SlideShare uma empresa Scribd logo
O estado do sector da Indústria de Feiras em
        Portugal, Espanha e América Latina

                         Jorge Miguel Corais
             Presidente da Associação Portuguesa de Feiras e Congressos
                                       (APFC)



Exponor – 22 de Junho
1
    • Portugal - País Internacional


2
    • Portugal – Potencialidades e Crise


3
    • Feiras em Portugal (APFC)


4
    • Ideias para Futuro


5
    • UNIFIB – Importância no Mundo
PORTUGAL – País Internacional
               • PAÍS EUROPEU COM A MAIOR COSTA
               MARÍTIMA NA EUROPA

               •PAÍS EUROPEU MAIS                      PRÓXIMO                DO
               CONTINENTE AMERICANO

               • PROXIMIDADE COM ÁFRICA

               •Área Total: 92 090 km2 (109º)
               •Nº População: 10.561.614
               • PIB 2011 (Produto Interno Bruto): € 171.112
               milhões (37º)
               •PIB per capita 2011: € 16.150 (39ª)
               • Língua portuguesa falada por 269 milhões
Fonte: AICEP
               de pessoas (6º Ranking) e em 5 continentes

                         XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
PORTUGAL
PAÍS COM POTENCIALIDADES, MAS NUM CONTEXTO DE CRISE
        Taxa Crescimento Real (%)                                     2009 2010 2011 2012 2013
        PIB                                                            -2,9    1,4    -1,6 -3,4           0,0
        Consumo Privado                                                -2,3    2,1    -4,0 -5,2          -1,6
        Consumo Público                                                 4,7    0,9    -3,8 -2,7          -1,1
        Investimento                                                  -13,3   -3,6   -13,9 -10,6         -4,5
        Exportações                                                   -10,9    8,8     7,6  4,2           4,5
        Importações                                                   -10,0    5,4    -5,3 -4,2          -1,5
        Fonte: Banco de Portugal e estimativas para 2012 e 2013 BES




 • Vive-se um momento de Crise – diminuição da riqueza, empresas a fechar e
 desemprego a subir
 • Dificuldades em financiar-se e necessidade de entrada de dinheiro do exterior
 • Temos actualmente uma intervenção FMI/BCE/Comissão Europeia
 • Programa de austeridade que provoca uma diminuição grande da procura interna
 • ESTRATÉGIA PARA CRESCER: é Exportação, Internacionalização e IDE (Investimento
 Directo Estrangeiro)



                                                                                XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
PORTUGAL
10 Principais Países nas Exportações – 2010 (Janeiro/Setembro)
                                                          • Mercado Espanhol é
                                                          o principal em termos
                                                          de exportação (27%)

                                                          • Europa c/o destino
                                                          das            nossas
                                                          Exportações (+67.4%)

                                                          •Angola            representa
                                                          4,9%

                                                          •Brasil tem pouca
                                                          expressão (1,1%), mas
                                                          está a crescer
     Fonte: AICEP




                                   XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
PORTUGAL
10 Principais Países nas Importações – 2010 (Janeiro/Setembro)
                                                           • Mercado Espanhol é
                                                           o principal em termos
                                                           de Importação

                                                           • Europa c/o origem
                                                           das           nossas
                                                           importações (+68%)

                                                           Brasil tem pouca
                                                           expressão (1,9%)

                                                           •China: 2,9%

                                                           • Nigéria: 2,4%
      Fonte: AICEP




                                    XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
PORTUGAL
Investimento Directo Estrangeiro por País de Origem – 2010 (Jan/Set)


                                         •Alemães são os principais
                                         investidores estrangeiros (18,8%)

                                         • Europa c/o origem dos fluxos
                                         de IDE (+84,50%)

                                         Brasil tem uma posição destaque
                                         (7,2%) que não tinha em 2009




       Fonte: AICEP


                                     XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
PORTUGAL
                   IDEIAS PARA O FUTURO

• Aumentar as Exportações e o IDE (Investimento Directo
Estrangeiro)
• Aumentar a penetração em mercados emergentes e em
crescimento
• Aproveitar os mercados de proximidade cultural e linguístico
para aumentar Exportações e IDE:
    • PALOP - Países Língua Oficial Portuguesa, com destaque
    para Angola e Moçambique
    • América Latina, com destaque para o Brasil


