SlideShare uma empresa Scribd logo
Mormonismo
Os Mórmons fazem parte do chamado “cristianismo de
fronteira”. Grupos que usam a Bíblia como referência, mas
também se valem de outras fontes de revelação/verdade
que, eventualmente, podem contradizer a doutrina cristã.
As principais igrejas são a Adventista, a Mórmon e a
Testemunhas de Jeová.
No Brasil, de acordo com pesquisa do IBGE,
em 2010, havia 1.619.717 seguidores das
igrejas do Cristianismo de Fronteira
Mórmons
A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
• Tem mais de 11 milhões de membros;
• É representada por mais de 60.000 missionários, em 162
países;
• Publicou mais de 100 milhões de exemplares do Livro de
Mórmon: Outro Testamento de Jesus Cristo, em 93 idiomas;
• Os primeiros missionários americanos chegaram ao Brasil há
pouco mais de sessenta anos. O trabalho de proselitismo
começou em Santa Catarina numa colônia agrícola alemã
situada em Ipoméia.
Como surgiu?
A fé mórmon
Deus não é uma trindade. A trindade são três deuses
diferentes;
Creem na mesma organização que existia na Igreja Primitiva;
Creem no dom de línguas, profecia, revelação, visões, cura,
interpretação de línguas, etc.
Os espíritos tem pré-existência;
Há mais de um céu;
Batismo de mortos.
Joseph Smith
Smith Nasceu em 1805, em Vermont,
Estados Unidos. Criado com ensinos bíblicos
e oração, começou a se preocupar quando
viu em sua cidade um grande movimento
religioso e muita confusão sobre as verdades
espirituais. Aos 17 anos, começou sua busca
pela verdadeira Igreja de Cristo, quando teve
uma visão que o chamara para restaurar a
verdadeira igreja.
Joseph Smith
Dez anos depois, Joseph era considerado
profeta, como Moisés e Isaías, e iniciou a
restauração da Igreja, recebendo autoridade
das mãos dos apóstolos João Batista, Pedro,
Tiago e João. Segundo seus seguidores, foi o
homem que mais fez pela salvação dos
homens, abaixo apenas de Jesus Cristo.
Joseph foi perseguido, preso e assassinado
na prisão e hoje é considerado um mártir da
religião.
O livro de Mórmon
O Livro de Mórmon é um
dos quatro livros usados
como escritura por A
Igreja de Jesus Cristo dos
Santos dos Últimos Dias.
As demais obras são a
Bíblia, Doutrina e
Convênios e a Pérola de
Grande Valor.
O livro de Mórmon
A exemplo da Bíblia, o Livro de Mórmon é uma coleção
de pequenos livros. O livro ganhou esse nome por conta
de um de seus escritores que se chamava, Mórmon, que
viveu em aproximadamente 380 DC, considerado pela
religião um antigo profeta de Deus. O livro de Mórmon é
considerado pelos membros como "Um outro
testamento de Jesus Cristo", ou seja, não é uma outra
aliança, nem um outro evangelho, mas é mais
um testemunho se unindo a Bíblia de que Jesus é o
Cristo
10 razões pelas quais são considerados
uma seita (PastorDavidZuhars)
1. Não ensinam que a Bíblia é a infalível Palavra de Deus.
“Cremos que a Bíblia é a Palavra de Deus até onde for traduzida
corretamente: cremos que o livro de Mórmon também é a palavra de
Deus,” (Declaração de fé, artigo n° 8).
Na qualidade de crentes que somos cremos que as Sagradas
Escrituras do Velho e do Novo Testamentos são a Palavra de Deus
verbalmente inspirada, a autoridade final para nossa fé e vida, sem
erros no original, infalível e inspirada por Deus. II Tim. 3:16-17; II
Pedro. 1:20-21; Mat. 5:18.
10 razões pelas quais são considerados
uma seita
2. O Mormonismo ensina que Deus é um homem glorificado e que
tem um corpo físico.
“Deus mesmo já foi como nós somos agora e é um homem
glorificado,” (Doutrinas do Profeta Joseph Smith, página 345). “O Pai
tem um corpo de carne e osso tão tangível quanto o dos homens?”
(Dot. e Cov, Seç. 131:22).
A Bíblia diz: “Deus não é homem,” Nm. 23:19. “Deus é Espírito; e
importa que os que adoram o adorem em espírito e em verdade,” Jo
4:24. “Um espírito não tem carne nem ossos.” Lc. 24:39.
10 razões pelas quais são considerados
uma seita
3. O Mormonismo ensina que Cristo e o Diabo são irmãos.
“Que Lúcifer, o filho da alva, é nosso irmão mais velho e o irmão
