SlideShare uma empresa Scribd logo
XVII OBA 2014
AULA 5 - TERRA
Fonte:www.google.com.br/imagens
Fonte: www.google.com.br/imagens
LOCALIZAÇÃO DO SISTEMA SOLAR
Fonte: http://www.apolo11.com/via_lactea.php
CARACTERÍSTICAS DA TERRA
 Classificado como planeta telúrico ou rochoso.
 Terceiro planeta a partir do Sol, quinto maior planeta do Sistema Solar.
 É o planeta mais denso do Sistema Solar.
 Forma esférica com achatamento dos polos.
Fonte: http://www.explicatorium.com/quimica/Planeta_Terra.php
 Possui um satélite natural
denominado Lua.
 Superfície em constante mudança
devido a processos que ocorrem no seu
interior, nos oceanos e na atmosfera.
 Abundante em água no estado líquido
(na superfície).
 Atmosfera rica em oxigênio.
 Único planeta conhecido até o
momento em que existe vida da forma
que conhecemos.
DADOS (APROXIMADOS) SOBRE A TERRA
Distância média do Sol (órbita) 149 600 000 km
Duração do ano (período de revolução) 365 dias
Duração do dia (período de rotação) 24 h
Diâmetro 12 756,3 km
Área da superfície 510 101 000 km2
Massa 5,972. 1024 kg
Volume 108,321.1010 km3
Densidade média 5 515 kg/m3
Gravidade na superfície 9,78 m/s 2
Velocidade de escape 11,186 km/s
Velocidade orbital média 29,78 km/s
Inclinação do eixo 23,45o
Temperatura média à superfície 15o C (288 K)
Fonte: Observatório Nacional
ALGUNS DOS MOVIMENTOS DA TERRA
 ROTAÇÃO
 É o movimento que a Terra faz em torno do seu
próprio eixo no sentido oeste para leste.
 Este movimento leva cerca de 23 horas 56
minutos e 04 segundos (dia sideral).
 Com este movimento se explica a causa dos
dias e noites, pois sempre o planeta terá apenas
um lado iluminado pelo Sol.
Fonte:http://en.wikipedia.org/wiki/File:Globespin.gif
Fonte: www.google.com.br/imagens
 Análogo ao movimento do pião.
 O eixo da Terra muda de
posição e não fica eternamente,
apontando para o mesmo lugar.
 O tempo da precessão da Terra é de aproximadamente 26 000 anos
ou um grau a cada 72 anos.
 Um dos efeitos da precessão é que a posição aparente das
constelações mudam ao longo de período.
 PRECESSÃO
Fonte:http://www.guidg.com/
 NUTAÇÃO
 Movimento oscilatório do eixo de rotação da Terra.
 Pode-se dizer que a nutação é a componente de pequeno período da
precessão.
 A nutação tem uma amplitude de 18'' e um período de 18,6 anos.
 Terra realiza mais de 1 300 ciclos de nutação durante uma volta completa
de precessão.
Fonte:www.google.com.br/imagens
 É o movimento que a Terra dá
uma volta completa em torno do
Sol e demora em média 365 dias
5 horas 48 minutos.
 Chamamos a isto de ano
tropical.
 TRANSLAÇÃO
Fonte: http://blog-superinteressante.blogspot.com.br/2011_01_01_archive.html
 As estações são consequência da
inclinação do eixo de rotação da
Terra.
Fonte: www.google.com.br/imagens
ESTRUTURA INTERNA
Fonte: www.google.com.br/imagens
 CROSTA
 É a superfície do planeta.
 Sendo a parte mais externa é a mais
fria.
 É sólida e pouco espessa.
 Nela estão as placas tectônicas, que
formam os continentes e oceanos.
 Pode-se dividir a crosta em duas estruturas distintas: crosta continental e
crosta oceânica.
 A descontinuidade que separa essas duas estruturas é denominada
descontinuidade de Conrad.
Fonte:www.google.com.br/imagens
 MANTO
 Pedaços em estado sólido
intercalados de uma pasta viscosa, o
magma.
 É do intenso calor que emana do
manto e de seu movimento que
nascem os terremotos.
 É dividido em:
 MANTO SUPERIOR
 MANTO INFERIOR
Fonte: http://revistapesquisa.fapesp.br/2012/08/10/abrindo-a-terra/
Fonte: www.google.com.br/imagens
 NÙCLEO
 Tem cerca de 3.500 km de raio e é constituído de um material
bastante denso, sendo a parte externa líquida e a parte interna sólida.
 NÚCLEO EXTERNO
 Líquido eletricamente condutor, quente, dentro do qual ocorrem
movimentos convectivos.
 Esta camada condutora se
combina com a rotação da Terra
para criar um efeito dínamo que
mantém um sistema de correntes
elétricas conhecido como campo
magnético.
 Constituído por ferro, enxofre e
silício.
Fonte:www.google.com.br/imagens
TEORIA DA DERIVA CONTINENTAL
 No século XVI o cartógrafo holandês Abraham Ortelius propõe que os
continentes não permaneciam na mesma posição.
 Em 1912 o meteorologista alemão Alfred Lothar Wegener propõe a teoria
da Deriva dos Continentes”.
 A teoria argumentava que há cerca
de 200 milhões de anos havia um
único supercontinente chamado
Pangeia, que começou a se partir.
 A ideia do movimento dos
continentes foi cientificamente
considerada.
TEORIA DAS PLACAS TECTÔNICAS
 Teoria apresentada em 1965 pelo geofísico canadense John Tuzo Wilson.
Fonte: www.google.com.br/imagens
Fonte: www.google.com.br/imagens
VULCÕES
 Vulcão é uma abertura na crosta terrestre, de formato cônico ou
montanhoso, por onde saem magma, cinzas, gases e poeira. Esta estrutura
geológica é formada, geralmente, a partir do encontro entre placas
tectônicas.
 Quando um vulcão entra em erupção (em atividade) pode provocar
terremotos e lançar na atmosfera grande quantidade de materiais
magmáticos, gerando uma ameaça para as populações que moram
próximas.
Etna na região da Sicília, Itália (Foto: BBC)
 A maioria dos vulcões
nasce na linha limítrofe
entre duas placas.
http://www.cprm.gov.br/Aparados/vulc_pag02.htm
 Placa oceânica em
subducção sob a placa
continental (placas
convergentes), gerando
vulcanismo do tipo Andino
(D).
 Vulcanismo associado a
sistema de rifts (Intraplaca
continental), como o que
ocorre no rift (vale) africano,
onde se observa ruptura
entre as placas continentais
(E).
A
E
D
CB
 Linha de sutura entre duas placas oceânicas (placas convergentes),
gerando um sistema de ilhas vulcânicas como o existente no Japão (A).
 Vulcões gerados sobre um hot spot (anomalia térmica da crosta), a
exemplo do arquipélago havaiano (B).
 Limite entre placas oceânicas divergentes, responsável por um
vulcanismo fissural como onde está posicionada a Islândia, única região
