SlideShare uma empresa Scribd logo
O ENSINO NA E.B.D.:
REFLEXÕES SOBRE
ORGANIZAÇÃO
E
PLANEJAMENTO.
Assembleia de Deus em Rio Branco
Departamento de Educação Cristã – DEC
Equipe pedagógica
É BOM LEMBRAR...
 Os grandes movimentos são os principais modelos de
atração de ouvintes a curto prazo.
 As novas denominações tem repentino crescimento,
porém logo presenciam a evasão de sua membresia pela
falta uma estrutura educacional.
 A Assembleia de Deus tem uma estrutura educacional
desde a sua origem (agosto/1911).
É BOM LEMBRAR...
 Qual o futuro de uma igreja sem uma estrutura de
educação, base doutrinária e esclarecimento sobre sua
fé? (1Pe 3.15).
 Escola bíblica está exposta a problemas, entre os quais, a
evasão dos alunos.
 Será que precisamos de uma renovação?
 “Se a Escola Dominical não se renovar agora, poderá
tornar-se obsoleta em pouco tempo”. (Pr Claudinor de
Andrade)
VEJAMOS...
 A E.D. exige uma mudança de visão acerca de sua
finalidade, o que alguns chamam de A NOVA ESCOLA
DOMINICAL.
 Essa “Nova Escola Dominical” não se restringe a um rito de
tradições, mas uma atividade prazerosa e de vital
importância ao relacionamento Criador – criatura.
HISTORICAMENTE...
 As escolas mudaram para depois mudar a visão da
população.
ATUALMENTE...
 A tecnologia rompeu as fronteiras geográficas desta
geração.
 Não falta informação aos nossos alunos da E.D.
 Precisamos promover a maturidade e consciência cristã.
ASSIM...
 Entramos no 15º ano do século XXI, e como está a “cara”
da nossa Escola Dominical?
 Ainda estamos com o modelo de ensino do século
passado?
PRECISAMOS DE ORGANIZAÇÃO
Administrativa Física
Pedagógica Equipe
ESCOLA
DOMINICAL
ORGANIZAÇÃO PEDAGÓGICA
 É compreender os ideais da educação cristã, em
conformidade com as concepções, meios (processos e
técnicas) mais eficientes para esses ideais.
Organização
Pedagógica
Currículos: é a composição das matérias
constantes no curso. Na E.D. foca as faixas
etárias. Você conhece a relação do currículo
com a idade dos seus alunos.
Etariedade: qual a amplitude de faixa etária de
sua igreja? Será que a distribuição de classes de
sua E.D. corresponde a etariedade de sua
igreja? Que tal um censo na sua igreja filial?
Metodologia: o que há de novo nos métodos
de ensino? Fala-se hoje em tecnologia,
celulares com alta potência. Como usaremos
essas ferramentas?
Organização
Pedagógica Atualização: os professores da presente
geração devem se atualizar
constantemente. Formação continuada,
aperfeiçoamentos, cursos, etc.
Dedicação: deve ser um pré-requisito.
Não existe ensino sem dedicação. Ensinar
não é transferir conhecimentos, mas levar
o aluno a uma mudança de atitude.
ORGANIZAÇÃO DA EQUIPE
 No presente contexto não há espaço para individualismo.
 Se a equipe não tiver um foco, certamente não terá um
crescimento integral.
 Sem união não há crescimento (Mc 3.24; Lc 11.17).
OrganizaçãodaEquipe
Estabelecimento de objetivos: antes de convocar as pessoas que
trabalharão em nossa equipe temos que ter em mente nossos
objetivos. Quais os objetivos que você traçou para este ano?
Reuniões periódicas: as reuniões devem servir como instrumento
para avaliar os pontos positivos e negativos da equipe, programar
datas especiais, verificar o que pode ser feito no próximo trimestre.
Sugestão de periodicidade da reunião: trimestral.
Elaboração de projetos: projetar é vital para o sucesso de grupos.
Quantos alunos precisamos ganhar no 1º trimestre? Quantas alunos
com lições? Qual a porcentagem da membresia da igreja que
ainda não participa da E.D.? Qual a campanha que podemos
montar para atrair os não contemplados pela E.D.?
Organizaçãoda
Equipe Quantidade de pessoas envolvidas deve estar à altura da
demanda: na Nova Escola Dominical não há espaço
para a sobrecarga. Docentes e oficiais da E.D. devem
acompanhar o crescimento dos alunos.
Qualidade no serviço: “classe não sei dar aula, mas como
é para o Senhor...”. Aqui o aluno já percebe que sua aula
não vale muito. Cuidado! Devemos agradar ao dono da
obra (2Tm 2.4). Isso não quer dizer que somente
“doutores” podem lecionar na E.D., mas que em nossa
simplicidade podemos fazer o melhor para Deus na E.D.
CONCLUSÃO
 A partir dessa reflexão você pode rever sua E.D. e iniciar
seu trabalho.
 Nosso desafio nesse novo ciclo passa necessariamente
por uma gestão cada vez mais descentralizada, porém
em perder sua integralidade.
“Impelidos pelo Espírito Santo para promover multiplicação”
(Is 60.22; At 9.31) – o DEC precisa necessariamente fornecer
as bases doutrinárias para esse crescimento.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O professor (ebd) precisa saber - DINAMIZAR UMA EBD
O professor (ebd) precisa saber - DINAMIZAR UMA EBDO professor (ebd) precisa saber - DINAMIZAR UMA EBD
O professor (ebd) precisa saber - DINAMIZAR UMA EBD
Valdinar Viana
 
