SlideShare uma empresa Scribd logo
Gustavo Cruz
CATIM
Unidade de Engenharia e Segurança de Equipamentos
Congresso “A Floresta como Recurso”
Fimap - Ferrália, 20 de Outubro de 2010
Integração da Segurança no Projecto de
Máquinas
Requisitos Essenciais
de Segurança
Requisitos Mínimos de
Segurança
Fabricantes Utilizadores
Segurança de máquinas
Obrigações legais
Aspectos legais do trabalho com máquinas na indústria
DL 103/2008 de 24/06 DL 50/2005 de 25/02
Máquinas/equipamentos de trabalho mais seguros
Decreto-Lei nº 103/2008 de 24 de Junho
• Requisitos Essenciais de Segurança
• Auto-certificação / Organismo Notificado
• Dossiê Técnico de Fabrico
• Manual de instruções
• Declaração CE de conformidade
• Marcação CE
Responsabilidade do fabricante
Directiva Máquinas
Fenómeno
perigoso
Pessoa
Dano
Estratégia para a redução do risco
Identificação de riscos
AVALIAÇÃO DO RISCO
MEDIDAS ADOPTADAS PELO FABRICANTE
ETAPA 2 : MEDIDAS DE PROTECÇÃO
ETAPA 3: INFORMAÇÃO PARA UTILIZAÇÃO
Na máquina
No manual de instruções
MEDIDAS ADOPTADAS PELO UTILIZADOR
ETAPA 1 : PREVENÇÃO INTRÍNSECA
ORGANIZAÇÃO
Procedimentos de trabalho seguro
Supervisão
UTILIZAÇÃO DE EPI
FORMAÇÃO
RISCO
Redução do risco
Fenómeno
perigoso
Pessoa
Dano
Prevenção Intrínseca
Prevenção Intrínseca
Prevenção Intrínseca
AVALIAÇÃO DO RISCO
MEDIDAS ADOPTADAS PELO FABRICANTE
ETAPA 2 : MEDIDAS DE PROTECÇÃO
ETAPA 3: INFORMAÇÃO PARA UTILIZAÇÃO
Na máquina
No manual de instruções
MEDIDAS ADOPTADAS PELO UTILIZADOR
ETAPA 1 : PREVENÇÃO INTRÍNSECA
ORGANIZAÇÃO
Procedimentos de trabalho seguro
Supervisão
UTILIZAÇÃO DE EPI
FORMAÇÃO
RISCO
Redução do risco
Fenómeno
perigoso
Pessoa
Evento
desencadeador
Dano
Situação perigosa
Fenómeno
perigoso
Pessoa
Medidas de protecção
colectiva
Medidas de protecção
Medidas de protecção
Protectores Fixos
Protectores Móveis
Medidas de protecção
Protectores Reguláveis
Medidas de protecção
Dispositivos de Protecção
Medidas de protecção
O RISCO
relativo a
um
fenómeno
perigoso
GRAVIDADE
DO
DANO
para o
fenómeno
perigoso
considerado
É
função
da
e
da
PROBABILIDADE DE
OCORRÊNCIA DE UM
DANO
Frequência e duração
da exposição
Probabilidade de
ocorrer de um evento
desencadeador
Possibilidade de evitar
ou de limitar o dano
Elementos do risco
AVALIAÇÃO DO RISCO
MEDIDAS ADOPTADAS PELO FABRICANTE
ETAPA 2 : MEDIDAS DE PROTECÇÃO
ETAPA 3: INFORMAÇÃO PARA UTILIZAÇÃO
Na máquina
No manual de instruções
MEDIDAS ADOPTADAS PELO UTILIZADOR
ETAPA 1 : PREVENÇÃO INTRÍNSECA
ORGANIZAÇÃO
Procedimentos de trabalho seguro
Supervisão
UTILIZAÇÃO DE EPI
FORMAÇÃO
RISCO
Redução do risco
Instruções para
utilização
Fenómeno
perigoso
Pessoa
Dano
Informações para utilização
Informações para utilização
IInnssttrruuççããoo ddee sseegguurraannççaa
ESTAMPAGEM
1 OBJECTIVO 2 RESPONSABILIDADE
Proteger:
 Pessoas, bens e equipamentos
Identificar:
 Situações potencialmente perigosas
 Sistemas de segurança
 Protecção colectiva
 Protecção individual a utilizar
Cumprimento da instrução:
 Operador da máquina
 Pessoal da Manutenção
Verificação:
 Responsável da Manutenção
 Responsável da Segurança do Equipamento
 Responsável de Higiene e Segurança
3 NORMAS DE SEGURANÇA A RESPEITAR
- Mantenha o posto de trabalho sempre limpo e arrumado.
- Não retire as blindagens da máquina.
- Não operar com a máquina sob influência de álcool, drogas ou medicamentos que possam
influenciar a condição física.
4 NORMAS DE SEGURANÇA AQUANDO DA INTERVENÇÃO NA MÁQUINA / POSTO
Antes de iniciar o seu turno:
- Verifique se a máquina está em condições normais de trabalho.
- Verifique se o comando de paragem está operacional.
- Verifique se todas as protecções se encontram no seu devido lugar.
- Em caso de dúvida ou problema com a máquina solicitar a presença da chefia superior.
Em caso de manutenção:
- Desligue a máquina actuando o dispositivo de corte geral.
- Coloque um aviso “Máquina em Manutenção” no quadro eléctrico.
5 PROTECÇÃO EXISTENTE NO POSTO DE TRABALHO 6 PROTECÇÃO INDIVIDUAL
 Comando de paragem de emergência
 Comando bimanual
 Blindagens fixas e móveis (protecção aos órgãos móveis)
NÃO DANIFIQUE NEM REMOVA ESTA INSTRUÇÃO DE SEGURANÇA
MANUAL
DE
INSTRUÇÕES
1. INFORMAÇÕES GERAIS
1.1 APRESENTAÇÃO
Desejamos antes de tudo agradecer a sua preferência pelos nossos equipamentos. Produto
de uma pesquisa constante pela inovação e qualidade, esta Máquina de Fazer Bolachas
garante alta resistência e excelente desempenho.
Tendo sido projectado e construído de acordo com normalização aplicável, cumpre todas as
regras de segurança. No entanto a segurança depende também de si, por isso leia
cuidadosamente este manual antes de começar a trabalhar com o seu novo equipamento,
para que saiba como o operar correctamente, quais as suas possibilidades e limitações.