onde aflora a cadeia meso-atlântica (C) .
TERREMOTOS
 Terremoto ou sismo são tremores bruscos e passageiros que acontecem
na superfície da Terra causados por choques subterrâneos de placas
rochosas da crosta terrestre a 300 m abaixo do solo.
 Outros motivos considerados são
deslocamentos de gases
(principalmente metano) e atividades
vulcânicas.
 EXISTEM DOIS TIPOS DE SISMOS:
 Os de origem natural.
 Os induzidos (realizados pelo
homem como por exemplo
explosões, extração de minérios).
http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Solo/Solo2.php
 Vibração do solo.
 Abertura de falhas
 Deslizamento de terra.
CONSEQUÊNCIAS DE UM TERREMOTO
Fonte: www.google.com.br/imagens
 Tsunamis.
 Mudanças na rotação da Terra.
Fonte: www.google.com.br/imagens
ESCALA RICHTER
http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Solo/Solo2.php
 Os movimentos da crosta sob os oceanos podem deslocar massas de
água produzindo ondas enormes, chamadas tsunamis, que chegam a ter até
30 m de altura.
 As ondas gigantes podem ser produzidas por três tipos de fenômenos:
TSUNAMIS
http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Solo/Solo2.php
 Erupções vulcânicas injetam toneladas de lava no chão oceânico, gerando
ondas devastadoras.
 Terremotos submarinos deslocam a crosta oceânica, empurrando a massa
de água para cima.
 Uma bolha de gás surge no fundo do oceano, com o mesmo efeito de uma
explosão grandiosa.
ESTRUTURA DA ATMOSFERA TERRESTRE
Fonte: www.google.com.br/imagens
Fonte: Observatório Nacional
 TROPOSFERA
É a região mais baixa da atmosfera da
Terra (ou da atmosfera de qualquer
planeta). Sobre a Terra ela vai do nível
do chão, ou da água, que chamamos de
"nível do mar", até, aproximadamente,
17 km de altura. Na troposfera a
temperatura geralmente diminui à
medida que a altitude aumenta. O clima
e as nuvens ocorrem na troposfera.
 TROPOPAUSA
É a zona limite, ou camada de transição,
entre a troposfera e a estratosfera da
atmosfera da Terra. A tropopausa é
caracterizada por pouca ou nenhuma
mudança na temperatura à medida que
a altitude aumenta.
 ESTRATOSFERA
É a camada atmosférica entre a
troposfera e a mesosfera. A
estratosfera se caracteriza por um
ligeiro aumento de temperatura com
o aumento de altitude e pela
ausência de nuvens. A estratosfera
se estende entre 17 e 50 km acima
da superfície da Terra. A camada de
ozônio da Terra está localizada na
estratosfera. O ozônio, um isótopo
do oxigênio, é crucial para a
sobrevivência dos seres vivos na
Terra. A camada de ozônio absorve
uma grande quantidade da radiação
ultravioleta proveniente do Sol
impedindo-a de atingir a superfície
da Terra. Somente as nuvens mais
altas, os cirrus, cirroestratus e
cirrocumulos, estão na estratosfera
inferior.
Fonte: www.google.com.br/imagens
 MESOSFERA
É a camada atmosférica entre a
estratosfera e a ionosfera. A
mesosfera é caracterizada por
temperaturas que rapidamente
diminuem à medida que a
altitude aumenta. A mesosfera
se estende entre 17 a 80 km
acima da superfície da Terra.
 IONOSFERA
É uma das camadas mais altas da atmosfera da Terra. A ionosfera começa a
cerca de 70-80 km de altura e continua por centenas de quilômetros, até
cerca de 640 km. Ela contém muitos íons e elétrons livres (plasma). Os íons
são criados quando a luz do Sol atinge os átomos e arranca alguns elétrons.
A ionosfera está localizada entre a mesosfera e a exosfera. Ela é parte da
termosfera. As auroras ocorrem na ionosfera.
Fonte:www.google.com.br/imagens
 EXOSFERA
É a camada mais externa da
atmosfera da Terra. A exosfera vai de
aproximadamente 640 km de altura
até cerca de 1280 km. A camada
mais inferior da exosfera é chamada
de "nível crítico de escape", onde a
pressão atmosférica é muito baixa,
uma vez que os átomos do gás estão
muito amplamente espaçados, e a
temperatura é muito baixa.
 TERMOSFERA
É uma classificação térmica.
Localizada entre a mesosfera e o
espaço exterior. Nesta camada a
temperatura aumenta com a altitude.
Inclui a exosfera e parte da
ionosfera.
Fonte: www.google.com.br/imagens
CICLONES, FURACÕES E TUFÕES
 Para a meteorologia são a mesma coisa.
 Consistem em rotação de um determinado volume de ar em uma área de
baixas pressões.
 São altamente destrutivos e podem produzir ventos de até 300 km/h.
 O que os diferencia é a região geográfica do planeta onde eles se formam.
Fonte: www.google.com.br/imagens
Fonte: www.google.com.br/imagens
http://www.estacao.iag.usp.br/didatico/index.php
ESCALA DE SAFFIR – SIMPSON
 Os tornados são redemoinhos atmosféricos
caracterizados por um espiral, em forma de funil
de vento, que gira em torno de um centro de
baixa pressão atmosférica
 O acúmulo de poeira, névoa e destroços é o
que dá uma cor escura à coluna de ar que forma
o fenômeno.
 Os tornados são medidos pela quantia de
estrago que eles causam, e não pelo seu
tamanho físico.
TORNADOS
Fonte: www.google.com.br/imagens
Fonte: www.google.com.br/imagens
 Os tornados mais destrutivos da história
surgiram a partir de supercélulas, um tipo
de tempestade de trovoadas que se move
em círculos.
 As supercélulas costumam produzir ainda
muitos relâmpagos, granizo e enchentes.
Fonte: www.google.com.br/imagens
ESCALA FUJITA
http://www.estacao.iag.usp.br/didatico/index.php
Agradecimentos:
Thiago Wenzler
Coordenador Administrativo.
Prof. Dr. Marcos Calil
Coordenador Científico.
Prof. Emerson Perez
Educador.
Eng. Mauro Kanashiro
Educador.
E a toda equipe do Planetário Johannes Kepler.
Rua Juquiá, 135 (altura)
Santo André – SP
/sabina.planetario
.sabina.org.br
44222000
sabina@santoandre.sp.gov.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Curso: O céu das 4 Estações! - Aula 1 de 3. (2013)
Curso: O céu das 4 Estações! - Aula 1 de 3. (2013)Curso: O céu das 4 Estações! - Aula 1 de 3. (2013)
Curso: O céu das 4 Estações! - Aula 1 de 3. (2013)
Instituto Iprodesc
 
