SlideShare uma empresa Scribd logo
Secretaria Nacional de Segurança Pública
SENASP MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim 2013
DEPARTAMENTO DA
FORÇA NACIONAL
DE SEGURANÇA PÚBLICA
Boletim 2013
Departamento da Força Nacional
de Segurança Pública
 
Ministro da Justiça
José Eduardo Cardozo
 
Secretária-Executiva
Márcia Pelegrini
 
Secretária Nacional de Segurança Pública
Regina Maria Filomena De Luca Miki
 
Diretor do Departamento da Força Nacional
de Segurança Pública
Alexandre Augusto Aragon
BRASÍLIA-DF
2014
Introdução
A Secretaria Nacional de Segurança Pública do
Ministério da Justiça divulga seu boletim anual
de 2013 sobre a atuação do Departamento da
Força Nacional de Segurança Pública (DFNSP) nas
ações desenvolvidas em apoio ao Governo Federal,
Estadual em suas funções de Segurança Pública, com
apresentação dos dados atinentes a contextualização,
planejamento e execução operacional, emprego de
efetivo, produtividade, treinamento e capacitação.
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
A Força Nacional
A Força Nacional da Secretaria Nacional de Segurança Pública foi criada por meio
do Decreto nº 5.289, de 29 de novembro de 2004, sendo inicialmente instituída
para atuação nos Estados-Membros para executar atividades de policiamento
ostensivo, em casos de perturbação da ordem pública, incolumidade das pessoas
e do patrimônio, por meio de acordos de cooperação.
Em 2007, a FNSP foi transformada em Departamento da Secretaria Nacional de
Segurança Pública do Ministério da Justiça. Posteriormente, o Distrito Federal foi
incluído no projeto, mantendo-se as mesmas finalidades.
Em 2008, as atribuições da Força Nacional foram ampliadas, abrangendo também
a cooperação com os órgãos de Segurança federais. Já no ano de 2010, a Força
Nacional passou a contar com policiais civis e peritos forenses.
A Força Nacional de Segurança Pública representa uma alternativa viável,
concreta e eficaz de prevenção, de preservação e de restauração da ordem
pública, proporcionando à sociedade em geral a sensação de segurança desejável,
constituindo-seumesforçoconjuntodosEstadosedaUnião,pormeiodoprincípio
de Cooperação Federativa.
Em cumprimento ao pacto de solidariedade federativa para apoio, cooperação
e interação com os órgãos de Segurança Pública dos entes federados, o
Departamento da Força Nacional de Segurança Pública (DFNSP), no exercício de
2013,desenvolveu59operações,estandopresenteem19UnidadesdaFederação:
ACRE, ALAGOAS, AMAZONAS, AMAPÁ, BAHIA, DISTRITO FEDERAL, ESPÍRITO
SANTO, GOIÁS, MARANHÃO, MATO GROSSO DO SUL, MATO GROSSO, PARÁ,
PARAÍBA, PARANÁ, RIO DE JANEIRO, RIO GRANDE DO NORTE, RONDÔNIA,
RORAIMA e TOCANTINS, cumprindo as seguintes missões: Patrulhamento de
Fronteiras, Policiamento Ostensivo, Combate a Crimes Ambientais, Policiamento
em Áreas Indígenas, Segurança em Grandes Eventos, Proteção a Pessoas
Ameaçadas, Apoio Aéreo, Apoio em Investigação de Crimes, Segurança em
Penitenciária e Apoio a Desastres Climáticos e Ambientais.
Atualmente,aFNSPrealiza30operações,localizadasem16EstadosdaFederação:
ACRE, ALAGOAS, AMAZONAS, BAHIA, DISTRITO FEDERAL, ESPÍRITO SANTO,
GOIÁS,MARANHÃO,MATOGROSSODOSUL,MATOGROSSO,PARÁ,PARANÁ,
RIO DE JANEIRO, RIO GRANDE DO NORTE, RONDÔNIA e TOCANTINS.
Desde sua criação, a Força Nacional já desenvolveu 142 operações, em 23
Estados da Federação: ACRE, ALAGOAS, AMAPÁ, AMAZONAS, BAHIA, CEARÁ,
DISTRITO FEDERAL, ESPÍRITO SANTO, GOIÁS, MARANHÃO, MATO GROSSO,
MATO GROSSO DO SUL, PARÁ, PARAÍBA, PARANÁ, PIAUÍ, RIO DE JANEIRO,
RIOGRANDEDONORTE,RONDÔNIA,RORAIMA,SANTACATARINA,SERGIPE
e TOCANTINS, no período de 2004 a 2013.
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
Como acontecem as operações
Baseada na Força de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU), a Força é
coordenadapelaSecretariaNacionaldeSegurançaPública(Senasp),doMinistério
da Justiça. Os integrantes da Força Nacional, após treinamento ou atuação, se
reintegram às suas respectivas funções, em seus Estados, onde também repassam
os conhecimentos adquiridos aos demais membros de suas corporações.
Desde que foi criada, cerca de 10,6 mil profissionais de segurança pública
passaram pelo treinamento para integrar a Força Nacional. Durante cerca de três
semanas, policiais militares, policiais civis e bombeiros militares e profissionais de
perícia de todas as partes do País são submetidos a uma rotina de exercícios e
aulas teóricas e práticas de rotinas operacionais.
Durante o treinamento, os participantes têm que cumprir uma carga horária
mínima de 130 horas. A proposta do curso é criar um padrão de procedimentos
que seja seguido por todo o efetivo em suas ações operacionais e o nivelamento
de conhecimento ocorre antes do profissional iniciar as atividades operacionais.
O processo de escolha dos operadores de segurança pública que participam do
programa de treinamento é bastante rigoroso. O Ministério da Justiça envia
ofício para todas as Secretarias de Segurança Pública do País, que escolhem
entre os voluntários aqueles que mais se destacam. Os candidatos devem
possuir, no mínimo, cinco anos de experiência profissional. Outra exigência
é ter disponibilidade para ser convocado pelo período de 180 dias, em data
indeterminada, e ter recebido o conceito ‘muito bom’ nos testes.
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
SolicitaçãodoGoverno
Estadual/Distrital
SolicitaçãodoÓrgãoFederal
PlanodeMovimentação
Planode
Desmobilização
OrdemdeOperações
(Doc.Obrigatório)
OrdemdeServiço
(Doc.Obrigatório)
NotadeServiço
(Conformedemandas)
RelatatórioFinal
deOperação
MinutadePortaria
PlanodeEmprego
(Doc.Obrigatório)
PlanodeLogística
PlanodeTreinamento
eCapacitação
ConvêniodeCooperação
Federativa
NotaTécnica
ParecerTécnico
deEmprego
(SecretariadeDefesaSocial)
Ofíciode
Imprescindibilidadede
Emprego(Governador)
Fluxograma de Operações
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
Formalização do Fato
Recebimento do Fato
Desmobilização e
Entrega das Instalações
Elaboração do Relatório
de Inteligência
Aprestamento
Transporte do
Efetivo e Material
Chegada do Efetivo
Início da Operação
Elaboração do Plano
de Desmobilização
Ajustes Operacionais
Arquivamento
Início da Desmobilização
Apresentação
do Efetivo
Elaboração do Planejamento
Operacional e Logístico
Mobilização
Deslocamento
Emprego de Efetivo
Pré-desmobilização
Desmobilização
Cronograma de Fases das Ações
de Mobilização, Instalação e
Desmobilização
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
Operações iniciadas em 2013
e ainda em Andamento em 2014
Nº
INÍCIO DA
OPERAÇÃO
LOCAL DA
OPERAÇÃO
NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO
01 01/10/2009 Natal (RN)
‘Rio Grande do
Norte’
Aérea
Apoio ao Governo do Estado do Rio Grande do Norte,
comoobjetivodeprestarapoiotécnico-operacionalem
aviação policial, em consonância com as corporações
envolvidas, atendendo à solicitação do Governo do
Estado do Rio Grande do Norte.
