SlideShare uma empresa Scribd logo
O lixo hospitalar é um resíduo descartado por hospitais, clínicas e
necrotérios que oferece alto teor de contaminação para o ser humano e
para o meio ambiente se não for descartado corretamente, segundo as
orientações da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).
Existem vários tipos de resíduos hospitalares que devem ser
descartados de acordo com o seu estado físico, seja sólido, semi-sólido
ou líquido.
Temos como exemplos as bolsas de sangue, agulhas, seringas, restos
de medicamentos, curativos, material radioativo, e até mesmo membros
amputados.
O lixo hospitalar seja descartado junto com o lixo comum, existe a
possibilidade dos catadores de lixo e outras pessoas que fazem o seu
transporte se contaminem com doenças como a AIDS e a hepatite
transmitidas através do sangue contido nas seringas.
O que muita gente não sabe é que alguns materiais utilizados na área
de saúde também podem ser reciclados, como papéis, caixas de luva,
isopor, papelão, embalagem de remédios, entre outros, assim
contribuindo mais uma vez com o meio ambiente.
Todo o recolhimento de lixo hospitalar deve, obrigatoriamente, obedecer à norma 307,
de 24 de dezembro de 2004, da ANVISA(Agência Nacional de Vigilância Sanitária).
Todo o material proveniente destacado como lixo hospitalar deve ser classificado e
colocado em embalagens diferentes e específicas e sua destinação deve respeitar as
especificações da norma.
Os riscos de contaminação por lixo hospitalar
aumentam pelo descarte incorreto.
Tecidos,
órgãos, fetos,
sangue.
Hospital é autuado por descarte de lixo
hospitalar misturado a lixo ..
Lixo Hospitalar afeta sua saúde sem você saber.
Lixo Hospitalar
Lixo Hospitalar
Lixo Hospitalar
Lixo Hospitalar
Lixo Hospitalar
Lixo Hospitalar
Lixo Hospitalar
Lixo Hospitalar
Lixo Hospitalar
Lixo Hospitalar
Lixo Hospitalar
Lixo Hospitalar

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Biossegurança
BiossegurançaBiossegurança
Biossegurança
Janaína Lassala
 
Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador Hospitalar
Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador HospitalarGerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador Hospitalar
Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador Hospitalar
Fernanda Cabral
 
Gerenciamento de resíduos
Gerenciamento de resíduosGerenciamento de resíduos
Gerenciamento de resíduos
Julia Martins Ulhoa
 
Biossegurança pdf
Biossegurança pdfBiossegurança pdf
Biossegurança pdf
Bianca Mota Machado Araújo
 
Vigilância Sanitária
Vigilância SanitáriaVigilância Sanitária
Vigilância Sanitária
Ghiordanno Bruno
 
8 infecção hospitalar e ccih
8   infecção hospitalar e ccih8   infecção hospitalar e ccih
8 infecção hospitalar e ccih
Larissa Paulo
 
Aula Introdutória de Saúde Coletiva
Aula Introdutória de Saúde ColetivaAula Introdutória de Saúde Coletiva
Aula Introdutória de Saúde Coletiva
Karynne Alves do Nascimento
 
Biossegurança
BiossegurançaBiossegurança
Biossegurança
Patrícia Tuneli
 
Infecção hospitalar
Infecção hospitalarInfecção hospitalar
Infecção hospitalar
Rafaela Carvalho
 
Biosegurança nas ações de enfermagem
Biosegurança nas ações de enfermagemBiosegurança nas ações de enfermagem
Biosegurança nas ações de enfermagem
Gabriela Montargil
 
Aula higienização das mãos
Aula higienização das mãosAula higienização das mãos
Aula higienização das mãos
Proqualis
 
Biossegurança
BiossegurançaBiossegurança
Biossegurança
Sheilla Sandes
 
Limpeza e desinfecção hospitalar
Limpeza e desinfecção hospitalarLimpeza e desinfecção hospitalar
Limpeza e desinfecção hospitalar
PrLinaldo Junior
 
Gereciamento de residuos na area de saude grupo ii
Gereciamento de residuos na area de saude grupo iiGereciamento de residuos na area de saude grupo ii
Gereciamento de residuos na area de saude grupo ii
Tatiane Silva
 
