SlideShare uma empresa Scribd logo
EGITO ANTIGO
Professor: JeesielTemóteo - História
2º Bimestre
 Os povos egípcios iniciaram sua civilização
nas margens do rio Nilo.
 Esse rio era essencial para o
desenvolvimento do Egito Antigo.
 Como a região é formada por um deserto
(Saara), o rio Nilo ganhou uma extrema
importância para os egípcios
RIO NILO
 O rio era utilizado como via de transporte
(através de barcos) de mercadorias e
pessoas.
 As águas do rio Nilo também eram
utilizadas para:
 beber.
 pescar
 fertilizar as margens, nas épocas de cheias,
favorecendo a agricultura.
Economia Egípcia
 A agricultura foi a principal atividade
econômica do Egito Antigo.
 Porém, os egípcios também se dedicaram ao
artesanato, pecuária, pesca, caça e extração
mineral.
 Praticaram também o comércio exterior com
outros povos.
 Trabalhavam também com o Papiro, uma
planta usada para fazer papel, como também
para a fabricação de cestas, redes e até
pequenos barcos.
A Arte Egípcia
 A arte egípcia estava ligada à religião,
todas as pinturas e construções tinham a
intenção de adorar aos deuses.
 Deuses – templos.
 Para sepultar os mortos – os túmulos.
 Estas construções encontravam-se
decorados com pinturas e esculturas.
Arquitetura Egípcia
 Esfinge de Gizé é uma imagem mitológica,
criada no Egito Antigo, com corpo de leão e
cabeça de ser humano (geralmente de um
faraó).
 Para os egípcios antigos a imagem de uma
esfinge significava poder e sabedoria.
Serviam, no imaginário egípcio, como
protetoras das pirâmides e templos.
ESFINGE DE GIZÉ
 As pirâmides do Egito são túmulos
construídos em pedra para abrigar os
corpos dos faraós.
 Há 123 pirâmides catalogadas, no entanto,
as três mais conhecidas são Quéops,
Quéfren e Miquerinos, na península de
Gizé.
 Todas as riquezas do Faraó eram
enterradas junto do corpo, pois eles
acreditavam que a alma retornaria ao corpo
e veria toda a sua riqueza.
Pirâmides do Egito:
Quéops, Quéfren e Miquerinos
A escríta egípcia
 A escrita egípcia foi algo muito importante
para esse povo,pois permitiu a divulgação de
ideias, comunicação e controle de impostos.
Existiam duas formas principais de escrita : a
demótica(mais simplificada e mais usada para
assuntos do cotidiano) e a hieroglífica (Mais
complexa e formada por desenhos e símbolos,
era sagrada). Esta escrita era dominada,
principalmente, pelos sacerdotes, membros da
realeza e escribas.
Medicina
 No antigo Egito eram desenvolvidas
diversas atividades de tipo cirúrgico, tais
como a circuncisão (obrigatória por
motivos higiênicos), a castração, a
cesariana e, muito provavelmente, a
excisão de cataratas oculares e próteses
dentárias.
Religião Egípcia
 Os egípcios eram politeístas (acreditavam em
vários deuses). De acordo com este povo, os
deuses possuíam poderes específicos e atuavam
na vida das pessoas. Havia também deuses que
possuíam o corpo formado por parte humana e
parte de animal sagrado.
 Os egípcios antigos faziam rituais e oferendas
aos deuses. Era uma forma de conseguirem
agradar aos deuses, conseguindo ajuda em suas
vidas.
 No Egito Antigo existiam diversos templos, que
eram construídos em homenagem aos deuses.
Cada cidade possuía um deus protetor.
A Mumificação
Os egípcios acreditavam
que a alma dos mortos
poderiam um dia retornar
a terra, por isso,
mumificavam os corpos
para manter ele em
perfeito estado,
para quando a alma voltasse.
Exercício
1. Como iniciou a civilização egípcia?
2. Por que o rio Nilo era tão importante para os
egípcios?
3. Qual era a principal atividade econômica do Egito
Antigo?
4. Quais eram as outras atividades econômicas do
Egito?
5. Para o que era usado o papiro?
6. Quais eram os grupos privilegiados no Egito
Antigo?
7. Quais eram os grupos não privilegiados?
8. Caracterize a Arte egípcia.
1. O que era a Esfinge de Gizé?
2. Sobre a arquitetura egípcia, o que significava a
esfinge de Gizé?
3. O que eram as pirâmides do Egito?
4. Quais são as 3 pirâmides mais conhecidas?
5. Por que a escrita era tão importante para os
povos egípcios?
6. Existia duas formas principais de escrita. Defina
cada uma delas:
a) Demótica;
b) Hieroglífica;
1. Quais os tipos de cirurgia que eram
desenvolvidas no Egito?
2. Como era a religião no EgitoAntigo?
3. Por que os egípcios faziam rituais e oferenda
aos deuses?
4. Por que os egípcios mumificavam os mortos?
ASSUNTOS TRABALHADOS:
 A importância do Rio Nilo para a formação
do Egito Antigo.
 A economia egípcia.
 A arquitetura egípcia.
 A escrita egípcia.
 Medicina egípcia.
 A religião egípcia.
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O Egito Antigo
O Egito AntigoO Egito Antigo
O Egito Antigo
Deisy Cota
 