02 29/12/2010 Palmas (TO)
‘Tocantins’
Aérea
Apoio ao Governo do Estado do Tocantins, com o
objetivo de prestar assessoria técnica em aviação
policial, em consonância com as corporações
envolvidas.
03 08/04/2013 Maceió (AL)
‘Alagoas’
Aérea
ApoioaoGovernodoEstadodeAlagoas,comoobjetivo
de prestar assessoria técnica em aviação policial, em
consonância com o Departamento Tático de Aviação
Operacional.
04 17/03/2011 Maceió (AL)
‘Jaraguá’
Mista
Apoio ao Governo do Estado de Alagoas, à Secretaria
de Estado e de Defesa Social, na preservação da ordem
pública, apoio à polícia ostensiva e Judiciária e defesa
da incolumidade das pessoas e do patrimônio da
Unidade Federativa, com o objetivo de contribuir nas
investigações policiais em curso e pendentes.
05 2706/2012 Arapiraca (AL)
‘Jaraguá’
Mista
Apoio ao Governo do Estado de Alagoas, à Secretaria
de Estado e de Defesa Social, na preservação da ordem
pública, apoio à polícia ostensiva e Judiciária e defesa
da incolumidade das pessoas e do patrimônio da
Unidade Federativa, com o objetivo de contribuir nas
investigações policiais em curso e pendentes.
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
Nº
INÍCIO DA
OPERAÇÃO
LOCAL DA
OPERAÇÃO
NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO
06 13/12/2011
Luziânia e
região do
entorno (GO)
‘Cerrado’
Mista
Apoio ao Governo do Estado de Goiás, a fim de
contribuir para a preservação da ordem pública,
incolumidade das pessoas e do patrimônio, nas cidades
limítrofes entre Goiás e Distrito Federal, por meio
de ações de polícia ostensiva, no cumprimento de
mandado de prisão, de busca e apreensão, e barreiras
policiais específicas em rodovias; de Polícia Judiciária:
na conclusão de inquéritos policiais anteriores ao ano
de 2008 - Meta 2 ENASP; de Perícia Forense: nos
exames de eficiência de balística, microcomparação
balística, necropapiloscopia e identificação criminal;
e de Bombeiro: nas ações do projeto social Força na
Comunidade.
07 05/09/2013
Rio Verde e
Goiânia (GO)
‘Serra Dourada’
Judiciária
Dispõe sobre o emprego do efetivo da Força Nacional
de Segurança Pública no Estado de Goiás, em apoio
às ações de elucidação dos crimes de homicídio, em
especial na Região Metropolitana de Goiânia.
08 20/09/2012
Ariquemes,
Machadinho
do Oeste e
Porto Velho
(RO)
‘Defesa da
Vida’
Ambiental
Apoio ao Governo do Estado de Rondônia, por meio da
Secretaria de Segurança Pública daquele Estado, no
sentidodeexerceratividadeseserviçosimprescindíveis
à preservação da ordem pública, da incolumidade das
pessoas e do patrimônio.
09 27/02/2013 Vera (MT)
‘Onda Verde’
Ambiental
Apoio a operação deflagrada pelo Instituto Brasileiro
doMeioAmbienteedosRecursosNaturaisRenováveis
(Ibama),comoobjetivodecoibirodesmatamentoilegal
nas áreas consideradas críticas pelo monitoramento
ambiental da Amazônia.
10 27/02/2013 Aripuanã (MT)
11 03/03/2013
São Félix do
Xingu (PA)
12 15/03/2013
Novo
Progresso (PA)
13 06/08/2013 Humaitá (AM)
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
Nº
INÍCIO DA
OPERAÇÃO
LOCAL DA
OPERAÇÃO
NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO
14 24/02/2008
Ariquemes
(RO)
‘Defesa da
Vida’
Ambiental
Apoio ao Departamento de Polícia Federal, no sentido
de coibir quaisquer atividades ilegais que atinjam o
patrimônio natural brasileiro na região amazônica.
15 05/02/2010 Corumbá (MS)
‘Enafron’
Fronteira
Apoio ao Departamento de Polícia Federal no combate
ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de
produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos
nas fronteiras do Brasil.
16 05/02/2010
Guairá (PR)
início
17/07/2013
(2ª vez) Foz do
Iguaçu (PR)
27/05/2013
Apoio ao Departamento de Polícia Federal no combate
ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de
produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos
nas fronteiras do Brasil.
17
11/06/2010 e
08/07/2011
Epitaciolândia
(AC) e Plácido
de Castro (AC)
Apoio ao Departamento de Polícia Federal no combate
ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de
produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos
nas fronteiras do Brasil.
18 16/06/2010
Guajará Mirim
(RO)
Apoio ao Departamento de Polícia Federal no combate
ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de
produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos
nas fronteiras do Brasil.
19 19/07/2011
Ponta Porã
(MS)
Apoio ao Governo do Estado do Mato Grosso do Sul,
à Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública
do MS, nas ações de preservação da ordem pública,
de forma complementar aos órgãos de Segurança
Pública do Estado, sob a orientação destes, na região
de fronteira com o Paraguai.
20 19/04/2012
Tabatinga
(AM)
Apoio ao Governo do Estado do Amazonas no combate
ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de
produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos
nas fronteiras do Estado do Amazonas.
21 30/09/2013
Epitaciolândia
(AC)
Apoio ao Governo do Estado do Acre, para exercer
atividadesdefiscalização,inibição,prevenção,coibição
e repressão dos crimes de contrabando, de tráfico de
drogas e de armas na região fronteiriça do Estado do
Acre.
22 11/09/2012 Gama (DF)
‘Divisa Segura’
Ostensiva
Apoio ao Governo do Distrito Federal aos órgãos de
Segurança Pública locais, em ações de policiamento
ostensivo nas regiões limítrofes com os Estados de
Goiás e de Minas Gerais.
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
Nº
INÍCIO DA
OPERAÇÃO
LOCAL DA
OPERAÇÃO
NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO
23 29/07/2013
Rio de Janeiro
(RJ)
‘Pacificadora II’
Ostensiva
Apoio ao Governo do Estado do Rio de Janeiro, nas
ações decorrentes da implantação do Programa
do Governo Federal “Crack, é possível vencer”, na
Comunidade do Santo Amaro, na cidade
do Rio de Janeiro-RJ.
24 25/10/2011
Anapu e Vila
Surubim (PA)
‘Protetor I’
Proteção
a Pessoas
Ameaçadas
ApoioàSecretariadeDireitosHumanosdaPresidência
da República, notadamente na proteção do defensor
dos Direitos Humanos, do Sr. D.A.S., que, em razão
de sua atividade, encontra-se em situação de risco ou
vulnerabilidade.
25 01/07/2011 Dourados (MS)
‘Tekohá’
Indígena
Apoio ao Departamento de Polícia Federal, a fim de
garantir a manutenção da ordem pública em terras
indígenas no Estado do Mato Grosso do Sul, na região
do município de Dourados-MS.
26 06/08/2012
Alto Boa Vista
(MT)
‘Maraiwatsede’
Indígena
Apoio ao Departamento de Polícia Federal quanto
à necessidade de garantir a segurança dos diversos
órgãos e evitar conflito entre os envolvidos durante
o cumprimento de decisão judicial que determinou
a retirada de não índios do interior da Terra Indígena
Maraiwatsede.
27 21/08/2013
Buerarema
(BA)
‘Terras
Indígenas’
Indígena
Apoio ao Departamento de Polícia Federal, em
conflitos envolvendo populações indígenas na região
sul do Estado da Bahia.
28 13/11/2012 Altamira (PA)
‘Belo Monte’
Projetos
Prioritários
Nacionais
Apoio ao Ministério de Minas e Energia, com o fim de
