SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 63
C I D A D A N I A ,
T R A B A L H O E
C O N D I Ç Õ E S D O
C O T I D I A N O
P R O F º
M A U R O L A D E I A
O Q U E VA M O S A P R E N D E R
• O que é Cidadania
• O que é ser Cidadão
• Exercício pleno da cidadania
• Cidadania e Trabalho
• Mobilidade
• Acessibilidade
• Inclusão Social e Econômica
CIDADANIA
A cidadania é o termo que designa o
conjunto de direitos e deveres de um
indivíduo. São exemplos de cidadania o
direito ao voto livre e a liberdade de
expressão. A função da cidadania é contribuir
para a participação ativa dos indivíduos na
sociedade, e o exercício pleno da cidadania
promove a participação das pessoas em
diversos setores da comunidade, havendo
assim a construção de uma sociedade
democrática. Logo, a importância da
R E S U M O S O B R E C I D A D A N I A
•A cidadania é o conjunto de direitos e
deveres que todo cidadão tem em sua
localidade de origem.
•O direito ao voto é um exemplo de
cidadania praticada em países com regime de
governo democrático.
•A função da cidadania é contribuir para a
construção de uma sociedade mais inclusiva
mediante a participação na sociedade.
R E S U M O S O B R E C I D A D A N I A
•O exercício pleno da cidadania envolve o conhecimento
dos direitos e deveres por parte dos indivíduos.
•A história da cidadania remete à construção do processo
de democracia em sociedades antigas, como Grécia e
Roma, e está relacionada ao cumprimento dos direitos e
deveres dos cidadãos.
•A cidadania no Brasil está fortemente vinculada à
construção da Constituição da República Federativa do
Brasil, datada de 1988.
R E S U M O S O B R E C I D A D A N I A
•A educação, a saúde e a
alimentação são direitos que
estão previstos na
Constituição da República
Federativa do Brasil.
•Os brasileiros têm como
dever, dentre outros,
participar ativamente do
processo eleitoral local por
meio do exercício do voto.
C L A S S I F I C A Ç Ã O D A C I D A D A N I A
A cidadania possui
um caráter próprio e é
classificada em dois
termos: formal e
substantiva.
C L A S S I F I C A Ç Ã O D A C I D A D A N I A
A cidadania formal é sobre nacionalidade, o
pertencimento a um lugar reconhecido por
um Estado-Nação através da documentação
oficial, por exemplo, uma pessoa portadora da
cidadania brasileira.
C L A S S I F I C A Ç Ã O D A C I D A D A N I A
Já a cidadania substantiva contempla o ramo das ciências sociais, a
ciência política e a sociologia, o termo possui um sentido mais amplo
sendo definido como a posse de direitos civis, políticos e sociais
perante toda a sociedade. A cidadania substancial existe quando a
pessoa recebe o que lhe é de direito e faz o que lhe é dever,
contudo, vale ressaltar uma norma universal fundamental para a
construção dos estados democráticos no qual afirma-se que nenhum
direito é absoluto.
C L A S S I F I C A Ç Ã O D A C I D A D A N I A
Ainda podemos classificar os
direitos do cidadão, de
acordo com o sociólogo
britânico T.H. Marshall em
“Cidadania e classe social”,
1950, em três tipos: civil,
político e social.
D I R E I T O C I V I L
Civil: direitos inerentes à
liberdade individual, de
expressão e de pensamento,
direito de propriedade, de
conclusão de contratos e
direito à justiça amparados
pelo meio jurídico.
D I R E I T O P O L Í T I C O
Político: direito de participação
no exercício do poder político,
sendo eleito ou eleitor, no
conjunto das instituições de
autoridade pública.
D I R E I T O S O C I A L
Social: conjunto de direitos
relacionados ao bem-estar
econômico e social de um
indivíduo, desde a vida até a
segurança, educação, saúde e
outros, garantidos pela
Constituição.
O R G Ã O S R E S P O N S Á V E I S P E L A
G A R A N T I A D O S D I R E I T O S S O C I A I S
• Secretaria de Assistência Social: Seu objetivo é
garantir a proteção social aos cidadãos, ou seja,
apoio a indivíduos, famílias e à comunidade no
enfrentamento de suas dificuldades, por meio de
serviços, benefícios, programas e projetos.
Normalmente é um órgão mais administrativo e
gerencia outros órgãos locais auxiliando e garantindo
a tomada de decisões
O R G Ã O S R E S P O N S Á V E I S P E L A
G A R A N T I A D O S D I R E I T O S S O C I A I S
• CRAS (Centro de Referência de Assistência
Social): O Centro de Referência de Assistência
Social do Brasil é uma unidade responsável pela
oferta de serviços de proteção básica do Sistema
Único de Assistência Social, nas áreas de
vulnerabilidade e risco social. O CRAS é um direito
seu, é gratuito e é mantido pela Prefeitura e pelo
Governo Federal.
O R G Ã O S R E S P O N S Á V E I S P E L A
G A R A N T I A D O S D I R E I T O S S O C I A I S
No CRAS você pode:
- fazer seu Cadastro Único;
- ter orientação sobre os benefícios sociais;
- ter orientação sobre seus direitos
- pedir apoio para resolver dificuldades de convívio e de cuidados
com os filhos;
- fortalecer a convivência com a família e com a comunidade;
- ter acesso a serviços, benefícios e projetos de assistência social;
- ter apoio e orientação sobre o que fazer em casos de violência
doméstica;
- ter orientação sobre outros serviços públicos;
CRAS
O R G Ã O S R E S P O N S Á V E I S P E L A
G A R A N T I A D O S D I R E I T O S S O C I A I S
• CREAS (Centro de Referência Especializado de
Assistência Social): O Centro de Referência
Especializado de Assistência Social (Creas) é uma
unidade pública da política de Assistência Social
onde são atendidas famílias e pessoas que estão em
situação de risco social ou tiveram seus direitos
violados.
