediunidade aula 08 - efeitos inteligentes 1
Mediunidade   aula 08 - efeitos inteligentes 1Mediunidade   aula 08 - efeitos inteligentes 1
Mediunidade aula 08 - efeitos inteligentes 1
Augusto Luvisotto
 
Mistificações, contradições e animismo
Mistificações, contradições e animismoMistificações, contradições e animismo
Mistificações, contradições e animismo
jcevadro
 
Estudo Sobre o Passe nas Reuniões Mediúnicas (FEB)
Estudo Sobre o Passe nas Reuniões Mediúnicas (FEB)Estudo Sobre o Passe nas Reuniões Mediúnicas (FEB)
Estudo Sobre o Passe nas Reuniões Mediúnicas (FEB)
Rodrigo De Oliveira Reis
 
Mediunidade aula 01
Mediunidade   aula 01Mediunidade   aula 01
Mediunidade aula 01
Augusto Luvisotto
 
Aula 6 Mecanismo das Comunicações Mediúnicas
Aula 6   Mecanismo das Comunicações MediúnicasAula 6   Mecanismo das Comunicações Mediúnicas
Aula 6 Mecanismo das Comunicações Mediúnicas
EHMANA
 
08 o ectoplasma
08   o ectoplasma08   o ectoplasma
08 o ectoplasma
jcevadro
 
7ª aula desenvolvimento mediunico - coem
7ª aula   desenvolvimento mediunico - coem7ª aula   desenvolvimento mediunico - coem
7ª aula desenvolvimento mediunico - coem
Wagner Quadros
 
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucuraO processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
jcevadro
 
Olm 100922-médiuns escreventes-especiais-formação dos médiuns
Olm 100922-médiuns escreventes-especiais-formação dos médiunsOlm 100922-médiuns escreventes-especiais-formação dos médiuns
Olm 100922-médiuns escreventes-especiais-formação dos médiuns
Carlos Alberto Freire De Souza
 
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
Lar Irmã Zarabatana
 

Mais procurados (20)

Conceito,causas e graus da obsessão
Conceito,causas e graus da obsessãoConceito,causas e graus da obsessão
Conceito,causas e graus da obsessão
 
OS MÉDIUNS
OS MÉDIUNSOS MÉDIUNS
OS MÉDIUNS
 
Laboratorio do mundo invisivel
Laboratorio do mundo invisivel Laboratorio do mundo invisivel
Laboratorio do mundo invisivel
 
O papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hs
O papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hsO papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hs
O papel do médium no mecanismo das comunicações 1,5hs
 
Criações fluídicas
Criações fluídicasCriações fluídicas
Criações fluídicas
 
Aula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporte
Aula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporteAula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporte
Aula 6 - Classificação Mediúnica - Mediunidade de transporte
 
O médium e o exercício mediúnico
O médium e o exercício mediúnicoO médium e o exercício mediúnico
O médium e o exercício mediúnico
 
15 o passe-conceito, tipos e mecanismos
15   o passe-conceito, tipos e mecanismos15   o passe-conceito, tipos e mecanismos
15 o passe-conceito, tipos e mecanismos
 
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou UniversalAula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
 
Mocidade Espírita Chico Xavier - Tiptologia ou Sematologia
Mocidade Espírita Chico Xavier - Tiptologia ou SematologiaMocidade Espírita Chico Xavier - Tiptologia ou Sematologia
Mocidade Espírita Chico Xavier - Tiptologia ou Sematologia
 
Mediunidade aula 08 - efeitos inteligentes 1
Mediunidade   aula 08 - efeitos inteligentes 1Mediunidade   aula 08 - efeitos inteligentes 1
Mediunidade aula 08 - efeitos inteligentes 1
 
Mistificações, contradições e animismo
Mistificações, contradições e animismoMistificações, contradições e animismo
Mistificações, contradições e animismo
 
Estudo Sobre o Passe nas Reuniões Mediúnicas (FEB)
Estudo Sobre o Passe nas Reuniões Mediúnicas (FEB)Estudo Sobre o Passe nas Reuniões Mediúnicas (FEB)
Estudo Sobre o Passe nas Reuniões Mediúnicas (FEB)
 
Mediunidade aula 01
Mediunidade   aula 01Mediunidade   aula 01
Mediunidade aula 01
 
