SlideShare uma empresa Scribd logo
O EVANGELHO
SEGUNDO
MARCOS
2ª AULA
Síntese de MarcosSíntese de Marcos
O 2º ser vivente é semelhante a um novilho, um boi (animal que
serve).
O livro de MarcosMarcos é considerado o Evangelho do Servo de Deuso Evangelho do Servo de Deus.
Escreveu para os romanosromanos, muitos eruditos afirmam que foi
escrito em Roma.
Enfatiza os milagres de Jesusmilagres de Jesus.
Tem característica práticaprática.
Marcos [10:45] = Porque o Filho do homem também não veio para
ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos.
Jesus é visto como um poderoso obreiro. Apresenta mais
ações que palavras.
 
Ezequiel 1.10
3
4
5
6
Introdução ao Evangelho Segundo MarcosIntrodução ao Evangelho Segundo Marcos
• Marcos escrevera supervisionado por
Pedro, tanto é que Justino Mártir que
vivera por volta de 150 d.C cita o
Evangelho de Marcos como “Memória de
Pedro”; outro pai da igreja, Papias 140 d.C
considera Marcos como o interprete de
Pedro. (1 Pe 5:13)
Características
Características
Um breve resumo sobre o livroUm breve resumo sobre o livro
• É o menor evangelho escrito (em tamanho)
• Foi o primeiro evangelho a ser escrito.
• Somente 37 vers. não estão registrados em
Mateus ou Lucas. (1.1); (3:7-12); (4:26-29); (7:
31-37); (8:22-26); (11:20-26); (14:51,52); (16:14-
18).
• Faz poucas menções das leis e costumes
judaicos.
• É considerado o mais cronológico dos
Evangelhos
Um breve resumo sobre o livroUm breve resumo sobre o livro
• Não inclui o nascimento de Jesus nem o
ministério de João Batista.
• Começando com o Batismo de João: ele acentua
o poder do Espírito Santo, destaca os atos
poderosos de Jesus, fala pouco sobre os
discursos de Cristo, dá grande importância a
crucificação, ressurreição e à comissão dEle aos
seus apóstolos.
Público alvo e data do Evangelho SegundoPúblico alvo e data do Evangelho Segundo
MarcosMarcos
Escrito aos romanos
Entre os anos de 61-67 d.C,
(antes da morte de Pedro em 67 d.C e da destruição de
Jerusalém em 70 d.C.)
Estudo sobre o evangelho de Marcos
Estudo sobre o evangelho de Marcos
Estudo sobre o evangelho de Marcos
16
17
18
19
• Domingo 
• (   )A entrada triunfal, 11:1-11 :   a
presença de Jesus revelava que o Reino
já  estava na terra;
• Segunda-feira 
• (   )A maldição da figueira, 11:12-14 : a
ausência de frutos na vida de
alguém  pode receber a reprovação de
Jesus e um duro julgamento;
• (   )A purificação do Templo, 11:15-
19 : a falta de zelo pela casa de Deus
merece de Jesus severa atitude de
– Última semana de Jesus
Terça-feiraTerça-feira 
(   ) Fé e temor,11:20-33 : 
 não há limites para a fé; seus
resultados  podem ser imediatos e
concretos;
Sacerdotes, escribas e anciãos
questionam a autoridade de Jesus. As
respostas dadas por Jesus aos
adversários causavam-lhes mais
confusão, pois na verdade não estavam
dispostos a obedecê-Lo,  apenas
– Última semana de Jesus - cont
• Quarta-feiraQuarta-feira 
• (   ) cap 12:13, Fariseus e Herodianos 
tentam apanha-lo em alguma palavra ;
• Cap 12:18, Saduceus que não 
acreditam em ressurreição perguntam 
sobre uma mulher que casou com 7 
irmãos, qual seria o marido na 
ressurreição.
• “não casam nem se dão em casamento
• Cap 12 v 28 Escribas perguntam sobre 
o principal mandamento.
– Última semana de Jesus – cont.
• Quarta-feiraQuarta-feira 
• Jesus também adverte aos Seus seguidores a 
