SlideShare uma empresa Scribd logo
CIDADANIA
MAS O QUE É  CIDADANIA  ? ? ?
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],   igualdade    política    ética    informação    justiça    condição  humana    democracia ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
MAS COMO ALCANÇAR TODOS OS CONCEITOS QUE FORMAM A CIDADANIA? É AÍ QUE ENTRA O VOTO !  ,[object Object]
MAS COMO SURGIU O VOTO POPULAR???
Quando os governos eram tiranos, apenas uma pessoa dizia o que queria e todas as demais obedeciam, logo, não havia necessidade de voto.  Por que usar o voto para saber a vontade das pessoas se a única vontade que importava era a do tirano? É O QUE EU DESEJO OU A ESPADA !
Há muito tempo atrás, no século V a.C, em  Atenas , na Grécia Antiga, foi inventado um regime de governo onde o importante não era fazer apenas o que o governante achasse melhor, mas sim o que todos decidissem juntos. Esse regime de governo existe até hoje, chama-se  DEMOCRACIA .  QUEM CONCORDA ? Blá, blá, blá! Eu, sim! Eu, sim! Eu, não!
MAS O QUE É EXATAMENTE A DEMOCRACIA?
DEMOCRACIA  é o regime de governo onde todos podem participar das decisões políticas que são tomadas.  Quando apenas uma pessoa ou um grupo de pessoas participa das decisões que são tomadas, não existe democracia, mas sim  AUTOCRACIA  ou  ARISTOCRACIA . O povo, na democracia ateniense, reunia-se em grandes praças chamadas Ágoras. Nessas praças, um representante do governo fazia diversas propostas e, através do voto, o povo escolhia apenas as que considerava mais adequadas. Foi assim que surgiu o voto popular:  para que o povo manifestasse sua vontade .
O VOTO POPULAR SURGIU QUANDO AS PESSOAS COMEÇARAM A  PARTICIPAR  DA CONDUÇÃO DOS SEUS DESTINOS DENTRO DA SOCIEDADE EM QUE VIVIAM ! *  NA DEMOCRACIA É IMPORTANTE QUE AS PESSOAS PARTICIPEM. * O VOTO É A MAIS IMPORTANTE FORMA DE PARTICIPAÇÃO, MAS NÃO É A ÚNICA ADMITIDA NA  DEMOCRACIA . * TODAS AS FORMAS PACÍFICAS E HONESTAS DE PARTICIPAÇÃO SÃO ADMITIDAS NA  DEMOCRACIA .
QUEM CONCORDA ? AUMENTAREMOS OS SALÁRIOS ! Eu, sim! Eu, sim! PREFIRO TRABALHAR MENOS POVO NA ÁGORA, MANIFESTANDO SUA OPINIÃO .
Como o que importava era a decisão do povo nas Ágoras e não a vontade do governante, quem realmente tinha o poder não era o governante, mas sim o povo ateniense.  Por isso que até hoje, nos países democráticos como o Brasil, diz-se que  “todo poder emana (surge) do povo, que o exerce por meio de seus representantes eleitos ou diretamente” . O voto torna o povo poderoso!
Com o passar dos séculos, as populações aumentaram e as questões a serem decididas ficaram muito mais complexas. Não era mais possível simplesmente reunir as pessoas numa praça e contar quantas eram a favor ou contra determinada medida a ser tomada pelo governo.
Foi preciso que o povo selecionasse um pequeno grupo que representasse a vontade de toda a população.  Os integrantes do grupo deveriam fazer as escolhas que teriam feito as pessoas que os selecionaram, o grupo não devia escolher por si mesmo, mas sim de acordo com a vontade das pessoas que votaram neles. Quando isso aconteceu o voto popular deixou de ser usado para escolher diretamente as ações que o governo deveria realizar, passou a ser usado para escolher as pessoas que, em nome do povo, fariam essas escolhas .
