SlideShare uma empresa Scribd logo
Edição 4                                                                                    março de 2012




              Jornal Júnior                                                € 0 , 5 0         A M Ê N D O A S

  J O R N A L                    D A       E B 1 / J I            D O S      M I O S Ó T I S



                 E eis que mais um período passou a voar...
                 Ao longo destes meses, foram desenvolvidos diversos
              projetos indo de encontro às aprendizagens e realizações
  EDITORIAL




              da comunidade escolar.

                  Sendo o nosso Jornal, um ponto de encontro, que
              através de um entrelaçar de saberes e experiências nos
              veicula para uma qualidade de ensino e uma irreverência
              singular, partilhamos assim convosco… alguns pozinhos
              de magia … que suscitarão um interesse idóneo por tudo
              aquilo que realizamos com os alunos e comunidade edu-
              cativa!

                        Desejamos-vos ótimas leituras e boa Páscoa!

                                           As Coordenadoras do Projeto       A L G U N S D E S T A Q U E S
                                                                                 D E S T A E D I Ç Ã O


Equipa técnica:                                                           Entrevista à Subdiretora do Agrupamento   2

Turma: 3.º B
                                                                           Porto Crianças — Profissões nas Artes    2
Coordenação das Professoras:
Carla Teles Resende                                                                 Quinta Pedagógica               3


Raquel Moreira                                                                       Ribeira da Granja              4

Design e Montagem:
                                                                             Porto Crianças — Casa da Música        5
Pedro Resende
                                                                                       O Museu e Eu                 7
Colaboração:
                                                                                    Associação de Pais              7
Todos os Alunos e Professores
P á g i n a    2                                                                                J o r n a l     J ú ni o r


            E n t r e v i s t a à P r o f e s s o r a E l m i r a :
        S u b d i r e t o r a d o A g r u p a me n t o Ve r t i c a l
                      d a s e s c o l a s d o A m i a l .

Jornal - Quais as suas funções no Agrupamento Pêro Vaz de
Caminha?
Professora- Exerço as funções de Subdiretora.
J – Em que área/disciplina se licenciou?
P – Licenciei-me na área do Pré-Escolar.
J – Há quantos anos está no nosso Agrupamento?
P – 11 anos
J – Gosta de trabalhar cá?
P – Gosto muito.
J – Em que escola fez o 1º ciclo?
                                                                      J – Agora que se aproxima a Páscoa, o que lhe
P – Escola do Campo 24 de Agosto na cidade do Porto                   diz esta época?
J – Que recordações tem desse tempo? Recorda-se da sua                P – Independentemente das crenças religiosas de
professora, dos colegas e das brincadeiras?                           cada pessoa, penso que a Páscoa é mais uma das
P – Lembro-me das brincadeiras e do trabalho que lá fazia. A          épocas festivas propícias para reunir famílias e con-
minha professora chamava-se Alcina e queria que escrevêsse-           viver umas com as outras.
mos sem erros e com uma caligrafia perfeita. Organizava con-          J – Pode-nos contar alguma vivência da Páscoa
cursos de escrita, com direito a prémios. No Natal havia sempre       da sua infância?
uma festa organizada pelos alunos e professores. Lembro-me
que nessas festas tocava piano para os pais ouvirem e ficava          P – Quando era da vossa idade passava a Páscoa em
                                                                      Viseu na casa dos meus avós. Colocava-se na entra-
sempre muito nervosa com medo de errar a tocar.
                                                                      da das portas flores e nas janelas toalhas de renda
J – Já veio ver a nossa escola renovada? O que achou?                 para receber em casa o compasso. Depois do almoço
                                                                      de Páscoa enquanto os meus pais ficavam a falar
P – Acompanhei as obras da Escola dos Miosótis e penso que
                                                                      com os meus tios, eu e os meus primos íamos brin-
resultou numa escola luminosa, elegante, digna de receber os
alunos que a frequentam.                                              car para a quinta. Subíamos ás árvores, andávamos
                                                                      às corridas e íamos ver os animais aos currais.
                                                                 Perguntas elaboradas pelos alunos do 3º ano, turma B da EB1 dos Miosótis,
                                                                               no âmbito do Projeto da Turma (Jornal Júnior)


                                       Desde o início do 2.º período, a turma do 4.º A está a par-
                                    ticipar no projeto "Porto de Crianças - As profissões nas
                                    artes".
                                       Este projeto consiste no aprofundar do conhecimento das
                                    profissões de "escritor", "oleiro" e "pintor" e da fascinante
                                    história de vida de diversas personalidades da cidade.
                                         Para além das várias visitas a três museus da cidade -
                                    Casa Museu Guerra Junqueiro, Casa Museu Marta Ortigão
                                    Sampaio e Casa-oficina António Carneiro - os alunos estão
                                    a tomar contacto com os locais onde trabalharam ou viveram
                                    personalidades como Guerra Junqueiro, Ramalho Ortigão e
                                    António Carneiro.
                                         O projeto terminará no mês de Maio e também contará
                                    com sessões em sala de aula, orientadas pelos responsáveis
                                    do projeto nos respetivos museus.
P á g i n a   3                                                                       J o r n a l   J ú ni o r




                  J.I. faz visita à Quinta Pedagógica

                       Fomos passar um dia diferente e muito divertido à Quinta
                    Pedagógica da Eira em Penafiel. Transformámo-nos em pe-
                    quenos agricultores e fomos visitar e alimentar os diversos
                    animais da quinta. Alguns pareciam tão esfomeados que nos
                    puxavam a comida das nossas mãos de uma vez só.

                      Como em qualquer quinta, existe um “Tio Manel” que no
                    seu tractor nos levou a passar e a conhecer os diversos espaços
                    que a quinta disponha. Enquanto passeávamos no tractor can-
                    távamos várias músicas para engrandecer o nosso passeio…
                    isso é que foi uma grande aventura!

                      Com a hora do almoço a chegar regressámos ao refeitório,
                    para fazer um piquenique. Foi um almoço diferente do que
                    estamos habituados na escola.

                      Da parte da tarde, fizemos alguns jogos tradicionais. Mas o
                    que mais gostámos foi o do “Arborismo”. De início alguns de
                    nós tivemos um pouco de receio mas, ao vermos os nossos
                    colegas a divertirem-se tanto resolvemos, também experimen-
                    tar… foi espectacular!!!

                      Com a tarde a passar e com a cansaço a chegar, viemos
                    embora para a nossa escola. Foi um dia muito divertido e que
                    valeu muito a pena.

                                                           A turma do 1.º B, dramatizou para os alunos do
                                                           Pré-Escolar a “História do Coelhinho Branco”.
                                                           Todos adoraram a experiência e esperam poder
                                                           um dia voltar a repetir...

                                                       “Era uma vez um coelhinho branco. Um dia foi buscar
                                                       couves à horta para fazer um caldinho. Quando o coe-
                                                       lhinho branco voltou para casa, encontrou a porta fecha-
                                                       da e bateu:
                                                       - Quem é? – perguntou um vozeirão lá de dentro...
                                                       ...E em busca de ajuda para reconquistar a sua casa,
                                                       ocupada pela terrível cabra cabrês, que se lhe saltava em
                                                       cima, o fazia em três, o coelhinho terá várias surpresas...