de Jesus Cristo,” (Doutrina Mórmon por Bruce McConkie, páginas
163-164).
A Bíblia diz que o diabo é um ser criado por Deus. (Ez 28:15). E
tudo foi criado por Cristo e para Cristo (Cl. 1:16).
10 razões pelas quais são considerados
uma seita
4. O Mormonismo ensina que Jesus Cristo era casado e polígamo.
“Cremos que o casamento em Caná da Galiléia foi o de Jesus Cristo,”
(Jornal de Discurso, Vol. 2, página 80). O Mormonismo ensina que
Jesus foi o filho natural de Adão e Maria. “Quando a Virgem Maria
concebeu o Menino Jesus? Ele não foi gerado pelo Espírito Santo. E
quem é o seu pai? Ele é o primeiro na família humana,” (Brigham
Young, Jornal de Discursos, páginas 50-51).
A Bíblia diz que Jesus é Deus (Jo 1:1-2). E que foi concebido pelo
Espírito Santo (Lc. 1:34-35).
10 razões pelas quais são considerados
uma seita
5. O Mormonismo ensina que a verdadeira igreja deixou de existir
até que foi restaurada por Joseph Smith.
“A igreja (SUD) foi restaurada em 6 de abril de 1830 por Joseph
Smith,” (Dot. e Cov. 20:1).
Jesus Cristo foi o perfeito fundador da Igreja (Mt. 16:18). Ninguém
pode por outro fundamento sobre a mesma (I Co 3:11, Ef 2:20).
10 razões pelas quais são considerados
uma seita
6. O Mormonismo ensina outro evangelho (pervertido) e não
aquele da Bíblia.
O evangelho do Mormonismo é: “A fé, o arrependimento, o
batismo, o recebimento do Espírito Santo pela imposição das mãos,
a moralidade, a lealdade, o dízimo, a palavra da sabedoria, o dever,
o casamento celestial (por toda a eternidade),” (Tratado dos SUD
sobre o LIVRE ARBÍTRIO e DECLARAÇÃO de FÉ, artigo n° 4).
I Cr 15:1-4
10 razões pelas quais são considerados
uma seita
7. O Mormonismo ensina a salvação dos mortos através do
batismo por procuração.
Esta doutrina se baseia numa só passagem das Escrituras mal
interpretada: “Doutra maneira, que farão os que se batizam por
causa dos mortos, se absolutamente os mortos não ressuscitam?
Por que se batizam eles então pelos mortos?” I Cor. 15:29.
Paulo não praticava o batismo pelos mortos. Ele se excluiu usando o
pronome “eles” e não “nós” ou “vós”. Ele está fazendo uma
pergunta e não uma declaração. Hb. 9:27
10 razões pelas quais são considerados
uma seita
8. O Mormonismo ensina a investigação genealógica dos mortos.
“Vamos, portanto, na qualidade de igreja e povo, como Santos dos
Últimos Dias, fazer ao Senhor uma oferta de justiça; vamos
apresentar no Seu santo templo, quando terminado, um livro
contendo o registro de nossos mortos, que será digno de toda
aceitação,” (Dot. e Cov, Seç. 128:24).
A Bíblia diz para não nos darmos às genealogias (I Tm 1:4; Tt 3:9).
10 razões pelas quais são considerados
uma seita
9. O Mormonismo ensina que existem profetas modernos e
revelações divinas atualizadas.
O mormonismo reivindica que Joseph Smith recebeu o Sacerdócio
Araônico de João Batista. O Sacerdócio de Melquisedeque e o
Apostolado foram restaurados por Pedro, Tiago e João logo após
em 1829, (Dot. e Cov, Seç. 13).
Cristo é a revelação final de Deus (Hb 1:1-2). Encontramos em (Dt
18:20 e 22) o método bíblico para testar um profeta.
10 razões pelas quais são considerados
uma seita
10. O Mormonismo ensina que a salvação depende de boas obras
e da aceitação de Joseph Smith.
“Nenhum homem que rejeita o testemunho de Joseph Smith pode
entrar no reino de Deus,” (Doutrinas da Salvação, vol. I, página
190). “Os homens tem uma obra a realizar para obter a salvação,”
(Doutrinas da Salvação, vol. III, página 91).
A Bíblia ensina que a salvação é somente através de Jesus Cristo
(At 4.12; Ef 2.8-9).
Conclusão
Os Mórmons não constituem a Igreja do Senhor Jesus Cristo. Em
verdade, são uma falsa doutrina que deve ser evitada e
considerada maldita (Gl 1.9).
“Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina (de Cristo),
não o recebais em casa, nem lhe deis as boas-vindas; porquanto
aquele que lhe dá boas-vindas faz-se cúmplice das suas obras
más” (II João 10.11).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Seitas e heresias
Seitas e heresiasSeitas e heresias
Seitas e heresias
Daladier Lima
 