Aula 6 Mecanismo das Comunicações Mediúnicas
Aula 6   Mecanismo das Comunicações MediúnicasAula 6   Mecanismo das Comunicações Mediúnicas
Aula 6 Mecanismo das Comunicações Mediúnicas
 
08 o ectoplasma
08   o ectoplasma08   o ectoplasma
08 o ectoplasma
 
7ª aula desenvolvimento mediunico - coem
7ª aula   desenvolvimento mediunico - coem7ª aula   desenvolvimento mediunico - coem
7ª aula desenvolvimento mediunico - coem
 
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucuraO processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
 
Olm 100922-médiuns escreventes-especiais-formação dos médiuns
Olm 100922-médiuns escreventes-especiais-formação dos médiunsOlm 100922-médiuns escreventes-especiais-formação dos médiuns
Olm 100922-médiuns escreventes-especiais-formação dos médiuns
 
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
 

Destaque

Espiritismo e mediunidade 08
Espiritismo e mediunidade 08Espiritismo e mediunidade 08
Espiritismo e mediunidade 08
Leonardo Pereira
 
Palestra laboratório do mundo invisível - seja - daura alves - 2012
Palestra   laboratório do mundo invisível - seja - daura alves - 2012Palestra   laboratório do mundo invisível - seja - daura alves - 2012
Palestra laboratório do mundo invisível - seja - daura alves - 2012
Daura Alves
 
Seminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediadosSeminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediados
Leonardo Pereira
 
Elias no monte da transfiguração
Elias no monte da transfiguraçãoElias no monte da transfiguração
Elias no monte da transfiguração
Moisés Sampaio
 
Laboratório do mundo invisível
Laboratório do mundo invisívelLaboratório do mundo invisível
Laboratório do mundo invisível
Wilma Badan C.G.
 
Bases do Espiritismo - Programa 2011
Bases do Espiritismo - Programa 2011Bases do Espiritismo - Programa 2011
Bases do Espiritismo - Programa 2011
Angelo Baptista
 
Apresentação dos espíritos da natureza
Apresentação dos espíritos da naturezaApresentação dos espíritos da natureza
Apresentação dos espíritos da natureza
Rosimar Santos
 
Resenha espirita on line 103
Resenha espirita on line 103Resenha espirita on line 103
Resenha espirita on line 103
MRS
 
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Progressão e escala espírita
Progressão e escala espíritaProgressão e escala espírita
Progressão e escala espírita
Izabel Cristina Fonseca
 
Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8
Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8
Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8
Patricia Farias
 
Resposta sexo
Resposta sexoResposta sexo
Deus não premia nem castiga
Deus não premia nem castigaDeus não premia nem castiga
Deus não premia nem castiga
Joyce Baena
 
Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26
Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26
Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26
Patricia Farias
 
Materia e Espirito
Materia e EspiritoMateria e Espirito
Materia e Espirito
Marcia 1810
 
090513 escolha das provas – livro ii, cap-6
090513 escolha das provas – livro ii, cap-6090513 escolha das provas – livro ii, cap-6
090513 escolha das provas – livro ii, cap-6
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
Roberta Andrade
 
Evangeliza - O Egoísmo
Evangeliza - O EgoísmoEvangeliza - O Egoísmo
Evangeliza - O Egoísmo
Antonino Silva
 
Mediunidade gratuita
Mediunidade gratuitaMediunidade gratuita
Mediunidade gratuita
Ceile Maria Bernardo
 
Simpatias e antipatias terrenas
Simpatias e antipatias terrenasSimpatias e antipatias terrenas
Simpatias e antipatias terrenas
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 

Destaque (20)

Espiritismo e mediunidade 08
Espiritismo e mediunidade 08Espiritismo e mediunidade 08
Espiritismo e mediunidade 08
 
Palestra laboratório do mundo invisível - seja - daura alves - 2012
Palestra   laboratório do mundo invisível - seja - daura alves - 2012Palestra   laboratório do mundo invisível - seja - daura alves - 2012
Palestra laboratório do mundo invisível - seja - daura alves - 2012
 
Seminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediadosSeminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediados
 
Elias no monte da transfiguração
Elias no monte da transfiguraçãoElias no monte da transfiguração
Elias no monte da transfiguração
 