ATENÇÃO!
A sua segurança e a dos que o rodeiam depende da utilização correcta
deste equipamento, por isso leia atentamente o manual de instruções e
cumpra sempre todas as instruções presentes neste manual.
Em caso de dúvida ou informação adicional, não hesite em contactar
os nossos serviços.
Obrigado pela sua preferência.
2. GARANTIA
A Bolachinha oferece garantia de todos os equipamentos, contra defeitos de fabrico por um
período de 1 ano a partir da data de factura do equipamento. A garantia excluí
componentes que não sejam do nosso fabrico. Nessa situação funcionaremos como apoio
ao nosso cliente junto do fabricante.
A garantia é anulada automaticamente em casos de alteração ou reparação sem
consentimento prévio da Bolachinha ou efectuada por outrém não autorizado. A garantia
abrange apenas a substituição de peças por defeito de fabrico, excluíndo as deslocações.
Documentos de apoio na integração
da Segurança
NORMAS
EN 860:2007 + A1 (2009)- Safety of woodworking machines -
One side thickness planing Machines
EN 861:2007 + A1 (2009)- Safety of woodworking machines -
Surface planing and thicknessing machines
EN 940:2009 - Safety of woodworking machines - Combined
woodworking Machines
EN 1807:1999+A1 (2009) - Safety of woodworking machines -
Band sawing machines
EN 1870-1:2007+A1 (2009) - Safety of woodworking machines
- Circular sawing machines - Part 1: Circular saw benches
(with and without sliding table), dimension saws and building
site saws
(…)
AVALIAÇÃO DO RISCO
MEDIDAS ADOPTADAS PELO FABRICANTE
ETAPA 2 : MEDIDAS DE PROTECÇÃO
ETAPA 3: INFORMAÇÃO PARA UTILIZAÇÃO
Na máquina
No manual de instruções
MEDIDAS ADOPTADAS PELO UTILIZADOR
ETAPA 1 : PREVENÇÃO INTRÍNSECA
ORGANIZAÇÃO
Procedimentos de trabalho seguro
Supervisão
UTILIZAÇÃO DE EPI
FORMAÇÃO
RISCO
Redução do risco
PROTECÇÃO INSTRUÇÕES
PARA
UTILIZAÇÃO
MEDIDAS DE SEGURANÇA DA RESPONSABILIDADE DO PROJECTISTA
(objecto da EN ISO 12100-1)
MEDIDAS DE SEGURANÇA DA
RESPONSABILIDADE DO UTILIZADOR
(não contempladas na EN ISO 12100-1)
FORNECIMENTO
DE
EQUIPAMENTOS
DE PROTECÇÃO
INDIVIDUAL
•PROCEDIMENTOS
DE TRABALHO
SEGUROS
•INSPECÇÃO
•SISTEMA DE
AUTORIZAÇÃO DE
TRABALHO
PREVENÇÃO
INTRÍNSECA
MEDIDAS
ADICIONAIS
Descubraasdiferenças
No fabrico de máquinas, a integração da segurança parece estar
assumida
No fabrico de máquinas, a integração da segurança parece estar
assumida
Descubraasdiferenças

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Nr 12 __parte_2_
Nr 12 __parte_2_Nr 12 __parte_2_
Nr 12 __parte_2_
Prof Brasil brasil
 
Nr 12
Nr 12Nr 12
Apresentacao nr12
Apresentacao nr12Apresentacao nr12
Apresentacao nr12
Paulo Roberto Rocha Lobo
 