O R G Ã O S R E S P O N S Á V E I S P E L A
G A R A N T I A D O S D I R E I T O S S O C I A I S
• A unidade deve, obrigatoriamente, ofertar o Serviço de Proteção e
Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI),
podendo ofertar outros serviços, como Abordagem Social e Serviço
para Pessoas com Deficiência, Idosas e suas famílias. É unidade de
oferta ainda do serviço de Medidas Socioeducativas em Meio
Aberto.
Além de orientar e encaminhar os cidadãos para os serviços da
assistência social ou demais serviços públicos existentes no
município, no Creas também se oferece informações, orientação
CREA
S
O R G Ã O S R E S P O N S Á V E I S P E L A
G A R A N T I A D O S D I R E I T O S S O C I A I S
• SUAS (Sistema Único de Assistência
Social): O SUAS representa uma nova
forma de organizar e gerir a Assistência
Social brasileira. Planejado e executado
pelos governos federal, estaduais, do
Distrito Federal (DF) e municipais, em
estreita parceria com a sociedade civil,
garante a Assistência Social devida a
milhões de brasileiros, em todas as
faixas etárias.
V Í D E O - A U L A S O B R E C I D A D A N I A
E X E M P L O S D E C I D A D A N I A
Conceito bastante amplo, a cidadania
envolve diversas esferas da
sociedade. São exemplos de
cidadania desde práticas individuais,
como destinar o lixo doméstico
para locais adequados de coleta
e reciclagem, até ações que
impactam a sociedade como um
todo, como o direito e o dever
de participar de uma eleição
democrática por meio do voto.
Q U A L A F U N Ç Ã O D A
C I D A D A N I A ?
A função da cidadania está relacionada à construção de uma
sociedade democrática, levando em conta os direitos e
deveres dos cidadãos, sejam eles civis, políticos ou sociais,
por meio da participação ativa do indivíduo em diferentes
esferas da sociedade.
Portanto, a função da cidadania é garantir o cumprimento
dos direitos e deveres dos cidadãos, visando a construir
uma sociedade verdadeiramente democrática. Sendo
a cidadania contribui, dentre outros aspectos, para a
atenuação da desigualdade social e para o fomento
do desenvolvimento sustentável, por meio de ações
O Q U E É S E R C I D A D Ã O ?
O conceito de cidadania
está diretamente
imbricado ao de
cidadão, uma vez que
para a efetivação da
cidadania de um
indivíduo torna-se
necessário o exercício
dos seus deveres e o
respeito dos seus
direitos.
O Q U E É S E R C I D A D Ã O ?
Nesse sentido, um cidadão
é o indivíduo que participa de
forma autônoma e ativa na
sociedade, com a adoção de
medidas individuais e participação
em ações coletivas que
contribuem para a construção de
um modelo social mais livre e
democrático. Assim, ser cidadão é
exercer de fato a cidadania, tendo
direitos e deveres resguardados
E X E R C Í C I O P L E N O D A
C I D A D A N I A
O exercício pleno da cidadania envolve a participação
ativa do indivíduo na sociedade. Desse modo, o cidadão
exerce a cidadania quanto tem ciência completa dos
seus direitos e deveres e os aplica nas ações do
cotidiano que promovem o desenvolvimento da sua
comunidade, sendo de suma importância a participação
das escolas e da educação em geral no processo de
conscientização dos indivíduos.
C I D A D A N I A E T R A B A L H O
A ideia de cidadania no trabalho
assenta numa premissa simples:
não obstante trabalhar sob as
ordens e direção do empregador,
o trabalhador não deixa de ser um
cidadão e não perde os seus
direitos de cidadania. Trata-se de
uma consequência direta do
conceito humanista da relação de
trabalho e do valor da dignidade
da pessoa, que fazem parte do
C I D A D A N I A E T R A B A L H O
Apesar de se assumir como trabalhador subordinado, o
cidadão que o faz continua a poder expressar
livremente as suas opiniões políticas ou religiosas no
trabalho; continua, também, a ter direito à sua
integridade física e moral; mantém o direito à reserva
da intimidade da vida privada e o direito à
confidencialidade de mensagens que envie ou receba,
nomeadamente através de correio eletrônico; e deve
continuar a ser tratado em condições de igualdade, sem
ser discriminado e ou assediado, moral ou sexualmente.
C I D A D A N I A E T R A B A L H O
M O B I L I D A D E
A mobilidade, diz respeito aos
deslocamentos cíclicos (idas e voltas)
realizados cotidianamente pela
população seja para o trabalho, escola
ou outros destinos, cria hábitos e forja
comportamentos. Também chamada de
urbana, esta mobilidade é importante
por sua repetição diária e porque gera
custos - financeiros, temporais,
energéticos e psicológicos (Moles, 1976)
M O B I L I D A D E U R B A N A
Basicamente, a mobilidade urbana é a condição que cada
cidade oferece para que seus habitantes e visitantes possam
se locomover de um ponto a outro, no menor tempo possível
e utilizando o mínimo de recursos necessários, visando
otimizar o tempo das pessoas, minimizar o desgaste das vias
e contribuir para o meio ambiente.
Dessa forma, quanto mais pessoas se deslocarem por
apenas um meio de transporte, melhor para todo mundo.
Quer um exemplo? Imagine que uma composição de metrô
seja capaz de transportar 600 pessoas por vez.
A C E S S I B I L I D A D E
Todos são iguais perante a lei.
Contra essa afirmação não há
questionamentos, porém quando o
Estado simplesmente não oferece
condições de acessibilidade àqueles
que precisam, instaura-se uma
situação de vulnerabilidade.
A C E S S I B I L I D A D E
Acessibilidade pode ser definida como a possibilidade e
condição de alcance, percepção e entendimento para a
utilização, em igualdade de oportunidades, com
segurança e autonomia, do meio físico, do transporte,
