SlideShare uma empresa Scribd logo
O instituto do divórcio: mais prático e rápido  www.meuadvogado.com.br
[object Object],Primeiramente é importante fazer um breve comentário acerca do divórcio. O artigo 144 da Constituição de 1934 trazia o chamado Princípio da Indissolubilidade do casamento, prevendo que: “A família, constituída pelo casamento indissolúvel, está sob a proteção especial do Estado”. No entanto, esse princípio foi repetido nas Constituição de 1937, 1946 e 1987.
Em 1967 a Emenda Constitucional nº 9/1977 alterou o texto do § 1º do artigo 167 da Constituição Federal de 1967 com a redação:  “O casamento somente poderá ser dissolvido, nos casos expressos em lei, desde que haja prévia separação judicial por mais de três anos", que por sua vez acabou abolindo o princípio da indissolubilidade do casamento”.
Em 26 de dezembro de 1977, foi promulgada a Lei 6515, conhecida como Lei do Divórcio, que veio regulamentar a EC nº9/1977, regulamentando os casos de dissolução da sociedade conjugal e do casamento, bem como seus efeitos e respectivos processos.
Ainda, com a EC nº 9/1977 o artigo 226, §6º da Constituição de 1988 (atual) vigorava com a seguinte redação: “O casamento civil pode ser dissolvido pelo divórcio, após prévia separação judicial por mais de um ano nos casos expressos em lei, ou comprovada separação de fato por mais de dois anos".
 Exigia-se que a separação judicial tivesse mais de um ano ou ainda estarem os cônjuges separados de fato há pelo menos dois anos. ,[object Object],[object Object]
A redação do § 6º do artigo 226 da Constituição Federal, então, passa a vigorar da seguinte forma:  “O casamento civil pode ser dissolvido pelo divórcio”. Muito mais simples, e mais rápido.
A nova Lei do Divórcio, portanto, extingue a separação judicial, que apenas dissolvia a sociedade conjugal pondo fim a determinados deveres decorrentes do casamento como, por exemplo, o de coabitação e o de fidelidade recíproca, facultando também a partilha patrimonial.  ,[object Object],[object Object]
A emenda constitucional é clara, e acaba com a possibilidade da separação judicial e a exigência de lapso temporal para a decretação do divórcio (separação de fato).  Atualmente não existe causa específica para a decretação deste como existia antigamente.  Basta instruir o pedido de divórcio com a certidão de casamento, pois, o instituto se tornou o simples, não-condicionado, sem causa específica para o seu deferimento.
Conclui-se que a EC nº 66/2010 descomplicou o instituto que soluciona as questões familiares a fim de romper um relacionamento. O divórcio tornou-se à única forma de dissolução do vinculo entre o casal e da sociedade conjugal.  Com isso, acabou a duplicidade de processo e indiretamente aliviou as Varas de Família. ,[object Object],[object Object],[object Object]
Os cônjuges podem se recusar, ou deixar transcorrer o prazo concedido. Nessa hipótese deve o juiz extinguir o processo sem julgamento de mérito por perda de interesse processual conforme prevê o artigo 267, VI, do Código de Processo Civil.  Porém, se, dentro do prazo concedido, eles realizarem a devida adaptação do pedido, o processo seguirá o seu rumo normal, na forma do novo sistema constitucional.
Nos casos de divórcios e separações consensuais administrativos, disciplinados pela Lei n. 11. 441 de 2007 Os tabeliães não deverão mais lavrar escrituras públicas de separação, mantendo-se aquelas já formalizadas, possibilitando, também, lavrarem atos de conversão de separação em divórcio, nos termos do art. 52 da Resolução n. 35 do Conselho Nacional de Justiça.  Todavia, se o tabelião lavrar escritura de separação, após a vigência da EC nº 66/2010 esta não terá validade jurídica, sendo esta nula absolutamente do acordo com art. 166, II, do Código Civil.
Por ter sido mantido no artigo o verbo "pode" há uma minoria que defende que o instituto da separação não desapareceu, permitindo a possibilidade de os cônjuges buscarem-na pelo fato de continuar na lei os dispositivos que a regulam. Outro argumento é com a identificação de um culpado para a separação, porque a quantificação do valor dos alimentos está condicionada à culpa de quem os pleiteia como prescreve o art. 1.694, § 2º CC. ,[object Object],[object Object]
Autor: Ana Carolina Borges  Equipe MeuAdvogado www.meuadvogado.com.br Tema: O instituto do divórcio: mais prático e rápido Encontre advogados de Direito Civil  Encontre advogados de Direito de Família
O instituto do divórcio: mais prático e rápido
O instituto do divórcio: mais prático e rápido
O instituto do divórcio: mais prático e rápido
O instituto do divórcio: mais prático e rápido
O instituto do divórcio: mais prático e rápido