Nr 12 texto
Nr 12 textoNr 12 texto
Nr 12 texto
Raul Cristino
 
Seguranca maquinas
Seguranca maquinasSeguranca maquinas
Treinamento de Segurança do Trabalho NR -12 Autor Brasilio da Silva - (41)928...
Treinamento de Segurança do Trabalho NR -12 Autor Brasilio da Silva - (41)928...Treinamento de Segurança do Trabalho NR -12 Autor Brasilio da Silva - (41)928...
Treinamento de Segurança do Trabalho NR -12 Autor Brasilio da Silva - (41)928...
Brasilio da Silva
 
Normas aplicadas a maquinas fundacentro
Normas aplicadas a maquinas fundacentroNormas aplicadas a maquinas fundacentro
Normas aplicadas a maquinas fundacentro
Heiseldasilva
 
Nr 12 anexo VII
Nr 12 anexo VIINr 12 anexo VII
ProteçõEs Para MáQuinas Isamarauxie E Nicolau Bello
ProteçõEs Para MáQuinas   Isamarauxie E Nicolau BelloProteçõEs Para MáQuinas   Isamarauxie E Nicolau Bello
ProteçõEs Para MáQuinas Isamarauxie E Nicolau Bello
guest179adb0
 
Palestra nr12-22062017
Palestra nr12-22062017Palestra nr12-22062017
Palestra nr12-22062017
AlessandraCristinaDa3
 
Minicurso nr 12
Minicurso nr 12Minicurso nr 12
Minicurso nr 12
Elkjaer Braz
 
nr 12 treinamento
nr 12 treinamento nr 12 treinamento
nr 12 treinamento
pwolter
 
Cartilha vídeos 100% seguro
Cartilha vídeos 100% seguroCartilha vídeos 100% seguro
Cartilha vídeos 100% seguro
Alexandre Bastos
 
Apostila nr 12
Apostila nr 12Apostila nr 12
Treinamento nr 12
Treinamento nr 12Treinamento nr 12
Treinamento nr 12
Alexandre Bastos
 
Diretiva máquinas
Diretiva máquinasDiretiva máquinas
Diretiva máquinas
Roberto Medeiros
 
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRASMODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
Mateus Borges
 

Mais procurados (17)

Nr 12 __parte_2_
Nr 12 __parte_2_Nr 12 __parte_2_
Nr 12 __parte_2_
 
Nr 12
Nr 12Nr 12
Nr 12
 
Apresentacao nr12
Apresentacao nr12Apresentacao nr12
Apresentacao nr12
 
Nr 12 texto
Nr 12 textoNr 12 texto
Nr 12 texto
 
Seguranca maquinas
Seguranca maquinasSeguranca maquinas
Seguranca maquinas
 
Treinamento de Segurança do Trabalho NR -12 Autor Brasilio da Silva - (41)928...
Treinamento de Segurança do Trabalho NR -12 Autor Brasilio da Silva - (41)928...Treinamento de Segurança do Trabalho NR -12 Autor Brasilio da Silva - (41)928...
Treinamento de Segurança do Trabalho NR -12 Autor Brasilio da Silva - (41)928...
 
Normas aplicadas a maquinas fundacentro
Normas aplicadas a maquinas fundacentroNormas aplicadas a maquinas fundacentro
Normas aplicadas a maquinas fundacentro
 
Nr 12 anexo VII
Nr 12 anexo VIINr 12 anexo VII
Nr 12 anexo VII
 
ProteçõEs Para MáQuinas Isamarauxie E Nicolau Bello
ProteçõEs Para MáQuinas   Isamarauxie E Nicolau BelloProteçõEs Para MáQuinas   Isamarauxie E Nicolau Bello
ProteçõEs Para MáQuinas Isamarauxie E Nicolau Bello
 
Palestra nr12-22062017
Palestra nr12-22062017Palestra nr12-22062017
Palestra nr12-22062017
 
Minicurso nr 12
Minicurso nr 12Minicurso nr 12
Minicurso nr 12
 
nr 12 treinamento
nr 12 treinamento nr 12 treinamento
nr 12 treinamento
 
Cartilha vídeos 100% seguro
Cartilha vídeos 100% seguroCartilha vídeos 100% seguro
Cartilha vídeos 100% seguro
 
Apostila nr 12
Apostila nr 12Apostila nr 12
Apostila nr 12
 
Treinamento nr 12
Treinamento nr 12Treinamento nr 12
Treinamento nr 12
 
Diretiva máquinas
Diretiva máquinasDiretiva máquinas
Diretiva máquinas
 
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRASMODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
 

Destaque

Proyecto final
Proyecto finalProyecto final
Proyecto final
Gaby León
 
Nota Fiscal Eletronica
Nota Fiscal EletronicaNota Fiscal Eletronica
Nota Fiscal Eletronica
wawnus
 
God's Weird Ways
God's Weird WaysGod's Weird Ways
Lecture 1a
Lecture 1aLecture 1a
Lecture 1a
Max Lyons
 