Arquitetura Egipcia
Arquitetura EgipciaArquitetura Egipcia
Arquitetura Egipcia
antonio050291
 
Civiliz.egipcia
Civiliz.egipciaCiviliz.egipcia
Civiliz.egipcia
luisaprof
 
Antigo Egito
Antigo EgitoAntigo Egito
Antigo Egito
Anna Caroline
 
O Antigo Egito
O  Antigo EgitoO  Antigo Egito
O Antigo Egito
QUEDMA SILVA
 
Turma 61 e 62 - Revisão de Egito
Turma 61 e 62 - Revisão de EgitoTurma 61 e 62 - Revisão de Egito
Turma 61 e 62 - Revisão de Egito
Fábio Faturi
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
Gustavo_Cardoso
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
ProfessoresColeguium
 
O Egito antigo
O Egito antigoO Egito antigo
O Egito antigo
Bruno Machado
 
Civilização Egípcia
Civilização EgípciaCivilização Egípcia
Civilização Egípcia
Emile Carla
 
Egito antigo
Egito antigo Egito antigo
Educação no egito atividades
Educação no egito atividadesEducação no egito atividades
Educação no egito atividades
dantielly
 
Egito Antigo KA23
Egito Antigo KA23Egito Antigo KA23
Egito Antigo KA23
jssrs1313
 
Egito slide
Egito slideEgito slide
Egito slide
Isabel Aguiar
 
Ciência egípcia
Ciência egípciaCiência egípcia
Ciência egípcia
Maria Gomes
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
Isabel Aguiar
 
Resumo egito antigo
Resumo   egito antigoResumo   egito antigo
Resumo egito antigo
Claudenilson da Silva
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
Marcioveras
 
Egitoantigo
EgitoantigoEgitoantigo
Egitoantigo
luzia Camilo lopes
 

Mais procurados (19)

O Egito Antigo
O Egito AntigoO Egito Antigo
O Egito Antigo
 
Arquitetura Egipcia
Arquitetura EgipciaArquitetura Egipcia
Arquitetura Egipcia
 
Civiliz.egipcia
Civiliz.egipciaCiviliz.egipcia
Civiliz.egipcia
 
Antigo Egito
Antigo EgitoAntigo Egito
Antigo Egito
 
O Antigo Egito
O  Antigo EgitoO  Antigo Egito
O Antigo Egito
 
Turma 61 e 62 - Revisão de Egito
Turma 61 e 62 - Revisão de EgitoTurma 61 e 62 - Revisão de Egito
Turma 61 e 62 - Revisão de Egito
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
O Egito antigo
O Egito antigoO Egito antigo
O Egito antigo
 
Civilização Egípcia
Civilização EgípciaCivilização Egípcia
Civilização Egípcia
 
Egito antigo
Egito antigo Egito antigo
Egito antigo
 
Educação no egito atividades
Educação no egito atividadesEducação no egito atividades
Educação no egito atividades
 
Egito Antigo KA23
Egito Antigo KA23Egito Antigo KA23
Egito Antigo KA23
 
Egito slide
Egito slideEgito slide
Egito slide
 
Ciência egípcia
Ciência egípciaCiência egípcia
Ciência egípcia
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Resumo egito antigo
Resumo   egito antigoResumo   egito antigo
Resumo egito antigo
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
 
Egitoantigo
EgitoantigoEgitoantigo
Egitoantigo
 

Semelhante a Egito antigo

Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
souzaematos2014
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Civilização Egípcia
Civilização EgípciaCivilização Egípcia
Civilização Egípcia
Jorge Almeida
 
O EGITO ANTIGO
O EGITO ANTIGOO EGITO ANTIGO
O EGITO ANTIGO
Antonio Marcos
 
Apostila de artes professor kleber góes 2016
Apostila de artes     professor kleber góes 2016Apostila de artes     professor kleber góes 2016
Apostila de artes professor kleber góes 2016
Kleber Góes
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Produção visual egito central slides
Produção visual egito central slidesProdução visual egito central slides
Produção visual egito central slides
CarlaRosario
 
Egito Antigo - 6ºAno Colégio Piaget
Egito Antigo - 6ºAno Colégio PiagetEgito Antigo - 6ºAno Colégio Piaget
Egito Antigo - 6ºAno Colégio Piaget
Leticia Ribeiro
 
Egito antigo2016
Egito antigo2016Egito antigo2016
Egito antigo2016
luzia Camilo lopes
 
Egito antigo - Colégio Piaget - 6º Ano
Egito antigo - Colégio Piaget - 6º AnoEgito antigo - Colégio Piaget - 6º Ano
Egito antigo - Colégio Piaget - 6º Ano
Leticia Ribeiro
 
A civilização egípcia apontamentos
A civilização egípcia   apontamentosA civilização egípcia   apontamentos
A civilização egípcia apontamentos
Pedro Souto
 
Egitoslide 130223211954-phpapp01
Egitoslide 130223211954-phpapp01Egitoslide 130223211954-phpapp01
Egitoslide 130223211954-phpapp01
luzia Camilo lopes
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
Janayna Lira
 
ARTE EGÍPCIA
ARTE EGÍPCIAARTE EGÍPCIA
ARTE EGÍPCIA
Cristiane Seibt
 
Resumão Egito Antigo
Resumão Egito AntigoResumão Egito Antigo
Resumão Egito Antigo
Wilton Silva
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
professor ivan
 
Egito Antigo
Egito AntigoEgito Antigo
Egito Antigo
Jeferson Gevigier
 
Egito Antigo
Egito AntigoEgito Antigo
As primeiras civilizações e o caso egipcío.
As primeiras civilizações e o caso egipcío.As primeiras civilizações e o caso egipcío.
As primeiras civilizações e o caso egipcío.
João Pereira
 

Semelhante a Egito antigo (20)

Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Civilização Egípcia
Civilização EgípciaCivilização Egípcia
Civilização Egípcia
 
O EGITO ANTIGO
O EGITO ANTIGOO EGITO ANTIGO
O EGITO ANTIGO
 
Apostila de artes professor kleber góes 2016
Apostila de artes     professor kleber góes 2016Apostila de artes     professor kleber góes 2016
Apostila de artes professor kleber góes 2016
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Produção visual egito central slides
Produção visual egito central slidesProdução visual egito central slides
Produção visual egito central slides
 
Egito Antigo - 6ºAno Colégio Piaget
Egito Antigo - 6ºAno Colégio PiagetEgito Antigo - 6ºAno Colégio Piaget
Egito Antigo - 6ºAno Colégio Piaget
 
Egito antigo2016
Egito antigo2016Egito antigo2016
Egito antigo2016
 
Egito antigo - Colégio Piaget - 6º Ano
Egito antigo - Colégio Piaget - 6º AnoEgito antigo - Colégio Piaget - 6º Ano
Egito antigo - Colégio Piaget - 6º Ano
 
A civilização egípcia apontamentos
A civilização egípcia   apontamentosA civilização egípcia   apontamentos
A civilização egípcia apontamentos
 
Egitoslide 130223211954-phpapp01
Egitoslide 130223211954-phpapp01Egitoslide 130223211954-phpapp01
Egitoslide 130223211954-phpapp01
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
ARTE EGÍPCIA
ARTE EGÍPCIAARTE EGÍPCIA
ARTE EGÍPCIA
 
Resumão Egito Antigo
Resumão Egito AntigoResumão Egito Antigo
Resumão Egito Antigo
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Egito Antigo
Egito AntigoEgito Antigo
Egito Antigo
 
Egito Antigo
Egito AntigoEgito Antigo
Egito Antigo
 
As primeiras civilizações e o caso egipcío.
As primeiras civilizações e o caso egipcío.As primeiras civilizações e o caso egipcío.
As primeiras civilizações e o caso egipcío.
 

Mais de Jeesiel Temóteo

Métodos anticoncepcionais editado.
Métodos anticoncepcionais editado.Métodos anticoncepcionais editado.
Métodos anticoncepcionais editado.
Jeesiel Temóteo
 
Usinas geradoras de energia elétrica
Usinas geradoras de energia elétricaUsinas geradoras de energia elétrica
Usinas geradoras de energia elétrica
Jeesiel Temóteo
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Jeesiel Temóteo
 
Minhas frases
Minhas frasesMinhas frases
Minhas frases
Jeesiel Temóteo
 
Apresentação Resumo expandido - Sítios arqueológicos de alagoas
Apresentação Resumo expandido - Sítios arqueológicos de alagoasApresentação Resumo expandido - Sítios arqueológicos de alagoas
Apresentação Resumo expandido - Sítios arqueológicos de alagoas
Jeesiel Temóteo
 
História moderna i
História moderna iHistória moderna i
História moderna i
Jeesiel Temóteo
 
História do brasil
História do brasilHistória do brasil
História do brasil
Jeesiel Temóteo
 
Algumas ferramentas usadas na Caldeiraria - SENAI
Algumas ferramentas usadas na Caldeiraria - SENAIAlgumas ferramentas usadas na Caldeiraria - SENAI
Algumas ferramentas usadas na Caldeiraria - SENAI
Jeesiel Temóteo
 
Cubismo
CubismoCubismo

Mais de Jeesiel Temóteo (9)

Métodos anticoncepcionais editado.
Métodos anticoncepcionais editado.Métodos anticoncepcionais editado.
Métodos anticoncepcionais editado.
 
Usinas geradoras de energia elétrica
Usinas geradoras de energia elétricaUsinas geradoras de energia elétrica
Usinas geradoras de energia elétrica
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Minhas frases
Minhas frasesMinhas frases
Minhas frases
 
Apresentação Resumo expandido - Sítios arqueológicos de alagoas
Apresentação Resumo expandido - Sítios arqueológicos de alagoasApresentação Resumo expandido - Sítios arqueológicos de alagoas
Apresentação Resumo expandido - Sítios arqueológicos de alagoas
 
História moderna i
História moderna iHistória moderna i
História moderna i
 
História do brasil
História do brasilHistória do brasil
História do brasil
 
Algumas ferramentas usadas na Caldeiraria - SENAI
Algumas ferramentas usadas na Caldeiraria - SENAIAlgumas ferramentas usadas na Caldeiraria - SENAI
Algumas ferramentas usadas na Caldeiraria - SENAI
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 

Último

Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
AntonioVieira539017
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 

Último (20)

Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 

Egito antigo

  • 1. EGITO ANTIGO Professor: JeesielTemóteo - História 2º Bimestre
  • 2.  Os povos egípcios iniciaram sua civilização nas margens do rio Nilo.  Esse rio era essencial para o desenvolvimento do Egito Antigo.  Como a região é formada por um deserto (Saara), o rio Nilo ganhou uma extrema importância para os egípcios
  • 3. RIO NILO  O rio era utilizado como via de transporte (através de barcos) de mercadorias e pessoas.  As águas do rio Nilo também eram utilizadas para:  beber.  pescar  fertilizar as margens, nas épocas de cheias, favorecendo a agricultura.
  • 4.
  • 5. Economia Egípcia  A agricultura foi a principal atividade econômica do Egito Antigo.  Porém, os egípcios também se dedicaram ao artesanato, pecuária, pesca, caça e extração mineral.  Praticaram também o comércio exterior com outros povos.  Trabalhavam também com o Papiro, uma planta usada para fazer papel, como também para a fabricação de cestas, redes e até pequenos barcos.
  • 6.
  • 7.
  • 8. A Arte Egípcia  A arte egípcia estava ligada à religião, todas as pinturas e construções tinham a intenção de adorar aos deuses.  Deuses – templos.  Para sepultar os mortos – os túmulos.  Estas construções encontravam-se decorados com pinturas e esculturas.
  • 9.
  • 10. Arquitetura Egípcia  Esfinge de Gizé é uma imagem mitológica, criada no Egito Antigo, com corpo de leão e cabeça de ser humano (geralmente de um faraó).  Para os egípcios antigos a imagem de uma esfinge significava poder e sabedoria. Serviam, no imaginário egípcio, como protetoras das pirâmides e templos.
  • 12.  As pirâmides do Egito são túmulos construídos em pedra para abrigar os corpos dos faraós.  Há 123 pirâmides catalogadas, no entanto, as três mais conhecidas são Quéops, Quéfren e Miquerinos, na península de Gizé.  Todas as riquezas do Faraó eram enterradas junto do corpo, pois eles acreditavam que a alma retornaria ao corpo e veria toda a sua riqueza.
  • 13. Pirâmides do Egito: Quéops, Quéfren e Miquerinos
  • 14. A escríta egípcia  A escrita egípcia foi algo muito importante para esse povo,pois permitiu a divulgação de ideias, comunicação e controle de impostos. Existiam duas formas principais de escrita : a demótica(mais simplificada e mais usada para assuntos do cotidiano) e a hieroglífica (Mais complexa e formada por desenhos e símbolos, era sagrada). Esta escrita era dominada, principalmente, pelos sacerdotes, membros da realeza e escribas.
  • 15.
  • 16. Medicina  No antigo Egito eram desenvolvidas diversas atividades de tipo cirúrgico, tais como a circuncisão (obrigatória por motivos higiênicos), a castração, a cesariana e, muito provavelmente, a excisão de cataratas oculares e próteses dentárias.
  • 17.
  • 18. Religião Egípcia  Os egípcios eram politeístas (acreditavam em vários deuses). De acordo com este povo, os deuses possuíam poderes específicos e atuavam na vida das pessoas. Havia também deuses que possuíam o corpo formado por parte humana e parte de animal sagrado.  Os egípcios antigos faziam rituais e oferendas aos deuses. Era uma forma de conseguirem agradar aos deuses, conseguindo ajuda em suas vidas.  No Egito Antigo existiam diversos templos, que eram construídos em homenagem aos deuses. Cada cidade possuía um deus protetor.
  • 19. A Mumificação Os egípcios acreditavam que a alma dos mortos poderiam um dia retornar a terra, por isso, mumificavam os corpos para manter ele em perfeito estado, para quando a alma voltasse.
  • 20. Exercício 1. Como iniciou a civilização egípcia? 2. Por que o rio Nilo era tão importante para os egípcios? 3. Qual era a principal atividade econômica do Egito Antigo? 4. Quais eram as outras atividades econômicas do Egito? 5. Para o que era usado o papiro? 6. Quais eram os grupos privilegiados no Egito Antigo? 7. Quais eram os grupos não privilegiados? 8. Caracterize a Arte egípcia.
  • 21. 1. O que era a Esfinge de Gizé? 2. Sobre a arquitetura egípcia, o que significava a esfinge de Gizé? 3. O que eram as pirâmides do Egito? 4. Quais são as 3 pirâmides mais conhecidas? 5. Por que a escrita era tão importante para os povos egípcios? 6. Existia duas formas principais de escrita. Defina cada uma delas: a) Demótica; b) Hieroglífica;
  • 22. 1. Quais os tipos de cirurgia que eram desenvolvidas no Egito? 2. Como era a religião no EgitoAntigo? 3. Por que os egípcios faziam rituais e oferenda aos deuses? 4. Por que os egípcios mumificavam os mortos?
  • 23. ASSUNTOS TRABALHADOS:  A importância do Rio Nilo para a formação do Egito Antigo.  A economia egípcia.  A arquitetura egípcia.  A escrita egípcia.  Medicina egípcia.  A religião egípcia.
  • 24. FIM