da informação e da comunicação, inclusive dos
sistemas e tecnologias de informação e comunicação,
bem como de outros serviços e instalações.
A C E S S I B I L I D A D E
Para as pessoas com deficiência e mobilidade
reduzida, a acessibilidade possibilita uma vida
independente e com participação plena em todos os
seus aspectos; e para todas as pessoas, em diferentes
contextos, pode proporcionar maior conforto,
facilidade de uso, rapidez, satisfação, segurança e
eficiência. (W3C Brasil).
E X E M P L O S D E A C E S S I B I L I D A D E
Rampas
para
acesso
E X E M P L O S D E A C E S S I B I L I D A D E
Piso
Tátil
E X E M P L O S D E A C E S S I B I L I D A D E
Vagas
para
facilitar
Acesso
E X E M P L O S D E A C E S S I B I L I D A D E
Corrimãos
de Apoio
E X E M P L O S D E A C E S S I B I L I D A D E
Acessibilidade
Tecnológica
E X E M P L O S D E A C E S S I B I L I D A D E
Acessibilidade na Educação (Libras, Audio-Descrição, etc)
E X E M P L O S D E A C E S S I B I L I D A D E
Placas Indicativas
I N C L U S Ã O S O C I A L E E C O N Ô M I C A
I N C L U S Ã O S O C I A L E E C O N Ô M I C A
Inclusão social é uma
medida de controle
social que visa a
incluir na sociedade
grupos marginalizados
e excluídos, como os
negros, deficientes e
homossexuais.
I N C L U S Ã O S O C I A L E E C O N Ô M I C A
"Inclusão social é o ato de incluir na sociedade
categorias de pessoas historicamente excluídas do
processo de socialização, como negros, indígenas,
pessoas com necessidades especiais, homossexuais,
travestis e transgêneros, bem como aqueles em
situação de vulnerabilidade socioeconômica, como
moradores de rua e pessoas de baixa renda.”
I N C L U S Ã O S O C I A L E E C O N Ô M I C A
"Ao falar em inclusão, estamos de acordo com a
Declaração Universal de Direitos Humanos e também
com a Constituição Federal de 1988, que apresentam
direitos que devem se estender a todas as pessoas,
sem exceção. Vale dizer ainda que sociedades que
apresentam altos índices de exclusão social enfrentam
também inúmeros outros problemas, como o aumento
da criminalidade e dos índices de pobreza."
I N C L U S Ã O S O C I A L E E C O N Ô M I C A
"Ao falar em inclusão, estamos de acordo com a
Declaração Universal de Direitos Humanos e também
com a Constituição Federal de 1988, que apresentam
direitos que devem se estender a todas as pessoas,
sem exceção. Vale dizer ainda que sociedades que
apresentam altos índices de exclusão social enfrentam
também inúmeros outros problemas, como o aumento
da criminalidade e dos índices de pobreza."
I N C L U S Ã O S O C I A L E E C O N Ô M I C A
"Na Sociologia, dizemos que a inclusão social é uma
medida de controle social, ou seja, ela atua como meio
de integração entre administração pública e sociedade
a fim de solucionar conflitos e resolver problemas
resultantes da formação da sociedade capitalista."
I N C L U S Ã O S O C I A L E E C O N Ô M I C A
"Historicamente, alguns grupos sociais ficaram à
margem do processo de socialização, não tendo o
devido acesso a direitos como educação, emprego
digno, moradia, saúde e alimentação adequada. Para
resolver esse problema, os governos passaram a criar,
a partir do século XX, medidas de inclusão das
camadas marginalizadas da população na sociedade."
E X E M P L O S D E I N C L U S Ã O S O C I A L
• Cotas em universidades públicas e concursos
públicos para negros e indígenas oriundos de
escolas públicas e para estudantes de escolas
públicas em geral;
• Inclusão de deficientes físicos ou portadores de
atrasos cognitivos em escolas regulares;
• Programas de assistência social a pessoas de
baixa renda e pessoas em situação de
vulnerabilidade social, como moradores de rua;
E X E M P L O S D E I N C L U S Ã O S O C I A L
• Programas de profissionalização de jovens oriundos
de famílias carentes;
• Programas de assistência psicossocial e
profissionalização de homossexuais, transexuais e
travestis;
• Acessibilidade para portadores de necessidades
especiais, como cegos, surdos e cadeirantes, em
espaços públicos ou espaços coletivos geridos pela
iniciativa privada, além da acessibilidade em calçadas e
passarelas do passeio público.
B I B L I O G R A F I A
• https://www.politize.com.br/exercicio-da-cidadania/
• https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/cidadania.htm
• https://youtu.be/c3mjvCfwRxc
• https://www.politize.com.br/direitos-e-deveres-cidadao/
• https://rioonwatch.org.br/?p=55455
• https://www.todamateria.com.br/cidadania/
• https://www.politize.com.br/exercicio-da-cidadania/
• https://observatorio.almedina.net/index.php/2022/05/11/cidadania-no-trabalho-a-ponte-entre-
os-sistemas-
laborais/#:~:text=A%20ideia%20de%20Cidadania%20no%20Trabalho%20tem%2C%20por%20isso
%2C%20esta,dignidade%20do%20cidad%C3%A3o%20que%20trabalha.
• https://www.sabedoriapolitica.com.br/products/diferencas-entre-assedio-moral-e-assedio-sexual-
no-ambiente-de-trabalho/
• http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1518-
61482012000100013#:~:text=Para%20fins%20deste%20trabalho%20vale,cria%20h%C3%A1bitos
%20e%20forja%20comportamentos.
• https://blog.sempararempresas.com.br/veiculos/mobilidade-urbana-o-que-e-e-como-superar-os-
principais-desafios?gad=1&gclid=CjwKCAjw_aemBhBLEiwAT98FMl7m-
kaGgR__TSdjjWFxq7oLZ15h0upZ3Mecu-u2bRPbwPqT1jRVBRoCitcQAvD_BwE
• https://www.cnmp.mp.br/portal/acessibilidade#:~:text=Acessibilidade%20pode%20ser%20definid
a%20como,e%20comunica%C3%A7%C3%A3o%2C%20bem%20como%20de
• https://brasilescola.uol.com.br/educacao/inclusao-social.htm