garantir a incolumidade das pessoas, do patrimônio e
a manutenção da ordem pública nos locais em que se
desenvolvem as obras de infraestrutura da Usina
Hidrelétrica de Belo Monte.
29 13/10/2013
Região
Metropolitana
de São Luís
(MA)
‘Parnaíba’
Segurança em
Penitenciária
Apoio ao Governo do Estado do Maranhão, a fim de
preservar a incolumidade das pessoas e do patrimônio,
através de ações de policiamento ostensivo e controle
de distúrbios civis, prevenindo o agravamento
da situação na zona do conflito, que envolve os
detentos do presídio de Pedrinhas, para contenção
de grave perturbação da ordem pública na Região
Metropolitana, em face de motins deflagrados em
unidades prisionais.
30 22/12/2013
Vitória (ES)
e outros
municípios
‘Capixaba’
Desastres
Climáticos
Apoio ao Governo do Estado, através da Secretaria
de Segurança Pública e de Defesa Civil do Estado
do Espírito Santo, executando ações voltadas para
salvamento nas buscas de pessoas desaparecidas nas
áreas colapsadas nos municípios atingidos.
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
OPERAÇÕES FINALIZADAS EM 2013
Nº
PERÍODO DA
OPERAÇÃO
LOCAL DA
OPERAÇÃO
NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO
01
20/06/2011
12/08/2013
Natal (RN)
‘Potiguar’
Judiciária
Apoio ao Governo do Estado do Rio Grande do Norte
na preservação da ordem pública, na incolumidade
das pessoas e do patrimônio, por meio de ações de
Polícia Judiciária, nas investigações policiais em curso
e pendentes.
02
25/08/2013
12/08/2013
João Pessoa
(PB)
‘Tambiá’
Judiciária
Apoio ao Governo do Estado da Paraíba, a fim de
contribuir na preservação da ordem pública e na
incolumidade das pessoas e do patrimônio, através de
ações de Polícia Judiciária, nas investigações policiais
em curso e pendentes.
03
09/10/2012
01/02/2013
Porto Velho
(RO)
‘Curupira’
Ambiental
Apoio às ações do Ibama, com o fim de reprimir crimes
ambientais, em especial o desmatamento, a extração e
o comércio ilegal de madeira no estado de Rondônia.
04
03/12/2012
01/02/2013
Novo
Progresso,
Castelo dos
Sonhos e suas
regiões (PA)
Apoio às ações do Ibama, com o fim de reprimir crimes
ambientais, em especial o desmatamento, a extração e
o comércio ilegal de madeira no estado do Pará.
05
24/02/2008
11/07/2013
Altamira (PA)
‘Defesa da Vida’
Ambiental
Apoio ao Departamento de Polícia Federal, no sentido
de coibir quaisquer atividades ilegais que atinjam o
patrimônio natural brasileiro na região amazônica.
06
23/12/2009
02/09/2013
São Miguel do
Iguaçu (PR)
‘VANT’
Fronteira
Apoio ao Departamento de Polícia Federal, nas
atividades de segurança orgânica das instalações do
aeródromo do Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT) e
escolta de estrangeiros envolvidos no programa.
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
Nº
PERÍODO DA
OPERAÇÃO
LOCAL DA
OPERAÇÃO
NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO
07
23/07/2010
08/10/2013
Pacaraima
(RR)
‘Enafron’
Fronteira
ApoioaoDepartamentodePolíciaFederalnocombate
ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de
produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos
nas fronteiras do Brasil.
08
23/07/2010
02/07/2013
Tabatinga e
Tefé (AM)
ApoioaoDepartamentodePolíciaFederalnocombate
ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de
produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos
nas fronteiras do Brasil.
09
10/05/2011
27/09/2013
Óbidos (PA)
ApoioaoDepartamentodePolíciaFederalnocombate
ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de
produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos
nas fronteiras do Brasil.
10
19/05/2011
14/10/2013
Oiapoque (AP)
ApoioaoDepartamentodePolíciaFederalnocombate
ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de
produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos
nas fronteiras do Brasil.
11
12/05/2012
07/06/2013
Rio de Janeiro
(RJ)
‘Pacificadora’
Ostensiva
Apoio ao Governo do Estado do Rio de Janeiro, nas
ações decorrentes da implantação do Programa
do Governo Federal “Crack, é possível vencer”, na
Comunidade do Santo Amaro, na cidade do Rio de
Janeiro-RJ.
12
15/02/2013
18/05/2013
Florianópolis,
Blumenau,
São Pedro de
Alcântara e
Trindade (SC)
‘Santa Catarina’
Segurança em
Presídio
Apoio ao Governo do Estado de Santa Catarina, a
fim de preservar a ordem pública, a incolumidade
das pessoas e do patrimônio, executando ações de
apoio em escoltas, nas transferências de presos,
varreduras e contenção nos presídios do Estado, nas
cidades de Florianópolis, São Pedro de Alcântara,
Blumenau, Criciúma, Joinville, Itajaí/Camboriú, Lages,
São Francisco do Sul e Jaraguá do Sul, em apoio aos
órgãos integrantes do Sistema de Segurança Pública
do Governo do Estado, em decorrência dos ataques a
basesdaPolíciaMilitar,PolíciaCivil,aônibuscoletivos,
veículos particulares e a prédios públicos.
13
18/07/2013
15/10/2013
Valparaíso e
Luziânia (GO)
‘BR-040’
Ostensiva
Apoio da Força Nacional de Segurança Pública ao
Departamento de Polícia Rodoviária Federal, nas
ações conjuntas de segurança na BR-040, no trecho
entre os quilômetros 0 e 20, na região dos municípios
de Valparaíso e Luziânia, no Estado de Goiás, em razão
das ações violentas deflagradas na região do entorno
do Distrito Federal.
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
Nº
PERÍODO DA
OPERAÇÃO
LOCAL DA
OPERAÇÃO
NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO
14
25/10/2011
23/10/2013
Lábrea (AM)
‘Protetor II’
Proteção
de Pessoas
Ameaçadas
ApoioàSecretariadeDireitosHumanosdaPresidência
da República, notadamente na proteção do defensor
dos Direitos Humanos, do Sr. Antônio Vasconcelos de
Souza, que, em razão de sua atividade, encontrava-se
em situação de risco e vulnerabilidade.
15
23/12/2008
29/08/2013
Pimenta
Bueno (RO)
‘Roosevelt’
Ambiental
Apoio ao Departamento de Polícia Federal nas ações
de combate à extração mineral no interior da Reserva
Indígena Roosevelt, no Estado de Rondônia.
16
14/03/2011
11/10/2013
São Félix do
Xingu (PA)
‘Xingu’
Indígena
Apoio ao Departamento de Polícia Federal, a fim
de promover a desintrusão dos não índios da Terra
Indígena Apyterewa, evitando conflitos entre índios e
famílias de não índios na região, em conformidade com
as demandas da Polícia Federal.
17
27/04/2012
08/05/2013
Camacan, Pau
Brasil e Itaju
do Colônia
(BA)
‘Terras
Indígenas’
Indígena
Apoio ao Departamento de Polícia Federal, em
conflitos envolvendo populações indígenas na região
sul do Estado da Bahia.
18
01/10/2012
26/08/2013
Amabaí (MS)
‘Guarani’
Indígena
Apoio ao Departamento de Polícia Federal na
preservação da ordem pública nos conflitos
envolvendo indígenas e fazendeiros, na região sul do
Mato Grosso do Sul.
19
26/04/2013
28/04/2013
Amaturá e
São Paulo de
Olivença (AM)
‘Expedicionário
da Saúde’
Ostensiva
Executar ações de preservação da ordem pública,
da incolumidade das pessoas e do patrimônio,
através de ações de policiamento voltadas para
a segurança pública dos envolvidos quando em
