SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
ERP - Enterprise Resource Planning
Professor Luís Guerreiro
Curso: ADS
Introdução
● Globalização econômica
● Competição global
● Evolução dos objetivos de desempenho das empresas
No passado
Competição baseada em:
❖ Preço
❖ Qualidade
Hoje
Competição baseada em:
❖ Preço
❖ Qualidade
❖ Flexibilidade
❖ Responsividade
Introdução
As companhias tornaram-se globais (tanto produção quanto consumo)
Descentralização das operações para atender as qualidades ganhadoras de
pedido
Necessária uma cadeia de suprimentos integrada e coordenada
Importância das ferramentas de TI: internet,
intranet, email, ERP
ERP: o que é? (origem)
ERP: o que é? (origem)
ERP: funções e processos
ERP: o que é?
ERP
Gestão de cadeia de
suprimentos
Controle financeiro
Planejamento de recursos
para a produção
Administração de recursos
humanos
Gestão de relacionamento
com clientes
Sistema contábil
Controle de estoque
Business Intelligence
Vendas
Compras
ERP: quem utiliza?
ERP: vantagens
Vantagens:
● Aumentar a eficiência da comunicação inter-departamentos
● Eliminar trabalhos manuais
● Eliminar redundância de atividades
● Adaptação da empresa às melhores práticas
● Prevenção de mal-feitos
● Redução de estoque
● Agilizar processos e reduzir do lead-time
ERP: desvantagens
Desvantagens:
● Custo alto
● Benefícios dificilmente mensuráveis
● Mudanças nos processos
● Customização possível nem sempre é suficiente
● Dependência do fornecedor do software
● Necessidade de atualização constante
● Menor flexibilidade em alguns processos
● Dependência dos servidores e internet
Benefícios Potenciais
● Drástica redução nos estoques
● Avanço na redução do capital de giro
● Informações sobre as necessidades dos clientes
● Capacidade de visualização e gerenciamento da empresa, fornecedores,
alianças e clientes como um todo integrado
Impactos no modelo de gestão da
organização
● Implementação do ERP envolve processos de transformação
organizacional.
● Implicações significativas para:
■ modelo de gestão da organização
■ estrutura da organização
■ estilo de gestão e cultura
■ as pessoas
Dificuldades da Implementação
● Sistema ERP é muito adaptável porém não muito maleável
● Algumas vezes a empresa não está pronta para implementação
● Dificuldade com o custo de desenvolvimento de softwares adicionais
■ para recuperar informações de sistemas anteriores
SAP - O que é?
● Este é o nome da empresa alemã “Systemanalyse und Programmentwicklung”, cujo
significado é “ Análise de Sistemas e Desenvolvimento de Programas”. Fundada no início dos
anos 70, a SAP se expandiu mundialmente, ganhando diferentes mercados com o seu software
de gestão empresarial, o R/3.
● A SAP é líder no segmento de software corporativos, tendo cerca de 86 mil clientes, dentre a
grande maioria empresas de grande porte.
● O que é R/3 ? É o nome oficial do software de gestão empresarial da SAP. É ele que possibilita
a integração dos processo de negócios, contribuindo para integrar a organização e
compartilhando as informações em tempo real, de maneira segura e confiável.
O SAP R/3 é um sistema único porque:
● É um sistema integrado de gestão empresarial, ou seja, é um ERP.
Abastece de maneira imediata, em tempo real, alterações sobre
informações críticas que afetam as funções organizacionais.
● É multi-linguagem e multi-moeda, ou seja, é construído para trabalhar com
empresas que operam de maneira GLOBAL.
Módulos do SAP
● O sistema procura contemplar a empresa como um todo, dividindo seus setores em módulos.
Cada módulo corresponde a uma área especifica, como por exemplo, o módulo SD (Sales and
Distribution) contempla a área de Vendas e Distribuição.
● Cada programa, é executado através de uma transação separadamente. Estes programas são
desenvolvidos em ABAP, uma linguagem de programação, na qual a SAP detem os direitos.
● Cada módulo é responsável por mais de mil processos de negócios baseados em práticas do dia a
dia.
● O sistema é configurado para atender a necessidade de cada determinado processo, onde mais de
8 mil tabelas administram em tempo real as informações que trafegam pela empresa.
● Seus métodos de trabalho são bastante conhecidos por desenvolver programas capazes de