Gerenciamento de resíduos biológicos
Gerenciamento de resíduos biológicosGerenciamento de resíduos biológicos
Gerenciamento de resíduos biológicos
Ricardo Alanís
 
Aula biossegurança
Aula biossegurançaAula biossegurança
Aula biossegurança
Renatbar
 
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópiaAula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
Karla Toledo
 
Poluição Ambiental - Tema Lixo Hospitalar
Poluição  Ambiental - Tema Lixo HospitalarPoluição  Ambiental - Tema Lixo Hospitalar
Poluição Ambiental - Tema Lixo Hospitalar
Lukas Lima
 
Central de Material e esterelização
 Central de Material e esterelização Central de Material e esterelização
Central de Material e esterelização
Gilson Betta Sevilha
 
Resíduo hospitalar
Resíduo hospitalarResíduo hospitalar
Resíduo hospitalar
japa1994
 

Mais procurados (20)

Biossegurança
BiossegurançaBiossegurança
Biossegurança
 
Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador Hospitalar
Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador HospitalarGerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador Hospitalar
Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e Incinerador Hospitalar
 
Gerenciamento de resíduos
Gerenciamento de resíduosGerenciamento de resíduos
Gerenciamento de resíduos
 
Biossegurança pdf
Biossegurança pdfBiossegurança pdf
Biossegurança pdf
 
Vigilância Sanitária
Vigilância SanitáriaVigilância Sanitária
Vigilância Sanitária
 
8 infecção hospitalar e ccih
8   infecção hospitalar e ccih8   infecção hospitalar e ccih
8 infecção hospitalar e ccih
 
Aula Introdutória de Saúde Coletiva
Aula Introdutória de Saúde ColetivaAula Introdutória de Saúde Coletiva
Aula Introdutória de Saúde Coletiva
 
Biossegurança
BiossegurançaBiossegurança
Biossegurança
 
Infecção hospitalar
Infecção hospitalarInfecção hospitalar
Infecção hospitalar
 
Biosegurança nas ações de enfermagem
Biosegurança nas ações de enfermagemBiosegurança nas ações de enfermagem
Biosegurança nas ações de enfermagem
 
Aula higienização das mãos
Aula higienização das mãosAula higienização das mãos
Aula higienização das mãos
 
Biossegurança
BiossegurançaBiossegurança
Biossegurança
 
Limpeza e desinfecção hospitalar
Limpeza e desinfecção hospitalarLimpeza e desinfecção hospitalar
Limpeza e desinfecção hospitalar
 
Gereciamento de residuos na area de saude grupo ii
Gereciamento de residuos na area de saude grupo iiGereciamento de residuos na area de saude grupo ii
Gereciamento de residuos na area de saude grupo ii
 
Gerenciamento de resíduos biológicos
Gerenciamento de resíduos biológicosGerenciamento de resíduos biológicos
Gerenciamento de resíduos biológicos
 
Aula biossegurança
Aula biossegurançaAula biossegurança
Aula biossegurança
 
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópiaAula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
 
Poluição Ambiental - Tema Lixo Hospitalar
Poluição  Ambiental - Tema Lixo HospitalarPoluição  Ambiental - Tema Lixo Hospitalar
Poluição Ambiental - Tema Lixo Hospitalar
 
Central de Material e esterelização
 Central de Material e esterelização Central de Material e esterelização
Central de Material e esterelização
 
Resíduo hospitalar
Resíduo hospitalarResíduo hospitalar
Resíduo hospitalar
 

Semelhante a Lixo Hospitalar

LATEC -UFF. PALESTRA - GESTÃO DE RESÍDUOS HOSPITALARES
LATEC -UFF. PALESTRA - GESTÃO DE RESÍDUOS HOSPITALARESLATEC -UFF. PALESTRA - GESTÃO DE RESÍDUOS HOSPITALARES
LATEC -UFF. PALESTRA - GESTÃO DE RESÍDUOS HOSPITALARES
LATEC - UFF
 
Gestão de resíduos hospitalares
Gestão de resíduos hospitalaresGestão de resíduos hospitalares
Gestão de resíduos hospitalares
ミゲル ソレッス
 