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Direitos, cidadania e movimentos sociais
Direitos, cidadania e movimentos sociaisDireitos, cidadania e movimentos sociais
Direitos, cidadania e movimentos sociaisAriella Araujo
 
Código de Ética do Administrador
Código de Ética do AdministradorCódigo de Ética do Administrador
Código de Ética do AdministradorVanderlei Moraes
 
Introdução ao estudo do direito aula
Introdução ao estudo do direito   aulaIntrodução ao estudo do direito   aula
Introdução ao estudo do direito aulajovenniu
 
Direito público x direito privado
Direito público x direito privadoDireito público x direito privado
Direito público x direito privadoLeonardo Leitão
 
O mundo do trabalho
O mundo do trabalhoO mundo do trabalho
O mundo do trabalhoColegio
 
Liberalismo económico powerpoint
Liberalismo económico powerpointLiberalismo económico powerpoint
Liberalismo económico powerpointmaria40
 
ética aristotélica
ética aristotélicaética aristotélica
ética aristotélicamarifonseca
 
A influência da motivação na produtividade no trabalho
A influência da motivação na produtividade no trabalhoA influência da motivação na produtividade no trabalho
A influência da motivação na produtividade no trabalhoLuciane Zuanazzi
 
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade Filosófica
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade FilosóficaSlides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade Filosófica
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade FilosóficaTurma Olímpica
 
Direitos e Deveres
Direitos e Deveres Direitos e Deveres
Direitos e Deveres isinha1
 
Trabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedaderblfilos
 

Mais procurados (20)

Direitos, cidadania e movimentos sociais
Direitos, cidadania e movimentos sociaisDireitos, cidadania e movimentos sociais
Direitos, cidadania e movimentos sociais
 
Servidores públicos
Servidores públicosServidores públicos
Servidores públicos
 
Aula ética na administração
Aula ética na administraçãoAula ética na administração
Aula ética na administração
 
Aula 1: Relações de Trabalho
Aula 1: Relações de TrabalhoAula 1: Relações de Trabalho
Aula 1: Relações de Trabalho
 
Código de Ética do Administrador
Código de Ética do AdministradorCódigo de Ética do Administrador
Código de Ética do Administrador
 
Introdução ao estudo do direito aula
Introdução ao estudo do direito   aulaIntrodução ao estudo do direito   aula
Introdução ao estudo do direito aula
 
Direito público x direito privado
Direito público x direito privadoDireito público x direito privado
Direito público x direito privado
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
CLT
CLTCLT
CLT
 
O mundo do trabalho
O mundo do trabalhoO mundo do trabalho
O mundo do trabalho
 
Liberalismo económico powerpoint
Liberalismo económico powerpointLiberalismo económico powerpoint
Liberalismo económico powerpoint
 
Fordismo
FordismoFordismo
Fordismo
 
ética aristotélica
ética aristotélicaética aristotélica
ética aristotélica
 
Fontes do direito do trabalho
Fontes do direito do trabalhoFontes do direito do trabalho
Fontes do direito do trabalho
 
A influência da motivação na produtividade no trabalho
A influência da motivação na produtividade no trabalhoA influência da motivação na produtividade no trabalho
A influência da motivação na produtividade no trabalho
 
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade Filosófica
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade FilosóficaSlides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade Filosófica
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade Filosófica
 
Direitos e Deveres
Direitos e Deveres Direitos e Deveres
Direitos e Deveres
 
ETICA
ETICAETICA
ETICA
 
Fordismo
FordismoFordismo
Fordismo
 
Trabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedade
 

Semelhante a Cidadania, trabalho e condições do cotidiano.pptx

Semelhante a Cidadania, trabalho e condições do cotidiano.pptx (20)

Cidadania e Empregabilidade .pdf
Cidadania e Empregabilidade .pdfCidadania e Empregabilidade .pdf
Cidadania e Empregabilidade .pdf
 
Cidadania e Empregabilidade .pdf
Cidadania e Empregabilidade .pdfCidadania e Empregabilidade .pdf
Cidadania e Empregabilidade .pdf
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Cidadaniamaryana
CidadaniamaryanaCidadaniamaryana
Cidadaniamaryana
 
Exercício de cidadania
Exercício de cidadaniaExercício de cidadania
Exercício de cidadania
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Aula cidadania
Aula cidadaniaAula cidadania
Aula cidadania
 