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

8122011211232698 material complementar união estável e alimentos
8122011211232698 material complementar   união estável e alimentos8122011211232698 material complementar   união estável e alimentos
8122011211232698 material complementar união estável e alimentos
Cartório do 2º Ofício de Notas de Vitória/ES
 
União estável
União estávelUnião estável
União estável
Elder Leite
 
Alimentos definitivos a maior que os provisórios, permite a execução da difer...
Alimentos definitivos a maior que os provisórios, permite a execução da difer...Alimentos definitivos a maior que os provisórios, permite a execução da difer...
Alimentos definitivos a maior que os provisórios, permite a execução da difer...
Hugo Almeida
 
Rondônia: Casamento Igualitário
Rondônia: Casamento IgualitárioRondônia: Casamento Igualitário
Rondônia: Casamento Igualitário
Grupo Dignidade
 
Turma Recursal de São Paulo afasta decadência na Tese de Melhor Benefício
Turma Recursal de São Paulo afasta decadência na Tese de Melhor BenefícioTurma Recursal de São Paulo afasta decadência na Tese de Melhor Benefício
Turma Recursal de São Paulo afasta decadência na Tese de Melhor Benefício
fabiomotta747
 
Stj melhor benefício
Stj melhor benefícioStj melhor benefício
Stj melhor benefício
Fabio Motta
 
Coisa Julgada Em Matéria Tributária
Coisa Julgada Em Matéria TributáriaCoisa Julgada Em Matéria Tributária
Coisa Julgada Em Matéria Tributária
Guilherme Henriques
 
Normas Gerais de Direito Tributário: Legislação Tributária
Normas Gerais de Direito Tributário: Legislação TributáriaNormas Gerais de Direito Tributário: Legislação Tributária
Normas Gerais de Direito Tributário: Legislação Tributária
Guilherme Henriques
 
STJ - SEGUNDA TURMA AFASTA A DECADENCIA DAS AÇÕES DO TEMA 334 / MELHOR BENEFI...
STJ - SEGUNDA TURMA AFASTA A DECADENCIA DAS AÇÕES DO TEMA 334 / MELHOR BENEFI...STJ - SEGUNDA TURMA AFASTA A DECADENCIA DAS AÇÕES DO TEMA 334 / MELHOR BENEFI...
STJ - SEGUNDA TURMA AFASTA A DECADENCIA DAS AÇÕES DO TEMA 334 / MELHOR BENEFI...
Fabio Motta
 
Stf melhor benefício
Stf   melhor benefícioStf   melhor benefício
Stf melhor benefício
Fabio Motta
 
Condição de dependente permite a mãe de trabalhador morto ajuizar reclamação ...
Condição de dependente permite a mãe de trabalhador morto ajuizar reclamação ...Condição de dependente permite a mãe de trabalhador morto ajuizar reclamação ...
Condição de dependente permite a mãe de trabalhador morto ajuizar reclamação ...
Ana Carolina Braga Monte
 
O novo regime jurídico do divórcio
O novo regime jurídico do divórcioO novo regime jurídico do divórcio
O novo regime jurídico do divórcio
António Neto
 
Formacao suspensao-extincao-processo
Formacao suspensao-extincao-processoFormacao suspensao-extincao-processo
Formacao suspensao-extincao-processo
Luciano Francisco
 
Da formação extinção e suspensão do processo
Da formação extinção e suspensão do processoDa formação extinção e suspensão do processo
Da formação extinção e suspensão do processo
Priscilla Pinheiro
 
Assuntos mais cobrados
Assuntos mais cobradosAssuntos mais cobrados
Assuntos mais cobrados
ROGÉRIO ALMEIDA GUEDES DE OLIVEIRA
 
Trt pdf plano bresser
Trt pdf plano bresserTrt pdf plano bresser
Trt pdf plano bresser
Claudia Braz
 