Curso de capacitação de professores da EBD
Curso de capacitação de professores da EBDCurso de capacitação de professores da EBD
Curso de capacitação de professores da EBD
Sergio Silva
 
O cuidado com a língua
O cuidado com a línguaO cuidado com a língua
O cuidado com a língua
Adenísio dos Reis
 
Manual. discipulado para adolescentes
Manual. discipulado para adolescentesManual. discipulado para adolescentes
Manual. discipulado para adolescentes
Pastor Paulo Francisco
 
Suplemento De Apoio Ao Professor Da Ebd
Suplemento De Apoio Ao Professor Da EbdSuplemento De Apoio Ao Professor Da Ebd
Suplemento De Apoio Ao Professor Da Ebd
Eduardo Sales de lima
 
Dicas para o professor da escola bíblica dominical
 Dicas para o professor da escola bíblica dominical Dicas para o professor da escola bíblica dominical
Dicas para o professor da escola bíblica dominical
Reginaldo Pacheco
 
Métodos de ensino para a EBD
Métodos de ensino para a EBDMétodos de ensino para a EBD
Métodos de ensino para a EBD
Amor pela EBD
 
Maturidade CRISTA
Maturidade CRISTAMaturidade CRISTA
Maturidade CRISTA
vagner costa
 
Apresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson Santos
Apresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson SantosApresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson Santos
Apresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson Santos
Prof. Robson Santos
 
Manual do obreiro adrv 2019
Manual do obreiro adrv 2019Manual do obreiro adrv 2019
Manual do obreiro adrv 2019
Alice Costa
 
AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015
AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015
AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015
Joary Jossué Carlesso
 
Treinamento obreiros e auxiliares
Treinamento obreiros e auxiliaresTreinamento obreiros e auxiliares
Treinamento obreiros e auxiliares
Carlos Cirleno Neves
 
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica DominicalEBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
Felipe Mamud
 
Planejamento estratégico para igrejas
Planejamento estratégico para igrejasPlanejamento estratégico para igrejas
Planejamento estratégico para igrejas
Natalino das Neves Neves
 
Simpósio de EBD
Simpósio de EBDSimpósio de EBD
Simpósio de EBD
Antonio Fernandes
 
Os Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros Cristaos
Os Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros CristaosOs Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros Cristaos
Os Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros Cristaos
tenmario04
 
O Professor Da Ebd, Seu Papel E Desafios
O Professor Da Ebd, Seu Papel E DesafiosO Professor Da Ebd, Seu Papel E Desafios
O Professor Da Ebd, Seu Papel E Desafios
Silas Duarte Jr
 
Planejando a aula da EBD
Planejando a aula da EBDPlanejando a aula da EBD
Planejando a aula da EBD
Amor pela EBD
 
50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I
Itamar Freire
 
Discipulado para Novos Crentes
Discipulado para Novos Crentes  Discipulado para Novos Crentes
Discipulado para Novos Crentes
Eduardo Sales de lima
 

Mais procurados (20)

O professor (ebd) precisa saber - DINAMIZAR UMA EBD
O professor (ebd) precisa saber - DINAMIZAR UMA EBDO professor (ebd) precisa saber - DINAMIZAR UMA EBD
O professor (ebd) precisa saber - DINAMIZAR UMA EBD
 
Curso de capacitação de professores da EBD
Curso de capacitação de professores da EBDCurso de capacitação de professores da EBD
Curso de capacitação de professores da EBD
 
