SlideShare uma empresa Scribd logo
O Sacerdócio de Cristo e o Levítico
Símbolos da Obra
Redentora de
Cristo
O Tabernáculo
2º Trimestre
Ano 2019
Lição 1 – Tabernáculo – Um Lugar da
Habitação de Deus
Lição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo
Lição 3 – Entrando no Tabernáculo: o
Pátio
Lição 4 – O Altar do Holocausto
Lição 5 – A Pia de Bronze: Lugar de
Purificação
Lição 6 – As Cortinas do Tabernáculo
Lição 7 – O Lugar Santo
Lição 8 – O Lugar Santíssimo
Lição 9 – A Arca da Aliança
Lição 10 – O Sistema de Sacrifícios
Lição 11 – O Sacerdócio de Cristo e o
Levítico
Lição 12 – A Nuvem de Glória
Lição 13 – O Sacerdócio Celestial
Objetivo Geral
Mostrar a superioridade do sacerdócio de Cristo
sobre o levítico.
❷ Descrever a vestimenta sacerdotal para o
serviço;
❶ Explicar o processo de escolha dos sacerdotes;
❸ Expor sobre o sacerdócio de Cristo.
1 - Depois, tu farás chegar a ti teu irmão Arão e seus
filhos com ele, do meio dos filhos de Israel, para me
administrarem o ofício sacerdotal, a saber: Arão e seus
filhos Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar.
Êxodo 28.1
Levítico 8.22
22 - Depois, fez chegar o outro carneiro, o carneiro da
consagração; e Arão e seus filhos puseram as mãos
sobre a cabeça do carneiro;
1 Pedro 2.9
9 - Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a
nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as
virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua
maravilhosa luz.
23 - E, na verdade, aqueles foram feitos sacerdotes em grande
número, porque, pela morte, foram impedidos de permanecer;
24 - mas este, porque permanece eternamente, tem um sacerdócio
perpétuo.
25 - Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se
chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles.
26 - Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente,
imaculado, separado dos pecadores e feito mais sublime do que os
céus,
27 - que não necessitasse, como os sumos sacerdotes, de oferecer
cada dia sacrifícios, primeiramente, por seus próprios pecados e,
depois, pelos do povo; porque isso fez ele, uma vez, oferecendo-se a si
mesmo.
28 - Porque a lei constitui sumos sacerdotes a homens fracos, mas a
palavra do juramento, que veio depois da lei, constitui ao Filho,
perfeito para sempre.
Hebreus 7.23-28
(Hebreus 7:26)
“Porque nos convinha tal
sumo sacerdote, santo,
inocente, imaculado,
separado dos pecadores e
feito mais sublime do que
os céus.”
Nosso grande e único
Sacerdote é Jesus Cristo.
Ele intercede eficazmente
em nosso favor diante do
Pai.
O Senhor Jesus é o grande
e único sacerdote de seu
povo.
Na Lição Anterior vimos que :
O sistema de sacrifícios do
Antigo Testamento
apontava para o sacrifício
do Calvário
Nesta Lição vamos ver que :
A classe sacerdotal levítica
apontava para o sacerdócio
perfeito de Cristo Jesus.
Há uma relação especial entre o sacerdócio levítico
e o sacerdócio cristão.
O sacerdócio Levítico
(Antigo Testamento)
foi estabelecido
em Arão
O sacerdócio cristão
(Novo Testamento)
foi estabelecido em Cristo, segundo
a ordem de Melquisedeque.
E, finalmente, mostraremos por que o sacerdócio de
Cristo é superior. Ele é o Sumo Sacerdote perfeito!
1 – Os Sacerdotes precisavam pertencer
à Tribo de Levi
I – A Escolha dos Sacerdotes (Êx 28.1)
“Santuário”“Santo dos Santos”
O Altíssimo ordenou ... que os levitas se
encarregassem dos ofícios do Tabernáculo
(Nm 1.49,50; 3.6).
O sacerdócio de Levi
obteve uma posição
proeminente entre as
demais tribos de
Israel (Nm 1.52,53).
2 – Características Especiais dos Levitas
I – A Escolha dos Sacerdotes (Êx 28.1)
“Santuário”“Santo dos Santos”
Aqui, destacaremos duas características
especiais dos levitas:
❶ O chamamento específico
para o serviço do Tabernáculo;
❷ A unidade, pois todos
falavam a mesma língua,
defendiam o mesmo
comportamento e mantinham
a mesma fé.
Ambas as
características
apontam para
a importância
da unidade da
Igreja.
3 – A Consagração Sacerdotal tinha um só propósito
I – A Escolha dos Sacerdotes (Êx 28.1)
“Santuário”“Santo dos Santos”
Deus escolheu a linhagem sacerdotal levítica,
e não Moisés.
No ministério cristão, por meio do Espírito Santo,
Deus é quem elege líderes para o ministério
(At 13.2).
3 – A Consagração Sacerdotal tinha um só propósito
I – A Escolha dos Sacerdotes (Êx 28.1)
“Santo dos Santos”
Os sacerdotes foram consagrados para
servir no Tabernáculo.
Separados pelo e
para o Senhor, não
podiam executar
outra atividade
que fugisse a esse
propósito
(Nm 1.50; 3.12).
3 – A Consagração Sacerdotal tinha um só propósito
I – A Escolha dos Sacerdotes (Êx 28.1)
“Santuário”“Santo dos Santos”
Logo, o método de Deus para os obreiros do Novo
Testamento não é diferente: os obreiros do Senhor
não se embaraçam “com negócio desta vida”
(2 Tm 2.4).
3 – A Consagração Sacerdotal tinha um só propósito
I – A Escolha dos Sacerdotes (Êx 28.1)
Nosso Senhor declarou que o vocacionado para
“arar a terra” não pode olhar para trás (Lc 9.62).
É preciso olhar para frente e fazer a obra divina
com perseverança e fé (Hb 10.38).
Vamos Interagir
“Santuário”“Santo dos Santos”
1 - O que é chamado?
2 - O que é vocação?
3 - Você é vocacionado