Laboratório do mundo invisível
Laboratório do mundo invisívelLaboratório do mundo invisível
Laboratório do mundo invisível
 
Bases do Espiritismo - Programa 2011
Bases do Espiritismo - Programa 2011Bases do Espiritismo - Programa 2011
Bases do Espiritismo - Programa 2011
 
Apresentação dos espíritos da natureza
Apresentação dos espíritos da naturezaApresentação dos espíritos da natureza
Apresentação dos espíritos da natureza
 
Resenha espirita on line 103
Resenha espirita on line 103Resenha espirita on line 103
Resenha espirita on line 103
 
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
 
Progressão e escala espírita
Progressão e escala espíritaProgressão e escala espírita
Progressão e escala espírita
 
Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8
Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8
Livro dos Espiritos Q258 ESE cap19 item8
 
Resposta sexo
Resposta sexoResposta sexo
Resposta sexo
 
Deus não premia nem castiga
Deus não premia nem castigaDeus não premia nem castiga
Deus não premia nem castiga
 
Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26
Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26
Livro dos Espiritos Q.305 ESE cap. 26
 
Materia e Espirito
Materia e EspiritoMateria e Espirito
Materia e Espirito
 
090513 escolha das provas – livro ii, cap-6
090513 escolha das provas – livro ii, cap-6090513 escolha das provas – livro ii, cap-6
090513 escolha das provas – livro ii, cap-6
 
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
Cap26 - Dê de graça que de graça receberá fim e Cap 27-Pedis e dar-se-vos-ás ...
 
Evangeliza - O Egoísmo
Evangeliza - O EgoísmoEvangeliza - O Egoísmo
Evangeliza - O Egoísmo
 
Mediunidade gratuita
Mediunidade gratuitaMediunidade gratuita
Mediunidade gratuita
 
Simpatias e antipatias terrenas
Simpatias e antipatias terrenasSimpatias e antipatias terrenas
Simpatias e antipatias terrenas
 

Semelhante a Olm 100825-manif.visuais-bicorpor.e transf

Olm 100818-manif.inteligente-teoria manif.físicas-manif.físicas exp
Olm 100818-manif.inteligente-teoria manif.físicas-manif.físicas expOlm 100818-manif.inteligente-teoria manif.físicas-manif.físicas exp
Olm 100818-manif.inteligente-teoria manif.físicas-manif.físicas exp
Carlos Alberto Freire De Souza
 
081105 le–livro ii-cap.8–o sono e os sonhos-cont
081105 le–livro ii-cap.8–o sono e os sonhos-cont081105 le–livro ii-cap.8–o sono e os sonhos-cont
081105 le–livro ii-cap.8–o sono e os sonhos-cont
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Sobrevivência do Espírito
Sobrevivência do EspíritoSobrevivência do Espírito
Sobrevivência do Espírito
Denise Aguiar
 
Quarto Módulo - 8ª aula clarividência e vidência
Quarto Módulo - 8ª aula  clarividência e vidênciaQuarto Módulo - 8ª aula  clarividência e vidência
Quarto Módulo - 8ª aula clarividência e vidência
CeiClarencio
 
Mocidade Espírita Chico Xavier - Vidência e clarividência
Mocidade Espírita Chico Xavier - Vidência e clarividênciaMocidade Espírita Chico Xavier - Vidência e clarividência
Mocidade Espírita Chico Xavier - Vidência e clarividência
Sergio Lima Dias Junior
 
Estudando o Livro dos Médiuns VI
Estudando o Livro dos Médiuns VIEstudando o Livro dos Médiuns VI
Estudando o Livro dos Médiuns VI
Projeto Manoel Philomeno de Miranda
 
Olm 100901-laboratório-locais assobrados
Olm 100901-laboratório-locais assobradosOlm 100901-laboratório-locais assobrados
Olm 100901-laboratório-locais assobrados
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Mediunidade
MediunidadeMediunidade
Mediunidade
Kleber Galo
 
090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo
090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo
090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo
Carlos Alberto Freire De Souza
 
O livro dos_mediuns
O livro dos_mediunsO livro dos_mediuns
O livro dos_mediuns
havatar
 
Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3
Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3
Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3
Patricia Farias
 
