SlideShare uma empresa Scribd logo
Ciências Físico-Químicas - 7º ano
M. Neli G. C. Cavaleiro
M. Domingas Beleza
O que existe no Universo
Universo
• O que existe no Universo?
Universo
Estrelas
Universo
Planetas
Galáxias
Via láctea
Sol
Universo
• Como sabemos o que existe?
Desde o início da sua existência, o ser humano interrogou-se sobre a
organização dos astros no Universo, que foi sendo imaginada de maneiras
muito diferentes.
Destacam-se aqui as ideias defendidas, na Antiguidade, por Ptolomeu, no
Renascimento, por Nicolau Copérnico e por Galileu e, por fim, as ideias
atuais.
UniversoUniverso
Modelo Geocêntrico e Heliocêntrico
Modelo heliocêntrico de
Copérnico e Galileu
Nicolau Copérnico, no século XVI, defendeu
uma ideia revolucionária para a explicação
do movimento dos astros no céu: todos se
moviam em volta do Sol.
Imaginou o Sol imóvel no centro do
Universo, à sua volta rodavam todos os
planetas e no seu limite encontrava-se a
esfera móvel das estrelas
Modelo geocêntrico de Ptolomeu
Ptolomeu, astrónomo do século II d. C.,
imaginava a Terra em repouso, no centro
do Universo, rodeada por um número
limitado de esferas móveis. As esferas
transportavam a Lua, Mercúrio, Vénus, o
Sol e os restantes planetas conhecidos na
época e, finalmente, as estrelas. O
movimento destas esferas permitia
explicar o movimento de todos os astros
vistos da Terra.
Universo
No início do século XVIII, o italiano Galileu Galilei apercebeu-se de que uma luneta,
inventada por um artesão holandês, podia ser usada para observar melhor
o céu, dando assim um importante incremento à investigação astronómica.
Universo
Galileu
Galileu Galilei Luneta de Galileu
Universo
• O que sabemos hoje sobre a formação do
Universo?
Universo
Hubble
Em 1929 o astrónomo norte-americano
Edwin Hubble elaborou uma teoria que
concluía que as galáxias estavam a
afastar-se sucessivamente umas das
outras e que, quanto mais longe da Terra
se encontravam, mais rapidamente se
afastavam.
Universo
Atualidade
Os telescópios óticos potentes,
sensíveis a radiação vísivel emitida
por corpos celestes e colocados no
alto de montanhas, longe da
poluição luminosa das cidades,
tem contribuido muito para o
desenvolvimento da astronomia.
VLT – telescópio ótico.
Os radiotelescópios conseguem
visualizar corpos celestes
longínquos que emitem ondas de
radio, como pulsares e quasares.
Os telescopios espaciais permitem
observar os corpos celestes fora da
turbulência da atmosfera terrestre.
VLA – radiotelescópio. Telescópio espacial.
UniversoUniverso
Formação do Universo
Big-Bang
Pequena massa muito
quente e densa
O Universo torna-se
transparente às radiações
Começam a formar-se
as primeiras galáxias
Após:
10-32 s
10-9 s
300 mil
anos
200 milhões
anos
Após concluírem que o Universo está em expansão, os astrónomos admitiram que, há cerca de
catorze mil milhões de anos, todas as galáxias estariam juntas. De acordo com as teorias
elaboradas posteriormente, o Universo terá começado a partir da explosão de uma pequena
massa muito densa e quente – o Big-Bang. Iniciou-se então a sua expansão, foi arrefecendo e,
gradualmente, formaram-se as primeiras galáxias.
UniversoUniverso
A partir do Big-Bang o Universo tem estado em constante expansão.
A grande dúvida atual é saber até onde vai a expansão do Universo, colocando-se aos
astrónomos duas grandes questões para as quais ainda não há resposta:
Será que, a partir de um
certo momento, a expansão cessa e
inicia-se a contração do Universo, voltando a unir-se
todas as galáxias – Big Crunch – para recomeçar tudo de novo?
Será que o Universo vai continuar em
eterna expansão, afastando-se
as galáxias indefinidamente
umas das outras?
UniversoUniverso
Um buraco negro é um corpo
celeste muito denso, pois é
formado por muita matéria
concentrada num espaço muito
pequeno.
Um corpo assim atrai tudo o que
está próximo. Por isso, a região do
espaço à volta de um buraco
negro é um sugadouro de matéria
e até da luz.
Buraco negro
UniversoUniverso
Vida das estrelas
O nascimento de uma estrela ocorre quando uma nuvem escura de hidrogénio e poeiras
começa a contrair-se por ação da gravidade, tornando-se cada vez mais quente e originando
reações nucleares que libertam muita energia.
Forma-se, assim, uma densa bola rodopiante, da qual nasce uma estrela. A matéria do disco
que envolve esta bola pode condensar-se, originando planetas, tal como aconteceu em volta
do Sol. Outras vezes, espalha-se pelo Espaço.
Nebulosa difusa
Sistema planetário Estrela
UniversoUniverso
Morte das estrelas
Todas as estrelas envelhecem e morrem quando se esgota o seu combustível – o
hidrogénio.
A maneira como as estrelas morrem também depende do seu tamanho. Quando uma
estrela de pequenas dimensões, como o Sol ou até 8 vezes maior do que o Sol, começa a
esgotar o seu combustível, o núcleo contrai-se e as camadas exteriores expandem-se,
ficando mais frias e emitindo luz avermelhada: forma-se uma gigante vermelha.
Posteriormente, as camadas exteriores afastam-se do núcleo, formando-se uma nebulosa
planetária. O núcleo, liberto das camadas exteriores, passa a chamar-se anã branca. A anã
branca acaba por perder completamente a sua energia. O Sol morrerá desta forma, ficando
com o tamanho da Terra.
Estrela estável Gigante Vermelha Nebulosa planetária Anã branca
UniversoUniverso
Esfera celeste
Quando, em qualquer lugar da Terra onde nos encontramos, contemplamos o espaço que nos
envolve, podemos observar uma cúpula esférica onde à noite parecem mover-se muitos
milhares de estrelas cintilantes e durante o dia parece mover-se o Sol.
Essa cúpula esférica é parte da Esfera Celeste, uma esfera imaginária que rodeia a Terra.
UniversoUniverso
O Sol e a orientação durante o dia
Todos os dias o Sol surge no horizonte, parece ir-se movendo no céu e, finalmente,
desaparece. Este movimento do Sol na Esfera Celeste, designado por movimento diurno,
aparente, do Sol, realiza-se de este para oeste.
UniversoUniverso
As estrelas e a orientação durante a noite
Zénite
Oeste Norte Este
UniversoUniversoUniverso
Num Universo que já tem 10 ou 15 milhares de milhão de anos,
estamos constantemente esbarrando em surpresas.
Carl Sagan