para alguma obra?
Para ser sacerdote era
necessário pertencer
a tribo de Levi, ter um
chamamento, viver
em unidade e servir
no Tabernáculo.
II – Vestimenta Sacerdotal para o Serviço
1 – Simbologia da Vestimenta Sacerdotal.
A vestimenta era um
símbolo da autoridade
sacerdotal... Marcava
o caráter divino do
serviço.
A vestimenta tinha características especiais e
cerimoniais, pois servia de “glória e ornamento”
do ministério (Êx 28.2).
II – Vestimenta Sacerdotal para o Serviço
2 – A Túnica chamada “Éfode” (Êx 28.4).
Era uma espécie de avental
sem manga que cobria a
frente e as costas, unido
por tiras em cada ombro e
por um cinto (Êx 28.6-8).
O éfode descia um pouco
abaixo da cintura, por cima
da túnica de linho até os
pés do sacerdote.
II – Vestimenta Sacerdotal para o Serviço
2 – A Túnica chamada “Éfode” (Êx 28.4).
As tiras tinham engastes de
ouro com pedras de ônix,
em cada uma tinha a
gravação dos nomes dos
filhos de israel.
Dos engastes de ouro
dessas pedras pendia o
peitoral.
II – Vestimenta Sacerdotal para o Serviço
2 – A Túnica chamada “Éfode” (Êx 28.4).
Por levar sobre os ombros os nomes dos filhos de
Israel, o Sumo Sacerdote constituía-se no mediador
do povo diante de Deus.
II – Vestimenta Sacerdotal para o Serviço
3 – O “Urim e Turim”.
Eram pedras colocadas
provavelmente sobre o
peitoral do Sumo
Sacerdote, representando
a vontade de Deus;
Provavelmente eram uma forma de lançar sortes.
numa pedra, a resposta positiva, e na outra, a
resposta negativa (Ed 2.63; Ne 7.65).
II – Vestimenta Sacerdotal para o Serviço
3 – O “Urim e Turim”.
O Sumo Sacerdote só tomava as pedras do Urim e
Tumim em casos muito especiais (1 Sm 28.6).
No Novo
Testamento, é
relatada uma prática
semelhante ao Urim
e o Tumim, na
escolha do sucessor
de Judas Iscariotes
(At 1.26).
A vestimenta
sacerdotal tinha uma
simbologia cerimonial
relevante: a “glória”
e o “ornamento” do
santo ministério.
III – O Sacerdócio de Cristo (Hb 7.23-28)
Antigo Testamento
Sacerdócio Ordem
Melquisedeque
Sacerdócio Levitíco
Ordem Arão
Sacerdócio
De Cristo
Novo Testamento
Sacerdócio Superior
III – O Sacerdócio de Cristo (Hb 7.23-28)
1 – Um novo e perfeito sacerdócio.
O sacerdócio levítico era imperfeito (Hb 7.11).
Nele, os sacrifícios, o
culto, as ofertas e a
liturgia dos serviços
eram apenas sombra
do verdadeiro
sacerdócio a ser
oficiado por Cristo.
III – O Sacerdócio de Cristo (Hb 7.23-28)
1 – Um novo e perfeito sacerdócio.
Jesus Cristo foi capaz de
reconciliar o homem com
Deus, por meio de seu
sangue, abrindo o
caminho para uma
comunhão verdadeira
com o Pai.
O sacerdócio do Filho de Deus veio “segundo a ordem
de Melquisedeque”, e não segundo a ordem de Arão.
III – O Sacerdócio de Cristo (Hb 7.23-28)
2 – Jesus trouxe Salvação Perfeita.
Diferentemente dos sacerdotes araônicos,
que se sucediam no ministério, porquanto
mortais e pecadores,
Jesus, sendo eterno e
santo, salvou-nos
eficazmente através de
um único sacrifício;
Ele é a oferta e o
ofertante (Hb 7.25).
“Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo,
inocente, imaculado, separado dos pecadores e feito
mais sublime do que os céus, que não necessitasse,
como os sumos sacerdotes, de oferecer cada dia
sacrifícios, primeiramente, por seus próprios pecados e,
depois, pelos do povo; porque isso fez ele, uma vez,
oferecendo-se a si mesmo” (Hb 7.26).
O sacerdócio arônico
Oferecia ofertas e sacrifícios
para o povo e para si mesmo.
Jesus ofereceu sua própria
vida como oferta a Deus em
nosso favor (Hb 4.14-16).
III – O Sacerdócio de Cristo (Hb 7.23-28)
3 – Jesus, o mediador de uma melhor aliança.
Na Antiga Aliança, nenhum homem conseguiu
obedecer às ordenanças divinas como o Senhor
requeria de cada um.
Jesus foi perfeito no
cumprimento da Lei e
dos Profetas... Ele é o
sacrifício perfeito;
expiou-nos as culpas,
justificando-nos
perante Deus (Rm 5.1)).
Através de sua graça, vivemos no Espírito e
cumprimos a Lei do Espírito. Amém!
Lei do Pecado
Lei da Morte
Lei do Espírito
Lei da Vida
O sacerdócio de Cristo
é novo e perfeito, pois
trouxe uma salvação
perfeita, fazendo-se
mediador de uma
melhor aliança.
Quem recebe a Cristo como Salvador e Senhor,
“nova criatura é; eis que tudo se fez novo”
(2 Co 5.17).
Andemos em novidade de vida para a glória de
Deus! Ele é o nosso perfeito Sumo Sacerdote.
À qual tribo os sacerdotes precisavam pertencer?
Os sacerdotes precisavam pertencer
à tribo de Levi.
Mencione as duas características
especiais dos levitas.
O chamamento e a unidade.
Para quê servia a vestimenta sacerdotal?
A vestimenta tinha características especiais e
cerimoniais, pois servia de “glória e ornamento”
do ministério (Êx 28.2).
vestes do
sacerdote
vestes do
sumo-sacerdote
Para onde remonta a origem do ofício sacerdotal?
Sacerdócio Ordem
Melquisedeque
Sacerdócio Levitíco
Ordem Arão
Êxodo 29:30Hebreus 7.1
O que Jesus fez de diferente dos sacerdotes
araônicos?
Diferentemente dos
sacerdotes araônicos, que
se sucediam no ministério,
porquanto mortais e
pecadores,
Jesus, sendo eterno e santo,
salvou-nos eficazmente
através de um único
sacrifício; Ele é a oferta e o
ofertante (Hb 7.25).
Lição 12 – A Nuvem de Glória
Deus Abençoe !

