SlideShare uma empresa Scribd logo
MANUAL PARA CAPTAÇÃO
EMERGENCIAL E USO
DOMÉSTICO DE
ÁGUA DE CHUVA
Este manual oferece à população
orientações para o aproveitamento
emergencial da água de chuva,
apresentando as boas práticas para
a sua captação, armazenamento e
utilização doméstica.
As orientações a seguir se referem
somente a soluções emergenciais e
caseiras para a utilização de água de
chuva, e não a sistemas projetados de
forma integrada à edificação.
Sobre o IPT
O IPT é um instituto de pesquisas vinculado
à Secretaria de Desenvolvimento Econômico,
Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de
São Paulo e colabora há mais de cem anos
para o desenvolvimento do País.
Contando com cerca de 40 laboratórios
capacitados e equipe de pesquisadores e
técnicos altamente qualificados, o IPT atua
nos mais diversos segmentos como recursos
hídricos, saneamento, meio ambiente,
energia, transportes, petróleo & gás,
construção civil, materiais, saúde e segurança.
Uma de suas áreas de atuação é o
aproveitamento e reúso de água em
edificações – com destaque para a água de
chuva, sobre a qual desenvolve pesquisas
desde 2000.
As orientações contidas neste manual são
baseadas no conhecimento acumulado pelo
IPT nesse período e em referências técnicas.
É nosso dever disponibilizar à sociedade
esse conhecimento, fornecendo informações
confiáveis para enfrentar a crise hídrica.
Índice
Água de chuva: usos e cuidados
Usos indicados
Posso beber água de chuva?
Como coletar
Filtragem
Descarte da água de primeira chuva
Armazenamento
Higienização da água no reservatório
Recomendações para reservatórios
Cuidados ao armazenar água
O que nunca fazer
Referências
Unidades de medida
6
7
8
10
12
14
18
19
20
22
24
25
26
Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 5
Água de chuva: usos e cuidados
Por que devemos ter cuidado ao usar água de chuva?
Poluentes: partículas e
substâncias encontradas na
poeira existente naturalmente
no ambiente, poluição gerada
por fábricas, automóveis, ônibus
e caminhões; terra levada pelo
vento, restos de vegetais, fezes
e restos de animais presentes
nos telhados.
A chuva é formada quando o
vapor d’água da atmosfera se
condensa, produzindo
pequenas gotas que
precipitam em direção à terra.
Em áreas urbanas, a água
entra em contato com
poluentes, tanto no ar
(poluição atmosférica) como
nas superfícies onde a chuva
cai (nos telhados, no piso e até
nas folhas das árvores).
Quando cai, a chuva arrasta
consigo esses poluentes. Por
isso, o primeiro volume de
água de chuva é o mais sujo.
6 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas
Água de chuva: usos e cuidados
Por lei, a água fornecida pelo serviço de
abastecimento deve seguir o padrão de
potabilidade, ou seja, deve atender a certos
requisitos para que não nos ofereça risco no
seu uso mais nobre: beber a água.
A água de chuva coletada em casa não é
avaliada segundo esse padrão, ou seja, não
é potável. Mesmo que pareça limpa, ela
não tem qualidade garantida. Por isso, para
beber e cozinhar, é mais seguro usar a água
fornecida pela rede de abastecimento.
Os usos indicados para a água de chuva são
aqueles não potáveis.
Para outros usos, prefira sempre a água
tratada pela rede de abastecimento. Mas,
em condições anormais de distribuição, é
possível usar a água de chuva também para
tomar banho e lavar louças e roupas.
Para isso, é essencial seguir as orientações
desse manual para coletar, tratar e armazenar
a água corretamente.
Água de chuvaÁgua da rede
de abastecimento
Potável Não potável
Atenção:
Mesmo que a água de chuva
pareça tão limpa quanto a
água da torneira, ela não
tem qualidade garantida
para beber.
!
Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 7
Rega de jardins
e plantações
Lavagem de carros
Lavagem de roupasLavagem de louçasBanho
Limpeza de pisos Descargas em
bacias sanitárias
Usos indicados
Outros usos possíveis
8 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas
Água de chuva: usos e cuidados
Posso beber água de chuva? Não!
Devemos sempre escolher a água de melhor qualidade
disponível para usos mais nobres, como beber e cozinhar.
A utilização de água de qualidade não garantida para essas
finalidades envolve riscos à nossa saúde.
Evite beber a água de chuva, pois ela pode conter
contaminações. Mas em casos extremos (se não houver
água de melhor qualidade) e se a água tiver sido coletada
conforme as orientações desse manual, você deve tomar as
seguintes precauções:
Opção 1
FerverFiltrar
3 min
Aerar
Por no mínimo
3 minutos para matar
microrganismos
Passe a água várias
vezes de um
recipiente para outro,
para amenizar o gosto
de água pesada
deixado pela fervura
Utilize um filtro de
barro separado ou
limpe-o com água
sanitária depois de usar
1. 2. 3.
Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 9
Atenção:
Se no rótulo constar a indicação de qualquer outro composto, a água sanitária
não deve ser utilizada para essa finalidade.
!
Água
sanitáriaÁgua
sanitária
Hipoclorito de sódio
Água }Concentração de 2,5%
Hipoclorito de sódio (NaClO)
Água (H O)
} Concentração de 2,5%
2
Opção 2
Verifique o rótulo da água
sanitária. A composição deve
ser exatamente a seguinte:
* Adaptado de: Sistema Único de Saúde - SUS
Para mais detalhes, veja a página 25.
Filtrar
Utilize um filtro de
barro separado ou
limpe-o com água
sanitária depois de usar
1 L
Desinfetar
30 min
Misture 2 gotas de
água sanitária para
cada 1 L d’água e
mexa bem
Descansar
Deixe a água em
descanso por meia
hora antes de
consumi-la
1. 2. 3.
10 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas
Como coletar
Para captar água de chuva de melhor qualidade,
devemos tomar alguns cuidados essenciais para
coletá-la e armazená-la:
Veja ao lado um exemplo de sistema emergencial
para captação de água de chuva que observa
esses cuidados básicos.
1. Filtragem
A chuva que escorre pelo telhado
e pela calha arrasta muita sujeira.
