SlideShare uma empresa Scribd logo
DA LÍNGUA   PORTUGUESA Conheça as principais mudanças
 
Ir para versão impressão
Jornal Nacional
ALFABETO O alfabeto passa a ter 26 letras, com a inclusão das letras:  k   y  w NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças a A (á)  b B (bê) c C (cê) d D (dê) e E (é)  f F (efe) g G (gê ou guê)  h H (agá) i I (i)  j J (jota) k K (capa ou cá)  l L (ele) m M (eme) n N (ene) o O (o)  p P (pê) q Q (quê)  r R (erre) s S (esse) t T (tê) u U (u) v V (vê) w W (dáblio) x X (xis) y Y (ípsilon) z Z (zê)
Em antropónimos/antropônimos originários de outras línguas e seus derivados:  Franklin, frankliniano; Kant, kantistno; Darwin, darwinismo; Wagner, wagneriano, Byron, byroniano; Taylor, taylorista; Em topónimos/topônimos originários de outras línguas e seus derivados: Kuwait, kuwaitiano; Malawi, malawiano; Em siglas, símbolos e mesmo em palavras adotadas como unidades de medida de curso internacional:  K-potássio (de kalium), W-oeste (West); kg , km, kW (Watts); NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças As letras k, w e y usam-se nos seguintes casos especiais:
Mantém-se nos vocábulos derivados eruditamente de nomes próprios estrangeiros quaisquer combinações gráficas ou sinais diacríticos não peculiares à nossa escrita que figurem nesses nomes:  comtista, de Comte; garrettiano, de Garrett; jeffersónia/ jeffersônia, de Jefferson; mülleriano, de Müller; shakesperiano, de Shakespeare. NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças Os dígrafos finais de origem hebraica ch, ph e th podem conservar-se em formas onomásticas da tradição bíblica, como  Baruch, Loth, Moloch, Ziph , ou então simplificar-se:  Baruc, Lot, Moloc, Zif . Se qualquer um destes dígrafos, em formas do mesmo tipo, é invariavelmente mudo, elimina-se: José, Nazaré, em vez de Joseph, Nazareth; e se algum deles, por força do uso, permite adaptação, substitui-se, recebendo uma adição vocálica: Judite, em vez de Judith. As consoantes finais grafadas b, c, d, g e h mantêm-se, quer sejam mudas, quer proferidas, nas formas onomásticas em que o uso as consagrou, nomeadamente antropónimos/antropônimos e topónimos/topônimos da tradição bíblica:  Jacob, Job, Moab, Isaac; David, Gad; Gog, Magog; Bensabat, Josafat.
NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças TREMA Não existe mais o trema em língua portuguesa. Os  sinais diacríticos  (ou  notações léxicas ) são elementos gráficos auxiliares da escrita que servem para indicar a pronúncia exata da palavra:  acento, apóstrofo, cedilha, til, trema e hífen . Obs:  será mantido em casos de nomes próprios e seus derivados, por exemplo: Müller, mülleriano. CHARGE
ACENTUAÇÃO – acento agudo Ditongos abertos (ei, oi) não são mais acentuados em palavras paroxítonas. NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças
ACENTUAÇÃO – acento agudo O acento agudo permanece nos ditongos abertos de oxítonas e monossílaba. NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças éi ói éu éi ói éu herói dói anéis papéis chapéu véu céu ilhéu
ACENTUAÇÃO – acento agudo Não se acentua 'i' e 'u' tônicos das palavras  paroxítonas quando precedidas de ditongo. NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças i u
ACENTUAÇÃO – acento agudo As letras “i” e “u” continuam a ser acentuadas se formarem hiato, mas estiverem sozinha na sílaba ou seguidas de s. NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças í ú baú baús saída Piauí
ACENTUAÇÃO – acento circunflexo Não se acentuam o hiato “oo”   NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças ôo * oo _
ACENTUAÇÃO – acento circunflexo Não se acentuam o hiato “ee” dos verbos crer, dar, ler, ver e seus derivados (3ª p. pl.)   NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças ee
ACENTUAÇÃO – acento diferencial Não se acentuam as palavras paroxítonas que são homógrafas.  NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças pára para
ACENTUAÇÃO – acento diferencial O acento diferencial permanece nos homógrafos: pode  (3ª p. s. presente do indicativo – poder)   pôde  (3ª p. s. pret. perfeito do indicativo) por  (preposição) pôr  (verbo) NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças
Uso do HÍFEN  1. Não se emprega o hífen nos compostos em que o  prefixo  ou  falso   prefixo  termina em vogal e o segundo elemento começa por”r” ou “s”, devendo essas consoantes se duplicarem . NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças
Uso do HÍFEN  2. O hífen permanece nos compostos em que os prefixos   terminados em “r” ( super, hiper, inter ) aparecem combinados com palavras iniciadas também por “r”: NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças hiper-rancoroso hiper-realista inter-racial inter-regional super-racional super-resistente
Uso do HÍFEN  3. Não se emprega o hífen nos compostos em que o prefixo ou falso prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por vogal  diferente   . NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças
Uso do HÍFEN  4. O hífen permanece nos compostos com prefixo em que o segundo elemento começa por  “h” : NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças anti-herói anti-higiênico anti-hemorrágico extra-humano neo-helênico semi-herbáceo super-homem supra-hepático
Uso do HÍFEN  5. Emprega-se o hífen nos compostos em que o prefixo ou falso prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por vogal  igual   . NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças
Uso do HÍFEN  6. Nos prefixos  co, pre, re  e  pro  não se usa o hífen: NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças coordenar reescrever propor preestabelecer
Uso do HÍFEN  7. Não se emprega o hífen em certos compostos em que se perdeu, em certa medida, a noção de composição. NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças Obs: O hífen permanece em: guarda-chuva, guarda-roupa, conta-gotas, etc.
Uso do HÍFEN  8. Emprega-se o hífen nas palavras compostas que designam espécies botânicas e zoológicas. NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças couve-flor erva-doce feijão-verde pimenta-de-cheiro bem-me-quer banana-maçã bem-te-vi formiga-branca andorinha-grande cobra-cipó cobra-d’água peixe-boi
