SlideShare uma empresa Scribd logo
ALFABETO	 Como era 	 NOVA REGRA:	 Como será
O alfabeto era formado por 23 letras, mais as
letras chamadas de‘especiais’k, w, y. O alfabeto é formado por 26 letras.
As letras k, w, y fazem parte do alfabeto.
São usadas em siglas, símbolos,
nomes próprios estrangeiros e
seus derivados. Exemplos:
km, watt, Byron, byroniano.
enjôo (subst. e forma verbal),
vôo (subst. e forma verbal),
corôo, perdôo, côo,
môo, abençôo, povôo
Não se acentua o hiato -oo.
enjoo (subst. e forma verbal),
voo (subst. e forma verbal),
coroo, perdoo, coo,
moo, abençoo, povoo
crêem, dêem, lêem, vêem
descrêem, relêem, revêem
Não se acentua o hiato -ee dos verbos crer, dar,
ler, ver e seus derivados ( 3a
p. pl.).
creem, deem, leem, veem,
descreem, releem, reveem
pára (verbo),
péla (subst. e verbo),
pêlo (subst.),
pêra (subst.), péra (subst.),
pólo (subst.)
Não se acentuam as palavras paroxítonas
que são homógrafas.
para (verbo),
pela (subst. e verbo),
pelo (subst.),
pera (subst.), pera (subst.),
polo (subst.)
•	Oacentodiferencialpermanecenoshomógrafos:pode(3a
pessoadosing.dopresentedoindicativodoverbopoder)epôde(3a
pessoadopretéritoperfeitodoindicativo).
•	O acento diferencial permanece em pôr (verbo) em oposição a por  (preposição).
argúi, apazigúe, averigúe,
enxagúe, obliqúe
Não se acentua o -u tônico
nas formas verbais rizotônicas (acento na raiz),
quando precedido de -g ou -q e seguido de -e
ou -i (grupos que/qui e gue/gui).
argui, apazigue, averigue,
enxague, oblique
baiúca, boiúna
cheiínho, saiínha
feiúra, feiúme
Não se acentuam o -i e -u tônicos
das palavras paroxítonas quando
precedidas de ditongo.
baiuca, boiuna,
cheiinho, saiinha,
feiura, feiume
TREMA	 Como era 	 NOVA REGRA:	 Como será
agüentar, conseqüência,
cinqüenta, qüinqüênio,
freqüência, freqüente,
eloqüência, eloqüente,
argüição, delinqüir,
pingüim, tranqüilo, lingüiça
O trema é eliminado em palavras portuguesas e
aportuguesadas.
aguentar, consequência,
cinquenta, quinquênio,
frequência, frequente,
eloquência, eloquente,
arguição, delinquir,
pinguim, tranquilo, linguiça
	O trema permanece em nomes próprios estrangeiros e seus derivados: Müller, mülleriano, hübneriano.
Acordo Ortográf ico 1990–2009
ACENTUAÇÃO	 Como era 	 NOVA REGRA:	 Como será
assembléia, platéia,
idéia, colméia,
boléia, panacéia,
Coréia, hebréia, bóia,
paranóia, jibóia, apóio (forma verbal),
heróico, paranóico
Não se acentuam os
ditongos abertos -ei e -oi
nas palavras paroxítonas.
assembleia, plateia,
ideia, colmeia,
boleia, panaceia,
Coreia, hebreia, boia, paranoia,
jiboia, apoio (forma verbal),
heroico, paranoico
•	O acento nos ditongos -éi e -ói permanece nas palavras oxítonas e monossílabos tônicos de som aberto: herói, constrói, dói, anéis, papéis, anzóis.
•	O acento no ditongo aberto –éu permanece: chapéu, véu, céu, ilhéu.
Conte sempre com nossa estrutura de atendimento:
Salas de Professores Nas principais cidades brasileiras
nossos sites: www.editorasaraiva.com.br ou www.atualeditora.com.br
E-mail: atendprof@editorasaraiva.com.br ou atendprof@atualeditora.com.br
0800-0117875 BRASIL
USO DO HÍFEN	 Como era 	 NOVA REGRA:	 Como será
ante-sala, ante-sacristia, auto-retrato, anti-social,
anti-rugas, arqui-romântico, arqui-rivalidade,
auto-regulamentação, auto-sugestão,
contra-senso,contra-regra, contra-senha,
extra-regimento, extra-sístole, extra-seco,
infra-som, infra-renal, ultra-romântico,
ultra-sonografia, semi-real, semi-sintético,
supra-renal, supra-sensível
Não se emprega o hífen
nos compostos em que o prefixo
ou falso prefixo termina em vogal
e o segundo elemento começa
por r ou s,
devendo essas consoantes
se duplicarem.
antessala, antessacristia, autorretrato, antissocial,
antirrugas, arquirromântico, arquirrivalidade,
autorregulamentação, autossugestão,
contrassenso, contrarregra, contrassenha,
extrarregimento, extrassístole, extrasseco,
infrassom, infrarrenal, ultrarromântico,
ultrassonografia, semirreal, semissintético,
 suprarrenal, suprassensível
•	O uso do hífen permanece nos compostos em que os prefixos super, hiper, inter, terminados  em -r, aparecem combinados com elementos também iniciados	
por -r: hiper-rancoroso, hiper-realista, hiper-requintado, hiper-requisitado, inter-racial,  inter-regional, inter-relação, super-racional, super-realista, super-resistente,
super-revista etc.
auto-afirmação, auto-ajuda,
auto-aprendizagem, auto-escola, auto-estrada,
auto-instrução, contra-exemplo, contra-indicação,
contra-ordem, extra-escolar, extra-oficial,
infra-estrutura, intra-ocular, intra-uterino,
neo-expressionista, neo-imperialista,
semi-aberto, semi-árido, semi-automático,
semi-embriagado, semi-obscuridade,
supra-ocular, ultra-elevado
Não se emprega o hífen
nos compostos em que o prefixo