10 lixo hospitalar[1]
10 lixo hospitalar[1]10 lixo hospitalar[1]
10 lixo hospitalar[1]
Renatbar
 
Biossegurança gerenciamento de residuos 1.pdf
Biossegurança gerenciamento de residuos 1.pdfBiossegurança gerenciamento de residuos 1.pdf
Biossegurança gerenciamento de residuos 1.pdf
potgasAce
 
Importância ambiental do gerenciamento dos resíduos hospitalares
Importância ambiental do gerenciamento dos resíduos hospitalaresImportância ambiental do gerenciamento dos resíduos hospitalares
Importância ambiental do gerenciamento dos resíduos hospitalares
Conceicao Santos
 
Resíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptx
Resíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptxResíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptx
Resíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptx
RaquelOlimpio1
 
Resíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptx
Resíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptxResíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptx
Resíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptx
RaquelOlimpio1
 
Saiba mais sobre o seu LIXO.
Saiba mais sobre o seu LIXO.Saiba mais sobre o seu LIXO.
Saiba mais sobre o seu LIXO.
Italo Malta
 
Manual
ManualManual
Resíduos hospitalares enquadramento
Resíduos hospitalares   enquadramentoResíduos hospitalares   enquadramento
Resíduos hospitalares enquadramento
Arménio Rocha
 
PROJETO LIXO NO LIXO.ppt
PROJETO LIXO NO LIXO.pptPROJETO LIXO NO LIXO.ppt
PROJETO LIXO NO LIXO.ppt
DjalmadePaivaNeto1
 
Gerenciamento dos resíduos de serviço de saúde em pinheiro
Gerenciamento dos resíduos de serviço de saúde em pinheiroGerenciamento dos resíduos de serviço de saúde em pinheiro
Gerenciamento dos resíduos de serviço de saúde em pinheiro
brenda diniz ferreira
 
Reciclaje hospitalaria
Reciclaje hospitalariaReciclaje hospitalaria
Reciclaje hospitalaria
jhonnatan victor
 
Engenharia Ambiental - Resíduos
Engenharia Ambiental -  ResíduosEngenharia Ambiental -  Resíduos
Engenharia Ambiental - Resíduos
Viviane Bernardes dos Santos Miranda
 
Descarte de medicamentos
Descarte de medicamentosDescarte de medicamentos
Descarte de medicamentos
Taís Santos
 
Trab de biologia e saude
Trab de biologia e saudeTrab de biologia e saude
Trab de biologia e saude
Maria Menezes
 
Biossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptx
Biossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptxBiossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptx
Biossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptx
ssuser51d27c1
 
Apresentação pra onde vai o seu lixo
Apresentação   pra onde vai o seu lixoApresentação   pra onde vai o seu lixo
Apresentação pra onde vai o seu lixo
RICARDO PEGÊ TST
 
136 576-1-pb
136 576-1-pb136 576-1-pb
136 576-1-pb
Júlia Silva
 
Lixo
LixoLixo

Semelhante a Lixo Hospitalar (20)

LATEC -UFF. PALESTRA - GESTÃO DE RESÍDUOS HOSPITALARES
LATEC -UFF. PALESTRA - GESTÃO DE RESÍDUOS HOSPITALARESLATEC -UFF. PALESTRA - GESTÃO DE RESÍDUOS HOSPITALARES
LATEC -UFF. PALESTRA - GESTÃO DE RESÍDUOS HOSPITALARES
 
Gestão de resíduos hospitalares
Gestão de resíduos hospitalaresGestão de resíduos hospitalares
Gestão de resíduos hospitalares
 
10 lixo hospitalar[1]
10 lixo hospitalar[1]10 lixo hospitalar[1]
10 lixo hospitalar[1]
 
Biossegurança gerenciamento de residuos 1.pdf
Biossegurança gerenciamento de residuos 1.pdfBiossegurança gerenciamento de residuos 1.pdf
Biossegurança gerenciamento de residuos 1.pdf
 
Importância ambiental do gerenciamento dos resíduos hospitalares
Importância ambiental do gerenciamento dos resíduos hospitalaresImportância ambiental do gerenciamento dos resíduos hospitalares
Importância ambiental do gerenciamento dos resíduos hospitalares
 
Resíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptx
Resíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptxResíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptx
Resíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptx
 
Resíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptx
Resíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptxResíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptx
Resíduos de serviço de saúde e lixo hospitalar.pptx
 
Saiba mais sobre o seu LIXO.
Saiba mais sobre o seu LIXO.Saiba mais sobre o seu LIXO.
Saiba mais sobre o seu LIXO.
 