O voto passou a ser utilizado para eleger (escolher) representantes do povo. Foram inventadas as  eleições .  Até hoje, na maioria absoluta das sociedades, é assim que acontece:  com o voto elegemos pessoas que fazem escolhas em nosso nome, que nos representam.   Essas escolhas devem servir para assegurar cada vez mais a nossa  cidadania .
[object Object],[object Object],Em termos simples, a capacidade de fazer nossa vontade ser respeitada por quem nos governa chama-se  soberania popular .  A soberania popular diz que a vontade do povo deve ser a vontade do governo, porque, como vimos antes,  todo poder surge do povo .
O voto deve ser motivado unicamente pelo desejo de fazer o governo levar em conta a nossa vontade, para, de acordo com ela,  assegurar a cidadania de todos, sem exceções . O voto jamais deve ser motivado por  dinheiro, por favores, por trocas etc . Quem vota por essas razões não usa seu voto para garantir a cidadania, mas, ao contrário,  termina por destruí-la .
COMO SABER SE O CANDIDATO ELEITO VAI REALMENTE REPRESENTAR A MINHA VONTADE?
O  voto consciente  e responsável vai muito além de apertar os botões da urna. Após a eleição e a divulgação do resultado, é preciso acompanhar o trabalho do candidato vitorioso para saber se ele realmente está fazendo o que prometeu fazer para representar a nossa vontade. VÁRIAS SÃO AS OPÇÕES :
Podemos ir até a Câmara de Vereadores (lugar onde os vereadores fazem as leis municipais) ou à Assembléia Legislativa (lugar onde os deputados fazem as leis estaduais) e assistir às sessões de votação e aos discursos na tribuna, para saber quais são as atitudes e opiniões dos políticos. Todos têm direito de entrar e assistir aos trabalhos!!!  Podemos acompanhar, pela televisão e pelos jornais, as matérias que são divulgadas sobre as atividades dos políticos. Podemos formar grupos de pessoas interessadas em determinados assuntos e pedirmos para sermos recebidos em uma audiência com os deputados ou vereadores .
O VOTO É A MANEIRA QUE TEMOS DE CONSTRUIR A NOSSA CIDADANIA, GARANTINDO IGUALDADE, JUSTIÇA, ÉTICA, LIBERDADE, DIGNIDADE, DEMOCRACIA E TUDO QUE PRECISAMOS PARA GOZAR DE BEM-ESTAR E QUALIDADE DE VIDA. QUANDO NÃO VOTAMOS COM RESPONSABILIDADE E CONSCIÊNCIA, ESTAMOS AJUDANDO A DESTRUIR A NOSSA CIDADANIA, AGINDO CONTRA NOSSOS INTERESSES E CONTRIBUINDO PARA PIORARMOS O PAÍS ONDE VIVEMOS. QUANDO VOTAMOS COMO VERDADEIROS CIDADÃOS, ESTAMOS COLOCANDO O NOSSO PAÍS NO CAMINHO DA PROSPERIDADE E DA FELICIDADE COLETIVA.  CONSIDERAÇÕES FINAIS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Instrumentos da democracia participativa no brasil
Instrumentos da democracia participativa no brasilInstrumentos da democracia participativa no brasil
Instrumentos da democracia participativa no brasil
Daniel Tiskoski
 