Viagem fora do corpo.pdf
Viagem fora do corpo.pdfViagem fora do corpo.pdf
Viagem fora do corpo.pdf
VIEIRA RESENDE
 
090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...
090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...
090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Dos mediuns
Dos mediunsDos mediuns
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
Maria Salete da Cunha
 
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
Maria Salete da Cunha
 
Rudolf steiner a eterização do sangue
Rudolf steiner   a eterização do sangueRudolf steiner   a eterização do sangue
Rudolf steiner a eterização do sangue
Lukas Vidal
 
Vidência
VidênciaVidência
Vidência
Cleoalvares
 
Gabriel delane a alma é imortal (espiritismo)
Gabriel delane   a alma é imortal (espiritismo)Gabriel delane   a alma é imortal (espiritismo)
Gabriel delane a alma é imortal (espiritismo)
havatar
 
A alma é imortal demonstração experimental da imortalidade (gabriel delanne)
A alma é imortal   demonstração experimental da imortalidade (gabriel delanne)A alma é imortal   demonstração experimental da imortalidade (gabriel delanne)
A alma é imortal demonstração experimental da imortalidade (gabriel delanne)
Ricardo Akerman
 

Semelhante a Olm 100825-manif.visuais-bicorpor.e transf (20)

Olm 100818-manif.inteligente-teoria manif.físicas-manif.físicas exp
Olm 100818-manif.inteligente-teoria manif.físicas-manif.físicas expOlm 100818-manif.inteligente-teoria manif.físicas-manif.físicas exp
Olm 100818-manif.inteligente-teoria manif.físicas-manif.físicas exp
 
081105 le–livro ii-cap.8–o sono e os sonhos-cont
081105 le–livro ii-cap.8–o sono e os sonhos-cont081105 le–livro ii-cap.8–o sono e os sonhos-cont
081105 le–livro ii-cap.8–o sono e os sonhos-cont
 
Sobrevivência do Espírito
Sobrevivência do EspíritoSobrevivência do Espírito
Sobrevivência do Espírito
 
Quarto Módulo - 8ª aula clarividência e vidência
Quarto Módulo - 8ª aula  clarividência e vidênciaQuarto Módulo - 8ª aula  clarividência e vidência
Quarto Módulo - 8ª aula clarividência e vidência
 
Mocidade Espírita Chico Xavier - Vidência e clarividência
Mocidade Espírita Chico Xavier - Vidência e clarividênciaMocidade Espírita Chico Xavier - Vidência e clarividência
Mocidade Espírita Chico Xavier - Vidência e clarividência
 
Estudando o Livro dos Médiuns VI
Estudando o Livro dos Médiuns VIEstudando o Livro dos Médiuns VI
Estudando o Livro dos Médiuns VI
 
Olm 100901-laboratório-locais assobrados
Olm 100901-laboratório-locais assobradosOlm 100901-laboratório-locais assobrados
Olm 100901-laboratório-locais assobrados
 
Mediunidade
MediunidadeMediunidade
Mediunidade
 
090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo
090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo
090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo
 
O livro dos_mediuns
O livro dos_mediunsO livro dos_mediuns
O livro dos_mediuns
 
Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3
Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3
Livro dos Espiritos Q.447a452 ESE cap3
 
Viagem fora do corpo.pdf
Viagem fora do corpo.pdfViagem fora do corpo.pdf
Viagem fora do corpo.pdf
 
090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...
090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...
090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...
 
Dos mediuns
Dos mediunsDos mediuns
Dos mediuns
 
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
 
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
 
Rudolf steiner a eterização do sangue
Rudolf steiner   a eterização do sangueRudolf steiner   a eterização do sangue
Rudolf steiner a eterização do sangue
 
Vidência
VidênciaVidência
Vidência
 
Gabriel delane a alma é imortal (espiritismo)
Gabriel delane   a alma é imortal (espiritismo)Gabriel delane   a alma é imortal (espiritismo)
Gabriel delane a alma é imortal (espiritismo)
 
A alma é imortal demonstração experimental da imortalidade (gabriel delanne)
A alma é imortal   demonstração experimental da imortalidade (gabriel delanne)A alma é imortal   demonstração experimental da imortalidade (gabriel delanne)
A alma é imortal demonstração experimental da imortalidade (gabriel delanne)
 

