SlideShare uma empresa Scribd logo
Cidadania!
Ser Cidadão Você vive isolado do mundo e das pessoas, fazendo o que quer, na hora em que lhe  bem entende? Provavelmente não, certo? Mesmo sem perceber, você já sabe o que é  cidadania: este mundo vive em sociedade tem deveres para cumprir e direitos para  serem respeitados.  Cidadania é justamente essa relação de respeito com o meio em que nós vivemos e as  pessoas que fazem parte dele. Os deveres existem para organizar a vida em comunidade.  Em casa, na escola, na rua, no shopping,... em qualquer lugar nós vamos encontrar  regras, o que pode ser feito e o que não pode. Às vezes você perde a paciência com  tudo isso... Mas, se não fosse desse jeito, a convivência ficaria impossível.
Ser Cidadão Os direitos existem para que cada um de nós tenha uma vida digna e decente, ainda  que nem sempre eles sejam respeitados. Como cidadão, todos os seres humanos já  nascem com uma série de direitos: direito à vida, ao trabalho, à liberdade. Também as  crianças têm direitos só para elas, assim como os consumidores, e até mesmo os  animais. Ser cidadão também é bater o pé para que os direitos não sejam só leis no  papel.
Fazer um mundo melhor Ser cidadão é também sair de casa e participar em comunidade. Você pode até achar  que isso não têm nada a ver com o seu dia-a-dia... mas na realidade têm! Cada vez que você agir pensando não só em si mesmo, mas também no bem-estar de  todos, estará exercendo a cidadania. Porque a cidadania não é só direitos e deveres, mas também a consciência de que  devemos nos esforçar para construir um mundo melhor, mesmo com pequenas acções.
Fazer um mundo melhor Todas as vezes que você pôr o lixo  num recipiente próprio, fechar a  torneira para não desperdiçar água,  respeitar quem é diferente de você,  ajudar quem precisa, uma pessoa idosa  a atravessar a rua ou doando roupas e  brinquedos que você já n precisa,  praticar actos que protejam o meio  ambiente, você estará contribuindo  para um mundo melhor. E a isso da-se  o nome de cidadania.
Lixo e Desperdício Um dos maiores problemas do planeta  Terra é a produção de lixo. Tudo aquilo que  jogamos fora pode ser reaproveitado. Os  restos de alimentos são adubos naturais:  cascas, folhas e outros restos de alimentos são  enterrados, estes decompõem-se em matéria  orgânica e servem de alimento às plantas.   O lixo sintético (isto é, aquele que não é natural) também não é simplesmente  sucata. Ele pode ser separado e reaproveitado por um processo chamado de  reciclagem. Papéis, plásticos, vidros e latas são materiais que podem ser reutilizados.
Lixo e Desperdício Por exemplo, podemos separar os copos de iogurte, as garrafas e as latas de  refrigerante, os papéis das embalagens de doces e levar tudo isso para os grandes  recipiente de lixo recicláveis que existem espalhados pela cidade.
Lixo e Desperdício O desperdício de água também é um problema grave, já que em todo o mundo  as reservas de água potável estão cada dia menores. Por isso, escovar os dentes com  a torneira aberta, demorar horas no chuveiro ou deixar vazamentos sem conserto é o  primeiro passo para as torneiras de muita gente morrerem de sede no futuro… A  água é uma das maiores riquezas que existe, e não pode ser jogada fora.
Lixo e Desperdício Evitar o desperdício e reaproveitar  aquilo que não usamos mais também é  uma maneira de exercer a cidadania.  Economizando papéis, por exemplo,  estamos salvando árvores, pois é com a  madeira das árvores que se faz o papel. A reciclagem protege o meio  ambiente porque diminui os montes de  sucata dos liços clandestinos e dos  depósitos de lixo. Reciclar também  diminui a poluição causada pelas  fábricas, que passam a produzir menos  quantidade desses materiais.