                                                       … O coelhinho vai pedir ajuda a vários amigos animais
                                                       mas todos eles se mostram medrosos para com a cabra
                                                       cabrês. Apenas consegue a ajuda da pequena formiga
                                                       rabiga que, aceita o desafio de expulsar a cabra cabrês.”
P á g i n a   4                                                J o r n a l   J ú ni o r




        Desde o primeiro ano que a nossa turma come-
mora sempre a lição nº 100. Este ano não foi exceção, no
dia 1 de março festejámos esta lição com o habitual lan-
che. A colaboração dos nossos pais foi muito preciosa!
Na mesa estavam muitas e deliciosas iguarias: gelatina,
bolachas, batatas fritas, gomas, línguas de gato, sumos,
bolos de chocolate e de laranja e a famosa tarte de li-
mão!
        Cantámos os parabéns à nossa turma, dançámos,
brincámos e jogámos à Caça ao Tesouro com a animado-
ra Márcia e a estagiária Mafalda que também nos ajuda-
ram a preparar a festa!
        Estávamos todos bem-dispostos, foi um final de
tarde diferente! Fica a promessa de que para o ano há
mais!

 Bárbara, Gonçalo, João, Mafalda e Ricardo Filipe - 3º B




   Os alunos do quarto ano, da turma B, da E.B.1/J.I. dos Mio-
sótis, realizaram uma visita de estudo integrada nas atividades
dinamizadas pelo Parque do Amial. Esta visita teve como prin-
cipal objetivo fazer com que os alunos conhecessem um pouco
da história de uma das principais ribeiras da cidade do Porto.

   Com esta visita ficamos a conhecer um pouco da história
desta ribeira. Sendo uma das mais importantes da cidade do
Porto, ao longo dos tempos, a ribeira foi entubada havendo
poucos troços em que esta circula a céu aberto. Tivemos a
oportunidade de visitar locais em que esta circula por baixo dos
nossos pés, locais estes que podem ser visitados e outros locais
onde esta circula e onde nós tivemos a oportunidade de verifi-
car a sua poluição, ou não, os animais que perto dela vivem,
assim como, a vegetação que surge nas suas margens. Passa-
mos também no Viso onde vimos um jardim muito bonito, re-
centemente recuperado, e onde a ribeira segue a céu aberto
embelezando ainda mais o espaço.

   Esta visita foi muito interessante e permitiu-nos conhecer
um pouco mais da nossa cidade e da sua história.
J o r n a l   J ú ni o r
      P á g i n a   5




    No dia 29 de fevereiro, um grupo de sete alunos do 3º B: a Ana Luísa,
a Bárbara, a Beatriz, o João, a Mafalda, o Ricardo Filipe e a Sofia, foi gra-
var na Biblioteca Pública Municipal do Porto, a história «A que sabe a
lua?» de Michael Grejniec para crianças invisuais. Esta atividade insere-se
na comemoração dos 40 anos da Biblioteca Sonora que pretende enriquecer
o seu acervo para o público infanto-juvenil.
   Todos gostámos muito desta experiência, visto que este projeto foi bem
sucedido com a ajuda de todos.
   Quando lá chegámos vimos umas máscaras muito bonitas feitas por
alunos de várias escolas do Porto, inclusive da nossa.
   Depois chegou o momento da nossa gravação. Havia três cabines e
quando era a nossa vez de gravar, íamos para as cabines. Juntaram as nos-
sas vozes e a história ficou completa!
   Gostámos muito de ter participado neste projeto e de saber que os meni-
nos invisuais vão poder ouvir esta linda história.

   Estamos muito felizes!                     João e Bárbara – 3º B




                                   No decorrente período fomos duas vezes à Casa da Música
                                participar em workshop.
                                   No primeiro workshop trabalhámos nos computadores da
                                casa da música. Cada criança compôs a sua música e o resul-
                                tado foi maravilhoso.
                                  Na segunda ida à Casa da Música, cada criança levou o seu
                                próprio computador Magalhães onde lhe foi instalado o pro-
                                grama a fim de compor as suas próprias músicas.
                                  Tivemos acesso a algumas outras salas da casa da música.
                                  Nomeadamente, na sala laranja compusemos música com o
                                próprio movimento do corpo.
                                  Os andamentos musicais surgiam do maior e menor movi-
                                mento do braços e do corpo.
                                   Assim, a música surgiu emanada do nosso próprio corpo: -
                                a nossa música.
                                   Foi divertidíssimo. As crianças rebolaram pelo chão, por
                                este ser inclinado, algo que não acontece normalmente.
                                   Os animadores, Nuno e Zé, foram fantásticos. Com jogos
                                divertidos ensinaram-nos a aplicar muitos e extravagantes
                                conceitos que resultam em música e, por tudo isto, porque
                                foram duas manhãs fantásticas que nós e as crianças adora-
                                mos, queremos agradecer a quantos se empenharam neste
                                belo no projecto de “Porto Crianças.
P á g i n a   6                                                                     J o r n a l   J ú ni o r




A turma do 3.º A da Escola dos Miosótis aceitou o desafio, para realizar
uma máscara desmedida.
         Primeira etapa:
         Aceitámos este desafio com empenho e dedicação.
        Elaborámos um projeto (desenho) da nossa futura máscara: cada
aluno projectou o desenho da sua própria máscara.
       A tarefa de seleção dos desenhos de cada aluno coube a Luísa
do Parque do Amial.
         Segunda etapa:
        Cortámos um cartão, na forma de um círculo e enchemo-lo com
jornal de maneira a dar mais relevo na zona das bochechas.
         Terceira etapa:
        Construímos o nariz e a boca com garrafas e garrafões e, nova-
mente, forrámos tudo com jornal.
         Quarta etapa:
       Para os olhos, amassámos três bolas e pintámo-las de preto que
colocámos em três garrafões iguais.
         Quinta etapa:
         Com spray prateado, pintámos as antenas reciclando pacotes de
leite escolar.
         Sexta etapa:
                   Lara     2.ºB
Catarina 2.ºB
       Por fim, pintámos a máscara de verde e o nariz de vermelho e
colocámos-lhe a barba, o cabelo, provenientes de reciclagem do balão.
Sobressaía a língua reciclada de trapos.
    Concluído o projecto convertido em máscara levámo-lo para o Par-
que do Amial, a fim de participar no concurso de máscaras desmedidas
que se realizou no dia do desfile de carnaval.
     Participar neste projecto foi divertidíssimo: - o nosso grande prémio
- o empenho a alegria e o companheirismo na feitura 3A Tom, a nossa
máscara.