Mais de Carlos Alberto Freire De Souza

Principio da acao e reacao
Principio da acao e reacaoPrincipio da acao e reacao
Principio da acao e reacao
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Os milagres na_visao_espirita-clea alves
Os milagres na_visao_espirita-clea alvesOs milagres na_visao_espirita-clea alves
Os milagres na_visao_espirita-clea alves
Carlos Alberto Freire De Souza
 
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
Carlos Alberto Freire De Souza
 
2 maneira-de-orar
2 maneira-de-orar2 maneira-de-orar
O que é o perespirito?
O que é o perespirito?O que é o perespirito?
O que é o perespirito?
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Carlos Alberto Freire De Souza
 
A palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espiritaA palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espirita
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Liberdade, Igualdade e Fraternidade
Liberdade, Igualdade e FraternidadeLiberdade, Igualdade e Fraternidade
Liberdade, Igualdade e Fraternidade
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Passe 4
Passe 4Passe 4
Foto kirlian
Foto kirlianFoto kirlian
Abenção da vida 2
Abenção da vida 2Abenção da vida 2
Abenção da vida 2
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Sede perfeitos
Sede perfeitosSede perfeitos
091028 conclusão de o livro dos espíritos
091028 conclusão de o livro dos espíritos091028 conclusão de o livro dos espíritos
091028 conclusão de o livro dos espíritos
Carlos Alberto Freire De Souza
 
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
Carlos Alberto Freire De Souza
 
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
Carlos Alberto Freire De Souza
 
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
Carlos Alberto Freire De Souza
 
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
Carlos Alberto Freire De Souza
 
090923 da lei de liberdade-penas temporais
090923 da lei de liberdade-penas temporais090923 da lei de liberdade-penas temporais
090923 da lei de liberdade-penas temporais
Carlos Alberto Freire De Souza
 
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
Carlos Alberto Freire De Souza
 
090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...
090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...
090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...
Carlos Alberto Freire De Souza
 

Mais de Carlos Alberto Freire De Souza (20)

Principio da acao e reacao
Principio da acao e reacaoPrincipio da acao e reacao
Principio da acao e reacao
 
Os milagres na_visao_espirita-clea alves
Os milagres na_visao_espirita-clea alvesOs milagres na_visao_espirita-clea alves
Os milagres na_visao_espirita-clea alves
 
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
 
2 maneira-de-orar
2 maneira-de-orar2 maneira-de-orar
2 maneira-de-orar
 
O que é o perespirito?
O que é o perespirito?O que é o perespirito?
O que é o perespirito?
 
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
 
A palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espiritaA palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espirita
 
Liberdade, Igualdade e Fraternidade
Liberdade, Igualdade e FraternidadeLiberdade, Igualdade e Fraternidade
Liberdade, Igualdade e Fraternidade
 
Passe 4
Passe 4Passe 4
Passe 4
 
Foto kirlian
Foto kirlianFoto kirlian
Foto kirlian
 
Abenção da vida 2
Abenção da vida 2Abenção da vida 2
Abenção da vida 2
 
Sede perfeitos
Sede perfeitosSede perfeitos
Sede perfeitos
 
091028 conclusão de o livro dos espíritos
091028 conclusão de o livro dos espíritos091028 conclusão de o livro dos espíritos
091028 conclusão de o livro dos espíritos
 
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
 
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
 
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
 
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
 
090923 da lei de liberdade-penas temporais
090923 da lei de liberdade-penas temporais090923 da lei de liberdade-penas temporais
090923 da lei de liberdade-penas temporais
 
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
 
090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...
090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...
090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...
 