Tipologia aula 1
Tipologia aula 1Tipologia aula 1
Tipologia aula 1
jaime junior
 
Seminário sobre a história da igreja. parte 1 a origem da igreja
Seminário sobre a história da igreja. parte 1   a origem da igrejaSeminário sobre a história da igreja. parte 1   a origem da igreja
Seminário sobre a história da igreja. parte 1 a origem da igreja
Robson Rocha
 
A NATUREZA DA IGREJA DE JESUS
A NATUREZA DA IGREJA DE JESUSA NATUREZA DA IGREJA DE JESUS
A NATUREZA DA IGREJA DE JESUS
Sandra Dias
 
Panorama da História do Cristianismo
Panorama da História do CristianismoPanorama da História do Cristianismo
Panorama da História do Cristianismo
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Escola Bíblica - Eclesiologia
Escola Bíblica - EclesiologiaEscola Bíblica - Eclesiologia
Escola Bíblica - Eclesiologia
Alex Camargo
 
SEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANO
SEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANOSEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANO
SEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANO
Leonam dos Santos
 
Panorama do NT - Atos
Panorama do NT - AtosPanorama do NT - Atos
Panorama do NT - Atos
Respirando Deus
 
Seitas e heresias
Seitas e heresiasSeitas e heresias
Seitas e heresias
Taciano Cassimiro Cassimiro
 
Bibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da BíbliaBibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da Bíblia
Marcos Aurélio
 
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Coop. Fabio Silva
 
Movimento Pentecostal - Seitas e Heresias
Movimento Pentecostal - Seitas e HeresiasMovimento Pentecostal - Seitas e Heresias
Movimento Pentecostal - Seitas e Heresias
Luan Almeida
 
HERESIOLOGIA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)HERESIOLOGIA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
A Doutrina de Cristo
A Doutrina de CristoA Doutrina de Cristo
A Doutrina de Cristo
André Luiz Marques
 
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
RODRIGO FERREIRA
 
Panorama do NT - Introdução
Panorama do NT - IntroduçãoPanorama do NT - Introdução
Panorama do NT - Introdução
Respirando Deus
 
Cristologia aula04
Cristologia aula04Cristologia aula04
Cristologia aula04
Pastor W. Costa
 
HistóRia Da Igreja Pdf Modulo 1
HistóRia Da Igreja Pdf Modulo 1HistóRia Da Igreja Pdf Modulo 1
HistóRia Da Igreja Pdf Modulo 1
fogotv
 
Adventistas do Sétimo Dia - Seitas e Heresias
Adventistas do Sétimo Dia - Seitas e HeresiasAdventistas do Sétimo Dia - Seitas e Heresias
Adventistas do Sétimo Dia - Seitas e Heresias
Luan Almeida
 
10º Aula de História da Igreja
10º Aula de História da Igreja10º Aula de História da Igreja
10º Aula de História da Igreja
Jefferson Evangelista
 

Mais procurados (20)

Seitas e heresias
Seitas e heresiasSeitas e heresias
Seitas e heresias
 
Tipologia aula 1
Tipologia aula 1Tipologia aula 1
Tipologia aula 1
 
Seminário sobre a história da igreja. parte 1 a origem da igreja
Seminário sobre a história da igreja. parte 1   a origem da igrejaSeminário sobre a história da igreja. parte 1   a origem da igreja
Seminário sobre a história da igreja. parte 1 a origem da igreja
 
A NATUREZA DA IGREJA DE JESUS
A NATUREZA DA IGREJA DE JESUSA NATUREZA DA IGREJA DE JESUS
A NATUREZA DA IGREJA DE JESUS
 
Panorama da História do Cristianismo
Panorama da História do CristianismoPanorama da História do Cristianismo
Panorama da História do Cristianismo
 
Escola Bíblica - Eclesiologia
Escola Bíblica - EclesiologiaEscola Bíblica - Eclesiologia
Escola Bíblica - Eclesiologia
 
SEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANO
SEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANOSEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANO
SEITAS E HERESIAS - CATOLICISMO ROMANO
 
Panorama do NT - Atos
Panorama do NT - AtosPanorama do NT - Atos
Panorama do NT - Atos
 
Seitas e heresias
Seitas e heresiasSeitas e heresias
Seitas e heresias
 
Bibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da BíbliaBibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da Bíblia
 
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
 
Movimento Pentecostal - Seitas e Heresias
Movimento Pentecostal - Seitas e HeresiasMovimento Pentecostal - Seitas e Heresias
Movimento Pentecostal - Seitas e Heresias
 
HERESIOLOGIA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)HERESIOLOGIA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
 
A Doutrina de Cristo
A Doutrina de CristoA Doutrina de Cristo
A Doutrina de Cristo
 
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
Epístolas Gerais - I e II Pedro, I II e III João, Judas.
 