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ciências naturais 7 rochas magmáticas
Ciências naturais 7   rochas magmáticasCiências naturais 7   rochas magmáticas
Ciências naturais 7 rochas magmáticas
Nuno Correia
 
7o ano ficha porto editora
7o ano ficha porto editora7o ano ficha porto editora
7o ano ficha porto editora
NetCultus
 
Instrumentos de exploração espacial
Instrumentos de exploração espacialInstrumentos de exploração espacial
Instrumentos de exploração espacial
Tânia Reis
 
Geodinamica_ Ciências Naturais
Geodinamica_ Ciências NaturaisGeodinamica_ Ciências Naturais
Geodinamica_ Ciências Naturais
SusanaLucas10
 
Constituição do Universo.pptx
Constituição do Universo.pptxConstituição do Universo.pptx
Constituição do Universo.pptx
fernando esteves
 
Físico química 7ºAno
Físico química 7ºAnoFísico química 7ºAno
Físico química 7ºAno
professoramarisa
 
Mercúrio
MercúrioMercúrio
Teste 1
Teste 1Teste 1
Teste 1
Mayjö .
 
Ciências naturais 7 os minerais
Ciências naturais 7   os mineraisCiências naturais 7   os minerais
Ciências naturais 7 os minerais
Nuno Correia
 
Aula 3 - CFQ - 7º ANO
Aula 3 - CFQ - 7º ANOAula 3 - CFQ - 7º ANO
Aula 3 - CFQ - 7º ANO
André Ferreira Freitas
 
7 exercicios
7 exercicios7 exercicios
7 exercicios
Fisica-Quimica
 
Estrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da TerraEstrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da Terra
Tânia Reis
 
A localização absoluta
A localização absolutaA localização absoluta
A localização absoluta
Gina Espenica
 
Rochas – 5º ano
Rochas – 5º anoRochas – 5º ano
Rochas – 5º ano
Isabel Ribeiro
 
ae_faq7_07_esp_mov_transl.pptx
ae_faq7_07_esp_mov_transl.pptxae_faq7_07_esp_mov_transl.pptx
ae_faq7_07_esp_mov_transl.pptx
FernandoJorgeAlvesPr
 
Exercício Grécia 7º ano
Exercício Grécia 7º anoExercício Grécia 7º ano
Exercício Grécia 7º ano
ricardorodrigues23091988
 
Eclipses
EclipsesEclipses
Eclipses
João França
 
Estrutura interna da terra
Estrutura interna da terraEstrutura interna da terra
Estrutura interna da terra
catiacsantos
 
