SlideShare uma empresa Scribd logo
Igor Batista 06 Turma 104
Isabel Cristina 07 Turma 104
Suellen Barros 25 Turma 104
Patrícia Santos 19 Turma 104
Comissão de Infecções Hospitalares
 A Comissão de Controle da Infecção Hospitalar (CCIH) nasceu no
ano de 1970 com o intuito de se conhecer os índices de infecção
hospitalar, visando controlar as infecções hospitalares através de
ações objetivam prevenir e reduzir a incidência desse tipo de
infecção. Todo hospital deve constituir uma Comissão de Controle
de Infecção Hospitalar, que é responsável por uma série de
medidas como o incentivo da correta higienização das mãos dos
profissionais de saúde; o controle do uso de antimicrobianos, a
fiscalização da limpeza e desinfecção de artigos e superfícies, etc.
A Lei Federal n° 6.431, de 06 de janeiro de 1997, instituiu
a obrigatoriedade da existência da Comissão de Controle
de Infecção Hospitalar (CCIH) .
É necessário que os profissionais que participam da comissão possuam
treinamento para a atuação nesta área. Há exigência legal para
manutenção de pelo menos um médico e uma enfermeira na CCIH de
cada hospital. Isto está regulamentado em portaria do Ministério da
Saúde. Outros profissionais do hospital também devem participar da
CCIH. Eles contribuem para a padronização correta dos procedimentos
a serem executados. Estes profissionais devem possuir formação de
nível superior e são:
-farmacêuticos,
-microbiologistas,
-epidemiologistas,
-representantes médicos da área cirúrgica,
-clínica e obstétrica.
O número de componentes de uma Comissão depende de uma série
de fatores, tais como: tipo de hospital, número de leitos, taxa de
ocupação e taxa de infecção. Assim, em hospitais pequenos, a
responsabilidade poderá ser confiada apenas a um profissional, que
reúna conhecimentos de bacteriologia, epidemiologia e de enfermagem.
Existem três objetivos principais para o programa de controle e prevenção
da CCIH proteção do paciente; proteção do profissional de saúde e atingir
os dois objetivos anteriores de maneira mais custo-efetiva quanto possível,
por motivo desse setor ser de suma importância para qualquer Hospital. O
bom êxito, depende do esforço permanente e sistematizado de todo
pessoal hospitalar e não apenas da C.C.I.H., isoladamente, pois trata-se de
um trabalho difícil que exige a colaboração contínua e eficiente de todos.
As atividades de relevância da C.C.I.H. podem ser agrupadas em:
 Controle do ambiente: As ações da C.C.I.H. devem estar planejadas
para manter o controle das infecções em todas as áreas do ambiente
hospitalar, dando, porém, prioridade às áreas críticas.
 Controle do pessoal: A maioria dos autores consideram o elemento
humano, servidores do hospital, visitantes e em particular o paciente,
como sendo a maior fonte de infecção hospitalar. A atenção da C.C.I.H.
deve estar voltada para os três aspectos de pessoal e programar suas
ações no sentido de proteger esta mesma população, bem como
prevenir e combater os agentes infecciosos.
 Controle de produtos químicos: Cabe, portanto, à C.C.I.H:
- a Seleção dos produtos químicos - germicidas, desinfetantes, antissépticos, agentes
de limpeza;
- o controle da sua aquisição e emprego;
- o teste bacteriológico periódico;
- a elaboração de normas e rotinas quanto ao uso dos mesmos.
 Elaboração de normas e rotinas: As normas estabelecem em princípios científicos
e de autoridade o que e como deve ser feita em determinada situação. As rotinas
consistem na descrição sistematizada dos passos a serem dados para a execução
das ações componentes de uma atividade. São o produto do estudo e vivência
adquiridas nas rotinas diárias, no trabalho de planejamento, na orientação e no
treinamento do pessoal.
 Investigação epidemiológica: A vigilância epidemiológica possibilita a tomada de
decisões corretas em tempo oportuno. Este conjunto de ações de investigação
epidemiológica dá à C.C.I.H. maior possibilidade de controle das infecções, e
consequentemente de eliminar as causas.
 Reuniões periódicas: Periodicamente a C.C.I.H. deve reunir-se para analisar e
avaliar programas, número, natureza e quantidade de infecções e programar novas
ações.
A Enfermagem dentro das Comissões de Controle
Hospitalar (CCIH), é de extrema importância já que é o
profissional de saúde que tem um contato mais direto com
o paciente .De uma forma geral o papel do Enfermeiro
nessa Comissão é o de orientar os profissionais de Saúde
no que diz respeito a prevenção de infecções e contribuir
com medidas específicas para que não ocorra
disseminação de microrganismos dentro do ambiente
hospitalar.
A educação continuada é importante para atualização e
preparo do profissional da saúde cuja vida humana está
direta ou indiretamente em suas mãos. Serve para rever
conceitos, técnicas e com isso aprimorar seus
conhecimentos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Biossegurança
BiossegurançaBiossegurança
Biossegurança
Sheilla Sandes
 