                                                            “ A Menina do Mar” veio até à turma do 1ºB!
                                                            Nesta história vivenciámos algo único!
                                                            Fomos levados para um mundo da magia do conto
                                                            onde grandes emoções foram caracterizadas de forma
                                                            peculiar e eloquente!
                                                            Assim, através deste conto, constatámos que a partir
                                                            da literatura de expressão oral podemos criar um palco
                                                            imaginário, onde é possível integrar significados di-
                Inês 2.ºA      Bernardo 2.ºB                versos e ainda o ato criativo!
                                                            Foi uma experiência gratificante!
P á g i n a   7                                                                           J o r n a l   J ú ni o r




        No dia 27 de janeiro fomos à Bi-
blioteca Pública Municipal do Porto, em                Fomos ver as salas de leitura. Estas tinham os livros ordenados por
São Lázaro, a propósito do projecto “O        altura e por temas. Os livros muito antigos estavam guardados para não se
Museu e Eu”.                                  estragarem, por isso há uma sala própria para os leitores que os quiserem ler.
        Fomos recebidos pela Dra. Con- Como na biblioteca há muito livros, grande parte deles estão noutras salas
ceição que nos orientou na visita guiada. onde o leitor não tem acesso. Assim, quando alguém os pretende ler, preen-
Também contámos com a presença da es- che um cartão com um bilhete de identidade do livro para que ele possa ser
critora Conceição Rocha, que nos vai encontrado. O livro é enviado para a sala de leitura pelo monta-cargas (o
acompanhar na escrita de textos para o elevador dos livros).
livro que vai ser editado pela Câmara Mu-              Ainda vimos a biblioteca sonora e pelos corredores apreciámos
nicipal do Porto. Neste livro haverá textos quadros de antigos directores da biblioteca, bustos e azulejos antigos.
de alunos de várias escolas e as suas pers-            Terminámos a visita na biblioteca juvenil.
pectivas sobre os museus que visitaram,                Foi uma manhã maravilhosa!                   Texto coletivo – 3º B
assim como histórias imaginadas a partir
do que viram.
        Começámos por nos sentar nos
claustros da biblioteca onde aprendemos
um pouco sobre a história da biblioteca,
que, inicialmente foi um convento de fra-
des sendo o seu fundador D. Pedro IV.




    No passado mês de fevereiro, tomou posse a nova direcção da Associação de Pais da EB1/JI dos Miosótis.
    A Associação visa na generalidade a defesa e promoção dos interesses dos seus associados em tudo quanto respeite à
 educação e ensino dos seus filhos e educandos. Visa também colaborar na melhoria das condições da Escola para que os
 nossos filhos possam crescer em todas as dimensões, quer no aumento do conhecimento, do ser e do saber fazer, quer
 tornando consciência da sua cidadania.
   Assim sendo e para se poder dar continuidade ao trabalho feito até agora, vimos por este meio solicitar junto dos En-
 carregados de Educação das nossas crianças, que colaborem connosco através da prestação de um donativo.
    Para além de pequenas iniciativas, os donativos representam a principal e quase única fonte de receita desta associa-
 ção para a prossecução das suas finalidades, programas e actividades que se desenvolverão em prol de toda a comunida-
 de escolar.
    Os donativos deverão ser entregues à professora que mais tarde os conduzirá à associação. Todos os donativos terão
 direito ao respetivo recibo.


                                                          Para quaisquer informações ou esclarecimentos entre em con-
                                                          tacto conosco através do email: pais.miosotis@gmail.com
                                                          o mesmo endereço se aplica à nossa página no Facebook.
Ú l t i m a   P á g i na                                                           J o r n a l   J ú ni o r




Bibliocarro estacionou na nossa escola!
   O bibliocarro é um autocarro diferente dos que esta-
mos habituados. Está pintado com outras cores, tem as
janelas tapadas e serve para viajar quando está parado.
Esta viatura foi colocada na estrada pela Biblioteca Mu-
nicipal Almeida Garret e ajuda-nos a sonhar viajando
através de livros, computadores, cd´s, dvd´s, etc.
                                                           As obras continuam a bom ritmo!
                                                              Quem vê não consegue ficar indiferente às remode-
                                                           lações que estão a ser feitas no exterior do edifício da
                                                           escola. Desde o alargamento da entrada principal,
                                                           passando pelo melhoramento do recreio, até ao par-
                                                           que infantil, tudo está a ser feito para embelezar ainda
                                                           mais a nossa renovada escola.




    Florentino Martins da Silva Lessa & Flo, Lda
    Praceta dos Mogos, 157
    Zona Industrial de Vermoim
    4470-343 MAIA


    Tel. +351 229 441 603
    geral@tipografialessa.pt

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jornal da escola dep jose de assis
Jornal da escola dep jose de assisJornal da escola dep jose de assis
Jornal da escola dep jose de assis
barbaragratao
 
Jornal 2º período
Jornal 2º períodoJornal 2º período
Jornal 2º período
colegiosantarita
 
Semanada Leitura2009 Escolas
Semanada Leitura2009 EscolasSemanada Leitura2009 Escolas
Semanada Leitura2009 Escolas
Enguardas
 
Entrepalavras8 marco2016
Entrepalavras8 marco2016Entrepalavras8 marco2016
Entrepalavras8 marco2016
Dores Pinto
 
Jornal cieja ano 2011 - 3ª edição
Jornal cieja   ano 2011 - 3ª ediçãoJornal cieja   ano 2011 - 3ª edição
Jornal cieja ano 2011 - 3ª edição
ciejafreguesia
 
Jornal 49 3º período
Jornal 49   3º períodoJornal 49   3º período
61
6161
DeClara 43 junho 2021
DeClara 43 junho 2021DeClara 43 junho 2021
DeClara 43 junho 2021
IsabelPereira2010
 
Jornal da escola 3
Jornal da escola 3Jornal da escola 3
Jornal da escola 3
Francisco Das Chagas Azevedo
 
Diário da Criança do Campo Outubro/2013
Diário da Criança do Campo Outubro/2013Diário da Criança do Campo Outubro/2013
Diário da Criança do Campo Outubro/2013
ER José Do Nascimento
 
Entrepalavras9 julho 2016
Entrepalavras9 julho 2016Entrepalavras9 julho 2016
Entrepalavras9 julho 2016
Dores Pinto
 
C:\fakepath\jornal escolar palavras d'encantar 9.º edição
C:\fakepath\jornal escolar   palavras d'encantar 9.º ediçãoC:\fakepath\jornal escolar   palavras d'encantar 9.º edição
C:\fakepath\jornal escolar palavras d'encantar 9.º edição
maxteles2004
 
Cópia de faladora correto
Cópia de faladora corretoCópia de faladora correto
Cópia de faladora correto
Carla Abreu
 
Jornal Notícia Escolar julho
 Jornal  Notícia Escolar julho Jornal  Notícia Escolar julho
Jornal Notícia Escolar julho
joaoevangelista11
 
Newsletter Encontro com o escritor e ilustrador Pedro Seromenho
Newsletter Encontro com o escritor e ilustrador Pedro SeromenhoNewsletter Encontro com o escritor e ilustrador Pedro Seromenho
Newsletter Encontro com o escritor e ilustrador Pedro Seromenho
Dores Pinto
 
Boletim Março 2013
Boletim Março 2013Boletim Março 2013
Boletim Março 2013
Mais Sucesso
 
Boletim março 2013
Boletim março 2013Boletim março 2013
Boletim março 2013
Mais Sucesso
 
Jornal emba2 finalizado
Jornal emba2   finalizadoJornal emba2   finalizado
Jornal emba2 finalizado
Luciano Luiz Aires
 
Jornal dez09 final_x
Jornal dez09 final_xJornal dez09 final_x
Jornal dez09 final_x
Dragon Force / FC Bom Sucesso
 

Mais procurados (19)

Jornal da escola dep jose de assis
Jornal da escola dep jose de assisJornal da escola dep jose de assis
Jornal da escola dep jose de assis
 
Jornal 2º período
Jornal 2º períodoJornal 2º período
Jornal 2º período
 
Semanada Leitura2009 Escolas
Semanada Leitura2009 EscolasSemanada Leitura2009 Escolas
Semanada Leitura2009 Escolas
 
Entrepalavras8 marco2016
Entrepalavras8 marco2016Entrepalavras8 marco2016
Entrepalavras8 marco2016
 
Jornal cieja ano 2011 - 3ª edição
Jornal cieja   ano 2011 - 3ª ediçãoJornal cieja   ano 2011 - 3ª edição
Jornal cieja ano 2011 - 3ª edição
 
