SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
ATJLA COVI CONï[UDÜ DE 
Cartafrnpltal 
t 
't{ 
,'ï, "T= t LA l 
lr ' , (-,4 É=- L== rqL) F-5 ,Lt.'-= = [F [ ,ídtr t- HVil 5 li, t- r 
w rÍu uu. ca rta n a e sco I a. to m. b r 
EDIÇ0r-s: 
57t/5721573/57 4 
jd3ggÁ:*Í ssr ó"* $ry, ffi: ,:. fl: fl f ií #:, Ëi ffi'Stssl il Ë, ; {i *r. i", i. À .d-ï: ü:. ïi Ë &i: .....,_*;siír,,r;:.. -Jìij. .- fi: :rii.: "r: '&e"*#ffi'Ëj!l 
:3ilwffifrFii' r'l:ì*$üsesg$Ëffi$ir: .ÌHíÌ 5':. ".-i" SãSSS{. í, 
' 1:;iiì:iii'] 
.."."ffi,j. 
'iiq"
Professor: 
As materias 
originalmente 
publicadas em 
CartaCapital estão 
disponÍveis para seus 
alunos no site www. 
cartanaescoÌa.com.br 
GEOGRAFIA 
12 I APENAS PEçAS 
SOBRESSALENTES 
16 | POPULAçÃO 
MUNDIAL A CAMINHO 
DO EMPATE 
Queda da taxa 
de fertilidade , 
muda a estrutura 
familiar e 
também as 
políticas publicas 
HISTORIA 
22 I PoR QUE 
A IRA DO IRÃ 
26 | A CONSTRUçÃo 
DO IRÃ MODERNO 
Para entender o atual 
regime, é preciso 
voltar ao início do 
século XX, quando 
ruiu o Império Persa 
FÍSICA 
30 I coMo No rEMPo 
DAS CAVERNAS 
32 I A L|NHA DO TEMPo 
DAS TEMPESTADES 
Os avanços 
científicos que 
levaram à previsão 
meteorológica 
ANTROPOLOGIA 
36 I lÉVr-STRAUSS, 
O PODER DO MITO 
38 I 0 LEGADo 
DE LÉVI.STRAUSS 
Os estudos do 
pensador do século XX 
foram fundamentais 
para entender que a 
civilização ocidental 
não é privilegiada 
e única 
FOTOGRAFIA 
42 I BARRICADAS 
ILUSTRES 
45 I LENTES FoCADAS 
NA HISTORIA 
Antes desprezada 
pelos historiadores, 
a imagem fotogrâfica 
ganhou dimensão 
documental e 
presença cotidiana 
em nossas vidas 
SA 
EDUCAçAO 
50 I rDErAs 
SUSTENTÁVEIS, 
ESCOLAS IDEM 
Reportagem 
b4 I os oBsrÁcuLos 
PARA SER PROFESSOR 
Apesar do piso 
nacional, a profissão 
não é valorizadae é 
pouco procurada pelos 
pré-universitárïos 
Ave, palavra 
58 | TANTOS QUÊS... 
Por que em vez de 
perguntar O que 
você comprou?, as 
pessoas dizem O que 
é que você comprou? 
Tecnologia 
60 I AS HQS ENTRAM 
COM TUDO NA REDE 
Conheça sites 
que oferecem, 
gratuitamente, 
programas 
de edição de 
textos de histórias 
em quadrinhos 
e veja como estimular 
novos aprendizados 
por meio dessa 
ferramenta digital 
64 i SALA 
DO PROFESSOR 
Carta ao professor 
66 I Por Rinaldo 
Aparecido Meroni 
O primeiro barômetro. 
O físíco ítalíano Torrícellí 
ínventou, €ffi 1643, 
o aparelho capaz de medir 
a pressão atmosféríca 
ENTREVISTA 
Antonio de 
Las Heras 
Para o educador 
espanhol, as 
tecnologias da 
informação e da 
comunicação chegam 
às escolas "de fora 
para dentro" pÁc. I 
M A 
cARTA NA Escol.n 5
U@ 
GEOPOIÍilCA A poderosa CIA da 
Cuerra Fria não é mais a mesma 
SA 
BIOLOGIA As bacterias que vivem 
dentro de nos e nos protegem 
AT A M 
EDtÇÕrs: 
580/5 82/ 583 
ffiffi ffi 
# 
t ffi 
COM CONTEUDO DE 
: 
B** ;r.r{ 
 /"*"-r-, 
-*r--l 
--- 
t.- 
l ! 
-*!- t*-. 
i././" 
lr.._iÍ ,- I 
@r-l 
-i' 
Í 
-","---{ 
r"J { i"---{ 
-.,_-*l 
{1t 
""fÍi1 {. "i*"*}{'-* *** 
*"*t. d 
i"ffi 
."{ 
n**.****./"- 
" 
Í Í+ Ít t'. 1-" 
i'- " "- f
ATUALIDADES M SALA 
Professor: 
As materias 
originalmente 
publicadas em 
CartaCapifal estão 
disponíveis para seus 
alunos no site www. 
cartanaescola.com.br 
GEOGRAFIA 
r0 I METROPOLE 
PARA POUCOS 
16 lO CTDADÃO SEM 
ESPAçO (E VrCE-VERSA) 
A geografïa seletiva 
das grandes metrópoles 
brasileiras torna a 
cidadania um privilégio 
BIOLOGIA 
20 I BACTÉRnS DO BEM 
21 IQUE VENHAM 
AS BACrÉnnS 
Algumas das milhares 
delas espalhadas 
pelo nosso corpo 
ajuda a nos proteger 
TECNOTOGIA 
241UM MUNDO 
DE CONEXõES 
31 | AS REDES 
ABRAçAM A WEB 
Orkut, Facebook, Ning 
Twitter... Será que você 
pode ficar fora delas? 
Ave, Palavra 
3SlOCASODOS 
PARTICíPIOS DUPLOS 
Salvado ou salvo? 
Elegido ou eleito? 
Saiba o que define 
o uso do particípio 
regular ou irregular 
Artigo 
36 IOENSTNODE 
ESPANHOL NAS i 
ESCOLAS BRASILEIRAS 
Desafio é aproveitar 
a origem comum, 
neutralizando 
as interferências 
nocivas entre elas 
GEOPOLíTICA 
38 I CR|SE DE 
INTELIGÊruCN 
41 | ESP|õES DE 
coRAçõES E MENTES 
A história da criação 
da CIA e do serviço 
de intehgência 
investigativo durante 
a Guerra Fria 
LITERATURA 
46 I ALBERT CAMUS, 
osTsrDER TNESQUECíVEL 
48 I O ESTRANGETRO, 
UM SEM.LUGAR 
A teia interdisciplinar 
da obra de Camus 
HISTÓRIA 
52 I ANtrA, UM íCONE 
EM MUTAçÃO 
54IOPESODO 
PIONEIRISMO 
Anita Malfatti rompeu 
com o classicismo 
e, depois, com 
os cânones modernos 
Cine Clube 
s8 lÉ o cnpffAlrsuo 
O documentário 
A Corporaçãorevela 
o poder de destruição 
das grandes empresas 
norte-americanas 
em busca do lucro 
Tecnologia 
60 I DO PAPEL À REDE 
Produzir um jornal 
escolar pela internet 
é mais fâcil,barato, 
e só ajuda a ampliar 
o número de leitores 
641 SALA DO PROFESSOR 
Carta ao ProÍessor 
66 I Por João Luís 
Ceccantini 
Sombras 
da cidade. 
Veja na reportagem 
*Metrópole para 
potrcos" como 
o crescímento 
desordenado 
das cídades excluí 
as populações 
mais pobres 
ENTREVISTA 
"O diploma 
vale, e o 
mercado 
precisa" 
José Manuel Moran 
explica a expansão da 
educação a distância 
no Ensino Superior 
PÁG.6 
or 
C) 
r--o 
C 
cARTA NA Escom 5
ATUALIDADES E M S A L A D E A U L A COM CONTËÚDO D-E 
EDtÇÕrs: 
589/591/595 
ffi 
GEOGRAFIA PoT 
ainda castiga o 
que a seca 
Nordeste 
HIST0RIA Como está 
do Sul pos-governo 
a Africa 
Mandela
Professor: 
as materias 