O uso do hífen permanece:  1. Nos compostos com prefixos  ex, vice, soto :  ex-marido, vice-prefeito, soto-mestre 2. Nos compostos com prefixos  circum  e  pan  quando o segundo elemento começa por  vogal, m  ou  n :  pan-americano, circum-navegação 3. Nos compostos com prefixos tônicos acentuados  pré, pró, pós  quando o segundo elemento tem vida própria na língua portuguesa:  pré-natal, pré-escola, pró-desmatamento, pró-infantil, pós-graduação, pós-guerra.  4. Nos compostos terminados por sufixos de origem tupi-guarani que representam formas adjetivas, como  açu ,  guaçu  e  mirim , quando o primeiro elemento acaba em vogal acentuada graficamente ou quando a pronúncia exige a distinção gráfica entre ambos:  amoré-guaçu, manacá-açu, manacá-açu, jacaré-açu, Ceará-Mirim, Paraná-Mirim NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças
O uso do hífen permanece:  5. Nos topónimos iniciados pelos adjetivos  grão  e  grã  ou por forma verbal ou por elementos que incluam um artigo:  Grã-Bretanha, Grão-Vizir, Santa Rita do Passa-Quarto, Baía de Todos-os-Santos, etc. 6. Nos compostos com os advérbios  mal  e  bem  quando forma uma unidade sintagmática e semântica e o segundo elemento começa por  vogal  ou  “h” :  bem-aventurado, bem-estar, bem-humorado, mal-estar, mal-humorado Mas, quando esse prefixo é seguido por um elemento iniciado por consoante:  bem-nascido, bem-criado, bem-visto , temos o contrário  malnascido, malcriado, e malvisto 7. Nos compostos com os elementos  além, aquém, recém  e  sem :  além-mar, além-fronteiras, aquém-oceano, recém-casados, sem-terra, sem-número NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças
Não se usa o hífen:  1. Nas locuções de qualquer tipo (substantivo, adjetivos, pronominais, verbais, adverbiais, prepositivas ou conjuncionais): NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças São exceções algumas locuções já consagradas pelo uso: OBS:  Locução é uma frase ou um grupo de palavras que equivale a uma palavra cão de guarda fim de semana café com leite pão de mel sala de jantar água-de-colônia arco-da-velha mais-que-perfeito pé-de-meia ao-deus-dará à-queima-roupa pé de moleque pé de cabra dia a dia ponto e vírgula
1. Palavras como úmido e erva passam a ser grafadas sem a letra ‘h’ (o que já acontecia no Brasil). 2. Como regra geral, desaparecem o ‘c’ e ‘p’ das palavras em que as letras não são pronunciadas.   Como era   Como fica acção  ação   aflicto   aflito colectivo   coletivo   director   diretor NOVO ACORDO   ORTOGRÁFICO Principais mudanças MUDANÇAS EM PORTUGAL Português de Portugal
Em Portugal, não procure “ternos” para comprar. Você não vai achar nunca! Lá, procure por “fatos”. “Paletó” é “casaco”; “meias” são “peúgas” e “suéter” lá chama-se “camisola”. Outra coisa: a roupa íntima feminina, que chamamos “calcinha”, na Terra de Camões é “cueca” ou “cuequinha”. Então, as mulheres portuguesas usam cuecas! As fraldas de crianças são “cuequinhas de bebê” Ah! Nem sonhe chamar uma moça, lá, de “moça”! Elas ficam uma fera! “Moça”, lá, é a nossa “rapariga”. E a nossa “rapariga”, lá, chama-se ‘moça”. Entendeu agora por que nos fuzilam com o olhar, quando as chamamos de “moça”? Em Portugal, vai a algum banco, ou ao teatro...? Você terá de entrar na “bicha”! Aqui, chamamos de “fila’, você sabe. Certas utilidades caseiras diferem lá e cá. O nosso “esparadrapo” ou “bandeide” lá chama-se “pensos” ou “pensa rápido”. E a pasta de dente é “dentífrico”. Aqui, também usamos “dentifrício”.  O celular português chama-se “telemóvel”. E quando chamar ao telefone, não diga “alô!” Diga “está lá?” E, para responder, diga “estou cá!”
O pronunciamento do parlamentar, na estréia da peça de teatro, teve repercussão na imprensa, de modo que um outro Deputado, ao desembarcar do seu vôo, rumo à cidade de Parnaíba, no estado do Piauí, também falou sobre o assunto: “Os que lêem jornais já devem saber da iniciativa de Harold Müller e os que crêem em ações dessa natureza devem seguir o exemplo desse cidadão. Precisamos buscar soluções para os nossos problemas, em vez de esperar que tudo seja resolvido pelas Assembléias. Se ele pôde iniciar essa ação e mobilizar o país inteiro, todos tem o mesmo dever.  Vamos agir! Isso convém à sociedade.” E agora?  Será que você já consegue encontrar os erros?
( ) bem criado ( ) extra-oficial ( ) ultra-som ( ) infraestrutura ( ) contra-regra (   ) interregional (   ) super-resistente (   ) micro-ondas  ( ) antiinflamatório ( ) microônibus ( ) coocupante  (   ) contraindicação  ( ) auto-retrato ( ) extra-regimento ( ) recém casados (   ) bem-criado (   ) extraoficial (   ) ultrassom (   ) infra-estrutura (   ) contrarregra ( ) inter-regional ( ) superresistente ( ) microondas (   ) anti-inflamatório (   ) micro-ônibus (   ) co-ocupante ( ) contra-indicação (   ) autorretrato ( ) extrarregimento ( ) recém-casados ( ) bem criado ( ) extra-oficial ( ) ultra-som ( ) infraestrutura ( ) contra-regra ( ) interregional ( x ) super-resistente ( x ) micro-ondas  ( ) antiinflamatório ( ) microônibus ( x ) coocupante  ( x ) contraindicação  ( ) auto-retrato ( ) extra-regimento ( ) recém casados ( x ) bem-criado ( x ) extraoficial ( x ) ultrassom ( x ) infra-estrutura ( x ) contrarregra ( x ) inter-regional ( ) superresistente ( ) microondas ( x ) anti-inflamatório ( x ) micro-ônibus ( ) co-ocupante ( ) contra-indicação ( x ) autorretrato ( x ) extrarregimento ( x ) recém-casados
(   ) anti-herói ( ) des-humano ( ) paraquedas ( ) auto-escola ( ) azul-escuro ( ) vice-campeão ( ) Anti-social ( ) panamericano ( ) superomem ( ) posgraduação ( ) bem-estar ( ) bem humorado ( ) sem-teto ( ) antiherói (   ) desumano ( ) pára-quedas ( ) autoescola ( ) azul escuro ( ) vicecampeão ( ) antissocial ( ) pan-americano ( ) super-homem (   ) pós-graduação ( ) bem estar ( ) bem-humorado ( ) sem teto ( x ) anti-herói ( ) des-humano ( x ) paraquedas ( ) auto-escola ( x ) azul-escuro ( x ) vice-campeão ( ) Anti-social ( ) panamericano ( ) superomem ( ) posgraduação ( x ) bem-estar ( ) bem humorado ( x ) sem-teto ( ) antiherói ( x ) desumano ( ) pára-quedas ( x ) autoescola ( ) azul escuro ( ) vicecampeão ( x ) antissocial ( x ) pan-americano ( x ) super-homem ( x ) pós-graduação ( ) bem estar ( x ) bem-humorado ( ) sem teto
Slide: Nóis Mudemo Prof. Ramilson [email_address]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plural dos compostos
Plural dos compostosPlural dos compostos
Plural dos compostos
Angélica Vargas
 
Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2
Karen Olivan
 
Processos de formação de palavras - parte 1
Processos de formação de palavras - parte 1Processos de formação de palavras - parte 1
Processos de formação de palavras - parte 1
Karen Olivan
 
Genero textual charge
Genero textual chargeGenero textual charge
Genero textual charge
Fabio Junior Sarti
 
Verbos
Verbos  Verbos
Verbos
Juliana Mota
 
Questões de acentuação gráfica da consulplan
Questões de acentuação gráfica da consulplanQuestões de acentuação gráfica da consulplan
Questões de acentuação gráfica da consulplan
ma.no.el.ne.ves
 
Regencia verbal
Regencia verbalRegencia verbal
Regencia verbal
Flávio Ferreira
 
Termos acessórios da oração
Termos acessórios da oraçãoTermos acessórios da oração
Termos acessórios da oração
Elisa Avila
 
Regência Verbal e Nominal
Regência Verbal e NominalRegência Verbal e Nominal
Regência Verbal e Nominal
Laboratório de Informática
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
Maria De Lourdes Ramos
 
Verbos classificacao
Verbos classificacaoVerbos classificacao
Verbos classificacao
whybells
 
Período Composto
Período CompostoPeríodo Composto
Período Composto
Jorge Henrique
 
Crase
Crase Crase
Verbos modos subjuntivo e imperativo
Verbos modos subjuntivo e imperativoVerbos modos subjuntivo e imperativo
Verbos modos subjuntivo e imperativo
Aires Jones
 
Concordância Verbal
Concordância Verbal Concordância Verbal
Concordância Verbal
Caroline Indayara
 
Formação do imperativo
Formação do imperativoFormação do imperativo
Formação do imperativo
Tainá Alves
 
1 coesão textual - referencial e sequencial
1   coesão textual - referencial e sequencial1   coesão textual - referencial e sequencial
1 coesão textual - referencial e sequencial
Luciene Gomes
 
REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL
REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbialAdjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Claudia Ribeiro
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
Camila Desidério
 

Mais procurados (20)

Plural dos compostos
Plural dos compostosPlural dos compostos
Plural dos compostos
 
Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2
 
Processos de formação de palavras - parte 1
Processos de formação de palavras - parte 1Processos de formação de palavras - parte 1
Processos de formação de palavras - parte 1
 
Genero textual charge
Genero textual chargeGenero textual charge
Genero textual charge
 
Verbos
Verbos  Verbos
Verbos
 
Questões de acentuação gráfica da consulplan
Questões de acentuação gráfica da consulplanQuestões de acentuação gráfica da consulplan
Questões de acentuação gráfica da consulplan
 
Regencia verbal
Regencia verbalRegencia verbal
Regencia verbal
 
Termos acessórios da oração
Termos acessórios da oraçãoTermos acessórios da oração
Termos acessórios da oração
 
Regência Verbal e Nominal
Regência Verbal e NominalRegência Verbal e Nominal
Regência Verbal e Nominal
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
Verbos classificacao
Verbos classificacaoVerbos classificacao
Verbos classificacao
 
Período Composto
Período CompostoPeríodo Composto
Período Composto
 
Crase
Crase Crase
Crase
 
Verbos modos subjuntivo e imperativo
Verbos modos subjuntivo e imperativoVerbos modos subjuntivo e imperativo
Verbos modos subjuntivo e imperativo
 