                                   XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
FEIRAS EM PORTUGAL
Feiras Portuguesas em relação ao mundo e à Europa (UFI)
Fonte: UFI – World Map of Exhibition Venues
(Dezembro 2011)



  • Área Total: 163.690 m2

  • 28º ranking mundial (UFI)

  • 0,5% da área total a nível mundial (UFI)

  • 1% da área total de Feiras na Europa




                                              XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
FEIRAS EM PORTUGAL
        Dados Resumo do Sector das Feiras Portuguesas (UFI)
                                                                    2011
Área (m2) Internacionais (%)                Nº Feiras        Nº Expositores Internacionais (%)                      Visitantes     Internacionais (%)
 309.623         7%                            32                6.177             16%                               678.853              1%
Fonte: BDO (Feiras certificadas pela UFI)



                                      Evolução Feiras Portuguesas (UFI)
                                                            2010/2011
                                                    Área Nº Expositores Visitantes
                                                    -20%      -14%         -46%
                                                  Fonte: BDO (Feiras certificadas pela UFI)




     • Há falta de Informação sobre o setor (Só 3 recintos pertentem à UFI)
     • Feiras muito vocacionadas para o Mercado Interno
     • Sector atingido pela crise que sente em Portugal

     • Falta de poder reivindicativo do Sector                                                  poucos apoios Institucionais
     • Nº Reduzido de Sócios da APFC (5 associados)


                                                                                              XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
FEIRAS EM
PORTUGAL                                  Parque de Exposições de Braga
Recintos                                  cob: 13.050 m2 desc: 31.950 m2
com mais de 5.000 m2

          EXPONOR
cob: 48.509 m2 desc: 17.841 m2              Centro de Congressos do Porto
                                              cob: 10.000 m2 desc: 0 m2
        EUROPARQUE
cob: 14.381 m2 desc: 49.987 m2

             FIL                                      Exposalão
cob: 41.800 m2 desc: 5.000 m2                 cob: 16.000 m2 desc: 0 m2
                                                     CNEMA
                                         cob: 19.498 m2 desc: 110.000 m2
Centro de Congressos do Estoril
 cob: 6.500 m2 desc: 5.000 m2              Centro de Congressos de Lisboa
                                             cob: 10.000 m2 desc: 0 m2




                                  XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
FEIRAS EM PORTUGAL
                Ideias para o Futuro e para a APFC
        Situação Actual                             Perspectiva Futura
• Nº Reduzido de Sócios na APFC          • + N. Associados APFC
• Existência de Recintos de Feiras e     • Reivindicar maior apoio público
Congressos não membros                   para financiamento “Hosted Buyers”
• Falta de apoios institucionais a       estrangeiros       para       alavancar
Feiras p/ promoção das exportações       exportações
e internacionalização                    • Certificar e qualificar os players das
• Falta de Dimensão Internacional        Feiras
Feiras (1% Visitantes)                   • Elaboração dum Inquérito que
• Crise e Mercado Interno em             sirva para quantificar o impacto das
Decréscimo                               Feiras em Portugal e ganhar mais
•Falta de dados estatísticos sobre o     reivindicação
que representa o sector das feiras na    • COOPERAÇÃO (INTRANACIONAL E
economia                                 INTERNACIONAL)
•Desregulamentação do sector                             REFORÇO UNIFIB e
                                                            CPLP
                                        XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
UNIFIB
A Importância no Mundo




              XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
OBRIGADO / GRACIAS
     Thank You
   jmiguelcorais@apfc.com.pt




                    XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Miguel Corais, APFC

Paises Baixos (Holanda) Ficha de Mercado - Exportação e Investimento
Paises Baixos (Holanda) Ficha de Mercado - Exportação e InvestimentoPaises Baixos (Holanda) Ficha de Mercado - Exportação e Investimento
Paises Baixos (Holanda) Ficha de Mercado - Exportação e Investimento
Export Hub
 
ESTUDO DE MERCADO DOS PAISES DE LÍNGUA PORTUGUESA
ESTUDO DE MERCADO DOS PAISES DE LÍNGUA PORTUGUESAESTUDO DE MERCADO DOS PAISES DE LÍNGUA PORTUGUESA
ESTUDO DE MERCADO DOS PAISES DE LÍNGUA PORTUGUESA
aplop
 