Rkl artigo lei 11.232 comentada
Rkl artigo lei 11.232 comentadaRkl artigo lei 11.232 comentada
Rkl artigo lei 11.232 comentada
JUSANIMUS
 
Lei clt
Lei cltLei clt
Projeto antecipa para segundas-feiras feriados em outros dias da semana
Projeto antecipa para segundas-feiras feriados em outros dias da semanaProjeto antecipa para segundas-feiras feriados em outros dias da semana
Projeto antecipa para segundas-feiras feriados em outros dias da semana
Portal NE10
 
862663
862663862663

Mais procurados (20)

8122011211232698 material complementar união estável e alimentos
8122011211232698 material complementar   união estável e alimentos8122011211232698 material complementar   união estável e alimentos
8122011211232698 material complementar união estável e alimentos
 
União estável
União estávelUnião estável
União estável
 
Alimentos definitivos a maior que os provisórios, permite a execução da difer...
Alimentos definitivos a maior que os provisórios, permite a execução da difer...Alimentos definitivos a maior que os provisórios, permite a execução da difer...
Alimentos definitivos a maior que os provisórios, permite a execução da difer...
 
Rondônia: Casamento Igualitário
Rondônia: Casamento IgualitárioRondônia: Casamento Igualitário
Rondônia: Casamento Igualitário
 
Turma Recursal de São Paulo afasta decadência na Tese de Melhor Benefício
Turma Recursal de São Paulo afasta decadência na Tese de Melhor BenefícioTurma Recursal de São Paulo afasta decadência na Tese de Melhor Benefício
Turma Recursal de São Paulo afasta decadência na Tese de Melhor Benefício
 
Stj melhor benefício
Stj melhor benefícioStj melhor benefício
Stj melhor benefício
 
Coisa Julgada Em Matéria Tributária
Coisa Julgada Em Matéria TributáriaCoisa Julgada Em Matéria Tributária
Coisa Julgada Em Matéria Tributária
 
Normas Gerais de Direito Tributário: Legislação Tributária
Normas Gerais de Direito Tributário: Legislação TributáriaNormas Gerais de Direito Tributário: Legislação Tributária
Normas Gerais de Direito Tributário: Legislação Tributária
 
STJ - SEGUNDA TURMA AFASTA A DECADENCIA DAS AÇÕES DO TEMA 334 / MELHOR BENEFI...
STJ - SEGUNDA TURMA AFASTA A DECADENCIA DAS AÇÕES DO TEMA 334 / MELHOR BENEFI...STJ - SEGUNDA TURMA AFASTA A DECADENCIA DAS AÇÕES DO TEMA 334 / MELHOR BENEFI...
STJ - SEGUNDA TURMA AFASTA A DECADENCIA DAS AÇÕES DO TEMA 334 / MELHOR BENEFI...
 
Stf melhor benefício
Stf   melhor benefícioStf   melhor benefício
Stf melhor benefício
 
Condição de dependente permite a mãe de trabalhador morto ajuizar reclamação ...
Condição de dependente permite a mãe de trabalhador morto ajuizar reclamação ...Condição de dependente permite a mãe de trabalhador morto ajuizar reclamação ...
Condição de dependente permite a mãe de trabalhador morto ajuizar reclamação ...
 
O novo regime jurídico do divórcio
O novo regime jurídico do divórcioO novo regime jurídico do divórcio
O novo regime jurídico do divórcio
 
Formacao suspensao-extincao-processo
Formacao suspensao-extincao-processoFormacao suspensao-extincao-processo
Formacao suspensao-extincao-processo
 
Da formação extinção e suspensão do processo
Da formação extinção e suspensão do processoDa formação extinção e suspensão do processo
Da formação extinção e suspensão do processo
 
Assuntos mais cobrados
Assuntos mais cobradosAssuntos mais cobrados
Assuntos mais cobrados
 
Trt pdf plano bresser
Trt pdf plano bresserTrt pdf plano bresser
Trt pdf plano bresser
 
Rkl artigo lei 11.232 comentada
Rkl artigo lei 11.232 comentadaRkl artigo lei 11.232 comentada
Rkl artigo lei 11.232 comentada
 