Democracia participativa
Democracia participativaDemocracia participativa
Democracia participativa
Eliene Alves
 
A Democracia
A DemocraciaA Democracia
A Democracia
Phyllipa
 
Democracia e Cidadania
Democracia e CidadaniaDemocracia e Cidadania
Democracia e Cidadania
GabrieladeBarrosBran
 
Slide - Cidadania
Slide - Cidadania Slide - Cidadania
Slide - Cidadania
PIBID HISTÓRIA
 
Cidadania excel marina,_elvira,_salima cp 1
Cidadania excel marina,_elvira,_salima cp 1Cidadania excel marina,_elvira,_salima cp 1
Cidadania excel marina,_elvira,_salima cp 1
A Marina Cunha
 
Cartilha Direitos do Cidadão
Cartilha Direitos do Cidadão Cartilha Direitos do Cidadão
Cartilha Direitos do Cidadão
Zózimo Lisbôa
 
Cidadania deveres direitos
Cidadania deveres direitos Cidadania deveres direitos
Cidadania deveres direitos
slotenz
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Direitos e deveres fundamentais emilia
Direitos e deveres fundamentais emiliaDireitos e deveres fundamentais emilia
Direitos e deveres fundamentais emilia
turmab
 
Exercício de cidadania
Exercício de cidadaniaExercício de cidadania
Exercício de cidadania
uamusse11
 
Atividade cidadania
Atividade cidadaniaAtividade cidadania
Atividade cidadania
Christian Sousa
 
Cartas para Lula
Cartas para LulaCartas para Lula
Cartas para Lula
Paulo Souza
 
Papel da sociedade civil na democracia
Papel da sociedade civil na democraciaPapel da sociedade civil na democracia
Papel da sociedade civil na democracia
Raquel Silva
 
Responsabilidades dos cidadãos (2)
Responsabilidades dos cidadãos (2)Responsabilidades dos cidadãos (2)
Responsabilidades dos cidadãos (2)
luciardeus
 
Lebem cidadania
Lebem   cidadaniaLebem   cidadania
Lebem cidadania
Baddouh
 
Cidadania e mundo atual
Cidadania e mundo  atualCidadania e mundo  atual
Cidadania e mundo atual
partilhacom
 
Direitos e deveres
Direitos e deveresDireitos e deveres
Direitos e deveres
figo
 
2 sessão cidadania política
2 sessão cidadania política2 sessão cidadania política
2 sessão cidadania política
Elisabetedfm
 
Ng1 dr1 (cp)
Ng1 dr1 (cp)Ng1 dr1 (cp)
Ng1 dr1 (cp)
cattonia
 

Mais procurados (20)

Instrumentos da democracia participativa no brasil
Instrumentos da democracia participativa no brasilInstrumentos da democracia participativa no brasil
Instrumentos da democracia participativa no brasil
 
Democracia participativa
Democracia participativaDemocracia participativa
Democracia participativa
 
A Democracia
A DemocraciaA Democracia
A Democracia
 
Democracia e Cidadania
Democracia e CidadaniaDemocracia e Cidadania
Democracia e Cidadania
 
Slide - Cidadania
Slide - Cidadania Slide - Cidadania
Slide - Cidadania
 
Cidadania excel marina,_elvira,_salima cp 1
Cidadania excel marina,_elvira,_salima cp 1Cidadania excel marina,_elvira,_salima cp 1
Cidadania excel marina,_elvira,_salima cp 1
 
Cartilha Direitos do Cidadão
Cartilha Direitos do Cidadão Cartilha Direitos do Cidadão
Cartilha Direitos do Cidadão
 
Cidadania deveres direitos
Cidadania deveres direitos Cidadania deveres direitos
Cidadania deveres direitos
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Direitos e deveres fundamentais emilia
Direitos e deveres fundamentais emiliaDireitos e deveres fundamentais emilia
Direitos e deveres fundamentais emilia
 
Exercício de cidadania
Exercício de cidadaniaExercício de cidadania
Exercício de cidadania
 
Atividade cidadania
Atividade cidadaniaAtividade cidadania
Atividade cidadania
 
Cartas para Lula
Cartas para LulaCartas para Lula
Cartas para Lula
 
Papel da sociedade civil na democracia
Papel da sociedade civil na democraciaPapel da sociedade civil na democracia
Papel da sociedade civil na democracia
 
Responsabilidades dos cidadãos (2)
Responsabilidades dos cidadãos (2)Responsabilidades dos cidadãos (2)
Responsabilidades dos cidadãos (2)
 