Proyecto
ProyectoProyecto
O impacto do PRODER na idade média dos agricultores portugueses
O impacto do PRODER na idade média dos agricultores portuguesesO impacto do PRODER na idade média dos agricultores portugueses
O impacto do PRODER na idade média dos agricultores portugueses
Norberto Moreira
 
Jornadas y pagos
Jornadas y pagosJornadas y pagos
Jornadas y pagos
PacificBench
 
Tugas hrm prof syamsir definisi sdm_kel 6
Tugas hrm prof syamsir definisi sdm_kel 6Tugas hrm prof syamsir definisi sdm_kel 6
Tugas hrm prof syamsir definisi sdm_kel 6
swastono pirastyo
 
Proyecto aula web padres alertas
Proyecto aula web padres alertasProyecto aula web padres alertas
Proyecto aula web padres alertas
yubira
 
three
threethree
three
DreamMalar
 
Halloween Postcard - Tower Grove Manor
Halloween Postcard - Tower Grove ManorHalloween Postcard - Tower Grove Manor
Halloween Postcard - Tower Grove Manor
Ameerah Palacios, APR, MBA
 
Eupedia deus
Eupedia deusEupedia deus
Eupedia deus
Armin Caldas
 
O Papel da Criptografia Moderna na Proteção às Garantias Individuais
O Papel da Criptografia Moderna na Proteção às Garantias IndividuaisO Papel da Criptografia Moderna na Proteção às Garantias Individuais
O Papel da Criptografia Moderna na Proteção às Garantias Individuais
Ruy De Queiroz
 
常见的多音字
常见的多音字常见的多音字
常见的多音字Dong Bao Bao
 
20161123_EY Merger Integration_ASEAN hub_final
20161123_EY Merger Integration_ASEAN hub_final20161123_EY Merger Integration_ASEAN hub_final
20161123_EY Merger Integration_ASEAN hub_final
Karambir Anand
 
Managing Your Email040312
Managing Your Email040312Managing Your Email040312
Managing Your Email040312
Linda Kuppersmith
 
Compassion for a blind man
Compassion for a blind manCompassion for a blind man

Destaque (17)

Proyecto final
Proyecto finalProyecto final
Proyecto final
 
Nota Fiscal Eletronica
Nota Fiscal EletronicaNota Fiscal Eletronica
Nota Fiscal Eletronica
 
God's Weird Ways
God's Weird WaysGod's Weird Ways
God's Weird Ways
 
Lecture 1a
Lecture 1aLecture 1a
Lecture 1a
 
Proyecto
ProyectoProyecto
Proyecto
 
O impacto do PRODER na idade média dos agricultores portugueses
O impacto do PRODER na idade média dos agricultores portuguesesO impacto do PRODER na idade média dos agricultores portugueses
O impacto do PRODER na idade média dos agricultores portugueses
 
Jornadas y pagos
Jornadas y pagosJornadas y pagos
Jornadas y pagos
 
Tugas hrm prof syamsir definisi sdm_kel 6
Tugas hrm prof syamsir definisi sdm_kel 6Tugas hrm prof syamsir definisi sdm_kel 6
Tugas hrm prof syamsir definisi sdm_kel 6
 
Proyecto aula web padres alertas
Proyecto aula web padres alertasProyecto aula web padres alertas
Proyecto aula web padres alertas
 
three
threethree
three
 
Halloween Postcard - Tower Grove Manor
Halloween Postcard - Tower Grove ManorHalloween Postcard - Tower Grove Manor
Halloween Postcard - Tower Grove Manor
 
Eupedia deus
Eupedia deusEupedia deus
Eupedia deus
 
O Papel da Criptografia Moderna na Proteção às Garantias Individuais
O Papel da Criptografia Moderna na Proteção às Garantias IndividuaisO Papel da Criptografia Moderna na Proteção às Garantias Individuais
O Papel da Criptografia Moderna na Proteção às Garantias Individuais
 
常见的多音字
常见的多音字常见的多音字
常见的多音字
 
20161123_EY Merger Integration_ASEAN hub_final
20161123_EY Merger Integration_ASEAN hub_final20161123_EY Merger Integration_ASEAN hub_final
20161123_EY Merger Integration_ASEAN hub_final
 
Managing Your Email040312
Managing Your Email040312Managing Your Email040312
Managing Your Email040312
 
Compassion for a blind man
Compassion for a blind manCompassion for a blind man
Compassion for a blind man
 

Semelhante a A Floresta como Recurso - Integração da Segurança no Projecto de Máquinas

NR-12 SEGURANÇA NO TRABALHO EM MAQUINAS E EQUIPAMENTOS - INTEPS.pptx
NR-12 SEGURANÇA NO TRABALHO EM MAQUINAS E EQUIPAMENTOS - INTEPS.pptxNR-12 SEGURANÇA NO TRABALHO EM MAQUINAS E EQUIPAMENTOS - INTEPS.pptx
NR-12 SEGURANÇA NO TRABALHO EM MAQUINAS E EQUIPAMENTOS - INTEPS.pptx
FernandoFreire66
 
