SlideShare uma empresa Scribd logo
Hereditariedade
	Os seres vivos recebem um conjunto de informações contidas na célula primordial, isto é, no zigoto. É assim que os seres vivos herdam dos progenitores as características que os definem. A Hereditariedade corresponde ao conjunto de processos biológicos que asseguram que cada ser vivo receba e transmita informações, através da reprodução.	As informações genéticas determinam as características de um indivíduo e até a espécie à qual pertence.
ADN (ácido desoxirribonucleicoO ADN é formado por duas cadeias de sequências de nucleótidos, enroladas em dupla hélice. O nucleótido é formado por uma molécula de açúcar (a desoxirribose), um grupo fosfato e por bases azotadas : timina (T), adenina (A), citosina(C) e guanina (G).
Gene	O gene é o segmento de ADN que determina ma característica. O gene é uma unidade de informação genética. Os genes codificam ou regulam a síntese de proteínas que evidenciam as características exibidas pelos seres vivos, como a cor dos olhos, o grupo sanguíneo, entre outros. O conjunto de todos os genes denomina-se genoma.
	No interior do núcleo, o ADN associa-se a proteínas e forma longos filamentos chamados cromatina. Quando a célula se encontra em divisão, a cromatina condensa e origina uma estrutura em forma de bastonete designada cromossoma.
	Os cromossomas humanos são numerados do par 1 até ao par 23. Existem 22 pares de cromossomas idênticos em ambos os sexos, designados autossomas, e o par 23 é diferente conforme o sexo, XX no sexo feminino e XY no sexo masculino. Estes são chamados cromossomas sexuais ou heterossomas.
O que determina o sexo na espécie humana?	O óvulo transporta um cromossoma sexual X enquanto que o espermatozóide pode conter o cromossoma X ou Y. Se o óvulo for fecundado por um espermatozóide que contenha o cromossoma X, o par formado será XX- o ser humano será do sexo feminino. Mas, se o óvulo for fecundado por um espermatozóide que contenha o cromossoma Y, o par será XY- o indivíduo sera do sexo masculino.
O conhecimento científico na área da genética tem contribuído para a resolução de problemas que preocupam as sociedades actuais?Produção de Alimentos	A engenharia genética tem vindo a desenvolver técnicas através da manipulação de seres vivos em laboratório, cujo genoma é alterado, para melhorar uma ou mais características. Os seres vivos cujo genoma é manipulado são designados organismos geneticamente modificados (OGM). Os produtos alimentares produzidos pelos OGM são denominados alimentos transgénicos.
Procedimentos médicos	A clonagem é uma técnica que permite a criação de seres vivos geneticamente idênticos, designados clones, descendentes de uma única célula somática (qualquer célula do organismo à excepção dos gâmetas).
	A técnica de clonagem de animais inspirou a clonagem terapêutica. Até ao momento, a clonagemterapêutica utiliza células que possuem a capacidade de se multiplicarem indefinidamente e podem originar diferentes tecidos, denominadas células estaminais. Existem células estaminais, que se obtêm a partir de embriões, que conseguem formar todo o tipo de tecidos do corpo humano. Podem ser usadas no tratamento de uma infinidade de doenças que um indivíduo posso desenvolver, ao longo da sua vida.A utilização de embriões humanos para a extracção de células estaminais é muito controversa.
Produção de medicamentos	A biotecnologia molecular permitiu a produção de medicamentos de baixo custo e uma produção em grande escala, minimizando o risco de alergias e de infecções para a a população.Planeamento familiarAs técnicas desenvolvidas na área da reprodução medicamente assistida têm sido utilizadas para solucionar muitos casos de infertilidade conjugal e, quando associadas ao diagnóstico genético pré-implantatório (DGPI), evitam o nascimento de crianças com doenças graves.
Terapia genéticaA terapia genética é uma técnica cujo objectivo é inserir genes directamente no núcleo das células do tecido afectado, para tratar ou prevenir doenças, em vez de se utilizarem medicamentos ou cirurgias. Através da terapia genética será possível tratar doenças hereditárias, certos tipos de cancro e injecções virais.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 07 núcleo e cromossomos
Aula 07   núcleo e cromossomosAula 07   núcleo e cromossomos
Aula 07 núcleo e cromossomos
Hamilton Nobrega
 
Genética – a herança ligada ao sexo
Genética – a herança ligada ao sexoGenética – a herança ligada ao sexo
Genética – a herança ligada ao sexo
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Heranca ligada sexo
Heranca ligada sexoHeranca ligada sexo
Heranca ligada sexo
Iuri Fretta Wiggers
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
Rebeca Vale
 