Lebem cidadania
Lebem   cidadaniaLebem   cidadania
Lebem cidadania
 
Cidadania e mundo atual
Cidadania e mundo  atualCidadania e mundo  atual
Cidadania e mundo atual
 
Direitos e deveres
Direitos e deveresDireitos e deveres
Direitos e deveres
 
2 sessão cidadania política
2 sessão cidadania política2 sessão cidadania política
2 sessão cidadania política
 
Ng1 dr1 (cp)
Ng1 dr1 (cp)Ng1 dr1 (cp)
Ng1 dr1 (cp)
 

Destaque

Jornal Beto Diniz - Prestando Contas em Contagem
Jornal  Beto Diniz - Prestando Contas em ContagemJornal  Beto Diniz - Prestando Contas em Contagem
Jornal Beto Diniz - Prestando Contas em Contagem
Beto Diniz
 
Portfolio de Campanha Política de Roberto Boca
Portfolio de Campanha Política de Roberto BocaPortfolio de Campanha Política de Roberto Boca
Portfolio de Campanha Política de Roberto Boca
Roberto Boca
 
Informativo de Prestação de Contas do Mandato do Vereador Murilo Barletta
Informativo de Prestação de Contas do Mandato do Vereador Murilo BarlettaInformativo de Prestação de Contas do Mandato do Vereador Murilo Barletta
Informativo de Prestação de Contas do Mandato do Vereador Murilo Barletta
vereadormurilobarletta
 
Informativo Vereador Cordeiro
Informativo Vereador CordeiroInformativo Vereador Cordeiro
Informativo Vereador Cordeiro
vereadorcordeiro
 
Cidadania e Política
Cidadania e PolíticaCidadania e Política
Cidadania e Política
Brenda Grazielle
 
Plano de Trabalho - Ruspia Vereador - 40000
Plano de Trabalho - Ruspia Vereador - 40000Plano de Trabalho - Ruspia Vereador - 40000
Plano de Trabalho - Ruspia Vereador - 40000
Ruspia Nichetti
 
JORNAL - INFORMATIVO DO VEREADOR PASTOR MARCELO GOUVEIA
JORNAL - INFORMATIVO DO VEREADOR PASTOR MARCELO GOUVEIAJORNAL - INFORMATIVO DO VEREADOR PASTOR MARCELO GOUVEIA
JORNAL - INFORMATIVO DO VEREADOR PASTOR MARCELO GOUVEIA
Marcelo Gouveia
 

Destaque (7)

Jornal Beto Diniz - Prestando Contas em Contagem
Jornal  Beto Diniz - Prestando Contas em ContagemJornal  Beto Diniz - Prestando Contas em Contagem
Jornal Beto Diniz - Prestando Contas em Contagem
 
Portfolio de Campanha Política de Roberto Boca
Portfolio de Campanha Política de Roberto BocaPortfolio de Campanha Política de Roberto Boca
Portfolio de Campanha Política de Roberto Boca
 
Informativo de Prestação de Contas do Mandato do Vereador Murilo Barletta
Informativo de Prestação de Contas do Mandato do Vereador Murilo BarlettaInformativo de Prestação de Contas do Mandato do Vereador Murilo Barletta
Informativo de Prestação de Contas do Mandato do Vereador Murilo Barletta
 
Informativo Vereador Cordeiro
Informativo Vereador CordeiroInformativo Vereador Cordeiro
Informativo Vereador Cordeiro
 
Cidadania e Política
Cidadania e PolíticaCidadania e Política
Cidadania e Política
 
Plano de Trabalho - Ruspia Vereador - 40000
Plano de Trabalho - Ruspia Vereador - 40000Plano de Trabalho - Ruspia Vereador - 40000
Plano de Trabalho - Ruspia Vereador - 40000
 