originalmente 
publicadas em 
CartaCapifal estão 
disponÍveis para seus 
alunos no site www. 
cartanaescola.com.br 
ECONOMIA 
10 I DECIFRA-ME 0U... 
13 IATRAcÉDIAQUE 
NÃo É cnscn 
A Grécia é só uma 
figurante nesta 
nova etapa da crise 
internacional 
GEOPOLíTICA 
T6 IAVEZDoS 
EUROCÉTtCOS 
lelAUNtÃoA|NDA 
tA.z A FoRçA? 
Como se articulou 
e como funciona 
a integração da 
Europa e por que 
o Reino Unido 
se opõe ao esforço 
pró-continente de 
alemães e franceses 
REDAçÃO 
24 | ELEtçÕEs 
E PRESíDIOS 
25IAARTEDA 
ARGUMENTAçÃO 
Próximos do gênero 
ensaio, os artigos de 
opinião baseiam-se 
em argumentos para 
apresentar uma ideia 
MATEMÁTICA 
28 I A REVoLUçÃo 
DO MTCROCRÉOlrO 
32 I PRoGRAMAçÃO 
LINEAR 
Como aplicar o 
conceito, que envolve 
a maximizaçáo ou 
a minimizaçáo de 
problemas linearesz 
no planejamento 
econômico 
ATUALI 
A A D 
GâmgfaS na aldgia. .oo cumenttirios produzídos por índíos mostram a rea.lídade e a cultura inìlígena 
HISTÓRIA 
36 I 0 TEMPO 
REABRE AS FERIDAS 
33 I PROBLEMA RACIAL 
E TAMEÉ]Ú ECONôMICO 
A atual crise entre 
extremistas brancos 
e negros na Africa 
do Sul está 
diretamente 
relacionada à 
recessão mundial 
que castiga 
o país desde 2OO9 
GEOGRAFIA 
42 l oPUlÊrucrn 
E DESIGUALDADE 
44l|PoR QUE A SECA 
CASTIGA O SERTÃO 
NORDESTINO 
Como a dinâmica das 
massas de ar e o relevo 
colaboram para a 
escassa e irregular chuva 
z 
omz 
-l 
c) 
nm 
t- Í- 
PMCS 
49 I VER, APRENDER 
E CRIAR 
Saiba como três das 
sete escolas vencedoras 
do 2" Prêmio Minha 
C omunid ade Sustentável 
estão desenvolvendo 
seus projetos e inspire-se! 
Cine Clube 
53 | YEs, Nós 
TEMOS BANANA 
Documentário 
investiga as 
representações 
sobre o Brasil 
no cinema 
estrangeiro 
e discute a 
formação dos 
clichês que 
construíram 
a imagem sensual 
e festiva do País 
Reportagem 
56 I o ínolo, 
POR ELE MESMO 
Projeto dâ agrupos 
indígenas meios 
de produzir 
suas narrativas 
e preservar 
suas tradições 
Tecnologia 
60 I MAPAS 
INTERATIVOS 
É possível percorrer 
o mundo e conhecer 
as características 
geológicas, políticas 
e econômicas de 
diversos países usando 
apenas um mouse 
64 | SALA D0 PROFESSOR 
Carta ao professor 
66 I Jorge da Silva 
rì 
r-c) 
T-ToC 
ENTREVISTA 
O déficit da 
Engenharia 
começa nas 
escolas 
Segundo Murilo Pinheiro, 
a alta taxa de desistência 
nas universidades 
de Ciências Exatas 
tem origem com 
a Íalta de informação 
no Ensino Médio. PÁc.6 
cARTA NA Escou 5
ATUALIDADES EM SALA DE AIJLA 
COM CONTEUDO DE 
EDIçÕrs; 
606/ 608/611 
CUTTURA O 
Adoniran 
centena rio de 
Barbosa e Noel Rosa 
MIA C0UT0 0 escritor fala sobre a 
influência dos autores brasileiros
A A 
nm 
-u 
noUC 
>ì o 
n 
,o 
C 
=o 
m Professor: 
As materias 
originalmente 
publicadas em 
CartaCapifal estão 
disponÍveis para seus 
alunos no site www. 
cartanaescola.com.br 
HISTORIA 
17 | F01 NAQUELA NorrE 
18 | GUERRA, UTOPTA 
E (DES)rLUSÕES 
Os festivais de 
canções dos anos 
1960 forjaram a mais 
famosa geração de 
músicos brasileiros 
FÍSICA 
22 I AS AMEAçAS 
DO LIXO ESPACIAL 
24lO PERTG0 
MORA BEM ACIMA 
A quantidade 
de resíduos 
espaciais é 
crescente: muitos 
deles já provocaram 
problemas no 
próprio espaço 
e podem causar graves 
impactos na Terra 
GEOGRAFIA 
32 | NO SÉCULO XXr, 
NOVA RADIOGRAFIA 
34 lO BRASTL 
ATRAVÉS DO CENSO 
Criado no 
período imperial, 
os indicadores 
dos estudos 
ajudam a conhecer 
e melhorar o País 
GfOnistas das CidadgS. o poeta e composítor Braulio Tavares analísa a obra de AdoníranBarbosa e NoeI Rosa 
TECNOLOGIA 
38 I DETURPAçÕES 
PONTOCOM 
40 I ARMADILHAS DO 
PLÁGIO E DA PARODIA 
A internet é fonte de 
incontáveis textos de 
falsa autoria, lidos pelos 
alunos. Isso significa 
que eles consideram o 
conhecimento literário 
algo importante 
MÚSICA 
441A ENCRUZILHADA 
DOS BATUTAS 
48 I DO|S GRANDES 
CRONISTAS DAS CIDADES 
Como Noel Rosa 
e Adoniran Barbosa 
retrataram, 
respectivamente, 
o cotidiano do 
Rio de Janeiro 
e as transformações 
sociais de São Paulo 
MATEMÁTICA 
52 | RENDA Mítunltn 
PARA TODOS? 
55 I RENDA MíNIMA, 
POR PARTES 
Relevante e atual, o 
tema pode ser usado 
mu ltid i s c ipl i n a r mente 
em sala de aula 
Artigo 
30 I NA M|RA 
DOS ALUNOS 
Professores são alvo 
de estudantes que, por 
causa de uma notabaixa 
ou pura implicância, 
usam a internet 
para humilhá-los 
publicamente 
Ave, Palavra 
43 I A VoZ DO OUTRo 
A função básica das 
orações substantivas 
objetivas diretas 
é "emp acotar" vozes 
de outras pessoas 
Cine Clube 
5e I o MUNDo 
DOS SONHOS 
Coraline e o Mundo 
Secreto 
Tecnologia 
60 I NOVO CURSo 
DE COMUNTCAçÃo 
EDUCATIVA 
A Escola de 
Comunicação e Artes 
da USP cria a primeira 
graduação em 
Educomunicação 
641 SALA D0 PROFESSOR 
Carta ao Professor 
66 I Por Kátia Canton 
U) 
o 
C) o 
--l 
o 
-n 
T-- 
To 
ENTREVISTA 
Personagens 
em busca 
de um autor 
O escritor moçambicano 
Mia Couto fala da 
inÍluência de Guimarães 
Rosa na sua prosa 
poética e conta que 
seus livros surgem a 
partir dos personagens. 
PÁG. 12 
4 www.cARTANAESCoLA.coM.BR
ATUALIDADES EM SALA DE AU 
Ciganas 
caminham pelo 
deserto de 
Rajastão, no 
norte da lndia 
JUUEIITUDE Cresce o consumo de 
crack em todas as classes sociais 
LA 
i r"...i 
II 
!--*-**.-. -.-" 
i !"nì 
Bl0t0GlA A ciência que imita a 
COM CONTTUDO DE 
N OVEM B RC 
I|ililruil[ffiililililil|1 tilllililllllll 