O cuidado com a língua
O cuidado com a línguaO cuidado com a língua
O cuidado com a língua
 
Manual. discipulado para adolescentes
Manual. discipulado para adolescentesManual. discipulado para adolescentes
Manual. discipulado para adolescentes
 
Suplemento De Apoio Ao Professor Da Ebd
Suplemento De Apoio Ao Professor Da EbdSuplemento De Apoio Ao Professor Da Ebd
Suplemento De Apoio Ao Professor Da Ebd
 
Dicas para o professor da escola bíblica dominical
 Dicas para o professor da escola bíblica dominical Dicas para o professor da escola bíblica dominical
Dicas para o professor da escola bíblica dominical
 
Métodos de ensino para a EBD
Métodos de ensino para a EBDMétodos de ensino para a EBD
Métodos de ensino para a EBD
 
Maturidade CRISTA
Maturidade CRISTAMaturidade CRISTA
Maturidade CRISTA
 
Apresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson Santos
Apresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson SantosApresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson Santos
Apresentação Workshop / Seminário de EBD. Prof. Robson Santos
 
Manual do obreiro adrv 2019
Manual do obreiro adrv 2019Manual do obreiro adrv 2019
Manual do obreiro adrv 2019
 
AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015
AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015
AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015
 
Treinamento obreiros e auxiliares
Treinamento obreiros e auxiliaresTreinamento obreiros e auxiliares
Treinamento obreiros e auxiliares
 
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica DominicalEBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
 
Planejamento estratégico para igrejas
Planejamento estratégico para igrejasPlanejamento estratégico para igrejas
Planejamento estratégico para igrejas
 
Simpósio de EBD
Simpósio de EBDSimpósio de EBD
Simpósio de EBD
 
Os Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros Cristaos
Os Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros CristaosOs Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros Cristaos
Os Desafios da EBD nos Dias Atuais para a Formação de Verdadeiros Cristaos
 
O Professor Da Ebd, Seu Papel E Desafios
O Professor Da Ebd, Seu Papel E DesafiosO Professor Da Ebd, Seu Papel E Desafios
O Professor Da Ebd, Seu Papel E Desafios
 
Planejando a aula da EBD
Planejando a aula da EBDPlanejando a aula da EBD
Planejando a aula da EBD
 
50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I
 
Discipulado para Novos Crentes
Discipulado para Novos Crentes  Discipulado para Novos Crentes
Discipulado para Novos Crentes
 

Semelhante a O Ensino na E.B.D.: Reflexões sobre Organização e planejamento.

11 Discipulado os desafios da educação cristã na EBD do século 21 - Rogério ...
11 Discipulado os desafios da educação cristã na EBD do século 21 -  Rogério ...11 Discipulado os desafios da educação cristã na EBD do século 21 -  Rogério ...
11 Discipulado os desafios da educação cristã na EBD do século 21 - Rogério ...
Tiago Silva
 
A importância do professor eficaz
A importância do professor eficazA importância do professor eficaz
A importância do professor eficaz
Sebastiana Inácio Lima
 
Manual escola de lideres
Manual escola de lideresManual escola de lideres
Manual escola de lideres
Roberto Wagner Fernandes
 
Texto reinventando a escola
Texto reinventando a escolaTexto reinventando a escola
Texto reinventando a escola
Simone Sawicki
 
EBD - Curso para professores e oficiais
EBD - Curso para professores e oficiaisEBD - Curso para professores e oficiais
EBD - Curso para professores e oficiais
Eli Rocha Silva
 
Evangeliz apostila feb
Evangeliz apostila febEvangeliz apostila feb
Evangeliz apostila feb
Alice Lirio
 
fdocumentos.tips_formacao-crista-ebd-teologia-e-formacao-de-obreiros.ppt
fdocumentos.tips_formacao-crista-ebd-teologia-e-formacao-de-obreiros.pptfdocumentos.tips_formacao-crista-ebd-teologia-e-formacao-de-obreiros.ppt
fdocumentos.tips_formacao-crista-ebd-teologia-e-formacao-de-obreiros.ppt
reetreinamentos
 
EEPOAD - Pedagogia
EEPOAD - PedagogiaEEPOAD - Pedagogia
EEPOAD - Pedagogia
Jamerson Maia
 
Orientações para o planejamento do ere
Orientações para o planejamento do ereOrientações para o planejamento do ere
Orientações para o planejamento do ere
elzaluz
 