Clínica Cirúrgica e Centro Cirúrgico
Clínica Cirúrgica e Centro CirúrgicoClínica Cirúrgica e Centro Cirúrgico
Clínica Cirúrgica e Centro Cirúrgico
Sou Enfermagem
 
1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem
Elter Alves
 
Sae
SaeSae
Assistencia domiciliar
Assistencia domiciliarAssistencia domiciliar
Assistencia domiciliar
jorge luiz dos santos de souza
 
Aula Central de material Esterilizado
Aula Central de material EsterilizadoAula Central de material Esterilizado
Aula Central de material Esterilizado
Conceição Quirino
 
Organização, estrutura e funcionamento hospitalar
Organização, estrutura e funcionamento hospitalarOrganização, estrutura e funcionamento hospitalar
Organização, estrutura e funcionamento hospitalar
NEELLITON SANTOS
 
Lei do exercicio profissional
Lei do exercicio profissionalLei do exercicio profissional
Lei do exercicio profissional
Fernando Dias
 
Assistencia enfermagem-cirurgica
Assistencia enfermagem-cirurgicaAssistencia enfermagem-cirurgica
Assistencia enfermagem-cirurgica
FatianeSantos
 
Biossegurança na enfermagem
Biossegurança na enfermagemBiossegurança na enfermagem
Biossegurança na enfermagem
Juliana Maciel
 
Ética Profissional de enfermagem
Ética Profissional de enfermagemÉtica Profissional de enfermagem
Ética Profissional de enfermagem
fnanda
 
Sistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagemSistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagem
Danilo Nunes Anunciação
 
Prevenção e controle de infecções- Tópico 9_Guia curricular da OMS
Prevenção e controle de infecções- Tópico 9_Guia curricular da OMSPrevenção e controle de infecções- Tópico 9_Guia curricular da OMS
Prevenção e controle de infecções- Tópico 9_Guia curricular da OMS
Proqualis
 
Aula 01 O Hospital
Aula 01 O HospitalAula 01 O Hospital
Aula 01 O Hospital
Nadja Martins
 
higiene e conforto do paciente
higiene e conforto do pacientehigiene e conforto do paciente
higiene e conforto do paciente
Viviane da Silva
 
Infecção hospitalar
Infecção hospitalarInfecção hospitalar
Infecção hospitalar
Waslan Oliveira
 
Aula anotação de enfermagem
Aula anotação de enfermagem Aula anotação de enfermagem
Aula anotação de enfermagem
Rafaela Amanso
 
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópiaAula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
Karla Toledo
 
Higiene Hospitalar
Higiene HospitalarHigiene Hospitalar
Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2
Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2
Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2
Aline Bandeira
 

Mais procurados (20)

Biossegurança
BiossegurançaBiossegurança
Biossegurança
 
Clínica Cirúrgica e Centro Cirúrgico
Clínica Cirúrgica e Centro CirúrgicoClínica Cirúrgica e Centro Cirúrgico
Clínica Cirúrgica e Centro Cirúrgico
 
1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem
 
Sae
SaeSae
Sae
 
Assistencia domiciliar
Assistencia domiciliarAssistencia domiciliar
Assistencia domiciliar
 