4.terra xix oba
4.terra xix oba4.terra xix oba
4.terra xix oba
Instituto Iprodesc
 
1.2015 2.objetos celestes
1.2015 2.objetos celestes1.2015 2.objetos celestes
1.2015 2.objetos celestes
Instituto Iprodesc
 
Sistema solar.oba
Sistema solar.obaSistema solar.oba
Sistema solar.oba
Sirley Zancanari Ferrantte
 
O q existe no universo
O q existe no universoO q existe no universo
O q existe no universo
Antonio Almeida
 
1.conceitos básicos xix oba
1.conceitos básicos xix oba1.conceitos básicos xix oba
1.conceitos básicos xix oba
Instituto Iprodesc
 
Novo F.Q. 7 - PPT Universo
Novo F.Q. 7 - PPT UniversoNovo F.Q. 7 - PPT Universo
Novo F.Q. 7 - PPT Universo
andygracolas
 
O Universo - 6º Ano (2017)
O Universo - 6º Ano (2017)O Universo - 6º Ano (2017)
O Universo - 6º Ano (2017)
Nefer19
 
Estrutura solar
Estrutura solarEstrutura solar
Estrutura solar
Instituto Iprodesc
 
3.astronáutica xix oba
3.astronáutica xix oba3.astronáutica xix oba
3.astronáutica xix oba
Instituto Iprodesc
 
BioGeo10-corpos sistema solar
BioGeo10-corpos sistema solarBioGeo10-corpos sistema solar
BioGeo10-corpos sistema solar
Rita Rainho
 
Mini Curso Planetas e satelites do sistema solar
Mini Curso Planetas e satelites do sistema solarMini Curso Planetas e satelites do sistema solar
Mini Curso Planetas e satelites do sistema solar
Instituto Iprodesc
 
Apresentação slide sistema solar
Apresentação slide sistema solarApresentação slide sistema solar
Apresentação slide sistema solar
gislainegeografiahumanas
 
Universo
UniversoUniverso
5.sistema sol-terra-lua xix oba
5.sistema sol-terra-lua xix oba5.sistema sol-terra-lua xix oba
5.sistema sol-terra-lua xix oba
Instituto Iprodesc
 
Constituição do sistema solar
Constituição do sistema solarConstituição do sistema solar
Constituição do sistema solar
valdecio lopes
 
Astronomia basica
Astronomia basicaAstronomia basica
Astronomia basica
edsonluz
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
Arlete Capitao
 
SISTEMA SOLAR.AULA
SISTEMA SOLAR.AULASISTEMA SOLAR.AULA
SISTEMA SOLAR.AULA
Wagner Alunos
 
Trabalho de pesquisa sobre o sistema solar
Trabalho de pesquisa sobre o sistema solar Trabalho de pesquisa sobre o sistema solar
Trabalho de pesquisa sobre o sistema solar
marta3334
 

Mais procurados (20)

Curso: O céu das 4 Estações! - Aula 1 de 3. (2013)
Curso: O céu das 4 Estações! - Aula 1 de 3. (2013)Curso: O céu das 4 Estações! - Aula 1 de 3. (2013)
Curso: O céu das 4 Estações! - Aula 1 de 3. (2013)
 
4.terra xix oba
4.terra xix oba4.terra xix oba
4.terra xix oba
 
1.2015 2.objetos celestes
1.2015 2.objetos celestes1.2015 2.objetos celestes
1.2015 2.objetos celestes
 
Sistema solar.oba
Sistema solar.obaSistema solar.oba
Sistema solar.oba
 
O q existe no universo
O q existe no universoO q existe no universo
O q existe no universo
 
1.conceitos básicos xix oba
1.conceitos básicos xix oba1.conceitos básicos xix oba
1.conceitos básicos xix oba
 
Novo F.Q. 7 - PPT Universo
Novo F.Q. 7 - PPT UniversoNovo F.Q. 7 - PPT Universo
Novo F.Q. 7 - PPT Universo
 
O Universo - 6º Ano (2017)
O Universo - 6º Ano (2017)O Universo - 6º Ano (2017)
O Universo - 6º Ano (2017)
 
Estrutura solar
Estrutura solarEstrutura solar
Estrutura solar
 
3.astronáutica xix oba
3.astronáutica xix oba3.astronáutica xix oba
3.astronáutica xix oba
 
BioGeo10-corpos sistema solar
BioGeo10-corpos sistema solarBioGeo10-corpos sistema solar
BioGeo10-corpos sistema solar
 
Mini Curso Planetas e satelites do sistema solar
Mini Curso Planetas e satelites do sistema solarMini Curso Planetas e satelites do sistema solar
Mini Curso Planetas e satelites do sistema solar
 
Apresentação slide sistema solar
Apresentação slide sistema solarApresentação slide sistema solar
Apresentação slide sistema solar
 
Universo
UniversoUniverso
Universo
 
5.sistema sol-terra-lua xix oba
5.sistema sol-terra-lua xix oba5.sistema sol-terra-lua xix oba
5.sistema sol-terra-lua xix oba
 
Constituição do sistema solar
Constituição do sistema solarConstituição do sistema solar
Constituição do sistema solar
 
Astronomia basica
Astronomia basicaAstronomia basica
Astronomia basica
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
 
SISTEMA SOLAR.AULA
SISTEMA SOLAR.AULASISTEMA SOLAR.AULA
SISTEMA SOLAR.AULA
 
Trabalho de pesquisa sobre o sistema solar
Trabalho de pesquisa sobre o sistema solar Trabalho de pesquisa sobre o sistema solar
Trabalho de pesquisa sobre o sistema solar
 