Máquinas e equipamentos
Máquinas e equipamentosMáquinas e equipamentos
Máquinas e equipamentos
Mauricio Cesar Soares
 
Weg a-seguranca-operacional-em-maquinas-e-equipamentos-artigo-tecnico-portugu...
Weg a-seguranca-operacional-em-maquinas-e-equipamentos-artigo-tecnico-portugu...Weg a-seguranca-operacional-em-maquinas-e-equipamentos-artigo-tecnico-portugu...
Weg a-seguranca-operacional-em-maquinas-e-equipamentos-artigo-tecnico-portugu...
Yohanan Martins
 
GESTÃO DR - TREINAMENTO NR 12, 18 E 35 NOVO.pptx
GESTÃO DR - TREINAMENTO NR 12, 18 E 35 NOVO.pptxGESTÃO DR - TREINAMENTO NR 12, 18 E 35 NOVO.pptx
GESTÃO DR - TREINAMENTO NR 12, 18 E 35 NOVO.pptx
reinaldomartins9
 
apresentacao-nr12-140606044231-phpapp02.pdf
apresentacao-nr12-140606044231-phpapp02.pdfapresentacao-nr12-140606044231-phpapp02.pdf
apresentacao-nr12-140606044231-phpapp02.pdf
ErnanePinheiro2
 
APRESENTAÇÃO NR 12 PARA EMPRESA E DDS SR
APRESENTAÇÃO NR 12 PARA EMPRESA E DDS SRAPRESENTAÇÃO NR 12 PARA EMPRESA E DDS SR
APRESENTAÇÃO NR 12 PARA EMPRESA E DDS SR
EliesioBranco
 
Higiene segtrabalho pa
Higiene segtrabalho paHigiene segtrabalho pa
Higiene segtrabalho pa
JeronimoDaGloriaToma
 
Apresentacao nr121
Apresentacao nr121Apresentacao nr121
Apresentacao nr121
Luciano Bürgel de Castro
 
Apostila motoserras
Apostila motoserrasApostila motoserras
Apostila motoserras
MARCELO DOS OLIVEIRA
 
Higiene segtrabalho pa
Higiene segtrabalho paHigiene segtrabalho pa
Higiene segtrabalho pa
joaolopes140
 
Apresentação NR12 MB CONSULTORIA.pptx
Apresentação NR12 MB CONSULTORIA.pptxApresentação NR12 MB CONSULTORIA.pptx
Apresentação NR12 MB CONSULTORIA.pptx
MarcoAntonio825479
 
Apostila Motoserras para operadores.pptx
Apostila Motoserras para operadores.pptxApostila Motoserras para operadores.pptx
Apostila Motoserras para operadores.pptx
JulianoLeal13
 
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptx
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptxTREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptx
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptx
EngenheiroSlavattori
 
TREINAMENTO MARTELETE.pptx
TREINAMENTO MARTELETE.pptxTREINAMENTO MARTELETE.pptx
TREINAMENTO MARTELETE.pptx
RicardoTST2
 
apresentacao-NR121.ppt
apresentacao-NR121.pptapresentacao-NR121.ppt
apresentacao-NR121.ppt
IsraelFreitas20
 
apresentacao-NR121.ppt
apresentacao-NR121.pptapresentacao-NR121.ppt
apresentacao-NR121.ppt
HomeroBorini1
 
NR-12 - Apresentacao.ppt
NR-12 - Apresentacao.pptNR-12 - Apresentacao.ppt
NR-12 - Apresentacao.ppt
BeatrizBauer2
 
Segurança no trabalho em máquinas e equipamentos. nr12
Segurança no trabalho em máquinas e equipamentos. nr12Segurança no trabalho em máquinas e equipamentos. nr12
Segurança no trabalho em máquinas e equipamentos. nr12
valdineterosa5
 
apresentacao-NR12.ppt
apresentacao-NR12.pptapresentacao-NR12.ppt
apresentacao-NR12.ppt
Marco Lacerda Rezende
 
apresentacao-NR121.ppt
apresentacao-NR121.pptapresentacao-NR121.ppt
apresentacao-NR121.ppt
EliezerMiranda7
 

Semelhante a A Floresta como Recurso - Integração da Segurança no Projecto de Máquinas (20)

NR-12 SEGURANÇA NO TRABALHO EM MAQUINAS E EQUIPAMENTOS - INTEPS.pptx
NR-12 SEGURANÇA NO TRABALHO EM MAQUINAS E EQUIPAMENTOS - INTEPS.pptxNR-12 SEGURANÇA NO TRABALHO EM MAQUINAS E EQUIPAMENTOS - INTEPS.pptx
NR-12 SEGURANÇA NO TRABALHO EM MAQUINAS E EQUIPAMENTOS - INTEPS.pptx
 
Máquinas e equipamentos
Máquinas e equipamentosMáquinas e equipamentos
Máquinas e equipamentos
 
Weg a-seguranca-operacional-em-maquinas-e-equipamentos-artigo-tecnico-portugu...
Weg a-seguranca-operacional-em-maquinas-e-equipamentos-artigo-tecnico-portugu...Weg a-seguranca-operacional-em-maquinas-e-equipamentos-artigo-tecnico-portugu...
Weg a-seguranca-operacional-em-maquinas-e-equipamentos-artigo-tecnico-portugu...
 