JORNAL - INFORMATIVO DO VEREADOR PASTOR MARCELO GOUVEIA
JORNAL - INFORMATIVO DO VEREADOR PASTOR MARCELO GOUVEIAJORNAL - INFORMATIVO DO VEREADOR PASTOR MARCELO GOUVEIA
JORNAL - INFORMATIVO DO VEREADOR PASTOR MARCELO GOUVEIA
 

Semelhante a Cidadania Voto Consciente

PEF.ppt
PEF.pptPEF.ppt
Civilização greco romana
Civilização greco romanaCivilização greco romana
Civilização greco romana
JULIO CESAR BATISTA BOIA
 
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
CELIMARACORDACO
 
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA CIDADANIA E DEMOCRACIA
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA  CIDADANIA E DEMOCRACIAHISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA  CIDADANIA E DEMOCRACIA
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA CIDADANIA E DEMOCRACIA
Allan Vieira
 
processo eleitoral seg 3.pptx
processo eleitoral seg 3.pptxprocesso eleitoral seg 3.pptx
processo eleitoral seg 3.pptx
josesatyrobrazfilho
 
Decisões autoritárias e o exercício da democracia no brasil
Decisões autoritárias e o exercício da democracia no brasilDecisões autoritárias e o exercício da democracia no brasil
Decisões autoritárias e o exercício da democracia no brasil
Fernando Alcoforado
 
Democracia
DemocraciaDemocracia
Democracia: O que todo brasileiro deveria saber
Democracia: O que todo brasileiro deveria saberDemocracia: O que todo brasileiro deveria saber
Democracia: O que todo brasileiro deveria saber
Flor Martha S. Ferreira
 
CP e TGE - Sufrágio e voto
CP e TGE - Sufrágio e votoCP e TGE - Sufrágio e voto
CP e TGE - Sufrágio e voto
Direito Nabuco
 
Democracia, cidadania e direitos humanos
Democracia, cidadania e direitos humanos Democracia, cidadania e direitos humanos
Democracia, cidadania e direitos humanos
Beatriz Dantas
 
Dicionário de política
Dicionário de políticaDicionário de política
Dicionário de política
CarlaRosario
 
Cartilha cidadania direito_ter_direitos
Cartilha cidadania direito_ter_direitosCartilha cidadania direito_ter_direitos
Cartilha cidadania direito_ter_direitos
Rosinele Heinz
 
Democracia Representativa e Participativa
Democracia Representativa e ParticipativaDemocracia Representativa e Participativa
Democracia Representativa e Participativa
CapacitaPOA - SistemaPGLP
 
Dicionário de política
Dicionário de políticaDicionário de política
Dicionário de política
CarlaRosario
 
Democracia.
Democracia.Democracia.
Democracia.
guest1ce0422
 
TRABALHO APRESENTADO À DISCIPLINA DE HISTÓRIA.pptx
TRABALHO APRESENTADO À DISCIPLINA DE HISTÓRIA.pptxTRABALHO APRESENTADO À DISCIPLINA DE HISTÓRIA.pptx
TRABALHO APRESENTADO À DISCIPLINA DE HISTÓRIA.pptx
IracemaAparecidaMend
 
Patrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democracia
Patrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democraciaPatrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democracia
Patrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democracia
DelmiraAraujoNeco
 
Regimes Políticos a Democracia
Regimes Políticos a DemocraciaRegimes Políticos a Democracia
Regimes Políticos a Democracia
Nábila Quennet
 
201601 governo legitimo ou democracia
201601 governo legitimo ou democracia201601 governo legitimo ou democracia
201601 governo legitimo ou democracia
Francisco Pinheiro
 
Democracia - História (Esquadrão VIP 2013)
Democracia - História (Esquadrão VIP 2013)Democracia - História (Esquadrão VIP 2013)
Democracia - História (Esquadrão VIP 2013)
Esquadrão Do Conhecimento
 

Semelhante a Cidadania Voto Consciente (20)

PEF.ppt
PEF.pptPEF.ppt
PEF.ppt
 
Civilização greco romana
Civilização greco romanaCivilização greco romana
Civilização greco romana
 