Lixo e Desperdício E se usarmos a imaginação, podemos nos divertir com coisas que normalmente  iriam para a lata de lixo. O verso do papel que sai da impressora pode ser utilizado para  rascunho e desenho. Podemos usar as caixas de bombons para fazer máscaras e móbiles.  E quando estivermos cansados de brincar com essas invenções, levamos tudo para  reciclar!
Viva à diferença Todos os dias convivemos com pessoas muito diferentes de nós mesmos. Algumas  são mais velhas, outras mais novas. Existem pessoas mais ricas e mais pobres,  pessoas de raças diferentes (negros, mestiços, índios, orientais, brancos), de crenças  diferentes (católicos, judeus, muçulmanos, budistas, etc.). Tem gente cabeluda e  gente careca, alta e baixa, gorda e magra, de olhos claros e escuros, de nariz grande  e pequeno. Há gente de todo tipo!
Preconceitos??? O preconceito é a falta de tolerância ao diferente. Infelizmente há muitas pessoas que  têm preconceitos. Combater os preconceitos e as desigualdades sociais significa lutar pela  cidadania. No dia-a-dia, com as pessoas com quem você convive: tratando todos com respeito,  sem se importar com a cor, a idade, a aparência, a condição social, a religião...
Preconceitos??? Outra maneira de fazer alguma coisa contra a desigualdade é se unir a  mais gente que pensa da mesma forma. Algumas pessoas tiveram ideias  óptimas para ajudar aqueles que sofrem algum tipo de preconceito, que são  pobres, que passam fome, que não têm condições de estudar, que são vítimas  de alguma doença e da discriminação que ela carrega (como a AIDS, por  exemplo) , ou convivem com uma deficiência física.
Preconceitos??? As ações comunitárias reúnem pessoas para ajudar aquelas que enfrentam  dificuldades. Na maior parte das vezes esse trabalho é voluntário.   Muitas vezes os voluntários reúnem-se e criam uma O.N.G. (Organização Não  Governamental), que é um tipo de empresa sem fins lucrativos. Essas pessoas  organizam-se para fazer da cidadania não mais uma palavra bonita no dicionário, mas  uma maneira de construir um mundo melhor.
Direito à Infância Desde o momento em que nasce,  todas as crianças tornam-se cidadãs. E  por isso, a criança também tem direitos.  Não é porque são pessoas pequenas que  as crianças são menos importantes. Pelo  contrário, elas devem receber atenção  especial, pois a infância é a fase mais  importante da vida. Para que todos tenham uma infância  boa, a O.N.U. (Organização das Nações  Unidas) criou um conjunto de direitos  para as crianças. É a Declaração  Universal dos Direitos da Criança, escrita  em 1959.  Essa declaração assegura que todas as  crianças tenham os mesmos direitos. Elas  não podem sofrer distinção ou  discriminação por motivo de raça, cor,  sexo, língua, religião, opinião política ou  de outra natureza, origem nacional ou  social, riqueza, nascimento ou qualquer  outra condição.
Direito à Infância Casa, comida e remédio não podem  faltar. Todas as crianças têm direito a um  nome e uma nacionalidade, têm direito a  crescer e desenvolverem-se com saúde,  alimentação, recreação e assistência  médica adequadas.  A Declaração diz também que as  crianças com deficiências físicas ou  mentais devem ter tratamento, educação  e cuidados especiais.
Direito à Infância Todas as crianças precisam de amor e compreensão para o desenvolvimento da sua  personalidade, ou seja, para ela decidir o que e como vai ser quando crescer. As  crianças não podem ser separadas das suas mães. O amor de mãe não dá para trocar  por nada deste mundo. Para aquelas que não têm família, a sociedade deve dar  cuidados especiais. Todas as crianças têm o direito de brincar e de não trabalhar até aos 16 anos. Elas  devem ser as primeiras a receber ajuda e protecção em caso de perigo. As crianças devem ser protegidas de qualquer forma de descuido, crueldade e  exploração. As crianças não podem ser objecto de tráfico.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dia Internacional da Mulher
Dia Internacional da MulherDia Internacional da Mulher
Dia Internacional da Mulher
Produções HUMORDATRETA
 