Destaque

Atividade Avaliativa de Ciências
Atividade Avaliativa de CiênciasAtividade Avaliativa de Ciências
Atividade Avaliativa de Ciências
Paulo Alves de Araujo
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
Catir
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
Bonoo
 
1° aula: Astronomia básica
1° aula: Astronomia básica 1° aula: Astronomia básica
1° aula: Astronomia básica
Eduardoastrofisico
 
Daniel sistema solar
Daniel sistema solarDaniel sistema solar
Daniel sistema solar
Daniel Faleiro
 
Animação Digital (Aula4): Simulando o Sistema Solar
Animação Digital (Aula4): Simulando o Sistema SolarAnimação Digital (Aula4): Simulando o Sistema Solar
Animação Digital (Aula4): Simulando o Sistema Solar
Dra. Camila Hamdan
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
Silvia Leticia Ludke
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
Joseane Pasini CB
 
O Sistema Solar
O Sistema SolarO Sistema Solar
O Sistema Solar
Andréa Thees
 
O Sistema Solar
O Sistema SolarO Sistema Solar
O Sistema Solar
jessicarabbit40
 
Avaliação 5ª série Fuso horário
Avaliação 5ª série Fuso horárioAvaliação 5ª série Fuso horário
Avaliação 5ª série Fuso horário
Luciana Souza
 
Prova de geografia 5 essa
Prova de geografia 5 essaProva de geografia 5 essa
Prova de geografia 5 essa
Luciana Souza
 
IECJ - Cap. 3 - Universo e sistema solar - 6º ano do EFII
IECJ - Cap.   3 -  Universo e  sistema solar - 6º ano do EFIIIECJ - Cap.   3 -  Universo e  sistema solar - 6º ano do EFII
IECJ - Cap. 3 - Universo e sistema solar - 6º ano do EFII
profrodrigoribeiro
 
Formação do Sistema Solar
Formação do Sistema SolarFormação do Sistema Solar
Formação do Sistema Solar
guestdbe434
 
O nosso sistema solar
O nosso sistema solarO nosso sistema solar
O nosso sistema solar
Bio Sem Limites
 
O senhor ano e as quatro estações
O senhor ano e as quatro estaçõesO senhor ano e as quatro estações
O senhor ano e as quatro estações
Daniela Simoes
 
Movimentos da terra
Movimentos da terraMovimentos da terra
Movimentos da terra
dinartegaspar
 
Prova de geografia
Prova de geografiaProva de geografia
Prova de geografia
EducArte2012
 
Os movimentos da terra
Os movimentos da terraOs movimentos da terra
Os movimentos da terra
Professor
 
Origem e formação da terra
Origem e formação da terraOrigem e formação da terra
Origem e formação da terra
karolpoa
 

Destaque (20)

Atividade Avaliativa de Ciências
Atividade Avaliativa de CiênciasAtividade Avaliativa de Ciências
Atividade Avaliativa de Ciências
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
 
1° aula: Astronomia básica
1° aula: Astronomia básica 1° aula: Astronomia básica
1° aula: Astronomia básica
 
Daniel sistema solar
Daniel sistema solarDaniel sistema solar
Daniel sistema solar
 
Animação Digital (Aula4): Simulando o Sistema Solar
Animação Digital (Aula4): Simulando o Sistema SolarAnimação Digital (Aula4): Simulando o Sistema Solar
Animação Digital (Aula4): Simulando o Sistema Solar
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
 
O Sistema Solar
O Sistema SolarO Sistema Solar
O Sistema Solar
 
O Sistema Solar
O Sistema SolarO Sistema Solar
O Sistema Solar
 
Avaliação 5ª série Fuso horário
Avaliação 5ª série Fuso horárioAvaliação 5ª série Fuso horário
Avaliação 5ª série Fuso horário
 
Prova de geografia 5 essa
Prova de geografia 5 essaProva de geografia 5 essa
Prova de geografia 5 essa
 
IECJ - Cap. 3 - Universo e sistema solar - 6º ano do EFII
IECJ - Cap.   3 -  Universo e  sistema solar - 6º ano do EFIIIECJ - Cap.   3 -  Universo e  sistema solar - 6º ano do EFII
IECJ - Cap. 3 - Universo e sistema solar - 6º ano do EFII
 
Formação do Sistema Solar
Formação do Sistema SolarFormação do Sistema Solar
Formação do Sistema Solar
 
O nosso sistema solar
O nosso sistema solarO nosso sistema solar
O nosso sistema solar
 
O senhor ano e as quatro estações
O senhor ano e as quatro estaçõesO senhor ano e as quatro estações
O senhor ano e as quatro estações
 
Movimentos da terra
Movimentos da terraMovimentos da terra
Movimentos da terra
 
Prova de geografia
Prova de geografiaProva de geografia
Prova de geografia
 
Os movimentos da terra
Os movimentos da terraOs movimentos da terra
Os movimentos da terra
 
Origem e formação da terra
Origem e formação da terraOrigem e formação da terra
Origem e formação da terra
 

Semelhante a Oba 2014 aula 5_ terra

Aula 01 curso de mineração (geologia) l
Aula 01 curso de mineração (geologia) lAula 01 curso de mineração (geologia) l
Aula 01 curso de mineração (geologia) l
Homero Alves de Lima
 
Como funciona o planeta terra
Como funciona o planeta terraComo funciona o planeta terra
Como funciona o planeta terra
Fernando Alcoforado
 
Formação terra
Formação terraFormação terra
Formação terra
Prof. Francesco Torres
 
Formacao terra
Formacao terraFormacao terra
Formacao terra
Prof. Francesco Torres
 
IECJ - Cap. 7 – Interior da terra e crosta terrestre
IECJ - Cap. 7 – Interior da terra e crosta terrestreIECJ - Cap. 7 – Interior da terra e crosta terrestre
IECJ - Cap. 7 – Interior da terra e crosta terrestre
profrodrigoribeiro
 
5º geo 6 ano formação da terra e litosfera - interior da terra e crosta te...
5º geo 6 ano   formação da terra e litosfera -  interior da terra e crosta te...5º geo 6 ano   formação da terra e litosfera -  interior da terra e crosta te...
5º geo 6 ano formação da terra e litosfera - interior da terra e crosta te...
Ste Escola Bernardino
 
universo
universouniverso
universo
Daniel Maia
 
Rafael e michael 1 5°b
Rafael e michael 1 5°bRafael e michael 1 5°b
Rafael e michael 1 5°b
5canisioprofessoracintia
 