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
 
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA CIDADANIA E DEMOCRACIA
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA  CIDADANIA E DEMOCRACIAHISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA  CIDADANIA E DEMOCRACIA
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA CIDADANIA E DEMOCRACIA
 
processo eleitoral seg 3.pptx
processo eleitoral seg 3.pptxprocesso eleitoral seg 3.pptx
processo eleitoral seg 3.pptx
 
Decisões autoritárias e o exercício da democracia no brasil
Decisões autoritárias e o exercício da democracia no brasilDecisões autoritárias e o exercício da democracia no brasil
Decisões autoritárias e o exercício da democracia no brasil
 
Democracia
DemocraciaDemocracia
Democracia
 
Democracia: O que todo brasileiro deveria saber
Democracia: O que todo brasileiro deveria saberDemocracia: O que todo brasileiro deveria saber
Democracia: O que todo brasileiro deveria saber
 
CP e TGE - Sufrágio e voto
CP e TGE - Sufrágio e votoCP e TGE - Sufrágio e voto
CP e TGE - Sufrágio e voto
 
Democracia, cidadania e direitos humanos
Democracia, cidadania e direitos humanos Democracia, cidadania e direitos humanos
Democracia, cidadania e direitos humanos
 
Dicionário de política
Dicionário de políticaDicionário de política
Dicionário de política
 
Cartilha cidadania direito_ter_direitos
Cartilha cidadania direito_ter_direitosCartilha cidadania direito_ter_direitos
Cartilha cidadania direito_ter_direitos
 
Democracia Representativa e Participativa
Democracia Representativa e ParticipativaDemocracia Representativa e Participativa
Democracia Representativa e Participativa
 
Dicionário de política
Dicionário de políticaDicionário de política
Dicionário de política
 
Democracia.
Democracia.Democracia.
Democracia.
 
TRABALHO APRESENTADO À DISCIPLINA DE HISTÓRIA.pptx
TRABALHO APRESENTADO À DISCIPLINA DE HISTÓRIA.pptxTRABALHO APRESENTADO À DISCIPLINA DE HISTÓRIA.pptx
TRABALHO APRESENTADO À DISCIPLINA DE HISTÓRIA.pptx
 
Patrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democracia
Patrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democraciaPatrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democracia
Patrulha Eleitoral_Capacitacao.pptx democracia
 
Regimes Políticos a Democracia
Regimes Políticos a DemocraciaRegimes Políticos a Democracia
Regimes Políticos a Democracia
 
201601 governo legitimo ou democracia
201601 governo legitimo ou democracia201601 governo legitimo ou democracia
201601 governo legitimo ou democracia
 
Democracia - História (Esquadrão VIP 2013)
Democracia - História (Esquadrão VIP 2013)Democracia - História (Esquadrão VIP 2013)
Democracia - História (Esquadrão VIP 2013)
 

Mais de vaniareginahistoria1

Roma Antiga
Roma AntigaRoma Antiga
Roma Antiga
Roma AntigaRoma Antiga
ImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano BlogImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano Blog
vaniareginahistoria1
 
Imperio Romano Blog
Imperio Romano BlogImperio Romano Blog
Imperio Romano Blog
vaniareginahistoria1
 
ImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano BlogImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano Blog
vaniareginahistoria1
 
ImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano BlogImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano Blog
vaniareginahistoria1
 
Islamismo
IslamismoIslamismo
Civilização Bizantina ( Alunos do 8o Ano)
Civilização Bizantina ( Alunos do 8o Ano)Civilização Bizantina ( Alunos do 8o Ano)
Civilização Bizantina ( Alunos do 8o Ano)
vaniareginahistoria1
 
América Espanhola
América EspanholaAmérica Espanhola
América Espanhola
vaniareginahistoria1
 