Aula Central de material Esterilizado
Aula Central de material EsterilizadoAula Central de material Esterilizado
Aula Central de material Esterilizado
 
Organização, estrutura e funcionamento hospitalar
Organização, estrutura e funcionamento hospitalarOrganização, estrutura e funcionamento hospitalar
Organização, estrutura e funcionamento hospitalar
 
Lei do exercicio profissional
Lei do exercicio profissionalLei do exercicio profissional
Lei do exercicio profissional
 
Assistencia enfermagem-cirurgica
Assistencia enfermagem-cirurgicaAssistencia enfermagem-cirurgica
Assistencia enfermagem-cirurgica
 
Biossegurança na enfermagem
Biossegurança na enfermagemBiossegurança na enfermagem
Biossegurança na enfermagem
 
Ética Profissional de enfermagem
Ética Profissional de enfermagemÉtica Profissional de enfermagem
Ética Profissional de enfermagem
 
Sistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagemSistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagem
 
Prevenção e controle de infecções- Tópico 9_Guia curricular da OMS
Prevenção e controle de infecções- Tópico 9_Guia curricular da OMSPrevenção e controle de infecções- Tópico 9_Guia curricular da OMS
Prevenção e controle de infecções- Tópico 9_Guia curricular da OMS
 
Aula 01 O Hospital
Aula 01 O HospitalAula 01 O Hospital
Aula 01 O Hospital
 
higiene e conforto do paciente
higiene e conforto do pacientehigiene e conforto do paciente
higiene e conforto do paciente
 
Infecção hospitalar
Infecção hospitalarInfecção hospitalar
Infecção hospitalar
 
Aula anotação de enfermagem
Aula anotação de enfermagem Aula anotação de enfermagem
Aula anotação de enfermagem
 
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópiaAula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
 
Higiene Hospitalar
Higiene HospitalarHigiene Hospitalar
Higiene Hospitalar
 
Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2
Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2
Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2
 

Destaque

Aula CCIH/CTI
Aula CCIH/CTIAula CCIH/CTI
Aula CCIH/CTI
Rodrigo Biondi
 
Infeccao hospitalar prevencao e controle pelo profissional de enfermagem
Infeccao hospitalar   prevencao e controle pelo profissional de enfermagemInfeccao hospitalar   prevencao e controle pelo profissional de enfermagem
Infeccao hospitalar prevencao e controle pelo profissional de enfermagem
Unichristus Centro Universitário
 
Ccih
CcihCcih
Infecção Hospitalar
Infecção HospitalarInfecção Hospitalar
Infecção Hospitalar
guest6fe9cc
 
Isolamento
IsolamentoIsolamento
Isolamento
Rodrigo Abreu
 
Biossegurança nas ações de saúde
Biossegurança nas ações de saúdeBiossegurança nas ações de saúde
Biossegurança nas ações de saúde
Wheverton Teixeira
 
Biossegurança 1
Biossegurança 1Biossegurança 1
Biossegurança 1
drjeffersontst
 
Aula biossegurança
Aula biossegurançaAula biossegurança
Aula biossegurança
Renatbar
 
Biossegurança 1
Biossegurança 1Biossegurança 1
Biossegurança 1
sergio oliveira
 
Aula residuos de serviços da saúde
Aula   residuos de serviços da saúdeAula   residuos de serviços da saúde
Aula residuos de serviços da saúde
santhdalcin
 
CCIH 2015 Adrian Kerrigan Plenary 3
CCIH 2015 Adrian Kerrigan Plenary 3CCIH 2015 Adrian Kerrigan Plenary 3
CCIH 2015 Adrian Kerrigan Plenary 3
Christian Connections for International Health
 
Bioproteção e CCIH
Bioproteção e CCIHBioproteção e CCIH
Bioproteção e CCIH
Marcos Matheus
 
Unidade do paciente
Unidade do pacienteUnidade do paciente
Unidade do paciente
Edna Rúbia Paulino de Oliveira
 
Limpeza terminal
Limpeza terminalLimpeza terminal
Limpeza terminal
Viviane da Silva
 
