SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
“Deficiência é a qualidade do que é deficiente. Tratando-se
de pessoas, significa que estas se vêem impedidas ou
condicionadas algumas das actividades quotidianas
consideradas normais, devido à alteração das suas funções
intelectuais ou físicas. “
Nestes últimos anos , a deficiência passou a ser considerada pelos direitos
humanos. Desde então, tem-se vindo a iniciar uma busca no sentido de manter
a deficiência dentro da sociedade, com atitudes de inclusão e normas de
acessibilidade.
Em Dezembro de 2006, a Organização das Nações Unidas (ONU) acordou a
Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência para proteger e
reforçar os direitos e a igualdade de oportunidades dos 650 milhões de
pessoas com deficiência em todo o mundo.
A expressão “pessoa
deficiente” designa qualquer
pessoa incapaz de satisfazer
por si própria, no todo ou em
parte, as necessidades de
uma vida normal individual
e/ou social, em resultado de
deficiência, congénita ou não,
nas suas faculdades físicas ou
mentais.
As pessoas deficientes gozarão todos os
direitos consagrados na presente Declaração.
Estes direitos serão concedidos a todas as
pessoas deficientes sem excepção alguma,
qualquer que seja, e sem qualquer distinção
ou discriminação com base na raça, cor, sexo,
língua, religião, opiniões políticas ou outras,
origem nacional ou social, condição
económica, nascimento ou qualquer outra
situação que se aplique, quer à própria
pessoa deficiente, quer à sua família.
As pessoas deficientes têm o inerente
direito ao respeito da sua dignidade
humana. As pessoas deficientes,
independentemente da origem, natureza
e gravidade das suas incapacidades e
deficiências, têm os mesmos direitos
fundamentais que os seus concidadãos
da mesma idade, o que implica, primeiro
que tudo, o direito a gozar uma vida
digna, tão normal e plena quanto
possível.
As pessoas deficientes têm os mesmos
direitos civis e políticos que os demais
seres humanos; o parágrafo 7 da
Declaração dos Direitos das Pessoas
Deficientes Mentais aplica-se a qualquer
eventual limitação ou supressão desses
direitos para as pessoas com deficiência
mental.
As pessoas deficientes têm direito a medidas destinadas a permitir-lhes alcançar
a maior autonomia possível.
As pessoas deficientes têm direito a
tratamento médico, psicológico e
funcional, incluindo dispositivos
protésicos e ortopédicos, a reabilitação
médica e social, a educação, formação e
reabilitação profissional, a apoio,
aconselhamento, serviços de colocação e
outros serviços que lhes permitam
desenvolver ao máximo as suas
capacidades e aptidões e acelerem os
seus processos de integração ou
reintegração social.
As pessoas deficientes têm direito
à segurança económica e social e a
um nível de vida decente. Têm o
direito, de acordo com as suas
capacidades, a obter e conservar
um emprego ou a exercer uma
actividade útil, produtiva e
remunerada, e a aderir a
associações sindicais.
As pessoas deficientes
têm direito a que as suas
necessidades especiais
sejam tidas em conta em
todas as fases do
planeamento económico
e social.
As pessoas deficientes têm direito a viver
com as suas famílias ou com pais adoptivos e
a participar em todas as actividades sociais,
criativas ou recreativas. Nenhuma pessoa
deficiente será sujeita, no que diz respeito à
sua residência, a um tratamento diferenciado
não exigido pela sua situação ou pela
melhoria que possa derivar de um tratamento
diferenciado. Caso seja indispensável a
permanência de uma pessoa deficiente num
estabelecimento especializado, o ambiente e
as condições de vida nele existentes serão tão
aproximados quanto possível dos da vida
normal de uma pessoa da sua idade.
As pessoas deficientes
serão protegidas contra
toda a exploração, todos
os regulamentos e todos
os tratamentos de
natureza discriminatória,
abusiva ou degradante.
As pessoas deficientes terão a
possibilidade de se socorrerem de
apoio jurídico qualificado caso tal
apoio se revele indispensável para
a protecção da sua pessoa ou dos
seus bens. Caso seja instaurado
um processo judicial contra uma
pessoa deficiente, o procedimento
legal aplicado terá plenamente em
conta a sua condição física e
mental.
É reconhecida a
utilidade da consulta
às organizações de
pessoas deficientes em
todas as matérias
relativas aos direitos
destas pessoas.
As pessoas deficientes,
suas famílias e
comunidades serão
plenamente informadas,
por todos os meios
adequados, acerca dos
direitos consagrados na
presente Declaração.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estatuto da criança do adolescente eca
Estatuto da criança  do adolescente   ecaEstatuto da criança  do adolescente   eca
Estatuto da criança do adolescente eca
Alinebrauna Brauna
 
Direitos humanos e cidadania
Direitos humanos e cidadaniaDireitos humanos e cidadania
Direitos humanos e cidadania
Fillipe Lobo
 
ViolêNcia Na Terceira Idade CóPia
ViolêNcia Na Terceira Idade   CóPiaViolêNcia Na Terceira Idade   CóPia
ViolêNcia Na Terceira Idade CóPia
susana12345
 
Deficiência física
Deficiência físicaDeficiência física
Deficiência física
yurigadelha
 

Mais procurados (20)

inclusão escolar
inclusão escolarinclusão escolar
inclusão escolar
 
Estatuto do Idoso - vamos descomplicar?
Estatuto do Idoso - vamos  descomplicar?Estatuto do Idoso - vamos  descomplicar?
Estatuto do Idoso - vamos descomplicar?
 
Deficiência Intelectual
Deficiência IntelectualDeficiência Intelectual
Deficiência Intelectual
 
A INCLUSÃO ESCOLAR
A  INCLUSÃO ESCOLAR A  INCLUSÃO ESCOLAR
A INCLUSÃO ESCOLAR
 
Inclusão Social
Inclusão SocialInclusão Social
Inclusão Social
 
Falando sobre ECA
Falando sobre ECA Falando sobre ECA
Falando sobre ECA
 
Autismo e educação
Autismo e educaçãoAutismo e educação
Autismo e educação
 
Estatuto da criança do adolescente eca
Estatuto da criança  do adolescente   ecaEstatuto da criança  do adolescente   eca
Estatuto da criança do adolescente eca
 
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especialSlides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
 
A pessoa com deficiencia e o trabalho
A pessoa com deficiencia e o trabalhoA pessoa com deficiencia e o trabalho
A pessoa com deficiencia e o trabalho
 
Deficiências
DeficiênciasDeficiências
Deficiências
 
Relatorio social adoção
Relatorio social adoçãoRelatorio social adoção
Relatorio social adoção
 
18 de maio
18 de maio18 de maio
18 de maio
 
18 de Maio
18 de Maio 18 de Maio
18 de Maio
 
Inclusão social
Inclusão socialInclusão social
Inclusão social
 
Direitos humanos e cidadania
Direitos humanos e cidadaniaDireitos humanos e cidadania
Direitos humanos e cidadania
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
 
O papel do professor frente à inclusão de crianças com autismo
O papel do professor frente à inclusão de crianças com autismoO papel do professor frente à inclusão de crianças com autismo
O papel do professor frente à inclusão de crianças com autismo
 
ViolêNcia Na Terceira Idade CóPia
ViolêNcia Na Terceira Idade   CóPiaViolêNcia Na Terceira Idade   CóPia
ViolêNcia Na Terceira Idade CóPia
 
Deficiência física
Deficiência físicaDeficiência física
Deficiência física
 

Destaque

Retail Infographic
Retail InfographicRetail Infographic
Retail Infographic
Astley Scott
 
Neuropsichiatria infantile1
Neuropsichiatria infantile1 Neuropsichiatria infantile1
Neuropsichiatria infantile1
imartini
 

Destaque (20)

Instrumentos e aplicacoes da SAGI 01
Instrumentos e aplicacoes da SAGI 01Instrumentos e aplicacoes da SAGI 01
Instrumentos e aplicacoes da SAGI 01
 
Instrumentos e aplicacoes da SAGI 02
Instrumentos e aplicacoes da SAGI 02Instrumentos e aplicacoes da SAGI 02
Instrumentos e aplicacoes da SAGI 02
 
Cadernos de Estudos: Desenvolvimento Social em Debate - número 23
Cadernos de Estudos: Desenvolvimento Social em Debate - número 23Cadernos de Estudos: Desenvolvimento Social em Debate - número 23
Cadernos de Estudos: Desenvolvimento Social em Debate - número 23
 
Como elaborar um programa de inclusão de pessoas com deficiência
Como elaborar um programa de inclusão de pessoas com deficiênciaComo elaborar um programa de inclusão de pessoas com deficiência
Como elaborar um programa de inclusão de pessoas com deficiência
 
Caderno de resultados da inclusão produtiva rural do Brasil Sem Miséria
Caderno de resultados da inclusão produtiva rural do Brasil Sem MisériaCaderno de resultados da inclusão produtiva rural do Brasil Sem Miséria
Caderno de resultados da inclusão produtiva rural do Brasil Sem Miséria
 
Retail Infographic
Retail InfographicRetail Infographic
Retail Infographic
 
Internet como derecho fundamental
Internet como derecho fundamentalInternet como derecho fundamental
Internet como derecho fundamental
 
Cherrpunjee & Mawsynram- the wettest (rainiest) place on planet Earth
Cherrpunjee & Mawsynram- the wettest (rainiest) place on planet EarthCherrpunjee & Mawsynram- the wettest (rainiest) place on planet Earth
Cherrpunjee & Mawsynram- the wettest (rainiest) place on planet Earth
 
áGuia sonhadora eda carneiro da rocha
áGuia sonhadora eda carneiro da rochaáGuia sonhadora eda carneiro da rocha
áGuia sonhadora eda carneiro da rocha
 
همه چیز درباره ی اسکیمرها
همه چیز درباره ی اسکیمرهاهمه چیز درباره ی اسکیمرها
همه چیز درباره ی اسکیمرها
 
Parasitología vectores
Parasitología vectoresParasitología vectores
Parasitología vectores
 
Neuropsichiatria infantile1
Neuropsichiatria infantile1 Neuropsichiatria infantile1
Neuropsichiatria infantile1
 
Jump Start Digital Collaboration with Office 365 Groups
Jump Start Digital Collaboration with Office 365 GroupsJump Start Digital Collaboration with Office 365 Groups
Jump Start Digital Collaboration with Office 365 Groups
 
Ipsos Connect Global Business Influencers Europe 2016
Ipsos Connect Global Business Influencers Europe 2016Ipsos Connect Global Business Influencers Europe 2016
Ipsos Connect Global Business Influencers Europe 2016
 
A guide to Portfolio analysis - tools to help you improve
A guide to Portfolio analysis - tools to help you improveA guide to Portfolio analysis - tools to help you improve
A guide to Portfolio analysis - tools to help you improve
 
Ois lessons4
Ois lessons4Ois lessons4
Ois lessons4
 
Châm ngôn thiền
Châm ngôn thiềnChâm ngôn thiền
Châm ngôn thiền
 
Strategy and business model
Strategy and business modelStrategy and business model
Strategy and business model
 
An Onboarding Checklist For Success
An Onboarding Checklist For SuccessAn Onboarding Checklist For Success
An Onboarding Checklist For Success
 
Legacy modernization, cloud orchestration, api publishing
Legacy modernization, cloud orchestration, api publishingLegacy modernization, cloud orchestration, api publishing
Legacy modernization, cloud orchestration, api publishing
 

Semelhante a Direitos da Pessoa com Deficiência

Declaração Dos Direitos Das Pessoas Deficientes
Declaração Dos Direitos Das Pessoas DeficientesDeclaração Dos Direitos Das Pessoas Deficientes
Declaração Dos Direitos Das Pessoas Deficientes
asustecnologia
 
Declaração dos Direitos das Pessoas Deficientes
Declaração dos Direitos das Pessoas DeficientesDeclaração dos Direitos das Pessoas Deficientes
Declaração dos Direitos das Pessoas Deficientes
Carlos Junior
 
A inclusao social das pessoas com deficiencias
A inclusao social das pessoas com deficienciasA inclusao social das pessoas com deficiencias
A inclusao social das pessoas com deficiencias
Jamilson Paixao
 
Legislação Pessoa Deficiente
Legislação Pessoa DeficienteLegislação Pessoa Deficiente
Legislação Pessoa Deficiente
Cristiana Cordeiro
 
Dclegislacao 110208194129-phpapp02
Dclegislacao 110208194129-phpapp02Dclegislacao 110208194129-phpapp02
Dclegislacao 110208194129-phpapp02
Tharssia Baldasso
 
Plano de-trabalho-abrigo-de-idosos-2018 modelo
Plano de-trabalho-abrigo-de-idosos-2018 modeloPlano de-trabalho-abrigo-de-idosos-2018 modelo
Plano de-trabalho-abrigo-de-idosos-2018 modelo
Rita Silva
 
Trabalho sobre direitos humanos
Trabalho sobre direitos humanosTrabalho sobre direitos humanos
Trabalho sobre direitos humanos
grazivig
 
Declaração dos Direitos Humanos
Declaração dos Direitos HumanosDeclaração dos Direitos Humanos
Declaração dos Direitos Humanos
Katia Caprioli
 
Cartilha procon idoso CAMPINAS SP
Cartilha procon idoso CAMPINAS SPCartilha procon idoso CAMPINAS SP
Cartilha procon idoso CAMPINAS SP
Mauro Moraes
 

Semelhante a Direitos da Pessoa com Deficiência (20)

Declaração Dos Direitos Das Pessoas Deficientes
Declaração Dos Direitos Das Pessoas DeficientesDeclaração Dos Direitos Das Pessoas Deficientes
Declaração Dos Direitos Das Pessoas Deficientes
 
Declaração dos Direitos das Pessoas Deficientes
Declaração dos Direitos das Pessoas DeficientesDeclaração dos Direitos das Pessoas Deficientes
Declaração dos Direitos das Pessoas Deficientes
 
Trabalho em reabilitação
Trabalho em reabilitaçãoTrabalho em reabilitação
Trabalho em reabilitação
 
Escola Inclusiva
Escola InclusivaEscola Inclusiva
Escola Inclusiva
 
Os direitos dos_idosos_os_cuidadores_de_idosos_os_maustratos_aos_idosos_e_del...
Os direitos dos_idosos_os_cuidadores_de_idosos_os_maustratos_aos_idosos_e_del...Os direitos dos_idosos_os_cuidadores_de_idosos_os_maustratos_aos_idosos_e_del...
Os direitos dos_idosos_os_cuidadores_de_idosos_os_maustratos_aos_idosos_e_del...
 
A inclusao social das pessoas com deficiencias
A inclusao social das pessoas com deficienciasA inclusao social das pessoas com deficiencias
A inclusao social das pessoas com deficiencias
 
Os direitos dos idosos e reconhecimento de maus tratos
Os direitos dos idosos e reconhecimento de maus tratosOs direitos dos idosos e reconhecimento de maus tratos
Os direitos dos idosos e reconhecimento de maus tratos
 
Legislação Pessoa Deficiente
Legislação Pessoa DeficienteLegislação Pessoa Deficiente
Legislação Pessoa Deficiente
 
Pessoa Portadora de Deficiência
Pessoa Portadora de DeficiênciaPessoa Portadora de Deficiência
Pessoa Portadora de Deficiência
 
Dclegislacao 110208194129-phpapp02
Dclegislacao 110208194129-phpapp02Dclegislacao 110208194129-phpapp02
Dclegislacao 110208194129-phpapp02
 
Legislacão
 Legislacão Legislacão
Legislacão
 
Estatuto do Idoso.pptx
Estatuto do Idoso.pptxEstatuto do Idoso.pptx
Estatuto do Idoso.pptx
 
Plano de-trabalho-abrigo-de-idosos-2018 modelo
Plano de-trabalho-abrigo-de-idosos-2018 modeloPlano de-trabalho-abrigo-de-idosos-2018 modelo
Plano de-trabalho-abrigo-de-idosos-2018 modelo
 
Estatuto do Idoso
Estatuto do Idoso Estatuto do Idoso
Estatuto do Idoso
 
Estatuto do idoso
Estatuto do idosoEstatuto do idoso
Estatuto do idoso
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Trabalho sobre direitos humanos
Trabalho sobre direitos humanosTrabalho sobre direitos humanos
Trabalho sobre direitos humanos
 
Declaração dos Direitos Humanos
Declaração dos Direitos HumanosDeclaração dos Direitos Humanos
Declaração dos Direitos Humanos
 
Cartilha procon idoso CAMPINAS SP
Cartilha procon idoso CAMPINAS SPCartilha procon idoso CAMPINAS SP
Cartilha procon idoso CAMPINAS SP
 
Direitos da criança
Direitos da criançaDireitos da criança
Direitos da criança
 

Mais de Madalena Charruadas

Mais de Madalena Charruadas (20)

Cidadania e desenvolvimento
Cidadania e desenvolvimentoCidadania e desenvolvimento
Cidadania e desenvolvimento
 
Cidadania e desenvolvimento direitos dos animais: ovelhas
Cidadania e desenvolvimento direitos dos animais: ovelhasCidadania e desenvolvimento direitos dos animais: ovelhas
Cidadania e desenvolvimento direitos dos animais: ovelhas
 
Ficha sobre os mamíferos
Ficha sobre os mamíferos Ficha sobre os mamíferos
Ficha sobre os mamíferos
 
Proposta de plano de trabalho semanal 2 CAA Vila Boim
Proposta de plano de trabalho semanal 2 CAA Vila BoimProposta de plano de trabalho semanal 2 CAA Vila Boim
Proposta de plano de trabalho semanal 2 CAA Vila Boim
 
Plano de trabalho Semanal 1 com AVD
Plano de trabalho Semanal 1 com AVDPlano de trabalho Semanal 1 com AVD
Plano de trabalho Semanal 1 com AVD
 
Os sentidos (actividades com símbolos araasac)
Os sentidos (actividades com símbolos araasac)Os sentidos (actividades com símbolos araasac)
Os sentidos (actividades com símbolos araasac)
 
Os alimentos (atividades araasac)
Os alimentos (atividades araasac)Os alimentos (atividades araasac)
Os alimentos (atividades araasac)
 
O meu corpo atividades (com simbolos araasac)
O meu corpo atividades (com simbolos araasac)O meu corpo atividades (com simbolos araasac)
O meu corpo atividades (com simbolos araasac)
 
A casa atividades arasaac
A casa atividades arasaacA casa atividades arasaac
A casa atividades arasaac
 
Ppt direitos da pessoa com deficiência
Ppt direitos da pessoa com deficiência Ppt direitos da pessoa com deficiência
Ppt direitos da pessoa com deficiência
 
Palavra "Leque" Método das 28 palavras adaptado em SPC BoardMaker
Palavra "Leque"  Método das 28 palavras adaptado em SPC BoardMakerPalavra "Leque"  Método das 28 palavras adaptado em SPC BoardMaker
Palavra "Leque" Método das 28 palavras adaptado em SPC BoardMaker
 
Fichas de consolidação método das 28 palavras pdf
Fichas de consolidação método das 28 palavras pdfFichas de consolidação método das 28 palavras pdf
Fichas de consolidação método das 28 palavras pdf
 
Elmer (adaptado em SPC)
Elmer (adaptado em SPC)Elmer (adaptado em SPC)
Elmer (adaptado em SPC)
 
A minha escola. pdf
A minha escola. pdfA minha escola. pdf
A minha escola. pdf
 
Eu nunca na vida comerei tomate (Adaptada em SPC)
 Eu nunca na vida comerei tomate (Adaptada em SPC) Eu nunca na vida comerei tomate (Adaptada em SPC)
Eu nunca na vida comerei tomate (Adaptada em SPC)
 
Atividades adaptadas para o outono
Atividades adaptadas para o outonoAtividades adaptadas para o outono
Atividades adaptadas para o outono
 
Método das 28 palavras adaptado até às silabas va, ve,vi,vo,vu.
Método das 28 palavras adaptado até às silabas va, ve,vi,vo,vu.Método das 28 palavras adaptado até às silabas va, ve,vi,vo,vu.
Método das 28 palavras adaptado até às silabas va, ve,vi,vo,vu.
 
Iniciação ao método das 28 palavras adaptado em spc 1
Iniciação ao método das 28 palavras adaptado em spc 1Iniciação ao método das 28 palavras adaptado em spc 1
Iniciação ao método das 28 palavras adaptado em spc 1
 
O carnaval está a chegar ... adaptado 2017
O carnaval está a chegar ... adaptado 2017O carnaval está a chegar ... adaptado 2017
O carnaval está a chegar ... adaptado 2017
 
Vamos ás compras
Vamos ás comprasVamos ás compras
Vamos ás compras
 

Último

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
LeandroLima265595
 

Último (20)

Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João EudesNovena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 

Direitos da Pessoa com Deficiência

  • 1.
  • 2. “Deficiência é a qualidade do que é deficiente. Tratando-se de pessoas, significa que estas se vêem impedidas ou condicionadas algumas das actividades quotidianas consideradas normais, devido à alteração das suas funções intelectuais ou físicas. “
  • 3. Nestes últimos anos , a deficiência passou a ser considerada pelos direitos humanos. Desde então, tem-se vindo a iniciar uma busca no sentido de manter a deficiência dentro da sociedade, com atitudes de inclusão e normas de acessibilidade. Em Dezembro de 2006, a Organização das Nações Unidas (ONU) acordou a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência para proteger e reforçar os direitos e a igualdade de oportunidades dos 650 milhões de pessoas com deficiência em todo o mundo.
  • 4. A expressão “pessoa deficiente” designa qualquer pessoa incapaz de satisfazer por si própria, no todo ou em parte, as necessidades de uma vida normal individual e/ou social, em resultado de deficiência, congénita ou não, nas suas faculdades físicas ou mentais.
  • 5. As pessoas deficientes gozarão todos os direitos consagrados na presente Declaração. Estes direitos serão concedidos a todas as pessoas deficientes sem excepção alguma, qualquer que seja, e sem qualquer distinção ou discriminação com base na raça, cor, sexo, língua, religião, opiniões políticas ou outras, origem nacional ou social, condição económica, nascimento ou qualquer outra situação que se aplique, quer à própria pessoa deficiente, quer à sua família.
  • 6. As pessoas deficientes têm o inerente direito ao respeito da sua dignidade humana. As pessoas deficientes, independentemente da origem, natureza e gravidade das suas incapacidades e deficiências, têm os mesmos direitos fundamentais que os seus concidadãos da mesma idade, o que implica, primeiro que tudo, o direito a gozar uma vida digna, tão normal e plena quanto possível.
  • 7. As pessoas deficientes têm os mesmos direitos civis e políticos que os demais seres humanos; o parágrafo 7 da Declaração dos Direitos das Pessoas Deficientes Mentais aplica-se a qualquer eventual limitação ou supressão desses direitos para as pessoas com deficiência mental.
  • 8. As pessoas deficientes têm direito a medidas destinadas a permitir-lhes alcançar a maior autonomia possível.
  • 9. As pessoas deficientes têm direito a tratamento médico, psicológico e funcional, incluindo dispositivos protésicos e ortopédicos, a reabilitação médica e social, a educação, formação e reabilitação profissional, a apoio, aconselhamento, serviços de colocação e outros serviços que lhes permitam desenvolver ao máximo as suas capacidades e aptidões e acelerem os seus processos de integração ou reintegração social.
  • 10. As pessoas deficientes têm direito à segurança económica e social e a um nível de vida decente. Têm o direito, de acordo com as suas capacidades, a obter e conservar um emprego ou a exercer uma actividade útil, produtiva e remunerada, e a aderir a associações sindicais.
  • 11. As pessoas deficientes têm direito a que as suas necessidades especiais sejam tidas em conta em todas as fases do planeamento económico e social.
  • 12. As pessoas deficientes têm direito a viver com as suas famílias ou com pais adoptivos e a participar em todas as actividades sociais, criativas ou recreativas. Nenhuma pessoa deficiente será sujeita, no que diz respeito à sua residência, a um tratamento diferenciado não exigido pela sua situação ou pela melhoria que possa derivar de um tratamento diferenciado. Caso seja indispensável a permanência de uma pessoa deficiente num estabelecimento especializado, o ambiente e as condições de vida nele existentes serão tão aproximados quanto possível dos da vida normal de uma pessoa da sua idade.
  • 13. As pessoas deficientes serão protegidas contra toda a exploração, todos os regulamentos e todos os tratamentos de natureza discriminatória, abusiva ou degradante.
  • 14. As pessoas deficientes terão a possibilidade de se socorrerem de apoio jurídico qualificado caso tal apoio se revele indispensável para a protecção da sua pessoa ou dos seus bens. Caso seja instaurado um processo judicial contra uma pessoa deficiente, o procedimento legal aplicado terá plenamente em conta a sua condição física e mental.
  • 15. É reconhecida a utilidade da consulta às organizações de pessoas deficientes em todas as matérias relativas aos direitos destas pessoas.
  • 16. As pessoas deficientes, suas famílias e comunidades serão plenamente informadas, por todos os meios adequados, acerca dos direitos consagrados na presente Declaração.