uorçÃo N" br - RS 6,90 
alrursrËRro 
DA EDUCAçÃO 
FIIIH 
r:a::.1::t::::::i.!jrtr::rl:iÌa:i : 
:,.::r:4::!ir1:i-._:'iirr!.!:i::i.i j 
.:::.:.j:::r t..r: ti!;:::r. :!:- 
,i:iÌi:iii i:ìl:''i::l 
Íii{i'jilËf*AE 
#Ë,,Hffin$0$ 
ffiffi'* 
..r* H 0.1 
. 
o+olnr$F 
natureza para criar tecnologias
NUTRTçÃO 
16 | VTTAMtNA C 
coNTRA cÂrucen 
E GRIPE 
rz I o PoDER 
DAS VITAMINAS 
Por qlle esses 
micronutrientes 
são indispensáveis 
na formação e 
desenvolvimento celular 
GEOGRAFIA 
21 IOOURONEGRO 
NO BRANCO ÁnilCO 
22 | ESCoNDENDO 
0 0uRo... 
As divergências sobre 
quem deve explorar 
o petroleo nas regiões 
antes inacessíveis 
do Artico 
BtotoGtA 
Z 28 | coMo coPrAR 
5 A TEIA DA TVEPHILA? 
* 30 I QuANDo A 
I NATUREZA AJUDA : A ctÊrucrn 
: Como a biomimética 
B se baseia em formas 
F e funções naturais 
í para desenvolver 
õ novas tecnologias 
t# 
h r r 
,y 
HISTORIA 
34 I O CHTLE 
SOMBRIO DE EL REY 
36 I0CH|LEDO 
DITADOR PINOCHET 
Como esta longa 
e ultrarrepressiva 
ditadura foi também 
celeiro das políticas 
neoliberais no mundo 
GEOGRAFIA 
40 I o ctGANo 
YS. SARKOZY 
43 I ANATOMIA DE UM 
POVO DESPREZADO 
Atuais restrições 
aos ciganos na 
Europa Ocidental 
são consequência 
do precorrceito 
historico contra uma 
população associada 
ao nomadismo 
ARTE 
48 I A BTENAL 
DO BODE POLíTICO 
51 I UM PASSEIO PELA 
29'BIENAL 
Saiba conÌo aproveitar 
a tradicional mostra 
de arte de São Paulo 
para aproximar os 
alunos do tema 
Artigo 
26 IALETTURAC0M0 
AVENTURA E PAIXÃO 
Mesmo que a obra seja 
ruim ou inadequada, a 
missão do educador e 
fazer o aluno entender 
os motivos clisso 
Ave, Palavra 
47 | VOCÊ Ue FAZ UM 
FAVOR? POIS ttÃOl 
Se algrrem lhe responder 
com a expressão "Pois 
rÌão", significa uma 
afirmação on negacão? 
REPORTAGEM 
56 | 0 MEL, AS CABRAS, 
AFARINHAEAAVO 
Como o método de 
ensino de Abd alaziz 
de Moura modifica 
o Semiárido 
Cine Clube 
58 I OS ANOS 60 COM A 
AJUDA DOS BEATLES 
Musical faz releitura 
de uma das decadas 
mais importantes da 
história, a partir de 
uma interpretação 
sofisticada das mírsicas 
da banda de Liverpool 
Resenha 
s9 I AS RAízEs DAs 
TENSÕES 
Livro relata as 
muitas causas qlle 
transforn'ìaranì 
a região em ulll 
emaranhado de odio 
Tecnologia 
60 I OS LAPTOPS 
ENFIM CHEGAM 
A SALA DE AULA 
O Brasil começa 
a distribuir os 
equipamentos 
do projeto Um 
Computaclor por 
Aluno 
64 I SnlA DO PROFESSoR 
Carta ao Professor 
66 | Por Braulio 
Tavares 
Professor: 
As materias 
originaÌmente 
pubÌÌcadas em 
CartaCapitaÌ estão 
clisponÍveis Ìlara seus 
alunos no stte ''' 
c ;|.Ì ilÌlaìr's('oÌ;'t r'o111 111 
lnimigo ao lado. 
Pínocher (no crrr-alo) 
e AIIende: Chíle 
div idído p oï,7 e c,z.Ja s 
ENTREVISTA 
Drogas e 
adolescência 
0 psiquiatra 
Dartiu Xavier, 
especialista em 
dependência química, 
alerta para o aumento 
de consumo de crack. 
pÁc. rz 
ATUALIDADES EM SALA 
/ 
4 www.cARTANAESCoLA.coM BR
ATUALIDADES EM SALA DE ÔÔtr,I CONTEUDO DE 
TITERATURA Os 
Mario Vargas 
caminhos de 
Llosa ao Nobel 
ARTES Um passeio pela 
diversidade cultural do lslã
Professor: 
as materias 
originaÌmente 
publicadas em 
CartaCapital estão 
disponÍveis para seus 
aÌunos no site www 
cartanaescoÌa conr Ìrr 
GEOPOLíTICA 
16 I SOY LATTNO, 
AMERICANO 
20IOALVOÉOUrnO 
Expulsar os imigrantes 
não resolve o 
desemprego de países 
como os EUA, onde 
o envelhecimento 
levará à estagnação 
ARTES 
24l As coREs DE ALÁ 
27 | UM PEDAçO 
DO ISLÃ NO BRASIL 
Exposição que abarca 13 
séculos de arte islâmica, 
do VII ao XX, mostra 
como essa tradição se 
propagou e ganhou 
contornos distintos 
mundo afora 
GEOGRAFIA 
37 IDEUS,OD|ABO 
E A MINA DE SAN JOSÉ 
38 I O MAPA DAS MINAS 
A mineração brasileira 
tem dificuldade para 
suprir as demandas 
de um mercado 
em expansão 
TECNOTOGIA 
41 | NO FUNDO É nnSO 
42 I NOVOS 
CONHECIMENTOS 
O que muda, de fato, 
na nossa maneira de 
aprender e de ensinar 
com a chegada da web? 
AT 
FISICA 
46 I A ESTATíSrrCn 
QUER SER POP 
49 I DO CERTO 
AO DUVTDOSO 
Saiba como 
grandes descobertas 
científicas só 
foram possíveis 
graças ao avanço 
da estatística 
REPORTAGEM 
s4 I os DTLEMAS 
DO ENEM 
Ave, Palavra 
s7 | REGTDOS 
PELO SENTIDO 
As confusões 
com a regência 
verbal aparecem 
quando transpomos 
para um verbo 
de significado 
igual ou parecido 
o complemento 
de outro verbo 
M SALA D 
REPORTAGEM 
58 I GAMISINHAS 
AO ALCANCE 
Projeto de distribuição 
gratu ita de preservativos 
na rede pública de 
ensino gera polêmica 
Artigo 
33 | OS CAMTNHOS 
PARA O NOBEL 
Um retrato da obra 
de Mario Vargas Llosa, 
vencedor do prêmio, 
e uma reflexão sobre 
os critérios que a 
Academia Sueca utiliza 
para fazer suas escolhas 
Cine Clube 
61 | CONTO DE 
FADAS SOMBRIO 
Em O Labírinto 
do Fauno, o diretor 
mexicano Guilhermo 
del Toro une fantasia e 
ficçãoemostraamistura 
a partir dos olhos de 
uma criança inocente 
Tecnologia 
62 | LTTERATURA EM 
PEQUENA ESCALA 
Ao escrever 
microcontos de até 
140 caracteres, alunos 
aprendem novos usos 
para a rede social 
641 SALA DO PROFESSOR 
Carta ao Professor 
66 I Por Heloisa Prieto 
Subsolo. 
Trabalhadores em 
mína; extração é 
Iucratíva e perígosa 
ENTREVISTA 
Trabalhar 
é aprender 
Wanderley Codo, 
psicólogo da UnB, 
defende que os 
adolescentes também 
exerçam um oÍício 
PÁG. 12 
A 
6) 
TrÌ, 
z 
C) ; 
-m 
U) 
rrl 
n 
G) 
o 
n 
r 
cARTA NA Escot-l 5