atividades de vacinação dos povos indígenas, nas
cidades de Amaturá e São Paulo de Olivença, bem
como na segurança do Ministro da Saúde na cidade de
Tabatinga, e comunidades de Santa Inês e Nova Itália,
todos no Estado do Amazonas.
20
07/06/2013
15/08/2013
Sidrolândia e
Aquidauana
(MS)
‘Mato Grosso
do Sul’
Ostensiva
Dispõe sobre emprego do apoio da Força Nacional de
Segurança Pública no Estado de Mato Grosso do Sul,
no sentido de proteger a integridade física de todos
os envolvidos em conflitos decorridos de invasões de
propriedades rurais, especificamente nos Municípios
de Sidrolândia e Aquidauana, no Estado de Mato
Grosso do Sul.
21
28/03/2012
11/10/2013
Usinas
Hidrelétricas
de Jirau e
Santo Antônio
(RO)
‘Jirau II’
Projetos
Prioritários
Nacionais
Apoio ao Governo do Estado de Rondônia, com o fim
de garantir a incolumidade das pessoas, do patrimônio
e a manutenção da ordem pública nas regiões em que
se desenvolvem as obras de infraestrutura das usinas
de Jirau e Santo Antônio.
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
Nº
PERÍODO DA
OPERAÇÃO
LOCAL DA
OPERAÇÃO
NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO
22
25/03/2013
26/04/2013
Itaituba (PA)
‘Tapajós’
Projetos
Prioritários
Nacionais
A FNSP apoia o Ministério de Minas e Energia na
segurança e acompanhamento do grupo de biólogos,
engenheiros florestais e técnicos que vão percorrer
áreas afetadas pelo empreendimento (leito e margens
dos rios Tapajós e Jamanxim), a fim de realizar os
estudos necessários à obtenção da licença ambiental
prévia à construção do Complexo Hidrelétrico do
Tapajós.
23
01/06/2013
01/07/2013
Rio de Janeiro
(RJ) e Belo
Horizonte
(MG)
‘Confederações’
Ostensiva
Apoio à SESGE na segurança dos Jogos da Copa das
Confederações FIFA Brasil 2013, nos Estados do Rio
de Janeiro e Minas Gerais.
24
05/06/2013
28/06/2013
Recife (PE) e
Fortaleza (CE)
Apoio à SESGE na segurança dos Jogos da Copa das
Confederações FIFA Brasil 2013, nos Estados do
Pernambuco e Ceará.
25
05/06/2013
17/06/2013
Brasília (DF) e
Salvador (BA)
Apoio à SESGE na segurança dos Jogos da Copa das
Confederações FIFA Brasil 2013, nos Estados da Bahia
e Distrito Federal.
26
01/07/2013
05/08/2013
Rio de Janeiro
(RJ)
‘Jornada
Mundial da
Juventude’
Ostensiva
Apoio ao Governo do Estado do Rio de Janeiro para a
segurança da Jornada Mundial da Juventude Católica
2013.
27
29/05/2012
06/11/2013
Cacoal (RO)
‘Protetor I’
Proteção
de Pessoas
Ameaçadas
ApoioàSecretariadeDireitosHumanosdaPresidência
da República, notadamente na proteção do defensor
dos Direitos Humanos, do Sr. A.S., que em razão de
sua atividade, encontra-se em situação de risco ou
vulnerabilidade.
28
12/08/2013
24/11/2013
Jacareacanga
(PA)
‘Tapajós II’
Projetos
Prioritários
Nacionais
A FNSP apoia o Ministério de Minas e Energia na
segurança e acompanhamento do grupo de biólogos,
engenheiros florestais e técnicos que vão percorrer
áreas afetadas pelo empreendimento da Usina
HidrelétricadeBeloMonte,afimderealizarosestudos
necessários à obtenção da licença ambiental prévia à
construção do Complexo Hidrelétrico do Tapajós.
29
01/12/2013
07/12/2013
Costa do
Sauípe (BA)
‘Sauípe’
Ostensiva
Apoio à SESGE e Governo do Estado da Bahia, na
segurança do Sorteio dos Jogos da Copa do Mundo
FIFA Brasil 2014.
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
MÊS
QUANTIDADE
DE MANDADOS
JAN 32
FEV 90
MAR 38
ABR 97
MAI 92
JUN 42
JUL 48
AGO 25
SET 41
OUT 31
NOV 27
DEZ 24
TOTAL DE 2013 587
TOTAL DE 2012 426
MÊS
NÚMERO DE
OPERAÇÕES
JAN 3.199
FEV 2.527
MAR 2.880
ABR 3.979
MAI 4.216
JUN 4.114
JUL 3.805
AGO 2.061
SET 2.679
OUT 3.818
NOV 3.033
DEZ 3.210
TOTAL DE 2013 39.521
TOTAL DE 2012 16.948
AÇÕES DA FORÇA NACIONAL
CUMPRIMENTO DE
MANDADOS JUDICIAIS
OPERAÇÕES
DIVERSAS*
*É a realização de atividades que não se encontram classificadas
ou denominadas no sistema estatístico do DFNSP, tais como
emissão de certidão e despacho de autoridade policial.
MÊS
Nº de
pessoas
JAN 106
FEV 140
MAR 158
ABR 134
MAI 141
JUN 87
JUL 112
AGO 81
SET 72
OUT 122
NOV 61
DEZ 80
TOTAL DE 2013 1.294
TOTAL DE 2012 1.386
ADULTOS
PRESOS*
*Prisões em flagrante, em cumprimentos de mandado
judicial e de foragidos.
MÊS
Nº de
pessoas
JAN 24
FEV 23
MAR 33
ABR 19
MAI 30
JUN 15
JUL 25
AGO 21
SET 16
OUT 30
NOV 23
DEZ 12
TOTAL DE 2013 271
TOTAL DE 2012 210
APREENSÕES DE
ADOLESCENTES INFRATORES
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
MÊS
Nº de
pessoas
JAN 69.808
FEV 70.799
MAR 67.146
ABR 60.956
MAI 68.046
JUN 53.038
JUL 85.384
AGO 70.167
SET 71.160
OUT 60.746
NOV 45.083
DEZ 39.793
TOTAL DE 2013 762.126
TOTAL DE 2012 843.190
ABORDAGENS
A PESSOAS
MÊS
Nº de
veículos
JAN 14.537
FEV 18.964
MAR 20.788
ABR 17.937
MAI 24.617
JUN 22.697
JUL 36.145
AGO 29.801
SET 25.501
OUT 25.488
NOV 14.799
DEZ 14.267
TOTAL DE 2013 265.541
TOTAL DE 2012 208.832
ABORDAGENS
A VEÍCULOS
MÊS
Nº de
armas de fogo
JAN 30
FEV 29
MAR 119
ABR 37
MAI 42
JUN 32
JUL 24
AGO 45
SET 51
OUT 360
NOV 202
DEZ 687
TOTAL DE 2013 1.658
TOTAL DE 2012 568
APREENSÕES DE
ARMAS
MÊS kg
JAN 104,29
FEV 168,07
MAR 72,22
ABR 128,33
MAI 361,73
JUN 2.064,63
JUL 107,45
AGO 127,44
SET 111,58
OUT 44,76
NOV 91,29
DEZ 22,68
TOTAL DE 2013 3.404,01
TOTAL DE 2012 4.615,62
APREENSÕES DE
MACONHA (Kg)
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
MÊS kg
JAN 23,54
FEV 100,90
MAR 5,7162
ABR 4,6478
MAI 327,866
JUN 0,012
JUL 10,304
AGO 3,419
SET 13,275
OUT 5,24
NOV 0,00164
DEZ 0,0361
TOTAL DE 2013 494,97
TOTAL DE 2012 621,11
APREENSÕES DE
COCAÍNA / PASTA BASE (Kg)
MÊS kg
JAN 0.07
FEV 0.331
MAR 1,0022
ABR 0,0538
MAI 0,4507
JUN 0,024
JUL 5,399
AGO 0,03
SET 0,852
OUT 0,073
NOV 0,517
DEZ 0,006
TOTAL DE 2013 8,80
TOTAL DE 2012 77,91
APREENSÕES DE
CRACK (Kg)
MÊS
Nº de
PRODUTOS
JAN 121
FEV 627
MAR 481
ABR 1.794
MAI 2.200
JUN 2.100
JUL 2.099
AGO 15.683
SET 6.739
OUT 9.917
NOV 7.650
DEZ 1.538
TOTAL DE 2013 51.129
TOTAL DE 2012 115.046
APREENSÕES DE
PRODUTOS ELETRÔNICOS E
EQUIPAMENTOS DIVERSOS
MÊS
Nº de
confecções
JAN 5.500
FEV 915
MAR 4.918
ABR 3.110
MAI 2.386
JUN 1.629
JUL 591
AGO 240
SET 60
OUT 2.566
NOV 0
DEZ 36
TOTAL DE 2013 21.951
TOTAL DE 2012 47.822
APREENSÕES DE
CONFECÇÕES
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
MÊS
Nº de
animais
JAN 2
FEV 1
MAR 1
ABR 0
MAI 0
JUN 0
JUL 0
AGO 10
SET 0
OUT 0
NOV 0
DEZ 0
TOTAL DE 2013 14
TOTAL DE 2012 532
APREENSÕES DE
ANIMAIS SILVESTRES
MÊS
Nº de
motosserras
JAN 0
FEV 0
MAR 9
ABR 8
MAI 5
JUN 11
JUL 6
AGO 7
SET 3
OUT 11
NOV 4
DEZ 4
TOTAL DE 2013 68
TOTAL DE 2012 70
APREENSÕES DE
MOTOSSERRAS
APLICAÇÃO DE MULTAS
AMBIENTAIS*
MÊS
Nº de
multas r$
JAN 49.000
FEV 0
MAR 9.276.772,20
ABR 16.831.394,50
MAI 20.008.777,50
JUN 3.435.850,00
JUL 8.026.658,82
AGO 12.869.405,00
SET 4.900.422,00
OUT 7.706.760,39
NOV 181.314.841,92
DEZ 2.008.620,06
TOTAL DE 2013 R$ 266.428.502,39
TOTAL DE 2012 R$ 11.445.175,00
* Valor de multas aplicadas por orgãos de defesa do
meio ambiente, durante ações de fiscalização, com
apoio da Força Nacional
MÊS
Nº de
serrarias