Lei clt
Lei cltLei clt
Lei clt
 
Projeto antecipa para segundas-feiras feriados em outros dias da semana
Projeto antecipa para segundas-feiras feriados em outros dias da semanaProjeto antecipa para segundas-feiras feriados em outros dias da semana
Projeto antecipa para segundas-feiras feriados em outros dias da semana
 
862663
862663862663
862663
 

Destaque

Revista Síntese Direito de família #64
Revista Síntese Direito de família #64Revista Síntese Direito de família #64
Revista Síntese Direito de família #64
Editora Síntese
 
Elisabete aloia amaro
Elisabete aloia amaroElisabete aloia amaro
Elisabete aloia amaro
Atualidades Do Direito
 
8122011211213309 pal. 6.12.2011 dr. william santos ferreira (1)
8122011211213309 pal. 6.12.2011   dr. william santos ferreira (1)8122011211213309 pal. 6.12.2011   dr. william santos ferreira (1)
8122011211213309 pal. 6.12.2011 dr. william santos ferreira (1)
Cartório do 2º Ofício de Notas de Vitória/ES
 
Sucessões. palestra. lfg
Sucessões. palestra. lfgSucessões. palestra. lfg
Sucessões. palestra. lfg
rosanafdelgado
 
Contrato de União Estável
Contrato de União EstávelContrato de União Estável
Contrato de União Estável
Adriano Ryba
 
CURSO JUIZ DE PAZ ECLESIÁSTICO
CURSO JUIZ DE PAZ ECLESIÁSTICOCURSO JUIZ DE PAZ ECLESIÁSTICO
CURSO JUIZ DE PAZ ECLESIÁSTICO
SEMINÁRIO TEOLÓGICO IBTID
 
2 casamento religioso
2 casamento religioso2 casamento religioso
2 casamento religioso
faculdadeteologica
 
6 casamento e a bíblia
6 casamento e a bíblia6 casamento e a bíblia
6 casamento e a bíblia
faculdadeteologica
 
8 juiz de paz eclesiástico
8 juiz de paz eclesiástico8 juiz de paz eclesiástico
8 juiz de paz eclesiástico
faculdadeteologica
 
3 casamento civil
3 casamento civil3 casamento civil
3 casamento civil
faculdadeteologica
 
1 legislação sobre casamento
1 legislação sobre casamento1 legislação sobre casamento
1 legislação sobre casamento
faculdadeteologica
 
7 a cerimônia de casamento
7 a cerimônia de casamento7 a cerimônia de casamento
7 a cerimônia de casamento
faculdadeteologica
 
10 aconselhamento pastoral
10 aconselhamento pastoral10 aconselhamento pastoral
10 aconselhamento pastoral
faculdadeteologica
 
ordenanças religiosas
ordenanças religiosasordenanças religiosas
ordenanças religiosas
faculdadeteologica
 
Da família patriarcal às novas concepções de família no mundo contemporâneo
Da família patriarcal às novas concepções de família no mundo contemporâneoDa família patriarcal às novas concepções de família no mundo contemporâneo
Da família patriarcal às novas concepções de família no mundo contemporâneo
Portal do Vestibulando
 
Tipos de Família
Tipos de Família Tipos de Família
Tipos de Família
Cordeiro_
 
Slides palestra família
Slides palestra famíliaSlides palestra família
Slides palestra família
Clarice-Borges
 

Destaque (17)

Revista Síntese Direito de família #64
Revista Síntese Direito de família #64Revista Síntese Direito de família #64
Revista Síntese Direito de família #64
 
Elisabete aloia amaro
Elisabete aloia amaroElisabete aloia amaro
Elisabete aloia amaro
 
8122011211213309 pal. 6.12.2011 dr. william santos ferreira (1)
8122011211213309 pal. 6.12.2011   dr. william santos ferreira (1)8122011211213309 pal. 6.12.2011   dr. william santos ferreira (1)
8122011211213309 pal. 6.12.2011 dr. william santos ferreira (1)
 
Sucessões. palestra. lfg
Sucessões. palestra. lfgSucessões. palestra. lfg
Sucessões. palestra. lfg
 
Contrato de União Estável
Contrato de União EstávelContrato de União Estável
Contrato de União Estável
 
CURSO JUIZ DE PAZ ECLESIÁSTICO
CURSO JUIZ DE PAZ ECLESIÁSTICOCURSO JUIZ DE PAZ ECLESIÁSTICO
CURSO JUIZ DE PAZ ECLESIÁSTICO
 