Panorama do NT - Introdução
Panorama do NT - IntroduçãoPanorama do NT - Introdução
Panorama do NT - Introdução
 
Cristologia aula04
Cristologia aula04Cristologia aula04
Cristologia aula04
 
HistóRia Da Igreja Pdf Modulo 1
HistóRia Da Igreja Pdf Modulo 1HistóRia Da Igreja Pdf Modulo 1
HistóRia Da Igreja Pdf Modulo 1
 
Adventistas do Sétimo Dia - Seitas e Heresias
Adventistas do Sétimo Dia - Seitas e HeresiasAdventistas do Sétimo Dia - Seitas e Heresias
Adventistas do Sétimo Dia - Seitas e Heresias
 
10º Aula de História da Igreja
10º Aula de História da Igreja10º Aula de História da Igreja
10º Aula de História da Igreja
 

Semelhante a Mormonismo (IJCSUD) - Seitas e Heresias

Lio5omormonismo 140202064913-phpapp02
Lio5omormonismo 140202064913-phpapp02Lio5omormonismo 140202064913-phpapp02
Lio5omormonismo 140202064913-phpapp02
Jean Batists
 
STNB-SMR-M2A
STNB-SMR-M2ASTNB-SMR-M2A
STNB-SMR-M2A
Milton JB Sobreiro
 
IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 3.pptx
IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 3.pptxIBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 3.pptx
IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 3.pptx
Rubens Sohn
 
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 8
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 8Religiões, Seitas e Heresias - Aula 8
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 8
PIBJA
 
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
Natalino das Neves Neves
 
O Credo Apostólico
O Credo ApostólicoO Credo Apostólico
O Credo Apostólico
Ary Queiroz Jr
 
Desmascarando seitas e heresias parte 2
Desmascarando seitas e heresias   parte 2Desmascarando seitas e heresias   parte 2
Desmascarando seitas e heresias parte 2
ThayaneCristineManho
 
Cristianismo
CristianismoCristianismo
Cristianismo
iraciva
 
Atos dos apostolos
Atos dos apostolosAtos dos apostolos
Atos dos apostolos
Marcos Masini
 
Vários motivos para não sermos católicos romanos
Vários motivos para não sermos católicos romanosVários motivos para não sermos católicos romanos
Vários motivos para não sermos católicos romanos
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Contemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na IgrejaContemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na Igreja
Jessé Lopes
 
Cultura religiosa - Crisma
Cultura religiosa - CrismaCultura religiosa - Crisma
Cultura religiosa - Crisma
Marcelly Alves
 
A identidade de um cristão reformado.pdf
A identidade de um cristão reformado.pdfA identidade de um cristão reformado.pdf
A identidade de um cristão reformado.pdf
FabricioFerreira95
 
Eclesiologia Ana Cristina Leão
Eclesiologia Ana Cristina LeãoEclesiologia Ana Cristina Leão
Eclesiologia Ana Cristina Leão
Eraldo Luciano
 
Eclesiologia ana
Eclesiologia anaEclesiologia ana
Eclesiologia ana
Eraldo Luciano
 
44 1, 2 e 3 joão
44  1, 2 e 3 joão44  1, 2 e 3 joão
44 1, 2 e 3 joão
PIB Penha
 
Por que o Cristianismo e a única religião verdadeira
Por que o Cristianismo e a única religião verdadeiraPor que o Cristianismo e a única religião verdadeira
Por que o Cristianismo e a única religião verdadeira
Luan Almeida
 
Conhecendo as religiões
Conhecendo as religiõesConhecendo as religiões
Conhecendo as religiões
silviaanalia5473
 
Curso de teologia gratis
Curso de teologia gratisCurso de teologia gratis
Curso de teologia gratis
Rodrigo Cantanhede
 
Cristo cristinianismo
Cristo cristinianismoCristo cristinianismo
Cristo cristinianismo
Márcia da Silveira
 

Semelhante a Mormonismo (IJCSUD) - Seitas e Heresias (20)

Lio5omormonismo 140202064913-phpapp02
Lio5omormonismo 140202064913-phpapp02Lio5omormonismo 140202064913-phpapp02
Lio5omormonismo 140202064913-phpapp02
 