O primeiro passo é remover essas
impurezas da água utilizando um
filtro simples.
1. Filtrar para remover sujeiras como folhas,
insetos e outras partículas
2. Descartar a água de primeira chuva
3. Armazenar em reservatório adequado e
protegido do mosquito da dengue
Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 11
2. Descarte 3. Armazenamento
Mesmo assim, ainda sobram
sujeiras mais finas que podem
contaminar a água. Como a
primeira chuva é a mais suja, é
preciso separar e descartar um
certo volume de água.
Por fim, é essencial armazenar a
água em reservatórios adequados,
tampados, sem entrada de
mosquitos e higienizar a água
estocada periodicamente.
12 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas
A inclinação da tela e a força
da água fazem a sujeira ficar
retida ou até a jogam para
fora, facilitando a limpeza do
filtro. Um pouco da água
também é perdida, por isso
instale o filtro em um local
que possa ser molhado.
No cano que desce da calha
(tubo de queda), coloque
uma tela fina com inclinação
de 45º. Faça uma pequena
abertura no tubo.
Você pode usar:
Tela mosquiteiro
de abertura fina
Meias de sedaTela de nylon
ou polipropileno
Filtrar a água antes de armazenar é fundamental para sua
qualidade final. A filtragem remove sujeiras grossas que
tenham sido trazidas do telhado, como galhos, folhas e insetos.
Filtragem
Como coletar
* Veja o passo a passo para a montagem do filtro. Acesse: tvuol.uol.com.br/video/15289265/
Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 13
A inclinação da tela e a força
da água fazem a sujeira ficar
retida ou até a jogam para
fora, facilitando a limpeza do
filtro. Um pouco da água
também é perdida, por isso
instale o filtro em um local
que possa ser molhado.
No cano que desce da calha
(tubo de queda), coloque
uma tela fina com inclinação
de 45º. Faça uma pequena
abertura no tubo.
Você pode usar:
Tela mosquiteiro
de abertura fina
Meias de sedaTela de nylon
ou polipropileno
ex.: coador de café
ou peneira de chá
Materiais para filtragem
Telas de nylon ou de polipropileno como aquelas utilizadas em
coadores de café ou peneiras de chá. Há experiências que usam telas
mosquiteiro com abertura bem fina e até mesmo meias de seda.
Não usar tecidos de
algodão. Eles retêm sujeira
nas fibras e desenvolvem
fungos e bactérias,
apodrecendo facilmente
quando expostos ao tempo.
! Atenção:
14 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas
Apesar da filtragem conseguir reter as partículas maiores,
a água de chuva ainda traz consigo sujeira bem fina que
consegue passar pela tela.
Quanto mais tempo sem chuva, mais sujo será o primeiro volume
de água. Depois de três dias de estiagem, sua qualidade já fica
muito ruim, prejudicando toda a água armazenada. Portanto, é
muito importante descartar a água de primeira chuva.
É recomendado limpar as calhas regularmente, principalmente
durante a estiagem.
Descarte da água de primeira chuva
Volume recomendado para descarte
Em geral, recomenda-se descartar o primeiro 1 milímetro (mm) de
chuva. Porém, em grandes cidades, a quantidade de poluentes e
poeira no ar é maior, aumentando também o volume de água a ser
descartada. Por isso recomendamos o descarte de 2 mm de chuva.
Como coletar
1 mm de chuva 1 litro de água
1 m² de telhado
Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 15
Quanta água devo descartar na minha casa?
Para calcular o volume de água a descartar, você precisa saber a
área do telhado de onde ela é coletada. Por exemplo:
Como fazer o descarte
Em instalações de emergência, recomendamos dois tipos de
sistemas de descarte:
1. Reservatório com bolinha flutuante
2. Reservatório de tubos
=
=
Descartar 80 litros
de água de chuva
Descartar 40 litros
de água de chuva
Telhado de uma água
Telhado de duas águas
captando só de uma água
40 m²
20 m²
4 m
10 m
2 m
10 m
2 L de água
x
2 L de água
x
16 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas
1. Reservatório com bolinha flutuante
Use um reservatório
pequeno ou pedaço de tubo
de grande diâmetro com
volume calculado conforme a
área do telhado.
O reservatório deve ser
esvaziado diariamente.
Dentro do reservatório, coloque
uma bolinha flutuante (isopor)
com tamanho suficiente para
fechar a entrada de água quando
o reservatório encher.
A água mais suja enche o
reservatório e só então a água
mais limpa vai para a cisterna.
Cisterna
Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 17
2. Reservatório de tubos
* O modelo abaixo é inspirado na proposta desenvolvida
pela UFPE. Para mais detalhes, veja a página 25.
O tubo de descarte deve ser
conectado no tubo de queda e pode
ser fixado na parede. As escolhas de
tamanho e diâmetro dependem da
quantidade de água a ser descartada.
A água só começa a cair no
reservatório quando o volume do
tubo estiver totalmente cheio. Devido
à sua forma, a água limpa não se
mistura com a água suja que ficou
acumulada no tubo.
Instale um registro na parte de baixo
e esvazie o reservatório diariamente.
Cisterna
18 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas
Em um sistema emergencial, o volume de água a armazenar
deve ser decidido em função de:
Armazenamento
$
$
$
Espaço disponível na residência Quanto a família pode gastar
com a instalação do sistema
A partir disso, devemos adaptar os usos ao volume de água
disponível, e não o contrário.
Quanto mais limpa a água captada, mais tempo ela poderá ser
armazenada sem perder sua qualidade. Daí a importância de
seguir as orientações desse manual para coletar e tratar a água
corretamente.
Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 19
Higienização da água no reservatório
A higienização da água de chuva no reservatório diminui a
presença de bactérias e a velocidade de degradação da água
armazenada.
Porém, essa prática não
garante a desinfecção total da
água, ou seja, ela ainda terá
microrganismos.
Atenção:
A água sanitária possui cloro na sua formulação e
deve ser manipulada com cuidado.
Não use cloro de piscina ou produtos clorados mais
fortes, como aqueles para limpar pedras.
!
O cloro age sobre a água
por apenas 1 ou 2 dias.
Se a água for estocada
por mais tempo, a
higienização deve ser
repetida periodicamente.
100 L de águaÁgua sanitária
A água sanitária pode melhorar
a qualidade biológica da água
armazenada. Recomenda-se o
uso de 10 mL (uma colher de
sobremesa) de água sanitária para
100 L d’água.
* Adaptado de: FUNASA
Para mais detalhes,
veja a página 25.
20 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas
O reservatório para armazenar água de chuva é conhecido
como cisterna, mas não é diferente daquele que você usa
para guardar água da rede de abastecimento: caixas d’água,
fabricadas conforme as normas técnicas brasileiras, são
adequadas para armazenar qualquer água, inclusive de chuva.
Um reservatório para armazenar água de chuva deve:
Recomendações para reservatórios
Ser estanque, ou seja,
não ter vazamentos
Ser resistente ao peso
da água (quando cheio)
e a pequenas quedas e
impactos
Armazenamento
Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 21
Atenção:
Cuidado com reservatórios improvisados que já tenham armazenado outros
materiais, como tambores de óleo ou produtos químicos. Lavar não é suficiente
para remover os restos dessas substâncias. Alguns tipos de plástico utilizados
para fazer lixeiras também não são adequados para armazenar água.
!
Ser feito de material que não
solte substâncias da água,
alterando a sua qualidade
Ter uma saída de fundo
(torneira) para facilitar seu
esvaziamento e limpeza
22 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas
1 tonelada
1000 L =
Mantenha o reservatório
longe do alcance de crianças.
A criança pode subir no
reservatório e virá-lo sobre si,
ou até se afogar.
Se você colocar o reservatório sobre uma
laje, telhado ou estrutura, verifique se esta
é capaz de aguentar a carga extra. Cada litro
d’água pesa cerca de 1 kg. Um reservatório
de 1000 litros, quando cheio, pesará mais de
uma tonelada!
Mantenha o reservatório
longe da luz e do calor
para que as algas não se
desenvolvam.
Apoie totalmente a
base do reservatório
em superfície plana e
nivelada, para que ele não
vire ou se rompa.
O reservatório ocupa espaço. Antes
de colocá-lo em uma passagem ou
área de serviço, verifique se ele não
sofrerá impactos, esbarrões e batidas
ou causará acidentes.
Cuidados ao armazenar água
Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 23
Mantenha o reservatório
bem tampado. Caso
contrário, ele será um
hotel cinco estrelas para o
mosquito da dengue!
Qualquer reservatório ou
recipiente vazio deve ser
guardado de boca para baixo
e protegido da chuva.
Tampe com tela os ladrões
(furos laterais da caixa
d’água por onde o excesso
escorre) para impedir o
acesso do mosquito.
Ao coletar água de um reservatório maior com
um balde ou caneca, utilize apenas recipientes
bem limpos. Não mergulhe na cisterna baldes que
estavam no chão ou serviram de bebedouro para
animais domésticos. Isso pode comprometer a
qualidade de toda a água armazenada.
24 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas
O que nunca fazer
Nunca coletar água do piso
ou de alagamentos
Nunca beber a água de
chuva sem tratamento
Nunca misturar a água de
chuva no reservatório de
água potável
A água acumulada no chão ou na rua
é extremamente poluída e não deve
ser coletada.
A água de chuva não é potável e sua
ingestão deve ser evitada. Caso não
haja alternativa, você deve fazer os
tratamentos indicados nas páginas
8 a 11 antes de consumi-la.
A água de chuva possui impurezas e
microganismos, mesmo que pareça
limpa. Misturá-la à água da rede de
abastecimento significa contaminar
a água potável.
água da
chuva
água
potável
Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 25
Referências
Publicações
Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde FUNASA. Saneamento Domiciliar
Manual de instruções de uso das melhorias sanitárias domiciliares | 2014
www.funasa.gov.br/site/wp-content/files_mf/saneamentodomiciliar_manual_de_instrucoes_
de_uso_dasmsd.pdf
Ministério da Saúde. Sistema Único de Saúde.
Cuidados com a água para consumo humano | 2011
pesquisa.bvsalud.org/bvsms/resource/pt/oai-bvs-ms-ms-32053
Reportagens e notícias
Portal UOL | Instituto determina requisitos mínimos para construção e uso de cisterna | 2015
mulher.uol.com.br/casa-e-decoracao/noticias/redacao/2015/03/02/instituto-determina-
requisitos-minimos-para-construcao-e-uso-de-cisterna.htm
Site IPT | Uso de água da chuva | 2015
www.ipt.br/noticia/892-uso_de_agua_de_chuva.htm
Vídeos
TV UOL | Passo a passo: aprenda a montar um coletor de água de chuva | 2014
tvuol.uol.com.br/video/15289265/
TV Record | Reúso de água de chuva | 2015
youtu.be/CQkMNNr79sU
Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Água de chuva - DesviUFPE - (Guia de dimensionamento e montagem) | 2014
youtu.be/tgvv06essYs
Unidades de medida
Área
Comprimento
Massa
Volume
m2
= metro quadrado
m = metro
kg = quilograma
L = litro
mL = mililitro
Manual para captação emergencial e uso
doméstico de água de chuva
COORDENAÇÃO E PLANEJAMENTO
Luciano Zanella, Guilherme Mariotto, Mariana Marchesi
CONTEÚDO
Luciano Zanella
EDIÇÃO DE TEXTO
Mariana Marchesi, Sabrina Adorno, João Donnangelo
ARTE E DIAGRAMAÇÃO
Mariana Marchesi, Sabrina Adorno, João Donnangelo
Março / 2015
IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas
do Estado de São Paulo
Av. Prof. Almeida Prado, 532
Cidade Universitária – São Paulo – SP
CEP 05508-901- Brasil
Central de Relacionamento com o Cliente
(11) 3767-4102 / 4456 / 4091
ipt@ipt.br
www.ipt.br
twitter.com/iptsp
facebook.com/iptsp
youtube.com/IPTbr
Secretaria de Desenvolvimento
Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reuso da agua
Reuso da aguaReuso da agua
Reuso da agua
Luana Barros
 