Презентация мастертва
Презентация мастертваПрезентация мастертва
Презентация мастертва
ukrasimvse
 
Bloque 1 filosofía
Bloque 1 filosofíaBloque 1 filosofía
Bloque 1 filosofía
Alvaro Benavides Muñoz
 
Twice
TwiceTwice

Destaque (17)

Aula CCIH/CTI
Aula CCIH/CTIAula CCIH/CTI
Aula CCIH/CTI
 
Infeccao hospitalar prevencao e controle pelo profissional de enfermagem
Infeccao hospitalar   prevencao e controle pelo profissional de enfermagemInfeccao hospitalar   prevencao e controle pelo profissional de enfermagem
Infeccao hospitalar prevencao e controle pelo profissional de enfermagem
 
Ccih
CcihCcih
Ccih
 
Infecção Hospitalar
Infecção HospitalarInfecção Hospitalar
Infecção Hospitalar
 
Isolamento
IsolamentoIsolamento
Isolamento
 
Biossegurança nas ações de saúde
Biossegurança nas ações de saúdeBiossegurança nas ações de saúde
Biossegurança nas ações de saúde
 
Biossegurança 1
Biossegurança 1Biossegurança 1
Biossegurança 1
 
Aula biossegurança
Aula biossegurançaAula biossegurança
Aula biossegurança
 
Biossegurança 1
Biossegurança 1Biossegurança 1
Biossegurança 1
 
Aula residuos de serviços da saúde
Aula   residuos de serviços da saúdeAula   residuos de serviços da saúde
Aula residuos de serviços da saúde
 
CCIH 2015 Adrian Kerrigan Plenary 3
CCIH 2015 Adrian Kerrigan Plenary 3CCIH 2015 Adrian Kerrigan Plenary 3
CCIH 2015 Adrian Kerrigan Plenary 3
 
Bioproteção e CCIH
Bioproteção e CCIHBioproteção e CCIH
Bioproteção e CCIH
 
Unidade do paciente
Unidade do pacienteUnidade do paciente
Unidade do paciente
 
Limpeza terminal
Limpeza terminalLimpeza terminal
Limpeza terminal
 
Презентация мастертва
Презентация мастертваПрезентация мастертва
Презентация мастертва
 
Bloque 1 filosofía
Bloque 1 filosofíaBloque 1 filosofía
Bloque 1 filosofía
 
Twice
TwiceTwice
Twice
 

Semelhante a CCIH

Caderno a
Caderno aCaderno a
BIOSSEGURANÇA APLICADA A SAUDE - AULA 07
BIOSSEGURANÇA APLICADA A SAUDE - AULA 07BIOSSEGURANÇA APLICADA A SAUDE - AULA 07
BIOSSEGURANÇA APLICADA A SAUDE - AULA 07
PriscilaGodim1
 
Avaliação fundamentos de enfermagem
Avaliação fundamentos de enfermagemAvaliação fundamentos de enfermagem
Avaliação fundamentos de enfermagem
Patrícia Borges
 
Infecção hospitalar, apresentação de discentes .pptx
Infecção hospitalar, apresentação de discentes .pptxInfecção hospitalar, apresentação de discentes .pptx
Infecção hospitalar, apresentação de discentes .pptx
RaquelOlimpio1
 
Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...
Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...
Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...
SrgioValverde
 
acreditação em centro cirúrgico
acreditação em centro cirúrgicoacreditação em centro cirúrgico
acreditação em centro cirúrgico
josi uchoa
 
Módulo 1 legislação e programa de prevenção e controle de infecção hospital...
Módulo 1   legislação e programa de prevenção e controle de infecção hospital...Módulo 1   legislação e programa de prevenção e controle de infecção hospital...
Módulo 1 legislação e programa de prevenção e controle de infecção hospital...
Conceicao Cavalcante
 
Manual de Higienização Hospitalar Versão 2015
Manual de Higienização Hospitalar Versão 2015Manual de Higienização Hospitalar Versão 2015
Manual de Higienização Hospitalar Versão 2015
General Clean
 