JAN 0
FEV 0
MAR 0
ABR 2
MAI 0
JUN 0
JUL 3
AGO 1
SET 9
OUT 20
NOV 5
DEZ 0
TOTAL DE 2013 40
TOTAL DE 2012 51
SERRARIAS
FISCALIZADAS
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
MÊS
Nº de
inquéritos
JAN 110
FEV 129
MAR 111
ABR 160
MAI 153
JUN 131
JUL 142
AGO 47
SET 65
OUT 80
NOV 86
DEZ 61
TOTAL DE 2013 1.275
TOTAL DE 2012 1.561
INQUÉRITOS
FINALIZADOS*
*Considerados os inquéritos policiais relatados, remetidos
ao Poder Judiciário.
MÊS
Nº de
tratores
JAN 0
FEV 0
MAR 14
ABR 3
MAI 9
JUN 3
JUL 13
AGO 12
SET 5
OUT 5
NOV 4
DEZ 2
TOTAL DE 2013 70
TOTAL DE 2012 20
TRATORES
APREENDIDOS
MÊS
Nº de
crimes
JAN 73
FEV 43
MAR 65
ABR 54
MAI 51
JUN 49
JUL 42
AGO 44
SET 42
OUT 24
NOV 27
DEZ 36
TOTAL DE 2013 550
TOTAL DE 2012 188
EXAMES BALÍSTICOS
(ARMAS E MUNIÇÕES)*
LOCAIS DE CRIMES
CONTRA A PESSOA*
MÊS
Nº de
exames
JAN 203
FEV 258
MAR 211
ABR 884
MAI 851
JUN 948
JUL 724
AGO 255
SET 307
OUT 326
NOV 456
DEZ 288
TOTAL DE 2013 5.711
TOTAL DE 2012 3.043
*Exames de identificação e eficiência de armas, caracterização
de elementos de munição e microcomparação balística.
*Exame pericial de local de crime, onde é realizada a
identificação, localização e análise de vestígios, bem como o
laudo com a provável dinâmica do evento.
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
PAPILOSCOPIA – COLETA
E CONFRONTO*
MÊS
Nº de
coletas
JAN 108
FEV 56
MAR 85
ABR 409
MAI 750
JUN 715
JUL 776
AGO 521
SET 399
OUT 68
NOV 58
DEZ 59
TOTAL DE 2013 4.004
TOTAL DE 2012 140
*Coleta de fragmentos de impressões digitais identificadas no
local de crime e a consulta no banco de dados e em documentos
para a identificação de pessoas.
MÊS
Nº de
coletas
JAN 126
FEV 129
MAR 144
ABR 169
MAI 188
JUN 185
JUL 150
AGO 180
SET 182
OUT 159
NOV 147
DEZ 197
TOTAL DE 2013 1.956
TOTAL DE 2012 544
NECROPAPILOSCOPIA
*Coleta de impressões digitais de cadáveres, com utilização
de técnicas apropriadas, e confronto das mesmas nos
bancos de dados para identificação de indivíduos.
PERÍCIAS
VEICULARES*
MÊS
Nº de
perícias
JAN 0
FEV 0
MAR 8
ABR 21
MAI 21
JUN 21
JUL 20
AGO 19
SET 10
OUT 21
NOV 17
DEZ 20
TOTAL DE 2013 178
TOTAL DE 2012 140
*Exames periciais de um veículo para encontrar vestígios que
indiquem a possibilidade de adulteração de chassi, motor,
câmbio, vidros, etiquetas de identificação, placas, e emissão de
laudo com o resultado.
ASSISTÊNCIA
A FERIDOS*
MÊS
Nº de
feridos
JAN 146
FEV 3
MAR 17
ABR 8
MAI 5
JUN 30
JUL 7
AGO 5
SET 4
OUT 12
NOV 38
DEZ 9
TOTAL DE 2013 284
TOTAL DE 2012 315
*É o atendimento de qualquer pessoa que necessite socorro
pré-hospitalar
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
MÊS
Nº de
pessoas
JAN 5.453
FEV 3.282
MAR 5.357
ABR 2.711
MAI 1.696
JUN 3.067
JUL 702
AGO 1.491
SET 1.866
OUT 1.970
NOV 2.301
DEZ 542
TOTAL DE 2013 30.438
TOTAL DE 2012 39.781
QUANTIDADE DE PESSOAS CONTEMPLADAS
PELO PROJETO “FORÇA NA COMUNIDADE”*
*São ações de auxílio à comunidade envolvendo distribuição
de cestas básicas em eventos socioculturais promovidos
pelo Projeto, programa de prevenção por meio de palestras
e incentivo à prática de atividades físicas através de aulas de
ginástica, alongamento e atividades esportivas.
MÊS
Nº de
incêndios
JAN 2
FEV 1
MAR 0
ABR 0
MAI 1
JUN 0
JUL 0
AGO 0
SET 0
OUT 0
NOV 0
DEZ 1
TOTAL DE 2013 5
TOTAL DE 2012 15
COMBATE
A INCÊNDIOS*
*Atividade em que o bombeiro militar, com uso de técnicas e
equipamentos próprios, extingue incêndio.
PESSOAS ATENDIDAS NA
BASE DA OPERAÇÃO*
MÊS
Nº de
pessoas
JAN 2.299
FEV 2.062
MAR 5.419
ABR 3.898
MAI 2.085
JUN 1.873
JUL 1.891
AGO 955
SET 937
OUT 1.138
NOV 854
DEZ 827
TOTAL DE 2013 24.238
TOTAL DE 2012 13.066
*Atendimento de qualquer natureza a pessoas que buscam
auxílio da Força Nacional na base de uma operação.
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
MÊS
Nº de
feridos
JAN 197
FEV 22
MAR 20
ABR 14
MAI 33
JUN 35
JUL 16
AGO 6
SET 5
OUT 3
NOV 8
DEZ 1
TOTAL DE 2013 360
TOTAL DE 2012 112
REMOÇÃO
DE FERIDOS*
*Retirada de pessoas com algum ferimento para um local
seguro e, posteriormente, para atendimento médico.
RESGATE DE PESSOAS
COM VIDA*
MÊS
Nº de
pessoas
JAN 22
FEV 2
MAR 0
ABR 0
MAI 0
JUN 3
JUL 1
AGO 0
SET 0
OUT 0
NOV 0
DEZ 0
TOTAL DE 2013 28
TOTAL DE 2012 1.165
*Retirada de pessoas com vida, de algum local sinistrado.
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
49ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – POLÍCIA MILITAR DF
DISTRITO FEDERAL – 71 POLICIAIS MILITARES
50ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – POLÍCIA MILITAR RS
RIO GRANDE DO SUL – 99 POLICIAIS MILITARES
51ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – POLÍCIA MILITAR AC
ACRE – 148 POLICIAIS MILITARES
52ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – POLÍCIA MILITAR
Inst. Sexo AL AM AP BA MG MS PA PE PI RJ TO
PM
F - 03 - 01 - 01 02 - - 02 -
M 17 20 18 18 18 16 15 01 17 13 01
Total 17 23 18 19 18 17 17 01 17 15 01
TOTAL: 163 POLICIAIS MILITARES
53ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – BOMBEIRO MILITAR
Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT
BM
F - - - 01 - - - 01 - - - - -
M 03 03 03 02 03 03 05 - 30 03 03 03 03
Total 03 03 03 03 03 03 05 01 30 03 03 03 03
Inst. Sexo PA PB PE PI PR RO RJ RN RR RS SC SE TO
BM
F - - - - - - - - - - - - -
M 03 04 03 04 03 04 03 03 03 02 03 01 03
Total 03 04 03 04 03 04 03 03 03 02 03 01 03
TOTAL: 105 BOMBEIROS MILITARES
54ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – POLÍCIA MILITAR
Inst. Sexo AC AM BA CE DF GO MG MT PB PE
PM
F 01 01 - - - - - 01 - 01
M 16 01 01 17 15 16 01 02 18 15
BM
F - - - - - - - - - -
M 01 - - - - - - - - -
Total 18 02 01 17 15 16 01 03 18 16
CAPACITAÇÕES E QUALIFICAÇÕES
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
Inst. Sexo PR RO RJ RN RR RS SC SE TO
PM
F 01 03 - - - - - 02 02
M 16 24 03 24 16 19 17 17 16
BM
F - - - - - - - - -
M - - - - - - - - -
Total 17 27 03 24 16 19 17 19 18
TOTAL: 268 POLICIAIS MILITARES E BOMBEIROS MILITARES
5ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – PERÍCIA
Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA
PP
F 1 - 2 - - - - 1 1 - 1 1 - 1
M - - 3 4 - 1 - 3 2 - 3 1 1 5
Total 1 - 5 4 - 1- 4 3 - 4 2 1 6
Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
PP
F - 1 - - 1 4 8 - 2 1 - - 1
M - 4 - 1 - 1 - - 4 2 - 1 4
Total - 5 - 1 1 5 8 - 6 3 - 1 5
TOTAL: 66 PROFISSIONAIS DE PERÍCIA
5ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – POLÍCIA CIVIL
Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA
PC
F 1 1 - 2 - - - - 1 - - - 3 -
M 2 4 1 2 - - - - 5 - 5 1 3 -
Total 3 5 1 4 - - - 6 - 5 1 6 -
Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
PC
F - 2 1 1 - - 2 2 - 1 - - -
M - 4 2 - 2 5 6 6 5 4 - 8 4
Total - 6 3 1 2 5 8 8 5 5 - 8 5
TOTAL: 86 POLICIAIS CIVIS
6ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – POLÍCIA CIVIL
Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA
PC
F - - - 1 - - - - - - 1 - 1 -
M - 1 - 2 - - - - 3 - 2 - 2 -
Total - 1 - 3 - - - 3 - 3 - 3 -
Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
PC
F - - - - - 1 - - - 1 1 - -
M 9 1 - 1 - 2 3 - 3 4 2 - 1
Total 9 1 - 1 - 3 3 - 3 5 3 - 1
TOTAL: 42 POLICIAIS CIVIS
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
CURSO DE ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR - 1ª Edição
Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA
BM
F - - - - - - - - - - - - - -
M 1 1 1 - 1 - - 1 - 1 1 - - 2
Total 1 1 1 - 1 - 1 - 1 1 - - 2
Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
BM
F - - - - - - - - - - - - -
M 2 5 - 1 1 1 1 1 1 - 1 - 1
Total 2 5 - 1 1 1 1 1 1 - 1 - 1
TOTAL: 24 BOMBEIROS MILITARES
CURSO DE ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR - 2ª Edição
Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA
PM
F - - - - - - - - - - - - - -
M - - - - 1 - - - - - - - - -
BM
F - - - - - - - - - - - - - -
M - 1 1 - 1 2 - - 1 - - 1 1 1
Total - 1 1 - 2 2 - 1 - - 1 1 1
Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
PM
F - - - - - - - - - - - - -
M - - - - - - - - - - - - -
BM
F - - - - - - - - - - - - -
M 1 3 1 - - - 1 - 1 1 1 - 1
Total 1 3 1 - - - 1 - 1 1 1 - 1
TOTAL: 19 BOMBEIROS E 01 POLICIAL MILITAR (EFETIVO MOBILIZADO)
CURSO DE PERCEPÇÃO DE RISCO GEOLÓGICO E ESTRUTURAL
Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA
BM
F - - - - - - - - - - - - - -
M - 1 2 3 - 2 - 2 - 2 2 - - 4
Total - 1 2 3 - 2 - 2 - 2 2 - - 4
Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
BM
F - - - - - - - - - - - - -
M 1 5 2 1 3 - 1 2 1 1 - - 2
Total 1 5 2 1 3 - 1 2 1 1 - - 2
TOTAL: 37 BOMBEIROS (EFETIVO MOBILIZADO)
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
CURSO DE SISTEMA DE COMANDO DE INCIDENTES – 1ª Edição
Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA
PM
F - - - - - - - - - - - - - -
M - - 2 - - - - - - - 1 2 - 1
BM
F - - - - - - - - - - - - - -
M 1 1 1 - 1 1 - 2 1 - 2 - - 4
Total 1 1 3 - 1 1 2 1 - 3 2 - 5
Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
PM
F - - - - - - - - - - - - -
M - - - - - 1 - - 1 - - - -
BM
F - - - - - - - - - - - - -
M 1 3 - 3 2 1 - 1 2 2 1 - 1
Total 1 3 - 3 2 2 - 1 3 2 1 - 1
TOTAL: 31 BOMBEIROS E 08 POLICIAIS MILITARES (EFETIVO MOBILIZADO)
CURSO DE SISTEMA DE COMANDO DE INCIDENTES – 2ª Edição
Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA
PM
F - - - - - - - - - - - - - -
M - 1 1 - 3 - - - - - - 2 - -
BM
F - - -
M - 1 1 1 1 1 1 1 3
Total - - - - - - - - - - - - -
Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
PM
F - - - - - - - - - - - - -
M - - - - - 2 1 1 - - - - 1
BM
F
M 1 2 1 2 2
Total - - - - - - - - - - - - -
TOTAL: 18 BOMBEIROS E 12 POLICIAIS MILITARES (EFETIVO MOBILIZADO)
CURSO DE BUSCA E RESGATE EM ESTRUTURAS COLAPSADAS – 1ª Edição
Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA
BM
F - - - - - - - - - - - - - -
M - 3 1 2 1 - - 2 1 - 3 - - 6
Total - 3 1 2 1 - - 2 1 - 3 - - 6
Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
BM
F - - - - - - - - - - - - -
M - 1 - - 1 2 - - - - 1 - 1
Total - 1 - - 1 2 - - - - 1 - 1
TOTAL: 25 BOMBEIROS (EFETIVO MOBILIZADO)
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
CURSO DE BUSCA E RESGATE EM ESTRUTURAS COLAPSADAS – 2ª Edição
Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA
BM
F - - - - - - - - - - - - - -
M 1 1 - 1 1 2 - - 1 2 - - 1 1
Total - - - - - - - - - - - - -
Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
BM
F - - - - - - - - - - - - -
M 2 2 1 - 1 - 2 - 2 2 1 - 1
Total - - - - - - - - - - - - -
TOTAL: 25 BOMBEIROS (EFETIVO MOBILIZADO)
CURSO DE PREVENÇÃO EM ESTÁDIOS E LOCAIS DE GRANDE AGLOMERAÇÃO DE PÚBLICO
Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA
BM
F - - - - - - - - - - - - - -
M - 1 1 1 1 2 - 2 - 2 3 - - 4
Total - 1 1 1 1 2 - 2 - 2 3 - - 4
Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
BM
F - - - - - - - - - - - - -
M 2 4 1 2 1 - - 1 2 1 2 - 3
Total 2 4 1 2 1 - - 1 2 1 2 - 3
TOTAL: 36 BOMBEIROS (EFETIVO MOBILIZADO)
TREINAMENTO BÁSICO EM DEFESA CIVIL
Duas turmas, de 23 bombeiros militares cada, do Grupamento de Busca e Salvamento da Força
Nacional, totalizando 46 profissionais bombeiros militares.
CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA DE BOMBEIROS PARA AERÓDROMOS – FTBA
Uma turma de 40 bombeiros militares, do Grupamento de Busca e Salvamento da Força
Nacional.
ESTÁGIO OPERACIONAL DE ABORDAGEM – 1ª Edição
O público-alvo do treinamento foram os integrantes da Operação Jaraguá-AL:
41 policiais militares e 03 policiais civis do Departamento da Força Nacional de Segurança
Pública, 11 integrantes da Polícia Militar do Estado de Alagoas e 12 policiais civis do Estado de
Alagoas, totalizando 67 alunos.
ESTÁGIO OPERACIONAL DE ABORDAGEM – 2ª Edição
O público-alvo do treinamento foram os integrantes da Operação Jaraguá-AL:
21 policiais militares e 07 policiais civis do Departamento da Força Nacional de Segurança
Boletim
DA FORÇA
NACIONAL
DE SEGURANÇA
PÚBLICA
MINISTÉRIO DA
JUSTIÇA
Seus Direitos
Sua Proteção
Sua Segurança
Boletim Força Nacional
Secretaria Nacional de Segurança Pública
Ministério da Justiça
Pública, totalizando 28 alunos.
ESTÁGIO OPERACIONAL DE ABORDAGEM – 3ª Edição
O público-alvo do treinamento foram os integrantes da Operação Jaraguá-AL:
24 policiais militares e 05 policiais civis do Departamento da Força Nacional de Segurança
Pública, 03 integrantes da Polícia Militar do Estado de Alagoas, totalizando 32 alunos.
ESTÁGIO OPERACIONAL DE ABORDAGEM – 4ª Edição
O público-alvo do treinamento foram os integrantes da Operação Jaraguá-AL:
16 policiais militares, 04 policiais civis, 01 bombeiro e 01 perito do Departamento da Força
Nacional de Segurança Pública, 05 integrantes da Polícia Militar do Estado de Alagoas e 02
policiais civis do Estado de Alagoas, totalizando 29 alunos.
ESTÁGIO OPERACIONAL DE ABORDAGEM – 5ª Edição
O público-alvo do treinamento foram os integrantes da Operação Jaraguá-AL e policiais
militares de Alagoas:
23policiaismilitaresdoDepartamentodaForçaNacionaldeSegurançaPública,05integrantes
da Polícia Militar do Estado de Alagoas, totalizando 28 alunos.
ESTÁGIO OPERACIONAL DE ABORDAGEM – 6ª Edição
O público-alvo do treinamento foram os integrantes da Operação Jaraguá-AL e policiais
militares de Alagoas:
22 policiais militares e 01 policial civil do Departamento da Força Nacional de Segurança
Pública, 05 integrantes da Polícia Militar do Estado de Alagoas, totalizando 28 alunos.
ESTÁGIO OPERACIONAL DE APLICAÇÕES TÁTICAS
O público-alvo do treinamento foram os integrantes da Força Nacional de Segurança Pública –
DFNSP, totalizando 25 policiais militares.
ESTÁGIO OPERACIONAL DE ESCOLTAS
O público-alvo do estágio foi os integrantes da Operação Jaraguá-AL:
40 policiais militares e 01 policial civil do Departamento da Força Nacional de Segurança
Pública, totalizando 41 alunos.
TOTAL DE PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA CAPACITADOS E QUALIFICADOS
TOTAL DE 2013: 1.627
TOTAL DE 2012: 1.306
Ministério da
Justiça
Secretaria Nacional
de Segurança Pública