PROJETO EXPERIMENTAL DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DA CHUVA COM A TECNOLOGIA DA M...
PROJETO EXPERIMENTAL DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DA CHUVA COM A TECNOLOGIA DA M...PROJETO EXPERIMENTAL DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DA CHUVA COM A TECNOLOGIA DA M...
PROJETO EXPERIMENTAL DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DA CHUVA COM A TECNOLOGIA DA M...
greenpoa
 
Uso racional da água aula
Uso racional da água aulaUso racional da água aula
Uso racional da água aula
profgon
 
Estacoes tratamento esgoto
Estacoes tratamento esgotoEstacoes tratamento esgoto
Estacoes tratamento esgoto
Alexandre Panerai
 
Especialidade de Preservação de recursos hídricos
Especialidade de Preservação de recursos hídricosEspecialidade de Preservação de recursos hídricos
Especialidade de Preservação de recursos hídricos
Ed Wilson Santos
 
Esgotos e Lixeiras
Esgotos e LixeirasEsgotos e Lixeiras
Esgotos e Lixeiras
claudialopes
 
ÁGUA DE REÚSO
ÁGUA DE REÚSOÁGUA DE REÚSO
ÁGUA DE REÚSO
Hamilton5
 
águas residuais
águas residuaiságuas residuais
águas residuais
guestb6e50c
 
Etar
EtarEtar
Etar
EtarEtar
dia mundial_da_agua
dia mundial_da_aguadia mundial_da_agua
dia mundial_da_agua
Cláudia Bonifácio
 
Trab efa ambiente finalissima
Trab efa ambiente finalissimaTrab efa ambiente finalissima
Trab efa ambiente finalissima
ecoescolasebsdla
 
ETAR
ETARETAR
O que é uma etar
O que é uma etarO que é uma etar
O que é uma etar
Ariana Oliveira
 
Aterro sanitário palestra
Aterro sanitário palestraAterro sanitário palestra
Aterro sanitário palestra
Sergio Vinhal
 
Visita De Estudo à Etar Da Boidobra
Visita De Estudo à Etar Da BoidobraVisita De Estudo à Etar Da Boidobra
Visita De Estudo à Etar Da Boidobra
Leafar Osodrac
 
Água para Todos
Água para Todos Água para Todos
Etar
EtarEtar
Etar
david26
 
Manual para captacao de agua da chuva
Manual para captacao de agua da chuvaManual para captacao de agua da chuva
Manual para captacao de agua da chuva
FAIR PLAY AD / @VeronicaRRSouza
 

Mais procurados (19)

Reuso da agua
Reuso da aguaReuso da agua
Reuso da agua
 
PROJETO EXPERIMENTAL DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DA CHUVA COM A TECNOLOGIA DA M...
PROJETO EXPERIMENTAL DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DA CHUVA COM A TECNOLOGIA DA M...PROJETO EXPERIMENTAL DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DA CHUVA COM A TECNOLOGIA DA M...
PROJETO EXPERIMENTAL DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DA CHUVA COM A TECNOLOGIA DA M...
 
Uso racional da água aula
Uso racional da água aulaUso racional da água aula
Uso racional da água aula
 
Estacoes tratamento esgoto
Estacoes tratamento esgotoEstacoes tratamento esgoto
Estacoes tratamento esgoto
 
Especialidade de Preservação de recursos hídricos
Especialidade de Preservação de recursos hídricosEspecialidade de Preservação de recursos hídricos
Especialidade de Preservação de recursos hídricos
 
Esgotos e Lixeiras
Esgotos e LixeirasEsgotos e Lixeiras
Esgotos e Lixeiras
 
ÁGUA DE REÚSO
ÁGUA DE REÚSOÁGUA DE REÚSO
ÁGUA DE REÚSO
 
águas residuais
águas residuaiságuas residuais
águas residuais
 
Etar
EtarEtar
Etar
 
Etar
EtarEtar
Etar
 
dia mundial_da_agua
dia mundial_da_aguadia mundial_da_agua
dia mundial_da_agua
 
Trab efa ambiente finalissima
Trab efa ambiente finalissimaTrab efa ambiente finalissima
Trab efa ambiente finalissima
 
ETAR
ETARETAR
ETAR
 
O que é uma etar
O que é uma etarO que é uma etar
O que é uma etar
 
Aterro sanitário palestra
Aterro sanitário palestraAterro sanitário palestra
Aterro sanitário palestra
 
Visita De Estudo à Etar Da Boidobra
Visita De Estudo à Etar Da BoidobraVisita De Estudo à Etar Da Boidobra
Visita De Estudo à Etar Da Boidobra
 
Água para Todos
Água para Todos Água para Todos
Água para Todos
 
Etar
EtarEtar
Etar
 
Manual para captacao de agua da chuva
Manual para captacao de agua da chuvaManual para captacao de agua da chuva
Manual para captacao de agua da chuva
 

Destaque

Espectro Do Autismo
Espectro Do AutismoEspectro Do Autismo
Espectro Do Autismo
guest2bfd8df
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
luis
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
lrlradp
 
Aproveitamento de água da chuva - PET Ambiental (Apresentação)
Aproveitamento de água da chuva - PET Ambiental (Apresentação)Aproveitamento de água da chuva - PET Ambiental (Apresentação)
Aproveitamento de água da chuva - PET Ambiental (Apresentação)
petambiental
 
Captação da água da chuva
Captação da água da chuvaCaptação da água da chuva
Captação da água da chuva
AraOliveira
 
Slides do aproveitamento da agua da chuva
Slides do aproveitamento da agua da chuvaSlides do aproveitamento da agua da chuva
Slides do aproveitamento da agua da chuva
Ricardo Ferrao
 
Projeto Integrador - Aproveitamento de água de chuva
Projeto Integrador - Aproveitamento de água de chuvaProjeto Integrador - Aproveitamento de água de chuva
Projeto Integrador - Aproveitamento de água de chuva
joeljuniorunivesp
 
Autismo
AutismoAutismo
Brincadeiras para Sala de Aula
Brincadeiras para Sala de AulaBrincadeiras para Sala de Aula
Brincadeiras para Sala de Aula
Instituto SOS Professor
 
ApresentaçãO Autismo
ApresentaçãO AutismoApresentaçãO Autismo
ApresentaçãO Autismo
Genilson Costa e Silva
 
Brincadeiras para o natal e confraternizações
Brincadeiras para o natal  e confraternizaçõesBrincadeiras para o natal  e confraternizações
Brincadeiras para o natal e confraternizações
SimoneHelenDrumond
 
Jogos Educativos para sala de aula
Jogos Educativos para sala de aulaJogos Educativos para sala de aula
Jogos Educativos para sala de aula
Cursos Profissionalizantes
 
20 dinamicas pedagogicas
20 dinamicas pedagogicas20 dinamicas pedagogicas
20 dinamicas pedagogicas
Silvana
 
10 dinâmicas divertidas e envolventes
10 dinâmicas divertidas e envolventes10 dinâmicas divertidas e envolventes
10 dinâmicas divertidas e envolventes
Seduc MT
 

Destaque (14)