STNB-SMR-M2A
STNB-SMR-M2ASTNB-SMR-M2A
STNB-SMR-M2A
 
IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 3.pptx
IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 3.pptxIBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 3.pptx
IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 3.pptx
 
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 8
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 8Religiões, Seitas e Heresias - Aula 8
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 8
 
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
 
O Credo Apostólico
O Credo ApostólicoO Credo Apostólico
O Credo Apostólico
 
Desmascarando seitas e heresias parte 2
Desmascarando seitas e heresias   parte 2Desmascarando seitas e heresias   parte 2
Desmascarando seitas e heresias parte 2
 
Cristianismo
CristianismoCristianismo
Cristianismo
 
Atos dos apostolos
Atos dos apostolosAtos dos apostolos
Atos dos apostolos
 
Vários motivos para não sermos católicos romanos
Vários motivos para não sermos católicos romanosVários motivos para não sermos católicos romanos
Vários motivos para não sermos católicos romanos
 
Contemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na IgrejaContemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na Igreja
 
Cultura religiosa - Crisma
Cultura religiosa - CrismaCultura religiosa - Crisma
Cultura religiosa - Crisma
 
A identidade de um cristão reformado.pdf
A identidade de um cristão reformado.pdfA identidade de um cristão reformado.pdf
A identidade de um cristão reformado.pdf
 
Eclesiologia Ana Cristina Leão
Eclesiologia Ana Cristina LeãoEclesiologia Ana Cristina Leão
Eclesiologia Ana Cristina Leão
 
Eclesiologia ana
Eclesiologia anaEclesiologia ana
Eclesiologia ana
 
44 1, 2 e 3 joão
44  1, 2 e 3 joão44  1, 2 e 3 joão
44 1, 2 e 3 joão
 
Por que o Cristianismo e a única religião verdadeira
Por que o Cristianismo e a única religião verdadeiraPor que o Cristianismo e a única religião verdadeira
Por que o Cristianismo e a única religião verdadeira
 
Conhecendo as religiões
Conhecendo as religiõesConhecendo as religiões
Conhecendo as religiões
 
Curso de teologia gratis
Curso de teologia gratisCurso de teologia gratis
Curso de teologia gratis
 
Cristo cristinianismo
Cristo cristinianismoCristo cristinianismo
Cristo cristinianismo
 

Mais de Luan Almeida

5 solas da Reforma Protestante
5 solas da Reforma Protestante5 solas da Reforma Protestante
5 solas da Reforma Protestante
Luan Almeida
 
Eleições 2018 - TCG
Eleições 2018 - TCGEleições 2018 - TCG
Eleições 2018 - TCG
Luan Almeida
 
O cristão e a política
O cristão e a políticaO cristão e a política
O cristão e a política
Luan Almeida
 
A importância do culto doméstico
A importância do culto domésticoA importância do culto doméstico
A importância do culto doméstico
Luan Almeida
 
Finanças da Família
Finanças da FamíliaFinanças da Família
Finanças da Família
Luan Almeida
 
Conflitos no Lar
Conflitos no LarConflitos no Lar
Conflitos no Lar
Luan Almeida
 
A Família e a Igreja
A Família e a IgrejaA Família e a Igreja
A Família e a Igreja
Luan Almeida
 
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David MerkhO Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
Luan Almeida
 
Movimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e Heresias
Movimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e HeresiasMovimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e Heresias
Movimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e Heresias
Luan Almeida
 
O cristão e a sexualidade
O cristão e a sexualidadeO cristão e a sexualidade
O cristão e a sexualidade
Luan Almeida
 
Adventistas do Sétimo Dia - Seitas e Heresias
Adventistas do Sétimo Dia - Seitas e HeresiasAdventistas do Sétimo Dia - Seitas e Heresias
Adventistas do Sétimo Dia - Seitas e Heresias
Luan Almeida
 
Cultos Afro - Seitas e Heresias
Cultos Afro - Seitas e HeresiasCultos Afro - Seitas e Heresias
Cultos Afro - Seitas e Heresias
Luan Almeida
 
Liberalismo Teológico - Seitas e Heresias
Liberalismo Teológico - Seitas e HeresiasLiberalismo Teológico - Seitas e Heresias
Liberalismo Teológico - Seitas e Heresias
Luan Almeida
 
O cristão e a Rede (O cristão e a Internet)
O cristão e a Rede (O cristão e a Internet)O cristão e a Rede (O cristão e a Internet)
O cristão e a Rede (O cristão e a Internet)
Luan Almeida
 
Catolicismo Romano - Seitas e Heresias
Catolicismo Romano - Seitas e HeresiasCatolicismo Romano - Seitas e Heresias
Catolicismo Romano - Seitas e Heresias
Luan Almeida
 