fugirem da religiosidade ritualistica, pois 
esta só tem aparência de santidade e pureza, 
sendo contudo vazia e inoperante. 
• A oferta do homem a Deus não se avalia pelo 
seu valor, mas pela sua intenção e 
desprendimento;
– Última semana de Jesus – cont.
Quinta-feira  
(   )  A última Ceia, 14:12-25 : 
O desejo de comungar com Seus
discípulos O levou a desejar uma
páscoa especial; ali não apenas
denunciou o  traidor,  mas instituiu
uma nova aliança tipificada através
de uma Ceia inesquecível;
– Última semana de Jesus
• Sexta-feira :Sexta-feira :
() Jesus no Getsêmani,14:26-52 : nos
momentos finais já estava escrito que
Ele ficaria sozinho(Zc. 13:7). Ele
aproveita para advertir a Pedro e
segue para o Getsêmani, a fim de
cumprir a vontade do Pai.
Finalmente, seus adversários O têm em
suas mãos;
– Última semana de Jesus – cont.
• Sexta-feira :Sexta-feira :
( ) Os julgamentos judaicos “Sinédrio”,
14:53-72 - Os procedimentos de um
julgamento judeu são cumpridos de
forma plena e veloz. Seus algozes
queriam dar ao episódio uma
aparência de “completa justiça” .
Pedro manifesta sua fraqueza
negando-O como Ele havia predito;
– Última semana de Jesus – cont.
• Sexta-feira :Sexta-feira :
( ) O julgamento Romano “
Governador da Judéia Pilatos”, 15:1-20
- ao governador romano Jesus não deu
nenhuma resposta às suas perguntas,
o que lhe causou estranheza. Em sua
decisão final ele contou com o apoio da
multidão, que escolheu a Barrabás ao
invés de Jesus;
– Última semana de Jesus – cont.
• Sexta-feira : Sexta-feira : ( ) A crucificação15:21-47 - o
castigo da crucificação foi cruel, o que O levou
a ter uma morte abreviada.
– Última semana de Jesus – cont.
DomingoDomingo : :
A RESSURREIÇÃO - 16:1-
20  
Como havia predito, ao
terceiro dia Ele
ressuscitou, trazendo
alegria aos Seus
seguidores. Manifestou-
se a vários discípulos, e
lhes deu o
comissionamento da
Evangelização para todo
ATIVIDADES - LIÇÃO II
1.  João Marcos é citado nos Atos dos Apóstolos e nas Epistolas de Paulo como 
primo de Barnabé. 
2. Huperetes (Aquele que rema) é um serviçal que só faz o que lhe mandam, que 
trabalha sob ordens.
3. Pelo que se vê a pessoa de João Marcos está associada a três importantes líderes 
da igreja: Barnabé, Pedro e Paulo.
4. I Pedro 5.13 localiza Marcos em Roma junto com Pedro em meados do ano 60 
d.C.
5. Marcos, assim como Mateus e Lucas não descreve o nascimento de 
Jesus e inicia seu evangelho relatando o ministério de João Batista.
6. Apesar dos Evangelistas Mateus e Lucas tratarem também do 
chamamento dos doze, Marcos sintetiza o chamamento de maneira 
diferente. 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Doutrina de Cristo
A Doutrina de CristoA Doutrina de Cristo
A Doutrina de Cristo
André Luiz Marques
 
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Gesiel Oliveira
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Evangelho segundo Marcos
Evangelho segundo MarcosEvangelho segundo Marcos
Evangelho segundo Marcos
Ramon Gimenez
 
28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
Respirando Deus
 
Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1
Moisés Sampaio
 
Panorama do AT - Salmos
Panorama do AT - SalmosPanorama do AT - Salmos
Panorama do AT - Salmos
Respirando Deus
 
Panorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosPanorama do NT - Romanos
Panorama do NT - Romanos
Respirando Deus
 
