SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
O Valor da Gota d’Água “A importância da conservação dos recursos hídricos para os negócios”
Consumo da água:  Agronegócio (70%) Indústria (20%) População (10%) Desafio: Aumentar  a produtividade da água, para que a pressão sobre os recursos hídricos possa ser reduzida e a água liberada para outros setores.
A Gestão eficiente dos Recursos Hídricos em toda a cadeia produtiva deve ser encarada como prática dos negócios É hoje um diferencial estratégico para as organizações, já que os consumidores têm exigido, cada vez mais, um comportamento das empresas voltado para valores éticos e morais.
A menor disponibilidade de água no futuro é um fato com o qual temos que buscar trabalhar.  Mesmo nas empresas em que a água não é matéria-prima dos produtos, o recurso requer atenção especial. Além de ser uma questão ambiental é também uma questão de competitividade.
O gasto com a água pode representar de 1%  a 4% do faturamento de uma empresa. Com a adoção de algumas medidas simples para economizar água, as empresas podem atingir uma redução de consumo de até 50% e aumentar a lucratividade
Esse projeto de Gestão dos Recursos hídricos produz resultados financeiros e agrega valor. Contribui com o meio ambiente e comunidade local, ao mesmo tempo em que valoriza sua marca com ações de sustentabilidade.
Como reduzir o consumo?
Diagnóstico do Consumo da Empresa       ·A atividade produtiva que está consumindo água é realmente necessária? ·Há tecnologia ou processo alternativo que evite ou reduza o consumo de água? ·É necessário colocar água no processo ou existe uma alternativa técnica e economicamente mais interessante?·Por que o meu processo ou atividade usa tanta água?·Como é possível reduzir a quantidade de água utilizada?·Meus concorrentes usam mais ou menos água? ·Há algum estudo na empresa para usar fontes alternativas, como, por exemplo, comprar água de caminhões-pipa ou utilizar poços profundos?
    ·É mesmo necessário produzir esse efluente ou resíduo? ·A água limpa está indo para o ralo? Por quê? ·Seria mais barato tratar os efluentes na planta para a sua reutilização? ·O lançamento de efluentes é feito de acordo com as exigências legais?
Dicas para a Redução do Consumo     ·Desligue o fornecimento de água e o equipamento quando não estiverem em uso; ·Evite jatos intensos e elimine vazamentos; ·Utilize redutores de pressão, de fluxo e dispositivos de fechamento automático; ·Providencie treinamento e instruções claras para os operadores; ·Evite limpezas desnecessárias; ·Troque o uso de mangueiras por varredura. ·Considere o reuso e a reciclagem da água de lavatórios e enxágues; ·Utilize sempre que puder alternativas de refrigeração, considere o uso da água servida no processo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sustentabilidade em laboratórios reciclo de água
Sustentabilidade em laboratórios reciclo de águaSustentabilidade em laboratórios reciclo de água
Sustentabilidade em laboratórios reciclo de água
Rudnytsky
 
Aproveitando a água da chuva
Aproveitando a água da chuvaAproveitando a água da chuva
Aproveitando a água da chuva
vilmaacd
 
Terradagaroa[1]
Terradagaroa[1]Terradagaroa[1]
Terradagaroa[1]
debparo
 
Logística reversa
Logística reversaLogística reversa
Logística reversa
Leampard86
 
Sistemas de aproveitamento de água pluvial
Sistemas de aproveitamento de água pluvialSistemas de aproveitamento de água pluvial
Sistemas de aproveitamento de água pluvial
Fábio Aguiar
 
Captação de água da chuva - MIDS
Captação de água da chuva - MIDSCaptação de água da chuva - MIDS
Captação de água da chuva - MIDS
Silviene Florentino
 
SLIDE PARA APRESENTAÇÃO DO TCC
SLIDE PARA APRESENTAÇÃO DO TCCSLIDE PARA APRESENTAÇÃO DO TCC
SLIDE PARA APRESENTAÇÃO DO TCC
lucas2607
 