GESTÃO DR - TREINAMENTO NR 12, 18 E 35 NOVO.pptx
GESTÃO DR - TREINAMENTO NR 12, 18 E 35 NOVO.pptxGESTÃO DR - TREINAMENTO NR 12, 18 E 35 NOVO.pptx
GESTÃO DR - TREINAMENTO NR 12, 18 E 35 NOVO.pptx
 
apresentacao-nr12-140606044231-phpapp02.pdf
apresentacao-nr12-140606044231-phpapp02.pdfapresentacao-nr12-140606044231-phpapp02.pdf
apresentacao-nr12-140606044231-phpapp02.pdf
 
APRESENTAÇÃO NR 12 PARA EMPRESA E DDS SR
APRESENTAÇÃO NR 12 PARA EMPRESA E DDS SRAPRESENTAÇÃO NR 12 PARA EMPRESA E DDS SR
APRESENTAÇÃO NR 12 PARA EMPRESA E DDS SR
 
Higiene segtrabalho pa
Higiene segtrabalho paHigiene segtrabalho pa
Higiene segtrabalho pa
 
Apresentacao nr121
Apresentacao nr121Apresentacao nr121
Apresentacao nr121
 
Apostila motoserras
Apostila motoserrasApostila motoserras
Apostila motoserras
 
Higiene segtrabalho pa
Higiene segtrabalho paHigiene segtrabalho pa
Higiene segtrabalho pa
 
Apresentação NR12 MB CONSULTORIA.pptx
Apresentação NR12 MB CONSULTORIA.pptxApresentação NR12 MB CONSULTORIA.pptx
Apresentação NR12 MB CONSULTORIA.pptx
 
Apostila Motoserras para operadores.pptx
Apostila Motoserras para operadores.pptxApostila Motoserras para operadores.pptx
Apostila Motoserras para operadores.pptx
 
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptx
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptxTREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptx
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - 2.pptx
 
TREINAMENTO MARTELETE.pptx
TREINAMENTO MARTELETE.pptxTREINAMENTO MARTELETE.pptx
TREINAMENTO MARTELETE.pptx
 
apresentacao-NR121.ppt
apresentacao-NR121.pptapresentacao-NR121.ppt
apresentacao-NR121.ppt
 
apresentacao-NR121.ppt
apresentacao-NR121.pptapresentacao-NR121.ppt
apresentacao-NR121.ppt
 
NR-12 - Apresentacao.ppt
NR-12 - Apresentacao.pptNR-12 - Apresentacao.ppt
NR-12 - Apresentacao.ppt
 
Segurança no trabalho em máquinas e equipamentos. nr12
Segurança no trabalho em máquinas e equipamentos. nr12Segurança no trabalho em máquinas e equipamentos. nr12
Segurança no trabalho em máquinas e equipamentos. nr12
 
apresentacao-NR12.ppt
apresentacao-NR12.pptapresentacao-NR12.ppt
apresentacao-NR12.ppt
 
apresentacao-NR121.ppt
apresentacao-NR121.pptapresentacao-NR121.ppt
apresentacao-NR121.ppt
 

Mais de EXPONOR

Apresentación VITAE
Apresentación VITAEApresentación VITAE
Apresentación VITAE
EXPONOR
 
VITAE Presentation
VITAE PresentationVITAE Presentation
VITAE Presentation
EXPONOR
 
Apresentação VITAE
Apresentação VITAEApresentação VITAE
Apresentação VITAE
EXPONOR
 
Presentation SALUS and AJUTEC
Presentation SALUS and AJUTECPresentation SALUS and AJUTEC
Presentation SALUS and AJUTEC
EXPONOR
 
Apresentación Salus e Ajutec 2015
Apresentación Salus e Ajutec 2015Apresentación Salus e Ajutec 2015
Apresentación Salus e Ajutec 2015
EXPONOR
 
Apresentação Salus e Ajutec 2015
Apresentação Salus e Ajutec 2015Apresentação Salus e Ajutec 2015
Apresentação Salus e Ajutec 2015
EXPONOR
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
EXPONOR
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
EXPONOR
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
EXPONOR
 
Apresentação Exporhome15
Apresentação Exporhome15Apresentação Exporhome15
Apresentação Exporhome15
EXPONOR
 
Andrés López, AFIDA
Andrés López, AFIDAAndrés López, AFIDA
Andrés López, AFIDA
EXPONOR
 
Miguel Corais, APFC
Miguel Corais, APFCMiguel Corais, APFC
Miguel Corais, APFC
EXPONOR
 
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMA
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMAMatchmaking by Maria Martinez, IFEMA
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMA
EXPONOR
 