Manual
ManualManual
Manual
 
Resíduos hospitalares enquadramento
Resíduos hospitalares   enquadramentoResíduos hospitalares   enquadramento
Resíduos hospitalares enquadramento
 
PROJETO LIXO NO LIXO.ppt
PROJETO LIXO NO LIXO.pptPROJETO LIXO NO LIXO.ppt
PROJETO LIXO NO LIXO.ppt
 
Gerenciamento dos resíduos de serviço de saúde em pinheiro
Gerenciamento dos resíduos de serviço de saúde em pinheiroGerenciamento dos resíduos de serviço de saúde em pinheiro
Gerenciamento dos resíduos de serviço de saúde em pinheiro
 
Reciclaje hospitalaria
Reciclaje hospitalariaReciclaje hospitalaria
Reciclaje hospitalaria
 
Engenharia Ambiental - Resíduos
Engenharia Ambiental -  ResíduosEngenharia Ambiental -  Resíduos
Engenharia Ambiental - Resíduos
 
Descarte de medicamentos
Descarte de medicamentosDescarte de medicamentos
Descarte de medicamentos
 
Trab de biologia e saude
Trab de biologia e saudeTrab de biologia e saude
Trab de biologia e saude
 
Biossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptx
Biossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptxBiossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptx
Biossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptx
 
Apresentação pra onde vai o seu lixo
Apresentação   pra onde vai o seu lixoApresentação   pra onde vai o seu lixo
Apresentação pra onde vai o seu lixo
 
136 576-1-pb
136 576-1-pb136 576-1-pb
136 576-1-pb
 
Lixo
LixoLixo
Lixo
 

Mais de ANDRÉA FERREIRA

A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Entenda o conceito de reciclagem e os benefícios para o meio ambiente, como r...
Entenda o conceito de reciclagem e os benefícios para o meio ambiente, como r...Entenda o conceito de reciclagem e os benefícios para o meio ambiente, como r...
Entenda o conceito de reciclagem e os benefícios para o meio ambiente, como r...
ANDRÉA FERREIRA
 
O Google Chrome lidera como o navegador mais usado do mundo.
O Google Chrome lidera como o navegador mais usado do mundo.O Google Chrome lidera como o navegador mais usado do mundo.
O Google Chrome lidera como o navegador mais usado do mundo.
ANDRÉA FERREIRA
 
Funções das teclas do teclado: veja para que serve cada atalho no PC
Funções das teclas do teclado: veja para que serve cada atalho no PCFunções das teclas do teclado: veja para que serve cada atalho no PC
Funções das teclas do teclado: veja para que serve cada atalho no PC
ANDRÉA FERREIRA
 
DIA DA ÁRVORE 21 DE SETEMBRO
DIA DA ÁRVORE 21 DE SETEMBRODIA DA ÁRVORE 21 DE SETEMBRO
DIA DA ÁRVORE 21 DE SETEMBRO
ANDRÉA FERREIRA
 
DIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsx
DIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsxDIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsx
DIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsx
ANDRÉA FERREIRA
 
PRÉ - HISTÓRIA.ppsx
PRÉ - HISTÓRIA.ppsxPRÉ - HISTÓRIA.ppsx
PRÉ - HISTÓRIA.ppsx
ANDRÉA FERREIRA
 
AS VOGAIS.pptx
AS VOGAIS.pptxAS VOGAIS.pptx
AS VOGAIS.pptx
ANDRÉA FERREIRA
 
Folclore Brasileiro.pptx
Folclore Brasileiro.pptxFolclore Brasileiro.pptx
Folclore Brasileiro.pptx
ANDRÉA FERREIRA
 