ou falso prefixo termina em vogal
e o segundo elemento começa
por vogal diferente.
autoafirmação, autoajuda,
autoaprendizagem, autoescola, autoestrada,
autoinstrução, contraexemplo, contraindicação,
contraordem, extraescolar, extraoficial,
infraestrutura, intraocular, intrauterino,
neoexpressionista, neoimperialista,
semiaberto, semiautomático, semiárido,
semiembriagado, semiobscuridade,
supraocular, ultraelevado
•	Esta nova regra normatiza os casos do uso do hífen entre vogais diferentes, como já acontecia anteriormente na língua em  compostos como: antiaéreo, 	
antiamericanismo, coeducação, agroindustrial, socioeconômico etc.
•	O uso do hífen permanece nos compostos com prefixo em que o segundo elemento começa por -h: ante-hipófise, anti-herói, anti-higiênico, anti-hemorrágico, 	
extra-humano, neo-helênico, semi-herbáceo, super-homem, supra-hepático etc.
antiibérico, antiinflamatório, antiinflacionário,
antiimperalista, arquiinimigo, arquiirmandade,
microondas, microônibus, microorgânico
Emprega-se o hífen nos compostos em que
o prefixo ou falso prefixo termina em vogal e o
segundo elemento começa por vogal igual.
anti-ibérico, anti-inflamatório, anti-imperalista,
arqui-inimigo, arqui-irmandade, micro-ondas,
micro-ônibus, micro-orgânico
•	Estes compostos, anteriormente grafados em uma única palavra,  escrevem-se agora com hífen por força da regra anterior.
•	Esta regra normatiza todos os casos do uso do hífen entre vogais iguais, como já acontecia anteriormente na língua em  compostos como: auto-observação, 	
contra-argumento, contra-almirante, eletro-ótica, extra-atmosférico, infra-assinado,  infra-axilar , semi-interno, semi-integral, supra-auricular, supra-axilar, 	
ultra-apressado etc. (Nestes casos, o hífen permanece.)
•	Nos prefixos átonos co, pre, re e pro, não se usa o hífen: coordenar, reescrever, propor, preestabelecer.
manda-chuva, pára-quedas, pára-quedista
Não se emprega o hífen em certos compostos
em que se perdeu, em certa medida,
a noção de composição.
mandachuva, paraquedas, paraquedista
•	O uso do hífen permanece nas palavras compostas que não contêm um elemento de ligação e constituem uma unidade sintagmática  e semântica, mantendo
acento próprio,  bem como naquelas que designam espécies botânicas e zoológicas: ano-luz, azul-escuro, médico-cirurgião, conta-gotas, guarda-chuva, 	
segunda-feira, tenente-coronel, beija-flor, couve-flor, erva- doce, mal-me-quer, bem-te-vi, formiga-branca  etc.
1.	 O uso do hífen permanece:
a)	 nos compostos com os prefixos ex-, vice-, soto-:  ex-marido, vice-presidente, soto-mestre;
b)	 nos compostos com os prefixos circum- e pan-  quando o segundo elemento começa por vogal, m ou n: pan-americano, circum-navegação;
c)	 nos compostos com os prefixos tônicos acentuados pré-, pró- e  pós- quando o segundo elemento tem vida própria na língua: pré-natal,	
pró-desarmamento, pós-graduação.
d)	 nos compostos terminados por sufixos de origem tupi-guarani que representam formas adjetivas, como -açu, -guaçu e -mirim, quando o primeiro
elemento acaba em vogal acentuada graficamente ou quando a pronúncia exige a distinção gráfica entre ambos: amoré-guaçu, manacá-açu, jacaré-açu,
Ceará-Mirim,  paraná-mirim.
e)	 nos topônimos  iniciados pelos adjetivos grão e grã ou por forma verbal ou por elementos que incluam um artigo: Grã-Bretanha, Santa Rita do	
Passa-Quatro, Baía de Todos-os-Santos etc.
f)	 nos compostos com os advérbios mal e bem quando estes formam uma unidade sintagmática e semântica e o segundo elemento começa por vogal ou
-h: bem-aventurado, bem-estar, bem-humorado, mal-estar, mal-humorado. Entretanto, nem sempre os compostos com o advérbio bem escrevem-se sem
hífen quando este prefixo é  seguido por um elemento iniciado por consoante: bem-nascido, bem-criado, bem-visto (ao contrário de malnascido, malcriado
e malvisto).
g)	 nos compostos com os elementos  além, aquém, recém e sem: além-mar, além-fronteiras, aquém-oceano, recém-casados, sem-número, sem-teto.
2.	 Não se emprega o hífen nas locuções de qualquer tipo (substantivas, adjetivas, pronominais, verbais, adverbiais, prepositivas ou conjuncionais): cão de
guarda, fim de semana, café com leite, pão de mel , sala de jantar,  cor de vinho,  ele próprio, à vontade, abaixo de , acerca de, a fim de que etc.
•	 	São exceções algumas  locuções já consagradas pelo uso: água-de-colônia, arco-da-velha, cor-de-rosa, mais-que-perfeito, pé-de-meia, ao-deus-dará, à
queima-roupa.
Observações gerais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila lingua português mscconcursos pdf
Apostila lingua português  mscconcursos pdfApostila lingua português  mscconcursos pdf
Apostila lingua português mscconcursos pdf
a luz do dia e a sombas das arvores são o meu abrigo.,
 
Acordo ortográfico
Acordo ortográficoAcordo ortográfico
Acordo ortográfico
Paula Oliveira Cruz
 
Novo Acordo Ortográfico de Língua Portuguesa ( 1990)
Novo Acordo Ortográfico  de Língua Portuguesa ( 1990)Novo Acordo Ortográfico  de Língua Portuguesa ( 1990)
Novo Acordo Ortográfico de Língua Portuguesa ( 1990)
Cristina Seiça
 
Nova Ortografia
Nova OrtografiaNova Ortografia
Nova Ortografia
dilsoncatarino
 
Guia da Nova Ortografia 2015
Guia da Nova Ortografia 2015Guia da Nova Ortografia 2015
Guia da Nova Ortografia 2015
Rômulo Giacome
 
Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)
Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)
Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)
Vânia Salvo Orso
 
Sinônimos, antônimos, parônimos, homônimos
Sinônimos, antônimos, parônimos, homônimosSinônimos, antônimos, parônimos, homônimos
Sinônimos, antônimos, parônimos, homônimos
Helia Coelho Mello
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
Ramilson Saldanha
 
Novo acordo ortográfico[1]
Novo acordo ortográfico[1]Novo acordo ortográfico[1]
Novo acordo ortográfico[1]
Deivison Candinho
 
O acordo ortográfico da língua portuguesa
O acordo ortográfico da língua portuguesaO acordo ortográfico da língua portuguesa
O acordo ortográfico da língua portuguesa
Rita Teixeira d'Azevedo
 
Flexão de número dos substantivos compostos
Flexão de número dos substantivos compostosFlexão de número dos substantivos compostos
Flexão de número dos substantivos compostos
Débora Colman
 
Sinônimos, hiperônimos.
Sinônimos, hiperônimos.Sinônimos, hiperônimos.
Sinônimos, hiperônimos.
Apparecida Lima
 
Acordo ortografico4
Acordo ortografico4Acordo ortografico4
Acordo ortografico4
Leny Pardim
 
Guia pratico da nova ortografia power point
Guia pratico da nova ortografia   power pointGuia pratico da nova ortografia   power point
Guia pratico da nova ortografia power point
Luciene Tinello
 
Tabela novas regras português
Tabela novas regras portuguêsTabela novas regras português
Tabela novas regras português
chavao
 
Acentuação com gabarito
Acentuação com gabaritoAcentuação com gabarito
Acentuação com gabarito
Andréa Calazans
 
Resumão de português
Resumão de portuguêsResumão de português
Resumão de português
Camilla Gagliardi dos Santos
 
Acordo ortografico
Acordo ortograficoAcordo ortografico
Acordo ortografico
Kamilla Borges
 
Nova reforma ortográfica
Nova reforma ortográficaNova reforma ortográfica
Nova reforma ortográfica
telmoluis
 

Mais procurados (19)

Apostila lingua português mscconcursos pdf
Apostila lingua português  mscconcursos pdfApostila lingua português  mscconcursos pdf
Apostila lingua português mscconcursos pdf
 
Acordo ortográfico
Acordo ortográficoAcordo ortográfico
Acordo ortográfico
 
Novo Acordo Ortográfico de Língua Portuguesa ( 1990)
Novo Acordo Ortográfico  de Língua Portuguesa ( 1990)Novo Acordo Ortográfico  de Língua Portuguesa ( 1990)
Novo Acordo Ortográfico de Língua Portuguesa ( 1990)
 
Nova Ortografia
Nova OrtografiaNova Ortografia
Nova Ortografia
 
Guia da Nova Ortografia 2015
Guia da Nova Ortografia 2015Guia da Nova Ortografia 2015
Guia da Nova Ortografia 2015
 
Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)
Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)
Novo acordo ortográfico da língua portuguesa (guia rápido)
 
Sinônimos, antônimos, parônimos, homônimos
Sinônimos, antônimos, parônimos, homônimosSinônimos, antônimos, parônimos, homônimos
Sinônimos, antônimos, parônimos, homônimos
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
 
Novo acordo ortográfico[1]
Novo acordo ortográfico[1]Novo acordo ortográfico[1]
Novo acordo ortográfico[1]
 
O acordo ortográfico da língua portuguesa
O acordo ortográfico da língua portuguesaO acordo ortográfico da língua portuguesa
O acordo ortográfico da língua portuguesa
 
Flexão de número dos substantivos compostos
Flexão de número dos substantivos compostosFlexão de número dos substantivos compostos
Flexão de número dos substantivos compostos
 
Sinônimos, hiperônimos.
Sinônimos, hiperônimos.Sinônimos, hiperônimos.
Sinônimos, hiperônimos.
 
Acordo ortografico4
Acordo ortografico4Acordo ortografico4
Acordo ortografico4
 
Guia pratico da nova ortografia power point
Guia pratico da nova ortografia   power pointGuia pratico da nova ortografia   power point
Guia pratico da nova ortografia power point
 
Tabela novas regras português
Tabela novas regras portuguêsTabela novas regras português
Tabela novas regras português
 
Acentuação com gabarito
Acentuação com gabaritoAcentuação com gabarito
Acentuação com gabarito
 
Resumão de português
Resumão de portuguêsResumão de português
Resumão de português
 
Acordo ortografico
Acordo ortograficoAcordo ortografico
Acordo ortografico
 
Nova reforma ortográfica
Nova reforma ortográficaNova reforma ortográfica
Nova reforma ortográfica
 

Destaque

Graduado Escolar
Graduado EscolarGraduado Escolar
Graduado Escolar
Rebeca Bisbal Raya
 
Senhas
SenhasSenhas
Ppt
PptPpt
2ª prova da 4ª unidade
2ª prova da 4ª unidade2ª prova da 4ª unidade
2ª prova da 4ª unidade
sartremoyses
 
Portada
PortadaPortada
25 de Maio 2013
25 de Maio 201325 de Maio 2013
25 de Maio 2013
Artur Manuel Domingos
 
Ejemplos para tesis de educación parvularia
Ejemplos para tesis de educación parvularia Ejemplos para tesis de educación parvularia
Ejemplos para tesis de educación parvularia
bastiano10
 
Barroco
BarrocoBarroco
Convocatória 2ª assembleia local de aveiro
Convocatória 2ª assembleia local de aveiroConvocatória 2ª assembleia local de aveiro
Convocatória 2ª assembleia local de aveiro
Kateryna Ferreira
 
lesoes
lesoeslesoes
Expresarte
ExpresarteExpresarte
Expresarte
Edith Farfan
 
A nota de 100 reais
A nota de 100 reaisA nota de 100 reais
A nota de 100 reais
NandaPin
 
Sgundo periodo
Sgundo periodoSgundo periodo
Sgundo periodo
Sebastian Morales
 
Entrenador formato propuesta premio
Entrenador formato propuesta premioEntrenador formato propuesta premio
Entrenador formato propuesta premio
agssports.com
 
Ejemplos para tesis de comunicación organizacional
Ejemplos para tesis de comunicación organizacional Ejemplos para tesis de comunicación organizacional
Ejemplos para tesis de comunicación organizacional
bastiano10
 
Proposta de redação
Proposta de redaçãoProposta de redação
Proposta de redação
Renato Rodrigues
 
Req 389
Req 389Req 389
Calendarioescolar2014 2015
Calendarioescolar2014 2015Calendarioescolar2014 2015
Calendarioescolar2014 2015
6066
 
FABIO SOTO
FABIO SOTOFABIO SOTO
FABIO SOTO
fabiosoto85
 

Destaque (20)

Graduado Escolar
Graduado EscolarGraduado Escolar
Graduado Escolar
 
Senhas
SenhasSenhas
Senhas
 
Ppt
PptPpt
Ppt
 
2ª prova da 4ª unidade
2ª prova da 4ª unidade2ª prova da 4ª unidade
2ª prova da 4ª unidade
 
Bodas de oro
Bodas de oroBodas de oro
Bodas de oro
 
Portada
PortadaPortada
Portada
 
25 de Maio 2013
25 de Maio 201325 de Maio 2013
25 de Maio 2013
 
Ejemplos para tesis de educación parvularia
Ejemplos para tesis de educación parvularia Ejemplos para tesis de educación parvularia
Ejemplos para tesis de educación parvularia
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
Convocatória 2ª assembleia local de aveiro
Convocatória 2ª assembleia local de aveiroConvocatória 2ª assembleia local de aveiro
Convocatória 2ª assembleia local de aveiro
 
lesoes
lesoeslesoes
lesoes
 
Expresarte
ExpresarteExpresarte
Expresarte
 
A nota de 100 reais
A nota de 100 reaisA nota de 100 reais
A nota de 100 reais
 
Sgundo periodo
Sgundo periodoSgundo periodo
Sgundo periodo
 
Entrenador formato propuesta premio
Entrenador formato propuesta premioEntrenador formato propuesta premio
Entrenador formato propuesta premio
 
Ejemplos para tesis de comunicación organizacional
Ejemplos para tesis de comunicación organizacional Ejemplos para tesis de comunicación organizacional
Ejemplos para tesis de comunicación organizacional
 
Proposta de redação
Proposta de redaçãoProposta de redação
Proposta de redação
 
Req 389
Req 389Req 389
Req 389
 
Calendarioescolar2014 2015
Calendarioescolar2014 2015Calendarioescolar2014 2015
Calendarioescolar2014 2015
 
FABIO SOTO
FABIO SOTOFABIO SOTO
FABIO SOTO
 

Semelhante a Lamina acordo ortografico

Novo acordo ortografico
Novo acordo ortograficoNovo acordo ortografico
Novo acordo ortografico
saulbraz
 
Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
vanda300
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
MkrH Uniesp
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
MkrH Uniesp
 
Acordo
AcordoAcordo
Acordo
Eva Maria
 
Slides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFicoSlides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFico
Flaviacristina74
 
Nova ortografia câmara 16 out-2013 (2)
Nova ortografia   câmara 16 out-2013 (2)Nova ortografia   câmara 16 out-2013 (2)
Nova ortografia câmara 16 out-2013 (2)
Rede Educação
 
Acordo ortográfico (1990) X.ppt
Acordo ortográfico (1990) X.pptAcordo ortográfico (1990) X.ppt
Acordo ortográfico (1990) X.ppt
ssuser6972301
 
Novo acordo ortográfico resumo
Novo acordo ortográfico   resumoNovo acordo ortográfico   resumo
Novo acordo ortográfico resumo
Brunno Guerra Rezende
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
Itacarambi
 
Português sem complicação dominando a nova ortografia
Português sem complicação   dominando a nova ortografiaPortuguês sem complicação   dominando a nova ortografia
Português sem complicação dominando a nova ortografia
Paulo Vitor Carneiro
 
Dicas sobre a Nova Ortografia
Dicas sobre a Nova OrtografiaDicas sobre a Nova Ortografia
Dicas sobre a Nova Ortografia
Christiane Queiroz
 
Acordo Ortografico
Acordo OrtograficoAcordo Ortografico
Acordo Ortografico
emirene
 
5 emprego do hífen
5   emprego do hífen5   emprego do hífen
5 emprego do hífen
Veronica Baptista
 
Nova Ortografia.pdf
Nova Ortografia.pdfNova Ortografia.pdf
Nova Ortografia.pdf
Viviane Barbosa
 
Guia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortografico
Guia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortograficoGuia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortografico
Guia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortografico
Luciana Moraes
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
Débora Martins
 
Guia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortografico
Guia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortograficoGuia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortografico
Guia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortografico
José Ripardo
 
G1: Guia rápido sobre o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.
G1: Guia rápido sobre o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.G1: Guia rápido sobre o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.
G1: Guia rápido sobre o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.
carlos ars
 
Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
Rafael Monteiro
 

Semelhante a Lamina acordo ortografico (20)

Novo acordo ortografico
Novo acordo ortograficoNovo acordo ortografico
Novo acordo ortografico
 
Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
 
Acordo
AcordoAcordo
Acordo
 
Slides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFicoSlides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFico
 
Nova ortografia câmara 16 out-2013 (2)
Nova ortografia   câmara 16 out-2013 (2)Nova ortografia   câmara 16 out-2013 (2)
Nova ortografia câmara 16 out-2013 (2)
 
Acordo ortográfico (1990) X.ppt
Acordo ortográfico (1990) X.pptAcordo ortográfico (1990) X.ppt
Acordo ortográfico (1990) X.ppt
 
Novo acordo ortográfico resumo
Novo acordo ortográfico   resumoNovo acordo ortográfico   resumo
Novo acordo ortográfico resumo
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
 
Português sem complicação dominando a nova ortografia
Português sem complicação   dominando a nova ortografiaPortuguês sem complicação   dominando a nova ortografia
Português sem complicação dominando a nova ortografia
 
Dicas sobre a Nova Ortografia
Dicas sobre a Nova OrtografiaDicas sobre a Nova Ortografia
Dicas sobre a Nova Ortografia
 
Acordo Ortografico
Acordo OrtograficoAcordo Ortografico
Acordo Ortografico
 
5 emprego do hífen
5   emprego do hífen5   emprego do hífen
5 emprego do hífen
 
Nova Ortografia.pdf
Nova Ortografia.pdfNova Ortografia.pdf
Nova Ortografia.pdf
 
Guia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortografico
Guia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortograficoGuia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortografico
Guia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortografico
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
 
Guia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortografico
Guia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortograficoGuia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortografico
Guia rapido do_g1_sobre_o_acordo_ortografico
 
G1: Guia rápido sobre o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.
G1: Guia rápido sobre o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.G1: Guia rápido sobre o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.
G1: Guia rápido sobre o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.
 
Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
 

Último

Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 

Último (20)

Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 

Lamina acordo ortografico

  • 1. ALFABETO Como era NOVA REGRA: Como será O alfabeto era formado por 23 letras, mais as letras chamadas de‘especiais’k, w, y. O alfabeto é formado por 26 letras. As letras k, w, y fazem parte do alfabeto. São usadas em siglas, símbolos, nomes próprios estrangeiros e seus derivados. Exemplos: km, watt, Byron, byroniano. enjôo (subst. e forma verbal), vôo (subst. e forma verbal), corôo, perdôo, côo, môo, abençôo, povôo Não se acentua o hiato -oo. enjoo (subst. e forma verbal), voo (subst. e forma verbal), coroo, perdoo, coo, moo, abençoo, povoo crêem, dêem, lêem, vêem descrêem, relêem, revêem Não se acentua o hiato -ee dos verbos crer, dar, ler, ver e seus derivados ( 3a p. pl.). creem, deem, leem, veem, descreem, releem, reveem pára (verbo), péla (subst. e verbo), pêlo (subst.), pêra (subst.), péra (subst.), pólo (subst.) Não se acentuam as palavras paroxítonas que são homógrafas. para (verbo), pela (subst. e verbo), pelo (subst.), pera (subst.), pera (subst.), polo (subst.) • Oacentodiferencialpermanecenoshomógrafos:pode(3a pessoadosing.dopresentedoindicativodoverbopoder)epôde(3a pessoadopretéritoperfeitodoindicativo). • O acento diferencial permanece em pôr (verbo) em oposição a por (preposição). argúi, apazigúe, averigúe, enxagúe, obliqúe Não se acentua o -u tônico nas formas verbais rizotônicas (acento na raiz), quando precedido de -g ou -q e seguido de -e ou -i (grupos que/qui e gue/gui). argui, apazigue, averigue, enxague, oblique baiúca, boiúna cheiínho, saiínha feiúra, feiúme Não se acentuam o -i e -u tônicos das palavras paroxítonas quando precedidas de ditongo. baiuca, boiuna, cheiinho, saiinha, feiura, feiume TREMA Como era NOVA REGRA: Como será agüentar, conseqüência, cinqüenta, qüinqüênio, freqüência, freqüente, eloqüência, eloqüente, argüição, delinqüir, pingüim, tranqüilo, lingüiça O trema é eliminado em palavras portuguesas e aportuguesadas. aguentar, consequência, cinquenta, quinquênio, frequência, frequente, eloquência, eloquente, arguição, delinquir, pinguim, tranquilo, linguiça O trema permanece em nomes próprios estrangeiros e seus derivados: Müller, mülleriano, hübneriano. Acordo Ortográf ico 1990–2009 ACENTUAÇÃO Como era NOVA REGRA: Como será assembléia, platéia, idéia, colméia, boléia, panacéia, Coréia, hebréia, bóia, paranóia, jibóia, apóio (forma verbal), heróico, paranóico Não se acentuam os ditongos abertos -ei e -oi nas palavras paroxítonas. assembleia, plateia, ideia, colmeia, boleia, panaceia, Coreia, hebreia, boia, paranoia, jiboia, apoio (forma verbal), heroico, paranoico • O acento nos ditongos -éi e -ói permanece nas palavras oxítonas e monossílabos tônicos de som aberto: herói, constrói, dói, anéis, papéis, anzóis. • O acento no ditongo aberto –éu permanece: chapéu, véu, céu, ilhéu. Conte sempre com nossa estrutura de atendimento: Salas de Professores Nas principais cidades brasileiras nossos sites: www.editorasaraiva.com.br ou www.atualeditora.com.br E-mail: atendprof@editorasaraiva.com.br ou atendprof@atualeditora.com.br 0800-0117875 BRASIL
  • 2. USO DO HÍFEN Como era NOVA REGRA: Como será ante-sala, ante-sacristia, auto-retrato, anti-social, anti-rugas, arqui-romântico, arqui-rivalidade, auto-regulamentação, auto-sugestão, contra-senso,contra-regra, contra-senha, extra-regimento, extra-sístole, extra-seco, infra-som, infra-renal, ultra-romântico, ultra-sonografia, semi-real, semi-sintético, supra-renal, supra-sensível Não se emprega o hífen nos compostos em que o prefixo ou falso prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por r ou s, devendo essas consoantes se duplicarem. antessala, antessacristia, autorretrato, antissocial, antirrugas, arquirromântico, arquirrivalidade, autorregulamentação, autossugestão, contrassenso, contrarregra, contrassenha, extrarregimento, extrassístole, extrasseco, infrassom, infrarrenal, ultrarromântico, ultrassonografia, semirreal, semissintético, suprarrenal, suprassensível • O uso do hífen permanece nos compostos em que os prefixos super, hiper, inter, terminados em -r, aparecem combinados com elementos também iniciados por -r: hiper-rancoroso, hiper-realista, hiper-requintado, hiper-requisitado, inter-racial, inter-regional, inter-relação, super-racional, super-realista, super-resistente, super-revista etc. auto-afirmação, auto-ajuda, auto-aprendizagem, auto-escola, auto-estrada, auto-instrução, contra-exemplo, contra-indicação, contra-ordem, extra-escolar, extra-oficial, infra-estrutura, intra-ocular, intra-uterino, neo-expressionista, neo-imperialista, semi-aberto, semi-árido, semi-automático, semi-embriagado, semi-obscuridade, supra-ocular, ultra-elevado Não se emprega o hífen nos compostos em que o prefixo ou falso prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por vogal diferente. autoafirmação, autoajuda, autoaprendizagem, autoescola, autoestrada, autoinstrução, contraexemplo, contraindicação, contraordem, extraescolar, extraoficial, infraestrutura, intraocular, intrauterino, neoexpressionista, neoimperialista, semiaberto, semiautomático, semiárido, semiembriagado, semiobscuridade, supraocular, ultraelevado • Esta nova regra normatiza os casos do uso do hífen entre vogais diferentes, como já acontecia anteriormente na língua em compostos como: antiaéreo, antiamericanismo, coeducação, agroindustrial, socioeconômico etc. • O uso do hífen permanece nos compostos com prefixo em que o segundo elemento começa por -h: ante-hipófise, anti-herói, anti-higiênico, anti-hemorrágico, extra-humano, neo-helênico, semi-herbáceo, super-homem, supra-hepático etc. antiibérico, antiinflamatório, antiinflacionário, antiimperalista, arquiinimigo, arquiirmandade, microondas, microônibus, microorgânico Emprega-se o hífen nos compostos em que o prefixo ou falso prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por vogal igual. anti-ibérico, anti-inflamatório, anti-imperalista, arqui-inimigo, arqui-irmandade, micro-ondas, micro-ônibus, micro-orgânico • Estes compostos, anteriormente grafados em uma única palavra, escrevem-se agora com hífen por força da regra anterior. • Esta regra normatiza todos os casos do uso do hífen entre vogais iguais, como já acontecia anteriormente na língua em compostos como: auto-observação, contra-argumento, contra-almirante, eletro-ótica, extra-atmosférico, infra-assinado, infra-axilar , semi-interno, semi-integral, supra-auricular, supra-axilar, ultra-apressado etc. (Nestes casos, o hífen permanece.) • Nos prefixos átonos co, pre, re e pro, não se usa o hífen: coordenar, reescrever, propor, preestabelecer. manda-chuva, pára-quedas, pára-quedista Não se emprega o hífen em certos compostos em que se perdeu, em certa medida, a noção de composição. mandachuva, paraquedas, paraquedista • O uso do hífen permanece nas palavras compostas que não contêm um elemento de ligação e constituem uma unidade sintagmática e semântica, mantendo acento próprio, bem como naquelas que designam espécies botânicas e zoológicas: ano-luz, azul-escuro, médico-cirurgião, conta-gotas, guarda-chuva, segunda-feira, tenente-coronel, beija-flor, couve-flor, erva- doce, mal-me-quer, bem-te-vi, formiga-branca etc. 1. O uso do hífen permanece: a) nos compostos com os prefixos ex-, vice-, soto-: ex-marido, vice-presidente, soto-mestre; b) nos compostos com os prefixos circum- e pan- quando o segundo elemento começa por vogal, m ou n: pan-americano, circum-navegação; c) nos compostos com os prefixos tônicos acentuados pré-, pró- e pós- quando o segundo elemento tem vida própria na língua: pré-natal, pró-desarmamento, pós-graduação. d) nos compostos terminados por sufixos de origem tupi-guarani que representam formas adjetivas, como -açu, -guaçu e -mirim, quando o primeiro elemento acaba em vogal acentuada graficamente ou quando a pronúncia exige a distinção gráfica entre ambos: amoré-guaçu, manacá-açu, jacaré-açu, Ceará-Mirim, paraná-mirim. e) nos topônimos iniciados pelos adjetivos grão e grã ou por forma verbal ou por elementos que incluam um artigo: Grã-Bretanha, Santa Rita do Passa-Quatro, Baía de Todos-os-Santos etc. f) nos compostos com os advérbios mal e bem quando estes formam uma unidade sintagmática e semântica e o segundo elemento começa por vogal ou -h: bem-aventurado, bem-estar, bem-humorado, mal-estar, mal-humorado. Entretanto, nem sempre os compostos com o advérbio bem escrevem-se sem hífen quando este prefixo é seguido por um elemento iniciado por consoante: bem-nascido, bem-criado, bem-visto (ao contrário de malnascido, malcriado e malvisto). g) nos compostos com os elementos além, aquém, recém e sem: além-mar, além-fronteiras, aquém-oceano, recém-casados, sem-número, sem-teto. 2. Não se emprega o hífen nas locuções de qualquer tipo (substantivas, adjetivas, pronominais, verbais, adverbiais, prepositivas ou conjuncionais): cão de guarda, fim de semana, café com leite, pão de mel , sala de jantar, cor de vinho, ele próprio, à vontade, abaixo de , acerca de, a fim de que etc. • São exceções algumas locuções já consagradas pelo uso: água-de-colônia, arco-da-velha, cor-de-rosa, mais-que-perfeito, pé-de-meia, ao-deus-dará, à queima-roupa. Observações gerais