solucionar os mais variados tipos de problemas.
Principais módulos
Principais:
● PP (Production planning) - Planejamento da Produção
● MM (Materials Management) - Gestão de Materiais
● SD (Sales and Distribution) - Vendas e Distribuição
● FI (Financial Accounting) - Finanças
● CO (Controlling) - Controladoria
● HR (Human Resources) - Recursos Humanos
“Subdivisões” dos Principais:
● AM (Fixed Assets Management) - Gestão de Ativos Fixos
● PS (Project System) - Sistema de Projeto
● WF (Workflow) - Fluxo de Trabalho
● IS (Industry Solutions) - Soluções de Industria
● PM ( Plant Maintenance) - Manutenção das Instalações
● QM ( Quality Management) - Gestão da Qualidade
Rolls Royce- case study
● 1995 comprou Allison Engine Company-> Major Player
● Mercado de energia elétrica e nuclear ( aplicação para a marinha
americana)
● Presença em 14 países
● Março de 1998 uma nova estrutura organizacional foi adotada, levando em
conta a necessidade de se adequar as novas exigencias do consumidor
Rolls Royce- case study
● +1500 sistemas operando
-Caros, de difícil execução e implementação
● Departamentos com pouca comunicação com o resto da empresa
● Dificuldade de comunicação entre os sistemas
● Ausência de contato online direto com clientes, parceiros e fornecedores
● Dificuldade de se adaptar em tempo hábil as mudanças no ambiente
empresarial
Implantação do ERP
● Composto por uma equipe de gestão de especialistas da empresa
tercerizada EDS ( também possui consultores especializados SAP)
● Cada equipe possui especialistas da Rolls-Royce com grande
entendimento do funcionamento do business e experiência com os
sistemas antigos
● Toda unidade de operação ( Operation business unit) possui sua própria
equipe de planejamento responsável pela implementação e mudanças do
trabalho, além do treinamento necessário
Problemas na Implementação
● Problemas Culturais
-Algumas funções e processos não eram tão populares e queridas entre os funcionários quanto as que os sistemas
antigos tinham ( legacy systems)
- Solução através de seminários mostrando as melhoras da empresa como um todo, treinamento diferenciado para
os especialistas (mais técnicos) e o funcionário normal ( mass user)
● Problemas de Negócios
-A forma de trabalhar tinha que ser alterada para se adequar ao SAP R/ 3
- Solução através de um programa BPR em 4 passos: desenhar e mapear os processos atuais, identificar os
problemas, utilizar o SAP para aquele problema, re mapear o processo para ficar de acordo com SAP
● Problemas Técnicos
-Imprecisão de dados e duplicidade de dados
Fase 1 da implantação
Estratégia e Direcionamento
● Estudo do escopo do
projeto- > planejamento
futuro e custos
● Comitê para administrar e
gerenciar a parte
financeira
● ‘ERP Core Team’ para
controlar e gerenciar a
implantação do projeto
Fase 2 da implantação
Planejamento analítico e
Convergencia
● Plano detalhado e um
Protótipo foram criados
● ‘High Level Process
Confirmation & Business
Simulation Workshops’
● Aproximar ‘ERP Core
Team’ dos funcionários
● Design, implementações
e testes
Fase 2 da implantação
Mudanças no timing
Pouco custo adicional
● Mais tempo para
organizar data
● 5 meses adicionais para
testar o projeto piloto
● Tempo extra para se
ajustar as dificuldades
de adequação do SAP e
seus pré requisitos
Fase 3 da implantação
Implementação
1ª Onda foca na substituição dos
sistemas antigos ( legacy
systems)
- Ter SAP piloto rodando em
uma das instalações da RR
2ª Onda foca na implementação
da montagem de motores, peças
de reposição, logistica e
elementos de RH dentro do
projeto
Riscos do Projeto
● Possibilidade de não ou conseguir alinhar objetivos conflitantes
● Não conseguir um hardware confiável antes e durante a implementação
● Possível resistência a mudança para os novos processos pela parte da
gerencia e da supervisão
● Depois da implementação a equipe RR e/ou EDS não se dedicar do mesmo jeito
reduzindo a qualidade do suporte
● Não dar ERP a prioridade adequada devido a existencia de tantos outros
projetos na empresa
● Falha na educação/treinamento daqueles que utilizarão o novo sistema
● Possibilidade de não conseguir ‘load data’ no novo sistema
● Testar o sistema inadequadamente no que diz respeito a volume e conversão
de data