Background de Folclore e Trava Lingua.pptx
Background de Folclore e Trava Lingua.pptxBackground de Folclore e Trava Lingua.pptx
Background de Folclore e Trava Lingua.pptx
ANDRÉA FERREIRA
 
DIA DO ESTUDANTE.pptx
DIA DO ESTUDANTE.pptxDIA DO ESTUDANTE.pptx
DIA DO ESTUDANTE.pptx
ANDRÉA FERREIRA
 
FESTA JUNINA E SUAS CURIOSIDADES.pptx
FESTA JUNINA E SUAS  CURIOSIDADES.pptxFESTA JUNINA E SUAS  CURIOSIDADES.pptx
FESTA JUNINA E SUAS CURIOSIDADES.pptx
ANDRÉA FERREIRA
 
Os santos e simpatias da Festa Junina.pptx
Os santos e simpatias da Festa Junina.pptxOs santos e simpatias da Festa Junina.pptx
Os santos e simpatias da Festa Junina.pptx
ANDRÉA FERREIRA
 
OS DINOSSAUROS PARTE II.pptx
OS DINOSSAUROS PARTE II.pptxOS DINOSSAUROS PARTE II.pptx
OS DINOSSAUROS PARTE II.pptx
ANDRÉA FERREIRA
 
MEIO AMBIENTE.pptx
MEIO AMBIENTE.pptxMEIO AMBIENTE.pptx
MEIO AMBIENTE.pptx
ANDRÉA FERREIRA
 
OS DINOSSAUROS.pptx
OS DINOSSAUROS.pptxOS DINOSSAUROS.pptx
OS DINOSSAUROS.pptx
ANDRÉA FERREIRA
 
A reprodução das plantas
A reprodução das plantasA reprodução das plantas
A reprodução das plantas
ANDRÉA FERREIRA
 
03 DE MAIO DIA DO PAU BRASIL.pptx
03 DE MAIO DIA DO PAU BRASIL.pptx03 DE MAIO DIA DO PAU BRASIL.pptx
03 DE MAIO DIA DO PAU BRASIL.pptx
ANDRÉA FERREIRA
 
Independência do Brasil - 7 de setembro.pptx
Independência do Brasil - 7 de setembro.pptxIndependência do Brasil - 7 de setembro.pptx
Independência do Brasil - 7 de setembro.pptx
ANDRÉA FERREIRA
 
DESCOBRIMENTO DO BRASIL.pptx
DESCOBRIMENTO DO BRASIL.pptxDESCOBRIMENTO DO BRASIL.pptx
DESCOBRIMENTO DO BRASIL.pptx
ANDRÉA FERREIRA
 

Mais de ANDRÉA FERREIRA (20)

A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Entenda o conceito de reciclagem e os benefícios para o meio ambiente, como r...
Entenda o conceito de reciclagem e os benefícios para o meio ambiente, como r...Entenda o conceito de reciclagem e os benefícios para o meio ambiente, como r...
Entenda o conceito de reciclagem e os benefícios para o meio ambiente, como r...
 
O Google Chrome lidera como o navegador mais usado do mundo.
O Google Chrome lidera como o navegador mais usado do mundo.O Google Chrome lidera como o navegador mais usado do mundo.
O Google Chrome lidera como o navegador mais usado do mundo.
 
Funções das teclas do teclado: veja para que serve cada atalho no PC
Funções das teclas do teclado: veja para que serve cada atalho no PCFunções das teclas do teclado: veja para que serve cada atalho no PC
Funções das teclas do teclado: veja para que serve cada atalho no PC
 
DIA DA ÁRVORE 21 DE SETEMBRO
DIA DA ÁRVORE 21 DE SETEMBRODIA DA ÁRVORE 21 DE SETEMBRO
DIA DA ÁRVORE 21 DE SETEMBRO
 
DIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsx
DIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsxDIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsx
DIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsx
 
PRÉ - HISTÓRIA.ppsx
PRÉ - HISTÓRIA.ppsxPRÉ - HISTÓRIA.ppsx
PRÉ - HISTÓRIA.ppsx
 
AS VOGAIS.pptx
AS VOGAIS.pptxAS VOGAIS.pptx
AS VOGAIS.pptx
 
Folclore Brasileiro.pptx
Folclore Brasileiro.pptxFolclore Brasileiro.pptx
Folclore Brasileiro.pptx
 