Oportunidades para as exportações brasileiras na África e Oriente Médio - Ap...
Oportunidades para as exportações brasileiras na África e Oriente Médio  - Ap...Oportunidades para as exportações brasileiras na África e Oriente Médio  - Ap...
Oportunidades para as exportações brasileiras na África e Oriente Médio - Ap...
Sistema FIEB
 
Os Portos e a Competitividade da Economia Portuguesa
Os Portos e a Competitividade da Economia PortuguesaOs Portos e a Competitividade da Economia Portuguesa
Os Portos e a Competitividade da Economia Portuguesa
Cláudio Carneiro
 
Portfolio @ País Positivo #40 (Encarte Especial)
Portfolio @ País Positivo #40 (Encarte Especial)Portfolio @ País Positivo #40 (Encarte Especial)
Portfolio @ País Positivo #40 (Encarte Especial)
Luís Manuel Martins
 
Portugal Angola AEP_Conference07102009
Portugal Angola AEP_Conference07102009Portugal Angola AEP_Conference07102009
Portugal Angola AEP_Conference07102009
José Marques da Silva
 
Oportunidades de investimento na Europa
Oportunidades de investimento na EuropaOportunidades de investimento na Europa
Oportunidades de investimento na Europa
ABRACOMEX
 
Euro 2004 SPBrasil Nov_2010
Euro 2004 SPBrasil Nov_2010Euro 2004 SPBrasil Nov_2010
Euro 2004 SPBrasil Nov_2010
ideiascomsentido
 
Euro 2014 sao paulo -novembro 2010
Euro 2014 sao paulo -novembro 2010Euro 2014 sao paulo -novembro 2010
Euro 2014 sao paulo -novembro 2010
AEQUITATE
 
ulfpie047151_tm_anexos.pdf
ulfpie047151_tm_anexos.pdfulfpie047151_tm_anexos.pdf
ulfpie047151_tm_anexos.pdf
CarlaCanhoto3
 
Et 2010
Et 2010Et 2010
Et 2010
Muicoiise
 
O Investimento Directo Português no Estrangeiro (IDPE) na China
O Investimento Directo Português no Estrangeiro (IDPE) na ChinaO Investimento Directo Português no Estrangeiro (IDPE) na China
O Investimento Directo Português no Estrangeiro (IDPE) na China
Cláudio Carneiro
 
Feiras BLT - Bolsa de Turismo, em Lisboa (Portugal) e FITUR - Feira Internaci...
Feiras BLT - Bolsa de Turismo, em Lisboa (Portugal) e FITUR - Feira Internaci...Feiras BLT - Bolsa de Turismo, em Lisboa (Portugal) e FITUR - Feira Internaci...
Feiras BLT - Bolsa de Turismo, em Lisboa (Portugal) e FITUR - Feira Internaci...
Diário do Comércio - MG
 
Croácia - Diagnóstico de Mercado
Croácia - Diagnóstico de MercadoCroácia - Diagnóstico de Mercado
Croácia - Diagnóstico de Mercado
AEP | INTERNACIONAL
 
9 a economiadeportugal
9 a economiadeportugal9 a economiadeportugal
9 a economiadeportugal
Cris Lanferdini
 
A Floresta como Recurso - Transformação
A Floresta como Recurso - TransformaçãoA Floresta como Recurso - Transformação
A Floresta como Recurso - Transformação
EXPONOR
 

Semelhante a Miguel Corais, APFC (16)

Paises Baixos (Holanda) Ficha de Mercado - Exportação e Investimento
Paises Baixos (Holanda) Ficha de Mercado - Exportação e InvestimentoPaises Baixos (Holanda) Ficha de Mercado - Exportação e Investimento
Paises Baixos (Holanda) Ficha de Mercado - Exportação e Investimento
 
ESTUDO DE MERCADO DOS PAISES DE LÍNGUA PORTUGUESA
ESTUDO DE MERCADO DOS PAISES DE LÍNGUA PORTUGUESAESTUDO DE MERCADO DOS PAISES DE LÍNGUA PORTUGUESA
ESTUDO DE MERCADO DOS PAISES DE LÍNGUA PORTUGUESA
 
Oportunidades para as exportações brasileiras na África e Oriente Médio - Ap...
Oportunidades para as exportações brasileiras na África e Oriente Médio  - Ap...Oportunidades para as exportações brasileiras na África e Oriente Médio  - Ap...
Oportunidades para as exportações brasileiras na África e Oriente Médio - Ap...
 