Jornal 49 3º período
Jornal 49   3º períodoJornal 49   3º período
Jornal 49 3º período
 
61
6161
61
 
DeClara 43 junho 2021
DeClara 43 junho 2021DeClara 43 junho 2021
DeClara 43 junho 2021
 
Jornal da escola 3
Jornal da escola 3Jornal da escola 3
Jornal da escola 3
 
Diário da Criança do Campo Outubro/2013
Diário da Criança do Campo Outubro/2013Diário da Criança do Campo Outubro/2013
Diário da Criança do Campo Outubro/2013
 
Entrepalavras9 julho 2016
Entrepalavras9 julho 2016Entrepalavras9 julho 2016
Entrepalavras9 julho 2016
 
C:\fakepath\jornal escolar palavras d'encantar 9.º edição
C:\fakepath\jornal escolar   palavras d'encantar 9.º ediçãoC:\fakepath\jornal escolar   palavras d'encantar 9.º edição
C:\fakepath\jornal escolar palavras d'encantar 9.º edição
 
Cópia de faladora correto
Cópia de faladora corretoCópia de faladora correto
Cópia de faladora correto
 
Jornal Notícia Escolar julho
 Jornal  Notícia Escolar julho Jornal  Notícia Escolar julho
Jornal Notícia Escolar julho
 
Newsletter Encontro com o escritor e ilustrador Pedro Seromenho
Newsletter Encontro com o escritor e ilustrador Pedro SeromenhoNewsletter Encontro com o escritor e ilustrador Pedro Seromenho
Newsletter Encontro com o escritor e ilustrador Pedro Seromenho
 
Boletim Março 2013
Boletim Março 2013Boletim Março 2013
Boletim Março 2013
 
Boletim março 2013
Boletim março 2013Boletim março 2013
Boletim março 2013
 
Jornal emba2 finalizado
Jornal emba2   finalizadoJornal emba2   finalizado
Jornal emba2 finalizado
 
Jornal dez09 final_x
Jornal dez09 final_xJornal dez09 final_x
Jornal dez09 final_x
 

Destaque

AprendizaXe Cooperativo Fernando Trujillo
AprendizaXe Cooperativo Fernando TrujilloAprendizaXe Cooperativo Fernando Trujillo
AprendizaXe Cooperativo Fernando Trujillo
Susana Vila
 
LA CRONICA 546
LA CRONICA 546LA CRONICA 546
LA CRONICA 549
LA CRONICA 549LA CRONICA 549
teoria tridimensional do direito e art. 170 CF
teoria tridimensional do direito e art. 170 CFteoria tridimensional do direito e art. 170 CF
teoria tridimensional do direito e art. 170 CF
Marcone Rocha
 
Can, macho, srd, 10 anos
Can, macho, srd, 10 anosCan, macho, srd, 10 anos
Can, macho, srd, 10 anos
Webvetveterinaria
 
LA CRÓNICA 583
LA CRÓNICA 583LA CRÓNICA 583
Produção da informação - Grupo 2 - 2ºsem/2011
Produção da informação - Grupo 2 - 2ºsem/2011Produção da informação - Grupo 2 - 2ºsem/2011
Produção da informação - Grupo 2 - 2ºsem/2011
Victor Santos
 
Distribucio nde plant1
Distribucio nde plant1Distribucio nde plant1
Distribucio nde plant1
Alex Gutierrez
 
Primaria
PrimariaPrimaria
Primaria
Susana Vila
 
Oussama's favourite country
Oussama's favourite countryOussama's favourite country
Oussama's favourite country
MARTUTXIRA
 
Critérios de classificação das empresas
Critérios de classificação das empresasCritérios de classificação das empresas
Critérios de classificação das empresas
turmaec11a
 
Europa total
Europa totalEuropa total
Europa total
recoba27
 
Atividades de releitura
Atividades de releituraAtividades de releitura
Atividades de releitura
Anelise Altenhofen
 
Asperger.luis maquinista
Asperger.luis maquinistaAsperger.luis maquinista
Asperger.luis maquinista
Susana Vila
 
Tº mente
Tº menteTº mente
Tº mente
Susana Vila
 
LA CRÓNICA 595
LA CRÓNICA 595LA CRÓNICA 595
A história dos massuia de campinas terceira edição
A história dos massuia de campinas   terceira ediçãoA história dos massuia de campinas   terceira edição
A história dos massuia de campinas terceira edição
Wings Design & Comunicação
 
Combate mkt digital g2 Marcio Nunes
Combate mkt digital g2 Marcio NunesCombate mkt digital g2 Marcio Nunes
Combate mkt digital g2 Marcio Nunes
Gustavo Silva
 
Pfc vives
Pfc vivesPfc vives
Pfc vives
Dan Qsp
 
Legislação Calendário escolar 2014-15 e exames 2015
Legislação Calendário escolar 2014-15 e exames 2015Legislação Calendário escolar 2014-15 e exames 2015
Legislação Calendário escolar 2014-15 e exames 2015
EDUCATE
 

Destaque (20)

AprendizaXe Cooperativo Fernando Trujillo
AprendizaXe Cooperativo Fernando TrujilloAprendizaXe Cooperativo Fernando Trujillo
AprendizaXe Cooperativo Fernando Trujillo
 
LA CRONICA 546
LA CRONICA 546LA CRONICA 546
LA CRONICA 546
 
LA CRONICA 549
LA CRONICA 549LA CRONICA 549
LA CRONICA 549
 
teoria tridimensional do direito e art. 170 CF
teoria tridimensional do direito e art. 170 CFteoria tridimensional do direito e art. 170 CF
teoria tridimensional do direito e art. 170 CF
 
Can, macho, srd, 10 anos
Can, macho, srd, 10 anosCan, macho, srd, 10 anos
Can, macho, srd, 10 anos
 
LA CRÓNICA 583
LA CRÓNICA 583LA CRÓNICA 583
LA CRÓNICA 583
 
Produção da informação - Grupo 2 - 2ºsem/2011
Produção da informação - Grupo 2 - 2ºsem/2011Produção da informação - Grupo 2 - 2ºsem/2011
Produção da informação - Grupo 2 - 2ºsem/2011
 
Distribucio nde plant1
Distribucio nde plant1Distribucio nde plant1
Distribucio nde plant1
 
Primaria
PrimariaPrimaria
Primaria
 
Oussama's favourite country
Oussama's favourite countryOussama's favourite country
Oussama's favourite country
 
Critérios de classificação das empresas
Critérios de classificação das empresasCritérios de classificação das empresas
Critérios de classificação das empresas
 
Europa total
Europa totalEuropa total
Europa total
 
Atividades de releitura
Atividades de releituraAtividades de releitura
Atividades de releitura
 
Asperger.luis maquinista
Asperger.luis maquinistaAsperger.luis maquinista
Asperger.luis maquinista
 
Tº mente
Tº menteTº mente
Tº mente
 
LA CRÓNICA 595
LA CRÓNICA 595LA CRÓNICA 595
LA CRÓNICA 595
 
A história dos massuia de campinas terceira edição
A história dos massuia de campinas   terceira ediçãoA história dos massuia de campinas   terceira edição
A história dos massuia de campinas terceira edição
 
Combate mkt digital g2 Marcio Nunes
Combate mkt digital g2 Marcio NunesCombate mkt digital g2 Marcio Nunes
Combate mkt digital g2 Marcio Nunes
 