Projeto genoma humano
Projeto genoma humanoProjeto genoma humano
Projeto genoma humano
Telmo Júnior
 
Noções de evolução
Noções de evoluçãoNoções de evolução
Noções de evolução
emanuel
 
(5) 2008-2009 - 9º ano - noções básicas de hereditariedade
(5)   2008-2009 - 9º ano - noções básicas de hereditariedade(5)   2008-2009 - 9º ano - noções básicas de hereditariedade
(5) 2008-2009 - 9º ano - noções básicas de hereditariedade
Hugo Martins
 
Mutações
Mutações Mutações
Mutações
Isabel Lopes
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Bio
 
Teoria moderna da evolução
Teoria moderna da evoluçãoTeoria moderna da evolução
Teoria moderna da evolução
Kamila Joyce
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
Dalu Barreto
 
Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexoHerança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo
Fatima Comiotto
 
9.genetica.ppt.hereditariedade.1
9.genetica.ppt.hereditariedade.19.genetica.ppt.hereditariedade.1
9.genetica.ppt.hereditariedade.1
Kecia Oliveira
 
Conceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de GenéticaConceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de Genética
Governo do Estado do Rio Grande do Sul
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
Andreia Maria
 
Codominancia e letalidade
Codominancia e letalidadeCodominancia e letalidade
Codominancia e letalidade
Colégio Batista de Mantena
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
César Milani
 
8 ano reprodução E sistema reprodutor
8 ano reprodução E  sistema reprodutor8 ano reprodução E  sistema reprodutor
8 ano reprodução E sistema reprodutor
Giselle Marques Goes
 
Conceitos basicos em genetica
 Conceitos basicos em genetica Conceitos basicos em genetica
Conceitos basicos em genetica
Adrianne Mendonça
 
Evolução ( Lamarck e darwin)
Evolução ( Lamarck e darwin)Evolução ( Lamarck e darwin)
Evolução ( Lamarck e darwin)
Gisele A. Barbosa
 

Mais procurados (20)

Aula 07 núcleo e cromossomos
Aula 07   núcleo e cromossomosAula 07   núcleo e cromossomos
Aula 07 núcleo e cromossomos
 
Genética – a herança ligada ao sexo
Genética – a herança ligada ao sexoGenética – a herança ligada ao sexo
Genética – a herança ligada ao sexo
 
Heranca ligada sexo
Heranca ligada sexoHeranca ligada sexo
Heranca ligada sexo
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Projeto genoma humano
Projeto genoma humanoProjeto genoma humano
Projeto genoma humano
 
Noções de evolução
Noções de evoluçãoNoções de evolução
Noções de evolução
 
(5) 2008-2009 - 9º ano - noções básicas de hereditariedade
(5)   2008-2009 - 9º ano - noções básicas de hereditariedade(5)   2008-2009 - 9º ano - noções básicas de hereditariedade
(5) 2008-2009 - 9º ano - noções básicas de hereditariedade
 
Mutações
Mutações Mutações
Mutações
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
 
Teoria moderna da evolução
Teoria moderna da evoluçãoTeoria moderna da evolução
Teoria moderna da evolução
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
 
Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexoHerança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo
 
9.genetica.ppt.hereditariedade.1
9.genetica.ppt.hereditariedade.19.genetica.ppt.hereditariedade.1
9.genetica.ppt.hereditariedade.1
 
Conceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de GenéticaConceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de Genética
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Codominancia e letalidade
Codominancia e letalidadeCodominancia e letalidade
Codominancia e letalidade
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
 
8 ano reprodução E sistema reprodutor
8 ano reprodução E  sistema reprodutor8 ano reprodução E  sistema reprodutor
8 ano reprodução E sistema reprodutor
 
Conceitos basicos em genetica
 Conceitos basicos em genetica Conceitos basicos em genetica
Conceitos basicos em genetica
 
Evolução ( Lamarck e darwin)
Evolução ( Lamarck e darwin)Evolução ( Lamarck e darwin)
Evolução ( Lamarck e darwin)
 

Destaque

Noções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedadeNoções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedade
Carlos Moutinho
 
Noçoes de hereditariedade
Noçoes de hereditariedadeNoçoes de hereditariedade
V.5 Angiospermas - flor, fruto e semente
V.5 Angiospermas - flor, fruto e sementeV.5 Angiospermas - flor, fruto e semente
V.5 Angiospermas - flor, fruto e semente
Rebeca Vale
 
Tecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humanoTecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humano
Colegio D. Temoteo
 
Noções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedadeNoções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedade
Patrícia Santos
 