Último

metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
PIB Penha
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
Sammis Reachers
 

Último (14)

metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
 

Olm 100825-manif.visuais-bicorpor.e transf

  • 1. 1/23 O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS PARIS 1861
  • 2. 2/23 Segunda Parte DAS MANIFESTAÇÕES ESPÍRITAS Capítulo l: Ação dos Espíritos sobre a Matéria Capítulo II: Manifestações Físicas e Mesas Girantes Capítulo III: Manifestações Inteligentes Capítulo IV: Teoria da Manifestações Físicas Capítulo V: Manifestações Físicas Espontâneas Capítulo VI: Manifestações Visuais Capítulo VII: Bicorporeidade e transfiguração Capítulo VIII:Laboratório do mundo invisível Capítulo IX: Locais assombrados Capítulo X: Natureza das comunicações Capítulo XI: Sematologia e tiptologia Sumário de “O livro dos médiuns”Sumário de “O livro dos médiuns” O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 3. 3/23 Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais  As manifestações visuais acontecem durante o sono, bem como no estado de virgília, o que é mais raro (aparições).  Os Espíritos que se manifestam pela visão pertencem a uma determinada categoria? — Não; podem pertencer a todas as categorias, das mais elevadas às mais inferiores. O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 4. 4/23 Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 5. 5/23 Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais  Os sonhs podem ser: uma visão atual de coisas presentes ou distantes; uma visão retrospectiva do passado; e, em alguns casos excepcionais, um pressentimento do futuro. Frequentemente são também quadros alegóricos que os Espíritos nos apresentam como úteis advertências ou salutares conselhos, quando são Espíritos bons; ou para nos enganarem e entreterem as nossas paixões, se são Espíritos imperfeitos. O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 6. 6/23 Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais  É racional assustar-se com a aparição de um Espírito? —Aquele que refletir a respeito há de compreender que um Espírito, seja qual for, é menos perigoso que um vivo.  Aquele que vê um Espírito poderia conversar com ele? — Perfeitamente. E é justamente o que se deve fazer nesse caso, perguntando quem é o Espírito, o que deseja e o que se pode fazer por ele. O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 7. 7/23 Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais  As aparições propriamente ditas ocorrem no estado de vigília, no pleno gozo e completa liberdade das faculdades da pessoa. Apresentam-se geralmente com uma forma vaporosa e diáfana, algumas vezes vaga e indecisa. Quase sempre, a princípio, é um clarão esbranquiçado, cujos contornos vão se desenhando aos poucos. De outras vezes as formas são claramente acentuadas, distinguindo- se os menores traços do rosto, a ponto de se poder descrevê-las com precisão. O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 8. 8/23 Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 9. 9/23 Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais  Por que, quase sempre, as pessoas em que mais pensamos, que ardentemente desejamos rever, jamais aparecem nos sonhos, enquanto vemos outras que não nos interessam e nas quais nunca pensamos? — Os Espíritos nem sempre tem a possibilidade de manifestar-se visivelmente, mesmo em sonhos e apesar do desejo que tenhamos de vê-los. Causas independentes da sua vontade podem impedi-los. O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 10. 10/23 Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais  Por que certas visões são mais freqüentes nas doenças? — Elas ocorrem igualmente no estado de perfeita saúde, mas na doença os laços materiais se afrouxam e a fraqueza do corpo deixa mais livre o Espírito, que entra mais facilmente em comunicação com outros Espíritos. O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 11. 11/23 Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais  Por que as aparições se verificam mais à noite? — Pela mesma razão que vês as estrelas à noite e não em pleno dia. A claridade intensa pode ofuscar uma aparição delicada. Mas é errôneo supor que a noite tenha algo de especial para isso. Interpela todos os que as viram, e constatarás que a maioria ocorre de dia. O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 12. 12/23 Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais  “Os fenômenos de aparição são muito mais freqüentes e gerais do que se pensa, mas muitas pessoas não os revelam por medo do ridículo e outras os atribuem à ilusão.”  Os que vêem os Espíritos o fazem com os olhos? — Eles pensam que sim, mas na realidade é a alma que vê. A prova é que podem vê-los de olhos fechados. O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 13. 13/23 Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 14. 