Mais procurados (18)

USO RACIONAL E REUSO ÁGUA
USO RACIONAL E REUSO ÁGUAUSO RACIONAL E REUSO ÁGUA
USO RACIONAL E REUSO ÁGUA
 
REDERESÍDUO - Comercialização e Gestão de Resíduos Sólidos
REDERESÍDUO - Comercialização e Gestão de Resíduos SólidosREDERESÍDUO - Comercialização e Gestão de Resíduos Sólidos
REDERESÍDUO - Comercialização e Gestão de Resíduos Sólidos
 
Sustentabilidade em laboratórios reciclo de água
Sustentabilidade em laboratórios reciclo de águaSustentabilidade em laboratórios reciclo de água
Sustentabilidade em laboratórios reciclo de água
 
Procedimento poupa quase 90% de água em refinaria
Procedimento poupa quase 90% de água em refinariaProcedimento poupa quase 90% de água em refinaria
Procedimento poupa quase 90% de água em refinaria
 
Angela machado 3systems (2)
Angela machado   3systems (2)Angela machado   3systems (2)
Angela machado 3systems (2)
 
Aproveitando a água da chuva
Aproveitando a água da chuvaAproveitando a água da chuva
Aproveitando a água da chuva
 
Captação de água de chuva
Captação de água de chuvaCaptação de água de chuva
Captação de água de chuva
 
Logística reversa philips
Logística reversa philipsLogística reversa philips
Logística reversa philips
 
Terradagaroa[1]
Terradagaroa[1]Terradagaroa[1]
Terradagaroa[1]
 
Juliana Basile Nassin
Juliana Basile NassinJuliana Basile Nassin
Juliana Basile Nassin
 
Manual para captacao de agua da chuva
Manual para captacao de agua da chuvaManual para captacao de agua da chuva
Manual para captacao de agua da chuva
 
Manual para captação emergencial e uso doméstico de água da chuva
Manual para captação emergencial e uso doméstico de água da chuvaManual para captação emergencial e uso doméstico de água da chuva
Manual para captação emergencial e uso doméstico de água da chuva
 
Logística reversa
Logística reversaLogística reversa
Logística reversa
 
CaptaçãO De áGua De Chuva
CaptaçãO De áGua De ChuvaCaptaçãO De áGua De Chuva
CaptaçãO De áGua De Chuva
 
Sistemas de aproveitamento de água pluvial
Sistemas de aproveitamento de água pluvialSistemas de aproveitamento de água pluvial
Sistemas de aproveitamento de água pluvial
 
Aproveitamento de agua de chuva first flush
Aproveitamento de agua de chuva first flushAproveitamento de agua de chuva first flush
Aproveitamento de agua de chuva first flush
 
Captação de água da chuva - MIDS
Captação de água da chuva - MIDSCaptação de água da chuva - MIDS
Captação de água da chuva - MIDS
 
SLIDE PARA APRESENTAÇÃO DO TCC
SLIDE PARA APRESENTAÇÃO DO TCCSLIDE PARA APRESENTAÇÃO DO TCC
SLIDE PARA APRESENTAÇÃO DO TCC
 

Semelhante a FENICAFE 2010 - O Valor da Gota d’Água - “A importância da conservação dos recursos hídricos para os negócios

FORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIAL
FORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIALFORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIAL
FORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIAL
Gabriela Silva
 

Semelhante a FENICAFE 2010 - O Valor da Gota d’Água - “A importância da conservação dos recursos hídricos para os negócios (20)

Você já pensou se a água acabar hoje?
Você já pensou se a água acabar hoje?Você já pensou se a água acabar hoje?
Você já pensou se a água acabar hoje?
 