Manual Higiene e Desinfecção Hospitalar
Manual Higiene e Desinfecção HospitalarManual Higiene e Desinfecção Hospitalar
Manual Higiene e Desinfecção Hospitalar
General Clean
 
Reducing cost conceptions and innovations
Reducing cost conceptions and innovationsReducing cost conceptions and innovations
Reducing cost conceptions and innovations
António José Lopes de Almeida
 
Higienização das mãos
Higienização das mãos Higienização das mãos
Higienização das mãos
Solange Giaretta
 
Curso básico de controle de infecção hospitalar
Curso básico de controle de infecção hospitalarCurso básico de controle de infecção hospitalar
Curso básico de controle de infecção hospitalar
lima10
 
2. anvs hig das maos
2. anvs   hig das maos2. anvs   hig das maos
2. anvs hig das maos
Simone Cardoso
 
Aula metas internacionais.pptx
Aula metas internacionais.pptxAula metas internacionais.pptx
Aula metas internacionais.pptx
Kelengomez
 
Manual de Higienização Hospitalar, limpeza.pdf
Manual de Higienização Hospitalar, limpeza.pdfManual de Higienização Hospitalar, limpeza.pdf
Manual de Higienização Hospitalar, limpeza.pdf
Manuel Pacheco Vieira
 
Manual de higienização hospitalar
Manual de higienização hospitalarManual de higienização hospitalar
Manual de higienização hospitalar
Higiclear
 
Artigo bioterra v16_n1_04
Artigo bioterra v16_n1_04Artigo bioterra v16_n1_04
Artigo bioterra v16_n1_04
Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
slide segurança do paciente.pptxnnnnnnnn
slide segurança do paciente.pptxnnnnnnnnslide segurança do paciente.pptxnnnnnnnn
slide segurança do paciente.pptxnnnnnnnn
pamelacastro71
 
D2011_10001822012_2916024_1-converted.docx
D2011_10001822012_2916024_1-converted.docxD2011_10001822012_2916024_1-converted.docx
D2011_10001822012_2916024_1-converted.docx
MiguelAlmeida502577
 
Epidemiologia clínica e gerenciamento da clínica
Epidemiologia clínica e gerenciamento da clínicaEpidemiologia clínica e gerenciamento da clínica
Epidemiologia clínica e gerenciamento da clínica
Ricardo Alexandre
 

Semelhante a CCIH (20)

Caderno a
Caderno aCaderno a
Caderno a
 
BIOSSEGURANÇA APLICADA A SAUDE - AULA 07
BIOSSEGURANÇA APLICADA A SAUDE - AULA 07BIOSSEGURANÇA APLICADA A SAUDE - AULA 07
BIOSSEGURANÇA APLICADA A SAUDE - AULA 07
 
Avaliação fundamentos de enfermagem
Avaliação fundamentos de enfermagemAvaliação fundamentos de enfermagem
Avaliação fundamentos de enfermagem
 
Infecção hospitalar, apresentação de discentes .pptx
Infecção hospitalar, apresentação de discentes .pptxInfecção hospitalar, apresentação de discentes .pptx
Infecção hospitalar, apresentação de discentes .pptx
 
Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...
Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...
Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...
 
acreditação em centro cirúrgico
acreditação em centro cirúrgicoacreditação em centro cirúrgico
acreditação em centro cirúrgico
 
Módulo 1 legislação e programa de prevenção e controle de infecção hospital...
Módulo 1   legislação e programa de prevenção e controle de infecção hospital...Módulo 1   legislação e programa de prevenção e controle de infecção hospital...
Módulo 1 legislação e programa de prevenção e controle de infecção hospital...
 