Espectro Do Autismo
Espectro Do AutismoEspectro Do Autismo
Espectro Do Autismo
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Aproveitamento de água da chuva - PET Ambiental (Apresentação)
Aproveitamento de água da chuva - PET Ambiental (Apresentação)Aproveitamento de água da chuva - PET Ambiental (Apresentação)
Aproveitamento de água da chuva - PET Ambiental (Apresentação)
 
Captação da água da chuva
Captação da água da chuvaCaptação da água da chuva
Captação da água da chuva
 
Slides do aproveitamento da agua da chuva
Slides do aproveitamento da agua da chuvaSlides do aproveitamento da agua da chuva
Slides do aproveitamento da agua da chuva
 
Projeto Integrador - Aproveitamento de água de chuva
Projeto Integrador - Aproveitamento de água de chuvaProjeto Integrador - Aproveitamento de água de chuva
Projeto Integrador - Aproveitamento de água de chuva
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Brincadeiras para Sala de Aula
Brincadeiras para Sala de AulaBrincadeiras para Sala de Aula
Brincadeiras para Sala de Aula
 
ApresentaçãO Autismo
ApresentaçãO AutismoApresentaçãO Autismo
ApresentaçãO Autismo
 
Brincadeiras para o natal e confraternizações
Brincadeiras para o natal  e confraternizaçõesBrincadeiras para o natal  e confraternizações
Brincadeiras para o natal e confraternizações
 
Jogos Educativos para sala de aula
Jogos Educativos para sala de aulaJogos Educativos para sala de aula
Jogos Educativos para sala de aula
 
20 dinamicas pedagogicas
20 dinamicas pedagogicas20 dinamicas pedagogicas
20 dinamicas pedagogicas
 
10 dinâmicas divertidas e envolventes
10 dinâmicas divertidas e envolventes10 dinâmicas divertidas e envolventes
10 dinâmicas divertidas e envolventes
 

Semelhante a Manual para captação emergencial e uso doméstico de água da chuva

Cisternas sustentáveis
Cisternas sustentáveisCisternas sustentáveis
Cisternas sustentáveis
pedrocom0
 
Instruções perante a seca
Instruções perante a secaInstruções perante a seca
Instruções perante a seca
Patricio Armando Sando
 
Dicas de economia de água - sabesp
Dicas de economia de água - sabespDicas de economia de água - sabesp
Dicas de economia de água - sabesp
EcoHospedagem
 
Desperdício de água3 A
Desperdício de água3 ADesperdício de água3 A
Desperdício de água3 A
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Meio Ambiente.pptx
Meio Ambiente.pptxMeio Ambiente.pptx
Meio Ambiente.pptx
PauloPereira437535
 
A água
A águaA água
A água
marleneves
 
Como limpar piscinas (1)
Como limpar piscinas (1)Como limpar piscinas (1)
Como limpar piscinas (1)
Leandro Silva
 
Àgua e Vida Dicas Para Economizar AngéLica Peter Amorim
Àgua e Vida  Dicas Para Economizar   AngéLica Peter AmorimÀgua e Vida  Dicas Para Economizar   AngéLica Peter Amorim
Àgua e Vida Dicas Para Economizar AngéLica Peter Amorim
Angélica G Peter
 
àGua E Vida Dicas Para Economizar AngéLica Peter Amorim
àGua E Vida  Dicas Para Economizar   AngéLica Peter AmorimàGua E Vida  Dicas Para Economizar   AngéLica Peter Amorim
àGua E Vida Dicas Para Economizar AngéLica Peter Amorim
Angélica G Peter
 
Seca adultos pouparagua
Seca adultos pouparaguaSeca adultos pouparagua
Seca adultos pouparagua
becastanheiradepera
 
Tratamento de-agua
Tratamento de-aguaTratamento de-agua
Tratamento de-agua
GILVAR CLIENTE
 
Uso de água, efluentes e qualidade da água
Uso de água, efluentes e qualidade da águaUso de água, efluentes e qualidade da água
Uso de água, efluentes e qualidade da água
izabella0090
 
àGua E Vida Dicas Para Economizar AngéLica Peter Amorim
àGua E Vida  Dicas Para Economizar   AngéLica Peter AmorimàGua E Vida  Dicas Para Economizar   AngéLica Peter Amorim
àGua E Vida Dicas Para Economizar AngéLica Peter Amorim
Dorcas Oliveira
 
Poupar água
Poupar águaPoupar água
Poupar água
Daniel Estima
 
Projeto do filtro caseiro
Projeto do filtro caseiroProjeto do filtro caseiro
Projeto do filtro caseiro
Cms Nunes
 
Projeto do filtro caseiro
Projeto do filtro caseiroProjeto do filtro caseiro
Projeto do filtro caseiro
Dessa Reis
 
Projeto do filtro caseiro
Projeto do filtro caseiroProjeto do filtro caseiro
Projeto do filtro caseiro
Cms Nunes
 
Reuso de água nas edificações
Reuso de água nas edificações Reuso de água nas edificações
Reuso de água nas edificações
Patricia Dellalibera
 
npe-qumica-dia-mundial-da-gua (1).ppt
npe-qumica-dia-mundial-da-gua (1).pptnpe-qumica-dia-mundial-da-gua (1).ppt
npe-qumica-dia-mundial-da-gua (1).ppt
BredKutz
 
Ecodreno
EcodrenoEcodreno

Semelhante a Manual para captação emergencial e uso doméstico de água da chuva (20)

Cisternas sustentáveis
Cisternas sustentáveisCisternas sustentáveis
Cisternas sustentáveis
 
Instruções perante a seca
Instruções perante a secaInstruções perante a seca
Instruções perante a seca
 
Dicas de economia de água - sabesp
Dicas de economia de água - sabespDicas de economia de água - sabesp
Dicas de economia de água - sabesp
 
Desperdício de água3 A
Desperdício de água3 ADesperdício de água3 A
Desperdício de água3 A
 
Meio Ambiente.pptx
Meio Ambiente.pptxMeio Ambiente.pptx
Meio Ambiente.pptx
 
A água
A águaA água
A água
 
Como limpar piscinas (1)
Como limpar piscinas (1)Como limpar piscinas (1)
Como limpar piscinas (1)
 
Àgua e Vida Dicas Para Economizar AngéLica Peter Amorim
Àgua e Vida  Dicas Para Economizar   AngéLica Peter AmorimÀgua e Vida  Dicas Para Economizar   AngéLica Peter Amorim
Àgua e Vida Dicas Para Economizar AngéLica Peter Amorim
 