Sistema Terra Lua
Sistema Terra LuaSistema Terra Lua
Sistema Terra Lua
Liliane Morgado
 
Fases lua
Fases luaFases lua
Fases lua
Manuel Silva
 

Mais procurados (20)

Ciências naturais 7 rochas magmáticas
Ciências naturais 7   rochas magmáticasCiências naturais 7   rochas magmáticas
Ciências naturais 7 rochas magmáticas
 
7o ano ficha porto editora
7o ano ficha porto editora7o ano ficha porto editora
7o ano ficha porto editora
 
Instrumentos de exploração espacial
Instrumentos de exploração espacialInstrumentos de exploração espacial
Instrumentos de exploração espacial
 
Geodinamica_ Ciências Naturais
Geodinamica_ Ciências NaturaisGeodinamica_ Ciências Naturais
Geodinamica_ Ciências Naturais
 
Constituição do Universo.pptx
Constituição do Universo.pptxConstituição do Universo.pptx
Constituição do Universo.pptx
 
Físico química 7ºAno
Físico química 7ºAnoFísico química 7ºAno
Físico química 7ºAno
 
Mercúrio
MercúrioMercúrio
Mercúrio
 
Teste 1
Teste 1Teste 1
Teste 1
 
Ciências naturais 7 os minerais
Ciências naturais 7   os mineraisCiências naturais 7   os minerais
Ciências naturais 7 os minerais
 
Aula 3 - CFQ - 7º ANO
Aula 3 - CFQ - 7º ANOAula 3 - CFQ - 7º ANO
Aula 3 - CFQ - 7º ANO
 
7 exercicios
7 exercicios7 exercicios
7 exercicios
 
Estrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da TerraEstrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da Terra
 
A localização absoluta
A localização absolutaA localização absoluta
A localização absoluta
 
Rochas – 5º ano
Rochas – 5º anoRochas – 5º ano
Rochas – 5º ano
 
ae_faq7_07_esp_mov_transl.pptx
ae_faq7_07_esp_mov_transl.pptxae_faq7_07_esp_mov_transl.pptx
ae_faq7_07_esp_mov_transl.pptx
 
Exercício Grécia 7º ano
Exercício Grécia 7º anoExercício Grécia 7º ano
Exercício Grécia 7º ano
 
Eclipses
EclipsesEclipses
Eclipses
 
Estrutura interna da terra
Estrutura interna da terraEstrutura interna da terra
Estrutura interna da terra
 
Sistema Terra Lua
Sistema Terra LuaSistema Terra Lua
Sistema Terra Lua
 
Fases lua
Fases luaFases lua
Fases lua
 

Destaque

Propriedades Físicas dos materiais PPT - Novo F.Q. 7
Propriedades Físicas dos materiais PPT - Novo F.Q. 7Propriedades Físicas dos materiais PPT - Novo F.Q. 7
Propriedades Físicas dos materiais PPT - Novo F.Q. 7
andygracolas
 
Fisica e Quimica 7º Ano - Materiais
Fisica e Quimica 7º Ano - MateriaisFisica e Quimica 7º Ano - Materiais
Fisica e Quimica 7º Ano - Materiais
anocas_rita
 
Planetas do sistema solar
Planetas do sistema solarPlanetas do sistema solar
Planetas do sistema solar
anajaneca
 
Atividades O Sistema Solar
Atividades O Sistema SolarAtividades O Sistema Solar
Atividades O Sistema Solar
Doug Caesar
 
Distâncias no Universo - ppt novo fq7
Distâncias no Universo - ppt novo fq7Distâncias no Universo - ppt novo fq7
Distâncias no Universo - ppt novo fq7
andygracolas
 
Soluções Químicas
Soluções QuímicasSoluções Químicas
Soluções Químicas
José Nunes da Silva Jr.
 
CFQ: Materias e substâncias
CFQ: Materias e substânciasCFQ: Materias e substâncias
CFQ: Materias e substâncias
7F
 
"Somos Físicos" Soluções Químicas
"Somos Físicos" Soluções Químicas"Somos Físicos" Soluções Químicas
"Somos Físicos" Soluções Químicas
Vania Lima "Somos Físicos"
 
CFQ: Soluções
CFQ: SoluçõesCFQ: Soluções
CFQ: Soluções
7F
 
Concentrações de soluções
Concentrações de soluçõesConcentrações de soluções
Concentrações de soluções
ProfªThaiza Montine
 
Soluções e Misturas
Soluções e MisturasSoluções e Misturas
Soluções e Misturas
elsacsvrs
 
Quimica SoluçõEs
Quimica SoluçõEsQuimica SoluçõEs
Quimica SoluçõEs
Thiago
 
Concentração de soluções
Concentração de soluçõesConcentração de soluções
Concentração de soluções
eufisica
 