14/23 Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais  Essa faculdade pode desenvolver-se pelo exercício? — Pode, como todas as outras faculdades. Mas é daquelas cujo desenvolvimento natural é melhor do que o provocado, quando corremos o risco de super-excitar a imaginação. A visão geral e permanente dos Espíritos é excepcional e não pertence às condições normais do homem. O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 15. 15/23 Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais  Os Espíritos poderiam se apresentar com a forma de animais? — Isto pode acontecer, mas são sempre Espíritos inferiores os que tomam essas aparências. Mas seriam sempre, em todos os casos, aparências passageiras, pois seria absurdo acreditar que um animal pudesse ser a encarnação de um Espírito. Os animais são sempre animais e nada mais do que isso. O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 16. 16/23 Cap. VI – Manifestações visuaisCap. VI – Manifestações visuais  Teoria da alucinação - Os que não admitem a existência do mundo incorpóreo e invisível pensam tudo explicar pela palavra alucinação. A definição dessa palavra é conhecida: quer dizer um engano, uma ilusão de quem pensa ter percepções que na realidade não tem.  Mais uma teoria que não explica todos os fatos. O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 17. 17/23 Cap. VII –Cap. VII – BicorporeidadeBicorporeidade e transfiguraçãoe transfiguração  Bicorporeidade – Fenômenos em que a pessoa é vista em 2 lugares ao mesmo tempo, dando a falsa impressão de “homem duplo”  Transfiguração - Modificação da aparência, uma mudança, uma alteração nos traços que pode ser produzida pela ação do próprio Espírito sobre seu envoltório, ou por uma influência exterior. O corpo nunca muda, mas, em conseqüência de uma contração nervosa, ele submete-se a aparências diversas O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 18. 18/23 Cap. VII –Cap. VII – BicorporeidadeBicorporeidade e transfiguraçãoe transfiguração  Bicorporeidade – Semelhante ao sono, neste fenômeno, o espírito se liberta temporariamente do corpo e assim, pode ser visto em outro lugar e até se tornar tangível;  Permanece ainda uma ligação com o corpo. Rompimento difinitivo somente com a morte.  Os médiuns videntes, reconhecem o Espírito de uma pessoa viva por um traço luminoso que termina no seu corpo. (Cordão prateado) O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 19. 19/23 Cap. VII –Cap. VII – BicorporeidadeBicorporeidade e transfiguraçãoe transfiguração  Bicorporeidade – Santo António de Pádua estava na Espanha e no tempo em que ali pregava, seu pai, que se encontrava em Pádua, ia sendo levado ao suplício, acusado de assassinato. Nesse momento Santo António aparece, demonstra a inocência do pai e dá a conhecer o verdadeiro criminoso que, mais tarde, sofreu o castigo. Constatou- se que naquele momento Santo António não havia deixado a Espanha. O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 20. 20/23 Cap. VII –Cap. VII – BicorporeidadeBicorporeidade e transfiguraçãoe transfiguração  Transfiguração – Pode ocorrer, em certos casos, por uma simples contração muscular que dá à fisionomia expressão muito diferente, a ponto de tornar a pessoa irreconhecível. Observamo-la frequentemente com alguns sonâmbulos. Mas, nesses casos, a transformação não é radical. Uma mulher poderá parecer jovem ou velha, bela ou feia, mas será sempre mulher e seu peso não aumentará diminuirá. O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 21. 21/23 Cap. VII –Cap. VII – BicorporeidadeBicorporeidade e transfiguraçãoe transfiguração  Transfiguração – Admite-se em princípio que o Espírito pode dar ao seu perispírito todas as aparências. Que por uma modificação das disposições moleculares, pode lhe dar a visibilidade, a tangibilidade e em conseqüência a opacidade. Que o perispírito de uma pessoa viva, fora do corpo pode passar pelas mesmas transformações e que essa mudança de estado se realiza por meio da combinação dos fluidos. O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 22. 22/23 Segunda Parte DAS MANIFESTAÇÕES ESPÍRITAS Capítulo l: Ação dos Espíritos sobre a Matéria Capítulo II: Manifestações Físicas e Mesas Girantes Capítulo III: Manifestações Inteligentes Capítulo IV: Teoria da Manifestações Físicas Capítulo V: Manifestações Físicas Espontâneas Capítulo VI: Manifestações Visuais Capítulo VII: Bicorporeidade e transfiguração Capítulo VIII:Laboratório do mundo invisível Capítulo IX: Locais assombrados Capítulo X: Natureza das comunicações Capítulo XI: Sematologia e tiptologia Sumário de “O livro dos médiuns”Sumário de “O livro dos médiuns” O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS
  • 23. 23/23 O LIVRO DOS MÉDIUNSO LIVRO DOS MÉDIUNS - Maria! - Rabboni!" isto é, Meu senhor. - O Mestre lhe respondeu: "Não me toques, porquanto ainda não subi para meu Pai João, Cap. XIX - 15- 17