7º ano cap 11 angiospermas características gerais
7º ano cap 11  angiospermas características gerais7º ano cap 11  angiospermas características gerais
7º ano cap 11 angiospermas características gerais
ISJ
 
V.4 Angiospermas - raiz, caule e folha
V.4 Angiospermas - raiz, caule e folhaV.4 Angiospermas - raiz, caule e folha
V.4 Angiospermas - raiz, caule e folha
Rebeca Vale
 
2 os tecidos
2   os tecidos2   os tecidos
2 os tecidos
Rebeca Vale
 
Histologia humana
Histologia humanaHistologia humana
Histologia humana
César Milani
 
Os Tecidos do Corpo Humano
Os Tecidos do Corpo HumanoOs Tecidos do Corpo Humano
Os Tecidos do Corpo Humano
Vanessa Lopes
 
Ppt Hereditariedade
Ppt   HereditariedadePpt   Hereditariedade
Ppt Hereditariedade
stique
 
Aula sistema urinário
Aula sistema urinárioAula sistema urinário
Aula sistema urinário
carlotabuchi
 
Aula hereditariedade
Aula hereditariedadeAula hereditariedade
Aula hereditariedade
CRISCASTROLARANJEIRA
 
Aula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecularAula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecular
Kristian Wessman
 
Sistema Excretor Humano
Sistema Excretor HumanoSistema Excretor Humano
Sistema Excretor Humano
Ajuda Escolar
 
Histologia do sistema urinário
Histologia do sistema urinárioHistologia do sistema urinário
Histologia do sistema urinário
Fabiane Frota
 
6 hereditariedade
6 hereditariedade6 hereditariedade
6 hereditariedade
Maria João Drumond
 
Sistema urinário
Sistema urinárioSistema urinário
Sistema urinário
Cláudia Moura
 
07 Hereditariedade humana
07 Hereditariedade humana07 Hereditariedade humana
07 Hereditariedade humana
Teresa Monteiro
 
Sistema Excretor
Sistema ExcretorSistema Excretor
Sistema Excretor
guesta61019
 

Destaque (20)

Noções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedadeNoções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedade
 
Noçoes de hereditariedade
Noçoes de hereditariedadeNoçoes de hereditariedade
Noçoes de hereditariedade
 
V.5 Angiospermas - flor, fruto e semente
V.5 Angiospermas - flor, fruto e sementeV.5 Angiospermas - flor, fruto e semente
V.5 Angiospermas - flor, fruto e semente
 
Tecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humanoTecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humano
 
Noções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedadeNoções básicas de hereditariedade
Noções básicas de hereditariedade
 
7º ano cap 11 angiospermas características gerais
7º ano cap 11  angiospermas características gerais7º ano cap 11  angiospermas características gerais
7º ano cap 11 angiospermas características gerais
 
V.4 Angiospermas - raiz, caule e folha
V.4 Angiospermas - raiz, caule e folhaV.4 Angiospermas - raiz, caule e folha
V.4 Angiospermas - raiz, caule e folha
 
2 os tecidos
2   os tecidos2   os tecidos
2 os tecidos
 
Histologia humana
Histologia humanaHistologia humana
Histologia humana
 
Os Tecidos do Corpo Humano
Os Tecidos do Corpo HumanoOs Tecidos do Corpo Humano
Os Tecidos do Corpo Humano
 
Ppt Hereditariedade
Ppt   HereditariedadePpt   Hereditariedade
Ppt Hereditariedade
 
Aula sistema urinário
Aula sistema urinárioAula sistema urinário
Aula sistema urinário
 
Aula hereditariedade
Aula hereditariedadeAula hereditariedade
Aula hereditariedade
 
Aula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecularAula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecular
 
Sistema Excretor Humano
Sistema Excretor HumanoSistema Excretor Humano
Sistema Excretor Humano
 
Histologia do sistema urinário
Histologia do sistema urinárioHistologia do sistema urinário
Histologia do sistema urinário
 
6 hereditariedade
6 hereditariedade6 hereditariedade
6 hereditariedade
 
Sistema urinário
Sistema urinárioSistema urinário
Sistema urinário
 
07 Hereditariedade humana
07 Hereditariedade humana07 Hereditariedade humana
07 Hereditariedade humana
 
Sistema Excretor
Sistema ExcretorSistema Excretor
Sistema Excretor
 

Semelhante a Hereditariedade

Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
CNProf
 
Genética 3
Genética 3Genética 3
Genética 3
Jorgelgl
 
Hereditariedade9
Hereditariedade9Hereditariedade9
Hereditariedade9
joao.azinhaga94
 