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Conceitos de ERP -- Da introdução até a implementação

Apresentação - BETA
Apresentação - BETAApresentação - BETA
Apresentação - BETAadrielmoura
 
Introdução ao SAP
Introdução ao SAPIntrodução ao SAP
Introdução ao SAPilegra
 
Introdução ao sap senac rs_12_06_2012
Introdução ao sap senac rs_12_06_2012Introdução ao sap senac rs_12_06_2012
Introdução ao sap senac rs_12_06_2012guisester
 
GTISUL - ENCONTRO CIOS RS - V2
GTISUL - ENCONTRO CIOS RS - V2GTISUL - ENCONTRO CIOS RS - V2
GTISUL - ENCONTRO CIOS RS - V2Antonio Andrade
 
Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...Vanessa Campos
 
Apresentação manufatura (10 06-2015)
Apresentação   manufatura (10 06-2015)Apresentação   manufatura (10 06-2015)
Apresentação manufatura (10 06-2015)Weverton Abreu
 
Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função  gerenciando o projeto de maneira ági...Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função  gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função gerenciando o projeto de maneira ági...Dextra
 
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...Lecom Tecnologia
 
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...EloGroup
 
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...EloGroup
 
Trabalho sistemas de gestão fei mateus_cozer 2012
Trabalho sistemas de gestão  fei mateus_cozer 2012Trabalho sistemas de gestão  fei mateus_cozer 2012
Trabalho sistemas de gestão fei mateus_cozer 2012z133014
 
Sistemas de Gestão FEI
Sistemas de Gestão FEISistemas de Gestão FEI
Sistemas de Gestão FEIBrunomaglione
 
apresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptx
apresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptxapresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptx
apresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptxJosHonrio3
 
Apresentação do ERP
Apresentação do ERPApresentação do ERP
Apresentação do ERPMurilojose10
 
Apresentação_do_ERP
Apresentação_do_ERPApresentação_do_ERP
Apresentação_do_ERPMurilojose10
 
O próximo grande passo na cloud erp
O próximo grande passo na cloud erpO próximo grande passo na cloud erp
O próximo grande passo na cloud erpPaulo Russo
 

Semelhante a Conceitos de ERP -- Da introdução até a implementação (20)

Blue it
Blue itBlue it
Blue it
 
Apresentação - BETA
Apresentação - BETAApresentação - BETA
Apresentação - BETA
 
Introdução ao SAP
Introdução ao SAPIntrodução ao SAP
Introdução ao SAP
 
Introdução ao sap senac rs_12_06_2012
Introdução ao sap senac rs_12_06_2012Introdução ao sap senac rs_12_06_2012
Introdução ao sap senac rs_12_06_2012
 
GTISUL - ENCONTRO CIOS RS - V2
GTISUL - ENCONTRO CIOS RS - V2GTISUL - ENCONTRO CIOS RS - V2
GTISUL - ENCONTRO CIOS RS - V2
 
Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...
 