CIDADANIA.docx
CIDADANIA.docxCIDADANIA.docx
CIDADANIA.docx
 
Cidadania 9ºA
Cidadania 9ºACidadania 9ºA
Cidadania 9ºA
 
Cidadania 9ºA
Cidadania 9ºACidadania 9ºA
Cidadania 9ºA
 
Cidadania 9ºA
Cidadania 9ºACidadania 9ºA
Cidadania 9ºA
 
Cidadania 9ºA
Cidadania 9ºACidadania 9ºA
Cidadania 9ºA
 
Responsabilidade_Social_e_Cidadania_-_edit_4[1].pptx
Responsabilidade_Social_e_Cidadania_-_edit_4[1].pptxResponsabilidade_Social_e_Cidadania_-_edit_4[1].pptx
Responsabilidade_Social_e_Cidadania_-_edit_4[1].pptx
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Trabalho de Português - Cidadania
Trabalho de Português - CidadaniaTrabalho de Português - Cidadania
Trabalho de Português - Cidadania
 
Cidadania e ética - aula.ppt
Cidadania e ética - aula.pptCidadania e ética - aula.ppt
Cidadania e ética - aula.ppt
 
Ce1manual modulo-1
Ce1manual modulo-1Ce1manual modulo-1
Ce1manual modulo-1
 
Aula2 Participação nas Políticas
Aula2 Participação nas PolíticasAula2 Participação nas Políticas
Aula2 Participação nas Políticas
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 

Mais de mauroladeiafilho

Apresentação sobre Herança - Orientação a Objetos
Apresentação sobre Herança - Orientação a ObjetosApresentação sobre Herança - Orientação a Objetos
Apresentação sobre Herança - Orientação a Objetosmauroladeiafilho
 
Apresentação sobre Diagrama de Classes com exemplos
Apresentação sobre Diagrama de Classes com exemplosApresentação sobre Diagrama de Classes com exemplos
Apresentação sobre Diagrama de Classes com exemplosmauroladeiafilho
 
Canais de Percepção. Aprenda o que são e sua importância
Canais de Percepção. Aprenda o que são e sua importânciaCanais de Percepção. Aprenda o que são e sua importância
Canais de Percepção. Aprenda o que são e sua importânciamauroladeiafilho
 
O que é Bachata, estulo de dança da américa central
O que é Bachata, estulo de dança da américa centralO que é Bachata, estulo de dança da américa central
O que é Bachata, estulo de dança da américa centralmauroladeiafilho
 
Principais Atalhos do Windows.pptx
Principais Atalhos do Windows.pptxPrincipais Atalhos do Windows.pptx
Principais Atalhos do Windows.pptxmauroladeiafilho
 
O Uso da Tecnologia na Organização de Eventos
O Uso da Tecnologia na Organização de EventosO Uso da Tecnologia na Organização de Eventos
O Uso da Tecnologia na Organização de Eventosmauroladeiafilho
 
Como criar uma boa apresentação
Como criar uma boa apresentaçãoComo criar uma boa apresentação
Como criar uma boa apresentaçãomauroladeiafilho
 
Buscas Avançadas no Google
Buscas Avançadas no GoogleBuscas Avançadas no Google
Buscas Avançadas no Googlemauroladeiafilho
 
O Uso da Tecnologia em nosso Cotidiano.pptx
O Uso da Tecnologia em nosso Cotidiano.pptxO Uso da Tecnologia em nosso Cotidiano.pptx
O Uso da Tecnologia em nosso Cotidiano.pptxmauroladeiafilho
 

Mais de mauroladeiafilho (11)

Apresentação sobre Herança - Orientação a Objetos
Apresentação sobre Herança - Orientação a ObjetosApresentação sobre Herança - Orientação a Objetos
Apresentação sobre Herança - Orientação a Objetos
 
Apresentação sobre Diagrama de Classes com exemplos
Apresentação sobre Diagrama de Classes com exemplosApresentação sobre Diagrama de Classes com exemplos
Apresentação sobre Diagrama de Classes com exemplos
 
Canais de Percepção. Aprenda o que são e sua importância
Canais de Percepção. Aprenda o que são e sua importânciaCanais de Percepção. Aprenda o que são e sua importância
Canais de Percepção. Aprenda o que são e sua importância
 
O que é Bachata, estulo de dança da américa central
O que é Bachata, estulo de dança da américa centralO que é Bachata, estulo de dança da américa central
O que é Bachata, estulo de dança da américa central
 
Principais Atalhos do Windows.pptx
Principais Atalhos do Windows.pptxPrincipais Atalhos do Windows.pptx
Principais Atalhos do Windows.pptx
 
O Uso da Tecnologia na Organização de Eventos
O Uso da Tecnologia na Organização de EventosO Uso da Tecnologia na Organização de Eventos
O Uso da Tecnologia na Organização de Eventos
 
Como criar uma boa apresentação
Como criar uma boa apresentaçãoComo criar uma boa apresentação
Como criar uma boa apresentação
 
O que é Ética
O que é ÉticaO que é Ética
O que é Ética
 
Buscas Avançadas no Google
Buscas Avançadas no GoogleBuscas Avançadas no Google
Buscas Avançadas no Google
 
O Uso da Tecnologia em nosso Cotidiano.pptx
O Uso da Tecnologia em nosso Cotidiano.pptxO Uso da Tecnologia em nosso Cotidiano.pptx
O Uso da Tecnologia em nosso Cotidiano.pptx
 