àGua E Vida Dicas Para Economizar AngéLica Peter Amorim
àGua E Vida  Dicas Para Economizar   AngéLica Peter AmorimàGua E Vida  Dicas Para Economizar   AngéLica Peter Amorim
àGua E Vida Dicas Para Economizar AngéLica Peter Amorim
 
Seca adultos pouparagua
Seca adultos pouparaguaSeca adultos pouparagua
Seca adultos pouparagua
 
Tratamento de-agua
Tratamento de-aguaTratamento de-agua
Tratamento de-agua
 
Uso de água, efluentes e qualidade da água
Uso de água, efluentes e qualidade da águaUso de água, efluentes e qualidade da água
Uso de água, efluentes e qualidade da água
 
àGua E Vida Dicas Para Economizar AngéLica Peter Amorim
àGua E Vida  Dicas Para Economizar   AngéLica Peter AmorimàGua E Vida  Dicas Para Economizar   AngéLica Peter Amorim
àGua E Vida Dicas Para Economizar AngéLica Peter Amorim
 
Poupar água
Poupar águaPoupar água
Poupar água
 
Projeto do filtro caseiro
Projeto do filtro caseiroProjeto do filtro caseiro
Projeto do filtro caseiro
 
Projeto do filtro caseiro
Projeto do filtro caseiroProjeto do filtro caseiro
Projeto do filtro caseiro
 
Projeto do filtro caseiro
Projeto do filtro caseiroProjeto do filtro caseiro
Projeto do filtro caseiro
 
Reuso de água nas edificações
Reuso de água nas edificações Reuso de água nas edificações
Reuso de água nas edificações
 
npe-qumica-dia-mundial-da-gua (1).ppt
npe-qumica-dia-mundial-da-gua (1).pptnpe-qumica-dia-mundial-da-gua (1).ppt
npe-qumica-dia-mundial-da-gua (1).ppt
 