Orientações para o planejamento do ere
Orientações para o planejamento do ereOrientações para o planejamento do ere
Orientações para o planejamento do ere
elzaluz
 
Manual Docentes - Parte 1
Manual Docentes - Parte 1Manual Docentes - Parte 1
Manual Docentes - Parte 1
Escola Ecit
 
Captação e fidelização setor ii
Captação e fidelização setor iiCaptação e fidelização setor ii
Captação e fidelização setor ii
andrenantesborges
 
PIBID: IMPACTOS POSITIVOS NA FORMAÇÃO DOCENTE ATRAVÉS DO CONTATO ANTECIPADO N...
PIBID: IMPACTOS POSITIVOS NA FORMAÇÃO DOCENTE ATRAVÉS DO CONTATO ANTECIPADO N...PIBID: IMPACTOS POSITIVOS NA FORMAÇÃO DOCENTE ATRAVÉS DO CONTATO ANTECIPADO N...
PIBID: IMPACTOS POSITIVOS NA FORMAÇÃO DOCENTE ATRAVÉS DO CONTATO ANTECIPADO N...
pibidgeo
 
Os desafios do coordenador pedagógico
Os desafios do coordenador pedagógicoOs desafios do coordenador pedagógico
Os desafios do coordenador pedagógico
Luciene Chagas
 
Os desafios do coordenador pedagógico
Os desafios do coordenador pedagógicoOs desafios do coordenador pedagógico
Os desafios do coordenador pedagógico
Luciene Chagas
 
PROFESSOR DA EBD PRECISA SABER
PROFESSOR DA EBD PRECISA SABERPROFESSOR DA EBD PRECISA SABER
PROFESSOR DA EBD PRECISA SABER
Marcio de Medeiros
 
Aula 5 perfil e atributos do pregador cristão
Aula 5   perfil e atributos do pregador cristãoAula 5   perfil e atributos do pregador cristão
Aula 5 perfil e atributos do pregador cristão
Carla Geanfrancisco Falasca
 
# O papel do superintendente na administração da ebd
# O papel do superintendente na administração da ebd# O papel do superintendente na administração da ebd
# O papel do superintendente na administração da ebd
Newton Brasil
 
Socializando Saberes: Aprendizagem e Fazeres alinhados a BNCC.
Socializando Saberes: Aprendizagem e Fazeres alinhados a BNCC.Socializando Saberes: Aprendizagem e Fazeres alinhados a BNCC.
Socializando Saberes: Aprendizagem e Fazeres alinhados a BNCC.
EducaAo
 
Apostila 1º encontro de professores ebd 2013
Apostila 1º encontro de professores ebd 2013Apostila 1º encontro de professores ebd 2013
Apostila 1º encontro de professores ebd 2013
Marcelo Borges
 

Semelhante a O Ensino na E.B.D.: Reflexões sobre Organização e planejamento. (20)

11 Discipulado os desafios da educação cristã na EBD do século 21 - Rogério ...
11 Discipulado os desafios da educação cristã na EBD do século 21 -  Rogério ...11 Discipulado os desafios da educação cristã na EBD do século 21 -  Rogério ...
11 Discipulado os desafios da educação cristã na EBD do século 21 - Rogério ...
 
A importância do professor eficaz
A importância do professor eficazA importância do professor eficaz
A importância do professor eficaz
 
Manual escola de lideres
Manual escola de lideresManual escola de lideres
Manual escola de lideres
 
Texto reinventando a escola
Texto reinventando a escolaTexto reinventando a escola
Texto reinventando a escola
 
EBD - Curso para professores e oficiais
EBD - Curso para professores e oficiaisEBD - Curso para professores e oficiais
EBD - Curso para professores e oficiais
 
Evangeliz apostila feb
Evangeliz apostila febEvangeliz apostila feb
Evangeliz apostila feb
 
fdocumentos.tips_formacao-crista-ebd-teologia-e-formacao-de-obreiros.ppt
fdocumentos.tips_formacao-crista-ebd-teologia-e-formacao-de-obreiros.pptfdocumentos.tips_formacao-crista-ebd-teologia-e-formacao-de-obreiros.ppt
fdocumentos.tips_formacao-crista-ebd-teologia-e-formacao-de-obreiros.ppt
 
EEPOAD - Pedagogia
EEPOAD - PedagogiaEEPOAD - Pedagogia
EEPOAD - Pedagogia
 
Orientações para o planejamento do ere
Orientações para o planejamento do ereOrientações para o planejamento do ere
Orientações para o planejamento do ere
 
