SlideShare uma empresa Scribd logo
LEI DE TRANSIÇÃO 1
1
Anteprojeto de Lei
Regula o período de transição com vistas à
estruturação do Corpo de Bombeiros Militar do Rio
Grande do Sul e dá outras providências.
O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL.
Faço saber, em cumprimento ao disposto no artigo 82, inciso IV, da
Constituição do Estado, que a Assembléia Legislativa aprovou e eu
sanciono e promulgo a Lei seguinte:
Art. 1º - Para fins de acompanhamento e controle do
desmembramento do Corpo de Bombeiros Militar da Brigada Militar, o
Poder Executivo Estadual nomeará uma Comissão Transitória, com
participação conjunta dos Comandos de ambas as Instituições, com vistas a
coordenar as ações de movimentação de pessoal, de reorganização
financeira e patrimonial e dos demais procedimentos administrativos
decorrentes do processo.
§ 1º - O período de transição se inicia na data de publicação da
presente Lei e se estende, no máximo, até o dia 02 de Julho de 2016.
§ 2º - Durante o período de transição o Corpo de Bombeiros Militar
usufruirá das estruturas de pessoal, de logística, de finanças, de ensino e de
assistência social da Brigada Militar.
Art. 2º– A contar da data de publicação da presente Lei, os bens do
Estado, móveis e imóveis, sob a administração da Brigada Militar
atualmente em uso e os historicamente utilizados pelas Unidades e frações
de comando, de execução e de ensino de bombeiros, assim como os
definidos em lei ou com comprovação escritural, as funções gratificadas
criadas pelas Leis n.º 6.805, de 11 de dezembro de 1974, n.º 8.199, de 03
de novembro de 1986, e n.º 9.740, de 20 de outubro de 1992, destinadas as
frações de bombeiros, e a dotação orçamentária consignada no orçamento
da Brigada Militar para o exercício financeiro em curso, para execução das
atividades de prevenção e combate de incêndios, de buscas e salvamento e
ações de Defesa Civil, ficam transferidas para o Corpo de Bombeiros
Militar.
Art. 3º- O serviço de Saúde da Brigada Militar permanecerá
disponibilizado aos servidores do Corpo de Bombeiros Militar , bem como
a seus dependentes, até que seja estruturado o serviço de saúde do CBMRS.
LEI DE TRANSIÇÃO 2
2
Art. 4º- Em todo o conjunto de legislações estaduais, convênios e
similares onde constava como partícipe ou como detentor de atribuições o
Corpo de Bombeiros da Brigada Militar haverá, em caráter imediato, a
transferência objetiva de participação ou de atribuição para o Corpo de
Bombeiros Militar.
Art. 5º- A partir da publicação desta Lei Complementar ficam
incorporadas, em caráter provisório, aos quadros de pessoal do Corpo de
Bombeiros Militar todas as Praças QPM-2, independente da Unidade em
que prestam serviços.
§ 1º - Fica estabelecido o prazo de (90) noventa dias, a contar da data
de publicação da presente Lei, para as Praças QPM-2 optarem por
permanecer, em caráter irretratável, na Brigada Militar.
§ 2º - A opção se dará na forma de requerimento individual
encaminhado ao Comandante do Corpo de Bombeiros da Brigada Militar.
§ 3º - O requerimento previsto no inciso anterior terá caráter
meramente informativo, sendo vedado ao Comandante do Corpo de
Bombeiros da Brigada Militar o seu indeferimento.
Art. 6º- A partir da publicação desta Lei Complementar as Praças
QPM-1 possuidoras de curso de mergulhador e de cinófilo reconhecidos
pelo Corpo de Bombeiros da Brigada Militar, terão o prazo de (90) noventa
dias para optarem pela inclusão, em caráter provisório, nos quadros de
pessoal do Corpo de Bombeiros Militar.
§ 2º - A opção se dará na forma de requerimento individual
encaminhado ao Comandante da Brigada Militar, sendo vedada aos
militares que não atendam aos requisitos descritos no caput.
§ 3º - O requerimento previsto no inciso anterior terá caráter
meramente informativo, sendo vedado ao Comandante da Brigada Militar o
seu indeferimento.
Art. 7º- A partir da publicação desta Lei Complementar os Oficiais
detentores de Curso de Especialização ou de Formação em Bombeiros e os
Alunos-Oficiais terão o prazo de (90) noventa dias para optarem pela
inclusão, em caráter provisório, nos quadros de pessoal do Corpo de
Bombeiros Militar.
§ 2º - A opção se dará na forma de requerimento individual
encaminhado ao Comandante da Brigada Militar, sendo vedada aos
militares que não atendam aos requisitos do caput.
§ 3º - O requerimento previsto no inciso anterior terá caráter
meramente informativo, sendo vedado ao Comandante da Brigada Militar o
seu indeferimento.
LEI DE TRANSIÇÃO 3
3
Art. 8º– Durante o prazo dos (90) noventa dias, contados da
publicação desta Lei, as funções de comando e de assessoramento
privativas de cargos de Oficiais junto às Unidades de Comando, de
Execução e de Ensino de Bombeiros serão exercidas pelos Oficiais que
estiverem classificados nesses OBM naquele período.
Art. 9º - Fica assegurado o número de vagas necessárias para
absorver todos (as) os (as) optantes por integrarem os Quadros do Corpo de
Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Sul.
Art. 10º– Findo o prazo de (90) noventa dias, contados da data de
publicação desta Lei, os Oficiais, os Alunos-Oficiais, as Praças QPM-1
optantes e as Praças QPM-2 que não se manifestarem pela permanência na
Brigada Militar comporão, em caráter definitivo e irrevogável, o quadro de
pessoal do Corpo de Bombeiros Militar, devendo ser nomeado, até essa
data, o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar.
Parágrafo único- Os Oficiais e as Praças que não atendam aos
requisitos de opção e que estejam servindo em unidades de comando, de
execução ou de ensino de bombeiros serão desligadas e apresentadas ao
Comando da Brigada Militar ao término do prazo descrito no caput.
Art. 11 – Após a composição do quadro de pessoal do Corpo de
Bombeiros Militar, aplicar-se-ão as mesmas regras de promoção para
Oficiais e Praças da Brigada Militar, respeitando a disponibilidade de
cargos existentes no Corpo de Bombeiros Militar.
Art. 12 – Fica assegurada a paridade de vencimentos e de proventos
entre os integrantes da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros Militar,
sendo aplicados aos servidores de ambas as Corporações todos os
percentuais de reposições salariais em vigor e os futuramente obtidos por
uma ou por outra Corporação.
Art.13 - Fica regulado pela presente Lei que a execução do serviço
de salva-vidas poderá ser realizada por Bombeiros Militares e por Policiais
Militares.
Art. 14 - Até que seja elaborado o estatuto próprio do Corpo de
Bombeiros Militar, aplica-se aos integrantes da Corporação a Lei n.º
10.990, de 18 de agosto de 1997, e suas alterações.
Art. 15 - Enquanto não forem aprovadas as Leis de Organização
Básica e de Fixação de Efetivo do Corpo de Bombeiros Militar e demais
LEI DE TRANSIÇÃO 4
4
leis que regulamentam as atividades da Corporação, o Corpo de Bombeiros
Militar manterá a estrutura e o efetivo das Unidades e frações de bombeiros
baseado na legislação em vigor para o Corpo de Bombeiros da Brigada
Militar.
Art. 16 – Os cargos previstos de militares estaduais dos Quadros de
Oficiais e das Qualificações Policial-Militares de Praças de que trata a Lei
nº 10.993, de 18 de Agosto de 1997 e suas alterações, ficam transferidos da
Brigada Militar para o Corpo de Bombeiros Militar conforme o disposto no
Anexo I desta Lei Complementar.
§ 1º - Os cargos transferidos para o Corpo de Bombeiros Militar
serão distribuídos conforme Quadro Organizacional aprovado por decreto
do Chefe do Poder Executivo.
§ 2º - Os cargos existentes dos Quadros de Oficiais e da Qualificação
Policial Militar-2 distribuídas para o Corpo de Bombeiros Militar,
conforme estabelecido no caput do artigo, passam a integrar, minimamente,
o quadro de pessoal da Corporação, observando-se o incremento de cargos
necessários para o atendimento do dispositivo do Art 9º da presente Lei.
Art.17 - Os funcionários civis da Brigada Militar, integrantes do
Quadro Único de Pessoal da Administração Direta, permanecerão nos
órgãos onde estiverem lotados por ocasião da publicação desta Lei
Complementar.
Parágrafo único. As situações decorrentes do desmembramento do
Corpo de Bombeiros Militar, que atinjam a categoria citada neste artigo,
serão reguladas pela Secretaria de Estado da Administração.
Art. 18 - As despesas decorrentes da execução desta Lei
Complementar correrão à conta das dotações do Orçamento Geral do
Estado.
Art. 19 - Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua
publicação.
Porto Alegre, 20 de Setembro de 2014.
TARSO GENRO
Governador do Estado
LEI DE TRANSIÇÃO 5
5
ANEXO I
DISTRIBUIÇÃO DOS CARGOS PREVISTOS NO
QUADRO DE PESSOAL DA BRIGADA MILITAR A
SEREM TRANSFERIDOS PARA O CORPO DE
BOMBEIROS MILITAR
POSTO/GRADUAÇÃO
CORPO DE
BOMBEIROS
MILITAR
Coronel 1
Tenente-coronel 11
Major 38
Capitão 68
Primeiro-tenente 90
Primeiro-sargento 488
Segundo-sargento 737
Terceiro-sargento 810
Soldado 2.609
TOTAL 4.852

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ESTATUTO DA PM ACRE
ESTATUTO DA PM ACREESTATUTO DA PM ACRE
ESTATUTO DA PM ACRE
paulo mendes
 
Parte 01 - Legislação Aplicada à PMERJ (1-1)
Parte 01 - Legislação Aplicada à PMERJ (1-1)Parte 01 - Legislação Aplicada à PMERJ (1-1)
Parte 01 - Legislação Aplicada à PMERJ (1-1)
ProjetoZeroum
 
Parecer de plenário pl 4921 12 dep policarpo ctasp iii 08mar oito emendas...
Parecer de plenário  pl 4921 12  dep policarpo   ctasp iii 08mar oito emendas...Parecer de plenário  pl 4921 12  dep policarpo   ctasp iii 08mar oito emendas...
Parecer de plenário pl 4921 12 dep policarpo ctasp iii 08mar oito emendas...
Rede Democrática PMDF
 
014 bc19ad01
014 bc19ad01014 bc19ad01
014 bc19ad01
Romildo Junior
 
Portaria nº 848 de 28 mar2013
Portaria nº 848 de 28 mar2013Portaria nº 848 de 28 mar2013
Portaria nº 848 de 28 mar2013
Tenente Poliglota
 
Minuta da lei de promoção de praças ACSPMRN
Minuta da lei de promoção de praças ACSPMRNMinuta da lei de promoção de praças ACSPMRN
Minuta da lei de promoção de praças ACSPMRN
ACS PM RN
 
Pec 51
Pec 51Pec 51
Lei 20.010
Lei 20.010Lei 20.010
Lei 20.010
Stellalopes9
 
Proposta do quadro de músicos PMDF
Proposta do quadro de músicos PMDFProposta do quadro de músicos PMDF
Proposta do quadro de músicos PMDF
Rede Democrática PMDF
 
Estatuto da polcia_civil
Estatuto da polcia_civilEstatuto da polcia_civil
Estatuto da polcia_civil
FELIPE MAIOKI RIBEIRO
 
Reestruturação 2013 resumid
Reestruturação 2013 resumidReestruturação 2013 resumid
Reestruturação 2013 resumid
Rede Democrática PMDF
 
Proposta Lei Fixação do Efetivo 2014 "Bombeiros 22 de Novembro"
Proposta Lei Fixação do Efetivo 2014 "Bombeiros 22 de Novembro"Proposta Lei Fixação do Efetivo 2014 "Bombeiros 22 de Novembro"
Proposta Lei Fixação do Efetivo 2014 "Bombeiros 22 de Novembro"
Bombeiros 22 de Novembro
 
Documento
DocumentoDocumento
Documento
ciloncapoeira
 
Proposta CCB - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Proposta CCB - Lei de fixação de efetivo do CBMRS. Proposta CCB - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Proposta CCB - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
probombeiro
 
Legislação pmbm ce
Legislação pmbm   ceLegislação pmbm   ce
Legislação pmbm ce
Alisson Aguiar
 

Mais procurados (15)

ESTATUTO DA PM ACRE
ESTATUTO DA PM ACREESTATUTO DA PM ACRE
ESTATUTO DA PM ACRE
 
Parte 01 - Legislação Aplicada à PMERJ (1-1)
Parte 01 - Legislação Aplicada à PMERJ (1-1)Parte 01 - Legislação Aplicada à PMERJ (1-1)
Parte 01 - Legislação Aplicada à PMERJ (1-1)
 
Parecer de plenário pl 4921 12 dep policarpo ctasp iii 08mar oito emendas...
Parecer de plenário  pl 4921 12  dep policarpo   ctasp iii 08mar oito emendas...Parecer de plenário  pl 4921 12  dep policarpo   ctasp iii 08mar oito emendas...
Parecer de plenário pl 4921 12 dep policarpo ctasp iii 08mar oito emendas...
 
014 bc19ad01
014 bc19ad01014 bc19ad01
014 bc19ad01
 
Portaria nº 848 de 28 mar2013
Portaria nº 848 de 28 mar2013Portaria nº 848 de 28 mar2013
Portaria nº 848 de 28 mar2013
 
Minuta da lei de promoção de praças ACSPMRN
Minuta da lei de promoção de praças ACSPMRNMinuta da lei de promoção de praças ACSPMRN
Minuta da lei de promoção de praças ACSPMRN
 
Pec 51
Pec 51Pec 51
Pec 51
 
Lei 20.010
Lei 20.010Lei 20.010
Lei 20.010
 
Proposta do quadro de músicos PMDF
Proposta do quadro de músicos PMDFProposta do quadro de músicos PMDF
Proposta do quadro de músicos PMDF
 
Estatuto da polcia_civil
Estatuto da polcia_civilEstatuto da polcia_civil
Estatuto da polcia_civil
 
Reestruturação 2013 resumid
Reestruturação 2013 resumidReestruturação 2013 resumid
Reestruturação 2013 resumid
 
Proposta Lei Fixação do Efetivo 2014 "Bombeiros 22 de Novembro"
Proposta Lei Fixação do Efetivo 2014 "Bombeiros 22 de Novembro"Proposta Lei Fixação do Efetivo 2014 "Bombeiros 22 de Novembro"
Proposta Lei Fixação do Efetivo 2014 "Bombeiros 22 de Novembro"
 
Documento
DocumentoDocumento
Documento
 
Proposta CCB - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Proposta CCB - Lei de fixação de efetivo do CBMRS. Proposta CCB - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Proposta CCB - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
 
Legislação pmbm ce
Legislação pmbm   ceLegislação pmbm   ce
Legislação pmbm ce
 

Destaque

Projeto de lei nº 254 - Lei de transição do CBMRS.
Projeto de lei nº 254 - Lei de transição do CBMRS.Projeto de lei nº 254 - Lei de transição do CBMRS.
Projeto de lei nº 254 - Lei de transição do CBMRS.
probombeiro
 
10-03-2011 Guillermo Padrés acompañado del presidente Felipe Calderón se reu...
10-03-2011 Guillermo Padrés acompañado del presidente  Felipe Calderón se reu...10-03-2011 Guillermo Padrés acompañado del presidente  Felipe Calderón se reu...
10-03-2011 Guillermo Padrés acompañado del presidente Felipe Calderón se reu...
Guillermo Padrés Elías
 
LAS EXPERIENCIAS EDUCATIVAS CN LAS NUEVAS TECNOLOGIA: DILEMA Y DEBATES,LAS TE...
LAS EXPERIENCIAS EDUCATIVAS CN LAS NUEVAS TECNOLOGIA: DILEMA Y DEBATES,LAS TE...LAS EXPERIENCIAS EDUCATIVAS CN LAS NUEVAS TECNOLOGIA: DILEMA Y DEBATES,LAS TE...
LAS EXPERIENCIAS EDUCATIVAS CN LAS NUEVAS TECNOLOGIA: DILEMA Y DEBATES,LAS TE...
Merariii
 
Taller De Autoformas Y Tablas
Taller De Autoformas Y TablasTaller De Autoformas Y Tablas
Taller De Autoformas Y Tablas
Luis Miguel Cardona Saldarriaga
 
La escuela 2.0 con animacion
La escuela 2.0 con animacionLa escuela 2.0 con animacion
La escuela 2.0 con animacion
bbestrella
 
el chocolate
el chocolateel chocolate
el chocolate
fechirnanda
 
Enseñanza religiosa evangélica
Enseñanza religiosa evangélicaEnseñanza religiosa evangélica
Enseñanza religiosa evangélica
Martina Rial Bisonni
 
Vivendo os 5 sentidos com Cristo
Vivendo os 5 sentidos com CristoVivendo os 5 sentidos com Cristo
Vivendo os 5 sentidos com Cristo
William Paulino
 
Estructurar un aula donde se lea y se
Estructurar un aula  donde se lea y seEstructurar un aula  donde se lea y se
Estructurar un aula donde se lea y se
paquillo25
 
cApple
 cApple cApple
Diagrama de flujo
Diagrama de flujoDiagrama de flujo
Diagrama de flujo
ABAR23
 
Familia
FamiliaFamilia
Familia
shirleysua
 
Enron
EnronEnron
Excel apuntes presentacion
Excel apuntes presentacionExcel apuntes presentacion
Excel apuntes presentacion
oscarceniceros
 
Infracommerce
Infracommerce Infracommerce
Infracommerce
Infracommerce
 
Tabla de contenido
Tabla de contenidoTabla de contenido
Tabla de contenido
Fen01
 
Tatat
TatatTatat
Thesis _Yue Liu
Thesis _Yue LiuThesis _Yue Liu
Thesis _Yue Liu
Yue Liu
 
Tp6 alesso lucas (donald winnicott)
Tp6 alesso lucas (donald winnicott)Tp6 alesso lucas (donald winnicott)
Tp6 alesso lucas (donald winnicott)
AlessoLucas
 
Mi historia con la tecnología
Mi historia con la tecnologíaMi historia con la tecnología
Mi historia con la tecnología
AgustinMengarelli
 

Destaque (20)

Projeto de lei nº 254 - Lei de transição do CBMRS.
Projeto de lei nº 254 - Lei de transição do CBMRS.Projeto de lei nº 254 - Lei de transição do CBMRS.
Projeto de lei nº 254 - Lei de transição do CBMRS.
 
10-03-2011 Guillermo Padrés acompañado del presidente Felipe Calderón se reu...
10-03-2011 Guillermo Padrés acompañado del presidente  Felipe Calderón se reu...10-03-2011 Guillermo Padrés acompañado del presidente  Felipe Calderón se reu...
10-03-2011 Guillermo Padrés acompañado del presidente Felipe Calderón se reu...
 
LAS EXPERIENCIAS EDUCATIVAS CN LAS NUEVAS TECNOLOGIA: DILEMA Y DEBATES,LAS TE...
LAS EXPERIENCIAS EDUCATIVAS CN LAS NUEVAS TECNOLOGIA: DILEMA Y DEBATES,LAS TE...LAS EXPERIENCIAS EDUCATIVAS CN LAS NUEVAS TECNOLOGIA: DILEMA Y DEBATES,LAS TE...
LAS EXPERIENCIAS EDUCATIVAS CN LAS NUEVAS TECNOLOGIA: DILEMA Y DEBATES,LAS TE...
 
Taller De Autoformas Y Tablas
Taller De Autoformas Y TablasTaller De Autoformas Y Tablas
Taller De Autoformas Y Tablas
 
La escuela 2.0 con animacion
La escuela 2.0 con animacionLa escuela 2.0 con animacion
La escuela 2.0 con animacion
 
el chocolate
el chocolateel chocolate
el chocolate
 
Enseñanza religiosa evangélica
Enseñanza religiosa evangélicaEnseñanza religiosa evangélica
Enseñanza religiosa evangélica
 
Vivendo os 5 sentidos com Cristo
Vivendo os 5 sentidos com CristoVivendo os 5 sentidos com Cristo
Vivendo os 5 sentidos com Cristo
 
Estructurar un aula donde se lea y se
Estructurar un aula  donde se lea y seEstructurar un aula  donde se lea y se
Estructurar un aula donde se lea y se
 
cApple
 cApple cApple
cApple
 
Diagrama de flujo
Diagrama de flujoDiagrama de flujo
Diagrama de flujo
 
Familia
FamiliaFamilia
Familia
 
Enron
EnronEnron
Enron
 
Excel apuntes presentacion
Excel apuntes presentacionExcel apuntes presentacion
Excel apuntes presentacion
 
Infracommerce
Infracommerce Infracommerce
Infracommerce
 
Tabla de contenido
Tabla de contenidoTabla de contenido
Tabla de contenido
 
Tatat
TatatTatat
Tatat
 
Thesis _Yue Liu
Thesis _Yue LiuThesis _Yue Liu
Thesis _Yue Liu
 
Tp6 alesso lucas (donald winnicott)
Tp6 alesso lucas (donald winnicott)Tp6 alesso lucas (donald winnicott)
Tp6 alesso lucas (donald winnicott)
 
Mi historia con la tecnología
Mi historia con la tecnologíaMi historia con la tecnología
Mi historia con la tecnología
 

Semelhante a Proposta CCB - Lei de transição do CBMRS.

Proposta 22 novembro - Lei de transição do CBMRS.
Proposta 22 novembro - Lei de transição do CBMRS.Proposta 22 novembro - Lei de transição do CBMRS.
Proposta 22 novembro - Lei de transição do CBMRS.
probombeiro
 
Proposta 22 novembro - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Proposta 22 novembro - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.Proposta 22 novembro - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Proposta 22 novembro - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
probombeiro
 
Proposta 22 novembro - Plano de carreira
Proposta 22 novembro - Plano de carreiraProposta 22 novembro - Plano de carreira
Proposta 22 novembro - Plano de carreira
probombeiro
 
2015 - LFE - Lei de Fixação de Efetivo - CBMRS _ PROPOSTA
2015 - LFE - Lei de Fixação de Efetivo - CBMRS _ PROPOSTA2015 - LFE - Lei de Fixação de Efetivo - CBMRS _ PROPOSTA
2015 - LFE - Lei de Fixação de Efetivo - CBMRS _ PROPOSTA
Jorge Alex Rodrigues
 
Proposta Abergs - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Proposta Abergs - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.Proposta Abergs - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Proposta Abergs - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
probombeiro
 
2012 lei-modulo 3-estudo-versao_final_1.6
2012 lei-modulo 3-estudo-versao_final_1.62012 lei-modulo 3-estudo-versao_final_1.6
2012 lei-modulo 3-estudo-versao_final_1.6
demarch_47
 
Proposta do quadro de músicos
Proposta do quadro de músicosProposta do quadro de músicos
Proposta do quadro de músicos
Rede Democrática PMDF
 
Projeto de lei nº 252 - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Projeto de lei nº 252 - Lei de fixação de efetivo do CBMRS. Projeto de lei nº 252 - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Projeto de lei nº 252 - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
probombeiro
 
Pl 252 2014 fixação efetivo
Pl 252 2014 fixação efetivoPl 252 2014 fixação efetivo
Pl 252 2014 fixação efetivo
Bombeiros 22 de Novembro
 
Lei 14.497 pefs metroplan - 03042014
Lei 14.497   pefs metroplan - 03042014Lei 14.497   pefs metroplan - 03042014
Lei 14.497 pefs metroplan - 03042014
SEMAPI Sindicato
 
Lei Complementar n.º 463 de 03 de janeiro de 2012 que trata do Subsídio dos M...
Lei Complementar n.º 463 de 03 de janeiro de 2012 que trata do Subsídio dos M...Lei Complementar n.º 463 de 03 de janeiro de 2012 que trata do Subsídio dos M...
Lei Complementar n.º 463 de 03 de janeiro de 2012 que trata do Subsídio dos M...
Bolsista de Apoio técnico
 
Portaria008 600 14_anexos_arquivo_unico
Portaria008 600 14_anexos_arquivo_unicoPortaria008 600 14_anexos_arquivo_unico
Portaria008 600 14_anexos_arquivo_unico
José Antonio Rover
 
Lei 10254de 20/07/1990
Lei 10254de 20/07/1990 Lei 10254de 20/07/1990
Lei 10254de 20/07/1990
Jean Carlos
 
Emendas ao pl 4921 relatório final do policarpo.
Emendas ao pl 4921   relatório final do policarpo.Emendas ao pl 4921   relatório final do policarpo.
Emendas ao pl 4921 relatório final do policarpo.
Tenente Poliglota
 
PEC 6/2019 - Reforma da Previdência
PEC 6/2019 - Reforma da PrevidênciaPEC 6/2019 - Reforma da Previdência
PEC 6/2019 - Reforma da Previdência
Paulo Souza
 
Lei 14.491 020414 fapergs - pefs
Lei 14.491 020414  fapergs - pefsLei 14.491 020414  fapergs - pefs
Lei 14.491 020414 fapergs - pefs
SEMAPI Sindicato
 
Lei 14.499 pefs fundacao teatro sao pedro - 03042014
Lei 14.499   pefs fundacao teatro sao pedro - 03042014Lei 14.499   pefs fundacao teatro sao pedro - 03042014
Lei 14.499 pefs fundacao teatro sao pedro - 03042014
SEMAPI Sindicato
 
Presidência da república
Presidência da repúblicaPresidência da república
Presidência da república
Telemom Manutenção Predial
 
Plano de carreira e reposição salarial pdf[1]
Plano de carreira e reposição salarial pdf[1]Plano de carreira e reposição salarial pdf[1]
Plano de carreira e reposição salarial pdf[1]
Rede Democrática PMDF
 
Decreto 18.828, de 04.01.2019
Decreto 18.828, de 04.01.2019  Decreto 18.828, de 04.01.2019
Decreto 18.828, de 04.01.2019
PÁGINA DE POLÍCIA
 

Semelhante a Proposta CCB - Lei de transição do CBMRS. (20)

Proposta 22 novembro - Lei de transição do CBMRS.
Proposta 22 novembro - Lei de transição do CBMRS.Proposta 22 novembro - Lei de transição do CBMRS.
Proposta 22 novembro - Lei de transição do CBMRS.
 
Proposta 22 novembro - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Proposta 22 novembro - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.Proposta 22 novembro - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Proposta 22 novembro - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
 
Proposta 22 novembro - Plano de carreira
Proposta 22 novembro - Plano de carreiraProposta 22 novembro - Plano de carreira
Proposta 22 novembro - Plano de carreira
 
2015 - LFE - Lei de Fixação de Efetivo - CBMRS _ PROPOSTA
2015 - LFE - Lei de Fixação de Efetivo - CBMRS _ PROPOSTA2015 - LFE - Lei de Fixação de Efetivo - CBMRS _ PROPOSTA
2015 - LFE - Lei de Fixação de Efetivo - CBMRS _ PROPOSTA
 
Proposta Abergs - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Proposta Abergs - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.Proposta Abergs - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Proposta Abergs - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
 
2012 lei-modulo 3-estudo-versao_final_1.6
2012 lei-modulo 3-estudo-versao_final_1.62012 lei-modulo 3-estudo-versao_final_1.6
2012 lei-modulo 3-estudo-versao_final_1.6
 
Proposta do quadro de músicos
Proposta do quadro de músicosProposta do quadro de músicos
Proposta do quadro de músicos
 
Projeto de lei nº 252 - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Projeto de lei nº 252 - Lei de fixação de efetivo do CBMRS. Projeto de lei nº 252 - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
Projeto de lei nº 252 - Lei de fixação de efetivo do CBMRS.
 
Pl 252 2014 fixação efetivo
Pl 252 2014 fixação efetivoPl 252 2014 fixação efetivo
Pl 252 2014 fixação efetivo
 
Lei 14.497 pefs metroplan - 03042014
Lei 14.497   pefs metroplan - 03042014Lei 14.497   pefs metroplan - 03042014
Lei 14.497 pefs metroplan - 03042014
 
Lei Complementar n.º 463 de 03 de janeiro de 2012 que trata do Subsídio dos M...
Lei Complementar n.º 463 de 03 de janeiro de 2012 que trata do Subsídio dos M...Lei Complementar n.º 463 de 03 de janeiro de 2012 que trata do Subsídio dos M...
Lei Complementar n.º 463 de 03 de janeiro de 2012 que trata do Subsídio dos M...
 
Portaria008 600 14_anexos_arquivo_unico
Portaria008 600 14_anexos_arquivo_unicoPortaria008 600 14_anexos_arquivo_unico
Portaria008 600 14_anexos_arquivo_unico
 
Lei 10254de 20/07/1990
Lei 10254de 20/07/1990 Lei 10254de 20/07/1990
Lei 10254de 20/07/1990
 
Emendas ao pl 4921 relatório final do policarpo.
Emendas ao pl 4921   relatório final do policarpo.Emendas ao pl 4921   relatório final do policarpo.
Emendas ao pl 4921 relatório final do policarpo.
 
PEC 6/2019 - Reforma da Previdência
PEC 6/2019 - Reforma da PrevidênciaPEC 6/2019 - Reforma da Previdência
PEC 6/2019 - Reforma da Previdência
 
Lei 14.491 020414 fapergs - pefs
Lei 14.491 020414  fapergs - pefsLei 14.491 020414  fapergs - pefs
Lei 14.491 020414 fapergs - pefs
 
Lei 14.499 pefs fundacao teatro sao pedro - 03042014
Lei 14.499   pefs fundacao teatro sao pedro - 03042014Lei 14.499   pefs fundacao teatro sao pedro - 03042014
Lei 14.499 pefs fundacao teatro sao pedro - 03042014
 
Presidência da república
Presidência da repúblicaPresidência da república
Presidência da república
 
Plano de carreira e reposição salarial pdf[1]
Plano de carreira e reposição salarial pdf[1]Plano de carreira e reposição salarial pdf[1]
Plano de carreira e reposição salarial pdf[1]
 
Decreto 18.828, de 04.01.2019
Decreto 18.828, de 04.01.2019  Decreto 18.828, de 04.01.2019
Decreto 18.828, de 04.01.2019
 

Mais de probombeiro

Minuta da LOB 2015 - MBMRS
Minuta da LOB 2015 -  MBMRSMinuta da LOB 2015 -  MBMRS
Minuta da LOB 2015 - MBMRS
probombeiro
 
Constituição estadual
Constituição estadualConstituição estadual
Constituição estadual
probombeiro
 
Projeto de lei nº 253 - Lei de organização básica do CBMRS.
Projeto de lei nº 253 - Lei de organização básica do CBMRS.Projeto de lei nº 253 - Lei de organização básica do CBMRS.
Projeto de lei nº 253 - Lei de organização básica do CBMRS.
probombeiro
 
Constituição estadual
Constituição estadualConstituição estadual
Constituição estadual
probombeiro
 
Proposta CCB - Lei de organização básica do CBMRS.
Proposta CCB - Lei de organização básica do CBMRS.Proposta CCB - Lei de organização básica do CBMRS.
Proposta CCB - Lei de organização básica do CBMRS.
probombeiro
 
Proposta Abergs - Plano de carreira do CBMRS.
Proposta Abergs - Plano de carreira do CBMRS.Proposta Abergs - Plano de carreira do CBMRS.
Proposta Abergs - Plano de carreira do CBMRS.
probombeiro
 
Proposta Abergs - Lei de organização básica do CBMRS.
Proposta Abergs - Lei de organização básica do CBMRS.Proposta Abergs - Lei de organização básica do CBMRS.
Proposta Abergs - Lei de organização básica do CBMRS.
probombeiro
 
Proposta 22 novembro - Lei de organização básica do CBMRS.
Proposta 22 novembro - Lei de organização básica do CBMRS.Proposta 22 novembro - Lei de organização básica do CBMRS.
Proposta 22 novembro - Lei de organização básica do CBMRS.
probombeiro
 

Mais de probombeiro (8)

Minuta da LOB 2015 - MBMRS
Minuta da LOB 2015 -  MBMRSMinuta da LOB 2015 -  MBMRS
Minuta da LOB 2015 - MBMRS
 
Constituição estadual
Constituição estadualConstituição estadual
Constituição estadual
 
Projeto de lei nº 253 - Lei de organização básica do CBMRS.
Projeto de lei nº 253 - Lei de organização básica do CBMRS.Projeto de lei nº 253 - Lei de organização básica do CBMRS.
Projeto de lei nº 253 - Lei de organização básica do CBMRS.
 
Constituição estadual
Constituição estadualConstituição estadual
Constituição estadual
 
Proposta CCB - Lei de organização básica do CBMRS.
Proposta CCB - Lei de organização básica do CBMRS.Proposta CCB - Lei de organização básica do CBMRS.
Proposta CCB - Lei de organização básica do CBMRS.
 
Proposta Abergs - Plano de carreira do CBMRS.
Proposta Abergs - Plano de carreira do CBMRS.Proposta Abergs - Plano de carreira do CBMRS.
Proposta Abergs - Plano de carreira do CBMRS.
 
Proposta Abergs - Lei de organização básica do CBMRS.
Proposta Abergs - Lei de organização básica do CBMRS.Proposta Abergs - Lei de organização básica do CBMRS.
Proposta Abergs - Lei de organização básica do CBMRS.
 
Proposta 22 novembro - Lei de organização básica do CBMRS.
Proposta 22 novembro - Lei de organização básica do CBMRS.Proposta 22 novembro - Lei de organização básica do CBMRS.
Proposta 22 novembro - Lei de organização básica do CBMRS.
 

Proposta CCB - Lei de transição do CBMRS.

  • 1. LEI DE TRANSIÇÃO 1 1 Anteprojeto de Lei Regula o período de transição com vistas à estruturação do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço saber, em cumprimento ao disposto no artigo 82, inciso IV, da Constituição do Estado, que a Assembléia Legislativa aprovou e eu sanciono e promulgo a Lei seguinte: Art. 1º - Para fins de acompanhamento e controle do desmembramento do Corpo de Bombeiros Militar da Brigada Militar, o Poder Executivo Estadual nomeará uma Comissão Transitória, com participação conjunta dos Comandos de ambas as Instituições, com vistas a coordenar as ações de movimentação de pessoal, de reorganização financeira e patrimonial e dos demais procedimentos administrativos decorrentes do processo. § 1º - O período de transição se inicia na data de publicação da presente Lei e se estende, no máximo, até o dia 02 de Julho de 2016. § 2º - Durante o período de transição o Corpo de Bombeiros Militar usufruirá das estruturas de pessoal, de logística, de finanças, de ensino e de assistência social da Brigada Militar. Art. 2º– A contar da data de publicação da presente Lei, os bens do Estado, móveis e imóveis, sob a administração da Brigada Militar atualmente em uso e os historicamente utilizados pelas Unidades e frações de comando, de execução e de ensino de bombeiros, assim como os definidos em lei ou com comprovação escritural, as funções gratificadas criadas pelas Leis n.º 6.805, de 11 de dezembro de 1974, n.º 8.199, de 03 de novembro de 1986, e n.º 9.740, de 20 de outubro de 1992, destinadas as frações de bombeiros, e a dotação orçamentária consignada no orçamento da Brigada Militar para o exercício financeiro em curso, para execução das atividades de prevenção e combate de incêndios, de buscas e salvamento e ações de Defesa Civil, ficam transferidas para o Corpo de Bombeiros Militar. Art. 3º- O serviço de Saúde da Brigada Militar permanecerá disponibilizado aos servidores do Corpo de Bombeiros Militar , bem como a seus dependentes, até que seja estruturado o serviço de saúde do CBMRS.
  • 2. LEI DE TRANSIÇÃO 2 2 Art. 4º- Em todo o conjunto de legislações estaduais, convênios e similares onde constava como partícipe ou como detentor de atribuições o Corpo de Bombeiros da Brigada Militar haverá, em caráter imediato, a transferência objetiva de participação ou de atribuição para o Corpo de Bombeiros Militar. Art. 5º- A partir da publicação desta Lei Complementar ficam incorporadas, em caráter provisório, aos quadros de pessoal do Corpo de Bombeiros Militar todas as Praças QPM-2, independente da Unidade em que prestam serviços. § 1º - Fica estabelecido o prazo de (90) noventa dias, a contar da data de publicação da presente Lei, para as Praças QPM-2 optarem por permanecer, em caráter irretratável, na Brigada Militar. § 2º - A opção se dará na forma de requerimento individual encaminhado ao Comandante do Corpo de Bombeiros da Brigada Militar. § 3º - O requerimento previsto no inciso anterior terá caráter meramente informativo, sendo vedado ao Comandante do Corpo de Bombeiros da Brigada Militar o seu indeferimento. Art. 6º- A partir da publicação desta Lei Complementar as Praças QPM-1 possuidoras de curso de mergulhador e de cinófilo reconhecidos pelo Corpo de Bombeiros da Brigada Militar, terão o prazo de (90) noventa dias para optarem pela inclusão, em caráter provisório, nos quadros de pessoal do Corpo de Bombeiros Militar. § 2º - A opção se dará na forma de requerimento individual encaminhado ao Comandante da Brigada Militar, sendo vedada aos militares que não atendam aos requisitos descritos no caput. § 3º - O requerimento previsto no inciso anterior terá caráter meramente informativo, sendo vedado ao Comandante da Brigada Militar o seu indeferimento. Art. 7º- A partir da publicação desta Lei Complementar os Oficiais detentores de Curso de Especialização ou de Formação em Bombeiros e os Alunos-Oficiais terão o prazo de (90) noventa dias para optarem pela inclusão, em caráter provisório, nos quadros de pessoal do Corpo de Bombeiros Militar. § 2º - A opção se dará na forma de requerimento individual encaminhado ao Comandante da Brigada Militar, sendo vedada aos militares que não atendam aos requisitos do caput. § 3º - O requerimento previsto no inciso anterior terá caráter meramente informativo, sendo vedado ao Comandante da Brigada Militar o seu indeferimento.
  • 3. LEI DE TRANSIÇÃO 3 3 Art. 8º– Durante o prazo dos (90) noventa dias, contados da publicação desta Lei, as funções de comando e de assessoramento privativas de cargos de Oficiais junto às Unidades de Comando, de Execução e de Ensino de Bombeiros serão exercidas pelos Oficiais que estiverem classificados nesses OBM naquele período. Art. 9º - Fica assegurado o número de vagas necessárias para absorver todos (as) os (as) optantes por integrarem os Quadros do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Sul. Art. 10º– Findo o prazo de (90) noventa dias, contados da data de publicação desta Lei, os Oficiais, os Alunos-Oficiais, as Praças QPM-1 optantes e as Praças QPM-2 que não se manifestarem pela permanência na Brigada Militar comporão, em caráter definitivo e irrevogável, o quadro de pessoal do Corpo de Bombeiros Militar, devendo ser nomeado, até essa data, o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar. Parágrafo único- Os Oficiais e as Praças que não atendam aos requisitos de opção e que estejam servindo em unidades de comando, de execução ou de ensino de bombeiros serão desligadas e apresentadas ao Comando da Brigada Militar ao término do prazo descrito no caput. Art. 11 – Após a composição do quadro de pessoal do Corpo de Bombeiros Militar, aplicar-se-ão as mesmas regras de promoção para Oficiais e Praças da Brigada Militar, respeitando a disponibilidade de cargos existentes no Corpo de Bombeiros Militar. Art. 12 – Fica assegurada a paridade de vencimentos e de proventos entre os integrantes da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, sendo aplicados aos servidores de ambas as Corporações todos os percentuais de reposições salariais em vigor e os futuramente obtidos por uma ou por outra Corporação. Art.13 - Fica regulado pela presente Lei que a execução do serviço de salva-vidas poderá ser realizada por Bombeiros Militares e por Policiais Militares. Art. 14 - Até que seja elaborado o estatuto próprio do Corpo de Bombeiros Militar, aplica-se aos integrantes da Corporação a Lei n.º 10.990, de 18 de agosto de 1997, e suas alterações. Art. 15 - Enquanto não forem aprovadas as Leis de Organização Básica e de Fixação de Efetivo do Corpo de Bombeiros Militar e demais
  • 4. LEI DE TRANSIÇÃO 4 4 leis que regulamentam as atividades da Corporação, o Corpo de Bombeiros Militar manterá a estrutura e o efetivo das Unidades e frações de bombeiros baseado na legislação em vigor para o Corpo de Bombeiros da Brigada Militar. Art. 16 – Os cargos previstos de militares estaduais dos Quadros de Oficiais e das Qualificações Policial-Militares de Praças de que trata a Lei nº 10.993, de 18 de Agosto de 1997 e suas alterações, ficam transferidos da Brigada Militar para o Corpo de Bombeiros Militar conforme o disposto no Anexo I desta Lei Complementar. § 1º - Os cargos transferidos para o Corpo de Bombeiros Militar serão distribuídos conforme Quadro Organizacional aprovado por decreto do Chefe do Poder Executivo. § 2º - Os cargos existentes dos Quadros de Oficiais e da Qualificação Policial Militar-2 distribuídas para o Corpo de Bombeiros Militar, conforme estabelecido no caput do artigo, passam a integrar, minimamente, o quadro de pessoal da Corporação, observando-se o incremento de cargos necessários para o atendimento do dispositivo do Art 9º da presente Lei. Art.17 - Os funcionários civis da Brigada Militar, integrantes do Quadro Único de Pessoal da Administração Direta, permanecerão nos órgãos onde estiverem lotados por ocasião da publicação desta Lei Complementar. Parágrafo único. As situações decorrentes do desmembramento do Corpo de Bombeiros Militar, que atinjam a categoria citada neste artigo, serão reguladas pela Secretaria de Estado da Administração. Art. 18 - As despesas decorrentes da execução desta Lei Complementar correrão à conta das dotações do Orçamento Geral do Estado. Art. 19 - Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação. Porto Alegre, 20 de Setembro de 2014. TARSO GENRO Governador do Estado
  • 5. LEI DE TRANSIÇÃO 5 5 ANEXO I DISTRIBUIÇÃO DOS CARGOS PREVISTOS NO QUADRO DE PESSOAL DA BRIGADA MILITAR A SEREM TRANSFERIDOS PARA O CORPO DE BOMBEIROS MILITAR POSTO/GRADUAÇÃO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR Coronel 1 Tenente-coronel 11 Major 38 Capitão 68 Primeiro-tenente 90 Primeiro-sargento 488 Segundo-sargento 737 Terceiro-sargento 810 Soldado 2.609 TOTAL 4.852