Inovação e sustentabilidade
Inovação e sustentabilidadeInovação e sustentabilidade
Inovação e sustentabilidade
 
025
025025
025
 
Biotera - Produção mais Limpa (p+l)
Biotera - Produção mais Limpa (p+l)Biotera - Produção mais Limpa (p+l)
Biotera - Produção mais Limpa (p+l)
 
VALOR: Redução de Perdas
VALOR: Redução de PerdasVALOR: Redução de Perdas
VALOR: Redução de Perdas
 
Capitalismo natural e produo mais limpa final
Capitalismo natural e produo mais limpa  finalCapitalismo natural e produo mais limpa  final
Capitalismo natural e produo mais limpa final
 
Palestra - Gestão Ambiental para Alimentação Fora do Lar
Palestra - Gestão Ambiental para Alimentação Fora do LarPalestra - Gestão Ambiental para Alimentação Fora do Lar
Palestra - Gestão Ambiental para Alimentação Fora do Lar
 
Teli 1
Teli 1Teli 1
Teli 1
 
ETE- Por que ter uma em sua empresa
ETE- Por que ter uma em sua empresaETE- Por que ter uma em sua empresa
ETE- Por que ter uma em sua empresa
 
Estratégia de Sustentabilidade para Shopping Centers
Estratégia de Sustentabilidade para Shopping CentersEstratégia de Sustentabilidade para Shopping Centers
Estratégia de Sustentabilidade para Shopping Centers
 
Produção sustentável
Produção sustentávelProdução sustentável
Produção sustentável
 
Idral apresentação
Idral   apresentaçãoIdral   apresentação
Idral apresentação
 
Aguaeenergia
AguaeenergiaAguaeenergia
Aguaeenergia
 
FORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIAL
FORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIALFORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIAL
FORUM DE TECNOLOGIAS PARA SANEAMENTO BASICO E INDUSTRIAL
 
Guia da-pmaisl
Guia da-pmaislGuia da-pmaisl
Guia da-pmaisl
 
Debate Uso Eficiente da Energia no Comércio, 14/04/2009 - Apresentação de Pau...
Debate Uso Eficiente da Energia no Comércio, 14/04/2009 - Apresentação de Pau...Debate Uso Eficiente da Energia no Comércio, 14/04/2009 - Apresentação de Pau...
Debate Uso Eficiente da Energia no Comércio, 14/04/2009 - Apresentação de Pau...
 
Eta Reuso de Água
Eta Reuso de ÁguaEta Reuso de Água
Eta Reuso de Água
 
Sebrae inovaçoes
Sebrae   inovaçoesSebrae   inovaçoes
Sebrae inovaçoes
 
Waupbm fgv 08112011
Waupbm fgv 08112011Waupbm fgv 08112011
Waupbm fgv 08112011
 
Gestão Ambiental 07 - produção limpa
Gestão Ambiental 07 -  produção limpaGestão Ambiental 07 -  produção limpa
Gestão Ambiental 07 - produção limpa
 

Mais de Revista Cafeicultura

Mais de Revista Cafeicultura (20)

Panaroma da Cafeicultura do Planalto da Conquista 2023-2024 e 2024-2025.pdf
Panaroma da Cafeicultura do Planalto da Conquista 2023-2024 e 2024-2025.pdfPanaroma da Cafeicultura do Planalto da Conquista 2023-2024 e 2024-2025.pdf
Panaroma da Cafeicultura do Planalto da Conquista 2023-2024 e 2024-2025.pdf
 
Acb denuncia tc e mm 2019
Acb denuncia  tc e mm 2019Acb denuncia  tc e mm 2019
Acb denuncia tc e mm 2019
 
Cup of Excellence - 2019 resultado-final (1)
Cup of Excellence - 2019 resultado-final (1)Cup of Excellence - 2019 resultado-final (1)
Cup of Excellence - 2019 resultado-final (1)
 
Gotejo enterrado na cafeicultura, vantagens e desvantagens
Gotejo enterrado na cafeicultura, vantagens e desvantagensGotejo enterrado na cafeicultura, vantagens e desvantagens
Gotejo enterrado na cafeicultura, vantagens e desvantagens
 
CIRCULAR SUP/ADIG N° 41/2019-BNDES Programa BNDES para Composição de Dívidas ...
CIRCULAR SUP/ADIG N° 41/2019-BNDES Programa BNDES para Composição de Dívidas ...CIRCULAR SUP/ADIG N° 41/2019-BNDES Programa BNDES para Composição de Dívidas ...
CIRCULAR SUP/ADIG N° 41/2019-BNDES Programa BNDES para Composição de Dívidas ...
 