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a CartaCapital na Escola

Historia-da-enfermagem - WALESKA PAIXÃO - 5ª ED. 1979.pdf
Historia-da-enfermagem - WALESKA PAIXÃO - 5ª ED. 1979.pdfHistoria-da-enfermagem - WALESKA PAIXÃO - 5ª ED. 1979.pdf
Historia-da-enfermagem - WALESKA PAIXÃO - 5ª ED. 1979.pdfSHIRLEYKELLENFERREIR
 
História da biblioteca nacional 2012
História da biblioteca nacional 2012História da biblioteca nacional 2012
História da biblioteca nacional 2012Antonio José Paniago
 
Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014
Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014
Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014claudiocpaiva
 
Importância do trabalho.pdf
Importância do trabalho.pdfImportância do trabalho.pdf
Importância do trabalho.pdfLucianaGobi
 
Palestra Biblio.lab Divulgação Científica
Palestra Biblio.lab Divulgação Científica Palestra Biblio.lab Divulgação Científica
Palestra Biblio.lab Divulgação Científica Fábio de Albuquerque
 
Divulgação Científica - Fábio F. de Albuquerque
Divulgação Científica - Fábio F. de AlbuquerqueDivulgação Científica - Fábio F. de Albuquerque
Divulgação Científica - Fábio F. de AlbuquerqueSemana Biblioteconomia
 
Pierre Bourdieu - Escritos da Educacao.pdf
Pierre Bourdieu - Escritos da Educacao.pdfPierre Bourdieu - Escritos da Educacao.pdf
Pierre Bourdieu - Escritos da Educacao.pdfMariaAntnia78
 
Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...
Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...
Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...coelhobolado
 
Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...
Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...
Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...coelhobolado
 
kupdf.net_becker-bertha-k-egler-claudio-a-g-brasil-uma-nova-potencia-regional...
kupdf.net_becker-bertha-k-egler-claudio-a-g-brasil-uma-nova-potencia-regional...kupdf.net_becker-bertha-k-egler-claudio-a-g-brasil-uma-nova-potencia-regional...
kupdf.net_becker-bertha-k-egler-claudio-a-g-brasil-uma-nova-potencia-regional...IsadoraPaulino2
 
Historia e teoria comunicacao
Historia e teoria comunicacaoHistoria e teoria comunicacao
Historia e teoria comunicacaoAtopos (eca-usp)
 
Prova Enem 2016 - Caderno Branco - Primeiro dia
Prova Enem 2016 - Caderno Branco - Primeiro diaProva Enem 2016 - Caderno Branco - Primeiro dia
Prova Enem 2016 - Caderno Branco - Primeiro diaEnem Te Conto
 
Educação de Jovens e Adultos
Educação  de  Jovens e AdultosEducação  de  Jovens e Adultos
Educação de Jovens e Adultosculturaafro
 