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Panorama do NT - 3João
Panorama do NT - 3JoãoPanorama do NT - 3João
Panorama do NT - 3João
Respirando Deus
 
Panorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1JoãoPanorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1João
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Levítico
Panorama do AT - LevíticoPanorama do AT - Levítico
Panorama do AT - Levítico
Respirando Deus
 
Estudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinaiEstudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinai
Elisa Schenk
 
Panorama do NT - Lucas
Panorama do NT - LucasPanorama do NT - Lucas
Panorama do NT - Lucas
Respirando Deus
 
21. o livro de neemias
21. o livro de neemias21. o livro de neemias
21. o livro de neemias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Lição 6 - As Cortinas do Tabernáculo
Lição 6 - As Cortinas do TabernáculoLição 6 - As Cortinas do Tabernáculo
Lição 6 - As Cortinas do Tabernáculo
Éder Tomé
 
Epistolas paulinas
Epistolas paulinasEpistolas paulinas
Epistolas paulinas
Marcos Mendes
 
Profetas menores lição 1
Profetas menores   lição 1 Profetas menores   lição 1
Profetas menores lição 1
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaislLição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Éder Tomé
 
29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoUm lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Moisés Sampaio
 
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Márcio Martins
 
As obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do EspíritoAs obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do Espírito
Joselito Machado
 