Islamismo - Seitas e Heresias
Islamismo - Seitas e HeresiasIslamismo - Seitas e Heresias
Islamismo - Seitas e Heresias
Luan Almeida
 
O cristão e as drogas
O cristão e as drogasO cristão e as drogas
O cristão e as drogas
Luan Almeida
 
O cristão e o namoro
O cristão e o namoroO cristão e o namoro
O cristão e o namoro
Luan Almeida
 
As esferas do amor de Deus
As esferas do amor de DeusAs esferas do amor de Deus
As esferas do amor de Deus
Luan Almeida
 
Santificação
SantificaçãoSantificação
Santificação
Luan Almeida
 

Mais de Luan Almeida (20)

5 solas da Reforma Protestante
5 solas da Reforma Protestante5 solas da Reforma Protestante
5 solas da Reforma Protestante
 
Eleições 2018 - TCG
Eleições 2018 - TCGEleições 2018 - TCG
Eleições 2018 - TCG
 
O cristão e a política
O cristão e a políticaO cristão e a política
O cristão e a política
 
A importância do culto doméstico
A importância do culto domésticoA importância do culto doméstico
A importância do culto doméstico
 
Finanças da Família
Finanças da FamíliaFinanças da Família
Finanças da Família
 
Conflitos no Lar
Conflitos no LarConflitos no Lar
Conflitos no Lar
 
A Família e a Igreja
A Família e a IgrejaA Família e a Igreja
A Família e a Igreja
 
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David MerkhO Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
 
Movimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e Heresias
Movimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e HeresiasMovimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e Heresias
Movimento celular (G12, M12, MIR, MDA, Encontro com Deus) - Seitas e Heresias
 
O cristão e a sexualidade
O cristão e a sexualidadeO cristão e a sexualidade
O cristão e a sexualidade
 
Adventistas do Sétimo Dia - Seitas e Heresias
Adventistas do Sétimo Dia - Seitas e HeresiasAdventistas do Sétimo Dia - Seitas e Heresias
Adventistas do Sétimo Dia - Seitas e Heresias
 
Cultos Afro - Seitas e Heresias
Cultos Afro - Seitas e HeresiasCultos Afro - Seitas e Heresias
Cultos Afro - Seitas e Heresias
 
Liberalismo Teológico - Seitas e Heresias
Liberalismo Teológico - Seitas e HeresiasLiberalismo Teológico - Seitas e Heresias
Liberalismo Teológico - Seitas e Heresias
 
O cristão e a Rede (O cristão e a Internet)
O cristão e a Rede (O cristão e a Internet)O cristão e a Rede (O cristão e a Internet)
O cristão e a Rede (O cristão e a Internet)
 
Catolicismo Romano - Seitas e Heresias
Catolicismo Romano - Seitas e HeresiasCatolicismo Romano - Seitas e Heresias
Catolicismo Romano - Seitas e Heresias
 
Islamismo - Seitas e Heresias
Islamismo - Seitas e HeresiasIslamismo - Seitas e Heresias
Islamismo - Seitas e Heresias
 
O cristão e as drogas
O cristão e as drogasO cristão e as drogas
O cristão e as drogas
 
O cristão e o namoro
O cristão e o namoroO cristão e o namoro
O cristão e o namoro
 
As esferas do amor de Deus
As esferas do amor de DeusAs esferas do amor de Deus
As esferas do amor de Deus
 
Santificação
SantificaçãoSantificação
Santificação
 

Último

CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 

Último (16)

CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 

Mormonismo (IJCSUD) - Seitas e Heresias

  • 1.
  • 2. Mormonismo Os Mórmons fazem parte do chamado “cristianismo de fronteira”. Grupos que usam a Bíblia como referência, mas também se valem de outras fontes de revelação/verdade que, eventualmente, podem contradizer a doutrina cristã. As principais igrejas são a Adventista, a Mórmon e a Testemunhas de Jeová. No Brasil, de acordo com pesquisa do IBGE, em 2010, havia 1.619.717 seguidores das igrejas do Cristianismo de Fronteira
  • 3. Mórmons A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias • Tem mais de 11 milhões de membros; • É representada por mais de 60.000 missionários, em 162 países; • Publicou mais de 100 milhões de exemplares do Livro de Mórmon: Outro Testamento de Jesus Cristo, em 93 idiomas; • Os primeiros missionários americanos chegaram ao Brasil há pouco mais de sessenta anos. O trabalho de proselitismo começou em Santa Catarina numa colônia agrícola alemã situada em Ipoméia.
  • 5. A fé mórmon Deus não é uma trindade. A trindade são três deuses diferentes; Creem na mesma organização que existia na Igreja Primitiva; Creem no dom de línguas, profecia, revelação, visões, cura, interpretação de línguas, etc. Os espíritos tem pré-existência; Há mais de um céu; Batismo de mortos.
  • 6. Joseph Smith Smith Nasceu em 1805, em Vermont, Estados Unidos. Criado com ensinos bíblicos e oração, começou a se preocupar quando viu em sua cidade um grande movimento religioso e muita confusão sobre as verdades espirituais. Aos 17 anos, começou sua busca pela verdadeira Igreja de Cristo, quando teve uma visão que o chamara para restaurar a verdadeira igreja.
  • 7. Joseph Smith Dez anos depois, Joseph era considerado profeta, como Moisés e Isaías, e iniciou a restauração da Igreja, recebendo autoridade das mãos dos apóstolos João Batista, Pedro, Tiago e João. Segundo seus seguidores, foi o homem que mais fez pela salvação dos homens, abaixo apenas de Jesus Cristo. Joseph foi perseguido, preso e assassinado na prisão e hoje é considerado um mártir da religião.
  • 8. O livro de Mórmon O Livro de Mórmon é um dos quatro livros usados como escritura por A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. As demais obras são a Bíblia, Doutrina e Convênios e a Pérola de Grande Valor.
  • 9. O livro de Mórmon A exemplo da Bíblia, o Livro de Mórmon é uma coleção de pequenos livros. O livro ganhou esse nome por conta de um de seus escritores que se chamava, Mórmon, que viveu em aproximadamente 380 DC, considerado pela religião um antigo profeta de Deus. O livro de Mórmon é considerado pelos membros como "Um outro testamento de Jesus Cristo", ou seja, não é uma outra aliança, nem um outro evangelho, mas é mais um testemunho se unindo a Bíblia de que Jesus é o Cristo
  • 10. 10 razões pelas quais são considerados uma seita (PastorDavidZuhars) 1. Não ensinam que a Bíblia é a infalível Palavra de Deus. “Cremos que a Bíblia é a Palavra de Deus até onde for traduzida corretamente: cremos que o livro de Mórmon também é a palavra de Deus,” (Declaração de fé, artigo n° 8). Na qualidade de crentes que somos cremos que as Sagradas Escrituras do Velho e do Novo Testamentos são a Palavra de Deus verbalmente inspirada, a autoridade final para nossa fé e vida, sem erros no original, infalível e inspirada por Deus. II Tim. 3:16-17; II Pedro. 1:20-21; Mat. 5:18.
  • 11. 10 razões pelas quais são considerados uma seita 2. O Mormonismo ensina que Deus é um homem glorificado e que tem um corpo físico. “Deus mesmo já foi como nós somos agora e é um homem glorificado,” (Doutrinas do Profeta Joseph Smith, página 345). “O Pai tem um corpo de carne e osso tão tangível quanto o dos homens?” (Dot. e Cov, Seç. 131:22). A Bíblia diz: “Deus não é homem,” Nm. 23:19. “Deus é Espírito; e importa que os que adoram o adorem em espírito e em verdade,” Jo 4:24. “Um espírito não tem carne nem ossos.” Lc. 24:39.
  • 12. 10 razões pelas quais são considerados uma seita 3. O Mormonismo ensina que Cristo e o Diabo são irmãos. “Que Lúcifer, o filho da alva, é nosso irmão mais velho e o irmão de Jesus Cristo,” (Doutrina Mórmon por Bruce McConkie, páginas 163-164). A Bíblia diz que o diabo é um ser criado por Deus. (Ez 28:15). E tudo foi criado por Cristo e para Cristo (Cl. 1:16).