Prova Enem 2016 - Caderno Rosa - Primeiro dia/Segunda aplicação
Prova Enem 2016  - Caderno Rosa - Primeiro dia/Segunda aplicaçãoProva Enem 2016  - Caderno Rosa - Primeiro dia/Segunda aplicação
Prova Enem 2016 - Caderno Rosa - Primeiro dia/Segunda aplicaçãoEnem Te Conto
 
Indústria Cultural Hoje
Indústria Cultural HojeIndústria Cultural Hoje
Indústria Cultural HojeKarol Souza
 

Semelhante a CartaCapital na Escola (20)

Carta Fundamental 2012
Carta Fundamental 2012Carta Fundamental 2012
Carta Fundamental 2012
 
Carta na escola 2014
Carta na escola 2014Carta na escola 2014
Carta na escola 2014
 
Historia-da-enfermagem - WALESKA PAIXÃO - 5ª ED. 1979.pdf
Historia-da-enfermagem - WALESKA PAIXÃO - 5ª ED. 1979.pdfHistoria-da-enfermagem - WALESKA PAIXÃO - 5ª ED. 1979.pdf
Historia-da-enfermagem - WALESKA PAIXÃO - 5ª ED. 1979.pdf
 
Carta na escola 2007
Carta na escola 2007Carta na escola 2007
Carta na escola 2007
 
História da biblioteca nacional 2012
História da biblioteca nacional 2012História da biblioteca nacional 2012
História da biblioteca nacional 2012
 
Carta Fundamental 2013
Carta Fundamental 2013Carta Fundamental 2013
Carta Fundamental 2013
 
Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014
Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014
Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014
 
Elementos pré-textuais - TCC
Elementos pré-textuais - TCCElementos pré-textuais - TCC
Elementos pré-textuais - TCC
 
Importância do trabalho.pdf
Importância do trabalho.pdfImportância do trabalho.pdf
Importância do trabalho.pdf
 
Palestra Biblio.lab Divulgação Científica
Palestra Biblio.lab Divulgação Científica Palestra Biblio.lab Divulgação Científica
Palestra Biblio.lab Divulgação Científica
 
Divulgação Científica - Fábio F. de Albuquerque
Divulgação Científica - Fábio F. de AlbuquerqueDivulgação Científica - Fábio F. de Albuquerque
Divulgação Científica - Fábio F. de Albuquerque
 
Pierre Bourdieu - Escritos da Educacao.pdf
Pierre Bourdieu - Escritos da Educacao.pdfPierre Bourdieu - Escritos da Educacao.pdf
Pierre Bourdieu - Escritos da Educacao.pdf
 
Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...
Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...
Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...
 
Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...
Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...
Ciência na nossa cultura? Uma práxis de educação em ciência e matemática: ofi...
 
kupdf.net_becker-bertha-k-egler-claudio-a-g-brasil-uma-nova-potencia-regional...
kupdf.net_becker-bertha-k-egler-claudio-a-g-brasil-uma-nova-potencia-regional...kupdf.net_becker-bertha-k-egler-claudio-a-g-brasil-uma-nova-potencia-regional...
kupdf.net_becker-bertha-k-egler-claudio-a-g-brasil-uma-nova-potencia-regional...
 
Historia e teoria comunicacao
Historia e teoria comunicacaoHistoria e teoria comunicacao
Historia e teoria comunicacao
 
Prova Enem 2016 - Caderno Branco - Primeiro dia
Prova Enem 2016 - Caderno Branco - Primeiro diaProva Enem 2016 - Caderno Branco - Primeiro dia
Prova Enem 2016 - Caderno Branco - Primeiro dia
 
Educação de Jovens e Adultos
Educação  de  Jovens e AdultosEducação  de  Jovens e Adultos
Educação de Jovens e Adultos
 
Prova Enem 2016 - Caderno Rosa - Primeiro dia/Segunda aplicação
Prova Enem 2016  - Caderno Rosa - Primeiro dia/Segunda aplicaçãoProva Enem 2016  - Caderno Rosa - Primeiro dia/Segunda aplicação
Prova Enem 2016 - Caderno Rosa - Primeiro dia/Segunda aplicação
 
Indústria Cultural Hoje
Indústria Cultural HojeIndústria Cultural Hoje
Indústria Cultural Hoje
 

Mais de Antonio José Paniago (20)

Horário de visita e empréstimos vespertino 2022.pdf
Horário de visita e empréstimos vespertino 2022.pdfHorário de visita e empréstimos vespertino 2022.pdf
Horário de visita e empréstimos vespertino 2022.pdf
 
Horário de Visita e empréstimo matutino 2022.pdf
Horário de Visita e empréstimo matutino 2022.pdfHorário de Visita e empréstimo matutino 2022.pdf
Horário de Visita e empréstimo matutino 2022.pdf
 
Biblioteca virtual
Biblioteca virtualBiblioteca virtual
Biblioteca virtual
 
Atuação 2017
Atuação 2017Atuação 2017
Atuação 2017
 
Cálculo 2015
Cálculo 2015Cálculo 2015
Cálculo 2015
 
Cálculo 2014
Cálculo 2014Cálculo 2014
Cálculo 2014
 
Cálculo 2012
Cálculo 2012Cálculo 2012
Cálculo 2012
 
Cálculo 2011
Cálculo 2011Cálculo 2011
Cálculo 2011
 
Horario de visitacao e emprestimo 2019
Horario de visitacao e emprestimo 2019Horario de visitacao e emprestimo 2019
Horario de visitacao e emprestimo 2019
 
Nova escola 2010
Nova escola 2010Nova escola 2010
Nova escola 2010
 
Nova escola 2008 e 2009
Nova escola 2008 e 2009Nova escola 2008 e 2009
Nova escola 2008 e 2009
 
Nova escola 2006 e 2007
Nova escola 2006 e 2007Nova escola 2006 e 2007
Nova escola 2006 e 2007
 
Nova escola 2004 e 2005
Nova escola 2004 e 2005Nova escola 2004 e 2005
Nova escola 2004 e 2005
 
Ciência hoje 2005 à 2007
Ciência hoje 2005 à 2007Ciência hoje 2005 à 2007
Ciência hoje 2005 à 2007
 
Ciência hoje 2001 à 2004
Ciência hoje 2001 à 2004Ciência hoje 2001 à 2004
Ciência hoje 2001 à 2004
 
Ciência hoje 1999 e 2000
Ciência hoje 1999 e 2000Ciência hoje 1999 e 2000
Ciência hoje 1999 e 2000
 
Atuação 2018
Atuação 2018Atuação 2018
Atuação 2018
 
Horários 2017
Horários 2017Horários 2017
Horários 2017
 
Produção dos sétimos anos
Produção dos sétimos anosProdução dos sétimos anos
Produção dos sétimos anos
 