2 casamento religioso
2 casamento religioso2 casamento religioso
2 casamento religioso
 
6 casamento e a bíblia
6 casamento e a bíblia6 casamento e a bíblia
6 casamento e a bíblia
 
8 juiz de paz eclesiástico
8 juiz de paz eclesiástico8 juiz de paz eclesiástico
8 juiz de paz eclesiástico
 
3 casamento civil
3 casamento civil3 casamento civil
3 casamento civil
 
1 legislação sobre casamento
1 legislação sobre casamento1 legislação sobre casamento
1 legislação sobre casamento
 
7 a cerimônia de casamento
7 a cerimônia de casamento7 a cerimônia de casamento
7 a cerimônia de casamento
 
10 aconselhamento pastoral
10 aconselhamento pastoral10 aconselhamento pastoral
10 aconselhamento pastoral
 
ordenanças religiosas
ordenanças religiosasordenanças religiosas
ordenanças religiosas
 
Da família patriarcal às novas concepções de família no mundo contemporâneo
Da família patriarcal às novas concepções de família no mundo contemporâneoDa família patriarcal às novas concepções de família no mundo contemporâneo
Da família patriarcal às novas concepções de família no mundo contemporâneo
 
Tipos de Família
Tipos de Família Tipos de Família
Tipos de Família
 
Slides palestra família
Slides palestra famíliaSlides palestra família
Slides palestra família
 

Semelhante a O instituto do divórcio: mais prático e rápido

Direito de família
Direito de famíliaDireito de família
Direito de família
rhaisacarvalho3101
 
Dissolução da sociedade conjugal
Dissolução da sociedade conjugalDissolução da sociedade conjugal
Dissolução da sociedade conjugal
Dimensson Costa Santos
 
Prescrição ou decadência
Prescrição ou decadênciaPrescrição ou decadência
Prescrição ou decadência
Daniel_Hiram
 
Regimes dos bens do casamento
Regimes dos bens do casamento  Regimes dos bens do casamento
Regimes dos bens do casamento
Vivi Velozo
 
Palestra01
Palestra01Palestra01
Palestra01
amanda albuquerque
 
monografia cogeae versão final rev
monografia cogeae versão final revmonografia cogeae versão final rev
monografia cogeae versão final rev
João Marcos Senna
 
Aula 05 Curso de Extensão impedimentos e suspensões matrimoniais
Aula 05 Curso de Extensão  impedimentos e suspensões matrimoniaisAula 05 Curso de Extensão  impedimentos e suspensões matrimoniais
Aula 05 Curso de Extensão impedimentos e suspensões matrimoniais
topreparatorio
 
Divórcio
DivórcioDivórcio
Divórcio
IPB706Sul
 
O novo regime jurídico do divórcio
O novo regime jurídico do divórcioO novo regime jurídico do divórcio
O novo regime jurídico do divórcio
António Neto
 
A SÚMULA 277/TST E A OFENSA AO PRINCIPIO DA LEGALIDADE.
A SÚMULA 277/TST E A OFENSA AO PRINCIPIO DA LEGALIDADE. A SÚMULA 277/TST E A OFENSA AO PRINCIPIO DA LEGALIDADE.
A SÚMULA 277/TST E A OFENSA AO PRINCIPIO DA LEGALIDADE.
Davidson Malacco
 
PETIÇÃO INICIAL ADI 4966
PETIÇÃO INICIAL ADI 4966PETIÇÃO INICIAL ADI 4966
PETIÇÃO INICIAL ADI 4966
Camilla Chiabrando
 
Decisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RS
Decisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RSDecisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RS
Decisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RS
Fabio Motta
 
Aval prestado sem a autorização conjugal aspectos polêmicos na jurisprudênci...
Aval prestado sem a autorização conjugal  aspectos polêmicos na jurisprudênci...Aval prestado sem a autorização conjugal  aspectos polêmicos na jurisprudênci...
Aval prestado sem a autorização conjugal aspectos polêmicos na jurisprudênci...
Madalena Teixeira
 
Aula prova UFV - 17.03.2023.pptx
Aula prova UFV - 17.03.2023.pptxAula prova UFV - 17.03.2023.pptx
Aula prova UFV - 17.03.2023.pptx
RafaelPacheco169011
 