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
EXPONOR
 
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
EXPONOR
 
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
EXPONOR
 
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFIThe exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
EXPONOR
 
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFESpanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
EXPONOR
 
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
EXPONOR
 
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
EXPONOR
 

Mais de EXPONOR (20)

Apresentación VITAE
Apresentación VITAEApresentación VITAE
Apresentación VITAE
 
VITAE Presentation
VITAE PresentationVITAE Presentation
VITAE Presentation
 
Apresentação VITAE
Apresentação VITAEApresentação VITAE
Apresentação VITAE
 
Presentation SALUS and AJUTEC
Presentation SALUS and AJUTECPresentation SALUS and AJUTEC
Presentation SALUS and AJUTEC
 
Apresentación Salus e Ajutec 2015
Apresentación Salus e Ajutec 2015Apresentación Salus e Ajutec 2015
Apresentación Salus e Ajutec 2015
 
Apresentação Salus e Ajutec 2015
Apresentação Salus e Ajutec 2015Apresentação Salus e Ajutec 2015
Apresentação Salus e Ajutec 2015
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
 
Apresentação Exporhome15
Apresentação Exporhome15Apresentação Exporhome15
Apresentação Exporhome15
 
Andrés López, AFIDA
Andrés López, AFIDAAndrés López, AFIDA
Andrés López, AFIDA
 
Miguel Corais, APFC
Miguel Corais, APFCMiguel Corais, APFC
Miguel Corais, APFC
 
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMA
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMAMatchmaking by Maria Martinez, IFEMA
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMA
 
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
 
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
 
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
 
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFIThe exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
 
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFESpanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
 