Direitos humanos e cidadania
Direitos humanos e cidadaniaDireitos humanos e cidadania
Direitos humanos e cidadania
Fillipe Lobo
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
MINV
 
Aula Cidadania
Aula CidadaniaAula Cidadania
Aula Cidadania
Ana Márcia
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
Celiomar Queiros
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
Luis De Sousa Rodrigues
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
Karina Moreira
 
Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03
Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03
Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
[nitro] Mapa Mental - Direito e Humanidades - História.pdf
[nitro] Mapa Mental -  Direito e Humanidades - História.pdf[nitro] Mapa Mental -  Direito e Humanidades - História.pdf
[nitro] Mapa Mental - Direito e Humanidades - História.pdf
BrunoCosta364836
 
Aula 05 07 valores e escolhas
Aula 05 07 valores e escolhasAula 05 07 valores e escolhas
Aula 05 07 valores e escolhas
Alessandra Bertão Ribas
 
Cidades Inteligentes
Cidades InteligentesCidades Inteligentes
Cidades Inteligentes
Eduardo Oliveira
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
Mário Aniceto
 
Declaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos HumanosDeclaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos Humanos
thiass
 
Projeto de vida
Projeto de vidaProjeto de vida
Projeto de vida
Andreza Oliveira
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
biblioteca77
 
Valores
ValoresValores
Aula 15 - Estado e Governo
Aula 15 - Estado e GovernoAula 15 - Estado e Governo
Aula 15 - Estado e Governo
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Letramento digital
Letramento digitalLetramento digital
Letramento digital
Gedimar Pereira
 
Filosofia cidadania e democracia
Filosofia cidadania e democraciaFilosofia cidadania e democracia
Filosofia cidadania e democracia
diasferraciolli
 

Mais procurados (20)

Dia Internacional da Mulher
Dia Internacional da MulherDia Internacional da Mulher
Dia Internacional da Mulher
 
Direitos humanos e cidadania
Direitos humanos e cidadaniaDireitos humanos e cidadania
Direitos humanos e cidadania
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
Aula Cidadania
Aula CidadaniaAula Cidadania
Aula Cidadania
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
 
Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03
Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03
Cibercultura e Redes sociais - aula 01 - turma 03
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
[nitro] Mapa Mental - Direito e Humanidades - História.pdf
[nitro] Mapa Mental -  Direito e Humanidades - História.pdf[nitro] Mapa Mental -  Direito e Humanidades - História.pdf
[nitro] Mapa Mental - Direito e Humanidades - História.pdf
 
Aula 05 07 valores e escolhas
Aula 05 07 valores e escolhasAula 05 07 valores e escolhas
Aula 05 07 valores e escolhas
 
Cidades Inteligentes
Cidades InteligentesCidades Inteligentes
Cidades Inteligentes
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Declaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos HumanosDeclaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal dos Direitos Humanos
 
Projeto de vida
Projeto de vidaProjeto de vida
Projeto de vida
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Valores
ValoresValores
Valores
 
Aula 15 - Estado e Governo
Aula 15 - Estado e GovernoAula 15 - Estado e Governo
Aula 15 - Estado e Governo
 
Letramento digital
Letramento digitalLetramento digital
Letramento digital
 
Filosofia cidadania e democracia
Filosofia cidadania e democraciaFilosofia cidadania e democracia
Filosofia cidadania e democracia
 

Semelhante a Cidadania!

Historia cidadania
Historia   cidadaniaHistoria   cidadania
Historia cidadania
AlanWillianLeonioSil
 
Cartilha
CartilhaCartilha
8 jeitos de mudar o mundo
8 jeitos de mudar o mundo8 jeitos de mudar o mundo
8 jeitos de mudar o mundo
Marisa Seara
 
Carta a terra
Carta a terraCarta a terra
Carta a terra
Monyka Alves
 
Dia universaldireitoscrianças exposição
Dia universaldireitoscrianças exposiçãoDia universaldireitoscrianças exposição
Dia universaldireitoscrianças exposição
IsabelPereira2010
 
Zong 1ª Edição
Zong 1ª EdiçãoZong 1ª Edição
Zong 1ª Edição
revistazong
 
Cp! associações pedro pires
Cp!   associações pedro piresCp!   associações pedro pires
Cp! associações pedro pires
Adelino Carlos & Vieira
 
"Carta da Terra para Crianças"
"Carta da Terra para Crianças""Carta da Terra para Crianças"
"Carta da Terra para Crianças"
Uma Lulik
 
Mateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveresMateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveres
Daniel Fantin
 
Mateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveresMateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveres
eduemateus
 
Mateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveresMateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveres
eduemateus
 
Mateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveresMateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveres
Daniel Fantin
 
Mateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveresMateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveres
Daniel Fantin
 
40 contribuições pessoais - ONG AGUA É VIDA
40 contribuições pessoais - ONG AGUA É VIDA40 contribuições pessoais - ONG AGUA É VIDA
40 contribuições pessoais - ONG AGUA É VIDA
Luiz Alberto Palomares
 
Carta Da Terra Para Criancas
Carta Da Terra Para CriancasCarta Da Terra Para Criancas
Carta Da Terra Para Criancas
Projeto Criança em Rede
 
Carta Da Terra Para Criancas
Carta Da Terra Para CriancasCarta Da Terra Para Criancas
Carta Da Terra Para Criancas
Projeto Criança em Rede
 