Concordância Verbal
Concordância Verbal Concordância Verbal
Concordância Verbal
 
Formação do imperativo
Formação do imperativoFormação do imperativo
Formação do imperativo
 
1 coesão textual - referencial e sequencial
1   coesão textual - referencial e sequencial1   coesão textual - referencial e sequencial
1 coesão textual - referencial e sequencial
 
REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL
REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL
REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL
 
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbialAdjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 

Destaque

Acordo ortográfico da língua portuguesa
Acordo ortográfico da língua portuguesaAcordo ortográfico da língua portuguesa
Acordo ortográfico da língua portuguesa
Priscila Vila Verde
 
Dicas e macetes de dir const
Dicas e macetes de dir constDicas e macetes de dir const
Dicas e macetes de dir const
DayzeCampany
 
Ebook do método de aprovação 2.0.2
Ebook do método de aprovação 2.0.2Ebook do método de aprovação 2.0.2
Ebook do método de aprovação 2.0.2
Fabio Leal
 
Resumo direito constitucional (1)
Resumo direito constitucional (1)Resumo direito constitucional (1)
Resumo direito constitucional (1)
Diego Lima
 
Acordo ortográfico slides
Acordo ortográfico slidesAcordo ortográfico slides
Acordo ortográfico slides
homago
 
Resumo de redação oficial
Resumo de redação oficialResumo de redação oficial
Resumo de redação oficial
felipe luccas
 
Dicas de Direito Constitucional para Concurso
Dicas de Direito Constitucional para ConcursoDicas de Direito Constitucional para Concurso
Dicas de Direito Constitucional para Concurso
Francisco Lopes
 
História e Aspectos Geoeconômicos do Rio Grande do Norte p/ Concurso MP-RN
História e Aspectos Geoeconômicos do Rio Grande do Norte p/ Concurso MP-RNHistória e Aspectos Geoeconômicos do Rio Grande do Norte p/ Concurso MP-RN
História e Aspectos Geoeconômicos do Rio Grande do Norte p/ Concurso MP-RN
Estratégia Concursos
 
Informática Básica para Concurso
Informática Básica para ConcursoInformática Básica para Concurso
Informática Básica para Concurso
Estratégia Concursos
 

Destaque (9)

Acordo ortográfico da língua portuguesa
Acordo ortográfico da língua portuguesaAcordo ortográfico da língua portuguesa
Acordo ortográfico da língua portuguesa
 
Dicas e macetes de dir const
Dicas e macetes de dir constDicas e macetes de dir const
Dicas e macetes de dir const
 
Ebook do método de aprovação 2.0.2
Ebook do método de aprovação 2.0.2Ebook do método de aprovação 2.0.2
Ebook do método de aprovação 2.0.2
 
Resumo direito constitucional (1)
Resumo direito constitucional (1)Resumo direito constitucional (1)
Resumo direito constitucional (1)
 
Acordo ortográfico slides
Acordo ortográfico slidesAcordo ortográfico slides
Acordo ortográfico slides
 
Resumo de redação oficial
Resumo de redação oficialResumo de redação oficial
Resumo de redação oficial
 
Dicas de Direito Constitucional para Concurso
Dicas de Direito Constitucional para ConcursoDicas de Direito Constitucional para Concurso
Dicas de Direito Constitucional para Concurso
 
História e Aspectos Geoeconômicos do Rio Grande do Norte p/ Concurso MP-RN
História e Aspectos Geoeconômicos do Rio Grande do Norte p/ Concurso MP-RNHistória e Aspectos Geoeconômicos do Rio Grande do Norte p/ Concurso MP-RN
História e Aspectos Geoeconômicos do Rio Grande do Norte p/ Concurso MP-RN
 
Informática Básica para Concurso
Informática Básica para ConcursoInformática Básica para Concurso
Informática Básica para Concurso
 

Semelhante a Novo acordo ortográfico

Português
PortuguêsPortuguês
Português
Cristiana Lameiras
 
Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
gracielaloss
 
Nova Ortografia
Nova OrtografiaNova Ortografia
Nova Ortografia
Valeria Bortoluzzi
 
Novo Acordo Ortografico3
Novo Acordo Ortografico3Novo Acordo Ortografico3
Novo Acordo Ortografico3
Adriana Vieira
 
Novo Acordo Ortografico4
Novo Acordo Ortografico4Novo Acordo Ortografico4
Novo Acordo Ortografico4
Adriana Vieira
 
Novo Acordo Ortografico
Novo Acordo OrtograficoNovo Acordo Ortografico
Novo Acordo Ortografico
deathie
 
Novo Acordo Ortografico 1
Novo Acordo Ortografico 1Novo Acordo Ortografico 1
Novo Acordo Ortografico 1
Newton Campos
 
Dicas sobre a Nova Ortografia
Dicas sobre a Nova OrtografiaDicas sobre a Nova Ortografia
Dicas sobre a Nova Ortografia
Christiane Queiroz
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
MkrH Uniesp
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
MkrH Uniesp
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
MkrH Uniesp
 
Reforma ortografica[1]
Reforma ortografica[1]Reforma ortografica[1]
Reforma ortografica[1]
Sandro Az
 
Oficina ana
Oficina anaOficina ana
Oficina ana
Ana Cristina sousa
 
Reforma ortográfica decreto 6583 1990
Reforma ortográfica decreto 6583 1990Reforma ortográfica decreto 6583 1990
Reforma ortográfica decreto 6583 1990
aslp4
 
Reforma ortografica decreto 6583 2009
Reforma ortografica decreto 6583 2009Reforma ortografica decreto 6583 2009
Reforma ortografica decreto 6583 2009
familiaestagio
 