Parecer da AGU união Homoafetica
Parecer da AGU união HomoafeticaParecer da AGU união Homoafetica
Parecer da AGU união Homoafetica
caxeixa
 
Informativo STJ 596 - Informativo Estratégico
Informativo STJ 596 - Informativo EstratégicoInformativo STJ 596 - Informativo Estratégico
Informativo STJ 596 - Informativo Estratégico
Ricardo Torques
 
A SÚMULA IMPEDITIVA DE RECURSOS E A GARANTIA DE ACESSO A JUSTIÇA
A SÚMULA IMPEDITIVA DE RECURSOS E A GARANTIA DE ACESSO A JUSTIÇAA SÚMULA IMPEDITIVA DE RECURSOS E A GARANTIA DE ACESSO A JUSTIÇA
A SÚMULA IMPEDITIVA DE RECURSOS E A GARANTIA DE ACESSO A JUSTIÇA
Fabiano Desidério
 
08 isadora albornoz cutin
08   isadora albornoz cutin08   isadora albornoz cutin
08 isadora albornoz cutin
João Gilberto Costa Lima
 
08 isadora albornoz cutin (1)
08   isadora albornoz cutin (1)08   isadora albornoz cutin (1)
08 isadora albornoz cutin (1)
João Gilberto Costa Lima
 
Apostila processo civil e novo cpc - pge-pgm 2015 (1)
Apostila   processo civil e novo cpc - pge-pgm 2015 (1)Apostila   processo civil e novo cpc - pge-pgm 2015 (1)
Apostila processo civil e novo cpc - pge-pgm 2015 (1)
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 

Semelhante a O instituto do divórcio: mais prático e rápido (20)

Direito de família
Direito de famíliaDireito de família
Direito de família
 
Dissolução da sociedade conjugal
Dissolução da sociedade conjugalDissolução da sociedade conjugal
Dissolução da sociedade conjugal
 
Prescrição ou decadência
Prescrição ou decadênciaPrescrição ou decadência
Prescrição ou decadência
 
Regimes dos bens do casamento
Regimes dos bens do casamento  Regimes dos bens do casamento
Regimes dos bens do casamento
 
Palestra01
Palestra01Palestra01
Palestra01
 
monografia cogeae versão final rev
monografia cogeae versão final revmonografia cogeae versão final rev
monografia cogeae versão final rev
 
Aula 05 Curso de Extensão impedimentos e suspensões matrimoniais
Aula 05 Curso de Extensão  impedimentos e suspensões matrimoniaisAula 05 Curso de Extensão  impedimentos e suspensões matrimoniais
Aula 05 Curso de Extensão impedimentos e suspensões matrimoniais
 
Divórcio
DivórcioDivórcio
Divórcio
 
O novo regime jurídico do divórcio
O novo regime jurídico do divórcioO novo regime jurídico do divórcio
O novo regime jurídico do divórcio
 
A SÚMULA 277/TST E A OFENSA AO PRINCIPIO DA LEGALIDADE.
A SÚMULA 277/TST E A OFENSA AO PRINCIPIO DA LEGALIDADE. A SÚMULA 277/TST E A OFENSA AO PRINCIPIO DA LEGALIDADE.
A SÚMULA 277/TST E A OFENSA AO PRINCIPIO DA LEGALIDADE.
 
PETIÇÃO INICIAL ADI 4966
PETIÇÃO INICIAL ADI 4966PETIÇÃO INICIAL ADI 4966
PETIÇÃO INICIAL ADI 4966
 
Decisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RS
Decisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RSDecisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RS
Decisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RS
 
Aval prestado sem a autorização conjugal aspectos polêmicos na jurisprudênci...
Aval prestado sem a autorização conjugal  aspectos polêmicos na jurisprudênci...Aval prestado sem a autorização conjugal  aspectos polêmicos na jurisprudênci...
Aval prestado sem a autorização conjugal aspectos polêmicos na jurisprudênci...
 