O que é Ética.pptx
O que é Ética.pptxO que é Ética.pptx
O que é Ética.pptx
 

Cidadania, trabalho e condições do cotidiano.pptx

  • 1. C I D A D A N I A , T R A B A L H O E C O N D I Ç Õ E S D O C O T I D I A N O P R O F º M A U R O L A D E I A
  • 2.
  • 3. O Q U E VA M O S A P R E N D E R • O que é Cidadania • O que é ser Cidadão • Exercício pleno da cidadania • Cidadania e Trabalho • Mobilidade • Acessibilidade • Inclusão Social e Econômica
  • 4. CIDADANIA A cidadania é o termo que designa o conjunto de direitos e deveres de um indivíduo. São exemplos de cidadania o direito ao voto livre e a liberdade de expressão. A função da cidadania é contribuir para a participação ativa dos indivíduos na sociedade, e o exercício pleno da cidadania promove a participação das pessoas em diversos setores da comunidade, havendo assim a construção de uma sociedade democrática. Logo, a importância da
  • 5. R E S U M O S O B R E C I D A D A N I A •A cidadania é o conjunto de direitos e deveres que todo cidadão tem em sua localidade de origem. •O direito ao voto é um exemplo de cidadania praticada em países com regime de governo democrático. •A função da cidadania é contribuir para a construção de uma sociedade mais inclusiva mediante a participação na sociedade.
  • 6. R E S U M O S O B R E C I D A D A N I A •O exercício pleno da cidadania envolve o conhecimento dos direitos e deveres por parte dos indivíduos. •A história da cidadania remete à construção do processo de democracia em sociedades antigas, como Grécia e Roma, e está relacionada ao cumprimento dos direitos e deveres dos cidadãos. •A cidadania no Brasil está fortemente vinculada à construção da Constituição da República Federativa do Brasil, datada de 1988.
  • 7. R E S U M O S O B R E C I D A D A N I A •A educação, a saúde e a alimentação são direitos que estão previstos na Constituição da República Federativa do Brasil. •Os brasileiros têm como dever, dentre outros, participar ativamente do processo eleitoral local por meio do exercício do voto.
  • 8. C L A S S I F I C A Ç Ã O D A C I D A D A N I A A cidadania possui um caráter próprio e é classificada em dois termos: formal e substantiva.
  • 9. C L A S S I F I C A Ç Ã O D A C I D A D A N I A A cidadania formal é sobre nacionalidade, o pertencimento a um lugar reconhecido por um Estado-Nação através da documentação oficial, por exemplo, uma pessoa portadora da cidadania brasileira.
  • 10. C L A S S I F I C A Ç Ã O D A C I D A D A N I A Já a cidadania substantiva contempla o ramo das ciências sociais, a ciência política e a sociologia, o termo possui um sentido mais amplo sendo definido como a posse de direitos civis, políticos e sociais perante toda a sociedade. A cidadania substancial existe quando a pessoa recebe o que lhe é de direito e faz o que lhe é dever, contudo, vale ressaltar uma norma universal fundamental para a construção dos estados democráticos no qual afirma-se que nenhum direito é absoluto.
  • 11. C L A S S I F I C A Ç Ã O D A C I D A D A N I A Ainda podemos classificar os direitos do cidadão, de acordo com o sociólogo britânico T.H. Marshall em “Cidadania e classe social”, 1950, em três tipos: civil, político e social.
  • 12. D I R E I T O C I V I L Civil: direitos inerentes à liberdade individual, de expressão e de pensamento, direito de propriedade, de conclusão de contratos e direito à justiça amparados pelo meio jurídico.
  • 13. D I R E I T O P O L Í T I C O Político: direito de participação no exercício do poder político, sendo eleito ou eleitor, no conjunto das instituições de autoridade pública.
  • 14. D I R E I T O S O C I A L Social: conjunto de direitos relacionados ao bem-estar econômico e social de um indivíduo, desde a vida até a segurança, educação, saúde e outros, garantidos pela Constituição.
  • 15.
  • 16.
  • 17. O R G Ã O S R E S P O N S Á V E I S P E L A G A R A N T I A D O S D I R E I T O S S O C I A I S • Secretaria de Assistência Social: Seu objetivo é garantir a proteção social aos cidadãos, ou seja, apoio a indivíduos, famílias e à comunidade no enfrentamento de suas dificuldades, por meio de serviços, benefícios, programas e projetos. Normalmente é um órgão mais administrativo e gerencia outros órgãos locais auxiliando e garantindo a tomada de decisões
  • 18. O R G Ã O S R E S P O N S Á V E I S P E L A G A R A N T I A D O S D I R E I T O S S O C I A I S • CRAS (Centro de Referência de Assistência Social): O Centro de Referência de Assistência Social do Brasil é uma unidade responsável pela oferta de serviços de proteção básica do Sistema Único de Assistência Social, nas áreas de vulnerabilidade e risco social. O CRAS é um direito seu, é gratuito e é mantido pela Prefeitura e pelo Governo Federal.
  • 19. O R G Ã O S R E S P O N S Á V E I S P E L A G A R A N T I A D O S D I R E I T O S S O C I A I S No CRAS você pode: - fazer seu Cadastro Único; - ter orientação sobre os benefícios sociais; - ter orientação sobre seus direitos - pedir apoio para resolver dificuldades de convívio e de cuidados com os filhos; - fortalecer a convivência com a família e com a comunidade; - ter acesso a serviços, benefícios e projetos de assistência social; - ter apoio e orientação sobre o que fazer em casos de violência doméstica; - ter orientação sobre outros serviços públicos; CRAS
  • 20. O R G Ã O S R E S P O N S Á V E I S P E L A G A R A N T I A D O S D I R E I T O S S O C I A I S • CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social): O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) é uma unidade pública da política de Assistência Social onde são atendidas famílias e pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados.