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
 
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
 

Último

MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 

A Floresta como Recurso - Integração da Segurança no Projecto de Máquinas

  • 1. Gustavo Cruz CATIM Unidade de Engenharia e Segurança de Equipamentos Congresso “A Floresta como Recurso” Fimap - Ferrália, 20 de Outubro de 2010 Integração da Segurança no Projecto de Máquinas
  • 2. Requisitos Essenciais de Segurança Requisitos Mínimos de Segurança Fabricantes Utilizadores Segurança de máquinas Obrigações legais Aspectos legais do trabalho com máquinas na indústria DL 103/2008 de 24/06 DL 50/2005 de 25/02 Máquinas/equipamentos de trabalho mais seguros
  • 3. Decreto-Lei nº 103/2008 de 24 de Junho • Requisitos Essenciais de Segurança • Auto-certificação / Organismo Notificado • Dossiê Técnico de Fabrico • Manual de instruções • Declaração CE de conformidade • Marcação CE Responsabilidade do fabricante Directiva Máquinas
  • 6. AVALIAÇÃO DO RISCO MEDIDAS ADOPTADAS PELO FABRICANTE ETAPA 2 : MEDIDAS DE PROTECÇÃO ETAPA 3: INFORMAÇÃO PARA UTILIZAÇÃO Na máquina No manual de instruções MEDIDAS ADOPTADAS PELO UTILIZADOR ETAPA 1 : PREVENÇÃO INTRÍNSECA ORGANIZAÇÃO Procedimentos de trabalho seguro Supervisão UTILIZAÇÃO DE EPI FORMAÇÃO RISCO Redução do risco
  • 10. AVALIAÇÃO DO RISCO MEDIDAS ADOPTADAS PELO FABRICANTE ETAPA 2 : MEDIDAS DE PROTECÇÃO ETAPA 3: INFORMAÇÃO PARA UTILIZAÇÃO Na máquina No manual de instruções MEDIDAS ADOPTADAS PELO UTILIZADOR ETAPA 1 : PREVENÇÃO INTRÍNSECA ORGANIZAÇÃO Procedimentos de trabalho seguro Supervisão UTILIZAÇÃO DE EPI FORMAÇÃO RISCO Redução do risco
  • 16. O RISCO relativo a um fenómeno perigoso GRAVIDADE DO DANO para o fenómeno perigoso considerado É função da e da PROBABILIDADE DE OCORRÊNCIA DE UM DANO Frequência e duração da exposição Probabilidade de ocorrer de um evento desencadeador Possibilidade de evitar ou de limitar o dano Elementos do risco
  • 17. AVALIAÇÃO DO RISCO MEDIDAS ADOPTADAS PELO FABRICANTE ETAPA 2 : MEDIDAS DE PROTECÇÃO ETAPA 3: INFORMAÇÃO PARA UTILIZAÇÃO Na máquina No manual de instruções MEDIDAS ADOPTADAS PELO UTILIZADOR ETAPA 1 : PREVENÇÃO INTRÍNSECA ORGANIZAÇÃO Procedimentos de trabalho seguro Supervisão UTILIZAÇÃO DE EPI FORMAÇÃO RISCO Redução do risco
  • 19. Informações para utilização IInnssttrruuççããoo ddee sseegguurraannççaa ESTAMPAGEM 1 OBJECTIVO 2 RESPONSABILIDADE Proteger:  Pessoas, bens e equipamentos Identificar:  Situações potencialmente perigosas  Sistemas de segurança  Protecção colectiva  Protecção individual a utilizar Cumprimento da instrução:  Operador da máquina  Pessoal da Manutenção Verificação:  Responsável da Manutenção  Responsável da Segurança do Equipamento  Responsável de Higiene e Segurança 3 NORMAS DE SEGURANÇA A RESPEITAR - Mantenha o posto de trabalho sempre limpo e arrumado. - Não retire as blindagens da máquina. - Não operar com a máquina sob influência de álcool, drogas ou medicamentos que possam influenciar a condição física. 4 NORMAS DE SEGURANÇA AQUANDO DA INTERVENÇÃO NA MÁQUINA / POSTO Antes de iniciar o seu turno: - Verifique se a máquina está em condições normais de trabalho. - Verifique se o comando de paragem está operacional. - Verifique se todas as protecções se encontram no seu devido lugar. - Em caso de dúvida ou problema com a máquina solicitar a presença da chefia superior. Em caso de manutenção: - Desligue a máquina actuando o dispositivo de corte geral. - Coloque um aviso “Máquina em Manutenção” no quadro eléctrico. 5 PROTECÇÃO EXISTENTE NO POSTO DE TRABALHO 6 PROTECÇÃO INDIVIDUAL  Comando de paragem de emergência  Comando bimanual  Blindagens fixas e móveis (protecção aos órgãos móveis) NÃO DANIFIQUE NEM REMOVA ESTA INSTRUÇÃO DE SEGURANÇA MANUAL DE INSTRUÇÕES 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 APRESENTAÇÃO Desejamos antes de tudo agradecer a sua preferência pelos nossos equipamentos. Produto de uma pesquisa constante pela inovação e qualidade, esta Máquina de Fazer Bolachas garante alta resistência e excelente desempenho. Tendo sido projectado e construído de acordo com normalização aplicável, cumpre todas as regras de segurança. No entanto a segurança depende também de si, por isso leia cuidadosamente este manual antes de começar a trabalhar com o seu novo equipamento, para que saiba como o operar correctamente, quais as suas possibilidades e limitações.  ATENÇÃO! A sua segurança e a dos que o rodeiam depende da utilização correcta deste equipamento, por isso leia atentamente o manual de instruções e cumpra sempre todas as instruções presentes neste manual. Em caso de dúvida ou informação adicional, não hesite em contactar os nossos serviços. Obrigado pela sua preferência. 2. GARANTIA A Bolachinha oferece garantia de todos os equipamentos, contra defeitos de fabrico por um período de 1 ano a partir da data de factura do equipamento. A garantia excluí componentes que não sejam do nosso fabrico. Nessa situação funcionaremos como apoio ao nosso cliente junto do fabricante. A garantia é anulada automaticamente em casos de alteração ou reparação sem consentimento prévio da Bolachinha ou efectuada por outrém não autorizado. A garantia abrange apenas a substituição de peças por defeito de fabrico, excluíndo as deslocações.
  • 20. Documentos de apoio na integração da Segurança NORMAS EN 860:2007 + A1 (2009)- Safety of woodworking machines - One side thickness planing Machines EN 861:2007 + A1 (2009)- Safety of woodworking machines - Surface planing and thicknessing machines EN 940:2009 - Safety of woodworking machines - Combined woodworking Machines EN 1807:1999+A1 (2009) - Safety of woodworking machines - Band sawing machines EN 1870-1:2007+A1 (2009) - Safety of woodworking machines - Circular sawing machines - Part 1: Circular saw benches (with and without sliding table), dimension saws and building site saws (…)
  • 21. AVALIAÇÃO DO RISCO MEDIDAS ADOPTADAS PELO FABRICANTE ETAPA 2 : MEDIDAS DE PROTECÇÃO ETAPA 3: INFORMAÇÃO PARA UTILIZAÇÃO Na máquina No manual de instruções MEDIDAS ADOPTADAS PELO UTILIZADOR ETAPA 1 : PREVENÇÃO INTRÍNSECA ORGANIZAÇÃO Procedimentos de trabalho seguro Supervisão UTILIZAÇÃO DE EPI FORMAÇÃO RISCO Redução do risco
  • 22.
  • 23. PROTECÇÃO INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO MEDIDAS DE SEGURANÇA DA RESPONSABILIDADE DO PROJECTISTA (objecto da EN ISO 12100-1) MEDIDAS DE SEGURANÇA DA RESPONSABILIDADE DO UTILIZADOR (não contempladas na EN ISO 12100-1) FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTOS DE PROTECÇÃO INDIVIDUAL •PROCEDIMENTOS DE TRABALHO SEGUROS •INSPECÇÃO •SISTEMA DE AUTORIZAÇÃO DE TRABALHO PREVENÇÃO INTRÍNSECA MEDIDAS ADICIONAIS
  • 24. Descubraasdiferenças No fabrico de máquinas, a integração da segurança parece estar assumida
  • 25. No fabrico de máquinas, a integração da segurança parece estar assumida Descubraasdiferenças