Pfc vives
Pfc vivesPfc vives
Pfc vives
 
Legislação Calendário escolar 2014-15 e exames 2015
Legislação Calendário escolar 2014-15 e exames 2015Legislação Calendário escolar 2014-15 e exames 2015
Legislação Calendário escolar 2014-15 e exames 2015
 

Semelhante a Jornal júnior 4

Jornal "O Barnabé" - junho 10
Jornal "O Barnabé" - junho 10Jornal "O Barnabé" - junho 10
Jornal "O Barnabé" - junho 10
HelderRamos16
 
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 1
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 1PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 1
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 1
Jonasblog
 
6 entrepalavras julho 2015 final
6 entrepalavras julho 2015 final6 entrepalavras julho 2015 final
6 entrepalavras julho 2015 final
Dores Pinto
 
4ª edição
4ª edição4ª edição
C:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J UnhoC:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J Unho
franciscamonteiro
 
C:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J UnhoC:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J Unho
franciscamonteiro
 
C:\fakepath\bi j unho
C:\fakepath\bi j unhoC:\fakepath\bi j unho
C:\fakepath\bi j unho
franciscamonteiro
 
C:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J UnhoC:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J Unho
franciscamonteiro
 
(Jornal escolar palavras d'encanta 7.ª edição
(Jornal escolar   palavras d'encanta 7.ª edição(Jornal escolar   palavras d'encanta 7.ª edição
(Jornal escolar palavras d'encanta 7.ª edição
maxteles2004
 
2ºedição 2017
2ºedição 20172ºedição 2017
Boletim Informativo - fevereiro 2014
Boletim Informativo - fevereiro 2014Boletim Informativo - fevereiro 2014
Boletim Informativo - fevereiro 2014
bibliotecasjuliomartins
 
O trovador 1ª ediçao 2014 - agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014
O trovador 1ª ediçao 2014 -    agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014O trovador 1ª ediçao 2014 -    agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014
O trovador 1ª ediçao 2014 - agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014
AMG Sobrenome
 
Folhear 2
Folhear 2Folhear 2
Boletim informativo 3_ae_teixoso
Boletim informativo 3_ae_teixosoBoletim informativo 3_ae_teixoso
Boletim informativo 3_ae_teixoso
jboleu
 
C:\fakepath\jornal pief
C:\fakepath\jornal piefC:\fakepath\jornal pief
C:\fakepath\jornal pief
Ana Arminda Moreira
 
Diário da Criança do Campo - Setembro 2013 - Escola Reunida Prof° Bento José ...
Diário da Criança do Campo - Setembro 2013 - Escola Reunida Prof° Bento José ...Diário da Criança do Campo - Setembro 2013 - Escola Reunida Prof° Bento José ...
Diário da Criança do Campo - Setembro 2013 - Escola Reunida Prof° Bento José ...
ER José Do Nascimento
 
Jornal lapis final ano letivo 12 13 3ºtrimestre
Jornal lapis final ano letivo 12 13  3ºtrimestreJornal lapis final ano letivo 12 13  3ºtrimestre
Jornal lapis final ano letivo 12 13 3ºtrimestre
bibliotecaoureana
 
(Jornal escolar palavras d'encanta 8.ª edição
(Jornal escolar   palavras d'encanta 8.ª edição(Jornal escolar   palavras d'encanta 8.ª edição
(Jornal escolar palavras d'encanta 8.ª edição
maxteles2004
 
(Jornal escolar palavras d'encanta 8.ª edição
(Jornal escolar   palavras d'encanta 8.ª edição(Jornal escolar   palavras d'encanta 8.ª edição
(Jornal escolar palavras d'encanta 8.ª edição
maxteles2004
 
Jornal abril versão 1- agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014
Jornal abril versão 1-   agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014Jornal abril versão 1-   agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014
Jornal abril versão 1- agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014
AMG Sobrenome
 

Semelhante a Jornal júnior 4 (20)

Jornal "O Barnabé" - junho 10
Jornal "O Barnabé" - junho 10Jornal "O Barnabé" - junho 10
Jornal "O Barnabé" - junho 10
 
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 1
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 1PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 1
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO 1
 
6 entrepalavras julho 2015 final
6 entrepalavras julho 2015 final6 entrepalavras julho 2015 final
6 entrepalavras julho 2015 final
 
4ª edição
4ª edição4ª edição
4ª edição
 
C:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J UnhoC:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J Unho
 
C:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J UnhoC:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J Unho
 
C:\fakepath\bi j unho
C:\fakepath\bi j unhoC:\fakepath\bi j unho
C:\fakepath\bi j unho
 
C:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J UnhoC:\Fakepath\Bi J Unho
C:\Fakepath\Bi J Unho
 
(Jornal escolar palavras d'encanta 7.ª edição
(Jornal escolar   palavras d'encanta 7.ª edição(Jornal escolar   palavras d'encanta 7.ª edição
(Jornal escolar palavras d'encanta 7.ª edição
 
2ºedição 2017
2ºedição 20172ºedição 2017
2ºedição 2017
 
Boletim Informativo - fevereiro 2014
Boletim Informativo - fevereiro 2014Boletim Informativo - fevereiro 2014
Boletim Informativo - fevereiro 2014
 
O trovador 1ª ediçao 2014 - agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014
O trovador 1ª ediçao 2014 -    agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014O trovador 1ª ediçao 2014 -    agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014
O trovador 1ª ediçao 2014 - agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014
 
Folhear 2
Folhear 2Folhear 2
Folhear 2
 
Boletim informativo 3_ae_teixoso
Boletim informativo 3_ae_teixosoBoletim informativo 3_ae_teixoso
Boletim informativo 3_ae_teixoso
 
C:\fakepath\jornal pief
C:\fakepath\jornal piefC:\fakepath\jornal pief
C:\fakepath\jornal pief
 
Diário da Criança do Campo - Setembro 2013 - Escola Reunida Prof° Bento José ...
Diário da Criança do Campo - Setembro 2013 - Escola Reunida Prof° Bento José ...Diário da Criança do Campo - Setembro 2013 - Escola Reunida Prof° Bento José ...
Diário da Criança do Campo - Setembro 2013 - Escola Reunida Prof° Bento José ...
 
Jornal lapis final ano letivo 12 13 3ºtrimestre
Jornal lapis final ano letivo 12 13  3ºtrimestreJornal lapis final ano letivo 12 13  3ºtrimestre
Jornal lapis final ano letivo 12 13 3ºtrimestre
 
(Jornal escolar palavras d'encanta 8.ª edição
(Jornal escolar   palavras d'encanta 8.ª edição(Jornal escolar   palavras d'encanta 8.ª edição
(Jornal escolar palavras d'encanta 8.ª edição
 
(Jornal escolar palavras d'encanta 8.ª edição
(Jornal escolar   palavras d'encanta 8.ª edição(Jornal escolar   palavras d'encanta 8.ª edição
(Jornal escolar palavras d'encanta 8.ª edição
 
Jornal abril versão 1- agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014
Jornal abril versão 1-   agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014Jornal abril versão 1-   agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014
Jornal abril versão 1- agrupamento D.Dinis - ODIVELAS 2014
 

Mais de Paula Andrade

CDU Tabela de Autoridade_Desbloqueado (1).pdf
CDU Tabela de Autoridade_Desbloqueado (1).pdfCDU Tabela de Autoridade_Desbloqueado (1).pdf
CDU Tabela de Autoridade_Desbloqueado (1).pdf
Paula Andrade
 