Manual de Higienização Hospitalar Versão 2015
Manual de Higienização Hospitalar Versão 2015Manual de Higienização Hospitalar Versão 2015
Manual de Higienização Hospitalar Versão 2015
 
Manual Higiene e Desinfecção Hospitalar
Manual Higiene e Desinfecção HospitalarManual Higiene e Desinfecção Hospitalar
Manual Higiene e Desinfecção Hospitalar
 
Reducing cost conceptions and innovations
Reducing cost conceptions and innovationsReducing cost conceptions and innovations
Reducing cost conceptions and innovations
 
Higienização das mãos
Higienização das mãos Higienização das mãos
Higienização das mãos
 
Curso básico de controle de infecção hospitalar
Curso básico de controle de infecção hospitalarCurso básico de controle de infecção hospitalar
Curso básico de controle de infecção hospitalar
 
2. anvs hig das maos
2. anvs   hig das maos2. anvs   hig das maos
2. anvs hig das maos
 
Aula metas internacionais.pptx
Aula metas internacionais.pptxAula metas internacionais.pptx
Aula metas internacionais.pptx
 
Manual de Higienização Hospitalar, limpeza.pdf
Manual de Higienização Hospitalar, limpeza.pdfManual de Higienização Hospitalar, limpeza.pdf
Manual de Higienização Hospitalar, limpeza.pdf
 
Manual de higienização hospitalar
Manual de higienização hospitalarManual de higienização hospitalar
Manual de higienização hospitalar
 
Artigo bioterra v16_n1_04
Artigo bioterra v16_n1_04Artigo bioterra v16_n1_04
Artigo bioterra v16_n1_04
 
slide segurança do paciente.pptxnnnnnnnn
slide segurança do paciente.pptxnnnnnnnnslide segurança do paciente.pptxnnnnnnnn
slide segurança do paciente.pptxnnnnnnnn
 
D2011_10001822012_2916024_1-converted.docx
D2011_10001822012_2916024_1-converted.docxD2011_10001822012_2916024_1-converted.docx
D2011_10001822012_2916024_1-converted.docx
 
Epidemiologia clínica e gerenciamento da clínica
Epidemiologia clínica e gerenciamento da clínicaEpidemiologia clínica e gerenciamento da clínica
Epidemiologia clínica e gerenciamento da clínica
 

Último

Treinamento Técnico de Equipe WB Engenharia.pptx
Treinamento Técnico de Equipe  WB Engenharia.pptxTreinamento Técnico de Equipe  WB Engenharia.pptx
Treinamento Técnico de Equipe WB Engenharia.pptx
luanaazzisesmt
 
Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.
Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.
Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.
LuizGustavoCiciliato
 
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagemAula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Jssica597589
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
danielecarvalho75
 
Anatomofisiologia do aparelho locomotor.
Anatomofisiologia do aparelho locomotor.Anatomofisiologia do aparelho locomotor.
Anatomofisiologia do aparelho locomotor.
musicasdeteclado
 
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema TegumentarSeminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
PatrciaOliveiraPat
 
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
NanandorMacosso
 
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamenteSeminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
LasAraujo12
 
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabiConferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
FabianeOlegario2
 
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
balmeida871
 

Último (10)

Treinamento Técnico de Equipe WB Engenharia.pptx
Treinamento Técnico de Equipe  WB Engenharia.pptxTreinamento Técnico de Equipe  WB Engenharia.pptx
Treinamento Técnico de Equipe WB Engenharia.pptx
 
Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.
Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.
Certificado Introdução à Terapia Cognitiva.
 
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagemAula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA (1).pptx
 
Anatomofisiologia do aparelho locomotor.
Anatomofisiologia do aparelho locomotor.Anatomofisiologia do aparelho locomotor.
Anatomofisiologia do aparelho locomotor.
 
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema TegumentarSeminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
 
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
 
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamenteSeminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
Seminário Aleitamento Materno em PDF disponivel gratuitamente
 
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabiConferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
 