Atos
AtosAtos
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Lição 02 - Doutrina dos Anjos
Lição 02 - Doutrina dos AnjosLição 02 - Doutrina dos Anjos
Lição 02 - Doutrina dos Anjos
Coop. Fabio Silva
 
Panorama do NT - Filemom
Panorama do NT - FilemomPanorama do NT - Filemom
Panorama do NT - Filemom
Respirando Deus
 
24. Os poéticos: Salmos
24. Os poéticos: Salmos24. Os poéticos: Salmos
24. Os poéticos: Salmos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
TREINAMENTO PARA EVANGELISMO
TREINAMENTO PARA EVANGELISMOTREINAMENTO PARA EVANGELISMO
TREINAMENTO PARA EVANGELISMO
igrejafecrista
 

Mais procurados (20)

Panorama do NT - 3João
Panorama do NT - 3JoãoPanorama do NT - 3João
Panorama do NT - 3João
 
Panorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1JoãoPanorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1João
 
Panorama do AT - Levítico
Panorama do AT - LevíticoPanorama do AT - Levítico
Panorama do AT - Levítico
 
Estudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinaiEstudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinai
 
Panorama do NT - Lucas
Panorama do NT - LucasPanorama do NT - Lucas
Panorama do NT - Lucas
 
21. o livro de neemias
21. o livro de neemias21. o livro de neemias
21. o livro de neemias
 
Lição 6 - As Cortinas do Tabernáculo
Lição 6 - As Cortinas do TabernáculoLição 6 - As Cortinas do Tabernáculo
Lição 6 - As Cortinas do Tabernáculo
 
Epistolas paulinas
Epistolas paulinasEpistolas paulinas
Epistolas paulinas
 
Profetas menores lição 1
Profetas menores   lição 1 Profetas menores   lição 1
Profetas menores lição 1
 
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaislLição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
 
29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías
 
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoUm lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no deserto
 
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
 
As obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do EspíritoAs obras da carne e do Espírito
As obras da carne e do Espírito
 
Atos
AtosAtos
Atos
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
 
Lição 02 - Doutrina dos Anjos
Lição 02 - Doutrina dos AnjosLição 02 - Doutrina dos Anjos
Lição 02 - Doutrina dos Anjos
 
Panorama do NT - Filemom
Panorama do NT - FilemomPanorama do NT - Filemom
Panorama do NT - Filemom
 
24. Os poéticos: Salmos
24. Os poéticos: Salmos24. Os poéticos: Salmos
24. Os poéticos: Salmos
 
TREINAMENTO PARA EVANGELISMO
TREINAMENTO PARA EVANGELISMOTREINAMENTO PARA EVANGELISMO
TREINAMENTO PARA EVANGELISMO
 

Semelhante a Lição 11 - O Sacerdócio de Cristo e o Levítico

Lição 11: O SACERDÓCIO LEVÍTICO e o de CRISTO
Lição 11: O SACERDÓCIO LEVÍTICO e o de CRISTOLição 11: O SACERDÓCIO LEVÍTICO e o de CRISTO
Lição 11: O SACERDÓCIO LEVÍTICO e o de CRISTO
Hamilton Souza
 
Licao 11 2 t - 2019 - o sacerdocio de cristo e o levitico
Licao 11   2 t - 2019 - o sacerdocio de cristo e o leviticoLicao 11   2 t - 2019 - o sacerdocio de cristo e o levitico
Licao 11 2 t - 2019 - o sacerdocio de cristo e o levitico
Vilma Longuini
 
Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio-Lição 11 1º 2014
Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio-Lição 11 1º 2014Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio-Lição 11 1º 2014
Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio-Lição 11 1º 2014
Pr. Andre Luiz
 
Lição 3 - Os Ministros do Culto Levítico
Lição 3 - Os Ministros do Culto LevíticoLição 3 - Os Ministros do Culto Levítico
Lição 3 - Os Ministros do Culto Levítico
Éder Tomé
 
O sacerdócio Levítico
O sacerdócio LevíticoO sacerdócio Levítico
O sacerdócio Levítico
Alberto Simonton
 
Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014
Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014
Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014
Escola Bíblica Unção Profética
 
A consagração dos sacerdotes by josé roberto alves teologo
A consagração dos sacerdotes by josé roberto alves   teologoA consagração dos sacerdotes by josé roberto alves   teologo
A consagração dos sacerdotes by josé roberto alves teologo
JOSE ROBERTO ALVES DA SILVA
 
Lição 7 - O Lugar Santo
Lição 7 - O Lugar SantoLição 7 - O Lugar Santo
Lição 7 - O Lugar Santo
Hamilton Souza
 