Aula prova UFV - 17.03.2023.pptx
Aula prova UFV - 17.03.2023.pptxAula prova UFV - 17.03.2023.pptx
Aula prova UFV - 17.03.2023.pptx
 
Parecer da AGU união Homoafetica
Parecer da AGU união HomoafeticaParecer da AGU união Homoafetica
Parecer da AGU união Homoafetica
 
Informativo STJ 596 - Informativo Estratégico
Informativo STJ 596 - Informativo EstratégicoInformativo STJ 596 - Informativo Estratégico
Informativo STJ 596 - Informativo Estratégico
 
A SÚMULA IMPEDITIVA DE RECURSOS E A GARANTIA DE ACESSO A JUSTIÇA
A SÚMULA IMPEDITIVA DE RECURSOS E A GARANTIA DE ACESSO A JUSTIÇAA SÚMULA IMPEDITIVA DE RECURSOS E A GARANTIA DE ACESSO A JUSTIÇA
A SÚMULA IMPEDITIVA DE RECURSOS E A GARANTIA DE ACESSO A JUSTIÇA
 
08 isadora albornoz cutin
08   isadora albornoz cutin08   isadora albornoz cutin
08 isadora albornoz cutin
 
08 isadora albornoz cutin (1)
08   isadora albornoz cutin (1)08   isadora albornoz cutin (1)
08 isadora albornoz cutin (1)
 
Apostila processo civil e novo cpc - pge-pgm 2015 (1)
Apostila   processo civil e novo cpc - pge-pgm 2015 (1)Apostila   processo civil e novo cpc - pge-pgm 2015 (1)
Apostila processo civil e novo cpc - pge-pgm 2015 (1)
 

O instituto do divórcio: mais prático e rápido

  • 1. O instituto do divórcio: mais prático e rápido www.meuadvogado.com.br
  • 2.
  • 3. Em 1967 a Emenda Constitucional nº 9/1977 alterou o texto do § 1º do artigo 167 da Constituição Federal de 1967 com a redação:  “O casamento somente poderá ser dissolvido, nos casos expressos em lei, desde que haja prévia separação judicial por mais de três anos", que por sua vez acabou abolindo o princípio da indissolubilidade do casamento”.
  • 4. Em 26 de dezembro de 1977, foi promulgada a Lei 6515, conhecida como Lei do Divórcio, que veio regulamentar a EC nº9/1977, regulamentando os casos de dissolução da sociedade conjugal e do casamento, bem como seus efeitos e respectivos processos.
  • 5. Ainda, com a EC nº 9/1977 o artigo 226, §6º da Constituição de 1988 (atual) vigorava com a seguinte redação: “O casamento civil pode ser dissolvido pelo divórcio, após prévia separação judicial por mais de um ano nos casos expressos em lei, ou comprovada separação de fato por mais de dois anos".
  • 6.
  • 7. A redação do § 6º do artigo 226 da Constituição Federal, então, passa a vigorar da seguinte forma:  “O casamento civil pode ser dissolvido pelo divórcio”. Muito mais simples, e mais rápido.
  • 8.
  • 9. A emenda constitucional é clara, e acaba com a possibilidade da separação judicial e a exigência de lapso temporal para a decretação do divórcio (separação de fato). Atualmente não existe causa específica para a decretação deste como existia antigamente. Basta instruir o pedido de divórcio com a certidão de casamento, pois, o instituto se tornou o simples, não-condicionado, sem causa específica para o seu deferimento.
  • 10.
  • 11. Os cônjuges podem se recusar, ou deixar transcorrer o prazo concedido. Nessa hipótese deve o juiz extinguir o processo sem julgamento de mérito por perda de interesse processual conforme prevê o artigo 267, VI, do Código de Processo Civil. Porém, se, dentro do prazo concedido, eles realizarem a devida adaptação do pedido, o processo seguirá o seu rumo normal, na forma do novo sistema constitucional.
  • 12. Nos casos de divórcios e separações consensuais administrativos, disciplinados pela Lei n. 11. 441 de 2007 Os tabeliães não deverão mais lavrar escrituras públicas de separação, mantendo-se aquelas já formalizadas, possibilitando, também, lavrarem atos de conversão de separação em divórcio, nos termos do art. 52 da Resolução n. 35 do Conselho Nacional de Justiça. Todavia, se o tabelião lavrar escritura de separação, após a vigência da EC nº 66/2010 esta não terá validade jurídica, sendo esta nula absolutamente do acordo com art. 166, II, do Código Civil.
  • 13.
  • 14. Autor: Ana Carolina Borges Equipe MeuAdvogado www.meuadvogado.com.br Tema: O instituto do divórcio: mais prático e rápido Encontre advogados de Direito Civil Encontre advogados de Direito de Família