Apresentação manufatura (10 06-2015)
Apresentação   manufatura (10 06-2015)Apresentação   manufatura (10 06-2015)
Apresentação manufatura (10 06-2015)
 
Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função  gerenciando o projeto de maneira ági...Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função  gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função gerenciando o projeto de maneira ági...
 
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BPMS...
 
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
– Como implantar transformações organizacionais a partir de uma plataforma BP...
 
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...
[Café com BPM - Setor Privado] Como implantar transformações organizacionais ...
 
ERP - SEINTEGRA
ERP - SEINTEGRAERP - SEINTEGRA
ERP - SEINTEGRA
 
Sobre Erp (Basico)
Sobre Erp (Basico)Sobre Erp (Basico)
Sobre Erp (Basico)
 
ERP - Enterprise Resource Planning
ERP - Enterprise Resource PlanningERP - Enterprise Resource Planning
ERP - Enterprise Resource Planning
 
Trabalho sistemas de gestão fei mateus_cozer 2012
Trabalho sistemas de gestão  fei mateus_cozer 2012Trabalho sistemas de gestão  fei mateus_cozer 2012
Trabalho sistemas de gestão fei mateus_cozer 2012
 
Sistemas de Gestão FEI
Sistemas de Gestão FEISistemas de Gestão FEI
Sistemas de Gestão FEI
 
apresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptx
apresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptxapresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptx
apresentaodoerp-100813081339-phpapp02.pptx
 
Apresentação do ERP
Apresentação do ERPApresentação do ERP
Apresentação do ERP
 
Apresentação_do_ERP
Apresentação_do_ERPApresentação_do_ERP
Apresentação_do_ERP
 
O próximo grande passo na cloud erp
O próximo grande passo na cloud erpO próximo grande passo na cloud erp
O próximo grande passo na cloud erp
 

Último

[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)Alessandro Almeida
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASMarcio Venturelli
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Dirceu Resende
 
O futuro e o impacto da tecnologia nas salas de aulas
O futuro e o impacto da tecnologia  nas salas de aulasO futuro e o impacto da tecnologia  nas salas de aulas
O futuro e o impacto da tecnologia nas salas de aulasAurioOliveira6
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfRodolpho Concurde
 
Apostila e caderno de exercicios de WORD
Apostila e caderno de exercicios de  WORDApostila e caderno de exercicios de  WORD
Apostila e caderno de exercicios de WORDRONDINELLYRAMOS1
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAMarcio Venturelli
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 

Último (9)

[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
 
O futuro e o impacto da tecnologia nas salas de aulas
O futuro e o impacto da tecnologia  nas salas de aulasO futuro e o impacto da tecnologia  nas salas de aulas
O futuro e o impacto da tecnologia nas salas de aulas
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
 
Apostila e caderno de exercicios de WORD
Apostila e caderno de exercicios de  WORDApostila e caderno de exercicios de  WORD
Apostila e caderno de exercicios de WORD
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 