Orientações para o planejamento do ere
Orientações para o planejamento do ereOrientações para o planejamento do ere
Orientações para o planejamento do ere
 
Manual Docentes - Parte 1
Manual Docentes - Parte 1Manual Docentes - Parte 1
Manual Docentes - Parte 1
 
Captação e fidelização setor ii
Captação e fidelização setor iiCaptação e fidelização setor ii
Captação e fidelização setor ii
 
PIBID: IMPACTOS POSITIVOS NA FORMAÇÃO DOCENTE ATRAVÉS DO CONTATO ANTECIPADO N...
PIBID: IMPACTOS POSITIVOS NA FORMAÇÃO DOCENTE ATRAVÉS DO CONTATO ANTECIPADO N...PIBID: IMPACTOS POSITIVOS NA FORMAÇÃO DOCENTE ATRAVÉS DO CONTATO ANTECIPADO N...
PIBID: IMPACTOS POSITIVOS NA FORMAÇÃO DOCENTE ATRAVÉS DO CONTATO ANTECIPADO N...
 
Os desafios do coordenador pedagógico
Os desafios do coordenador pedagógicoOs desafios do coordenador pedagógico
Os desafios do coordenador pedagógico
 
Os desafios do coordenador pedagógico
Os desafios do coordenador pedagógicoOs desafios do coordenador pedagógico
Os desafios do coordenador pedagógico
 
PROFESSOR DA EBD PRECISA SABER
PROFESSOR DA EBD PRECISA SABERPROFESSOR DA EBD PRECISA SABER
PROFESSOR DA EBD PRECISA SABER
 
Aula 5 perfil e atributos do pregador cristão
Aula 5   perfil e atributos do pregador cristãoAula 5   perfil e atributos do pregador cristão
Aula 5 perfil e atributos do pregador cristão
 
# O papel do superintendente na administração da ebd
# O papel do superintendente na administração da ebd# O papel do superintendente na administração da ebd
# O papel do superintendente na administração da ebd
 
Socializando Saberes: Aprendizagem e Fazeres alinhados a BNCC.
Socializando Saberes: Aprendizagem e Fazeres alinhados a BNCC.Socializando Saberes: Aprendizagem e Fazeres alinhados a BNCC.
Socializando Saberes: Aprendizagem e Fazeres alinhados a BNCC.
 
Apostila 1º encontro de professores ebd 2013
Apostila 1º encontro de professores ebd 2013Apostila 1º encontro de professores ebd 2013
Apostila 1º encontro de professores ebd 2013
 

Mais de Diego Viana Melo Lima

Seminário parte 2
Seminário parte 2Seminário parte 2
Seminário parte 2
Diego Viana Melo Lima
 
Seminário parte 1
Seminário parte 1Seminário parte 1
Seminário parte 1
Diego Viana Melo Lima
 
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 2
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 2Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 2
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 2
Diego Viana Melo Lima
 
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1
Diego Viana Melo Lima
 
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1
Diego Viana Melo Lima
 
Aula hermenêutica
Aula hermenêuticaAula hermenêutica
Aula hermenêutica
Diego Viana Melo Lima
 

Mais de Diego Viana Melo Lima (6)

Seminário parte 2
Seminário parte 2Seminário parte 2
Seminário parte 2
 
Seminário parte 1
Seminário parte 1Seminário parte 1
Seminário parte 1
 
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 2
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 2Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 2
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 2
 
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1
 
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1
Treinando educadores para o ensino da palavra de Deus parte 1
 
Aula hermenêutica
Aula hermenêuticaAula hermenêutica
Aula hermenêutica
 

Último

Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 

Último (20)

Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 

O Ensino na E.B.D.: Reflexões sobre Organização e planejamento.