Palavras do mundo
Palavras do mundoPalavras do mundo
Palavras do mundo
Paula Andrade
 
Como se faz um trabalho escolar sobre animais
Como se faz um trabalho escolar sobre animaisComo se faz um trabalho escolar sobre animais
Como se faz um trabalho escolar sobre animais
Paula Andrade
 
Espalhem Esta Noticia
Espalhem Esta NoticiaEspalhem Esta Noticia
Espalhem Esta Noticia
Paula Andrade
 
A nossa dimensão Universal
A nossa dimensão UniversalA nossa dimensão Universal
A nossa dimensão Universal
Paula Andrade
 
A internet 1º ciclo
A internet 1º cicloA internet 1º ciclo
A internet 1º ciclo
Paula Andrade
 
Ribeira e suas origens
Ribeira e suas origensRibeira e suas origens
Ribeira e suas origens
Paula Andrade
 
Porto sé catedral
Porto sé catedralPorto sé catedral
Porto sé catedral
Paula Andrade
 
Porto ontem e hoje bach
Porto ontem e hoje   bachPorto ontem e hoje   bach
Porto ontem e hoje bach
Paula Andrade
 
Porto e o eléctrico com tchaikovsky
Porto e o eléctrico com tchaikovskyPorto e o eléctrico com tchaikovsky
Porto e o eléctrico com tchaikovsky
Paula Andrade
 
Pontes do porto
Pontes do portoPontes do porto
Pontes do porto
Paula Andrade
 
Igrejas do porto convento e igreja de santa clara (1)
Igrejas do porto   convento e igreja de santa clara (1)Igrejas do porto   convento e igreja de santa clara (1)
Igrejas do porto convento e igreja de santa clara (1)
Paula Andrade
 
Cidade do porto roteiro 3
Cidade do porto roteiro 3Cidade do porto roteiro 3
Cidade do porto roteiro 3
Paula Andrade
 
Bairros do porto
Bairros do portoBairros do porto
Bairros do porto
Paula Andrade
 
Porto.ruas.bielas
Porto.ruas.bielas Porto.ruas.bielas
Porto.ruas.bielas
Paula Andrade
 
A menina que detestava livros manjusha pawagi
A menina que detestava livros   manjusha pawagiA menina que detestava livros   manjusha pawagi
A menina que detestava livros manjusha pawagi
Paula Andrade
 
O mistério do rio douro
O mistério do rio douroO mistério do rio douro
O mistério do rio douro
Paula Andrade
 
Fruxas e badas
Fruxas e badasFruxas e badas
Fruxas e badas
Paula Andrade
 
As mais belas bibliotecas do mundo
As mais belas bibliotecas do mundoAs mais belas bibliotecas do mundo
As mais belas bibliotecas do mundo
Paula Andrade
 
Almeida Garrett o apaixonado
Almeida Garrett o apaixonadoAlmeida Garrett o apaixonado
Almeida Garrett o apaixonado
Paula Andrade
 

Mais de Paula Andrade (20)

CDU Tabela de Autoridade_Desbloqueado (1).pdf
CDU Tabela de Autoridade_Desbloqueado (1).pdfCDU Tabela de Autoridade_Desbloqueado (1).pdf
CDU Tabela de Autoridade_Desbloqueado (1).pdf
 
Palavras do mundo
Palavras do mundoPalavras do mundo
Palavras do mundo
 
Como se faz um trabalho escolar sobre animais
Como se faz um trabalho escolar sobre animaisComo se faz um trabalho escolar sobre animais
Como se faz um trabalho escolar sobre animais
 
Espalhem Esta Noticia
Espalhem Esta NoticiaEspalhem Esta Noticia
Espalhem Esta Noticia
 
A nossa dimensão Universal
A nossa dimensão UniversalA nossa dimensão Universal
A nossa dimensão Universal
 
A internet 1º ciclo
A internet 1º cicloA internet 1º ciclo
A internet 1º ciclo
 
Ribeira e suas origens
Ribeira e suas origensRibeira e suas origens
Ribeira e suas origens
 
Porto sé catedral
Porto sé catedralPorto sé catedral
Porto sé catedral
 
Porto ontem e hoje bach
Porto ontem e hoje   bachPorto ontem e hoje   bach
Porto ontem e hoje bach
 
Porto e o eléctrico com tchaikovsky
Porto e o eléctrico com tchaikovskyPorto e o eléctrico com tchaikovsky
Porto e o eléctrico com tchaikovsky
 
Pontes do porto
Pontes do portoPontes do porto
Pontes do porto
 
Igrejas do porto convento e igreja de santa clara (1)
Igrejas do porto   convento e igreja de santa clara (1)Igrejas do porto   convento e igreja de santa clara (1)
Igrejas do porto convento e igreja de santa clara (1)
 
Cidade do porto roteiro 3
Cidade do porto roteiro 3Cidade do porto roteiro 3
Cidade do porto roteiro 3
 
Bairros do porto
Bairros do portoBairros do porto
Bairros do porto
 
Porto.ruas.bielas
Porto.ruas.bielas Porto.ruas.bielas
Porto.ruas.bielas
 
A menina que detestava livros manjusha pawagi
A menina que detestava livros   manjusha pawagiA menina que detestava livros   manjusha pawagi
A menina que detestava livros manjusha pawagi
 
O mistério do rio douro
O mistério do rio douroO mistério do rio douro
O mistério do rio douro
 
Fruxas e badas
Fruxas e badasFruxas e badas
Fruxas e badas
 
As mais belas bibliotecas do mundo
As mais belas bibliotecas do mundoAs mais belas bibliotecas do mundo
As mais belas bibliotecas do mundo
 
Almeida Garrett o apaixonado
Almeida Garrett o apaixonadoAlmeida Garrett o apaixonado
Almeida Garrett o apaixonado
 

Jornal júnior 4

  • 1. Edição 4 março de 2012 Jornal Júnior € 0 , 5 0 A M Ê N D O A S J O R N A L D A E B 1 / J I D O S M I O S Ó T I S E eis que mais um período passou a voar... Ao longo destes meses, foram desenvolvidos diversos projetos indo de encontro às aprendizagens e realizações EDITORIAL da comunidade escolar. Sendo o nosso Jornal, um ponto de encontro, que através de um entrelaçar de saberes e experiências nos veicula para uma qualidade de ensino e uma irreverência singular, partilhamos assim convosco… alguns pozinhos de magia … que suscitarão um interesse idóneo por tudo aquilo que realizamos com os alunos e comunidade edu- cativa! Desejamos-vos ótimas leituras e boa Páscoa! As Coordenadoras do Projeto A L G U N S D E S T A Q U E S D E S T A E D I Ç Ã O Equipa técnica: Entrevista à Subdiretora do Agrupamento 2 Turma: 3.º B Porto Crianças — Profissões nas Artes 2 Coordenação das Professoras: Carla Teles Resende Quinta Pedagógica 3 Raquel Moreira Ribeira da Granja 4 Design e Montagem: Porto Crianças — Casa da Música 5 Pedro Resende O Museu e Eu 7 Colaboração: Associação de Pais 7 Todos os Alunos e Professores
  • 2. P á g i n a 2 J o r n a l J ú ni o r E n t r e v i s t a à P r o f e s s o r a E l m i r a : S u b d i r e t o r a d o A g r u p a me n t o Ve r t i c a l d a s e s c o l a s d o A m i a l . Jornal - Quais as suas funções no Agrupamento Pêro Vaz de Caminha? Professora- Exerço as funções de Subdiretora. J – Em que área/disciplina se licenciou? P – Licenciei-me na área do Pré-Escolar. J – Há quantos anos está no nosso Agrupamento? P – 11 anos J – Gosta de trabalhar cá? P – Gosto muito. J – Em que escola fez o 1º ciclo? J – Agora que se aproxima a Páscoa, o que lhe P – Escola do Campo 24 de Agosto na cidade do Porto diz esta época? J – Que recordações tem desse tempo? Recorda-se da sua P – Independentemente das crenças religiosas de professora, dos colegas e das brincadeiras? cada pessoa, penso que a Páscoa é mais uma das P – Lembro-me das brincadeiras e do trabalho que lá fazia. A épocas festivas propícias para reunir famílias e con- minha professora chamava-se Alcina e queria que escrevêsse- viver umas com as outras. mos sem erros e com uma caligrafia perfeita. Organizava con- J – Pode-nos contar alguma vivência da Páscoa cursos de escrita, com direito a prémios. No Natal havia sempre da sua infância? uma festa organizada pelos alunos e professores. Lembro-me que nessas festas tocava piano para os pais ouvirem e ficava P – Quando era da vossa idade passava a Páscoa em Viseu na casa dos meus avós. Colocava-se na entra- sempre muito nervosa com medo de errar a tocar. da das portas flores e nas janelas toalhas de renda J – Já veio ver a nossa escola renovada? O que achou? para receber em casa o compasso. Depois do almoço de Páscoa enquanto os meus pais ficavam a falar P – Acompanhei as obras da Escola dos Miosótis e penso que com os meus tios, eu e os meus primos íamos brin- resultou numa escola luminosa, elegante, digna de receber os alunos que a frequentam. car para a quinta. Subíamos ás árvores, andávamos às corridas e íamos ver os animais aos currais. Perguntas elaboradas pelos alunos do 3º ano, turma B da EB1 dos Miosótis, no âmbito do Projeto da Turma (Jornal Júnior) Desde o início do 2.º período, a turma do 4.º A está a par- ticipar no projeto "Porto de Crianças - As profissões nas artes". Este projeto consiste no aprofundar do conhecimento das profissões de "escritor", "oleiro" e "pintor" e da fascinante história de vida de diversas personalidades da cidade. Para além das várias visitas a três museus da cidade - Casa Museu Guerra Junqueiro, Casa Museu Marta Ortigão Sampaio e Casa-oficina António Carneiro - os alunos estão a tomar contacto com os locais onde trabalharam ou viveram personalidades como Guerra Junqueiro, Ramalho Ortigão e António Carneiro. O projeto terminará no mês de Maio e também contará com sessões em sala de aula, orientadas pelos responsáveis do projeto nos respetivos museus.
  • 3. P á g i n a 3 J o r n a l J ú ni o r J.I. faz visita à Quinta Pedagógica Fomos passar um dia diferente e muito divertido à Quinta Pedagógica da Eira em Penafiel. Transformámo-nos em pe- quenos agricultores e fomos visitar e alimentar os diversos animais da quinta. Alguns pareciam tão esfomeados que nos puxavam a comida das nossas mãos de uma vez só. Como em qualquer quinta, existe um “Tio Manel” que no seu tractor nos levou a passar e a conhecer os diversos espaços que a quinta disponha. Enquanto passeávamos no tractor can- távamos várias músicas para engrandecer o nosso passeio… isso é que foi uma grande aventura! Com a hora do almoço a chegar regressámos ao refeitório, para fazer um piquenique. Foi um almoço diferente do que estamos habituados na escola. Da parte da tarde, fizemos alguns jogos tradicionais. Mas o que mais gostámos foi o do “Arborismo”. De início alguns de nós tivemos um pouco de receio mas, ao vermos os nossos colegas a divertirem-se tanto resolvemos, também experimen- tar… foi espectacular!!! Com a tarde a passar e com a cansaço a chegar, viemos embora para a nossa escola. Foi um dia muito divertido e que valeu muito a pena. A turma do 1.º B, dramatizou para os alunos do Pré-Escolar a “História do Coelhinho Branco”. Todos adoraram a experiência e esperam poder um dia voltar a repetir... “Era uma vez um coelhinho branco. Um dia foi buscar couves à horta para fazer um caldinho. Quando o coe- lhinho branco voltou para casa, encontrou a porta fecha- da e bateu: - Quem é? – perguntou um vozeirão lá de dentro... ...E em busca de ajuda para reconquistar a sua casa, ocupada pela terrível cabra cabrês, que se lhe saltava em cima, o fazia em três, o coelhinho terá várias surpresas... … O coelhinho vai pedir ajuda a vários amigos animais mas todos eles se mostram medrosos para com a cabra cabrês. Apenas consegue a ajuda da pequena formiga rabiga que, aceita o desafio de expulsar a cabra cabrês.”
  • 4. P á g i n a 4 J o r n a l J ú ni o r Desde o primeiro ano que a nossa turma come- mora sempre a lição nº 100. Este ano não foi exceção, no dia 1 de março festejámos esta lição com o habitual lan- che. A colaboração dos nossos pais foi muito preciosa! Na mesa estavam muitas e deliciosas iguarias: gelatina, bolachas, batatas fritas, gomas, línguas de gato, sumos, bolos de chocolate e de laranja e a famosa tarte de li- mão! Cantámos os parabéns à nossa turma, dançámos, brincámos e jogámos à Caça ao Tesouro com a animado- ra Márcia e a estagiária Mafalda que também nos ajuda- ram a preparar a festa! Estávamos todos bem-dispostos, foi um final de tarde diferente! Fica a promessa de que para o ano há mais! Bárbara, Gonçalo, João, Mafalda e Ricardo Filipe - 3º B Os alunos do quarto ano, da turma B, da E.B.1/J.I. dos Mio- sótis, realizaram uma visita de estudo integrada nas atividades dinamizadas pelo Parque do Amial. Esta visita teve como prin- cipal objetivo fazer com que os alunos conhecessem um pouco da história de uma das principais ribeiras da cidade do Porto. Com esta visita ficamos a conhecer um pouco da história desta ribeira. Sendo uma das mais importantes da cidade do Porto, ao longo dos tempos, a ribeira foi entubada havendo poucos troços em que esta circula a céu aberto. Tivemos a oportunidade de visitar locais em que esta circula por baixo dos nossos pés, locais estes que podem ser visitados e outros locais onde esta circula e onde nós tivemos a oportunidade de verifi- car a sua poluição, ou não, os animais que perto dela vivem, assim como, a vegetação que surge nas suas margens. Passa- mos também no Viso onde vimos um jardim muito bonito, re- centemente recuperado, e onde a ribeira segue a céu aberto embelezando ainda mais o espaço. Esta visita foi muito interessante e permitiu-nos conhecer um pouco mais da nossa cidade e da sua história.