Estudo da terra
Estudo da terraEstudo da terra
Estudo da terra
Gisele Da Fonseca
 
Formação da Terra e o Tectonismo
Formação da Terra e o TectonismoFormação da Terra e o Tectonismo
Formação da Terra e o Tectonismo
Professora Verônica Santos
 
Estrutura geológica da terra
Estrutura geológica da terraEstrutura geológica da terra
Estrutura geológica da terra
Liz de Oliveira Mendes Francisco
 
Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)
Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)
Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)
Paulo Andrade
 
Aformaodaterra 110321121503-phpapp01
Aformaodaterra 110321121503-phpapp01Aformaodaterra 110321121503-phpapp01
Aformaodaterra 110321121503-phpapp01
luiz moraais
 
A Formação da Terra
A Formação da TerraA Formação da Terra
A Formação da Terra
Letícia Maciel
 
aformaodaterra-110321121503-phpapp01.pptx
aformaodaterra-110321121503-phpapp01.pptxaformaodaterra-110321121503-phpapp01.pptx
aformaodaterra-110321121503-phpapp01.pptx
ssuser60b183
 
Terra planeta com vida_7º
Terra planeta com vida_7ºTerra planeta com vida_7º
Terra planeta com vida_7º
Teresa Monteiro
 
Geografia natureza e riscos ambientais
Geografia   natureza e riscos ambientaisGeografia   natureza e riscos ambientais
Geografia natureza e riscos ambientais
geografiafelipe
 
Geografia natureza e riscos ambientais
Geografia   natureza e riscos ambientaisGeografia   natureza e riscos ambientais
Geografia natureza e riscos ambientais
geografiafelipe
 
A formação da terra
A formação da terraA formação da terra
A formação da terra
Professor
 
Geologia 2011
Geologia 2011Geologia 2011
Geologia 2011
UFES
 

Semelhante a Oba 2014 aula 5_ terra (20)

Aula 01 curso de mineração (geologia) l
Aula 01 curso de mineração (geologia) lAula 01 curso de mineração (geologia) l
Aula 01 curso de mineração (geologia) l
 
Como funciona o planeta terra
Como funciona o planeta terraComo funciona o planeta terra
Como funciona o planeta terra
 
Formação terra
Formação terraFormação terra
Formação terra
 
Formacao terra
Formacao terraFormacao terra
Formacao terra
 
IECJ - Cap. 7 – Interior da terra e crosta terrestre
IECJ - Cap. 7 – Interior da terra e crosta terrestreIECJ - Cap. 7 – Interior da terra e crosta terrestre
IECJ - Cap. 7 – Interior da terra e crosta terrestre
 
5º geo 6 ano formação da terra e litosfera - interior da terra e crosta te...
5º geo 6 ano   formação da terra e litosfera -  interior da terra e crosta te...5º geo 6 ano   formação da terra e litosfera -  interior da terra e crosta te...
5º geo 6 ano formação da terra e litosfera - interior da terra e crosta te...
 
universo
universouniverso
universo
 
Rafael e michael 1 5°b
Rafael e michael 1 5°bRafael e michael 1 5°b
Rafael e michael 1 5°b
 
Estudo da terra
Estudo da terraEstudo da terra
Estudo da terra
 
Formação da Terra e o Tectonismo
Formação da Terra e o TectonismoFormação da Terra e o Tectonismo
Formação da Terra e o Tectonismo
 
Estrutura geológica da terra
Estrutura geológica da terraEstrutura geológica da terra
Estrutura geológica da terra
 
Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)
Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)
Geografia vestibular-enen-geografia-fisica (1)
 
Aformaodaterra 110321121503-phpapp01
Aformaodaterra 110321121503-phpapp01Aformaodaterra 110321121503-phpapp01
Aformaodaterra 110321121503-phpapp01
 
A Formação da Terra
A Formação da TerraA Formação da Terra
A Formação da Terra
 
aformaodaterra-110321121503-phpapp01.pptx
aformaodaterra-110321121503-phpapp01.pptxaformaodaterra-110321121503-phpapp01.pptx
aformaodaterra-110321121503-phpapp01.pptx
 
Terra planeta com vida_7º
Terra planeta com vida_7ºTerra planeta com vida_7º
Terra planeta com vida_7º
 
Geografia natureza e riscos ambientais
Geografia   natureza e riscos ambientaisGeografia   natureza e riscos ambientais
Geografia natureza e riscos ambientais
 
Geografia natureza e riscos ambientais
Geografia   natureza e riscos ambientaisGeografia   natureza e riscos ambientais
Geografia natureza e riscos ambientais
 
A formação da terra
A formação da terraA formação da terra
A formação da terra
 
Geologia 2011
Geologia 2011Geologia 2011
Geologia 2011
 

Mais de Instituto Iprodesc

Tabela efemerides astronomicas setembro 2020
Tabela efemerides astronomicas setembro 2020Tabela efemerides astronomicas setembro 2020
Tabela efemerides astronomicas setembro 2020
Instituto Iprodesc
 
Tabela efemerides astronomicas agosto 2020
Tabela efemerides astronomicas agosto 2020Tabela efemerides astronomicas agosto 2020
Tabela efemerides astronomicas agosto 2020
Instituto Iprodesc
 
Tabela efemerides astronomicas julho 2020
Tabela efemerides astronomicas julho 2020Tabela efemerides astronomicas julho 2020
Tabela efemerides astronomicas julho 2020
Instituto Iprodesc
 
Tabela efemerides astronomicas junho 2020
Tabela efemerides astronomicas junho 2020Tabela efemerides astronomicas junho 2020
Tabela efemerides astronomicas junho 2020
Instituto Iprodesc
 
Tabela efemerides astronomicas maio 2020
Tabela efemerides astronomicas maio 2020Tabela efemerides astronomicas maio 2020
Tabela efemerides astronomicas maio 2020
Instituto Iprodesc
 
Tabela efemerides astronomicas abril 2020
Tabela efemerides astronomicas abril 2020Tabela efemerides astronomicas abril 2020
Tabela efemerides astronomicas abril 2020
Instituto Iprodesc
 
Tabela efemerides astronomicas marco 2020
Tabela efemerides astronomicas marco 2020Tabela efemerides astronomicas marco 2020
Tabela efemerides astronomicas marco 2020
Instituto Iprodesc
 