  • 1. O ENSINO NA E.B.D.: REFLEXÕES SOBRE ORGANIZAÇÃO E PLANEJAMENTO. Assembleia de Deus em Rio Branco Departamento de Educação Cristã – DEC Equipe pedagógica
  • 2. É BOM LEMBRAR...  Os grandes movimentos são os principais modelos de atração de ouvintes a curto prazo.  As novas denominações tem repentino crescimento, porém logo presenciam a evasão de sua membresia pela falta uma estrutura educacional.  A Assembleia de Deus tem uma estrutura educacional desde a sua origem (agosto/1911).
  • 3. É BOM LEMBRAR...  Qual o futuro de uma igreja sem uma estrutura de educação, base doutrinária e esclarecimento sobre sua fé? (1Pe 3.15).  Escola bíblica está exposta a problemas, entre os quais, a evasão dos alunos.  Será que precisamos de uma renovação?  “Se a Escola Dominical não se renovar agora, poderá tornar-se obsoleta em pouco tempo”. (Pr Claudinor de Andrade)
  • 4. VEJAMOS...  A E.D. exige uma mudança de visão acerca de sua finalidade, o que alguns chamam de A NOVA ESCOLA DOMINICAL.  Essa “Nova Escola Dominical” não se restringe a um rito de tradições, mas uma atividade prazerosa e de vital importância ao relacionamento Criador – criatura.
  • 5. HISTORICAMENTE...  As escolas mudaram para depois mudar a visão da população.
  • 6. ATUALMENTE...  A tecnologia rompeu as fronteiras geográficas desta geração.  Não falta informação aos nossos alunos da E.D.  Precisamos promover a maturidade e consciência cristã.
  • 7. ASSIM...  Entramos no 15º ano do século XXI, e como está a “cara” da nossa Escola Dominical?  Ainda estamos com o modelo de ensino do século passado?
  • 8. PRECISAMOS DE ORGANIZAÇÃO Administrativa Física Pedagógica Equipe ESCOLA DOMINICAL
  • 9. ORGANIZAÇÃO PEDAGÓGICA  É compreender os ideais da educação cristã, em conformidade com as concepções, meios (processos e técnicas) mais eficientes para esses ideais.
  • 10. Organização Pedagógica Currículos: é a composição das matérias constantes no curso. Na E.D. foca as faixas etárias. Você conhece a relação do currículo com a idade dos seus alunos. Etariedade: qual a amplitude de faixa etária de sua igreja? Será que a distribuição de classes de sua E.D. corresponde a etariedade de sua igreja? Que tal um censo na sua igreja filial? Metodologia: o que há de novo nos métodos de ensino? Fala-se hoje em tecnologia, celulares com alta potência. Como usaremos essas ferramentas?
  • 11. Organização Pedagógica Atualização: os professores da presente geração devem se atualizar constantemente. Formação continuada, aperfeiçoamentos, cursos, etc. Dedicação: deve ser um pré-requisito. Não existe ensino sem dedicação. Ensinar não é transferir conhecimentos, mas levar o aluno a uma mudança de atitude.
  • 12. ORGANIZAÇÃO DA EQUIPE  No presente contexto não há espaço para individualismo.  Se a equipe não tiver um foco, certamente não terá um crescimento integral.  Sem união não há crescimento (Mc 3.24; Lc 11.17).
  • 13. OrganizaçãodaEquipe Estabelecimento de objetivos: antes de convocar as pessoas que trabalharão em nossa equipe temos que ter em mente nossos objetivos. Quais os objetivos que você traçou para este ano? Reuniões periódicas: as reuniões devem servir como instrumento para avaliar os pontos positivos e negativos da equipe, programar datas especiais, verificar o que pode ser feito no próximo trimestre. Sugestão de periodicidade da reunião: trimestral. Elaboração de projetos: projetar é vital para o sucesso de grupos. Quantos alunos precisamos ganhar no 1º trimestre? Quantas alunos com lições? Qual a porcentagem da membresia da igreja que ainda não participa da E.D.? Qual a campanha que podemos montar para atrair os não contemplados pela E.D.?
  • 14. Organizaçãoda Equipe Quantidade de pessoas envolvidas deve estar à altura da demanda: na Nova Escola Dominical não há espaço para a sobrecarga. Docentes e oficiais da E.D. devem acompanhar o crescimento dos alunos. Qualidade no serviço: “classe não sei dar aula, mas como é para o Senhor...”. Aqui o aluno já percebe que sua aula não vale muito. Cuidado! Devemos agradar ao dono da obra (2Tm 2.4). Isso não quer dizer que somente “doutores” podem lecionar na E.D., mas que em nossa simplicidade podemos fazer o melhor para Deus na E.D.
  • 15. CONCLUSÃO  A partir dessa reflexão você pode rever sua E.D. e iniciar seu trabalho.  Nosso desafio nesse novo ciclo passa necessariamente por uma gestão cada vez mais descentralizada, porém em perder sua integralidade. “Impelidos pelo Espírito Santo para promover multiplicação” (Is 60.22; At 9.31) – o DEC precisa necessariamente fornecer as bases doutrinárias para esse crescimento.