Guerra Fria
Guerra FriaGuerra Fria
Esparta
EspartaEsparta
Grécia Antiga
Grécia AntigaGrécia Antiga
Grécia Antiga
vaniareginahistoria1
 

Mais de vaniareginahistoria1 (12)

Roma Antiga
Roma AntigaRoma Antiga
Roma Antiga
 
Roma Antiga
Roma AntigaRoma Antiga
Roma Antiga
 
ImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano BlogImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano Blog
 
Imperio Romano Blog
Imperio Romano BlogImperio Romano Blog
Imperio Romano Blog
 
ImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano BlogImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano Blog
 
ImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano BlogImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano Blog
 
Islamismo
IslamismoIslamismo
Islamismo
 
Civilização Bizantina ( Alunos do 8o Ano)
Civilização Bizantina ( Alunos do 8o Ano)Civilização Bizantina ( Alunos do 8o Ano)
Civilização Bizantina ( Alunos do 8o Ano)
 
América Espanhola
América EspanholaAmérica Espanhola
América Espanhola
 
Guerra Fria
Guerra FriaGuerra Fria
Guerra Fria
 
Esparta
EspartaEsparta
Esparta
 
Grécia Antiga
Grécia AntigaGrécia Antiga
Grécia Antiga
 

Último

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 

Último (20)