Ecodreno
EcodrenoEcodreno
Ecodreno
 

Manual para captação emergencial e uso doméstico de água da chuva

  • 1. MANUAL PARA CAPTAÇÃO EMERGENCIAL E USO DOMÉSTICO DE ÁGUA DE CHUVA
  • 2. Este manual oferece à população orientações para o aproveitamento emergencial da água de chuva, apresentando as boas práticas para a sua captação, armazenamento e utilização doméstica. As orientações a seguir se referem somente a soluções emergenciais e caseiras para a utilização de água de chuva, e não a sistemas projetados de forma integrada à edificação.
  • 3. Sobre o IPT O IPT é um instituto de pesquisas vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo e colabora há mais de cem anos para o desenvolvimento do País. Contando com cerca de 40 laboratórios capacitados e equipe de pesquisadores e técnicos altamente qualificados, o IPT atua nos mais diversos segmentos como recursos hídricos, saneamento, meio ambiente, energia, transportes, petróleo & gás, construção civil, materiais, saúde e segurança. Uma de suas áreas de atuação é o aproveitamento e reúso de água em edificações – com destaque para a água de chuva, sobre a qual desenvolve pesquisas desde 2000. As orientações contidas neste manual são baseadas no conhecimento acumulado pelo IPT nesse período e em referências técnicas. É nosso dever disponibilizar à sociedade esse conhecimento, fornecendo informações confiáveis para enfrentar a crise hídrica.
  • 4. Índice Água de chuva: usos e cuidados Usos indicados Posso beber água de chuva? Como coletar Filtragem Descarte da água de primeira chuva Armazenamento Higienização da água no reservatório Recomendações para reservatórios Cuidados ao armazenar água O que nunca fazer Referências Unidades de medida 6 7 8 10 12 14 18 19 20 22 24 25 26
  • 5. Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 5 Água de chuva: usos e cuidados Por que devemos ter cuidado ao usar água de chuva? Poluentes: partículas e substâncias encontradas na poeira existente naturalmente no ambiente, poluição gerada por fábricas, automóveis, ônibus e caminhões; terra levada pelo vento, restos de vegetais, fezes e restos de animais presentes nos telhados. A chuva é formada quando o vapor d’água da atmosfera se condensa, produzindo pequenas gotas que precipitam em direção à terra. Em áreas urbanas, a água entra em contato com poluentes, tanto no ar (poluição atmosférica) como nas superfícies onde a chuva cai (nos telhados, no piso e até nas folhas das árvores). Quando cai, a chuva arrasta consigo esses poluentes. Por isso, o primeiro volume de água de chuva é o mais sujo.
  • 6. 6 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas Água de chuva: usos e cuidados Por lei, a água fornecida pelo serviço de abastecimento deve seguir o padrão de potabilidade, ou seja, deve atender a certos requisitos para que não nos ofereça risco no seu uso mais nobre: beber a água. A água de chuva coletada em casa não é avaliada segundo esse padrão, ou seja, não é potável. Mesmo que pareça limpa, ela não tem qualidade garantida. Por isso, para beber e cozinhar, é mais seguro usar a água fornecida pela rede de abastecimento. Os usos indicados para a água de chuva são aqueles não potáveis. Para outros usos, prefira sempre a água tratada pela rede de abastecimento. Mas, em condições anormais de distribuição, é possível usar a água de chuva também para tomar banho e lavar louças e roupas. Para isso, é essencial seguir as orientações desse manual para coletar, tratar e armazenar a água corretamente. Água de chuvaÁgua da rede de abastecimento Potável Não potável Atenção: Mesmo que a água de chuva pareça tão limpa quanto a água da torneira, ela não tem qualidade garantida para beber. !
  • 7. Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 7 Rega de jardins e plantações Lavagem de carros Lavagem de roupasLavagem de louçasBanho Limpeza de pisos Descargas em bacias sanitárias Usos indicados Outros usos possíveis
  • 8. 8 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas Água de chuva: usos e cuidados Posso beber água de chuva? Não! Devemos sempre escolher a água de melhor qualidade disponível para usos mais nobres, como beber e cozinhar. A utilização de água de qualidade não garantida para essas finalidades envolve riscos à nossa saúde. Evite beber a água de chuva, pois ela pode conter contaminações. Mas em casos extremos (se não houver água de melhor qualidade) e se a água tiver sido coletada conforme as orientações desse manual, você deve tomar as seguintes precauções: Opção 1 FerverFiltrar 3 min Aerar Por no mínimo 3 minutos para matar microrganismos Passe a água várias vezes de um recipiente para outro, para amenizar o gosto de água pesada deixado pela fervura Utilize um filtro de barro separado ou limpe-o com água sanitária depois de usar 1. 2. 3.
  • 9. Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 9 Atenção: Se no rótulo constar a indicação de qualquer outro composto, a água sanitária não deve ser utilizada para essa finalidade. ! Água sanitáriaÁgua sanitária Hipoclorito de sódio Água }Concentração de 2,5% Hipoclorito de sódio (NaClO) Água (H O) } Concentração de 2,5% 2 Opção 2 Verifique o rótulo da água sanitária. A composição deve ser exatamente a seguinte: * Adaptado de: Sistema Único de Saúde - SUS Para mais detalhes, veja a página 25. Filtrar Utilize um filtro de barro separado ou limpe-o com água sanitária depois de usar 1 L Desinfetar 30 min Misture 2 gotas de água sanitária para cada 1 L d’água e mexa bem Descansar Deixe a água em descanso por meia hora antes de consumi-la 1. 2. 3.
  • 10. 10 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas Como coletar Para captar água de chuva de melhor qualidade, devemos tomar alguns cuidados essenciais para coletá-la e armazená-la: Veja ao lado um exemplo de sistema emergencial para captação de água de chuva que observa esses cuidados básicos. 1. Filtragem A chuva que escorre pelo telhado e pela calha arrasta muita sujeira. O primeiro passo é remover essas impurezas da água utilizando um filtro simples. 1. Filtrar para remover sujeiras como folhas, insetos e outras partículas 2. Descartar a água de primeira chuva 3. Armazenar em reservatório adequado e protegido do mosquito da dengue
  • 11. Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 11 2. Descarte 3. Armazenamento Mesmo assim, ainda sobram sujeiras mais finas que podem contaminar a água. Como a primeira chuva é a mais suja, é preciso separar e descartar um certo volume de água. Por fim, é essencial armazenar a água em reservatórios adequados, tampados, sem entrada de mosquitos e higienizar a água estocada periodicamente.
  • 12. 12 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas A inclinação da tela e a força da água fazem a sujeira ficar retida ou até a jogam para fora, facilitando a limpeza do filtro. Um pouco da água também é perdida, por isso instale o filtro em um local que possa ser molhado. No cano que desce da calha (tubo de queda), coloque uma tela fina com inclinação de 45º. Faça uma pequena abertura no tubo. Você pode usar: Tela mosquiteiro de abertura fina Meias de sedaTela de nylon ou polipropileno Filtrar a água antes de armazenar é fundamental para sua qualidade final. A filtragem remove sujeiras grossas que tenham sido trazidas do telhado, como galhos, folhas e insetos. Filtragem Como coletar * Veja o passo a passo para a montagem do filtro. Acesse: tvuol.uol.com.br/video/15289265/
  • 13. Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 13 A inclinação da tela e a força da água fazem a sujeira ficar retida ou até a jogam para fora, facilitando a limpeza do filtro. Um pouco da água também é perdida, por isso instale o filtro em um local que possa ser molhado. No cano que desce da calha (tubo de queda), coloque uma tela fina com inclinação de 45º. Faça uma pequena abertura no tubo. Você pode usar: Tela mosquiteiro de abertura fina Meias de sedaTela de nylon ou polipropileno ex.: coador de café ou peneira de chá Materiais para filtragem Telas de nylon ou de polipropileno como aquelas utilizadas em coadores de café ou peneiras de chá. Há experiências que usam telas mosquiteiro com abertura bem fina e até mesmo meias de seda. Não usar tecidos de algodão. Eles retêm sujeira nas fibras e desenvolvem fungos e bactérias, apodrecendo facilmente quando expostos ao tempo. ! Atenção:
  • 14. 14 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas Apesar da filtragem conseguir reter as partículas maiores, a água de chuva ainda traz consigo sujeira bem fina que consegue passar pela tela. Quanto mais tempo sem chuva, mais sujo será o primeiro volume de água. Depois de três dias de estiagem, sua qualidade já fica muito ruim, prejudicando toda a água armazenada. Portanto, é muito importante descartar a água de primeira chuva. É recomendado limpar as calhas regularmente, principalmente durante a estiagem. Descarte da água de primeira chuva Volume recomendado para descarte Em geral, recomenda-se descartar o primeiro 1 milímetro (mm) de chuva. Porém, em grandes cidades, a quantidade de poluentes e poeira no ar é maior, aumentando também o volume de água a ser descartada. Por isso recomendamos o descarte de 2 mm de chuva. Como coletar 1 mm de chuva 1 litro de água 1 m² de telhado