Conceitos de ERP -- Da introdução até a implementação

  • 1. ERP - Enterprise Resource Planning Professor Luís Guerreiro Curso: ADS
  • 2. Introdução ● Globalização econômica ● Competição global ● Evolução dos objetivos de desempenho das empresas No passado Competição baseada em: ❖ Preço ❖ Qualidade Hoje Competição baseada em: ❖ Preço ❖ Qualidade ❖ Flexibilidade ❖ Responsividade
  • 3. Introdução As companhias tornaram-se globais (tanto produção quanto consumo) Descentralização das operações para atender as qualidades ganhadoras de pedido Necessária uma cadeia de suprimentos integrada e coordenada Importância das ferramentas de TI: internet, intranet, email, ERP
  • 4. ERP: o que é? (origem)
  • 5. ERP: o que é? (origem)
  • 6. ERP: funções e processos
  • 7. ERP: o que é? ERP Gestão de cadeia de suprimentos Controle financeiro Planejamento de recursos para a produção Administração de recursos humanos Gestão de relacionamento com clientes Sistema contábil Controle de estoque Business Intelligence Vendas Compras
  • 9. ERP: vantagens Vantagens: ● Aumentar a eficiência da comunicação inter-departamentos ● Eliminar trabalhos manuais ● Eliminar redundância de atividades ● Adaptação da empresa às melhores práticas ● Prevenção de mal-feitos ● Redução de estoque ● Agilizar processos e reduzir do lead-time
  • 10. ERP: desvantagens Desvantagens: ● Custo alto ● Benefícios dificilmente mensuráveis ● Mudanças nos processos ● Customização possível nem sempre é suficiente ● Dependência do fornecedor do software ● Necessidade de atualização constante ● Menor flexibilidade em alguns processos ● Dependência dos servidores e internet
  • 11. Benefícios Potenciais ● Drástica redução nos estoques ● Avanço na redução do capital de giro ● Informações sobre as necessidades dos clientes ● Capacidade de visualização e gerenciamento da empresa, fornecedores, alianças e clientes como um todo integrado
  • 12. Impactos no modelo de gestão da organização ● Implementação do ERP envolve processos de transformação organizacional. ● Implicações significativas para: ■ modelo de gestão da organização ■ estrutura da organização ■ estilo de gestão e cultura ■ as pessoas
  • 13. Dificuldades da Implementação ● Sistema ERP é muito adaptável porém não muito maleável ● Algumas vezes a empresa não está pronta para implementação ● Dificuldade com o custo de desenvolvimento de softwares adicionais ■ para recuperar informações de sistemas anteriores
  • 14. SAP - O que é? ● Este é o nome da empresa alemã “Systemanalyse und Programmentwicklung”, cujo significado é “ Análise de Sistemas e Desenvolvimento de Programas”. Fundada no início dos anos 70, a SAP se expandiu mundialmente, ganhando diferentes mercados com o seu software de gestão empresarial, o R/3. ● A SAP é líder no segmento de software corporativos, tendo cerca de 86 mil clientes, dentre a grande maioria empresas de grande porte. ● O que é R/3 ? É o nome oficial do software de gestão empresarial da SAP. É ele que possibilita a integração dos processo de negócios, contribuindo para integrar a organização e compartilhando as informações em tempo real, de maneira segura e confiável.
  • 15. O SAP R/3 é um sistema único porque: ● É um sistema integrado de gestão empresarial, ou seja, é um ERP. Abastece de maneira imediata, em tempo real, alterações sobre informações críticas que afetam as funções organizacionais. ● É multi-linguagem e multi-moeda, ou seja, é construído para trabalhar com empresas que operam de maneira GLOBAL.
  • 16. Módulos do SAP ● O sistema procura contemplar a empresa como um todo, dividindo seus setores em módulos. Cada módulo corresponde a uma área especifica, como por exemplo, o módulo SD (Sales and Distribution) contempla a área de Vendas e Distribuição. ● Cada programa, é executado através de uma transação separadamente. Estes programas são desenvolvidos em ABAP, uma linguagem de programação, na qual a SAP detem os direitos. ● Cada módulo é responsável por mais de mil processos de negócios baseados em práticas do dia a dia. ● O sistema é configurado para atender a necessidade de cada determinado processo, onde mais de 8 mil tabelas administram em tempo real as informações que trafegam pela empresa. ● Seus métodos de trabalho são bastante conhecidos por desenvolver programas capazes de solucionar os mais variados tipos de problemas.