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 

Cidadania Voto Consciente

  • 2. MAS O QUE É CIDADANIA ? ? ?
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6. MAS COMO SURGIU O VOTO POPULAR???
  • 7. Quando os governos eram tiranos, apenas uma pessoa dizia o que queria e todas as demais obedeciam, logo, não havia necessidade de voto. Por que usar o voto para saber a vontade das pessoas se a única vontade que importava era a do tirano? É O QUE EU DESEJO OU A ESPADA !
  • 8. Há muito tempo atrás, no século V a.C, em Atenas , na Grécia Antiga, foi inventado um regime de governo onde o importante não era fazer apenas o que o governante achasse melhor, mas sim o que todos decidissem juntos. Esse regime de governo existe até hoje, chama-se DEMOCRACIA . QUEM CONCORDA ? Blá, blá, blá! Eu, sim! Eu, sim! Eu, não!
  • 9. MAS O QUE É EXATAMENTE A DEMOCRACIA?
  • 10. DEMOCRACIA é o regime de governo onde todos podem participar das decisões políticas que são tomadas. Quando apenas uma pessoa ou um grupo de pessoas participa das decisões que são tomadas, não existe democracia, mas sim AUTOCRACIA ou ARISTOCRACIA . O povo, na democracia ateniense, reunia-se em grandes praças chamadas Ágoras. Nessas praças, um representante do governo fazia diversas propostas e, através do voto, o povo escolhia apenas as que considerava mais adequadas. Foi assim que surgiu o voto popular: para que o povo manifestasse sua vontade .
  • 11. O VOTO POPULAR SURGIU QUANDO AS PESSOAS COMEÇARAM A PARTICIPAR DA CONDUÇÃO DOS SEUS DESTINOS DENTRO DA SOCIEDADE EM QUE VIVIAM ! * NA DEMOCRACIA É IMPORTANTE QUE AS PESSOAS PARTICIPEM. * O VOTO É A MAIS IMPORTANTE FORMA DE PARTICIPAÇÃO, MAS NÃO É A ÚNICA ADMITIDA NA DEMOCRACIA . * TODAS AS FORMAS PACÍFICAS E HONESTAS DE PARTICIPAÇÃO SÃO ADMITIDAS NA DEMOCRACIA .
  • 12. QUEM CONCORDA ? AUMENTAREMOS OS SALÁRIOS ! Eu, sim! Eu, sim! PREFIRO TRABALHAR MENOS POVO NA ÁGORA, MANIFESTANDO SUA OPINIÃO .
  • 13. Como o que importava era a decisão do povo nas Ágoras e não a vontade do governante, quem realmente tinha o poder não era o governante, mas sim o povo ateniense. Por isso que até hoje, nos países democráticos como o Brasil, diz-se que “todo poder emana (surge) do povo, que o exerce por meio de seus representantes eleitos ou diretamente” . O voto torna o povo poderoso!
  • 14. Com o passar dos séculos, as populações aumentaram e as questões a serem decididas ficaram muito mais complexas. Não era mais possível simplesmente reunir as pessoas numa praça e contar quantas eram a favor ou contra determinada medida a ser tomada pelo governo.
  • 15. Foi preciso que o povo selecionasse um pequeno grupo que representasse a vontade de toda a população. Os integrantes do grupo deveriam fazer as escolhas que teriam feito as pessoas que os selecionaram, o grupo não devia escolher por si mesmo, mas sim de acordo com a vontade das pessoas que votaram neles. Quando isso aconteceu o voto popular deixou de ser usado para escolher diretamente as ações que o governo deveria realizar, passou a ser usado para escolher as pessoas que, em nome do povo, fariam essas escolhas .
  • 16. O voto passou a ser utilizado para eleger (escolher) representantes do povo. Foram inventadas as eleições . Até hoje, na maioria absoluta das sociedades, é assim que acontece: com o voto elegemos pessoas que fazem escolhas em nosso nome, que nos representam. Essas escolhas devem servir para assegurar cada vez mais a nossa cidadania .
  • 17.
  • 18. O voto deve ser motivado unicamente pelo desejo de fazer o governo levar em conta a nossa vontade, para, de acordo com ela, assegurar a cidadania de todos, sem exceções . O voto jamais deve ser motivado por dinheiro, por favores, por trocas etc . Quem vota por essas razões não usa seu voto para garantir a cidadania, mas, ao contrário, termina por destruí-la .
  • 19. COMO SABER SE O CANDIDATO ELEITO VAI REALMENTE REPRESENTAR A MINHA VONTADE?
  • 20. O voto consciente e responsável vai muito além de apertar os botões da urna. Após a eleição e a divulgação do resultado, é preciso acompanhar o trabalho do candidato vitorioso para saber se ele realmente está fazendo o que prometeu fazer para representar a nossa vontade. VÁRIAS SÃO AS OPÇÕES :
  • 21. Podemos ir até a Câmara de Vereadores (lugar onde os vereadores fazem as leis municipais) ou à Assembléia Legislativa (lugar onde os deputados fazem as leis estaduais) e assistir às sessões de votação e aos discursos na tribuna, para saber quais são as atitudes e opiniões dos políticos. Todos têm direito de entrar e assistir aos trabalhos!!! Podemos acompanhar, pela televisão e pelos jornais, as matérias que são divulgadas sobre as atividades dos políticos. Podemos formar grupos de pessoas interessadas em determinados assuntos e pedirmos para sermos recebidos em uma audiência com os deputados ou vereadores .
  • 22. O VOTO É A MANEIRA QUE TEMOS DE CONSTRUIR A NOSSA CIDADANIA, GARANTINDO IGUALDADE, JUSTIÇA, ÉTICA, LIBERDADE, DIGNIDADE, DEMOCRACIA E TUDO QUE PRECISAMOS PARA GOZAR DE BEM-ESTAR E QUALIDADE DE VIDA. QUANDO NÃO VOTAMOS COM RESPONSABILIDADE E CONSCIÊNCIA, ESTAMOS AJUDANDO A DESTRUIR A NOSSA CIDADANIA, AGINDO CONTRA NOSSOS INTERESSES E CONTRIBUINDO PARA PIORARMOS O PAÍS ONDE VIVEMOS. QUANDO VOTAMOS COMO VERDADEIROS CIDADÃOS, ESTAMOS COLOCANDO O NOSSO PAÍS NO CAMINHO DA PROSPERIDADE E DA FELICIDADE COLETIVA. CONSIDERAÇÕES FINAIS