Os Portos e a Competitividade da Economia Portuguesa
Os Portos e a Competitividade da Economia PortuguesaOs Portos e a Competitividade da Economia Portuguesa
Os Portos e a Competitividade da Economia Portuguesa
 
Portfolio @ País Positivo #40 (Encarte Especial)
Portfolio @ País Positivo #40 (Encarte Especial)Portfolio @ País Positivo #40 (Encarte Especial)
Portfolio @ País Positivo #40 (Encarte Especial)
 
Portugal Angola AEP_Conference07102009
Portugal Angola AEP_Conference07102009Portugal Angola AEP_Conference07102009
Portugal Angola AEP_Conference07102009
 
Oportunidades de investimento na Europa
Oportunidades de investimento na EuropaOportunidades de investimento na Europa
Oportunidades de investimento na Europa
 
Euro 2004 SPBrasil Nov_2010
Euro 2004 SPBrasil Nov_2010Euro 2004 SPBrasil Nov_2010
Euro 2004 SPBrasil Nov_2010
 
Euro 2014 sao paulo -novembro 2010
Euro 2014 sao paulo -novembro 2010Euro 2014 sao paulo -novembro 2010
Euro 2014 sao paulo -novembro 2010
 
ulfpie047151_tm_anexos.pdf
ulfpie047151_tm_anexos.pdfulfpie047151_tm_anexos.pdf
ulfpie047151_tm_anexos.pdf
 
Et 2010
Et 2010Et 2010
Et 2010
 
O Investimento Directo Português no Estrangeiro (IDPE) na China
O Investimento Directo Português no Estrangeiro (IDPE) na ChinaO Investimento Directo Português no Estrangeiro (IDPE) na China
O Investimento Directo Português no Estrangeiro (IDPE) na China
 
Feiras BLT - Bolsa de Turismo, em Lisboa (Portugal) e FITUR - Feira Internaci...
Feiras BLT - Bolsa de Turismo, em Lisboa (Portugal) e FITUR - Feira Internaci...Feiras BLT - Bolsa de Turismo, em Lisboa (Portugal) e FITUR - Feira Internaci...
Feiras BLT - Bolsa de Turismo, em Lisboa (Portugal) e FITUR - Feira Internaci...
 
Croácia - Diagnóstico de Mercado
Croácia - Diagnóstico de MercadoCroácia - Diagnóstico de Mercado
Croácia - Diagnóstico de Mercado
 
9 a economiadeportugal
9 a economiadeportugal9 a economiadeportugal
9 a economiadeportugal
 
A Floresta como Recurso - Transformação
A Floresta como Recurso - TransformaçãoA Floresta como Recurso - Transformação
A Floresta como Recurso - Transformação
 

Mais de EXPONOR

Apresentación VITAE
Apresentación VITAEApresentación VITAE
Apresentación VITAE
EXPONOR
 
VITAE Presentation
VITAE PresentationVITAE Presentation
VITAE Presentation
EXPONOR
 
Apresentação VITAE
Apresentação VITAEApresentação VITAE
Apresentação VITAE
EXPONOR
 
Presentation SALUS and AJUTEC
Presentation SALUS and AJUTECPresentation SALUS and AJUTEC
Presentation SALUS and AJUTEC
EXPONOR
 
Apresentación Salus e Ajutec 2015
Apresentación Salus e Ajutec 2015Apresentación Salus e Ajutec 2015
Apresentación Salus e Ajutec 2015
EXPONOR
 
Apresentação Salus e Ajutec 2015
Apresentação Salus e Ajutec 2015Apresentação Salus e Ajutec 2015
Apresentação Salus e Ajutec 2015
EXPONOR
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
EXPONOR
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
EXPONOR
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
EXPONOR
 
Apresentação Exporhome15
Apresentação Exporhome15Apresentação Exporhome15
Apresentação Exporhome15
EXPONOR
 
Andrés López, AFIDA
Andrés López, AFIDAAndrés López, AFIDA
Andrés López, AFIDA
EXPONOR
 
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMA
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMAMatchmaking by Maria Martinez, IFEMA
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMA
EXPONOR
 
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
EXPONOR
 
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
EXPONOR
 
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
EXPONOR
 
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFIThe exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
EXPONOR
 
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFESpanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
EXPONOR
 
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
EXPONOR
 
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
EXPONOR
 
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
EXPONOR
 

Mais de EXPONOR (20)