Aventuras na história maio 2006
Aventuras na história maio 2006Aventuras na história maio 2006
Aventuras na história maio 2006
 

Último

Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 

Último (20)

Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 

CartaCapital na Escola

  • 1. ATJLA COVI CONï[UDÜ DE Cartafrnpltal t 't{ ,'ï, "T= t LA l lr ' , (-,4 É=- L== rqL) F-5 ,Lt.'-= = [F [ ,ídtr t- HVil 5 li, t- r w rÍu uu. ca rta n a e sco I a. to m. b r EDIÇ0r-s: 57t/5721573/57 4 jd3ggÁ:*Í ssr ó"* $ry, ffi: ,:. fl: fl f ií #:, Ëi ffi'Stssl il Ë, ; {i *r. i", i. À .d-ï: ü:. ïi Ë &i: .....,_*;siír,,r;:.. -Jìij. .- fi: :rii.: "r: '&e"*#ffi'Ëj!l :3ilwffifrFii' r'l:ì*$üsesg$Ëffi$ir: .ÌHíÌ 5':. ".-i" SãSSS{. í, ' 1:;iiì:iii'] .."."ffi,j. 'iiq"
  • 2. Professor: As materias originalmente publicadas em CartaCapital estão disponÍveis para seus alunos no site www. cartanaescoÌa.com.br GEOGRAFIA 12 I APENAS PEçAS SOBRESSALENTES 16 | POPULAçÃO MUNDIAL A CAMINHO DO EMPATE Queda da taxa de fertilidade , muda a estrutura familiar e também as políticas publicas HISTORIA 22 I PoR QUE A IRA DO IRà 26 | A CONSTRUçÃo DO IRà MODERNO Para entender o atual regime, é preciso voltar ao início do século XX, quando ruiu o Império Persa FÍSICA 30 I coMo No rEMPo DAS CAVERNAS 32 I A L|NHA DO TEMPo DAS TEMPESTADES Os avanços científicos que levaram à previsão meteorológica ANTROPOLOGIA 36 I lÉVr-STRAUSS, O PODER DO MITO 38 I 0 LEGADo DE LÉVI.STRAUSS Os estudos do pensador do século XX foram fundamentais para entender que a civilização ocidental não é privilegiada e única FOTOGRAFIA 42 I BARRICADAS ILUSTRES 45 I LENTES FoCADAS NA HISTORIA Antes desprezada pelos historiadores, a imagem fotogrâfica ganhou dimensão documental e presença cotidiana em nossas vidas SA EDUCAçAO 50 I rDErAs SUSTENTÁVEIS, ESCOLAS IDEM Reportagem b4 I os oBsrÁcuLos PARA SER PROFESSOR Apesar do piso nacional, a profissão não é valorizadae é pouco procurada pelos pré-universitárïos Ave, palavra 58 | TANTOS QUÊS... Por que em vez de perguntar O que você comprou?, as pessoas dizem O que é que você comprou? Tecnologia 60 I AS HQS ENTRAM COM TUDO NA REDE Conheça sites que oferecem, gratuitamente, programas de edição de textos de histórias em quadrinhos e veja como estimular novos aprendizados por meio dessa ferramenta digital 64 i SALA DO PROFESSOR Carta ao professor 66 I Por Rinaldo Aparecido Meroni O primeiro barômetro. O físíco ítalíano Torrícellí ínventou, €ffi 1643, o aparelho capaz de medir a pressão atmosféríca ENTREVISTA Antonio de Las Heras Para o educador espanhol, as tecnologias da informação e da comunicação chegam às escolas "de fora para dentro" pÁc. I M A cARTA NA Escol.n 5
  • 3. U@ GEOPOIÍilCA A poderosa CIA da Cuerra Fria não é mais a mesma SA BIOLOGIA As bacterias que vivem dentro de nos e nos protegem AT A M EDtÇÕrs: 580/5 82/ 583 ffiffi ffi # t ffi COM CONTEUDO DE : B** ;r.r{ /"*"-r-, -*r--l --- t.- l ! -*!- t*-. i././" lr.._iÍ ,- I @r-l -i' Í -","---{ r"J { i"---{ -.,_-*l {1t ""fÍi1 {. "i*"*}{'-* *** *"*t. d i"ffi ."{ n**.****./"- " Í Í+ Ít t'. 1-" i'- " "- f
  • 4. ATUALIDADES M SALA Professor: As materias originalmente publicadas em CartaCapifal estão disponíveis para seus alunos no site www. cartanaescola.com.br GEOGRAFIA r0 I METROPOLE PARA POUCOS 16 lO CTDADÃO SEM ESPAçO (E VrCE-VERSA) A geografïa seletiva das grandes metrópoles brasileiras torna a cidadania um privilégio BIOLOGIA 20 I BACTÉRnS DO BEM 21 IQUE VENHAM AS BACrÉnnS Algumas das milhares delas espalhadas pelo nosso corpo ajuda a nos proteger TECNOTOGIA 241UM MUNDO DE CONEXõES 31 | AS REDES ABRAçAM A WEB Orkut, Facebook, Ning Twitter... Será que você pode ficar fora delas? Ave, Palavra 3SlOCASODOS PARTICíPIOS DUPLOS Salvado ou salvo? Elegido ou eleito? Saiba o que define o uso do particípio regular ou irregular Artigo 36 IOENSTNODE ESPANHOL NAS i ESCOLAS BRASILEIRAS Desafio é aproveitar a origem comum, neutralizando as interferências nocivas entre elas GEOPOLíTICA 38 I CR|SE DE INTELIGÊruCN 41 | ESP|õES DE coRAçõES E MENTES A história da criação da CIA e do serviço de intehgência investigativo durante a Guerra Fria LITERATURA 46 I ALBERT CAMUS, osTsrDER TNESQUECíVEL 48 I O ESTRANGETRO, UM SEM.LUGAR A teia interdisciplinar da obra de Camus HISTÓRIA 52 I ANtrA, UM íCONE EM MUTAçÃO 54IOPESODO PIONEIRISMO Anita Malfatti rompeu com o classicismo e, depois, com os cânones modernos Cine Clube s8 lÉ o cnpffAlrsuo O documentário A Corporaçãorevela o poder de destruição das grandes empresas norte-americanas em busca do lucro Tecnologia 60 I DO PAPEL À REDE Produzir um jornal escolar pela internet é mais fâcil,barato, e só ajuda a ampliar o número de leitores 641 SALA DO PROFESSOR Carta ao ProÍessor 66 I Por João Luís Ceccantini Sombras da cidade. Veja na reportagem *Metrópole para potrcos" como o crescímento desordenado das cídades excluí as populações mais pobres ENTREVISTA "O diploma vale, e o mercado precisa" José Manuel Moran explica a expansão da educação a distância no Ensino Superior PÁG.6 or C) r--o C cARTA NA Escom 5