  • 21. O R G Ã O S R E S P O N S Á V E I S P E L A G A R A N T I A D O S D I R E I T O S S O C I A I S • A unidade deve, obrigatoriamente, ofertar o Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI), podendo ofertar outros serviços, como Abordagem Social e Serviço para Pessoas com Deficiência, Idosas e suas famílias. É unidade de oferta ainda do serviço de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto. Além de orientar e encaminhar os cidadãos para os serviços da assistência social ou demais serviços públicos existentes no município, no Creas também se oferece informações, orientação CREA S
  • 22. O R G Ã O S R E S P O N S Á V E I S P E L A G A R A N T I A D O S D I R E I T O S S O C I A I S • SUAS (Sistema Único de Assistência Social): O SUAS representa uma nova forma de organizar e gerir a Assistência Social brasileira. Planejado e executado pelos governos federal, estaduais, do Distrito Federal (DF) e municipais, em estreita parceria com a sociedade civil, garante a Assistência Social devida a milhões de brasileiros, em todas as faixas etárias.
  • 23.
  • 24. V Í D E O - A U L A S O B R E C I D A D A N I A
  • 25. E X E M P L O S D E C I D A D A N I A Conceito bastante amplo, a cidadania envolve diversas esferas da sociedade. São exemplos de cidadania desde práticas individuais, como destinar o lixo doméstico para locais adequados de coleta e reciclagem, até ações que impactam a sociedade como um todo, como o direito e o dever de participar de uma eleição democrática por meio do voto.
  • 26. Q U A L A F U N Ç Ã O D A C I D A D A N I A ? A função da cidadania está relacionada à construção de uma sociedade democrática, levando em conta os direitos e deveres dos cidadãos, sejam eles civis, políticos ou sociais, por meio da participação ativa do indivíduo em diferentes esferas da sociedade. Portanto, a função da cidadania é garantir o cumprimento dos direitos e deveres dos cidadãos, visando a construir uma sociedade verdadeiramente democrática. Sendo a cidadania contribui, dentre outros aspectos, para a atenuação da desigualdade social e para o fomento do desenvolvimento sustentável, por meio de ações
  • 27. O Q U E É S E R C I D A D Ã O ? O conceito de cidadania está diretamente imbricado ao de cidadão, uma vez que para a efetivação da cidadania de um indivíduo torna-se necessário o exercício dos seus deveres e o respeito dos seus direitos.
  • 28. O Q U E É S E R C I D A D Ã O ? Nesse sentido, um cidadão é o indivíduo que participa de forma autônoma e ativa na sociedade, com a adoção de medidas individuais e participação em ações coletivas que contribuem para a construção de um modelo social mais livre e democrático. Assim, ser cidadão é exercer de fato a cidadania, tendo direitos e deveres resguardados
  • 29. E X E R C Í C I O P L E N O D A C I D A D A N I A O exercício pleno da cidadania envolve a participação ativa do indivíduo na sociedade. Desse modo, o cidadão exerce a cidadania quanto tem ciência completa dos seus direitos e deveres e os aplica nas ações do cotidiano que promovem o desenvolvimento da sua comunidade, sendo de suma importância a participação das escolas e da educação em geral no processo de conscientização dos indivíduos.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36. C I D A D A N I A E T R A B A L H O A ideia de cidadania no trabalho assenta numa premissa simples: não obstante trabalhar sob as ordens e direção do empregador, o trabalhador não deixa de ser um cidadão e não perde os seus direitos de cidadania. Trata-se de uma consequência direta do conceito humanista da relação de trabalho e do valor da dignidade da pessoa, que fazem parte do
  • 37. C I D A D A N I A E T R A B A L H O Apesar de se assumir como trabalhador subordinado, o cidadão que o faz continua a poder expressar livremente as suas opiniões políticas ou religiosas no trabalho; continua, também, a ter direito à sua integridade física e moral; mantém o direito à reserva da intimidade da vida privada e o direito à confidencialidade de mensagens que envie ou receba, nomeadamente através de correio eletrônico; e deve continuar a ser tratado em condições de igualdade, sem ser discriminado e ou assediado, moral ou sexualmente.
  • 38. C I D A D A N I A E T R A B A L H O
  • 39.
  • 40. M O B I L I D A D E A mobilidade, diz respeito aos deslocamentos cíclicos (idas e voltas) realizados cotidianamente pela população seja para o trabalho, escola ou outros destinos, cria hábitos e forja comportamentos. Também chamada de urbana, esta mobilidade é importante por sua repetição diária e porque gera custos - financeiros, temporais, energéticos e psicológicos (Moles, 1976)
  • 41. M O B I L I D A D E U R B A N A Basicamente, a mobilidade urbana é a condição que cada cidade oferece para que seus habitantes e visitantes possam se locomover de um ponto a outro, no menor tempo possível e utilizando o mínimo de recursos necessários, visando otimizar o tempo das pessoas, minimizar o desgaste das vias e contribuir para o meio ambiente. Dessa forma, quanto mais pessoas se deslocarem por apenas um meio de transporte, melhor para todo mundo. Quer um exemplo? Imagine que uma composição de metrô seja capaz de transportar 600 pessoas por vez.
  • 42. A C E S S I B I L I D A D E Todos são iguais perante a lei. Contra essa afirmação não há questionamentos, porém quando o Estado simplesmente não oferece condições de acessibilidade àqueles que precisam, instaura-se uma situação de vulnerabilidade.
  • 43. A C E S S I B I L I D A D E Acessibilidade pode ser definida como a possibilidade e condição de alcance, percepção e entendimento para a utilização, em igualdade de oportunidades, com segurança e autonomia, do meio físico, do transporte, da informação e da comunicação, inclusive dos sistemas e tecnologias de informação e comunicação, bem como de outros serviços e instalações.