Movimentos e forças
Movimentos e forçasMovimentos e forças
Movimentos e forças
Marta-9C
 
exercicios ciencias arariba
exercicios ciencias araribaexercicios ciencias arariba
exercicios ciencias arariba
Auricelio de Sousa
 
Fisica quimica-9-ano
Fisica quimica-9-anoFisica quimica-9-ano
Fisica quimica-9-ano
Carla Scala
 
Movimentos E ForçAs
Movimentos E ForçAsMovimentos E ForçAs
Movimentos E ForçAs
João França
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
Catir
 
Resumo de F.Q
Resumo de F.QResumo de F.Q
Resumo de F.Q
Francisca Santos
 
Planetas do Sistema Solar
Planetas do Sistema SolarPlanetas do Sistema Solar
Planetas do Sistema Solar
Tânia Reis
 

Destaque (20)

Propriedades Físicas dos materiais PPT - Novo F.Q. 7
Propriedades Físicas dos materiais PPT - Novo F.Q. 7Propriedades Físicas dos materiais PPT - Novo F.Q. 7
Propriedades Físicas dos materiais PPT - Novo F.Q. 7
 
Fisica e Quimica 7º Ano - Materiais
Fisica e Quimica 7º Ano - MateriaisFisica e Quimica 7º Ano - Materiais
Fisica e Quimica 7º Ano - Materiais
 
Planetas do sistema solar
Planetas do sistema solarPlanetas do sistema solar
Planetas do sistema solar
 
Atividades O Sistema Solar
Atividades O Sistema SolarAtividades O Sistema Solar
Atividades O Sistema Solar
 
Distâncias no Universo - ppt novo fq7
Distâncias no Universo - ppt novo fq7Distâncias no Universo - ppt novo fq7
Distâncias no Universo - ppt novo fq7
 
Soluções Químicas
Soluções QuímicasSoluções Químicas
Soluções Químicas
 
CFQ: Materias e substâncias
CFQ: Materias e substânciasCFQ: Materias e substâncias
CFQ: Materias e substâncias
 
"Somos Físicos" Soluções Químicas
"Somos Físicos" Soluções Químicas"Somos Físicos" Soluções Químicas
"Somos Físicos" Soluções Químicas
 
CFQ: Soluções
CFQ: SoluçõesCFQ: Soluções
CFQ: Soluções
 
Concentrações de soluções
Concentrações de soluçõesConcentrações de soluções
Concentrações de soluções
 
Soluções e Misturas
Soluções e MisturasSoluções e Misturas
Soluções e Misturas
 
Quimica SoluçõEs
Quimica SoluçõEsQuimica SoluçõEs
Quimica SoluçõEs
 
Concentração de soluções
Concentração de soluçõesConcentração de soluções
Concentração de soluções
 
Movimentos e forças
Movimentos e forçasMovimentos e forças
Movimentos e forças
 
exercicios ciencias arariba
exercicios ciencias araribaexercicios ciencias arariba
exercicios ciencias arariba
 
Fisica quimica-9-ano
Fisica quimica-9-anoFisica quimica-9-ano
Fisica quimica-9-ano
 
Movimentos E ForçAs
Movimentos E ForçAsMovimentos E ForçAs
Movimentos E ForçAs
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
 
Resumo de F.Q
Resumo de F.QResumo de F.Q
Resumo de F.Q
 
Planetas do Sistema Solar
Planetas do Sistema SolarPlanetas do Sistema Solar
Planetas do Sistema Solar
 

Semelhante a Novo F.Q. 7 - PPT Universo

O k existe no universo
O k existe no universoO k existe no universo
O k existe no universo
Joana Costa
 
2 universo 7º
2   universo 7º2   universo 7º
2 universo 7º
Luis Pedro
 
IECJ - Cap. 3 - Universo e sistema solar - 6º ano do EFII
IECJ - Cap.   3 -  Universo e  sistema solar - 6º ano do EFIIIECJ - Cap.   3 -  Universo e  sistema solar - 6º ano do EFII
IECJ - Cap. 3 - Universo e sistema solar - 6º ano do EFII
profrodrigoribeiro
 
18112016154909899.pdf
18112016154909899.pdf18112016154909899.pdf
18112016154909899.pdf
ssuser94caff
 
Astronomia giu
Astronomia giuAstronomia giu
Astronomia giu
Giulia Braghetta
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
O Universo
O UniversoO Universo
O Universo
scostaalbino
 
Universo1
Universo1Universo1
Universo1
malhadinhas
 
Trabalho pesquisa biologia_helena
Trabalho pesquisa biologia_helenaTrabalho pesquisa biologia_helena
Trabalho pesquisa biologia_helena
helenasvdias
 