  • 5. ATUALIDADES E M S A L A D E A U L A COM CONTËÚDO D-E EDtÇÕrs: 589/591/595 ffi GEOGRAFIA PoT ainda castiga o que a seca Nordeste HIST0RIA Como está do Sul pos-governo a Africa Mandela
  • 6. Professor: as materias originalmente publicadas em CartaCapifal estão disponÍveis para seus alunos no site www. cartanaescola.com.br ECONOMIA 10 I DECIFRA-ME 0U... 13 IATRAcÉDIAQUE NÃo É cnscn A Grécia é só uma figurante nesta nova etapa da crise internacional GEOPOLíTICA T6 IAVEZDoS EUROCÉTtCOS lelAUNtÃoA|NDA tA.z A FoRçA? Como se articulou e como funciona a integração da Europa e por que o Reino Unido se opõe ao esforço pró-continente de alemães e franceses REDAçÃO 24 | ELEtçÕEs E PRESíDIOS 25IAARTEDA ARGUMENTAçÃO Próximos do gênero ensaio, os artigos de opinião baseiam-se em argumentos para apresentar uma ideia MATEMÁTICA 28 I A REVoLUçÃo DO MTCROCRÉOlrO 32 I PRoGRAMAçÃO LINEAR Como aplicar o conceito, que envolve a maximizaçáo ou a minimizaçáo de problemas linearesz no planejamento econômico ATUALI A A D GâmgfaS na aldgia. .oo cumenttirios produzídos por índíos mostram a rea.lídade e a cultura inìlígena HISTÓRIA 36 I 0 TEMPO REABRE AS FERIDAS 33 I PROBLEMA RACIAL E TAMEÉ]Ú ECONôMICO A atual crise entre extremistas brancos e negros na Africa do Sul está diretamente relacionada à recessão mundial que castiga o país desde 2OO9 GEOGRAFIA 42 l oPUlÊrucrn E DESIGUALDADE 44l|PoR QUE A SECA CASTIGA O SERTÃO NORDESTINO Como a dinâmica das massas de ar e o relevo colaboram para a escassa e irregular chuva z omz -l c) nm t- Í- PMCS 49 I VER, APRENDER E CRIAR Saiba como três das sete escolas vencedoras do 2" Prêmio Minha C omunid ade Sustentável estão desenvolvendo seus projetos e inspire-se! Cine Clube 53 | YEs, Nós TEMOS BANANA Documentário investiga as representações sobre o Brasil no cinema estrangeiro e discute a formação dos clichês que construíram a imagem sensual e festiva do País Reportagem 56 I o ínolo, POR ELE MESMO Projeto dâ agrupos indígenas meios de produzir suas narrativas e preservar suas tradições Tecnologia 60 I MAPAS INTERATIVOS É possível percorrer o mundo e conhecer as características geológicas, políticas e econômicas de diversos países usando apenas um mouse 64 | SALA D0 PROFESSOR Carta ao professor 66 I Jorge da Silva rì r-c) T-ToC ENTREVISTA O déficit da Engenharia começa nas escolas Segundo Murilo Pinheiro, a alta taxa de desistência nas universidades de Ciências Exatas tem origem com a Íalta de informação no Ensino Médio. PÁc.6 cARTA NA Escou 5
  • 7. ATUALIDADES EM SALA DE AIJLA COM CONTEUDO DE EDIçÕrs; 606/ 608/611 CUTTURA O Adoniran centena rio de Barbosa e Noel Rosa MIA C0UT0 0 escritor fala sobre a influência dos autores brasileiros
  • 8. A A nm -u noUC >ì o n ,o C =o m Professor: As materias originalmente publicadas em CartaCapifal estão disponÍveis para seus alunos no site www. cartanaescola.com.br HISTORIA 17 | F01 NAQUELA NorrE 18 | GUERRA, UTOPTA E (DES)rLUSÕES Os festivais de canções dos anos 1960 forjaram a mais famosa geração de músicos brasileiros FÍSICA 22 I AS AMEAçAS DO LIXO ESPACIAL 24lO PERTG0 MORA BEM ACIMA A quantidade de resíduos espaciais é crescente: muitos deles já provocaram problemas no próprio espaço e podem causar graves impactos na Terra GEOGRAFIA 32 | NO SÉCULO XXr, NOVA RADIOGRAFIA 34 lO BRASTL ATRAVÉS DO CENSO Criado no período imperial, os indicadores dos estudos ajudam a conhecer e melhorar o País GfOnistas das CidadgS. o poeta e composítor Braulio Tavares analísa a obra de AdoníranBarbosa e NoeI Rosa TECNOLOGIA 38 I DETURPAçÕES PONTOCOM 40 I ARMADILHAS DO PLÁGIO E DA PARODIA A internet é fonte de incontáveis textos de falsa autoria, lidos pelos alunos. Isso significa que eles consideram o conhecimento literário algo importante MÚSICA 441A ENCRUZILHADA DOS BATUTAS 48 I DO|S GRANDES CRONISTAS DAS CIDADES Como Noel Rosa e Adoniran Barbosa retrataram, respectivamente, o cotidiano do Rio de Janeiro e as transformações sociais de São Paulo MATEMÁTICA 52 | RENDA Mítunltn PARA TODOS? 55 I RENDA MíNIMA, POR PARTES Relevante e atual, o tema pode ser usado mu ltid i s c ipl i n a r mente em sala de aula Artigo 30 I NA M|RA DOS ALUNOS Professores são alvo de estudantes que, por causa de uma notabaixa ou pura implicância, usam a internet para humilhá-los publicamente Ave, Palavra 43 I A VoZ DO OUTRo A função básica das orações substantivas objetivas diretas é "emp acotar" vozes de outras pessoas Cine Clube 5e I o MUNDo DOS SONHOS Coraline e o Mundo Secreto Tecnologia 60 I NOVO CURSo DE COMUNTCAçÃo EDUCATIVA A Escola de Comunicação e Artes da USP cria a primeira graduação em Educomunicação 641 SALA D0 PROFESSOR Carta ao Professor 66 I Por Kátia Canton U) o C) o --l o -n T-- To ENTREVISTA Personagens em busca de um autor O escritor moçambicano Mia Couto fala da inÍluência de Guimarães Rosa na sua prosa poética e conta que seus livros surgem a partir dos personagens. PÁG. 12 4 www.cARTANAESCoLA.coM.BR