Apresentación VITAE
Apresentación VITAEApresentación VITAE
Apresentación VITAE
 
VITAE Presentation
VITAE PresentationVITAE Presentation
VITAE Presentation
 
Apresentação VITAE
Apresentação VITAEApresentação VITAE
Apresentação VITAE
 
Presentation SALUS and AJUTEC
Presentation SALUS and AJUTECPresentation SALUS and AJUTEC
Presentation SALUS and AJUTEC
 
Apresentación Salus e Ajutec 2015
Apresentación Salus e Ajutec 2015Apresentación Salus e Ajutec 2015
Apresentación Salus e Ajutec 2015
 
Apresentação Salus e Ajutec 2015
Apresentação Salus e Ajutec 2015Apresentação Salus e Ajutec 2015
Apresentação Salus e Ajutec 2015
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
 
ICONIC
ICONICICONIC
ICONIC
 
Apresentação Exporhome15
Apresentação Exporhome15Apresentação Exporhome15
Apresentação Exporhome15
 
Andrés López, AFIDA
Andrés López, AFIDAAndrés López, AFIDA
Andrés López, AFIDA
 
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMA
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMAMatchmaking by Maria Martinez, IFEMA
Matchmaking by Maria Martinez, IFEMA
 
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
Innovation: What does doing business differently really mean? by Didier Scail...
 
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
Experiencias exitosas de matchmaking en la industria ferial by Juan Puchalt F...
 
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Lati...
 
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFIThe exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
The exhibitions world: today and tomorrow - by Arie Brienen UFI
 
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFESpanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
Spanish Trade Fairs Association by José Antonio Vicente, AFE
 
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
Das tendências à inovação | Exponor | 24.01.2012
 
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
 
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Ba...
 

Último

Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Dantas
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
AlfeuBuriti1
 
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Renan Batista Bitcoin
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 

Último (7)

Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
 
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 

Miguel Corais, APFC

  • 1. O estado do sector da Indústria de Feiras em Portugal, Espanha e América Latina Jorge Miguel Corais Presidente da Associação Portuguesa de Feiras e Congressos (APFC) Exponor – 22 de Junho
  • 2. 1 • Portugal - País Internacional 2 • Portugal – Potencialidades e Crise 3 • Feiras em Portugal (APFC) 4 • Ideias para Futuro 5 • UNIFIB – Importância no Mundo
  • 3. PORTUGAL – País Internacional • PAÍS EUROPEU COM A MAIOR COSTA MARÍTIMA NA EUROPA •PAÍS EUROPEU MAIS PRÓXIMO DO CONTINENTE AMERICANO • PROXIMIDADE COM ÁFRICA •Área Total: 92 090 km2 (109º) •Nº População: 10.561.614 • PIB 2011 (Produto Interno Bruto): € 171.112 milhões (37º) •PIB per capita 2011: € 16.150 (39ª) • Língua portuguesa falada por 269 milhões Fonte: AICEP de pessoas (6º Ranking) e em 5 continentes XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
  • 4. PORTUGAL PAÍS COM POTENCIALIDADES, MAS NUM CONTEXTO DE CRISE Taxa Crescimento Real (%) 2009 2010 2011 2012 2013 PIB -2,9 1,4 -1,6 -3,4 0,0 Consumo Privado -2,3 2,1 -4,0 -5,2 -1,6 Consumo Público 4,7 0,9 -3,8 -2,7 -1,1 Investimento -13,3 -3,6 -13,9 -10,6 -4,5 Exportações -10,9 8,8 7,6 4,2 4,5 Importações -10,0 5,4 -5,3 -4,2 -1,5 Fonte: Banco de Portugal e estimativas para 2012 e 2013 BES • Vive-se um momento de Crise – diminuição da riqueza, empresas a fechar e desemprego a subir • Dificuldades em financiar-se e necessidade de entrada de dinheiro do exterior • Temos actualmente uma intervenção FMI/BCE/Comissão Europeia • Programa de austeridade que provoca uma diminuição grande da procura interna • ESTRATÉGIA PARA CRESCER: é Exportação, Internacionalização e IDE (Investimento Directo Estrangeiro) XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
  • 5. PORTUGAL 10 Principais Países nas Exportações – 2010 (Janeiro/Setembro) • Mercado Espanhol é o principal em termos de exportação (27%) • Europa c/o destino das nossas Exportações (+67.4%) •Angola representa 4,9% •Brasil tem pouca expressão (1,1%), mas está a crescer Fonte: AICEP XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
  • 6. PORTUGAL 10 Principais Países nas Importações – 2010 (Janeiro/Setembro) • Mercado Espanhol é o principal em termos de Importação • Europa c/o origem das nossas importações (+68%) Brasil tem pouca expressão (1,9%) •China: 2,9% • Nigéria: 2,4% Fonte: AICEP XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
  • 7. PORTUGAL Investimento Directo Estrangeiro por País de Origem – 2010 (Jan/Set) •Alemães são os principais investidores estrangeiros (18,8%) • Europa c/o origem dos fluxos de IDE (+84,50%) Brasil tem uma posição destaque (7,2%) que não tinha em 2009 Fonte: AICEP XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
  • 8. PORTUGAL IDEIAS PARA O FUTURO • Aumentar as Exportações e o IDE (Investimento Directo Estrangeiro) • Aumentar a penetração em mercados emergentes e em crescimento • Aproveitar os mercados de proximidade cultural e linguístico para aumentar Exportações e IDE: • PALOP - Países Língua Oficial Portuguesa, com destaque para Angola e Moçambique • América Latina, com destaque para o Brasil XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
  • 9. FEIRAS EM PORTUGAL Feiras Portuguesas em relação ao mundo e à Europa (UFI) Fonte: UFI – World Map of Exhibition Venues (Dezembro 2011) • Área Total: 163.690 m2 • 28º ranking mundial (UFI) • 0,5% da área total a nível mundial (UFI) • 1% da área total de Feiras na Europa XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
  • 10. FEIRAS EM PORTUGAL Dados Resumo do Sector das Feiras Portuguesas (UFI) 2011 Área (m2) Internacionais (%) Nº Feiras Nº Expositores Internacionais (%) Visitantes Internacionais (%) 309.623 7% 32 6.177 16% 678.853 1% Fonte: BDO (Feiras certificadas pela UFI) Evolução Feiras Portuguesas (UFI) 2010/2011 Área Nº Expositores Visitantes -20% -14% -46% Fonte: BDO (Feiras certificadas pela UFI) • Há falta de Informação sobre o setor (Só 3 recintos pertentem à UFI) • Feiras muito vocacionadas para o Mercado Interno • Sector atingido pela crise que sente em Portugal • Falta de poder reivindicativo do Sector poucos apoios Institucionais • Nº Reduzido de Sócios da APFC (5 associados) XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
  • 11. FEIRAS EM PORTUGAL Parque de Exposições de Braga Recintos cob: 13.050 m2 desc: 31.950 m2 com mais de 5.000 m2 EXPONOR cob: 48.509 m2 desc: 17.841 m2 Centro de Congressos do Porto cob: 10.000 m2 desc: 0 m2 EUROPARQUE cob: 14.381 m2 desc: 49.987 m2 FIL Exposalão cob: 41.800 m2 desc: 5.000 m2 cob: 16.000 m2 desc: 0 m2 CNEMA cob: 19.498 m2 desc: 110.000 m2 Centro de Congressos do Estoril cob: 6.500 m2 desc: 5.000 m2 Centro de Congressos de Lisboa cob: 10.000 m2 desc: 0 m2 XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
  • 12. FEIRAS EM PORTUGAL Ideias para o Futuro e para a APFC Situação Actual Perspectiva Futura • Nº Reduzido de Sócios na APFC • + N. Associados APFC • Existência de Recintos de Feiras e • Reivindicar maior apoio público Congressos não membros para financiamento “Hosted Buyers” • Falta de apoios institucionais a estrangeiros para alavancar Feiras p/ promoção das exportações exportações e internacionalização • Certificar e qualificar os players das • Falta de Dimensão Internacional Feiras Feiras (1% Visitantes) • Elaboração dum Inquérito que • Crise e Mercado Interno em sirva para quantificar o impacto das Decréscimo Feiras em Portugal e ganhar mais •Falta de dados estatísticos sobre o reivindicação que representa o sector das feiras na • COOPERAÇÃO (INTRANACIONAL E economia INTERNACIONAL) •Desregulamentação do sector REFORÇO UNIFIB e CPLP XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
  • 13. UNIFIB A Importância no Mundo XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012
  • 14. OBRIGADO / GRACIAS Thank You jmiguelcorais@apfc.com.pt XI Congresso UNIFIB – Porto, 21 a 22 de Junho 2012