Novo acordo ortográfico resumo
Novo acordo ortográfico   resumoNovo acordo ortográfico   resumo
Novo acordo ortográfico resumo
Brunno Guerra Rezende
 
ACORDO ORTOGRÁFICO.pdf FICHA DE VERIFICAÇÃO DAS NOVAS REGRAS
ACORDO ORTOGRÁFICO.pdf FICHA DE VERIFICAÇÃO DAS NOVAS REGRASACORDO ORTOGRÁFICO.pdf FICHA DE VERIFICAÇÃO DAS NOVAS REGRAS
ACORDO ORTOGRÁFICO.pdf FICHA DE VERIFICAÇÃO DAS NOVAS REGRAS
Escola
 
ACORDO ORTOGRÁFICO FICHA O QUE MUDA.pdf
ACORDO ORTOGRÁFICO FICHA  O QUE MUDA.pdfACORDO ORTOGRÁFICO FICHA  O QUE MUDA.pdf
ACORDO ORTOGRÁFICO FICHA O QUE MUDA.pdf
Escola
 
Acordo Ortografico
Acordo OrtograficoAcordo Ortografico
Acordo Ortografico
emirene
 
Novo acordo ortográfico[1]
Novo acordo ortográfico[1]Novo acordo ortográfico[1]
Novo acordo ortográfico[1]
Deivison Candinho
 

Semelhante a Novo acordo ortográfico (20)

Português
PortuguêsPortuguês
Português
 
Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
 
Nova Ortografia
Nova OrtografiaNova Ortografia
Nova Ortografia
 
Novo Acordo Ortografico3
Novo Acordo Ortografico3Novo Acordo Ortografico3
Novo Acordo Ortografico3
 
Novo Acordo Ortografico4
Novo Acordo Ortografico4Novo Acordo Ortografico4
Novo Acordo Ortografico4
 
Novo Acordo Ortografico
Novo Acordo OrtograficoNovo Acordo Ortografico
Novo Acordo Ortografico
 
Novo Acordo Ortografico 1
Novo Acordo Ortografico 1Novo Acordo Ortografico 1
Novo Acordo Ortografico 1
 
Dicas sobre a Nova Ortografia
Dicas sobre a Nova OrtografiaDicas sobre a Nova Ortografia
Dicas sobre a Nova Ortografia
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
 
Reforma ortografica[1]
Reforma ortografica[1]Reforma ortografica[1]
Reforma ortografica[1]
 
Oficina ana
Oficina anaOficina ana
Oficina ana
 
Reforma ortográfica decreto 6583 1990
Reforma ortográfica decreto 6583 1990Reforma ortográfica decreto 6583 1990
Reforma ortográfica decreto 6583 1990
 
Reforma ortografica decreto 6583 2009
Reforma ortografica decreto 6583 2009Reforma ortografica decreto 6583 2009
Reforma ortografica decreto 6583 2009
 
Novo acordo ortográfico resumo
Novo acordo ortográfico   resumoNovo acordo ortográfico   resumo
Novo acordo ortográfico resumo
 
ACORDO ORTOGRÁFICO.pdf FICHA DE VERIFICAÇÃO DAS NOVAS REGRAS
ACORDO ORTOGRÁFICO.pdf FICHA DE VERIFICAÇÃO DAS NOVAS REGRASACORDO ORTOGRÁFICO.pdf FICHA DE VERIFICAÇÃO DAS NOVAS REGRAS
ACORDO ORTOGRÁFICO.pdf FICHA DE VERIFICAÇÃO DAS NOVAS REGRAS
 
ACORDO ORTOGRÁFICO FICHA O QUE MUDA.pdf
ACORDO ORTOGRÁFICO FICHA  O QUE MUDA.pdfACORDO ORTOGRÁFICO FICHA  O QUE MUDA.pdf
ACORDO ORTOGRÁFICO FICHA O QUE MUDA.pdf
 
Acordo Ortografico
Acordo OrtograficoAcordo Ortografico
Acordo Ortografico
 
Novo acordo ortográfico[1]
Novo acordo ortográfico[1]Novo acordo ortográfico[1]
Novo acordo ortográfico[1]
 

Mais de Ramilson Saldanha

Dicionário nordestino
Dicionário nordestinoDicionário nordestino
Dicionário nordestino
Ramilson Saldanha
 
Meio ambiente
Meio ambienteMeio ambiente
Meio ambiente
Ramilson Saldanha
 
Bairros
BairrosBairros
A violência urbana invade o dia a-dia dos jovens
A violência urbana invade o dia a-dia dos jovensA violência urbana invade o dia a-dia dos jovens
A violência urbana invade o dia a-dia dos jovens
Ramilson Saldanha
 
Comida jogada fora
Comida jogada foraComida jogada fora
Comida jogada fora
Ramilson Saldanha
 
O sábio e a melancia
O sábio e a melanciaO sábio e a melancia
O sábio e a melancia
Ramilson Saldanha
 
Charges avaliação
Charges   avaliaçãoCharges   avaliação
Charges avaliação
Ramilson Saldanha
 
Fato ou inferência
Fato ou inferênciaFato ou inferência
Fato ou inferência
Ramilson Saldanha
 
Nóis mudemo
Nóis mudemoNóis mudemo
Nóis mudemo
Ramilson Saldanha
 
Gramática
GramáticaGramática
Gramática
Ramilson Saldanha
 
The days of the week
The days of the weekThe days of the week
The days of the week
Ramilson Saldanha
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelho
Ramilson Saldanha
 
Escritores da liberdades
Escritores da liberdadesEscritores da liberdades
Escritores da liberdades
Ramilson Saldanha
 
Resumo Tp2
Resumo   Tp2Resumo   Tp2
Resumo Tp2
Ramilson Saldanha
 
Resumo Tp6 Unid 21
Resumo   Tp6   Unid 21Resumo   Tp6   Unid 21
Resumo Tp6 Unid 21
Ramilson Saldanha
 
Resumo Tp5 Unid 19 20
Resumo   Tp5   Unid 19 20Resumo   Tp5   Unid 19 20
Resumo Tp5 Unid 19 20
Ramilson Saldanha
 
Oficina X Tp5 Uid 19 E 20
Oficina X   Tp5 Uid 19 E 20Oficina X   Tp5 Uid 19 E 20
Oficina X Tp5 Uid 19 E 20
Ramilson Saldanha
 
Resumo Tp5 Unid 17 18
Resumo   Tp5   Unid 17 18Resumo   Tp5   Unid 17 18
Resumo Tp5 Unid 17 18
Ramilson Saldanha
 
Conceitos De Leitura
Conceitos De LeituraConceitos De Leitura
Conceitos De Leitura
Ramilson Saldanha
 

Mais de Ramilson Saldanha (20)

Dicionário nordestino
Dicionário nordestinoDicionário nordestino
Dicionário nordestino
 
Meio ambiente
Meio ambienteMeio ambiente
Meio ambiente
 
Bairros
BairrosBairros
Bairros
 
A violência urbana invade o dia a-dia dos jovens
A violência urbana invade o dia a-dia dos jovensA violência urbana invade o dia a-dia dos jovens
A violência urbana invade o dia a-dia dos jovens
 
Comida jogada fora
Comida jogada foraComida jogada fora
Comida jogada fora
 
O sábio e a melancia
O sábio e a melanciaO sábio e a melancia
O sábio e a melancia
 
Charges avaliação
Charges   avaliaçãoCharges   avaliação
Charges avaliação
 
Fato ou inferência
Fato ou inferênciaFato ou inferência
Fato ou inferência
 
Nóis mudemo
Nóis mudemoNóis mudemo
Nóis mudemo
 
Gramática
GramáticaGramática
Gramática
 
The days of the week
The days of the weekThe days of the week
The days of the week
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelho
 
Escritores da liberdades
Escritores da liberdadesEscritores da liberdades
Escritores da liberdades
 
Resumo Tp2
Resumo   Tp2Resumo   Tp2
Resumo Tp2
 
Resumo Tp6 Unid 21
Resumo   Tp6   Unid 21Resumo   Tp6   Unid 21
Resumo Tp6 Unid 21
 
Resumo Tp5 Unid 19 20
Resumo   Tp5   Unid 19 20Resumo   Tp5   Unid 19 20
Resumo Tp5 Unid 19 20
 
Oficina X Tp5 Uid 19 E 20
Oficina X   Tp5 Uid 19 E 20Oficina X   Tp5 Uid 19 E 20
Oficina X Tp5 Uid 19 E 20
 
Resumo Tp5 Unid 17 18
Resumo   Tp5   Unid 17 18Resumo   Tp5   Unid 17 18
Resumo Tp5 Unid 17 18
 
áLbum De Fotografias
áLbum De FotografiasáLbum De Fotografias
áLbum De Fotografias
 
Conceitos De Leitura
Conceitos De LeituraConceitos De Leitura
Conceitos De Leitura
 

Último

A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 

Novo acordo ortográfico

  • 1. DA LÍNGUA PORTUGUESA Conheça as principais mudanças
  • 2.  
  • 3. Ir para versão impressão
  • 5. ALFABETO O alfabeto passa a ter 26 letras, com a inclusão das letras: k y w NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças a A (á) b B (bê) c C (cê) d D (dê) e E (é) f F (efe) g G (gê ou guê) h H (agá) i I (i) j J (jota) k K (capa ou cá) l L (ele) m M (eme) n N (ene) o O (o) p P (pê) q Q (quê) r R (erre) s S (esse) t T (tê) u U (u) v V (vê) w W (dáblio) x X (xis) y Y (ípsilon) z Z (zê)
  • 6. Em antropónimos/antropônimos originários de outras línguas e seus derivados: Franklin, frankliniano; Kant, kantistno; Darwin, darwinismo; Wagner, wagneriano, Byron, byroniano; Taylor, taylorista; Em topónimos/topônimos originários de outras línguas e seus derivados: Kuwait, kuwaitiano; Malawi, malawiano; Em siglas, símbolos e mesmo em palavras adotadas como unidades de medida de curso internacional: K-potássio (de kalium), W-oeste (West); kg , km, kW (Watts); NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças As letras k, w e y usam-se nos seguintes casos especiais:
  • 7. Mantém-se nos vocábulos derivados eruditamente de nomes próprios estrangeiros quaisquer combinações gráficas ou sinais diacríticos não peculiares à nossa escrita que figurem nesses nomes: comtista, de Comte; garrettiano, de Garrett; jeffersónia/ jeffersônia, de Jefferson; mülleriano, de Müller; shakesperiano, de Shakespeare. NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças Os dígrafos finais de origem hebraica ch, ph e th podem conservar-se em formas onomásticas da tradição bíblica, como Baruch, Loth, Moloch, Ziph , ou então simplificar-se: Baruc, Lot, Moloc, Zif . Se qualquer um destes dígrafos, em formas do mesmo tipo, é invariavelmente mudo, elimina-se: José, Nazaré, em vez de Joseph, Nazareth; e se algum deles, por força do uso, permite adaptação, substitui-se, recebendo uma adição vocálica: Judite, em vez de Judith. As consoantes finais grafadas b, c, d, g e h mantêm-se, quer sejam mudas, quer proferidas, nas formas onomásticas em que o uso as consagrou, nomeadamente antropónimos/antropônimos e topónimos/topônimos da tradição bíblica: Jacob, Job, Moab, Isaac; David, Gad; Gog, Magog; Bensabat, Josafat.
  • 8. NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças TREMA Não existe mais o trema em língua portuguesa. Os sinais diacríticos (ou notações léxicas ) são elementos gráficos auxiliares da escrita que servem para indicar a pronúncia exata da palavra: acento, apóstrofo, cedilha, til, trema e hífen . Obs: será mantido em casos de nomes próprios e seus derivados, por exemplo: Müller, mülleriano. CHARGE
  • 9. ACENTUAÇÃO – acento agudo Ditongos abertos (ei, oi) não são mais acentuados em palavras paroxítonas. NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças
  • 10. ACENTUAÇÃO – acento agudo O acento agudo permanece nos ditongos abertos de oxítonas e monossílaba. NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças éi ói éu éi ói éu herói dói anéis papéis chapéu véu céu ilhéu
  • 11. ACENTUAÇÃO – acento agudo Não se acentua 'i' e 'u' tônicos das palavras paroxítonas quando precedidas de ditongo. NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças i u
  • 12. ACENTUAÇÃO – acento agudo As letras “i” e “u” continuam a ser acentuadas se formarem hiato, mas estiverem sozinha na sílaba ou seguidas de s. NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças í ú baú baús saída Piauí
  • 13. ACENTUAÇÃO – acento circunflexo Não se acentuam o hiato “oo” NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças ôo * oo _
  • 14. ACENTUAÇÃO – acento circunflexo Não se acentuam o hiato “ee” dos verbos crer, dar, ler, ver e seus derivados (3ª p. pl.) NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças ee
  • 15. ACENTUAÇÃO – acento diferencial Não se acentuam as palavras paroxítonas que são homógrafas. NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças pára para
  • 16. ACENTUAÇÃO – acento diferencial O acento diferencial permanece nos homógrafos: pode (3ª p. s. presente do indicativo – poder) pôde (3ª p. s. pret. perfeito do indicativo) por (preposição) pôr (verbo) NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças
  • 17. Uso do HÍFEN 1. Não se emprega o hífen nos compostos em que o prefixo ou falso prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por”r” ou “s”, devendo essas consoantes se duplicarem . NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças
  • 18. Uso do HÍFEN 2. O hífen permanece nos compostos em que os prefixos terminados em “r” ( super, hiper, inter ) aparecem combinados com palavras iniciadas também por “r”: NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças hiper-rancoroso hiper-realista inter-racial inter-regional super-racional super-resistente
  • 19. Uso do HÍFEN 3. Não se emprega o hífen nos compostos em que o prefixo ou falso prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por vogal diferente . NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças
  • 20. Uso do HÍFEN 4. O hífen permanece nos compostos com prefixo em que o segundo elemento começa por “h” : NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças anti-herói anti-higiênico anti-hemorrágico extra-humano neo-helênico semi-herbáceo super-homem supra-hepático
  • 21. Uso do HÍFEN 5. Emprega-se o hífen nos compostos em que o prefixo ou falso prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por vogal igual . NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças
  • 22. Uso do HÍFEN 6. Nos prefixos co, pre, re e pro não se usa o hífen: NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças coordenar reescrever propor preestabelecer
  • 23. Uso do HÍFEN 7. Não se emprega o hífen em certos compostos em que se perdeu, em certa medida, a noção de composição. NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças Obs: O hífen permanece em: guarda-chuva, guarda-roupa, conta-gotas, etc.
  • 24. Uso do HÍFEN 8. Emprega-se o hífen nas palavras compostas que designam espécies botânicas e zoológicas. NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças couve-flor erva-doce feijão-verde pimenta-de-cheiro bem-me-quer banana-maçã bem-te-vi formiga-branca andorinha-grande cobra-cipó cobra-d’água peixe-boi