Lição 2 - A Beleza e a Glória do Culto Levítico
Lição 2 - A Beleza e a Glória do Culto LevíticoLição 2 - A Beleza e a Glória do Culto Levítico
Lição 2 - A Beleza e a Glória do Culto Levítico
Éder Tomé
 
Lição 13 - O Sacerdócio Celestial
Lição 13 - O Sacerdócio CelestialLição 13 - O Sacerdócio Celestial
Lição 13 - O Sacerdócio Celestial
Éder Tomé
 
Lição 13 - O Sacerdócio Celestial
Lição 13 - O Sacerdócio CelestialLição 13 - O Sacerdócio Celestial
Lição 13 - O Sacerdócio Celestial
Marina de Morais
 
Lição 13 O SACERDÓCIO CELESTIAL
Lição 13 O SACERDÓCIO CELESTIALLição 13 O SACERDÓCIO CELESTIAL
Lição 13 O SACERDÓCIO CELESTIAL
Hamilton Souza
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Celso Napoleon
 
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócioDeus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Moisés Sampaio
 
Lição 8 - O Lugar Santíssimo
Lição 8 - O Lugar SantíssimoLição 8 - O Lugar Santíssimo
Lição 8 - O Lugar Santíssimo
Hamilton Souza
 
Especialidade santuário
Especialidade santuárioEspecialidade santuário
Especialidade santuário
Servo de Deus e Amigos de Todos
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
joseciceroroberto197
 
Lição 12 – a consagração dos sacerdotes  1º trimestre 2014 recife
Lição 12 – a consagração dos sacerdotes   1º trimestre 2014 recifeLição 12 – a consagração dos sacerdotes   1º trimestre 2014 recife
Lição 12 – a consagração dos sacerdotes  1º trimestre 2014 recife
JOSE ROBERTO ALVES DA SILVA
 
O oficio sacerdotal de cristo
O oficio sacerdotal de cristoO oficio sacerdotal de cristo
O oficio sacerdotal de cristo
dimas campos
 
O oficio sacerdotal de cristo
O oficio sacerdotal de cristoO oficio sacerdotal de cristo
O oficio sacerdotal de cristo
dimas campos
 

Semelhante a Lição 11 - O Sacerdócio de Cristo e o Levítico (20)

Lição 11: O SACERDÓCIO LEVÍTICO e o de CRISTO
Lição 11: O SACERDÓCIO LEVÍTICO e o de CRISTOLição 11: O SACERDÓCIO LEVÍTICO e o de CRISTO
Lição 11: O SACERDÓCIO LEVÍTICO e o de CRISTO
 
Licao 11 2 t - 2019 - o sacerdocio de cristo e o levitico
Licao 11   2 t - 2019 - o sacerdocio de cristo e o leviticoLicao 11   2 t - 2019 - o sacerdocio de cristo e o levitico
Licao 11 2 t - 2019 - o sacerdocio de cristo e o levitico
 
Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio-Lição 11 1º 2014
Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio-Lição 11 1º 2014Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio-Lição 11 1º 2014
Deus escolhe arão e seus filhos para o sacerdócio-Lição 11 1º 2014
 
Lição 3 - Os Ministros do Culto Levítico
Lição 3 - Os Ministros do Culto LevíticoLição 3 - Os Ministros do Culto Levítico
Lição 3 - Os Ministros do Culto Levítico
 
O sacerdócio Levítico
O sacerdócio LevíticoO sacerdócio Levítico
O sacerdócio Levítico
 
Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014
Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014
Lição bíblica nº 11 - 1º trimestre 2014
 
A consagração dos sacerdotes by josé roberto alves teologo
A consagração dos sacerdotes by josé roberto alves   teologoA consagração dos sacerdotes by josé roberto alves   teologo
A consagração dos sacerdotes by josé roberto alves teologo
 
Lição 7 - O Lugar Santo
Lição 7 - O Lugar SantoLição 7 - O Lugar Santo
Lição 7 - O Lugar Santo
 
Lição 2 - A Beleza e a Glória do Culto Levítico
Lição 2 - A Beleza e a Glória do Culto LevíticoLição 2 - A Beleza e a Glória do Culto Levítico
Lição 2 - A Beleza e a Glória do Culto Levítico
 
Lição 13 - O Sacerdócio Celestial
Lição 13 - O Sacerdócio CelestialLição 13 - O Sacerdócio Celestial
Lição 13 - O Sacerdócio Celestial
 
Lição 13 - O Sacerdócio Celestial
Lição 13 - O Sacerdócio CelestialLição 13 - O Sacerdócio Celestial
Lição 13 - O Sacerdócio Celestial
 