  • 9. ATUALIDADES EM SALA DE AU Ciganas caminham pelo deserto de Rajastão, no norte da lndia JUUEIITUDE Cresce o consumo de crack em todas as classes sociais LA i r"...i II !--*-**.-. -.-" i !"nì Bl0t0GlA A ciência que imita a COM CONTTUDO DE N OVEM B RC I|ililruil[ffiililililil|1 tilllililllllll uorçÃo N" br - RS 6,90 alrursrËRro DA EDUCAçÃO FIIIH r:a::.1::t::::::i.!jrtr::rl:iÌa:i : :,.::r:4::!ir1:i-._:'iirr!.!:i::i.i j .:::.:.j:::r t..r: ti!;:::r. :!:- ,i:iÌi:iii i:ìl:''i::l Íii{i'jilËf*AE #Ë,,Hffin$0$ ffiffi'* ..r* H 0.1 . o+olnr$F natureza para criar tecnologias
  • 10. NUTRTçÃO 16 | VTTAMtNA C coNTRA cÂrucen E GRIPE rz I o PoDER DAS VITAMINAS Por qlle esses micronutrientes são indispensáveis na formação e desenvolvimento celular GEOGRAFIA 21 IOOURONEGRO NO BRANCO ÁnilCO 22 | ESCoNDENDO 0 0uRo... As divergências sobre quem deve explorar o petroleo nas regiões antes inacessíveis do Artico BtotoGtA Z 28 | coMo coPrAR 5 A TEIA DA TVEPHILA? * 30 I QuANDo A I NATUREZA AJUDA : A ctÊrucrn : Como a biomimética B se baseia em formas F e funções naturais í para desenvolver õ novas tecnologias t# h r r ,y HISTORIA 34 I O CHTLE SOMBRIO DE EL REY 36 I0CH|LEDO DITADOR PINOCHET Como esta longa e ultrarrepressiva ditadura foi também celeiro das políticas neoliberais no mundo GEOGRAFIA 40 I o ctGANo YS. SARKOZY 43 I ANATOMIA DE UM POVO DESPREZADO Atuais restrições aos ciganos na Europa Ocidental são consequência do precorrceito historico contra uma população associada ao nomadismo ARTE 48 I A BTENAL DO BODE POLíTICO 51 I UM PASSEIO PELA 29'BIENAL Saiba conÌo aproveitar a tradicional mostra de arte de São Paulo para aproximar os alunos do tema Artigo 26 IALETTURAC0M0 AVENTURA E PAIXÃO Mesmo que a obra seja ruim ou inadequada, a missão do educador e fazer o aluno entender os motivos clisso Ave, Palavra 47 | VOCÊ Ue FAZ UM FAVOR? POIS ttÃOl Se algrrem lhe responder com a expressão "Pois rÌão", significa uma afirmação on negacão? REPORTAGEM 56 | 0 MEL, AS CABRAS, AFARINHAEAAVO Como o método de ensino de Abd alaziz de Moura modifica o Semiárido Cine Clube 58 I OS ANOS 60 COM A AJUDA DOS BEATLES Musical faz releitura de uma das decadas mais importantes da história, a partir de uma interpretação sofisticada das mírsicas da banda de Liverpool Resenha s9 I AS RAízEs DAs TENSÕES Livro relata as muitas causas qlle transforn'ìaranì a região em ulll emaranhado de odio Tecnologia 60 I OS LAPTOPS ENFIM CHEGAM A SALA DE AULA O Brasil começa a distribuir os equipamentos do projeto Um Computaclor por Aluno 64 I SnlA DO PROFESSoR Carta ao Professor 66 | Por Braulio Tavares Professor: As materias originaÌmente pubÌÌcadas em CartaCapitaÌ estão clisponÍveis Ìlara seus alunos no stte ''' c ;|.Ì ilÌlaìr's('oÌ;'t r'o111 111 lnimigo ao lado. Pínocher (no crrr-alo) e AIIende: Chíle div idído p oï,7 e c,z.Ja s ENTREVISTA Drogas e adolescência 0 psiquiatra Dartiu Xavier, especialista em dependência química, alerta para o aumento de consumo de crack. pÁc. rz ATUALIDADES EM SALA / 4 www.cARTANAESCoLA.coM BR
  • 11. ATUALIDADES EM SALA DE ÔÔtr,I CONTEUDO DE TITERATURA Os Mario Vargas caminhos de Llosa ao Nobel ARTES Um passeio pela diversidade cultural do lslã
  • 12. Professor: as materias originaÌmente publicadas em CartaCapital estão disponÍveis para seus aÌunos no site www cartanaescoÌa conr Ìrr GEOPOLíTICA 16 I SOY LATTNO, AMERICANO 20IOALVOÉOUrnO Expulsar os imigrantes não resolve o desemprego de países como os EUA, onde o envelhecimento levará à estagnação ARTES 24l As coREs DE ALÁ 27 | UM PEDAçO DO ISLÃ NO BRASIL Exposição que abarca 13 séculos de arte islâmica, do VII ao XX, mostra como essa tradição se propagou e ganhou contornos distintos mundo afora GEOGRAFIA 37 IDEUS,OD|ABO E A MINA DE SAN JOSÉ 38 I O MAPA DAS MINAS A mineração brasileira tem dificuldade para suprir as demandas de um mercado em expansão TECNOTOGIA 41 | NO FUNDO É nnSO 42 I NOVOS CONHECIMENTOS O que muda, de fato, na nossa maneira de aprender e de ensinar com a chegada da web? AT FISICA 46 I A ESTATíSrrCn QUER SER POP 49 I DO CERTO AO DUVTDOSO Saiba como grandes descobertas científicas só foram possíveis graças ao avanço da estatística REPORTAGEM s4 I os DTLEMAS DO ENEM Ave, Palavra s7 | REGTDOS PELO SENTIDO As confusões com a regência verbal aparecem quando transpomos para um verbo de significado igual ou parecido o complemento de outro verbo M SALA D REPORTAGEM 58 I GAMISINHAS AO ALCANCE Projeto de distribuição gratu ita de preservativos na rede pública de ensino gera polêmica Artigo 33 | OS CAMTNHOS PARA O NOBEL Um retrato da obra de Mario Vargas Llosa, vencedor do prêmio, e uma reflexão sobre os critérios que a Academia Sueca utiliza para fazer suas escolhas Cine Clube 61 | CONTO DE FADAS SOMBRIO Em O Labírinto do Fauno, o diretor mexicano Guilhermo del Toro une fantasia e ficçãoemostraamistura a partir dos olhos de uma criança inocente Tecnologia 62 | LTTERATURA EM PEQUENA ESCALA Ao escrever microcontos de até 140 caracteres, alunos aprendem novos usos para a rede social 641 SALA DO PROFESSOR Carta ao Professor 66 I Por Heloisa Prieto Subsolo. Trabalhadores em mína; extração é Iucratíva e perígosa ENTREVISTA Trabalhar é aprender Wanderley Codo, psicólogo da UnB, defende que os adolescentes também exerçam um oÍício PÁG. 12 A 6) TrÌ, z C) ; -m U) rrl n G) o n r cARTA NA Escot-l 5