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
 

CCIH

  • 1. Igor Batista 06 Turma 104 Isabel Cristina 07 Turma 104 Suellen Barros 25 Turma 104 Patrícia Santos 19 Turma 104 Comissão de Infecções Hospitalares
  • 2.  A Comissão de Controle da Infecção Hospitalar (CCIH) nasceu no ano de 1970 com o intuito de se conhecer os índices de infecção hospitalar, visando controlar as infecções hospitalares através de ações objetivam prevenir e reduzir a incidência desse tipo de infecção. Todo hospital deve constituir uma Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, que é responsável por uma série de medidas como o incentivo da correta higienização das mãos dos profissionais de saúde; o controle do uso de antimicrobianos, a fiscalização da limpeza e desinfecção de artigos e superfícies, etc. A Lei Federal n° 6.431, de 06 de janeiro de 1997, instituiu a obrigatoriedade da existência da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) .
  • 3. É necessário que os profissionais que participam da comissão possuam treinamento para a atuação nesta área. Há exigência legal para manutenção de pelo menos um médico e uma enfermeira na CCIH de cada hospital. Isto está regulamentado em portaria do Ministério da Saúde. Outros profissionais do hospital também devem participar da CCIH. Eles contribuem para a padronização correta dos procedimentos a serem executados. Estes profissionais devem possuir formação de nível superior e são: -farmacêuticos, -microbiologistas, -epidemiologistas, -representantes médicos da área cirúrgica, -clínica e obstétrica. O número de componentes de uma Comissão depende de uma série de fatores, tais como: tipo de hospital, número de leitos, taxa de ocupação e taxa de infecção. Assim, em hospitais pequenos, a responsabilidade poderá ser confiada apenas a um profissional, que reúna conhecimentos de bacteriologia, epidemiologia e de enfermagem.
  • 4. Existem três objetivos principais para o programa de controle e prevenção da CCIH proteção do paciente; proteção do profissional de saúde e atingir os dois objetivos anteriores de maneira mais custo-efetiva quanto possível, por motivo desse setor ser de suma importância para qualquer Hospital. O bom êxito, depende do esforço permanente e sistematizado de todo pessoal hospitalar e não apenas da C.C.I.H., isoladamente, pois trata-se de um trabalho difícil que exige a colaboração contínua e eficiente de todos. As atividades de relevância da C.C.I.H. podem ser agrupadas em:  Controle do ambiente: As ações da C.C.I.H. devem estar planejadas para manter o controle das infecções em todas as áreas do ambiente hospitalar, dando, porém, prioridade às áreas críticas.  Controle do pessoal: A maioria dos autores consideram o elemento humano, servidores do hospital, visitantes e em particular o paciente, como sendo a maior fonte de infecção hospitalar. A atenção da C.C.I.H. deve estar voltada para os três aspectos de pessoal e programar suas ações no sentido de proteger esta mesma população, bem como prevenir e combater os agentes infecciosos.
  • 5.  Controle de produtos químicos: Cabe, portanto, à C.C.I.H: - a Seleção dos produtos químicos - germicidas, desinfetantes, antissépticos, agentes de limpeza; - o controle da sua aquisição e emprego; - o teste bacteriológico periódico; - a elaboração de normas e rotinas quanto ao uso dos mesmos.  Elaboração de normas e rotinas: As normas estabelecem em princípios científicos e de autoridade o que e como deve ser feita em determinada situação. As rotinas consistem na descrição sistematizada dos passos a serem dados para a execução das ações componentes de uma atividade. São o produto do estudo e vivência adquiridas nas rotinas diárias, no trabalho de planejamento, na orientação e no treinamento do pessoal.  Investigação epidemiológica: A vigilância epidemiológica possibilita a tomada de decisões corretas em tempo oportuno. Este conjunto de ações de investigação epidemiológica dá à C.C.I.H. maior possibilidade de controle das infecções, e consequentemente de eliminar as causas.  Reuniões periódicas: Periodicamente a C.C.I.H. deve reunir-se para analisar e avaliar programas, número, natureza e quantidade de infecções e programar novas ações.
  • 6. A Enfermagem dentro das Comissões de Controle Hospitalar (CCIH), é de extrema importância já que é o profissional de saúde que tem um contato mais direto com o paciente .De uma forma geral o papel do Enfermeiro nessa Comissão é o de orientar os profissionais de Saúde no que diz respeito a prevenção de infecções e contribuir com medidas específicas para que não ocorra disseminação de microrganismos dentro do ambiente hospitalar.
  • 7. A educação continuada é importante para atualização e preparo do profissional da saúde cuja vida humana está direta ou indiretamente em suas mãos. Serve para rever conceitos, técnicas e com isso aprimorar seus conhecimentos.