  • 13. 10 razões pelas quais são considerados uma seita 4. O Mormonismo ensina que Jesus Cristo era casado e polígamo. “Cremos que o casamento em Caná da Galiléia foi o de Jesus Cristo,” (Jornal de Discurso, Vol. 2, página 80). O Mormonismo ensina que Jesus foi o filho natural de Adão e Maria. “Quando a Virgem Maria concebeu o Menino Jesus? Ele não foi gerado pelo Espírito Santo. E quem é o seu pai? Ele é o primeiro na família humana,” (Brigham Young, Jornal de Discursos, páginas 50-51). A Bíblia diz que Jesus é Deus (Jo 1:1-2). E que foi concebido pelo Espírito Santo (Lc. 1:34-35).
  • 14. 10 razões pelas quais são considerados uma seita 5. O Mormonismo ensina que a verdadeira igreja deixou de existir até que foi restaurada por Joseph Smith. “A igreja (SUD) foi restaurada em 6 de abril de 1830 por Joseph Smith,” (Dot. e Cov. 20:1). Jesus Cristo foi o perfeito fundador da Igreja (Mt. 16:18). Ninguém pode por outro fundamento sobre a mesma (I Co 3:11, Ef 2:20).
  • 15. 10 razões pelas quais são considerados uma seita 6. O Mormonismo ensina outro evangelho (pervertido) e não aquele da Bíblia. O evangelho do Mormonismo é: “A fé, o arrependimento, o batismo, o recebimento do Espírito Santo pela imposição das mãos, a moralidade, a lealdade, o dízimo, a palavra da sabedoria, o dever, o casamento celestial (por toda a eternidade),” (Tratado dos SUD sobre o LIVRE ARBÍTRIO e DECLARAÇÃO de FÉ, artigo n° 4). I Cr 15:1-4
  • 16. 10 razões pelas quais são considerados uma seita 7. O Mormonismo ensina a salvação dos mortos através do batismo por procuração. Esta doutrina se baseia numa só passagem das Escrituras mal interpretada: “Doutra maneira, que farão os que se batizam por causa dos mortos, se absolutamente os mortos não ressuscitam? Por que se batizam eles então pelos mortos?” I Cor. 15:29. Paulo não praticava o batismo pelos mortos. Ele se excluiu usando o pronome “eles” e não “nós” ou “vós”. Ele está fazendo uma pergunta e não uma declaração. Hb. 9:27
  • 17. 10 razões pelas quais são considerados uma seita 8. O Mormonismo ensina a investigação genealógica dos mortos. “Vamos, portanto, na qualidade de igreja e povo, como Santos dos Últimos Dias, fazer ao Senhor uma oferta de justiça; vamos apresentar no Seu santo templo, quando terminado, um livro contendo o registro de nossos mortos, que será digno de toda aceitação,” (Dot. e Cov, Seç. 128:24). A Bíblia diz para não nos darmos às genealogias (I Tm 1:4; Tt 3:9).
  • 18. 10 razões pelas quais são considerados uma seita 9. O Mormonismo ensina que existem profetas modernos e revelações divinas atualizadas. O mormonismo reivindica que Joseph Smith recebeu o Sacerdócio Araônico de João Batista. O Sacerdócio de Melquisedeque e o Apostolado foram restaurados por Pedro, Tiago e João logo após em 1829, (Dot. e Cov, Seç. 13). Cristo é a revelação final de Deus (Hb 1:1-2). Encontramos em (Dt 18:20 e 22) o método bíblico para testar um profeta.
  • 19. 10 razões pelas quais são considerados uma seita 10. O Mormonismo ensina que a salvação depende de boas obras e da aceitação de Joseph Smith. “Nenhum homem que rejeita o testemunho de Joseph Smith pode entrar no reino de Deus,” (Doutrinas da Salvação, vol. I, página 190). “Os homens tem uma obra a realizar para obter a salvação,” (Doutrinas da Salvação, vol. III, página 91). A Bíblia ensina que a salvação é somente através de Jesus Cristo (At 4.12; Ef 2.8-9).
  • 20. Conclusão Os Mórmons não constituem a Igreja do Senhor Jesus Cristo. Em verdade, são uma falsa doutrina que deve ser evitada e considerada maldita (Gl 1.9). “Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina (de Cristo), não o recebais em casa, nem lhe deis as boas-vindas; porquanto aquele que lhe dá boas-vindas faz-se cúmplice das suas obras más” (II João 10.11).

Notas do Editor

  1. Anjo Moroni "Joseph Smith, como Adão, Enoque, Noé, Abraão, Moisés e outros, se posicionou como o cabeça da dispensação. O cabeça da dispensação torna-se o meio pelo qual o conhecimento e o poder de Deus são canalizados para os homens e mulheres da terra. Ele se torna o meio pelo qual o evangelho de Jesus Cristo - o plano de salvação e exaltação - é revelado novamente. [...] O cabeça de uma dispensação se posiciona como a proeminente testemunha profética de Cristo!" - The Ensign, junho de 1994, página 20.
  2. Anjo Moroni "Joseph Smith, como Adão, Enoque, Noé, Abraão, Moisés e outros, se posicionou como o cabeça da dispensação. O cabeça da dispensação torna-se o meio pelo qual o conhecimento e o poder de Deus são canalizados para os homens e mulheres da terra. Ele se torna o meio pelo qual o evangelho de Jesus Cristo - o plano de salvação e exaltação - é revelado novamente. [...] O cabeça de uma dispensação se posiciona como a proeminente testemunha profética de Cristo!" - The Ensign, junho de 1994, página 20.