C tparacriancas naia
C tparacriancas naiaC tparacriancas naia
C tparacriancas naia
kelly mq
 
Carta da Terra para Crianças
Carta da Terra para Crianças Carta da Terra para Crianças
Carta da Terra para Crianças
Nádia Rabelo
 
Carta da Terra para Crianças
Carta da Terra para CriançasCarta da Terra para Crianças
Carta da Terra para Crianças
Daniela Menezes
 
Carta da terra_para_criancas.2011-02-09_16-52-39
Carta da terra_para_criancas.2011-02-09_16-52-39Carta da terra_para_criancas.2011-02-09_16-52-39
Carta da terra_para_criancas.2011-02-09_16-52-39
jaqueegervasio
 

Semelhante a Cidadania! (20)

Historia cidadania
Historia   cidadaniaHistoria   cidadania
Historia cidadania
 
Cartilha
CartilhaCartilha
Cartilha
 
8 jeitos de mudar o mundo
8 jeitos de mudar o mundo8 jeitos de mudar o mundo
8 jeitos de mudar o mundo
 
Carta a terra
Carta a terraCarta a terra
Carta a terra
 
Dia universaldireitoscrianças exposição
Dia universaldireitoscrianças exposiçãoDia universaldireitoscrianças exposição
Dia universaldireitoscrianças exposição
 
Zong 1ª Edição
Zong 1ª EdiçãoZong 1ª Edição
Zong 1ª Edição
 
Cp! associações pedro pires
Cp!   associações pedro piresCp!   associações pedro pires
Cp! associações pedro pires
 
"Carta da Terra para Crianças"
"Carta da Terra para Crianças""Carta da Terra para Crianças"
"Carta da Terra para Crianças"
 
Mateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveresMateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveres
 
Mateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveresMateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveres
 
Mateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveresMateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveres
 
Mateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveresMateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveres
 
Mateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveresMateus e fantin direitos e deveres
Mateus e fantin direitos e deveres
 
40 contribuições pessoais - ONG AGUA É VIDA
40 contribuições pessoais - ONG AGUA É VIDA40 contribuições pessoais - ONG AGUA É VIDA
40 contribuições pessoais - ONG AGUA É VIDA
 
Carta Da Terra Para Criancas
Carta Da Terra Para CriancasCarta Da Terra Para Criancas
Carta Da Terra Para Criancas
 
Carta Da Terra Para Criancas
Carta Da Terra Para CriancasCarta Da Terra Para Criancas
Carta Da Terra Para Criancas
 
C tparacriancas naia
C tparacriancas naiaC tparacriancas naia
C tparacriancas naia
 
Carta da Terra para Crianças
Carta da Terra para Crianças Carta da Terra para Crianças
Carta da Terra para Crianças
 
Carta da Terra para Crianças
Carta da Terra para CriançasCarta da Terra para Crianças
Carta da Terra para Crianças
 
Carta da terra_para_criancas.2011-02-09_16-52-39
Carta da terra_para_criancas.2011-02-09_16-52-39Carta da terra_para_criancas.2011-02-09_16-52-39
Carta da terra_para_criancas.2011-02-09_16-52-39
 

Mais de PanquecasSIAA

Civilizações do Mundo
Civilizações do MundoCivilizações do Mundo
Civilizações do Mundo
PanquecasSIAA
 
Bom dia com beijos
Bom dia com beijosBom dia com beijos
Bom dia com beijos
PanquecasSIAA
 
10 rosas
10 rosas10 rosas
10 rosas
PanquecasSIAA
 
Dia do pai
Dia do paiDia do pai
Dia do pai
PanquecasSIAA
 
Poluição de...
Poluição de...Poluição de...
Poluição de...
PanquecasSIAA
 
25 de abril de 1974
25 de abril de 197425 de abril de 1974
25 de abril de 1974
PanquecasSIAA
 
Trabalho da água
Trabalho da águaTrabalho da água
Trabalho da água
PanquecasSIAA
 
Meio Ambiente - Água
Meio Ambiente - ÁguaMeio Ambiente - Água
Meio Ambiente - Água
PanquecasSIAA
 
Tempestades Tropicais
Tempestades TropicaisTempestades Tropicais
Tempestades Tropicais
PanquecasSIAA
 
Pâques en france
Pâques en francePâques en france
Pâques en france
PanquecasSIAA
 
Poluição das Águas - Problemas Ambientais
Poluição das Águas - Problemas AmbientaisPoluição das Águas - Problemas Ambientais
Poluição das Águas - Problemas Ambientais
PanquecasSIAA
 

Mais de PanquecasSIAA (11)

Civilizações do Mundo
Civilizações do MundoCivilizações do Mundo
Civilizações do Mundo
 
Bom dia com beijos
Bom dia com beijosBom dia com beijos
Bom dia com beijos
 
10 rosas
10 rosas10 rosas
10 rosas
 
Dia do pai
Dia do paiDia do pai
Dia do pai
 
Poluição de...
Poluição de...Poluição de...
Poluição de...
 