Lição 13 O SACERDÓCIO CELESTIAL
Lição 13 O SACERDÓCIO CELESTIALLição 13 O SACERDÓCIO CELESTIAL
Lição 13 O SACERDÓCIO CELESTIAL
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
 
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócioDeus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
 
Lição 8 - O Lugar Santíssimo
Lição 8 - O Lugar SantíssimoLição 8 - O Lugar Santíssimo
Lição 8 - O Lugar Santíssimo
 
Especialidade santuário
Especialidade santuárioEspecialidade santuário
Especialidade santuário
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Lição 12 – a consagração dos sacerdotes  1º trimestre 2014 recife
Lição 12 – a consagração dos sacerdotes   1º trimestre 2014 recifeLição 12 – a consagração dos sacerdotes   1º trimestre 2014 recife
Lição 12 – a consagração dos sacerdotes  1º trimestre 2014 recife
 
O oficio sacerdotal de cristo
O oficio sacerdotal de cristoO oficio sacerdotal de cristo
O oficio sacerdotal de cristo
 
O oficio sacerdotal de cristo
O oficio sacerdotal de cristoO oficio sacerdotal de cristo
O oficio sacerdotal de cristo
 

Mais de Éder Tomé

Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
Éder Tomé
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Éder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Éder Tomé
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Éder Tomé
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Éder Tomé
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Éder Tomé
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragem
Éder Tomé
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Éder Tomé
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do DiscipuladoLição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Éder Tomé
 
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao CristãoLição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Éder Tomé
 
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Éder Tomé
 

Mais de Éder Tomé (20)

Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragem
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do DiscipuladoLição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
 
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao CristãoLição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
 
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
 

Último

Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
MasaCalixto2
 
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 

Último (18)

Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
 
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 

Lição 11 - O Sacerdócio de Cristo e o Levítico

  • 1. O Sacerdócio de Cristo e o Levítico
  • 2. Símbolos da Obra Redentora de Cristo O Tabernáculo 2º Trimestre Ano 2019
  • 3. Lição 1 – Tabernáculo – Um Lugar da Habitação de Deus Lição 2 – Os Artesãos do Tabernáculo Lição 3 – Entrando no Tabernáculo: o Pátio Lição 4 – O Altar do Holocausto Lição 5 – A Pia de Bronze: Lugar de Purificação Lição 6 – As Cortinas do Tabernáculo Lição 7 – O Lugar Santo Lição 8 – O Lugar Santíssimo Lição 9 – A Arca da Aliança Lição 10 – O Sistema de Sacrifícios Lição 11 – O Sacerdócio de Cristo e o Levítico Lição 12 – A Nuvem de Glória Lição 13 – O Sacerdócio Celestial
  • 4. Objetivo Geral Mostrar a superioridade do sacerdócio de Cristo sobre o levítico. ❷ Descrever a vestimenta sacerdotal para o serviço; ❶ Explicar o processo de escolha dos sacerdotes; ❸ Expor sobre o sacerdócio de Cristo.
  • 5. 1 - Depois, tu farás chegar a ti teu irmão Arão e seus filhos com ele, do meio dos filhos de Israel, para me administrarem o ofício sacerdotal, a saber: Arão e seus filhos Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar. Êxodo 28.1 Levítico 8.22 22 - Depois, fez chegar o outro carneiro, o carneiro da consagração; e Arão e seus filhos puseram as mãos sobre a cabeça do carneiro; 1 Pedro 2.9 9 - Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.
  • 6. 23 - E, na verdade, aqueles foram feitos sacerdotes em grande número, porque, pela morte, foram impedidos de permanecer; 24 - mas este, porque permanece eternamente, tem um sacerdócio perpétuo. 25 - Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles. 26 - Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores e feito mais sublime do que os céus, 27 - que não necessitasse, como os sumos sacerdotes, de oferecer cada dia sacrifícios, primeiramente, por seus próprios pecados e, depois, pelos do povo; porque isso fez ele, uma vez, oferecendo-se a si mesmo. 28 - Porque a lei constitui sumos sacerdotes a homens fracos, mas a palavra do juramento, que veio depois da lei, constitui ao Filho, perfeito para sempre. Hebreus 7.23-28
  • 7. (Hebreus 7:26) “Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores e feito mais sublime do que os céus.”
  • 8. Nosso grande e único Sacerdote é Jesus Cristo. Ele intercede eficazmente em nosso favor diante do Pai.
  • 9. O Senhor Jesus é o grande e único sacerdote de seu povo.
  • 10. Na Lição Anterior vimos que : O sistema de sacrifícios do Antigo Testamento apontava para o sacrifício do Calvário Nesta Lição vamos ver que : A classe sacerdotal levítica apontava para o sacerdócio perfeito de Cristo Jesus.
  • 11. Há uma relação especial entre o sacerdócio levítico e o sacerdócio cristão. O sacerdócio Levítico (Antigo Testamento) foi estabelecido em Arão O sacerdócio cristão (Novo Testamento) foi estabelecido em Cristo, segundo a ordem de Melquisedeque.
  • 12. E, finalmente, mostraremos por que o sacerdócio de Cristo é superior. Ele é o Sumo Sacerdote perfeito!
  • 13. 1 – Os Sacerdotes precisavam pertencer à Tribo de Levi I – A Escolha dos Sacerdotes (Êx 28.1) “Santuário”“Santo dos Santos” O Altíssimo ordenou ... que os levitas se encarregassem dos ofícios do Tabernáculo (Nm 1.49,50; 3.6). O sacerdócio de Levi obteve uma posição proeminente entre as demais tribos de Israel (Nm 1.52,53).
  • 14. 2 – Características Especiais dos Levitas I – A Escolha dos Sacerdotes (Êx 28.1) “Santuário”“Santo dos Santos” Aqui, destacaremos duas características especiais dos levitas: ❶ O chamamento específico para o serviço do Tabernáculo; ❷ A unidade, pois todos falavam a mesma língua, defendiam o mesmo comportamento e mantinham a mesma fé. Ambas as características apontam para a importância da unidade da Igreja.
  • 15. 3 – A Consagração Sacerdotal tinha um só propósito I – A Escolha dos Sacerdotes (Êx 28.1) “Santuário”“Santo dos Santos” Deus escolheu a linhagem sacerdotal levítica, e não Moisés. No ministério cristão, por meio do Espírito Santo, Deus é quem elege líderes para o ministério (At 13.2).
  • 16. 3 – A Consagração Sacerdotal tinha um só propósito I – A Escolha dos Sacerdotes (Êx 28.1) “Santo dos Santos” Os sacerdotes foram consagrados para servir no Tabernáculo. Separados pelo e para o Senhor, não podiam executar outra atividade que fugisse a esse propósito (Nm 1.50; 3.12).
  • 17. 3 – A Consagração Sacerdotal tinha um só propósito I – A Escolha dos Sacerdotes (Êx 28.1) “Santuário”“Santo dos Santos” Logo, o método de Deus para os obreiros do Novo Testamento não é diferente: os obreiros do Senhor não se embaraçam “com negócio desta vida” (2 Tm 2.4).
  • 18. 3 – A Consagração Sacerdotal tinha um só propósito I – A Escolha dos Sacerdotes (Êx 28.1) Nosso Senhor declarou que o vocacionado para “arar a terra” não pode olhar para trás (Lc 9.62). É preciso olhar para frente e fazer a obra divina com perseverança e fé (Hb 10.38).
  • 19. Vamos Interagir “Santuário”“Santo dos Santos” 1 - O que é chamado? 2 - O que é vocação? 3 - Você é vocacionado para alguma obra?