  • 17. Principais módulos Principais: ● PP (Production planning) - Planejamento da Produção ● MM (Materials Management) - Gestão de Materiais ● SD (Sales and Distribution) - Vendas e Distribuição ● FI (Financial Accounting) - Finanças ● CO (Controlling) - Controladoria ● HR (Human Resources) - Recursos Humanos “Subdivisões” dos Principais: ● AM (Fixed Assets Management) - Gestão de Ativos Fixos ● PS (Project System) - Sistema de Projeto ● WF (Workflow) - Fluxo de Trabalho ● IS (Industry Solutions) - Soluções de Industria ● PM ( Plant Maintenance) - Manutenção das Instalações ● QM ( Quality Management) - Gestão da Qualidade
  • 18. Rolls Royce- case study ● 1995 comprou Allison Engine Company-> Major Player ● Mercado de energia elétrica e nuclear ( aplicação para a marinha americana) ● Presença em 14 países ● Março de 1998 uma nova estrutura organizacional foi adotada, levando em conta a necessidade de se adequar as novas exigencias do consumidor
  • 19. Rolls Royce- case study ● +1500 sistemas operando -Caros, de difícil execução e implementação ● Departamentos com pouca comunicação com o resto da empresa ● Dificuldade de comunicação entre os sistemas ● Ausência de contato online direto com clientes, parceiros e fornecedores ● Dificuldade de se adaptar em tempo hábil as mudanças no ambiente empresarial
  • 20. Implantação do ERP ● Composto por uma equipe de gestão de especialistas da empresa tercerizada EDS ( também possui consultores especializados SAP) ● Cada equipe possui especialistas da Rolls-Royce com grande entendimento do funcionamento do business e experiência com os sistemas antigos ● Toda unidade de operação ( Operation business unit) possui sua própria equipe de planejamento responsável pela implementação e mudanças do trabalho, além do treinamento necessário
  • 21. Problemas na Implementação ● Problemas Culturais -Algumas funções e processos não eram tão populares e queridas entre os funcionários quanto as que os sistemas antigos tinham ( legacy systems) - Solução através de seminários mostrando as melhoras da empresa como um todo, treinamento diferenciado para os especialistas (mais técnicos) e o funcionário normal ( mass user) ● Problemas de Negócios -A forma de trabalhar tinha que ser alterada para se adequar ao SAP R/ 3 - Solução através de um programa BPR em 4 passos: desenhar e mapear os processos atuais, identificar os problemas, utilizar o SAP para aquele problema, re mapear o processo para ficar de acordo com SAP ● Problemas Técnicos -Imprecisão de dados e duplicidade de dados
  • 22. Fase 1 da implantação Estratégia e Direcionamento ● Estudo do escopo do projeto- > planejamento futuro e custos ● Comitê para administrar e gerenciar a parte financeira ● ‘ERP Core Team’ para controlar e gerenciar a implantação do projeto
  • 23. Fase 2 da implantação Planejamento analítico e Convergencia ● Plano detalhado e um Protótipo foram criados ● ‘High Level Process Confirmation & Business Simulation Workshops’ ● Aproximar ‘ERP Core Team’ dos funcionários ● Design, implementações e testes
  • 24. Fase 2 da implantação Mudanças no timing Pouco custo adicional ● Mais tempo para organizar data ● 5 meses adicionais para testar o projeto piloto ● Tempo extra para se ajustar as dificuldades de adequação do SAP e seus pré requisitos
  • 25. Fase 3 da implantação Implementação 1ª Onda foca na substituição dos sistemas antigos ( legacy systems) - Ter SAP piloto rodando em uma das instalações da RR 2ª Onda foca na implementação da montagem de motores, peças de reposição, logistica e elementos de RH dentro do projeto
  • 26. Riscos do Projeto ● Possibilidade de não ou conseguir alinhar objetivos conflitantes ● Não conseguir um hardware confiável antes e durante a implementação ● Possível resistência a mudança para os novos processos pela parte da gerencia e da supervisão ● Depois da implementação a equipe RR e/ou EDS não se dedicar do mesmo jeito reduzindo a qualidade do suporte ● Não dar ERP a prioridade adequada devido a existencia de tantos outros projetos na empresa ● Falha na educação/treinamento daqueles que utilizarão o novo sistema ● Possibilidade de não conseguir ‘load data’ no novo sistema ● Testar o sistema inadequadamente no que diz respeito a volume e conversão de data