25 de abril de 1974
25 de abril de 197425 de abril de 1974
25 de abril de 1974
 
Trabalho da água
Trabalho da águaTrabalho da água
Trabalho da água
 
Meio Ambiente - Água
Meio Ambiente - ÁguaMeio Ambiente - Água
Meio Ambiente - Água
 
Tempestades Tropicais
Tempestades TropicaisTempestades Tropicais
Tempestades Tropicais
 
Pâques en france
Pâques en francePâques en france
Pâques en france
 
Poluição das Águas - Problemas Ambientais
Poluição das Águas - Problemas AmbientaisPoluição das Águas - Problemas Ambientais
Poluição das Águas - Problemas Ambientais
 

Último

Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 

Último (20)

Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 

Cidadania!

  • 2. Ser Cidadão Você vive isolado do mundo e das pessoas, fazendo o que quer, na hora em que lhe bem entende? Provavelmente não, certo? Mesmo sem perceber, você já sabe o que é cidadania: este mundo vive em sociedade tem deveres para cumprir e direitos para serem respeitados. Cidadania é justamente essa relação de respeito com o meio em que nós vivemos e as pessoas que fazem parte dele. Os deveres existem para organizar a vida em comunidade. Em casa, na escola, na rua, no shopping,... em qualquer lugar nós vamos encontrar regras, o que pode ser feito e o que não pode. Às vezes você perde a paciência com tudo isso... Mas, se não fosse desse jeito, a convivência ficaria impossível.
  • 3. Ser Cidadão Os direitos existem para que cada um de nós tenha uma vida digna e decente, ainda que nem sempre eles sejam respeitados. Como cidadão, todos os seres humanos já nascem com uma série de direitos: direito à vida, ao trabalho, à liberdade. Também as crianças têm direitos só para elas, assim como os consumidores, e até mesmo os animais. Ser cidadão também é bater o pé para que os direitos não sejam só leis no papel.
  • 4. Fazer um mundo melhor Ser cidadão é também sair de casa e participar em comunidade. Você pode até achar que isso não têm nada a ver com o seu dia-a-dia... mas na realidade têm! Cada vez que você agir pensando não só em si mesmo, mas também no bem-estar de todos, estará exercendo a cidadania. Porque a cidadania não é só direitos e deveres, mas também a consciência de que devemos nos esforçar para construir um mundo melhor, mesmo com pequenas acções.
  • 5. Fazer um mundo melhor Todas as vezes que você pôr o lixo num recipiente próprio, fechar a torneira para não desperdiçar água, respeitar quem é diferente de você, ajudar quem precisa, uma pessoa idosa a atravessar a rua ou doando roupas e brinquedos que você já n precisa, praticar actos que protejam o meio ambiente, você estará contribuindo para um mundo melhor. E a isso da-se o nome de cidadania.
  • 6. Lixo e Desperdício Um dos maiores problemas do planeta Terra é a produção de lixo. Tudo aquilo que jogamos fora pode ser reaproveitado. Os restos de alimentos são adubos naturais: cascas, folhas e outros restos de alimentos são enterrados, estes decompõem-se em matéria orgânica e servem de alimento às plantas. O lixo sintético (isto é, aquele que não é natural) também não é simplesmente sucata. Ele pode ser separado e reaproveitado por um processo chamado de reciclagem. Papéis, plásticos, vidros e latas são materiais que podem ser reutilizados.
  • 7. Lixo e Desperdício Por exemplo, podemos separar os copos de iogurte, as garrafas e as latas de refrigerante, os papéis das embalagens de doces e levar tudo isso para os grandes recipiente de lixo recicláveis que existem espalhados pela cidade.
  • 8. Lixo e Desperdício O desperdício de água também é um problema grave, já que em todo o mundo as reservas de água potável estão cada dia menores. Por isso, escovar os dentes com a torneira aberta, demorar horas no chuveiro ou deixar vazamentos sem conserto é o primeiro passo para as torneiras de muita gente morrerem de sede no futuro… A água é uma das maiores riquezas que existe, e não pode ser jogada fora.