  • 20. Para ser sacerdote era necessário pertencer a tribo de Levi, ter um chamamento, viver em unidade e servir no Tabernáculo.
  • 21. II – Vestimenta Sacerdotal para o Serviço 1 – Simbologia da Vestimenta Sacerdotal. A vestimenta era um símbolo da autoridade sacerdotal... Marcava o caráter divino do serviço. A vestimenta tinha características especiais e cerimoniais, pois servia de “glória e ornamento” do ministério (Êx 28.2).
  • 22. II – Vestimenta Sacerdotal para o Serviço 2 – A Túnica chamada “Éfode” (Êx 28.4). Era uma espécie de avental sem manga que cobria a frente e as costas, unido por tiras em cada ombro e por um cinto (Êx 28.6-8). O éfode descia um pouco abaixo da cintura, por cima da túnica de linho até os pés do sacerdote.
  • 23. II – Vestimenta Sacerdotal para o Serviço 2 – A Túnica chamada “Éfode” (Êx 28.4). As tiras tinham engastes de ouro com pedras de ônix, em cada uma tinha a gravação dos nomes dos filhos de israel. Dos engastes de ouro dessas pedras pendia o peitoral.
  • 24. II – Vestimenta Sacerdotal para o Serviço 2 – A Túnica chamada “Éfode” (Êx 28.4). Por levar sobre os ombros os nomes dos filhos de Israel, o Sumo Sacerdote constituía-se no mediador do povo diante de Deus.
  • 25. II – Vestimenta Sacerdotal para o Serviço 3 – O “Urim e Turim”. Eram pedras colocadas provavelmente sobre o peitoral do Sumo Sacerdote, representando a vontade de Deus; Provavelmente eram uma forma de lançar sortes. numa pedra, a resposta positiva, e na outra, a resposta negativa (Ed 2.63; Ne 7.65).
  • 26. II – Vestimenta Sacerdotal para o Serviço 3 – O “Urim e Turim”. O Sumo Sacerdote só tomava as pedras do Urim e Tumim em casos muito especiais (1 Sm 28.6). No Novo Testamento, é relatada uma prática semelhante ao Urim e o Tumim, na escolha do sucessor de Judas Iscariotes (At 1.26).
  • 27. A vestimenta sacerdotal tinha uma simbologia cerimonial relevante: a “glória” e o “ornamento” do santo ministério.
  • 28. III – O Sacerdócio de Cristo (Hb 7.23-28) Antigo Testamento Sacerdócio Ordem Melquisedeque Sacerdócio Levitíco Ordem Arão Sacerdócio De Cristo Novo Testamento Sacerdócio Superior
  • 29. III – O Sacerdócio de Cristo (Hb 7.23-28) 1 – Um novo e perfeito sacerdócio. O sacerdócio levítico era imperfeito (Hb 7.11). Nele, os sacrifícios, o culto, as ofertas e a liturgia dos serviços eram apenas sombra do verdadeiro sacerdócio a ser oficiado por Cristo.
  • 30. III – O Sacerdócio de Cristo (Hb 7.23-28) 1 – Um novo e perfeito sacerdócio. Jesus Cristo foi capaz de reconciliar o homem com Deus, por meio de seu sangue, abrindo o caminho para uma comunhão verdadeira com o Pai. O sacerdócio do Filho de Deus veio “segundo a ordem de Melquisedeque”, e não segundo a ordem de Arão.
  • 31. III – O Sacerdócio de Cristo (Hb 7.23-28) 2 – Jesus trouxe Salvação Perfeita. Diferentemente dos sacerdotes araônicos, que se sucediam no ministério, porquanto mortais e pecadores, Jesus, sendo eterno e santo, salvou-nos eficazmente através de um único sacrifício; Ele é a oferta e o ofertante (Hb 7.25).
  • 32. “Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores e feito mais sublime do que os céus, que não necessitasse, como os sumos sacerdotes, de oferecer cada dia sacrifícios, primeiramente, por seus próprios pecados e, depois, pelos do povo; porque isso fez ele, uma vez, oferecendo-se a si mesmo” (Hb 7.26). O sacerdócio arônico Oferecia ofertas e sacrifícios para o povo e para si mesmo. Jesus ofereceu sua própria vida como oferta a Deus em nosso favor (Hb 4.14-16).
  • 33. III – O Sacerdócio de Cristo (Hb 7.23-28) 3 – Jesus, o mediador de uma melhor aliança. Na Antiga Aliança, nenhum homem conseguiu obedecer às ordenanças divinas como o Senhor requeria de cada um. Jesus foi perfeito no cumprimento da Lei e dos Profetas... Ele é o sacrifício perfeito; expiou-nos as culpas, justificando-nos perante Deus (Rm 5.1)).
  • 34. Através de sua graça, vivemos no Espírito e cumprimos a Lei do Espírito. Amém! Lei do Pecado Lei da Morte Lei do Espírito Lei da Vida
  • 35. O sacerdócio de Cristo é novo e perfeito, pois trouxe uma salvação perfeita, fazendo-se mediador de uma melhor aliança.
  • 36. Quem recebe a Cristo como Salvador e Senhor, “nova criatura é; eis que tudo se fez novo” (2 Co 5.17). Andemos em novidade de vida para a glória de Deus! Ele é o nosso perfeito Sumo Sacerdote.
  • 37. À qual tribo os sacerdotes precisavam pertencer? Os sacerdotes precisavam pertencer à tribo de Levi.
  • 38. Mencione as duas características especiais dos levitas. O chamamento e a unidade.
  • 39. Para quê servia a vestimenta sacerdotal? A vestimenta tinha características especiais e cerimoniais, pois servia de “glória e ornamento” do ministério (Êx 28.2). vestes do sacerdote vestes do sumo-sacerdote
  • 40. Para onde remonta a origem do ofício sacerdotal? Sacerdócio Ordem Melquisedeque Sacerdócio Levitíco Ordem Arão Êxodo 29:30Hebreus 7.1
  • 41. O que Jesus fez de diferente dos sacerdotes araônicos? Diferentemente dos sacerdotes araônicos, que se sucediam no ministério, porquanto mortais e pecadores, Jesus, sendo eterno e santo, salvou-nos eficazmente através de um único sacrifício; Ele é a oferta e o ofertante (Hb 7.25).
  • 42. Lição 12 – A Nuvem de Glória
  • 43.