Tabela Efemerides Astronômicas Fevereiro 2020
Tabela Efemerides Astronômicas Fevereiro 2020Tabela Efemerides Astronômicas Fevereiro 2020
Tabela Efemerides Astronômicas Fevereiro 2020
Instituto Iprodesc
 
Efemérides Astronômicas Janeiro 2020
Efemérides Astronômicas Janeiro 2020Efemérides Astronômicas Janeiro 2020
Efemérides Astronômicas Janeiro 2020
Instituto Iprodesc
 
Efemerides Astronomicas Dezembro 2019
Efemerides Astronomicas Dezembro 2019Efemerides Astronomicas Dezembro 2019
Efemerides Astronomicas Dezembro 2019
Instituto Iprodesc
 
Efemérides Astronômicas Novembro 2019
Efemérides Astronômicas Novembro 2019Efemérides Astronômicas Novembro 2019
Efemérides Astronômicas Novembro 2019
Instituto Iprodesc
 
EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS – OUTUBRO 2019
EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS – OUTUBRO 2019EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS – OUTUBRO 2019
EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS – OUTUBRO 2019
Instituto Iprodesc
 
50 anos homem à Lua
50 anos homem à Lua50 anos homem à Lua
50 anos homem à Lua
Instituto Iprodesc
 
Efemerides Astronomicas Agosto 2019
Efemerides Astronomicas Agosto 2019Efemerides Astronomicas Agosto 2019
Efemerides Astronomicas Agosto 2019
Instituto Iprodesc
 
Efemerides astronomicas maio 2019
Efemerides astronomicas maio 2019Efemerides astronomicas maio 2019
Efemerides astronomicas maio 2019
Instituto Iprodesc
 
Efemérides Astronômicas Abril 2019
Efemérides Astronômicas Abril 2019Efemérides Astronômicas Abril 2019
Efemérides Astronômicas Abril 2019
Instituto Iprodesc
 
Efemérides Astronômicas Fevereiro 2019
Efemérides Astronômicas Fevereiro 2019Efemérides Astronômicas Fevereiro 2019
Efemérides Astronômicas Fevereiro 2019
Instituto Iprodesc
 
Efemérides astronômicas fevereiro 2019
Efemérides astronômicas fevereiro 2019Efemérides astronômicas fevereiro 2019
Efemérides astronômicas fevereiro 2019
Instituto Iprodesc
 
Efemerides astronomicas dezembro 2018
Efemerides astronomicas dezembro 2018Efemerides astronomicas dezembro 2018
Efemerides astronomicas dezembro 2018
Instituto Iprodesc
 
EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS NOVEMBRO 2018
EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS NOVEMBRO 2018EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS NOVEMBRO 2018
EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS NOVEMBRO 2018
Instituto Iprodesc
 

Mais de Instituto Iprodesc (20)

Tabela efemerides astronomicas setembro 2020
Tabela efemerides astronomicas setembro 2020Tabela efemerides astronomicas setembro 2020
Tabela efemerides astronomicas setembro 2020
 
Tabela efemerides astronomicas agosto 2020
Tabela efemerides astronomicas agosto 2020Tabela efemerides astronomicas agosto 2020
Tabela efemerides astronomicas agosto 2020
 
Tabela efemerides astronomicas julho 2020
Tabela efemerides astronomicas julho 2020Tabela efemerides astronomicas julho 2020
Tabela efemerides astronomicas julho 2020
 
Tabela efemerides astronomicas junho 2020
Tabela efemerides astronomicas junho 2020Tabela efemerides astronomicas junho 2020
Tabela efemerides astronomicas junho 2020
 
Tabela efemerides astronomicas maio 2020
Tabela efemerides astronomicas maio 2020Tabela efemerides astronomicas maio 2020
Tabela efemerides astronomicas maio 2020
 
Tabela efemerides astronomicas abril 2020
Tabela efemerides astronomicas abril 2020Tabela efemerides astronomicas abril 2020
Tabela efemerides astronomicas abril 2020
 
Tabela efemerides astronomicas marco 2020
Tabela efemerides astronomicas marco 2020Tabela efemerides astronomicas marco 2020
Tabela efemerides astronomicas marco 2020
 
Tabela Efemerides Astronômicas Fevereiro 2020
Tabela Efemerides Astronômicas Fevereiro 2020Tabela Efemerides Astronômicas Fevereiro 2020
Tabela Efemerides Astronômicas Fevereiro 2020
 
Efemérides Astronômicas Janeiro 2020
Efemérides Astronômicas Janeiro 2020Efemérides Astronômicas Janeiro 2020
Efemérides Astronômicas Janeiro 2020
 
Efemerides Astronomicas Dezembro 2019
Efemerides Astronomicas Dezembro 2019Efemerides Astronomicas Dezembro 2019
Efemerides Astronomicas Dezembro 2019
 
Efemérides Astronômicas Novembro 2019
Efemérides Astronômicas Novembro 2019Efemérides Astronômicas Novembro 2019
Efemérides Astronômicas Novembro 2019
 
EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS – OUTUBRO 2019
EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS – OUTUBRO 2019EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS – OUTUBRO 2019
EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS – OUTUBRO 2019
 
50 anos homem à Lua
50 anos homem à Lua50 anos homem à Lua
50 anos homem à Lua
 
Efemerides Astronomicas Agosto 2019
Efemerides Astronomicas Agosto 2019Efemerides Astronomicas Agosto 2019
Efemerides Astronomicas Agosto 2019
 
Efemerides astronomicas maio 2019
Efemerides astronomicas maio 2019Efemerides astronomicas maio 2019
Efemerides astronomicas maio 2019
 
Efemérides Astronômicas Abril 2019
Efemérides Astronômicas Abril 2019Efemérides Astronômicas Abril 2019
Efemérides Astronômicas Abril 2019
 
Efemérides Astronômicas Fevereiro 2019
Efemérides Astronômicas Fevereiro 2019Efemérides Astronômicas Fevereiro 2019
Efemérides Astronômicas Fevereiro 2019
 
Efemérides astronômicas fevereiro 2019
Efemérides astronômicas fevereiro 2019Efemérides astronômicas fevereiro 2019
Efemérides astronômicas fevereiro 2019
 
Efemerides astronomicas dezembro 2018
Efemerides astronomicas dezembro 2018Efemerides astronomicas dezembro 2018
Efemerides astronomicas dezembro 2018
 
EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS NOVEMBRO 2018
EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS NOVEMBRO 2018EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS NOVEMBRO 2018
EFEMÉRIDES ASTRONÔMICAS NOVEMBRO 2018
 

Último

Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdfTrabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
erico paulo rocha guedes
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdfTrabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 

Oba 2014 aula 5_ terra

  • 1. XVII OBA 2014 AULA 5 - TERRA Fonte:www.google.com.br/imagens Fonte: www.google.com.br/imagens
  • 2. LOCALIZAÇÃO DO SISTEMA SOLAR Fonte: http://www.apolo11.com/via_lactea.php
  • 3. CARACTERÍSTICAS DA TERRA  Classificado como planeta telúrico ou rochoso.  Terceiro planeta a partir do Sol, quinto maior planeta do Sistema Solar.  É o planeta mais denso do Sistema Solar.  Forma esférica com achatamento dos polos. Fonte: http://www.explicatorium.com/quimica/Planeta_Terra.php  Possui um satélite natural denominado Lua.  Superfície em constante mudança devido a processos que ocorrem no seu interior, nos oceanos e na atmosfera.  Abundante em água no estado líquido (na superfície).  Atmosfera rica em oxigênio.  Único planeta conhecido até o momento em que existe vida da forma que conhecemos.
  • 4. DADOS (APROXIMADOS) SOBRE A TERRA Distância média do Sol (órbita) 149 600 000 km Duração do ano (período de revolução) 365 dias Duração do dia (período de rotação) 24 h Diâmetro 12 756,3 km Área da superfície 510 101 000 km2 Massa 5,972. 1024 kg Volume 108,321.1010 km3 Densidade média 5 515 kg/m3 Gravidade na superfície 9,78 m/s 2 Velocidade de escape 11,186 km/s Velocidade orbital média 29,78 km/s Inclinação do eixo 23,45o Temperatura média à superfície 15o C (288 K) Fonte: Observatório Nacional
  • 5. ALGUNS DOS MOVIMENTOS DA TERRA  ROTAÇÃO  É o movimento que a Terra faz em torno do seu próprio eixo no sentido oeste para leste.  Este movimento leva cerca de 23 horas 56 minutos e 04 segundos (dia sideral).  Com este movimento se explica a causa dos dias e noites, pois sempre o planeta terá apenas um lado iluminado pelo Sol. Fonte:http://en.wikipedia.org/wiki/File:Globespin.gif Fonte: www.google.com.br/imagens
  • 6.  Análogo ao movimento do pião.  O eixo da Terra muda de posição e não fica eternamente, apontando para o mesmo lugar.  O tempo da precessão da Terra é de aproximadamente 26 000 anos ou um grau a cada 72 anos.  Um dos efeitos da precessão é que a posição aparente das constelações mudam ao longo de período.  PRECESSÃO Fonte:http://www.guidg.com/
  • 7.  NUTAÇÃO  Movimento oscilatório do eixo de rotação da Terra.  Pode-se dizer que a nutação é a componente de pequeno período da precessão.  A nutação tem uma amplitude de 18'' e um período de 18,6 anos.  Terra realiza mais de 1 300 ciclos de nutação durante uma volta completa de precessão. Fonte:www.google.com.br/imagens
  • 8.  É o movimento que a Terra dá uma volta completa em torno do Sol e demora em média 365 dias 5 horas 48 minutos.  Chamamos a isto de ano tropical.  TRANSLAÇÃO Fonte: http://blog-superinteressante.blogspot.com.br/2011_01_01_archive.html  As estações são consequência da inclinação do eixo de rotação da Terra. Fonte: www.google.com.br/imagens
  • 10.  CROSTA  É a superfície do planeta.  Sendo a parte mais externa é a mais fria.  É sólida e pouco espessa.  Nela estão as placas tectônicas, que formam os continentes e oceanos.  Pode-se dividir a crosta em duas estruturas distintas: crosta continental e crosta oceânica.  A descontinuidade que separa essas duas estruturas é denominada descontinuidade de Conrad. Fonte:www.google.com.br/imagens
  • 11.  MANTO  Pedaços em estado sólido intercalados de uma pasta viscosa, o magma.  É do intenso calor que emana do manto e de seu movimento que nascem os terremotos.  É dividido em:  MANTO SUPERIOR  MANTO INFERIOR Fonte: http://revistapesquisa.fapesp.br/2012/08/10/abrindo-a-terra/
  • 12. Fonte: www.google.com.br/imagens  NÙCLEO  Tem cerca de 3.500 km de raio e é constituído de um material bastante denso, sendo a parte externa líquida e a parte interna sólida.  NÚCLEO EXTERNO  Líquido eletricamente condutor, quente, dentro do qual ocorrem movimentos convectivos.  Esta camada condutora se combina com a rotação da Terra para criar um efeito dínamo que mantém um sistema de correntes elétricas conhecido como campo magnético.  Constituído por ferro, enxofre e silício.
  • 13. Fonte:www.google.com.br/imagens TEORIA DA DERIVA CONTINENTAL  No século XVI o cartógrafo holandês Abraham Ortelius propõe que os continentes não permaneciam na mesma posição.  Em 1912 o meteorologista alemão Alfred Lothar Wegener propõe a teoria da Deriva dos Continentes”.  A teoria argumentava que há cerca de 200 milhões de anos havia um único supercontinente chamado Pangeia, que começou a se partir.  A ideia do movimento dos continentes foi cientificamente considerada.
  • 14. TEORIA DAS PLACAS TECTÔNICAS  Teoria apresentada em 1965 pelo geofísico canadense John Tuzo Wilson. Fonte: www.google.com.br/imagens Fonte: www.google.com.br/imagens
  • 15. VULCÕES  Vulcão é uma abertura na crosta terrestre, de formato cônico ou montanhoso, por onde saem magma, cinzas, gases e poeira. Esta estrutura geológica é formada, geralmente, a partir do encontro entre placas tectônicas.  Quando um vulcão entra em erupção (em atividade) pode provocar terremotos e lançar na atmosfera grande quantidade de materiais magmáticos, gerando uma ameaça para as populações que moram próximas. Etna na região da Sicília, Itália (Foto: BBC)  A maioria dos vulcões nasce na linha limítrofe entre duas placas.