Novas cultivares de café: resistência aos fatores bióticos e abióticos e qual...
Novas cultivares de café: resistência aos fatores bióticos e abióticos e qual...Novas cultivares de café: resistência aos fatores bióticos e abióticos e qual...
Novas cultivares de café: resistência aos fatores bióticos e abióticos e qual...
 
Adubação do cafeeiro: Nitrogênio Heitor Cantarella IAC
Adubação do cafeeiro: Nitrogênio  Heitor Cantarella  IACAdubação do cafeeiro: Nitrogênio  Heitor Cantarella  IAC
Adubação do cafeeiro: Nitrogênio Heitor Cantarella IAC
 
Ferrugem do Cafeeiro no Brasil - Evolução e controle químico Eng Agr José Br...
Ferrugem do Cafeeiro no Brasil - Evolução e controle químico  Eng Agr José Br...Ferrugem do Cafeeiro no Brasil - Evolução e controle químico  Eng Agr José Br...
Ferrugem do Cafeeiro no Brasil - Evolução e controle químico Eng Agr José Br...
 
Técnicas para melhorar a fração biológica do solo para a utilização na cafeic...
Técnicas para melhorar a fração biológica do solo para a utilização na cafeic...Técnicas para melhorar a fração biológica do solo para a utilização na cafeic...
Técnicas para melhorar a fração biológica do solo para a utilização na cafeic...
 
Como construir o perfil do solo e os benefícios fisiológicos na planta ng. ag...
Como construir o perfil do solo e os benefícios fisiológicos na planta ng. ag...Como construir o perfil do solo e os benefícios fisiológicos na planta ng. ag...
Como construir o perfil do solo e os benefícios fisiológicos na planta ng. ag...
 
Tecnologia: Modernidade operacional da cafeicultura do Futuro Dr. rouverson p...
Tecnologia: Modernidade operacional da cafeicultura do Futuro Dr. rouverson p...Tecnologia: Modernidade operacional da cafeicultura do Futuro Dr. rouverson p...
Tecnologia: Modernidade operacional da cafeicultura do Futuro Dr. rouverson p...
 
Do viveiro ao campo: Manejo e identificação dos principais nematoides do cafe...
Do viveiro ao campo: Manejo e identificação dos principais nematoides do cafe...Do viveiro ao campo: Manejo e identificação dos principais nematoides do cafe...
Do viveiro ao campo: Manejo e identificação dos principais nematoides do cafe...
 
Fernando cunha Palestra fale melhor e venda mais
Fernando cunha  Palestra fale melhor e venda maisFernando cunha  Palestra fale melhor e venda mais
Fernando cunha Palestra fale melhor e venda mais
 
Cecafé Relatório das Exportações de café mensal-janeiro-2019
Cecafé Relatório das  Exportações de café mensal-janeiro-2019Cecafé Relatório das  Exportações de café mensal-janeiro-2019
Cecafé Relatório das Exportações de café mensal-janeiro-2019
 
Resultado da fase da Pré-Seleção do Cup of Excellence - Brazil Excellence - B...
Resultado da fase da Pré-Seleção do Cup of Excellence - Brazil Excellence - B...Resultado da fase da Pré-Seleção do Cup of Excellence - Brazil Excellence - B...
Resultado da fase da Pré-Seleção do Cup of Excellence - Brazil Excellence - B...
 