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Cristologia aula03
Cristologia aula03Cristologia aula03
Cristologia aula03
Pastor W. Costa
 
Panorama do NT - Mateus
Panorama do NT - MateusPanorama do NT - Mateus
Panorama do NT - Mateus
Respirando Deus
 
18. O Livro de I Crônicas
18. O Livro de I Crônicas18. O Livro de I Crônicas
18. O Livro de I Crônicas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Aula 4 - Marcos
Aula 4 - MarcosAula 4 - Marcos
Aula 4 - Marcos
ibrdoamor
 
EPÍSTOLAS DE PEDRO
EPÍSTOLAS DE PEDROEPÍSTOLAS DE PEDRO
EPÍSTOLAS DE PEDRO
Cesar Oliveira
 
Panorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasPanorama do AT - Obadias
Panorama do AT - Obadias
Respirando Deus
 
Panorama do NT - João
Panorama do NT - JoãoPanorama do NT - João
Panorama do NT - João
Respirando Deus
 
O evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo LucasO evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo Lucas
Moisés Sampaio
 
Slides panorama do velho testamento 2
Slides   panorama do velho testamento 2Slides   panorama do velho testamento 2
Slides panorama do velho testamento 2
Rosana Eugenio Dos Santos
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - Filipenses
Respirando Deus
 

Mais procurados (20)

A Doutrina de Cristo
A Doutrina de CristoA Doutrina de Cristo
A Doutrina de Cristo
 
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
 
Evangelho segundo Marcos
Evangelho segundo MarcosEvangelho segundo Marcos
Evangelho segundo Marcos
 
28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
 
Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1
 
Panorama do AT - Salmos
Panorama do AT - SalmosPanorama do AT - Salmos
Panorama do AT - Salmos
 
Panorama do NT - Romanos
Panorama do NT - RomanosPanorama do NT - Romanos
Panorama do NT - Romanos
 
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
 
Cristologia aula03
Cristologia aula03Cristologia aula03
Cristologia aula03
 
Panorama do NT - Mateus
Panorama do NT - MateusPanorama do NT - Mateus
Panorama do NT - Mateus
 
18. O Livro de I Crônicas
18. O Livro de I Crônicas18. O Livro de I Crônicas
18. O Livro de I Crônicas
 
Aula 4 - Marcos
Aula 4 - MarcosAula 4 - Marcos
Aula 4 - Marcos
 
EPÍSTOLAS DE PEDRO
EPÍSTOLAS DE PEDROEPÍSTOLAS DE PEDRO
EPÍSTOLAS DE PEDRO
 
Panorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasPanorama do AT - Obadias
Panorama do AT - Obadias
 
Panorama do NT - João
Panorama do NT - JoãoPanorama do NT - João
Panorama do NT - João
 
O evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo LucasO evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo Lucas
 
Slides panorama do velho testamento 2
Slides   panorama do velho testamento 2Slides   panorama do velho testamento 2
Slides panorama do velho testamento 2
 
Panorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - FilipensesPanorama do NT - Filipenses
Panorama do NT - Filipenses
 

Semelhante a Estudo sobre o evangelho de Marcos

Dia do senhor e o senhor do sábado
Dia do senhor e o senhor do sábadoDia do senhor e o senhor do sábado
Dia do senhor e o senhor do sábado
Diego Fortunatto
 
Lição 12 - A morte de Jesus
Lição 12 - A morte de JesusLição 12 - A morte de Jesus
Lição 12 - A morte de Jesus
Fabio Apolinário Moreira
 
Historia de israel aula 21 jesus e a igreja primitiva
Historia de israel aula 21 jesus e a igreja primitivaHistoria de israel aula 21 jesus e a igreja primitiva
Historia de israel aula 21 jesus e a igreja primitiva
RICARDO CARDOSO
 
27 marcos
27 marcos27 marcos
27 marcos
PIB Penha
 
Entrada triunfal
Entrada triunfalEntrada triunfal
Entrada triunfal
Hugo Machado
 
06 Aspectos Científicos do Martírio de Cristo
06   Aspectos Científicos do Martírio de Cristo06   Aspectos Científicos do Martírio de Cristo
06 Aspectos Científicos do Martírio de Cristo
Robson Tavares Fernandes
 
PPT TBNT REVISÃO EVANGELHOS (1).pptx
PPT TBNT REVISÃO EVANGELHOS (1).pptxPPT TBNT REVISÃO EVANGELHOS (1).pptx
PPT TBNT REVISÃO EVANGELHOS (1).pptx
FbioeWiviane
 
Festas_bíblicas.pptx
Festas_bíblicas.pptxFestas_bíblicas.pptx
Festas_bíblicas.pptx
benjamin35767
 
BÍBLIA KING JAMES
BÍBLIA KING JAMESBÍBLIA KING JAMES
BÍBLIA KING JAMES
Chevaliers
 
45 apocalipse
45 apocalipse45 apocalipse
45 apocalipse
PIB Penha
 
A conversão de simão pedro
A conversão de simão pedroA conversão de simão pedro
A conversão de simão pedro
Gilney Bruno Madeiro
 
Lição 12 - A Crucificação mais Impactante do Mundo
Lição 12 - A Crucificação mais Impactante do MundoLição 12 - A Crucificação mais Impactante do Mundo
Lição 12 - A Crucificação mais Impactante do Mundo
Éder Tomé
 
001 mateus
001 mateus001 mateus
001 mateus
Diógenes Gimenes
 
Matheur
MatheurMatheur
Matheur
clebson212
 
42 1 pedro
42 1 pedro42 1 pedro
42 1 pedro
PIB Penha
 
Aula 8 - João
Aula 8 - JoãoAula 8 - João
Aula 8 - João
ibrdoamor
 
26 mateus
26  mateus26  mateus
26 mateus
PIB Penha
 
O JUÍZO FINAL
O JUÍZO FINAL O JUÍZO FINAL
O JUÍZO FINAL
JOÃO RICARDO DE FRANÇA
 
Escatologia estudo 12 o juízo final
Escatologia  estudo 12   o juízo finalEscatologia  estudo 12   o juízo final
Escatologia estudo 12 o juízo final
Joao Franca
 
Lição 12 - O testemunho dos evangelhos sobre a existência de Jesus
Lição 12 - O testemunho dos evangelhos sobre a existência de JesusLição 12 - O testemunho dos evangelhos sobre a existência de Jesus
Lição 12 - O testemunho dos evangelhos sobre a existência de Jesus
Éder Tomé
 

Semelhante a Estudo sobre o evangelho de Marcos (20)

Dia do senhor e o senhor do sábado
Dia do senhor e o senhor do sábadoDia do senhor e o senhor do sábado
Dia do senhor e o senhor do sábado
 
Lição 12 - A morte de Jesus
Lição 12 - A morte de JesusLição 12 - A morte de Jesus
Lição 12 - A morte de Jesus
 
Historia de israel aula 21 jesus e a igreja primitiva
Historia de israel aula 21 jesus e a igreja primitivaHistoria de israel aula 21 jesus e a igreja primitiva
Historia de israel aula 21 jesus e a igreja primitiva
 
27 marcos
27 marcos27 marcos
27 marcos
 
Entrada triunfal
Entrada triunfalEntrada triunfal
Entrada triunfal
 
06 Aspectos Científicos do Martírio de Cristo
06   Aspectos Científicos do Martírio de Cristo06   Aspectos Científicos do Martírio de Cristo
06 Aspectos Científicos do Martírio de Cristo
 
PPT TBNT REVISÃO EVANGELHOS (1).pptx
PPT TBNT REVISÃO EVANGELHOS (1).pptxPPT TBNT REVISÃO EVANGELHOS (1).pptx
PPT TBNT REVISÃO EVANGELHOS (1).pptx
 
Festas_bíblicas.pptx
Festas_bíblicas.pptxFestas_bíblicas.pptx
Festas_bíblicas.pptx
 
BÍBLIA KING JAMES
BÍBLIA KING JAMESBÍBLIA KING JAMES
BÍBLIA KING JAMES
 
45 apocalipse
45 apocalipse45 apocalipse
45 apocalipse
 
A conversão de simão pedro
A conversão de simão pedroA conversão de simão pedro
A conversão de simão pedro
 
Lição 12 - A Crucificação mais Impactante do Mundo
Lição 12 - A Crucificação mais Impactante do MundoLição 12 - A Crucificação mais Impactante do Mundo
Lição 12 - A Crucificação mais Impactante do Mundo
 
001 mateus
001 mateus001 mateus
001 mateus
 
Matheur
MatheurMatheur
Matheur
 
42 1 pedro
42 1 pedro42 1 pedro
42 1 pedro
 
Aula 8 - João
Aula 8 - JoãoAula 8 - João
Aula 8 - João
 
26 mateus
26  mateus26  mateus
26 mateus
 
O JUÍZO FINAL
O JUÍZO FINAL O JUÍZO FINAL
O JUÍZO FINAL
 
Escatologia estudo 12 o juízo final
Escatologia  estudo 12   o juízo finalEscatologia  estudo 12   o juízo final
Escatologia estudo 12 o juízo final
 
Lição 12 - O testemunho dos evangelhos sobre a existência de Jesus
Lição 12 - O testemunho dos evangelhos sobre a existência de JesusLição 12 - O testemunho dos evangelhos sobre a existência de Jesus
Lição 12 - O testemunho dos evangelhos sobre a existência de Jesus
 

Mais de RODRIGO FERREIRA

AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptx
AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptxAP 4 - O TRONO NO CÉU.pptx
AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptx
RODRIGO FERREIRA
 
APOCALIPSE 2.pptx
APOCALIPSE 2.pptxAPOCALIPSE 2.pptx
APOCALIPSE 2.pptx
RODRIGO FERREIRA
 
APOCALIPSE 1.pptx
APOCALIPSE 1.pptxAPOCALIPSE 1.pptx
APOCALIPSE 1.pptx
RODRIGO FERREIRA
 
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptx
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptxBÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptx
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptx
RODRIGO FERREIRA
 
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
RODRIGO FERREIRA
 
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
RODRIGO FERREIRA
 
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
RODRIGO FERREIRA
 
As Sete Trombetas
As Sete TrombetasAs Sete Trombetas
As Sete Trombetas
RODRIGO FERREIRA
 
Apocalipse 12 - A Mulher e o Dragão
Apocalipse 12 - A Mulher e o DragãoApocalipse 12 - A Mulher e o Dragão
Apocalipse 12 - A Mulher e o Dragão
RODRIGO FERREIRA
 
A Quebra da Aliança de Israel com o Anticristo
A Quebra da Aliança de Israel com o AnticristoA Quebra da Aliança de Israel com o Anticristo
A Quebra da Aliança de Israel com o Anticristo
RODRIGO FERREIRA
 
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?
RODRIGO FERREIRA
 
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS
RODRIGO FERREIRA
 
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL
RODRIGO FERREIRA
 
6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus
6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus
6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus
RODRIGO FERREIRA
 
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse
RODRIGO FERREIRA
 
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado
RODRIGO FERREIRA
 
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
RODRIGO FERREIRA
 
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...
RODRIGO FERREIRA
 
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar
RODRIGO FERREIRA
 
7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse
7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse
7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse
RODRIGO FERREIRA
 

Mais de RODRIGO FERREIRA (20)

AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptx
AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptxAP 4 - O TRONO NO CÉU.pptx
AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptx
 
APOCALIPSE 2.pptx
APOCALIPSE 2.pptxAPOCALIPSE 2.pptx
APOCALIPSE 2.pptx
 
APOCALIPSE 1.pptx
APOCALIPSE 1.pptxAPOCALIPSE 1.pptx
APOCALIPSE 1.pptx
 
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptx
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptxBÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptx
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptx
 
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
 
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
 
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
 
As Sete Trombetas
As Sete TrombetasAs Sete Trombetas
As Sete Trombetas
 
Apocalipse 12 - A Mulher e o Dragão
Apocalipse 12 - A Mulher e o DragãoApocalipse 12 - A Mulher e o Dragão
Apocalipse 12 - A Mulher e o Dragão
 
A Quebra da Aliança de Israel com o Anticristo
A Quebra da Aliança de Israel com o AnticristoA Quebra da Aliança de Israel com o Anticristo
A Quebra da Aliança de Israel com o Anticristo
 
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?
 
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS
 
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL
 
6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus
6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus
6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus
 
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse
 
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado
 
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
 
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...
 
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar
 
7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse
7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse
7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse
 

Último

Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
Sammis Reachers
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
PIB Penha
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 

Último (14)

Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 

Estudo sobre o evangelho de Marcos

  • 2. Síntese de MarcosSíntese de Marcos O 2º ser vivente é semelhante a um novilho, um boi (animal que serve). O livro de MarcosMarcos é considerado o Evangelho do Servo de Deuso Evangelho do Servo de Deus. Escreveu para os romanosromanos, muitos eruditos afirmam que foi escrito em Roma. Enfatiza os milagres de Jesusmilagres de Jesus. Tem característica práticaprática. Marcos [10:45] = Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos. Jesus é visto como um poderoso obreiro. Apresenta mais ações que palavras.   Ezequiel 1.10
  • 3. 3
  • 4. 4
  • 5. 5
  • 6. 6
  • 7. Introdução ao Evangelho Segundo MarcosIntrodução ao Evangelho Segundo Marcos • Marcos escrevera supervisionado por Pedro, tanto é que Justino Mártir que vivera por volta de 150 d.C cita o Evangelho de Marcos como “Memória de Pedro”; outro pai da igreja, Papias 140 d.C considera Marcos como o interprete de Pedro. (1 Pe 5:13)
  • 10. Um breve resumo sobre o livroUm breve resumo sobre o livro • É o menor evangelho escrito (em tamanho) • Foi o primeiro evangelho a ser escrito. • Somente 37 vers. não estão registrados em Mateus ou Lucas. (1.1); (3:7-12); (4:26-29); (7: 31-37); (8:22-26); (11:20-26); (14:51,52); (16:14- 18). • Faz poucas menções das leis e costumes judaicos. • É considerado o mais cronológico dos Evangelhos
  • 11. Um breve resumo sobre o livroUm breve resumo sobre o livro • Não inclui o nascimento de Jesus nem o ministério de João Batista. • Começando com o Batismo de João: ele acentua o poder do Espírito Santo, destaca os atos poderosos de Jesus, fala pouco sobre os discursos de Cristo, dá grande importância a crucificação, ressurreição e à comissão dEle aos seus apóstolos.
  • 12. Público alvo e data do Evangelho SegundoPúblico alvo e data do Evangelho Segundo MarcosMarcos Escrito aos romanos Entre os anos de 61-67 d.C, (antes da morte de Pedro em 67 d.C e da destruição de Jerusalém em 70 d.C.)
  • 16. 16
  • 17. 17
  • 18. 18
  • 19. 19
  • 20. • Domingo  • (   )A entrada triunfal, 11:1-11 :   a presença de Jesus revelava que o Reino já  estava na terra; • Segunda-feira  • (   )A maldição da figueira, 11:12-14 : a ausência de frutos na vida de alguém  pode receber a reprovação de Jesus e um duro julgamento; • (   )A purificação do Templo, 11:15- 19 : a falta de zelo pela casa de Deus merece de Jesus severa atitude de – Última semana de Jesus
  • 21. Terça-feiraTerça-feira  (   ) Fé e temor,11:20-33 :   não há limites para a fé; seus resultados  podem ser imediatos e concretos; Sacerdotes, escribas e anciãos questionam a autoridade de Jesus. As respostas dadas por Jesus aos adversários causavam-lhes mais confusão, pois na verdade não estavam dispostos a obedecê-Lo,  apenas – Última semana de Jesus - cont
  • 22. • Quarta-feiraQuarta-feira  • (   ) cap 12:13, Fariseus e Herodianos  tentam apanha-lo em alguma palavra ; • Cap 12:18, Saduceus que não  acreditam em ressurreição perguntam  sobre uma mulher que casou com 7  irmãos, qual seria o marido na  ressurreição. • “não casam nem se dão em casamento • Cap 12 v 28 Escribas perguntam sobre  o principal mandamento. – Última semana de Jesus – cont.
  • 23. • Quarta-feiraQuarta-feira  • Jesus também adverte aos Seus seguidores a  fugirem da religiosidade ritualistica, pois  esta só tem aparência de santidade e pureza,  sendo contudo vazia e inoperante.  • A oferta do homem a Deus não se avalia pelo  seu valor, mas pela sua intenção e  desprendimento; – Última semana de Jesus – cont.
  • 24. Quinta-feira   (   )  A última Ceia, 14:12-25 :  O desejo de comungar com Seus discípulos O levou a desejar uma páscoa especial; ali não apenas denunciou o  traidor,  mas instituiu uma nova aliança tipificada através de uma Ceia inesquecível; – Última semana de Jesus
  • 25. • Sexta-feira :Sexta-feira : () Jesus no Getsêmani,14:26-52 : nos momentos finais já estava escrito que Ele ficaria sozinho(Zc. 13:7). Ele aproveita para advertir a Pedro e segue para o Getsêmani, a fim de cumprir a vontade do Pai. Finalmente, seus adversários O têm em suas mãos; – Última semana de Jesus – cont.
  • 26. • Sexta-feira :Sexta-feira : ( ) Os julgamentos judaicos “Sinédrio”, 14:53-72 - Os procedimentos de um julgamento judeu são cumpridos de forma plena e veloz. Seus algozes queriam dar ao episódio uma aparência de “completa justiça” . Pedro manifesta sua fraqueza negando-O como Ele havia predito; – Última semana de Jesus – cont.
  • 27. • Sexta-feira :Sexta-feira : ( ) O julgamento Romano “ Governador da Judéia Pilatos”, 15:1-20 - ao governador romano Jesus não deu nenhuma resposta às suas perguntas, o que lhe causou estranheza. Em sua decisão final ele contou com o apoio da multidão, que escolheu a Barrabás ao invés de Jesus; – Última semana de Jesus – cont.
  • 28. • Sexta-feira : Sexta-feira : ( ) A crucificação15:21-47 - o castigo da crucificação foi cruel, o que O levou a ter uma morte abreviada.
  • 29. – Última semana de Jesus – cont. DomingoDomingo : : A RESSURREIÇÃO - 16:1- 20   Como havia predito, ao terceiro dia Ele ressuscitou, trazendo alegria aos Seus seguidores. Manifestou- se a vários discípulos, e lhes deu o comissionamento da Evangelização para todo
  • 30. ATIVIDADES - LIÇÃO II 1.  João Marcos é citado nos Atos dos Apóstolos e nas Epistolas de Paulo como  primo de Barnabé.  2. Huperetes (Aquele que rema) é um serviçal que só faz o que lhe mandam, que  trabalha sob ordens. 3. Pelo que se vê a pessoa de João Marcos está associada a três importantes líderes  da igreja: Barnabé, Pedro e Paulo. 4. I Pedro 5.13 localiza Marcos em Roma junto com Pedro em meados do ano 60  d.C. 5. Marcos, assim como Mateus e Lucas não descreve o nascimento de  Jesus e inicia seu evangelho relatando o ministério de João Batista. 6. Apesar dos Evangelistas Mateus e Lucas tratarem também do  chamamento dos doze, Marcos sintetiza o chamamento de maneira  diferente.