O universo e o sistema solar slide power point
O universo e o sistema solar slide power pointO universo e o sistema solar slide power point
O universo e o sistema solar slide power point
JorgeDias104
 
AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...
AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...
AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...
Faga1939
 
A ciência e os avanços no conhecimento sobre o universo
A ciência e os avanços no conhecimento sobre o universoA ciência e os avanços no conhecimento sobre o universo
A ciência e os avanços no conhecimento sobre o universo
Fernando Alcoforado
 
Material OBA Pt.3
Material OBA Pt.3Material OBA Pt.3
Material OBA Pt.3
eing2010
 
O Universo
O UniversoO Universo
O Universo
Alline Sa
 
P6. o universo finamente ajustado
P6. o universo finamente ajustadoP6. o universo finamente ajustado
P6. o universo finamente ajustado
Ariel Roth
 
Ficha informativa nº 1 organização e formação do universo
Ficha informativa nº 1   organização e formação do universoFicha informativa nº 1   organização e formação do universo
Ficha informativa nº 1 organização e formação do universo
Dina do Céu Lopes Araújo
 
Universo
UniversoUniverso
Universo
Helena Amaral
 
A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...
A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...
A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...
Faga1939
 
A Terra, um planeta muito especial
A Terra, um planeta muito especialA Terra, um planeta muito especial
A Terra, um planeta muito especial
essg
 
Terra no espaço
Terra no espaçoTerra no espaço
Terra no espaço
Cláudia Moura
 

Semelhante a Novo F.Q. 7 - PPT Universo (20)

O k existe no universo
O k existe no universoO k existe no universo
O k existe no universo
 
2 universo 7º
2   universo 7º2   universo 7º
2 universo 7º
 
IECJ - Cap. 3 - Universo e sistema solar - 6º ano do EFII
IECJ - Cap.   3 -  Universo e  sistema solar - 6º ano do EFIIIECJ - Cap.   3 -  Universo e  sistema solar - 6º ano do EFII
IECJ - Cap. 3 - Universo e sistema solar - 6º ano do EFII
 
18112016154909899.pdf
18112016154909899.pdf18112016154909899.pdf
18112016154909899.pdf
 
Astronomia giu
Astronomia giuAstronomia giu
Astronomia giu
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
 
O Universo
O UniversoO Universo
O Universo
 
Universo1
Universo1Universo1
Universo1
 
Trabalho pesquisa biologia_helena
Trabalho pesquisa biologia_helenaTrabalho pesquisa biologia_helena
Trabalho pesquisa biologia_helena
 
O universo e o sistema solar slide power point
O universo e o sistema solar slide power pointO universo e o sistema solar slide power point
O universo e o sistema solar slide power point
 
AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...
AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...
AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...
 
A ciência e os avanços no conhecimento sobre o universo
A ciência e os avanços no conhecimento sobre o universoA ciência e os avanços no conhecimento sobre o universo
A ciência e os avanços no conhecimento sobre o universo
 
Material OBA Pt.3
Material OBA Pt.3Material OBA Pt.3
Material OBA Pt.3
 
O Universo
O UniversoO Universo
O Universo
 
P6. o universo finamente ajustado
P6. o universo finamente ajustadoP6. o universo finamente ajustado
P6. o universo finamente ajustado
 
Ficha informativa nº 1 organização e formação do universo
Ficha informativa nº 1   organização e formação do universoFicha informativa nº 1   organização e formação do universo
Ficha informativa nº 1 organização e formação do universo
 
Universo
UniversoUniverso
Universo
 
A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...
A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...
A ASTRONOMIA, O REVOLUCIONÁRIO TELESCÓPIO JAMES WEBB E O AVANÇO DO CONHECIMEN...
 
A Terra, um planeta muito especial
A Terra, um planeta muito especialA Terra, um planeta muito especial
A Terra, um planeta muito especial
 
Terra no espaço
Terra no espaçoTerra no espaço
Terra no espaço
 

Mais de andygracolas

As aplicações - teste de informática
As aplicações - teste de informáticaAs aplicações - teste de informática
As aplicações - teste de informática
andygracolas
 
Questão Aula 1 de Ciências Físico Qímicas
Questão Aula 1 de Ciências Físico QímicasQuestão Aula 1 de Ciências Físico Qímicas
Questão Aula 1 de Ciências Físico Qímicas
andygracolas
 
CienTic 7 - Perguntas sobre a unidade J e a unidade K PPT
CienTic 7 - Perguntas sobre a unidade J e a unidade K PPTCienTic 7 - Perguntas sobre a unidade J e a unidade K PPT
CienTic 7 - Perguntas sobre a unidade J e a unidade K PPT
andygracolas
 