  • 15. Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 15 Quanta água devo descartar na minha casa? Para calcular o volume de água a descartar, você precisa saber a área do telhado de onde ela é coletada. Por exemplo: Como fazer o descarte Em instalações de emergência, recomendamos dois tipos de sistemas de descarte: 1. Reservatório com bolinha flutuante 2. Reservatório de tubos = = Descartar 80 litros de água de chuva Descartar 40 litros de água de chuva Telhado de uma água Telhado de duas águas captando só de uma água 40 m² 20 m² 4 m 10 m 2 m 10 m 2 L de água x 2 L de água x
  • 16. 16 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas 1. Reservatório com bolinha flutuante Use um reservatório pequeno ou pedaço de tubo de grande diâmetro com volume calculado conforme a área do telhado. O reservatório deve ser esvaziado diariamente. Dentro do reservatório, coloque uma bolinha flutuante (isopor) com tamanho suficiente para fechar a entrada de água quando o reservatório encher. A água mais suja enche o reservatório e só então a água mais limpa vai para a cisterna. Cisterna
  • 17. Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 17 2. Reservatório de tubos * O modelo abaixo é inspirado na proposta desenvolvida pela UFPE. Para mais detalhes, veja a página 25. O tubo de descarte deve ser conectado no tubo de queda e pode ser fixado na parede. As escolhas de tamanho e diâmetro dependem da quantidade de água a ser descartada. A água só começa a cair no reservatório quando o volume do tubo estiver totalmente cheio. Devido à sua forma, a água limpa não se mistura com a água suja que ficou acumulada no tubo. Instale um registro na parte de baixo e esvazie o reservatório diariamente. Cisterna
  • 18. 18 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas Em um sistema emergencial, o volume de água a armazenar deve ser decidido em função de: Armazenamento $ $ $ Espaço disponível na residência Quanto a família pode gastar com a instalação do sistema A partir disso, devemos adaptar os usos ao volume de água disponível, e não o contrário. Quanto mais limpa a água captada, mais tempo ela poderá ser armazenada sem perder sua qualidade. Daí a importância de seguir as orientações desse manual para coletar e tratar a água corretamente.
  • 19. Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 19 Higienização da água no reservatório A higienização da água de chuva no reservatório diminui a presença de bactérias e a velocidade de degradação da água armazenada. Porém, essa prática não garante a desinfecção total da água, ou seja, ela ainda terá microrganismos. Atenção: A água sanitária possui cloro na sua formulação e deve ser manipulada com cuidado. Não use cloro de piscina ou produtos clorados mais fortes, como aqueles para limpar pedras. ! O cloro age sobre a água por apenas 1 ou 2 dias. Se a água for estocada por mais tempo, a higienização deve ser repetida periodicamente. 100 L de águaÁgua sanitária A água sanitária pode melhorar a qualidade biológica da água armazenada. Recomenda-se o uso de 10 mL (uma colher de sobremesa) de água sanitária para 100 L d’água. * Adaptado de: FUNASA Para mais detalhes, veja a página 25.
  • 20. 20 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas O reservatório para armazenar água de chuva é conhecido como cisterna, mas não é diferente daquele que você usa para guardar água da rede de abastecimento: caixas d’água, fabricadas conforme as normas técnicas brasileiras, são adequadas para armazenar qualquer água, inclusive de chuva. Um reservatório para armazenar água de chuva deve: Recomendações para reservatórios Ser estanque, ou seja, não ter vazamentos Ser resistente ao peso da água (quando cheio) e a pequenas quedas e impactos Armazenamento
  • 21. Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 21 Atenção: Cuidado com reservatórios improvisados que já tenham armazenado outros materiais, como tambores de óleo ou produtos químicos. Lavar não é suficiente para remover os restos dessas substâncias. Alguns tipos de plástico utilizados para fazer lixeiras também não são adequados para armazenar água. ! Ser feito de material que não solte substâncias da água, alterando a sua qualidade Ter uma saída de fundo (torneira) para facilitar seu esvaziamento e limpeza
  • 22. 22 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas 1 tonelada 1000 L = Mantenha o reservatório longe do alcance de crianças. A criança pode subir no reservatório e virá-lo sobre si, ou até se afogar. Se você colocar o reservatório sobre uma laje, telhado ou estrutura, verifique se esta é capaz de aguentar a carga extra. Cada litro d’água pesa cerca de 1 kg. Um reservatório de 1000 litros, quando cheio, pesará mais de uma tonelada! Mantenha o reservatório longe da luz e do calor para que as algas não se desenvolvam. Apoie totalmente a base do reservatório em superfície plana e nivelada, para que ele não vire ou se rompa. O reservatório ocupa espaço. Antes de colocá-lo em uma passagem ou área de serviço, verifique se ele não sofrerá impactos, esbarrões e batidas ou causará acidentes. Cuidados ao armazenar água
  • 23. Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 23 Mantenha o reservatório bem tampado. Caso contrário, ele será um hotel cinco estrelas para o mosquito da dengue! Qualquer reservatório ou recipiente vazio deve ser guardado de boca para baixo e protegido da chuva. Tampe com tela os ladrões (furos laterais da caixa d’água por onde o excesso escorre) para impedir o acesso do mosquito. Ao coletar água de um reservatório maior com um balde ou caneca, utilize apenas recipientes bem limpos. Não mergulhe na cisterna baldes que estavam no chão ou serviram de bebedouro para animais domésticos. Isso pode comprometer a qualidade de toda a água armazenada.
  • 24. 24 IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas O que nunca fazer Nunca coletar água do piso ou de alagamentos Nunca beber a água de chuva sem tratamento Nunca misturar a água de chuva no reservatório de água potável A água acumulada no chão ou na rua é extremamente poluída e não deve ser coletada. A água de chuva não é potável e sua ingestão deve ser evitada. Caso não haja alternativa, você deve fazer os tratamentos indicados nas páginas 8 a 11 antes de consumi-la. A água de chuva possui impurezas e microganismos, mesmo que pareça limpa. Misturá-la à água da rede de abastecimento significa contaminar a água potável. água da chuva água potável
  • 25. Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva 25 Referências Publicações Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde FUNASA. Saneamento Domiciliar Manual de instruções de uso das melhorias sanitárias domiciliares | 2014 www.funasa.gov.br/site/wp-content/files_mf/saneamentodomiciliar_manual_de_instrucoes_ de_uso_dasmsd.pdf Ministério da Saúde. Sistema Único de Saúde. Cuidados com a água para consumo humano | 2011 pesquisa.bvsalud.org/bvsms/resource/pt/oai-bvs-ms-ms-32053 Reportagens e notícias Portal UOL | Instituto determina requisitos mínimos para construção e uso de cisterna | 2015 mulher.uol.com.br/casa-e-decoracao/noticias/redacao/2015/03/02/instituto-determina- requisitos-minimos-para-construcao-e-uso-de-cisterna.htm Site IPT | Uso de água da chuva | 2015 www.ipt.br/noticia/892-uso_de_agua_de_chuva.htm Vídeos TV UOL | Passo a passo: aprenda a montar um coletor de água de chuva | 2014 tvuol.uol.com.br/video/15289265/ TV Record | Reúso de água de chuva | 2015 youtu.be/CQkMNNr79sU Universidade Federal de Pernambuco - UFPE Água de chuva - DesviUFPE - (Guia de dimensionamento e montagem) | 2014 youtu.be/tgvv06essYs
  • 26. Unidades de medida Área Comprimento Massa Volume m2 = metro quadrado m = metro kg = quilograma L = litro mL = mililitro
  • 27. Manual para captação emergencial e uso doméstico de água de chuva COORDENAÇÃO E PLANEJAMENTO Luciano Zanella, Guilherme Mariotto, Mariana Marchesi CONTEÚDO Luciano Zanella EDIÇÃO DE TEXTO Mariana Marchesi, Sabrina Adorno, João Donnangelo ARTE E DIAGRAMAÇÃO Mariana Marchesi, Sabrina Adorno, João Donnangelo Março / 2015
  • 28. IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo Av. Prof. Almeida Prado, 532 Cidade Universitária – São Paulo – SP CEP 05508-901- Brasil Central de Relacionamento com o Cliente (11) 3767-4102 / 4456 / 4091 ipt@ipt.br www.ipt.br twitter.com/iptsp facebook.com/iptsp youtube.com/IPTbr Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação