SlideShare uma empresa Scribd logo
Crise Financeira nos USA Por  Rui Baptista Professor de OGE
A crise financeira nos Estados Unidos está a alastrar-se a todo mundo, a nossa Bolsa entrou logo em pânico baixando o índice PSI-20 vários pontos. Esta notícia tem sido comentada por diversos analistas, desde antigos governadores do Banco de Portugal até aos comentadores residentes dos vários canais televisivos.  Começando por dissecar a notícia, a primeira questão é compreender a crise nos USA. Os bancos americanos entraram em crise quando as pessoas que haviam contraído empréstimos para habitação (entre outro tipo de empréstimos), deixaram ou começaram a ter dificuldades em fazer face ao serviço de divida. Os bancos para facilitar o acesso ao crédito vão baixando o  spread . Essa percentagem incorpora uma parte que permite cobrir o risco de incobrabilidade dos empréstimos e outra para serviços bancários, que tem sido cada vez menor em todo mundo tornando o risco bancário muito alto.
A somar a isto os bancos têm relações comerciais entre si, em que vendem créditos que possuem uns aos outros, como forma de obter liquidez rapidamente, assim é fácil a crise se alastrar a todo mundo. Quando a notícia de que havia bancos com dificuldades em cobrar os créditos, os depositantes, apressaram-se a levantar as suas economias com medo de as perderem. Aí os bancos tiveram de recorrer a empréstimos para fazer face aos seus compromissos. Foi, quando houve a necessidade da intervenção da Reserva Federal, injectando dinheiro no mercado de forma a manter a solvabilidade da banca. O Banco Central Europeu de forma a evitar uma crise de grandes proporções injectou liquidez no mercado de forma a evitar o colapso do sistema bancário, não evitando a descida dos principais índices bolsistas, porque em bolsa os agentes têm comportamentos “nervosos”, levando-os a desfazerem-se de papel e transferindo o seu capital para investimentos mais seguros como depósitos a prazo ou o ouro, cuja cotação não tem parado de subir.
Em Portugal esta crise não se verificará, pelo menos da mesma forma, dado que são raros os casos em que os bancos comerciais vendam créditos a outros bancos, também escassas as situações em que bancos portugueses tenham créditos de bancos norte-americanos. Contudo a crise chega a Portugal através da descida do Dólar americano face ao Euro, o que dificultou as nossas exportações para fora do espaço comunitário, já que grande parte das transacções são nessa moeda. Outro sinal de crise o aumento de resgate de fundos, que aumentou nesta altura. É de esperar que a banca comercial nacional dificulte o acesso ao crédito, evitando uma crise semelhante no nosso país.  Como a nossa economia é muito aberta ao exterior, pode vir a sofrer bastante com uma crise em larga escala nos USA, esperemos que isso não se verifique porque então é que nunca mais veríamos o nosso PIB aproximar-se do resto da EU.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tainá, camila e catarina! favor não mexer
Tainá, camila e catarina! favor não mexerTainá, camila e catarina! favor não mexer
Tainá, camila e catarina! favor não mexer
Alberto Santiago
 
A crise mundial de 2008 e suas consequências econômicas, sociais e geopolíticas
A crise mundial de 2008 e suas consequências econômicas, sociais e geopolíticasA crise mundial de 2008 e suas consequências econômicas, sociais e geopolíticas
A crise mundial de 2008 e suas consequências econômicas, sociais e geopolíticas
Fernando Alcoforado
 
A crise portuguesa em 10 minutos
A crise portuguesa em 10 minutos A crise portuguesa em 10 minutos
A crise portuguesa em 10 minutos
Daniel Claro
 
Coluna
ColunaColuna
Bdm 28.04.2010
Bdm 28.04.2010Bdm 28.04.2010
Bdm 28.04.2010
oabcred
 
Monografia: crise de 2008
Monografia: crise de 2008Monografia: crise de 2008
Monografia: crise de 2008
Lucas De David
 
Nacionalizacao dos bancos amercianos
Nacionalizacao dos bancos amercianosNacionalizacao dos bancos amercianos
Nacionalizacao dos bancos amercianos
Alexsandro Rebello Bonatto
 
Crise eua
Crise euaCrise eua
Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...
Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...
Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...
Fernando Alcoforado
 
Como surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundialComo surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundial
letieri11
 
Crise nos EUA
Crise nos EUACrise nos EUA
Crise nos EUA
Luis Alberto Bassoli
 
Visao e438 - Edição online
Visao e438 - Edição onlineVisao e438 - Edição online
Visao e438 - Edição online
Filipe Pontes
 
Dn christine lagarde...
Dn  christine lagarde...Dn  christine lagarde...
Dn christine lagarde...
pr_afsalbergaria
 
OCDE
OCDEOCDE
Bdm 21.05.2010
Bdm 21.05.2010Bdm 21.05.2010
Bdm 21.05.2010
oabcred
 
Crise dos subprimes (2008)
Crise dos subprimes (2008)Crise dos subprimes (2008)
Crise dos subprimes (2008)
Isabel Cabral
 
Crise 2008
Crise 2008Crise 2008
Crise 2008
Cleidilene Lima
 
Politica internacional
Politica internacionalPolitica internacional
Politica internacional
Gustavo Bonifácio
 
A Crise Econômica Nos EUA e na Europa
A Crise Econômica Nos EUA e na EuropaA Crise Econômica Nos EUA e na Europa
A Crise Econômica Nos EUA e na Europa
Isabela Mendonça
 
A crise financeira mundial 2008
A crise financeira mundial   2008A crise financeira mundial   2008
A crise financeira mundial 2008
Fernando Pinto Coelho
 

Mais procurados (20)

Tainá, camila e catarina! favor não mexer
Tainá, camila e catarina! favor não mexerTainá, camila e catarina! favor não mexer
Tainá, camila e catarina! favor não mexer
 
A crise mundial de 2008 e suas consequências econômicas, sociais e geopolíticas
A crise mundial de 2008 e suas consequências econômicas, sociais e geopolíticasA crise mundial de 2008 e suas consequências econômicas, sociais e geopolíticas
A crise mundial de 2008 e suas consequências econômicas, sociais e geopolíticas
 
A crise portuguesa em 10 minutos
A crise portuguesa em 10 minutos A crise portuguesa em 10 minutos
A crise portuguesa em 10 minutos
 
Coluna
ColunaColuna
Coluna
 
Bdm 28.04.2010
Bdm 28.04.2010Bdm 28.04.2010
Bdm 28.04.2010
 
Monografia: crise de 2008
Monografia: crise de 2008Monografia: crise de 2008
Monografia: crise de 2008
 
Nacionalizacao dos bancos amercianos
Nacionalizacao dos bancos amercianosNacionalizacao dos bancos amercianos
Nacionalizacao dos bancos amercianos
 
Crise eua
Crise euaCrise eua
Crise eua
 
Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...
Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...
Reflexões sobre a crise mundial de 2008 e seus possíveis cenários econômicos,...
 
Como surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundialComo surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundial
 
Crise nos EUA
Crise nos EUACrise nos EUA
Crise nos EUA
 
Visao e438 - Edição online
Visao e438 - Edição onlineVisao e438 - Edição online
Visao e438 - Edição online
 
Dn christine lagarde...
Dn  christine lagarde...Dn  christine lagarde...
Dn christine lagarde...
 
OCDE
OCDEOCDE
OCDE
 
Bdm 21.05.2010
Bdm 21.05.2010Bdm 21.05.2010
Bdm 21.05.2010
 
Crise dos subprimes (2008)
Crise dos subprimes (2008)Crise dos subprimes (2008)
Crise dos subprimes (2008)
 
Crise 2008
Crise 2008Crise 2008
Crise 2008
 
Politica internacional
Politica internacionalPolitica internacional
Politica internacional
 
A Crise Econômica Nos EUA e na Europa
A Crise Econômica Nos EUA e na EuropaA Crise Econômica Nos EUA e na Europa
A Crise Econômica Nos EUA e na Europa
 
A crise financeira mundial 2008
A crise financeira mundial   2008A crise financeira mundial   2008
A crise financeira mundial 2008
 

Destaque

2011 Nos Preparando Para Quando A Crise Não Existir
2011   Nos Preparando Para Quando A Crise Não Existir2011   Nos Preparando Para Quando A Crise Não Existir
2011 Nos Preparando Para Quando A Crise Não ExistirEdmour Saiani
 
Santiago y yeral
Santiago y yeralSantiago y yeral
Santiago y yeral
geloal
 
Alegoria da Caverna 5
Alegoria da Caverna 5Alegoria da Caverna 5
Alegoria da Caverna 5
Filosofia
 
Estrenos Imperdibles
Estrenos ImperdiblesEstrenos Imperdibles
Estrenos Imperdibles
mirna_zoff
 
No Ventre Materno
No Ventre MaternoNo Ventre Materno
No Ventre Materno
antoniocosta
 
PlanoProjetoEstudoPMP
PlanoProjetoEstudoPMPPlanoProjetoEstudoPMP
PlanoProjetoEstudoPMP
Jose Henrique Lopes da Silva
 
Enciende La Luz
Enciende La LuzEnciende La Luz
Enciende La Luz
mirna_zoff
 
Trabajo en gimp Nuria González 4ºA
Trabajo en gimp Nuria González 4ºATrabajo en gimp Nuria González 4ºA
Trabajo en gimp Nuria González 4ºA
airun_2
 
Pwp Blanca, Diana Y Edu
Pwp Blanca, Diana Y EduPwp Blanca, Diana Y Edu
Pwp Blanca, Diana Y Edu
edudacosta.foto
 
W2W Delicious
W2W DeliciousW2W Delicious
W2W Delicious
Nelson Jorge
 
Nom 030 hta
Nom 030 htaNom 030 hta
Nom 030 hta
Admin_enfermeria
 
PulmãO Marinho
PulmãO MarinhoPulmãO Marinho
PulmãO Marinho
JoseSimas
 
7.2
7.27.2
historia de los computadores
historia de los computadoreshistoria de los computadores
historia de los computadores
angelita-123
 
Diapositivas gestion conocimiento
Diapositivas gestion conocimientoDiapositivas gestion conocimiento
Diapositivas gestion conocimiento
ce_sarin1970
 
All images
All imagesAll images
All images
jakestar09
 
historia de los computadores
historia de los computadoreshistoria de los computadores
historia de los computadores
angelita-123
 
Buscadores gnericos
Buscadores gnericosBuscadores gnericos
Buscadores gnericos
Maria Garcia
 

Destaque (20)

2011 Nos Preparando Para Quando A Crise Não Existir
2011   Nos Preparando Para Quando A Crise Não Existir2011   Nos Preparando Para Quando A Crise Não Existir
2011 Nos Preparando Para Quando A Crise Não Existir
 
Santiago y yeral
Santiago y yeralSantiago y yeral
Santiago y yeral
 
Alegoria da Caverna 5
Alegoria da Caverna 5Alegoria da Caverna 5
Alegoria da Caverna 5
 
Estrenos Imperdibles
Estrenos ImperdiblesEstrenos Imperdibles
Estrenos Imperdibles
 
No Ventre Materno
No Ventre MaternoNo Ventre Materno
No Ventre Materno
 
PlanoProjetoEstudoPMP
PlanoProjetoEstudoPMPPlanoProjetoEstudoPMP
PlanoProjetoEstudoPMP
 
Enciende La Luz
Enciende La LuzEnciende La Luz
Enciende La Luz
 
Trabajo en gimp Nuria González 4ºA
Trabajo en gimp Nuria González 4ºATrabajo en gimp Nuria González 4ºA
Trabajo en gimp Nuria González 4ºA
 
Pwp Blanca, Diana Y Edu
Pwp Blanca, Diana Y EduPwp Blanca, Diana Y Edu
Pwp Blanca, Diana Y Edu
 
COURRIER AS
COURRIER ASCOURRIER AS
COURRIER AS
 
W2W Delicious
W2W DeliciousW2W Delicious
W2W Delicious
 
Nom 030 hta
Nom 030 htaNom 030 hta
Nom 030 hta
 
PulmãO Marinho
PulmãO MarinhoPulmãO Marinho
PulmãO Marinho
 
7.2
7.27.2
7.2
 
historia de los computadores
historia de los computadoreshistoria de los computadores
historia de los computadores
 
Diapositivas gestion conocimiento
Diapositivas gestion conocimientoDiapositivas gestion conocimiento
Diapositivas gestion conocimiento
 
Planeta saturn
 Planeta saturn Planeta saturn
Planeta saturn
 
All images
All imagesAll images
All images
 
historia de los computadores
historia de los computadoreshistoria de los computadores
historia de los computadores
 
Buscadores gnericos
Buscadores gnericosBuscadores gnericos
Buscadores gnericos
 

Semelhante a Crise Financeira nos USA

CURSO DE ATUALIDADES INICIO
CURSO DE ATUALIDADES INICIOCURSO DE ATUALIDADES INICIO
CURSO DE ATUALIDADES INICIO
ProfMario De Mori
 
Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9
Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9
Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9
Aléxia Fortes
 
A resposta capitalista que estão a preparar para a crise
A resposta capitalista que estão a preparar para a criseA resposta capitalista que estão a preparar para a crise
A resposta capitalista que estão a preparar para a crise
GRAZIA TANTA
 
Nouriel Roubini: os 12 passos do Dr. Apocalipse
Nouriel Roubini: os 12 passos do Dr. ApocalipseNouriel Roubini: os 12 passos do Dr. Apocalipse
Nouriel Roubini: os 12 passos do Dr. Apocalipse
Alexsandro Rebello Bonatto
 
G8 - Crise econômica
G8 - Crise econômicaG8 - Crise econômica
G8 - Crise econômica
gabriellecomte
 
Crise 29 e 2008
Crise 29 e 2008Crise 29 e 2008
Crise 29 e 2008
Mario Lopes
 
Maria Da Conceicao Tavares A Crise Financeira Atual Itamaraty[1]
Maria Da Conceicao Tavares A Crise Financeira Atual   Itamaraty[1]Maria Da Conceicao Tavares A Crise Financeira Atual   Itamaraty[1]
Maria Da Conceicao Tavares A Crise Financeira Atual Itamaraty[1]
guest2383c5
 
A crise no BES e o futuro incerto do BESA
A crise no BES e o futuro incerto do BESAA crise no BES e o futuro incerto do BESA
A crise no BES e o futuro incerto do BESA
Janísio Salomao
 
Crise Subprime 171008
Crise Subprime 171008Crise Subprime 171008
Crise Subprime 171008
guest55f91d
 
2corsi12a19
2corsi12a192corsi12a19
2corsi12a19
Edelson Paiva
 
Momento Minsky e a Crise
Momento Minsky e a CriseMomento Minsky e a Crise
Momento Minsky e a Crise
Alexsandro Rebello Bonatto
 
Risco de nova crise global é maior
Risco de nova crise global é maiorRisco de nova crise global é maior
Risco de nova crise global é maior
adm2011jba
 
O Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB Consultores
O Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB ConsultoresO Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB Consultores
O Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB ConsultoresRonaldo Tenório
 
Consumismo - Apresentação final
Consumismo - Apresentação finalConsumismo - Apresentação final
Consumismo - Apresentação final
Gabriel
 
Consumismo - Apresentação final
Consumismo - Apresentação finalConsumismo - Apresentação final
Consumismo - Apresentação final
Gabriel
 
4º crise financeirainternacionalunicamp
4º   crise financeirainternacionalunicamp4º   crise financeirainternacionalunicamp
4º crise financeirainternacionalunicamp
claudio alfonso
 
Grécia, vítima da gula dos bancos e das desigualdades dentro da ue
Grécia, vítima da gula dos bancos e das desigualdades dentro da ueGrécia, vítima da gula dos bancos e das desigualdades dentro da ue
Grécia, vítima da gula dos bancos e das desigualdades dentro da ue
GRAZIA TANTA
 
Os dez anos de crise – ganhadores e perdedores
Os dez anos de crise – ganhadores e perdedoresOs dez anos de crise – ganhadores e perdedores
Os dez anos de crise – ganhadores e perdedores
GRAZIA TANTA
 
Crise econômica MUNDIAL
Crise econômica MUNDIALCrise econômica MUNDIAL
Crise econômica MUNDIAL
izzidoro
 
Momento Atual
Momento AtualMomento Atual
Momento Atual
WORKRESULT
 

Semelhante a Crise Financeira nos USA (20)

CURSO DE ATUALIDADES INICIO
CURSO DE ATUALIDADES INICIOCURSO DE ATUALIDADES INICIO
CURSO DE ATUALIDADES INICIO
 
Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9
Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9
Capas de-resvistas-atuais-1224097238017293-9
 
A resposta capitalista que estão a preparar para a crise
A resposta capitalista que estão a preparar para a criseA resposta capitalista que estão a preparar para a crise
A resposta capitalista que estão a preparar para a crise
 
Nouriel Roubini: os 12 passos do Dr. Apocalipse
Nouriel Roubini: os 12 passos do Dr. ApocalipseNouriel Roubini: os 12 passos do Dr. Apocalipse
Nouriel Roubini: os 12 passos do Dr. Apocalipse
 
G8 - Crise econômica
G8 - Crise econômicaG8 - Crise econômica
G8 - Crise econômica
 
Crise 29 e 2008
Crise 29 e 2008Crise 29 e 2008
Crise 29 e 2008
 
Maria Da Conceicao Tavares A Crise Financeira Atual Itamaraty[1]
Maria Da Conceicao Tavares A Crise Financeira Atual   Itamaraty[1]Maria Da Conceicao Tavares A Crise Financeira Atual   Itamaraty[1]
Maria Da Conceicao Tavares A Crise Financeira Atual Itamaraty[1]
 
A crise no BES e o futuro incerto do BESA
A crise no BES e o futuro incerto do BESAA crise no BES e o futuro incerto do BESA
A crise no BES e o futuro incerto do BESA
 
Crise Subprime 171008
Crise Subprime 171008Crise Subprime 171008
Crise Subprime 171008
 
2corsi12a19
2corsi12a192corsi12a19
2corsi12a19
 
Momento Minsky e a Crise
Momento Minsky e a CriseMomento Minsky e a Crise
Momento Minsky e a Crise
 
Risco de nova crise global é maior
Risco de nova crise global é maiorRisco de nova crise global é maior
Risco de nova crise global é maior
 
O Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB Consultores
O Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB ConsultoresO Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB Consultores
O Que é Uma Bolha Imobiliária? Por Josi Gomes Barros - CAB Consultores
 
Consumismo - Apresentação final
Consumismo - Apresentação finalConsumismo - Apresentação final
Consumismo - Apresentação final
 
Consumismo - Apresentação final
Consumismo - Apresentação finalConsumismo - Apresentação final
Consumismo - Apresentação final
 
4º crise financeirainternacionalunicamp
4º   crise financeirainternacionalunicamp4º   crise financeirainternacionalunicamp
4º crise financeirainternacionalunicamp
 
Grécia, vítima da gula dos bancos e das desigualdades dentro da ue
Grécia, vítima da gula dos bancos e das desigualdades dentro da ueGrécia, vítima da gula dos bancos e das desigualdades dentro da ue
Grécia, vítima da gula dos bancos e das desigualdades dentro da ue
 
Os dez anos de crise – ganhadores e perdedores
Os dez anos de crise – ganhadores e perdedoresOs dez anos de crise – ganhadores e perdedores
Os dez anos de crise – ganhadores e perdedores
 
Crise econômica MUNDIAL
Crise econômica MUNDIALCrise econômica MUNDIAL
Crise econômica MUNDIAL
 
Momento Atual
Momento AtualMomento Atual
Momento Atual
 

Mais de m.jardim

PrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros Em
PrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros EmPrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros Em
PrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros Em
m.jardim
 
PrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros Em
PrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros EmPrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros Em
PrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros Em
m.jardim
 
Reciclagem Ajuda A Mudar Economia De Portugal
Reciclagem Ajuda A Mudar Economia De PortugalReciclagem Ajuda A Mudar Economia De Portugal
Reciclagem Ajuda A Mudar Economia De Portugal
m.jardim
 
PreçOs
PreçOsPreçOs
PreçOs
m.jardim
 
Apresntação Debora IRS
Apresntação Debora IRSApresntação Debora IRS
Apresntação Debora IRS
m.jardim
 
Natalidade em Portugal
Natalidade em PortugalNatalidade em Portugal
Natalidade em Portugal
m.jardim
 
Ta Original
Ta OriginalTa Original
Ta Original
m.jardim
 
O Abc Do Tratado De Lisboa
O Abc Do Tratado De LisboaO Abc Do Tratado De Lisboa
O Abc Do Tratado De Lisboa
m.jardim
 
11 De Setembro Uma Data Que Perdura ...
11 De Setembro Uma Data Que Perdura ...11 De Setembro Uma Data Que Perdura ...
11 De Setembro Uma Data Que Perdura ...
m.jardim
 
taxas de juro
taxas de jurotaxas de juro
taxas de juro
m.jardim
 
A Economia, no olhar de Francisca !
A Economia, no olhar de Francisca !A Economia, no olhar de Francisca !
A Economia, no olhar de Francisca !
m.jardim
 

Mais de m.jardim (11)

PrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros Em
PrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros EmPrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros Em
PrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros Em
 
PrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros Em
PrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros EmPrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros Em
PrestaçãO Men$Al Da Ca$A Subiu 92 Euros Em
 
Reciclagem Ajuda A Mudar Economia De Portugal
Reciclagem Ajuda A Mudar Economia De PortugalReciclagem Ajuda A Mudar Economia De Portugal
Reciclagem Ajuda A Mudar Economia De Portugal
 
PreçOs
PreçOsPreçOs
PreçOs
 
Apresntação Debora IRS
Apresntação Debora IRSApresntação Debora IRS
Apresntação Debora IRS
 
Natalidade em Portugal
Natalidade em PortugalNatalidade em Portugal
Natalidade em Portugal
 
Ta Original
Ta OriginalTa Original
Ta Original
 
O Abc Do Tratado De Lisboa
O Abc Do Tratado De LisboaO Abc Do Tratado De Lisboa
O Abc Do Tratado De Lisboa
 
11 De Setembro Uma Data Que Perdura ...
11 De Setembro Uma Data Que Perdura ...11 De Setembro Uma Data Que Perdura ...
11 De Setembro Uma Data Que Perdura ...
 
taxas de juro
taxas de jurotaxas de juro
taxas de juro
 
A Economia, no olhar de Francisca !
A Economia, no olhar de Francisca !A Economia, no olhar de Francisca !
A Economia, no olhar de Francisca !
 

Crise Financeira nos USA

  • 1. Crise Financeira nos USA Por Rui Baptista Professor de OGE
  • 2. A crise financeira nos Estados Unidos está a alastrar-se a todo mundo, a nossa Bolsa entrou logo em pânico baixando o índice PSI-20 vários pontos. Esta notícia tem sido comentada por diversos analistas, desde antigos governadores do Banco de Portugal até aos comentadores residentes dos vários canais televisivos. Começando por dissecar a notícia, a primeira questão é compreender a crise nos USA. Os bancos americanos entraram em crise quando as pessoas que haviam contraído empréstimos para habitação (entre outro tipo de empréstimos), deixaram ou começaram a ter dificuldades em fazer face ao serviço de divida. Os bancos para facilitar o acesso ao crédito vão baixando o spread . Essa percentagem incorpora uma parte que permite cobrir o risco de incobrabilidade dos empréstimos e outra para serviços bancários, que tem sido cada vez menor em todo mundo tornando o risco bancário muito alto.
  • 3. A somar a isto os bancos têm relações comerciais entre si, em que vendem créditos que possuem uns aos outros, como forma de obter liquidez rapidamente, assim é fácil a crise se alastrar a todo mundo. Quando a notícia de que havia bancos com dificuldades em cobrar os créditos, os depositantes, apressaram-se a levantar as suas economias com medo de as perderem. Aí os bancos tiveram de recorrer a empréstimos para fazer face aos seus compromissos. Foi, quando houve a necessidade da intervenção da Reserva Federal, injectando dinheiro no mercado de forma a manter a solvabilidade da banca. O Banco Central Europeu de forma a evitar uma crise de grandes proporções injectou liquidez no mercado de forma a evitar o colapso do sistema bancário, não evitando a descida dos principais índices bolsistas, porque em bolsa os agentes têm comportamentos “nervosos”, levando-os a desfazerem-se de papel e transferindo o seu capital para investimentos mais seguros como depósitos a prazo ou o ouro, cuja cotação não tem parado de subir.
  • 4. Em Portugal esta crise não se verificará, pelo menos da mesma forma, dado que são raros os casos em que os bancos comerciais vendam créditos a outros bancos, também escassas as situações em que bancos portugueses tenham créditos de bancos norte-americanos. Contudo a crise chega a Portugal através da descida do Dólar americano face ao Euro, o que dificultou as nossas exportações para fora do espaço comunitário, já que grande parte das transacções são nessa moeda. Outro sinal de crise o aumento de resgate de fundos, que aumentou nesta altura. É de esperar que a banca comercial nacional dificulte o acesso ao crédito, evitando uma crise semelhante no nosso país. Como a nossa economia é muito aberta ao exterior, pode vir a sofrer bastante com uma crise em larga escala nos USA, esperemos que isso não se verifique porque então é que nunca mais veríamos o nosso PIB aproximar-se do resto da EU.