  • 25. O uso do hífen permanece: 1. Nos compostos com prefixos ex, vice, soto : ex-marido, vice-prefeito, soto-mestre 2. Nos compostos com prefixos circum e pan quando o segundo elemento começa por vogal, m ou n : pan-americano, circum-navegação 3. Nos compostos com prefixos tônicos acentuados pré, pró, pós quando o segundo elemento tem vida própria na língua portuguesa: pré-natal, pré-escola, pró-desmatamento, pró-infantil, pós-graduação, pós-guerra. 4. Nos compostos terminados por sufixos de origem tupi-guarani que representam formas adjetivas, como açu , guaçu e mirim , quando o primeiro elemento acaba em vogal acentuada graficamente ou quando a pronúncia exige a distinção gráfica entre ambos: amoré-guaçu, manacá-açu, manacá-açu, jacaré-açu, Ceará-Mirim, Paraná-Mirim NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças
  • 26. O uso do hífen permanece: 5. Nos topónimos iniciados pelos adjetivos grão e grã ou por forma verbal ou por elementos que incluam um artigo: Grã-Bretanha, Grão-Vizir, Santa Rita do Passa-Quarto, Baía de Todos-os-Santos, etc. 6. Nos compostos com os advérbios mal e bem quando forma uma unidade sintagmática e semântica e o segundo elemento começa por vogal ou “h” : bem-aventurado, bem-estar, bem-humorado, mal-estar, mal-humorado Mas, quando esse prefixo é seguido por um elemento iniciado por consoante: bem-nascido, bem-criado, bem-visto , temos o contrário malnascido, malcriado, e malvisto 7. Nos compostos com os elementos além, aquém, recém e sem : além-mar, além-fronteiras, aquém-oceano, recém-casados, sem-terra, sem-número NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças
  • 27. Não se usa o hífen: 1. Nas locuções de qualquer tipo (substantivo, adjetivos, pronominais, verbais, adverbiais, prepositivas ou conjuncionais): NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças São exceções algumas locuções já consagradas pelo uso: OBS: Locução é uma frase ou um grupo de palavras que equivale a uma palavra cão de guarda fim de semana café com leite pão de mel sala de jantar água-de-colônia arco-da-velha mais-que-perfeito pé-de-meia ao-deus-dará à-queima-roupa pé de moleque pé de cabra dia a dia ponto e vírgula
  • 28. 1. Palavras como úmido e erva passam a ser grafadas sem a letra ‘h’ (o que já acontecia no Brasil). 2. Como regra geral, desaparecem o ‘c’ e ‘p’ das palavras em que as letras não são pronunciadas. Como era Como fica acção ação aflicto aflito colectivo coletivo director diretor NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Principais mudanças MUDANÇAS EM PORTUGAL Português de Portugal
  • 29. Em Portugal, não procure “ternos” para comprar. Você não vai achar nunca! Lá, procure por “fatos”. “Paletó” é “casaco”; “meias” são “peúgas” e “suéter” lá chama-se “camisola”. Outra coisa: a roupa íntima feminina, que chamamos “calcinha”, na Terra de Camões é “cueca” ou “cuequinha”. Então, as mulheres portuguesas usam cuecas! As fraldas de crianças são “cuequinhas de bebê” Ah! Nem sonhe chamar uma moça, lá, de “moça”! Elas ficam uma fera! “Moça”, lá, é a nossa “rapariga”. E a nossa “rapariga”, lá, chama-se ‘moça”. Entendeu agora por que nos fuzilam com o olhar, quando as chamamos de “moça”? Em Portugal, vai a algum banco, ou ao teatro...? Você terá de entrar na “bicha”! Aqui, chamamos de “fila’, você sabe. Certas utilidades caseiras diferem lá e cá. O nosso “esparadrapo” ou “bandeide” lá chama-se “pensos” ou “pensa rápido”. E a pasta de dente é “dentífrico”. Aqui, também usamos “dentifrício”. O celular português chama-se “telemóvel”. E quando chamar ao telefone, não diga “alô!” Diga “está lá?” E, para responder, diga “estou cá!”
  • 30. O pronunciamento do parlamentar, na estréia da peça de teatro, teve repercussão na imprensa, de modo que um outro Deputado, ao desembarcar do seu vôo, rumo à cidade de Parnaíba, no estado do Piauí, também falou sobre o assunto: “Os que lêem jornais já devem saber da iniciativa de Harold Müller e os que crêem em ações dessa natureza devem seguir o exemplo desse cidadão. Precisamos buscar soluções para os nossos problemas, em vez de esperar que tudo seja resolvido pelas Assembléias. Se ele pôde iniciar essa ação e mobilizar o país inteiro, todos tem o mesmo dever. Vamos agir! Isso convém à sociedade.” E agora? Será que você já consegue encontrar os erros?
  • 31. ( ) bem criado ( ) extra-oficial ( ) ultra-som ( ) infraestrutura ( ) contra-regra ( ) interregional ( ) super-resistente ( ) micro-ondas ( ) antiinflamatório ( ) microônibus ( ) coocupante ( ) contraindicação ( ) auto-retrato ( ) extra-regimento ( ) recém casados ( ) bem-criado ( ) extraoficial ( ) ultrassom ( ) infra-estrutura ( ) contrarregra ( ) inter-regional ( ) superresistente ( ) microondas ( ) anti-inflamatório ( ) micro-ônibus ( ) co-ocupante ( ) contra-indicação ( ) autorretrato ( ) extrarregimento ( ) recém-casados ( ) bem criado ( ) extra-oficial ( ) ultra-som ( ) infraestrutura ( ) contra-regra ( ) interregional ( x ) super-resistente ( x ) micro-ondas ( ) antiinflamatório ( ) microônibus ( x ) coocupante ( x ) contraindicação ( ) auto-retrato ( ) extra-regimento ( ) recém casados ( x ) bem-criado ( x ) extraoficial ( x ) ultrassom ( x ) infra-estrutura ( x ) contrarregra ( x ) inter-regional ( ) superresistente ( ) microondas ( x ) anti-inflamatório ( x ) micro-ônibus ( ) co-ocupante ( ) contra-indicação ( x ) autorretrato ( x ) extrarregimento ( x ) recém-casados
  • 32. ( ) anti-herói ( ) des-humano ( ) paraquedas ( ) auto-escola ( ) azul-escuro ( ) vice-campeão ( ) Anti-social ( ) panamericano ( ) superomem ( ) posgraduação ( ) bem-estar ( ) bem humorado ( ) sem-teto ( ) antiherói ( ) desumano ( ) pára-quedas ( ) autoescola ( ) azul escuro ( ) vicecampeão ( ) antissocial ( ) pan-americano ( ) super-homem ( ) pós-graduação ( ) bem estar ( ) bem-humorado ( ) sem teto ( x ) anti-herói ( ) des-humano ( x ) paraquedas ( ) auto-escola ( x ) azul-escuro ( x ) vice-campeão ( ) Anti-social ( ) panamericano ( ) superomem ( ) posgraduação ( x ) bem-estar ( ) bem humorado ( x ) sem-teto ( ) antiherói ( x ) desumano ( ) pára-quedas ( x ) autoescola ( ) azul escuro ( ) vicecampeão ( x ) antissocial ( x ) pan-americano ( x ) super-homem ( x ) pós-graduação ( ) bem estar ( x ) bem-humorado ( ) sem teto
  • 33. Slide: Nóis Mudemo Prof. Ramilson [email_address]