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...
Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...
Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...
Ministério da Justiça
 
Conteúdo das materias
Conteúdo das materiasConteúdo das materias
Conteúdo das materias
Manoel Lyto
 
Livro digital cnppc
Livro digital cnppcLivro digital cnppc
Livro digital cnppc
welste medeiros
 
Motopatrulhamento
MotopatrulhamentoMotopatrulhamento
Motopatrulhamento
Fabricio Pinheiro
 
Cartilha Direitos Humanos da SENASP
Cartilha Direitos Humanos da SENASPCartilha Direitos Humanos da SENASP
Cartilha Direitos Humanos da SENASP
Nuprev Sertão
 
Diretriz 08 direitos_humanos
Diretriz 08 direitos_humanosDiretriz 08 direitos_humanos
Diretriz 08 direitos_humanos
Gleydston Silva
 
Buerarema
BueraremaBuerarema

Mais procurados (7)

Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...
Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...
Atuação Policial a Proteção dos Direitos Humanos de Pessoas em Situação de Vu...
 
Conteúdo das materias
Conteúdo das materiasConteúdo das materias
Conteúdo das materias
 
Livro digital cnppc
Livro digital cnppcLivro digital cnppc
Livro digital cnppc
 
Motopatrulhamento
MotopatrulhamentoMotopatrulhamento
Motopatrulhamento
 
Cartilha Direitos Humanos da SENASP
Cartilha Direitos Humanos da SENASPCartilha Direitos Humanos da SENASP
Cartilha Direitos Humanos da SENASP
 
Diretriz 08 direitos_humanos
Diretriz 08 direitos_humanosDiretriz 08 direitos_humanos
Diretriz 08 direitos_humanos
 
Buerarema
BueraremaBuerarema
Buerarema
 

Destaque

Pesquisa Classificação Indicativa - Redes, fusos e o respeito à vinculação ho...
Pesquisa Classificação Indicativa - Redes, fusos e o respeito à vinculação ho...Pesquisa Classificação Indicativa - Redes, fusos e o respeito à vinculação ho...
Pesquisa Classificação Indicativa - Redes, fusos e o respeito à vinculação ho...
Ministério da Justiça
 
Caderno de Propostar da Comigrar
Caderno de Propostar da ComigrarCaderno de Propostar da Comigrar
Caderno de Propostar da Comigrar
Ministério da Justiça
 
O que é o Atlas de Acesso à Justiça?
O que é o Atlas de Acesso à Justiça?O que é o Atlas de Acesso à Justiça?
O que é o Atlas de Acesso à Justiça?
Ministério da Justiça
 
O tempo do processo de homicídio doloso em cinco capitais
O tempo do processo de homicídio doloso em cinco capitaisO tempo do processo de homicídio doloso em cinco capitais
O tempo do processo de homicídio doloso em cinco capitais
Ministério da Justiça
 
1º Boletim de Segurança Pública - MJ
1º Boletim de Segurança Pública - MJ1º Boletim de Segurança Pública - MJ
1º Boletim de Segurança Pública - MJ
Ministério da Justiça
 
Boletim Consumo e Finanças - Pacotes e Serviços Bancários
Boletim Consumo e Finanças - Pacotes e Serviços BancáriosBoletim Consumo e Finanças - Pacotes e Serviços Bancários
Boletim Consumo e Finanças - Pacotes e Serviços Bancários
Ministério da Justiça
 
Boletim Consumo e Finança - Senacon e BC
Boletim Consumo e Finança - Senacon e BCBoletim Consumo e Finança - Senacon e BC
Boletim Consumo e Finança - Senacon e BC
Ministério da Justiça
 
Resolução Conatrap | Tráfico de pessoas nos Grandes Eventos
Resolução Conatrap | Tráfico de pessoas nos Grandes EventosResolução Conatrap | Tráfico de pessoas nos Grandes Eventos
Resolução Conatrap | Tráfico de pessoas nos Grandes Eventos
Ministério da Justiça
 
Declaracao do Brasil - Cartagena + 30
Declaracao do Brasil - Cartagena + 30Declaracao do Brasil - Cartagena + 30
Declaracao do Brasil - Cartagena + 30
Ministério da Justiça
 
Guia de Formação para Rede de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas
Guia de Formação para Rede de Enfrentamento ao Tráfico de PessoasGuia de Formação para Rede de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas
Guia de Formação para Rede de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas
Ministério da Justiça
 
Entenda o Anteprojeto de Lei de Migrações
Entenda o Anteprojeto de Lei de MigraçõesEntenda o Anteprojeto de Lei de Migrações
Entenda o Anteprojeto de Lei de Migrações
Ministério da Justiça
 
SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014
SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014
SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014
Ministério da Justiça
 
Pesquisa Classificação Indicativa -
Pesquisa Classificação Indicativa - Pesquisa Classificação Indicativa -
Pesquisa Classificação Indicativa -
Ministério da Justiça
 
Anteprojeto novo estatuto_estrangeiro
Anteprojeto   novo estatuto_estrangeiroAnteprojeto   novo estatuto_estrangeiro
Anteprojeto novo estatuto_estrangeiro
Ministério da Justiça
 
Comigrar | Manual do Participante
Comigrar | Manual do ParticipanteComigrar | Manual do Participante
Comigrar | Manual do Participante
Ministério da Justiça
 
Classificação Indicativa -Artigo Final
Classificação Indicativa -Artigo FinalClassificação Indicativa -Artigo Final
Classificação Indicativa -Artigo Final
Ministério da Justiça
 
Cadernos Temáticos sobre Tráfico de Pessoas Volume 2: Migração e Tráfico de P...
Cadernos Temáticos sobre Tráfico de Pessoas Volume 2: Migração e Tráfico de P...Cadernos Temáticos sobre Tráfico de Pessoas Volume 2: Migração e Tráfico de P...
Cadernos Temáticos sobre Tráfico de Pessoas Volume 2: Migração e Tráfico de P...
Ministério da Justiça
 
Protegendo os Direitos dos Apátridas
Protegendo os Direitos dos ApátridasProtegendo os Direitos dos Apátridas
Protegendo os Direitos dos Apátridas
Ministério da Justiça
 
Comigrar | Caderno de Proposta
Comigrar | Caderno de PropostaComigrar | Caderno de Proposta
Comigrar | Caderno de Proposta
Ministério da Justiça
 
Guia Prático de Classicifacao Indicativa
Guia Prático de Classicifacao IndicativaGuia Prático de Classicifacao Indicativa
Guia Prático de Classicifacao Indicativa
Ministério da Justiça
 

Destaque (20)

Pesquisa Classificação Indicativa - Redes, fusos e o respeito à vinculação ho...
Pesquisa Classificação Indicativa - Redes, fusos e o respeito à vinculação ho...Pesquisa Classificação Indicativa - Redes, fusos e o respeito à vinculação ho...
Pesquisa Classificação Indicativa - Redes, fusos e o respeito à vinculação ho...
 
Caderno de Propostar da Comigrar
Caderno de Propostar da ComigrarCaderno de Propostar da Comigrar
Caderno de Propostar da Comigrar
 
O que é o Atlas de Acesso à Justiça?
O que é o Atlas de Acesso à Justiça?O que é o Atlas de Acesso à Justiça?
O que é o Atlas de Acesso à Justiça?
 
O tempo do processo de homicídio doloso em cinco capitais
O tempo do processo de homicídio doloso em cinco capitaisO tempo do processo de homicídio doloso em cinco capitais
O tempo do processo de homicídio doloso em cinco capitais
 
1º Boletim de Segurança Pública - MJ
1º Boletim de Segurança Pública - MJ1º Boletim de Segurança Pública - MJ
1º Boletim de Segurança Pública - MJ
 
Boletim Consumo e Finanças - Pacotes e Serviços Bancários
Boletim Consumo e Finanças - Pacotes e Serviços BancáriosBoletim Consumo e Finanças - Pacotes e Serviços Bancários
Boletim Consumo e Finanças - Pacotes e Serviços Bancários
 
Boletim Consumo e Finança - Senacon e BC
Boletim Consumo e Finança - Senacon e BCBoletim Consumo e Finança - Senacon e BC
Boletim Consumo e Finança - Senacon e BC
 
Resolução Conatrap | Tráfico de pessoas nos Grandes Eventos
Resolução Conatrap | Tráfico de pessoas nos Grandes EventosResolução Conatrap | Tráfico de pessoas nos Grandes Eventos
Resolução Conatrap | Tráfico de pessoas nos Grandes Eventos
 
Declaracao do Brasil - Cartagena + 30
Declaracao do Brasil - Cartagena + 30Declaracao do Brasil - Cartagena + 30
Declaracao do Brasil - Cartagena + 30
 
Guia de Formação para Rede de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas
Guia de Formação para Rede de Enfrentamento ao Tráfico de PessoasGuia de Formação para Rede de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas
Guia de Formação para Rede de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas
 
Entenda o Anteprojeto de Lei de Migrações
Entenda o Anteprojeto de Lei de MigraçõesEntenda o Anteprojeto de Lei de Migrações
Entenda o Anteprojeto de Lei de Migrações
 
SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014
SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014
SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014
 
Pesquisa Classificação Indicativa -
Pesquisa Classificação Indicativa - Pesquisa Classificação Indicativa -
Pesquisa Classificação Indicativa -
 
Anteprojeto novo estatuto_estrangeiro
Anteprojeto   novo estatuto_estrangeiroAnteprojeto   novo estatuto_estrangeiro
Anteprojeto novo estatuto_estrangeiro
 
Comigrar | Manual do Participante
Comigrar | Manual do ParticipanteComigrar | Manual do Participante
Comigrar | Manual do Participante
 
Classificação Indicativa -Artigo Final
Classificação Indicativa -Artigo FinalClassificação Indicativa -Artigo Final
Classificação Indicativa -Artigo Final
 
Cadernos Temáticos sobre Tráfico de Pessoas Volume 2: Migração e Tráfico de P...
Cadernos Temáticos sobre Tráfico de Pessoas Volume 2: Migração e Tráfico de P...Cadernos Temáticos sobre Tráfico de Pessoas Volume 2: Migração e Tráfico de P...
Cadernos Temáticos sobre Tráfico de Pessoas Volume 2: Migração e Tráfico de P...
 