4 160121211434
4 1601212114344 160121211434
4 160121211434
CarolinaNunes98
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
ingridavilez
 
3 GenóTipo E FenóTipo
3 GenóTipo E FenóTipo3 GenóTipo E FenóTipo
3 GenóTipo E FenóTipo
maria tique
 
Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
Ana Nunes
 
Engenharia genética
Engenharia genéticaEngenharia genética
Engenharia genética
katiuscecardoso
 
Apostila etec biologia
Apostila etec   biologiaApostila etec   biologia
Apostila etec biologia
simuladocontabil
 
Apresentação1 genetica
Apresentação1 geneticaApresentação1 genetica
Apresentação1 genetica
Iara Da Silva Amorim Dos Anjos
 
Genótipo e fenótipo
Genótipo  e fenótipoGenótipo  e fenótipo
Genótipo e fenótipo
Ana Curado
 
3 gentipoefentipo-100521055509-phpapp02
3 gentipoefentipo-100521055509-phpapp023 gentipoefentipo-100521055509-phpapp02
3 gentipoefentipo-100521055509-phpapp02
Rita_Brito
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
Henrique Vieira
 
T a g (thyago andrey geovanny)
T a  g      (thyago andrey geovanny)T a  g      (thyago andrey geovanny)
T a g (thyago andrey geovanny)
EvertonAlvesdeMelo
 
11 - biotecnologia e engenharia genética
11 - biotecnologia e engenharia genética11 - biotecnologia e engenharia genética
11 - biotecnologia e engenharia genética
Marcus Magarinho
 
Biologia - Aula biotecnologia
Biologia - Aula biotecnologiaBiologia - Aula biotecnologia
Biologia - Aula biotecnologia
Aline da Silva (Hammes)
 
4 noções bàsicas de hereditariedade
4  noções bàsicas de hereditariedade4  noções bàsicas de hereditariedade
4 noções bàsicas de hereditariedade
Conceição Raposo
 
Engenharia genetica e a produção de medicamentos
Engenharia genetica e a produção de medicamentosEngenharia genetica e a produção de medicamentos
Engenharia genetica e a produção de medicamentos
Vitória Melo
 
Apresentação da aula de biotecnologia
Apresentação da aula de biotecnologia Apresentação da aula de biotecnologia
Apresentação da aula de biotecnologia
Seleste Mendes Pereira
 
Biotecnologiaatualizadokatiaqueiroz
BiotecnologiaatualizadokatiaqueirozBiotecnologiaatualizadokatiaqueiroz
Biotecnologiaatualizadokatiaqueiroz
MARISTA , UVA, FIC, FAINTER, GÊNESIS
 

Semelhante a Hereditariedade (20)

Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
 
Genética 3
Genética 3Genética 3
Genética 3
 
Hereditariedade9
Hereditariedade9Hereditariedade9
Hereditariedade9
 
4 160121211434
4 1601212114344 160121211434
4 160121211434
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
3 GenóTipo E FenóTipo
3 GenóTipo E FenóTipo3 GenóTipo E FenóTipo
3 GenóTipo E FenóTipo
 
Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
 
Engenharia genética
Engenharia genéticaEngenharia genética
Engenharia genética
 
Apostila etec biologia
Apostila etec   biologiaApostila etec   biologia
Apostila etec biologia
 
Apresentação1 genetica
Apresentação1 geneticaApresentação1 genetica
Apresentação1 genetica
 
Genótipo e fenótipo
Genótipo  e fenótipoGenótipo  e fenótipo
Genótipo e fenótipo
 
3 gentipoefentipo-100521055509-phpapp02
3 gentipoefentipo-100521055509-phpapp023 gentipoefentipo-100521055509-phpapp02
3 gentipoefentipo-100521055509-phpapp02
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
T a g (thyago andrey geovanny)
T a  g      (thyago andrey geovanny)T a  g      (thyago andrey geovanny)
T a g (thyago andrey geovanny)
 
11 - biotecnologia e engenharia genética
11 - biotecnologia e engenharia genética11 - biotecnologia e engenharia genética
11 - biotecnologia e engenharia genética
 
Biologia - Aula biotecnologia
Biologia - Aula biotecnologiaBiologia - Aula biotecnologia
Biologia - Aula biotecnologia
 
4 noções bàsicas de hereditariedade
4  noções bàsicas de hereditariedade4  noções bàsicas de hereditariedade
4 noções bàsicas de hereditariedade
 
Engenharia genetica e a produção de medicamentos
Engenharia genetica e a produção de medicamentosEngenharia genetica e a produção de medicamentos
Engenharia genetica e a produção de medicamentos
 