Regulamento Cup of Excellence 2018
Regulamento Cup of Excellence 2018Regulamento Cup of Excellence 2018
Regulamento Cup of Excellence 2018
 
Uso racional da água na agricultura
Uso racional da água na agriculturaUso racional da água na agricultura
Uso racional da água na agricultura
 
Campanha de combate a Broca-do-café - Vazio Sanitário da broca-do-café
Campanha de combate a Broca-do-café - Vazio Sanitário da broca-do-caféCampanha de combate a Broca-do-café - Vazio Sanitário da broca-do-café
Campanha de combate a Broca-do-café - Vazio Sanitário da broca-do-café
 
Panorama macroeconômico do Brasil em Outubro de 2017
Panorama macroeconômico do Brasil em Outubro de 2017Panorama macroeconômico do Brasil em Outubro de 2017
Panorama macroeconômico do Brasil em Outubro de 2017
 
Roberto Felicor Coocatrel Estratégias para um manejo sustentável da Broca-do...
Roberto Felicor  Coocatrel Estratégias para um manejo sustentável da Broca-do...Roberto Felicor  Coocatrel Estratégias para um manejo sustentável da Broca-do...
Roberto Felicor Coocatrel Estratégias para um manejo sustentável da Broca-do...
 

Último

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
LindinhaSilva1
 

Último (20)

Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 

FENICAFE 2010 - O Valor da Gota d’Água - “A importância da conservação dos recursos hídricos para os negócios

  • 1. O Valor da Gota d’Água “A importância da conservação dos recursos hídricos para os negócios”
  • 2. Consumo da água: Agronegócio (70%) Indústria (20%) População (10%) Desafio: Aumentar a produtividade da água, para que a pressão sobre os recursos hídricos possa ser reduzida e a água liberada para outros setores.
  • 3. A Gestão eficiente dos Recursos Hídricos em toda a cadeia produtiva deve ser encarada como prática dos negócios É hoje um diferencial estratégico para as organizações, já que os consumidores têm exigido, cada vez mais, um comportamento das empresas voltado para valores éticos e morais.
  • 4. A menor disponibilidade de água no futuro é um fato com o qual temos que buscar trabalhar. Mesmo nas empresas em que a água não é matéria-prima dos produtos, o recurso requer atenção especial. Além de ser uma questão ambiental é também uma questão de competitividade.
  • 5. O gasto com a água pode representar de 1% a 4% do faturamento de uma empresa. Com a adoção de algumas medidas simples para economizar água, as empresas podem atingir uma redução de consumo de até 50% e aumentar a lucratividade
  • 6. Esse projeto de Gestão dos Recursos hídricos produz resultados financeiros e agrega valor. Contribui com o meio ambiente e comunidade local, ao mesmo tempo em que valoriza sua marca com ações de sustentabilidade.
  • 7. Como reduzir o consumo?
  • 8. Diagnóstico do Consumo da Empresa ·A atividade produtiva que está consumindo água é realmente necessária? ·Há tecnologia ou processo alternativo que evite ou reduza o consumo de água? ·É necessário colocar água no processo ou existe uma alternativa técnica e economicamente mais interessante?·Por que o meu processo ou atividade usa tanta água?·Como é possível reduzir a quantidade de água utilizada?·Meus concorrentes usam mais ou menos água? ·Há algum estudo na empresa para usar fontes alternativas, como, por exemplo, comprar água de caminhões-pipa ou utilizar poços profundos?
  • 9. ·É mesmo necessário produzir esse efluente ou resíduo? ·A água limpa está indo para o ralo? Por quê? ·Seria mais barato tratar os efluentes na planta para a sua reutilização? ·O lançamento de efluentes é feito de acordo com as exigências legais?
  • 10. Dicas para a Redução do Consumo ·Desligue o fornecimento de água e o equipamento quando não estiverem em uso; ·Evite jatos intensos e elimine vazamentos; ·Utilize redutores de pressão, de fluxo e dispositivos de fechamento automático; ·Providencie treinamento e instruções claras para os operadores; ·Evite limpezas desnecessárias; ·Troque o uso de mangueiras por varredura. ·Considere o reuso e a reciclagem da água de lavatórios e enxágues; ·Utilize sempre que puder alternativas de refrigeração, considere o uso da água servida no processo.