  • 9. Lixo e Desperdício Evitar o desperdício e reaproveitar aquilo que não usamos mais também é uma maneira de exercer a cidadania. Economizando papéis, por exemplo, estamos salvando árvores, pois é com a madeira das árvores que se faz o papel. A reciclagem protege o meio ambiente porque diminui os montes de sucata dos liços clandestinos e dos depósitos de lixo. Reciclar também diminui a poluição causada pelas fábricas, que passam a produzir menos quantidade desses materiais.
  • 10. Lixo e Desperdício E se usarmos a imaginação, podemos nos divertir com coisas que normalmente iriam para a lata de lixo. O verso do papel que sai da impressora pode ser utilizado para rascunho e desenho. Podemos usar as caixas de bombons para fazer máscaras e móbiles. E quando estivermos cansados de brincar com essas invenções, levamos tudo para reciclar!
  • 11. Viva à diferença Todos os dias convivemos com pessoas muito diferentes de nós mesmos. Algumas são mais velhas, outras mais novas. Existem pessoas mais ricas e mais pobres, pessoas de raças diferentes (negros, mestiços, índios, orientais, brancos), de crenças diferentes (católicos, judeus, muçulmanos, budistas, etc.). Tem gente cabeluda e gente careca, alta e baixa, gorda e magra, de olhos claros e escuros, de nariz grande e pequeno. Há gente de todo tipo!
  • 12. Preconceitos??? O preconceito é a falta de tolerância ao diferente. Infelizmente há muitas pessoas que têm preconceitos. Combater os preconceitos e as desigualdades sociais significa lutar pela cidadania. No dia-a-dia, com as pessoas com quem você convive: tratando todos com respeito, sem se importar com a cor, a idade, a aparência, a condição social, a religião...
  • 13. Preconceitos??? Outra maneira de fazer alguma coisa contra a desigualdade é se unir a mais gente que pensa da mesma forma. Algumas pessoas tiveram ideias óptimas para ajudar aqueles que sofrem algum tipo de preconceito, que são pobres, que passam fome, que não têm condições de estudar, que são vítimas de alguma doença e da discriminação que ela carrega (como a AIDS, por exemplo) , ou convivem com uma deficiência física.
  • 14. Preconceitos??? As ações comunitárias reúnem pessoas para ajudar aquelas que enfrentam dificuldades. Na maior parte das vezes esse trabalho é voluntário. Muitas vezes os voluntários reúnem-se e criam uma O.N.G. (Organização Não Governamental), que é um tipo de empresa sem fins lucrativos. Essas pessoas organizam-se para fazer da cidadania não mais uma palavra bonita no dicionário, mas uma maneira de construir um mundo melhor.
  • 15. Direito à Infância Desde o momento em que nasce, todas as crianças tornam-se cidadãs. E por isso, a criança também tem direitos. Não é porque são pessoas pequenas que as crianças são menos importantes. Pelo contrário, elas devem receber atenção especial, pois a infância é a fase mais importante da vida. Para que todos tenham uma infância boa, a O.N.U. (Organização das Nações Unidas) criou um conjunto de direitos para as crianças. É a Declaração Universal dos Direitos da Criança, escrita em 1959. Essa declaração assegura que todas as crianças tenham os mesmos direitos. Elas não podem sofrer distinção ou discriminação por motivo de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento ou qualquer outra condição.
  • 16. Direito à Infância Casa, comida e remédio não podem faltar. Todas as crianças têm direito a um nome e uma nacionalidade, têm direito a crescer e desenvolverem-se com saúde, alimentação, recreação e assistência médica adequadas. A Declaração diz também que as crianças com deficiências físicas ou mentais devem ter tratamento, educação e cuidados especiais.
  • 17. Direito à Infância Todas as crianças precisam de amor e compreensão para o desenvolvimento da sua personalidade, ou seja, para ela decidir o que e como vai ser quando crescer. As crianças não podem ser separadas das suas mães. O amor de mãe não dá para trocar por nada deste mundo. Para aquelas que não têm família, a sociedade deve dar cuidados especiais. Todas as crianças têm o direito de brincar e de não trabalhar até aos 16 anos. Elas devem ser as primeiras a receber ajuda e protecção em caso de perigo. As crianças devem ser protegidas de qualquer forma de descuido, crueldade e exploração. As crianças não podem ser objecto de tráfico.