Pressão atmosférica e Precipitação - Geografia 7º ano
Pressão atmosférica e Precipitação - Geografia 7º anoPressão atmosférica e Precipitação - Geografia 7º ano
Pressão atmosférica e Precipitação - Geografia 7º ano
andygracolas
 
CienTic 7 - Os sismos - Ciências Naturais 7º ano
CienTic 7 - Os sismos - Ciências Naturais 7º anoCienTic 7 - Os sismos - Ciências Naturais 7º ano
CienTic 7 - Os sismos - Ciências Naturais 7º ano
andygracolas
 
CienTic 7 - Os Sismos e a sua Distribuição - Ciêcias Naturais 7º ano
CienTic 7 - Os Sismos e a sua Distribuição - Ciêcias Naturais 7º anoCienTic 7 - Os Sismos e a sua Distribuição - Ciêcias Naturais 7º ano
CienTic 7 - Os Sismos e a sua Distribuição - Ciêcias Naturais 7º ano
andygracolas
 
Riscos e benefícios da atividade vulcânica
Riscos e benefícios da atividade vulcânicaRiscos e benefícios da atividade vulcânica
Riscos e benefícios da atividade vulcânica
andygracolas
 
Cien tic7 i4
Cien tic7 i4Cien tic7 i4
Cien tic7 i4
andygracolas
 
Cien tic7 i3
Cien tic7 i3Cien tic7 i3
Cien tic7 i3
andygracolas
 
Cien tic7 i2
Cien tic7 i2Cien tic7 i2
Cien tic7 i2
andygracolas
 
Cien tic7 i1
Cien tic7 i1Cien tic7 i1
Cien tic7 i1
andygracolas
 
A deformação da litosfera Ciências Naturais - PPT Cientic 7º ano
A deformação da litosfera Ciências Naturais - PPT Cientic 7º anoA deformação da litosfera Ciências Naturais - PPT Cientic 7º ano
A deformação da litosfera Ciências Naturais - PPT Cientic 7º ano
andygracolas
 
Teoria da deriva dos continentes - PPT Cientic 7º ano Ciências Naturais
Teoria da deriva dos continentes - PPT Cientic 7º ano Ciências NaturaisTeoria da deriva dos continentes - PPT Cientic 7º ano Ciências Naturais
Teoria da deriva dos continentes - PPT Cientic 7º ano Ciências Naturais
andygracolas
 
Rochas PPT - Ciências Naturais 7º ano
Rochas PPT - Ciências Naturais 7º anoRochas PPT - Ciências Naturais 7º ano
Rochas PPT - Ciências Naturais 7º ano
andygracolas
 
Paisagens Geológicas - Ciências 7º ano
Paisagens Geológicas - Ciências 7º anoPaisagens Geológicas - Ciências 7º ano
Paisagens Geológicas - Ciências 7º ano
andygracolas
 
Teste de História
Teste de HistóriaTeste de História
Teste de História
andygracolas
 
Funções
FunçõesFunções
Funções
andygracolas
 
A União Europeia - exercicios
A União Europeia - exerciciosA União Europeia - exercicios
A União Europeia - exercicios
andygracolas
 
Países e Capitais - exercícios
Países e Capitais - exercíciosPaíses e Capitais - exercícios
Países e Capitais - exercícios
andygracolas
 
A União europeia Passo a Passo - Power Point
A União europeia Passo a Passo - Power PointA União europeia Passo a Passo - Power Point
A União europeia Passo a Passo - Power Point
andygracolas
 

Mais de andygracolas (20)

As aplicações - teste de informática
As aplicações - teste de informáticaAs aplicações - teste de informática
As aplicações - teste de informática
 
Questão Aula 1 de Ciências Físico Qímicas
Questão Aula 1 de Ciências Físico QímicasQuestão Aula 1 de Ciências Físico Qímicas
Questão Aula 1 de Ciências Físico Qímicas
 
CienTic 7 - Perguntas sobre a unidade J e a unidade K PPT
CienTic 7 - Perguntas sobre a unidade J e a unidade K PPTCienTic 7 - Perguntas sobre a unidade J e a unidade K PPT
CienTic 7 - Perguntas sobre a unidade J e a unidade K PPT
 
Pressão atmosférica e Precipitação - Geografia 7º ano
Pressão atmosférica e Precipitação - Geografia 7º anoPressão atmosférica e Precipitação - Geografia 7º ano
Pressão atmosférica e Precipitação - Geografia 7º ano
 
CienTic 7 - Os sismos - Ciências Naturais 7º ano
CienTic 7 - Os sismos - Ciências Naturais 7º anoCienTic 7 - Os sismos - Ciências Naturais 7º ano
CienTic 7 - Os sismos - Ciências Naturais 7º ano
 