  • 16. http://www.cprm.gov.br/Aparados/vulc_pag02.htm  Placa oceânica em subducção sob a placa continental (placas convergentes), gerando vulcanismo do tipo Andino (D).  Vulcanismo associado a sistema de rifts (Intraplaca continental), como o que ocorre no rift (vale) africano, onde se observa ruptura entre as placas continentais (E). A E D CB  Linha de sutura entre duas placas oceânicas (placas convergentes), gerando um sistema de ilhas vulcânicas como o existente no Japão (A).  Vulcões gerados sobre um hot spot (anomalia térmica da crosta), a exemplo do arquipélago havaiano (B).  Limite entre placas oceânicas divergentes, responsável por um vulcanismo fissural como onde está posicionada a Islândia, única região onde aflora a cadeia meso-atlântica (C) .
  • 17. TERREMOTOS  Terremoto ou sismo são tremores bruscos e passageiros que acontecem na superfície da Terra causados por choques subterrâneos de placas rochosas da crosta terrestre a 300 m abaixo do solo.  Outros motivos considerados são deslocamentos de gases (principalmente metano) e atividades vulcânicas.  EXISTEM DOIS TIPOS DE SISMOS:  Os de origem natural.  Os induzidos (realizados pelo homem como por exemplo explosões, extração de minérios). http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Solo/Solo2.php
  • 18.  Vibração do solo.  Abertura de falhas  Deslizamento de terra. CONSEQUÊNCIAS DE UM TERREMOTO Fonte: www.google.com.br/imagens  Tsunamis.  Mudanças na rotação da Terra. Fonte: www.google.com.br/imagens
  • 20.  Os movimentos da crosta sob os oceanos podem deslocar massas de água produzindo ondas enormes, chamadas tsunamis, que chegam a ter até 30 m de altura.  As ondas gigantes podem ser produzidas por três tipos de fenômenos: TSUNAMIS http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Solo/Solo2.php  Erupções vulcânicas injetam toneladas de lava no chão oceânico, gerando ondas devastadoras.  Terremotos submarinos deslocam a crosta oceânica, empurrando a massa de água para cima.  Uma bolha de gás surge no fundo do oceano, com o mesmo efeito de uma explosão grandiosa.
  • 21. ESTRUTURA DA ATMOSFERA TERRESTRE Fonte: www.google.com.br/imagens
  • 22. Fonte: Observatório Nacional  TROPOSFERA É a região mais baixa da atmosfera da Terra (ou da atmosfera de qualquer planeta). Sobre a Terra ela vai do nível do chão, ou da água, que chamamos de "nível do mar", até, aproximadamente, 17 km de altura. Na troposfera a temperatura geralmente diminui à medida que a altitude aumenta. O clima e as nuvens ocorrem na troposfera.  TROPOPAUSA É a zona limite, ou camada de transição, entre a troposfera e a estratosfera da atmosfera da Terra. A tropopausa é caracterizada por pouca ou nenhuma mudança na temperatura à medida que a altitude aumenta.
  • 23.  ESTRATOSFERA É a camada atmosférica entre a troposfera e a mesosfera. A estratosfera se caracteriza por um ligeiro aumento de temperatura com o aumento de altitude e pela ausência de nuvens. A estratosfera se estende entre 17 e 50 km acima da superfície da Terra. A camada de ozônio da Terra está localizada na estratosfera. O ozônio, um isótopo do oxigênio, é crucial para a sobrevivência dos seres vivos na Terra. A camada de ozônio absorve uma grande quantidade da radiação ultravioleta proveniente do Sol impedindo-a de atingir a superfície da Terra. Somente as nuvens mais altas, os cirrus, cirroestratus e cirrocumulos, estão na estratosfera inferior. Fonte: www.google.com.br/imagens
  • 24.  MESOSFERA É a camada atmosférica entre a estratosfera e a ionosfera. A mesosfera é caracterizada por temperaturas que rapidamente diminuem à medida que a altitude aumenta. A mesosfera se estende entre 17 a 80 km acima da superfície da Terra.  IONOSFERA É uma das camadas mais altas da atmosfera da Terra. A ionosfera começa a cerca de 70-80 km de altura e continua por centenas de quilômetros, até cerca de 640 km. Ela contém muitos íons e elétrons livres (plasma). Os íons são criados quando a luz do Sol atinge os átomos e arranca alguns elétrons. A ionosfera está localizada entre a mesosfera e a exosfera. Ela é parte da termosfera. As auroras ocorrem na ionosfera. Fonte:www.google.com.br/imagens
  • 25.  EXOSFERA É a camada mais externa da atmosfera da Terra. A exosfera vai de aproximadamente 640 km de altura até cerca de 1280 km. A camada mais inferior da exosfera é chamada de "nível crítico de escape", onde a pressão atmosférica é muito baixa, uma vez que os átomos do gás estão muito amplamente espaçados, e a temperatura é muito baixa.  TERMOSFERA É uma classificação térmica. Localizada entre a mesosfera e o espaço exterior. Nesta camada a temperatura aumenta com a altitude. Inclui a exosfera e parte da ionosfera. Fonte: www.google.com.br/imagens
  • 26. CICLONES, FURACÕES E TUFÕES  Para a meteorologia são a mesma coisa.  Consistem em rotação de um determinado volume de ar em uma área de baixas pressões.  São altamente destrutivos e podem produzir ventos de até 300 km/h.  O que os diferencia é a região geográfica do planeta onde eles se formam. Fonte: www.google.com.br/imagens
  • 29.  Os tornados são redemoinhos atmosféricos caracterizados por um espiral, em forma de funil de vento, que gira em torno de um centro de baixa pressão atmosférica  O acúmulo de poeira, névoa e destroços é o que dá uma cor escura à coluna de ar que forma o fenômeno.  Os tornados são medidos pela quantia de estrago que eles causam, e não pelo seu tamanho físico. TORNADOS Fonte: www.google.com.br/imagens Fonte: www.google.com.br/imagens  Os tornados mais destrutivos da história surgiram a partir de supercélulas, um tipo de tempestade de trovoadas que se move em círculos.  As supercélulas costumam produzir ainda muitos relâmpagos, granizo e enchentes.
  • 32. Agradecimentos: Thiago Wenzler Coordenador Administrativo. Prof. Dr. Marcos Calil Coordenador Científico. Prof. Emerson Perez Educador. Eng. Mauro Kanashiro Educador. E a toda equipe do Planetário Johannes Kepler.
  • 33. Rua Juquiá, 135 (altura) Santo André – SP /sabina.planetario .sabina.org.br 44222000 sabina@santoandre.sp.gov.br