Background de Folclore e Trava Lingua.pptx
Background de Folclore e Trava Lingua.pptxBackground de Folclore e Trava Lingua.pptx
Background de Folclore e Trava Lingua.pptx
 
DIA DO ESTUDANTE.pptx
DIA DO ESTUDANTE.pptxDIA DO ESTUDANTE.pptx
DIA DO ESTUDANTE.pptx
 
FESTA JUNINA E SUAS CURIOSIDADES.pptx
FESTA JUNINA E SUAS  CURIOSIDADES.pptxFESTA JUNINA E SUAS  CURIOSIDADES.pptx
FESTA JUNINA E SUAS CURIOSIDADES.pptx
 
Os santos e simpatias da Festa Junina.pptx
Os santos e simpatias da Festa Junina.pptxOs santos e simpatias da Festa Junina.pptx
Os santos e simpatias da Festa Junina.pptx
 
OS DINOSSAUROS PARTE II.pptx
OS DINOSSAUROS PARTE II.pptxOS DINOSSAUROS PARTE II.pptx
OS DINOSSAUROS PARTE II.pptx
 
MEIO AMBIENTE.pptx
MEIO AMBIENTE.pptxMEIO AMBIENTE.pptx
MEIO AMBIENTE.pptx
 
OS DINOSSAUROS.pptx
OS DINOSSAUROS.pptxOS DINOSSAUROS.pptx
OS DINOSSAUROS.pptx
 
A reprodução das plantas
A reprodução das plantasA reprodução das plantas
A reprodução das plantas
 
03 DE MAIO DIA DO PAU BRASIL.pptx
03 DE MAIO DIA DO PAU BRASIL.pptx03 DE MAIO DIA DO PAU BRASIL.pptx
03 DE MAIO DIA DO PAU BRASIL.pptx
 
Independência do Brasil - 7 de setembro.pptx
Independência do Brasil - 7 de setembro.pptxIndependência do Brasil - 7 de setembro.pptx
Independência do Brasil - 7 de setembro.pptx
 
DESCOBRIMENTO DO BRASIL.pptx
DESCOBRIMENTO DO BRASIL.pptxDESCOBRIMENTO DO BRASIL.pptx
DESCOBRIMENTO DO BRASIL.pptx
 

Último

Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
davidreyes364666
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 

Último (20)

Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 

Lixo Hospitalar

  • 1.
  • 2. O lixo hospitalar é um resíduo descartado por hospitais, clínicas e necrotérios que oferece alto teor de contaminação para o ser humano e para o meio ambiente se não for descartado corretamente, segundo as orientações da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).
  • 3.
  • 4. Existem vários tipos de resíduos hospitalares que devem ser descartados de acordo com o seu estado físico, seja sólido, semi-sólido ou líquido. Temos como exemplos as bolsas de sangue, agulhas, seringas, restos de medicamentos, curativos, material radioativo, e até mesmo membros amputados.
  • 5.
  • 6. O lixo hospitalar seja descartado junto com o lixo comum, existe a possibilidade dos catadores de lixo e outras pessoas que fazem o seu transporte se contaminem com doenças como a AIDS e a hepatite transmitidas através do sangue contido nas seringas.
  • 7.
  • 8. O que muita gente não sabe é que alguns materiais utilizados na área de saúde também podem ser reciclados, como papéis, caixas de luva, isopor, papelão, embalagem de remédios, entre outros, assim contribuindo mais uma vez com o meio ambiente.
  • 9. Todo o recolhimento de lixo hospitalar deve, obrigatoriamente, obedecer à norma 307, de 24 de dezembro de 2004, da ANVISA(Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Todo o material proveniente destacado como lixo hospitalar deve ser classificado e colocado em embalagens diferentes e específicas e sua destinação deve respeitar as especificações da norma.
  • 10. Os riscos de contaminação por lixo hospitalar aumentam pelo descarte incorreto.
  • 11.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28. Hospital é autuado por descarte de lixo hospitalar misturado a lixo ..
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38. Lixo Hospitalar afeta sua saúde sem você saber.