CienTic 7 - Os Sismos e a sua Distribuição - Ciêcias Naturais 7º ano
CienTic 7 - Os Sismos e a sua Distribuição - Ciêcias Naturais 7º anoCienTic 7 - Os Sismos e a sua Distribuição - Ciêcias Naturais 7º ano
CienTic 7 - Os Sismos e a sua Distribuição - Ciêcias Naturais 7º ano
 
Riscos e benefícios da atividade vulcânica
Riscos e benefícios da atividade vulcânicaRiscos e benefícios da atividade vulcânica
Riscos e benefícios da atividade vulcânica
 
Cien tic7 i4
Cien tic7 i4Cien tic7 i4
Cien tic7 i4
 
Cien tic7 i3
Cien tic7 i3Cien tic7 i3
Cien tic7 i3
 
Cien tic7 i2
Cien tic7 i2Cien tic7 i2
Cien tic7 i2
 
Cien tic7 i1
Cien tic7 i1Cien tic7 i1
Cien tic7 i1
 
A deformação da litosfera Ciências Naturais - PPT Cientic 7º ano
A deformação da litosfera Ciências Naturais - PPT Cientic 7º anoA deformação da litosfera Ciências Naturais - PPT Cientic 7º ano
A deformação da litosfera Ciências Naturais - PPT Cientic 7º ano
 
Teoria da deriva dos continentes - PPT Cientic 7º ano Ciências Naturais
Teoria da deriva dos continentes - PPT Cientic 7º ano Ciências NaturaisTeoria da deriva dos continentes - PPT Cientic 7º ano Ciências Naturais
Teoria da deriva dos continentes - PPT Cientic 7º ano Ciências Naturais
 
Rochas PPT - Ciências Naturais 7º ano
Rochas PPT - Ciências Naturais 7º anoRochas PPT - Ciências Naturais 7º ano
Rochas PPT - Ciências Naturais 7º ano
 
Paisagens Geológicas - Ciências 7º ano
Paisagens Geológicas - Ciências 7º anoPaisagens Geológicas - Ciências 7º ano
Paisagens Geológicas - Ciências 7º ano
 
Teste de História
Teste de HistóriaTeste de História
Teste de História
 
Funções
FunçõesFunções
Funções
 
A União Europeia - exercicios
A União Europeia - exerciciosA União Europeia - exercicios
A União Europeia - exercicios
 
Países e Capitais - exercícios
Países e Capitais - exercíciosPaíses e Capitais - exercícios
Países e Capitais - exercícios
 
A União europeia Passo a Passo - Power Point
A União europeia Passo a Passo - Power PointA União europeia Passo a Passo - Power Point
A União europeia Passo a Passo - Power Point
 

Último

Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
FLAVIOROBERTOGOUVEA
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 

Último (20)

Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 

Novo F.Q. 7 - PPT Universo

  • 1. Ciências Físico-Químicas - 7º ano M. Neli G. C. Cavaleiro M. Domingas Beleza O que existe no Universo
  • 2. Universo • O que existe no Universo?
  • 4. Universo • Como sabemos o que existe? Desde o início da sua existência, o ser humano interrogou-se sobre a organização dos astros no Universo, que foi sendo imaginada de maneiras muito diferentes. Destacam-se aqui as ideias defendidas, na Antiguidade, por Ptolomeu, no Renascimento, por Nicolau Copérnico e por Galileu e, por fim, as ideias atuais.
  • 5. UniversoUniverso Modelo Geocêntrico e Heliocêntrico Modelo heliocêntrico de Copérnico e Galileu Nicolau Copérnico, no século XVI, defendeu uma ideia revolucionária para a explicação do movimento dos astros no céu: todos se moviam em volta do Sol. Imaginou o Sol imóvel no centro do Universo, à sua volta rodavam todos os planetas e no seu limite encontrava-se a esfera móvel das estrelas Modelo geocêntrico de Ptolomeu Ptolomeu, astrónomo do século II d. C., imaginava a Terra em repouso, no centro do Universo, rodeada por um número limitado de esferas móveis. As esferas transportavam a Lua, Mercúrio, Vénus, o Sol e os restantes planetas conhecidos na época e, finalmente, as estrelas. O movimento destas esferas permitia explicar o movimento de todos os astros vistos da Terra.
  • 6. Universo No início do século XVIII, o italiano Galileu Galilei apercebeu-se de que uma luneta, inventada por um artesão holandês, podia ser usada para observar melhor o céu, dando assim um importante incremento à investigação astronómica. Universo Galileu Galileu Galilei Luneta de Galileu
  • 7. Universo • O que sabemos hoje sobre a formação do Universo?
  • 8. Universo Hubble Em 1929 o astrónomo norte-americano Edwin Hubble elaborou uma teoria que concluía que as galáxias estavam a afastar-se sucessivamente umas das outras e que, quanto mais longe da Terra se encontravam, mais rapidamente se afastavam.
  • 9. Universo Atualidade Os telescópios óticos potentes, sensíveis a radiação vísivel emitida por corpos celestes e colocados no alto de montanhas, longe da poluição luminosa das cidades, tem contribuido muito para o desenvolvimento da astronomia. VLT – telescópio ótico. Os radiotelescópios conseguem visualizar corpos celestes longínquos que emitem ondas de radio, como pulsares e quasares. Os telescopios espaciais permitem observar os corpos celestes fora da turbulência da atmosfera terrestre. VLA – radiotelescópio. Telescópio espacial.
  • 10. UniversoUniverso Formação do Universo Big-Bang Pequena massa muito quente e densa O Universo torna-se transparente às radiações Começam a formar-se as primeiras galáxias Após: 10-32 s 10-9 s 300 mil anos 200 milhões anos Após concluírem que o Universo está em expansão, os astrónomos admitiram que, há cerca de catorze mil milhões de anos, todas as galáxias estariam juntas. De acordo com as teorias elaboradas posteriormente, o Universo terá começado a partir da explosão de uma pequena massa muito densa e quente – o Big-Bang. Iniciou-se então a sua expansão, foi arrefecendo e, gradualmente, formaram-se as primeiras galáxias.
  • 11. UniversoUniverso A partir do Big-Bang o Universo tem estado em constante expansão. A grande dúvida atual é saber até onde vai a expansão do Universo, colocando-se aos astrónomos duas grandes questões para as quais ainda não há resposta: Será que, a partir de um certo momento, a expansão cessa e inicia-se a contração do Universo, voltando a unir-se todas as galáxias – Big Crunch – para recomeçar tudo de novo? Será que o Universo vai continuar em eterna expansão, afastando-se as galáxias indefinidamente umas das outras?
  • 12. UniversoUniverso Um buraco negro é um corpo celeste muito denso, pois é formado por muita matéria concentrada num espaço muito pequeno. Um corpo assim atrai tudo o que está próximo. Por isso, a região do espaço à volta de um buraco negro é um sugadouro de matéria e até da luz. Buraco negro
  • 13. UniversoUniverso Vida das estrelas O nascimento de uma estrela ocorre quando uma nuvem escura de hidrogénio e poeiras começa a contrair-se por ação da gravidade, tornando-se cada vez mais quente e originando reações nucleares que libertam muita energia. Forma-se, assim, uma densa bola rodopiante, da qual nasce uma estrela. A matéria do disco que envolve esta bola pode condensar-se, originando planetas, tal como aconteceu em volta do Sol. Outras vezes, espalha-se pelo Espaço. Nebulosa difusa Sistema planetário Estrela
  • 14. UniversoUniverso Morte das estrelas Todas as estrelas envelhecem e morrem quando se esgota o seu combustível – o hidrogénio. A maneira como as estrelas morrem também depende do seu tamanho. Quando uma estrela de pequenas dimensões, como o Sol ou até 8 vezes maior do que o Sol, começa a esgotar o seu combustível, o núcleo contrai-se e as camadas exteriores expandem-se, ficando mais frias e emitindo luz avermelhada: forma-se uma gigante vermelha. Posteriormente, as camadas exteriores afastam-se do núcleo, formando-se uma nebulosa planetária. O núcleo, liberto das camadas exteriores, passa a chamar-se anã branca. A anã branca acaba por perder completamente a sua energia. O Sol morrerá desta forma, ficando com o tamanho da Terra. Estrela estável Gigante Vermelha Nebulosa planetária Anã branca
  • 15. UniversoUniverso Esfera celeste Quando, em qualquer lugar da Terra onde nos encontramos, contemplamos o espaço que nos envolve, podemos observar uma cúpula esférica onde à noite parecem mover-se muitos milhares de estrelas cintilantes e durante o dia parece mover-se o Sol. Essa cúpula esférica é parte da Esfera Celeste, uma esfera imaginária que rodeia a Terra.
  • 16. UniversoUniverso O Sol e a orientação durante o dia Todos os dias o Sol surge no horizonte, parece ir-se movendo no céu e, finalmente, desaparece. Este movimento do Sol na Esfera Celeste, designado por movimento diurno, aparente, do Sol, realiza-se de este para oeste.
  • 17. UniversoUniverso As estrelas e a orientação durante a noite Zénite Oeste Norte Este
  • 18. UniversoUniversoUniverso Num Universo que já tem 10 ou 15 milhares de milhão de anos, estamos constantemente esbarrando em surpresas. Carl Sagan