  • 5. J o r n a l J ú ni o r P á g i n a 5 No dia 29 de fevereiro, um grupo de sete alunos do 3º B: a Ana Luísa, a Bárbara, a Beatriz, o João, a Mafalda, o Ricardo Filipe e a Sofia, foi gra- var na Biblioteca Pública Municipal do Porto, a história «A que sabe a lua?» de Michael Grejniec para crianças invisuais. Esta atividade insere-se na comemoração dos 40 anos da Biblioteca Sonora que pretende enriquecer o seu acervo para o público infanto-juvenil. Todos gostámos muito desta experiência, visto que este projeto foi bem sucedido com a ajuda de todos. Quando lá chegámos vimos umas máscaras muito bonitas feitas por alunos de várias escolas do Porto, inclusive da nossa. Depois chegou o momento da nossa gravação. Havia três cabines e quando era a nossa vez de gravar, íamos para as cabines. Juntaram as nos- sas vozes e a história ficou completa! Gostámos muito de ter participado neste projeto e de saber que os meni- nos invisuais vão poder ouvir esta linda história. Estamos muito felizes! João e Bárbara – 3º B No decorrente período fomos duas vezes à Casa da Música participar em workshop. No primeiro workshop trabalhámos nos computadores da casa da música. Cada criança compôs a sua música e o resul- tado foi maravilhoso. Na segunda ida à Casa da Música, cada criança levou o seu próprio computador Magalhães onde lhe foi instalado o pro- grama a fim de compor as suas próprias músicas. Tivemos acesso a algumas outras salas da casa da música. Nomeadamente, na sala laranja compusemos música com o próprio movimento do corpo. Os andamentos musicais surgiam do maior e menor movi- mento do braços e do corpo. Assim, a música surgiu emanada do nosso próprio corpo: - a nossa música. Foi divertidíssimo. As crianças rebolaram pelo chão, por este ser inclinado, algo que não acontece normalmente. Os animadores, Nuno e Zé, foram fantásticos. Com jogos divertidos ensinaram-nos a aplicar muitos e extravagantes conceitos que resultam em música e, por tudo isto, porque foram duas manhãs fantásticas que nós e as crianças adora- mos, queremos agradecer a quantos se empenharam neste belo no projecto de “Porto Crianças.
  • 6. P á g i n a 6 J o r n a l J ú ni o r A turma do 3.º A da Escola dos Miosótis aceitou o desafio, para realizar uma máscara desmedida. Primeira etapa: Aceitámos este desafio com empenho e dedicação. Elaborámos um projeto (desenho) da nossa futura máscara: cada aluno projectou o desenho da sua própria máscara. A tarefa de seleção dos desenhos de cada aluno coube a Luísa do Parque do Amial. Segunda etapa: Cortámos um cartão, na forma de um círculo e enchemo-lo com jornal de maneira a dar mais relevo na zona das bochechas. Terceira etapa: Construímos o nariz e a boca com garrafas e garrafões e, nova- mente, forrámos tudo com jornal. Quarta etapa: Para os olhos, amassámos três bolas e pintámo-las de preto que colocámos em três garrafões iguais. Quinta etapa: Com spray prateado, pintámos as antenas reciclando pacotes de leite escolar. Sexta etapa: Lara 2.ºB Catarina 2.ºB Por fim, pintámos a máscara de verde e o nariz de vermelho e colocámos-lhe a barba, o cabelo, provenientes de reciclagem do balão. Sobressaía a língua reciclada de trapos. Concluído o projecto convertido em máscara levámo-lo para o Par- que do Amial, a fim de participar no concurso de máscaras desmedidas que se realizou no dia do desfile de carnaval. Participar neste projecto foi divertidíssimo: - o nosso grande prémio - o empenho a alegria e o companheirismo na feitura 3A Tom, a nossa máscara. “ A Menina do Mar” veio até à turma do 1ºB! Nesta história vivenciámos algo único! Fomos levados para um mundo da magia do conto onde grandes emoções foram caracterizadas de forma peculiar e eloquente! Assim, através deste conto, constatámos que a partir da literatura de expressão oral podemos criar um palco imaginário, onde é possível integrar significados di- Inês 2.ºA Bernardo 2.ºB versos e ainda o ato criativo! Foi uma experiência gratificante!
  • 7. P á g i n a 7 J o r n a l J ú ni o r No dia 27 de janeiro fomos à Bi- blioteca Pública Municipal do Porto, em Fomos ver as salas de leitura. Estas tinham os livros ordenados por São Lázaro, a propósito do projecto “O altura e por temas. Os livros muito antigos estavam guardados para não se Museu e Eu”. estragarem, por isso há uma sala própria para os leitores que os quiserem ler. Fomos recebidos pela Dra. Con- Como na biblioteca há muito livros, grande parte deles estão noutras salas ceição que nos orientou na visita guiada. onde o leitor não tem acesso. Assim, quando alguém os pretende ler, preen- Também contámos com a presença da es- che um cartão com um bilhete de identidade do livro para que ele possa ser critora Conceição Rocha, que nos vai encontrado. O livro é enviado para a sala de leitura pelo monta-cargas (o acompanhar na escrita de textos para o elevador dos livros). livro que vai ser editado pela Câmara Mu- Ainda vimos a biblioteca sonora e pelos corredores apreciámos nicipal do Porto. Neste livro haverá textos quadros de antigos directores da biblioteca, bustos e azulejos antigos. de alunos de várias escolas e as suas pers- Terminámos a visita na biblioteca juvenil. pectivas sobre os museus que visitaram, Foi uma manhã maravilhosa! Texto coletivo – 3º B assim como histórias imaginadas a partir do que viram. Começámos por nos sentar nos claustros da biblioteca onde aprendemos um pouco sobre a história da biblioteca, que, inicialmente foi um convento de fra- des sendo o seu fundador D. Pedro IV. No passado mês de fevereiro, tomou posse a nova direcção da Associação de Pais da EB1/JI dos Miosótis. A Associação visa na generalidade a defesa e promoção dos interesses dos seus associados em tudo quanto respeite à educação e ensino dos seus filhos e educandos. Visa também colaborar na melhoria das condições da Escola para que os nossos filhos possam crescer em todas as dimensões, quer no aumento do conhecimento, do ser e do saber fazer, quer tornando consciência da sua cidadania. Assim sendo e para se poder dar continuidade ao trabalho feito até agora, vimos por este meio solicitar junto dos En- carregados de Educação das nossas crianças, que colaborem connosco através da prestação de um donativo. Para além de pequenas iniciativas, os donativos representam a principal e quase única fonte de receita desta associa- ção para a prossecução das suas finalidades, programas e actividades que se desenvolverão em prol de toda a comunida- de escolar. Os donativos deverão ser entregues à professora que mais tarde os conduzirá à associação. Todos os donativos terão direito ao respetivo recibo. Para quaisquer informações ou esclarecimentos entre em con- tacto conosco através do email: pais.miosotis@gmail.com o mesmo endereço se aplica à nossa página no Facebook.
  • 8. Ú l t i m a P á g i na J o r n a l J ú ni o r Bibliocarro estacionou na nossa escola! O bibliocarro é um autocarro diferente dos que esta- mos habituados. Está pintado com outras cores, tem as janelas tapadas e serve para viajar quando está parado. Esta viatura foi colocada na estrada pela Biblioteca Mu- nicipal Almeida Garret e ajuda-nos a sonhar viajando através de livros, computadores, cd´s, dvd´s, etc. As obras continuam a bom ritmo! Quem vê não consegue ficar indiferente às remode- lações que estão a ser feitas no exterior do edifício da escola. Desde o alargamento da entrada principal, passando pelo melhoramento do recreio, até ao par- que infantil, tudo está a ser feito para embelezar ainda mais a nossa renovada escola. Florentino Martins da Silva Lessa & Flo, Lda Praceta dos Mogos, 157 Zona Industrial de Vermoim 4470-343 MAIA Tel. +351 229 441 603 geral@tipografialessa.pt