Apresentação da aula de biotecnologia
Apresentação da aula de biotecnologia Apresentação da aula de biotecnologia
Apresentação da aula de biotecnologia
 
Biotecnologiaatualizadokatiaqueiroz
BiotecnologiaatualizadokatiaqueirozBiotecnologiaatualizadokatiaqueiroz
Biotecnologiaatualizadokatiaqueiroz
 

Hereditariedade

  • 2. Os seres vivos recebem um conjunto de informações contidas na célula primordial, isto é, no zigoto. É assim que os seres vivos herdam dos progenitores as características que os definem. A Hereditariedade corresponde ao conjunto de processos biológicos que asseguram que cada ser vivo receba e transmita informações, através da reprodução. As informações genéticas determinam as características de um indivíduo e até a espécie à qual pertence.
  • 3. ADN (ácido desoxirribonucleicoO ADN é formado por duas cadeias de sequências de nucleótidos, enroladas em dupla hélice. O nucleótido é formado por uma molécula de açúcar (a desoxirribose), um grupo fosfato e por bases azotadas : timina (T), adenina (A), citosina(C) e guanina (G).
  • 4. Gene O gene é o segmento de ADN que determina ma característica. O gene é uma unidade de informação genética. Os genes codificam ou regulam a síntese de proteínas que evidenciam as características exibidas pelos seres vivos, como a cor dos olhos, o grupo sanguíneo, entre outros. O conjunto de todos os genes denomina-se genoma.
  • 5. No interior do núcleo, o ADN associa-se a proteínas e forma longos filamentos chamados cromatina. Quando a célula se encontra em divisão, a cromatina condensa e origina uma estrutura em forma de bastonete designada cromossoma.
  • 6. Os cromossomas humanos são numerados do par 1 até ao par 23. Existem 22 pares de cromossomas idênticos em ambos os sexos, designados autossomas, e o par 23 é diferente conforme o sexo, XX no sexo feminino e XY no sexo masculino. Estes são chamados cromossomas sexuais ou heterossomas.
  • 7. O que determina o sexo na espécie humana? O óvulo transporta um cromossoma sexual X enquanto que o espermatozóide pode conter o cromossoma X ou Y. Se o óvulo for fecundado por um espermatozóide que contenha o cromossoma X, o par formado será XX- o ser humano será do sexo feminino. Mas, se o óvulo for fecundado por um espermatozóide que contenha o cromossoma Y, o par será XY- o indivíduo sera do sexo masculino.
  • 8. O conhecimento científico na área da genética tem contribuído para a resolução de problemas que preocupam as sociedades actuais?Produção de Alimentos A engenharia genética tem vindo a desenvolver técnicas através da manipulação de seres vivos em laboratório, cujo genoma é alterado, para melhorar uma ou mais características. Os seres vivos cujo genoma é manipulado são designados organismos geneticamente modificados (OGM). Os produtos alimentares produzidos pelos OGM são denominados alimentos transgénicos.
  • 9. Procedimentos médicos A clonagem é uma técnica que permite a criação de seres vivos geneticamente idênticos, designados clones, descendentes de uma única célula somática (qualquer célula do organismo à excepção dos gâmetas).
  • 10. A técnica de clonagem de animais inspirou a clonagem terapêutica. Até ao momento, a clonagemterapêutica utiliza células que possuem a capacidade de se multiplicarem indefinidamente e podem originar diferentes tecidos, denominadas células estaminais. Existem células estaminais, que se obtêm a partir de embriões, que conseguem formar todo o tipo de tecidos do corpo humano. Podem ser usadas no tratamento de uma infinidade de doenças que um indivíduo posso desenvolver, ao longo da sua vida.A utilização de embriões humanos para a extracção de células estaminais é muito controversa.
  • 11. Produção de medicamentos A biotecnologia molecular permitiu a produção de medicamentos de baixo custo e uma produção em grande escala, minimizando o risco de alergias e de infecções para a a população.Planeamento familiarAs técnicas desenvolvidas na área da reprodução medicamente assistida têm sido utilizadas para solucionar muitos casos de infertilidade conjugal e, quando associadas ao diagnóstico genético pré-implantatório (DGPI), evitam o nascimento de crianças com doenças graves.
  • 12. Terapia genéticaA terapia genética é uma técnica cujo objectivo é inserir genes directamente no núcleo das células do tecido afectado, para tratar ou prevenir doenças, em vez de se utilizarem medicamentos ou cirurgias. Através da terapia genética será possível tratar doenças hereditárias, certos tipos de cancro e injecções virais.