  • 44. A C E S S I B I L I D A D E Para as pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, a acessibilidade possibilita uma vida independente e com participação plena em todos os seus aspectos; e para todas as pessoas, em diferentes contextos, pode proporcionar maior conforto, facilidade de uso, rapidez, satisfação, segurança e eficiência. (W3C Brasil).
  • 45.
  • 46. E X E M P L O S D E A C E S S I B I L I D A D E Rampas para acesso
  • 47. E X E M P L O S D E A C E S S I B I L I D A D E Piso Tátil
  • 48. E X E M P L O S D E A C E S S I B I L I D A D E Vagas para facilitar Acesso
  • 49. E X E M P L O S D E A C E S S I B I L I D A D E Corrimãos de Apoio
  • 50. E X E M P L O S D E A C E S S I B I L I D A D E Acessibilidade Tecnológica
  • 51. E X E M P L O S D E A C E S S I B I L I D A D E Acessibilidade na Educação (Libras, Audio-Descrição, etc)
  • 52. E X E M P L O S D E A C E S S I B I L I D A D E Placas Indicativas
  • 53.
  • 54. I N C L U S Ã O S O C I A L E E C O N Ô M I C A
  • 55. I N C L U S Ã O S O C I A L E E C O N Ô M I C A Inclusão social é uma medida de controle social que visa a incluir na sociedade grupos marginalizados e excluídos, como os negros, deficientes e homossexuais.
  • 56. I N C L U S Ã O S O C I A L E E C O N Ô M I C A "Inclusão social é o ato de incluir na sociedade categorias de pessoas historicamente excluídas do processo de socialização, como negros, indígenas, pessoas com necessidades especiais, homossexuais, travestis e transgêneros, bem como aqueles em situação de vulnerabilidade socioeconômica, como moradores de rua e pessoas de baixa renda.”
  • 57. I N C L U S Ã O S O C I A L E E C O N Ô M I C A "Ao falar em inclusão, estamos de acordo com a Declaração Universal de Direitos Humanos e também com a Constituição Federal de 1988, que apresentam direitos que devem se estender a todas as pessoas, sem exceção. Vale dizer ainda que sociedades que apresentam altos índices de exclusão social enfrentam também inúmeros outros problemas, como o aumento da criminalidade e dos índices de pobreza."
  • 58. I N C L U S Ã O S O C I A L E E C O N Ô M I C A "Ao falar em inclusão, estamos de acordo com a Declaração Universal de Direitos Humanos e também com a Constituição Federal de 1988, que apresentam direitos que devem se estender a todas as pessoas, sem exceção. Vale dizer ainda que sociedades que apresentam altos índices de exclusão social enfrentam também inúmeros outros problemas, como o aumento da criminalidade e dos índices de pobreza."
  • 59. I N C L U S Ã O S O C I A L E E C O N Ô M I C A "Na Sociologia, dizemos que a inclusão social é uma medida de controle social, ou seja, ela atua como meio de integração entre administração pública e sociedade a fim de solucionar conflitos e resolver problemas resultantes da formação da sociedade capitalista."
  • 60. I N C L U S Ã O S O C I A L E E C O N Ô M I C A "Historicamente, alguns grupos sociais ficaram à margem do processo de socialização, não tendo o devido acesso a direitos como educação, emprego digno, moradia, saúde e alimentação adequada. Para resolver esse problema, os governos passaram a criar, a partir do século XX, medidas de inclusão das camadas marginalizadas da população na sociedade."
  • 61. E X E M P L O S D E I N C L U S Ã O S O C I A L • Cotas em universidades públicas e concursos públicos para negros e indígenas oriundos de escolas públicas e para estudantes de escolas públicas em geral; • Inclusão de deficientes físicos ou portadores de atrasos cognitivos em escolas regulares; • Programas de assistência social a pessoas de baixa renda e pessoas em situação de vulnerabilidade social, como moradores de rua;
  • 62. E X E M P L O S D E I N C L U S Ã O S O C I A L • Programas de profissionalização de jovens oriundos de famílias carentes; • Programas de assistência psicossocial e profissionalização de homossexuais, transexuais e travestis; • Acessibilidade para portadores de necessidades especiais, como cegos, surdos e cadeirantes, em espaços públicos ou espaços coletivos geridos pela iniciativa privada, além da acessibilidade em calçadas e passarelas do passeio público.
  • 63. B I B L I O G R A F I A • https://www.politize.com.br/exercicio-da-cidadania/ • https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/cidadania.htm • https://youtu.be/c3mjvCfwRxc • https://www.politize.com.br/direitos-e-deveres-cidadao/ • https://rioonwatch.org.br/?p=55455 • https://www.todamateria.com.br/cidadania/ • https://www.politize.com.br/exercicio-da-cidadania/ • https://observatorio.almedina.net/index.php/2022/05/11/cidadania-no-trabalho-a-ponte-entre- os-sistemas- laborais/#:~:text=A%20ideia%20de%20Cidadania%20no%20Trabalho%20tem%2C%20por%20isso %2C%20esta,dignidade%20do%20cidad%C3%A3o%20que%20trabalha. • https://www.sabedoriapolitica.com.br/products/diferencas-entre-assedio-moral-e-assedio-sexual- no-ambiente-de-trabalho/ • http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1518- 61482012000100013#:~:text=Para%20fins%20deste%20trabalho%20vale,cria%20h%C3%A1bitos %20e%20forja%20comportamentos. • https://blog.sempararempresas.com.br/veiculos/mobilidade-urbana-o-que-e-e-como-superar-os- principais-desafios?gad=1&gclid=CjwKCAjw_aemBhBLEiwAT98FMl7m- kaGgR__TSdjjWFxq7oLZ15h0upZ3Mecu-u2bRPbwPqT1jRVBRoCitcQAvD_BwE • https://www.cnmp.mp.br/portal/acessibilidade#:~:text=Acessibilidade%20pode%20ser%20definid a%20como,e%20comunica%C3%A7%C3%A3o%2C%20bem%20como%20de • https://brasilescola.uol.com.br/educacao/inclusao-social.htm