Protegendo os Direitos dos Apátridas
Protegendo os Direitos dos ApátridasProtegendo os Direitos dos Apátridas
Protegendo os Direitos dos Apátridas
 
Comigrar | Caderno de Proposta
Comigrar | Caderno de PropostaComigrar | Caderno de Proposta
Comigrar | Caderno de Proposta
 
Guia Prático de Classicifacao Indicativa
Guia Prático de Classicifacao IndicativaGuia Prático de Classicifacao Indicativa
Guia Prático de Classicifacao Indicativa
 

Semelhante a Boletim Força Nacional 2013

Pesquisa perfil do Profissional de Segurança Pública
Pesquisa perfil do  Profissional de Segurança PúblicaPesquisa perfil do  Profissional de Segurança Pública
Pesquisa perfil do Profissional de Segurança Pública
mana 5066
 
Pensando a segurança vol3
Pensando a segurança   vol3Pensando a segurança   vol3
Pensando a segurança vol3
mana 5066
 
Mapeamento saude sp
Mapeamento saude spMapeamento saude sp
Mapeamento saude sp
Jorge Bengochea
 
Segurança da informação e comunicações na administração pública federal - Ger...
Segurança da informação e comunicações na administração pública federal - Ger...Segurança da informação e comunicações na administração pública federal - Ger...
Segurança da informação e comunicações na administração pública federal - Ger...
SegInfo
 
Delegacia Geral de Polícia de SP
Delegacia Geral de Polícia de SPDelegacia Geral de Polícia de SP
Delegacia Geral de Polícia de SP
Luis Nassif
 
Boas Práticas - Experiências bem sucedidas em Gestão Pública
Boas Práticas - Experiências bem sucedidas em Gestão PúblicaBoas Práticas - Experiências bem sucedidas em Gestão Pública
Boas Práticas - Experiências bem sucedidas em Gestão Pública
Editora Fórum
 
Apresentação sobre Segurança da Informação e Comunicações na APF
Apresentação sobre Segurança da Informação e Comunicações na APFApresentação sobre Segurança da Informação e Comunicações na APF
Apresentação sobre Segurança da Informação e Comunicações na APF
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Cartilha Brasil Mais Seguro
Cartilha Brasil Mais SeguroCartilha Brasil Mais Seguro
Cartilha Brasil Mais Seguro
Ministério da Justiça
 
Cartilha para Emendas Orçamentárias 2015
Cartilha para Emendas Orçamentárias 2015Cartilha para Emendas Orçamentárias 2015
Cartilha para Emendas Orçamentárias 2015
Ministério da Justiça
 
LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL - CONCURSO PÚBLICO DA SECRETÁRIA DE ESTADO DE SEGURA...
LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL - CONCURSO PÚBLICO DA SECRETÁRIA DE ESTADO DE SEGURA...LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL - CONCURSO PÚBLICO DA SECRETÁRIA DE ESTADO DE SEGURA...
LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL - CONCURSO PÚBLICO DA SECRETÁRIA DE ESTADO DE SEGURA...
William Gonçalves
 
Livro verde: segurança cobernética no brasil
Livro verde: segurança cobernética no brasilLivro verde: segurança cobernética no brasil
Livro verde: segurança cobernética no brasil
Fernando Palma
 
Manual de Negociação e Mediação para membros do Ministério Público
Manual de Negociação e Mediação para membros do Ministério PúblicoManual de Negociação e Mediação para membros do Ministério Público
Manual de Negociação e Mediação para membros do Ministério Público
Ministério da Justiça
 
Diretrizes para uma Polícia Cidadã
Diretrizes para uma Polícia CidadãDiretrizes para uma Polícia Cidadã
Diretrizes para uma Polícia Cidadã
Zózimo Lisbôa
 
Revista A Defesa 2021
Revista A Defesa 2021Revista A Defesa 2021
Revista A Defesa 2021
Falcão Brasil
 
Manual atuação mp_-_trabalho_infantil_para_web
Manual atuação mp_-_trabalho_infantil_para_webManual atuação mp_-_trabalho_infantil_para_web
Manual atuação mp_-_trabalho_infantil_para_web
ACECTALCT
 
JUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdf
JUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdfJUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdf
JUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdf
IncioFrana2
 
JUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdf
JUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdfJUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdf
JUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdf
IncioFrana2
 
Ministério da Justiça - Departamento de Polícia Federal - Coordenação-Geral d...
Ministério da Justiça - Departamento de Polícia Federal - Coordenação-Geral d...Ministério da Justiça - Departamento de Polícia Federal - Coordenação-Geral d...
Ministério da Justiça - Departamento de Polícia Federal - Coordenação-Geral d...
Falcão Brasil
 
Programa de Apoio Institucional a Ouvidorias de Polícia e Policiamento Comuni...
Programa de Apoio Institucional a Ouvidorias de Polícia e Policiamento Comuni...Programa de Apoio Institucional a Ouvidorias de Polícia e Policiamento Comuni...
Programa de Apoio Institucional a Ouvidorias de Polícia e Policiamento Comuni...
OUVIDORIAMA
 
Proteja Brasil - Copa do Mundo, Olimpíadas e Grandes Eventos - Secretária de ...
Proteja Brasil - Copa do Mundo, Olimpíadas e Grandes Eventos - Secretária de ...Proteja Brasil - Copa do Mundo, Olimpíadas e Grandes Eventos - Secretária de ...
Proteja Brasil - Copa do Mundo, Olimpíadas e Grandes Eventos - Secretária de ...
institutoethos
 

Semelhante a Boletim Força Nacional 2013 (20)

Pesquisa perfil do Profissional de Segurança Pública
Pesquisa perfil do  Profissional de Segurança PúblicaPesquisa perfil do  Profissional de Segurança Pública
Pesquisa perfil do Profissional de Segurança Pública
 
Pensando a segurança vol3
Pensando a segurança   vol3Pensando a segurança   vol3
Pensando a segurança vol3
 
Mapeamento saude sp
Mapeamento saude spMapeamento saude sp
Mapeamento saude sp
 
Segurança da informação e comunicações na administração pública federal - Ger...
Segurança da informação e comunicações na administração pública federal - Ger...Segurança da informação e comunicações na administração pública federal - Ger...
Segurança da informação e comunicações na administração pública federal - Ger...
 
Delegacia Geral de Polícia de SP
Delegacia Geral de Polícia de SPDelegacia Geral de Polícia de SP
Delegacia Geral de Polícia de SP
 
Boas Práticas - Experiências bem sucedidas em Gestão Pública
Boas Práticas - Experiências bem sucedidas em Gestão PúblicaBoas Práticas - Experiências bem sucedidas em Gestão Pública
Boas Práticas - Experiências bem sucedidas em Gestão Pública
 
Apresentação sobre Segurança da Informação e Comunicações na APF
Apresentação sobre Segurança da Informação e Comunicações na APFApresentação sobre Segurança da Informação e Comunicações na APF
Apresentação sobre Segurança da Informação e Comunicações na APF
 
Cartilha Brasil Mais Seguro
Cartilha Brasil Mais SeguroCartilha Brasil Mais Seguro
Cartilha Brasil Mais Seguro
 
Cartilha para Emendas Orçamentárias 2015
Cartilha para Emendas Orçamentárias 2015Cartilha para Emendas Orçamentárias 2015
Cartilha para Emendas Orçamentárias 2015
 
LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL - CONCURSO PÚBLICO DA SECRETÁRIA DE ESTADO DE SEGURA...
LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL - CONCURSO PÚBLICO DA SECRETÁRIA DE ESTADO DE SEGURA...LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL - CONCURSO PÚBLICO DA SECRETÁRIA DE ESTADO DE SEGURA...
LEGISLAÇÃO INSTITUCIONAL - CONCURSO PÚBLICO DA SECRETÁRIA DE ESTADO DE SEGURA...
 
Livro verde: segurança cobernética no brasil
Livro verde: segurança cobernética no brasilLivro verde: segurança cobernética no brasil
Livro verde: segurança cobernética no brasil
 
Manual de Negociação e Mediação para membros do Ministério Público
Manual de Negociação e Mediação para membros do Ministério PúblicoManual de Negociação e Mediação para membros do Ministério Público
Manual de Negociação e Mediação para membros do Ministério Público
 
Diretrizes para uma Polícia Cidadã
Diretrizes para uma Polícia CidadãDiretrizes para uma Polícia Cidadã
Diretrizes para uma Polícia Cidadã
 
Revista A Defesa 2021
Revista A Defesa 2021Revista A Defesa 2021
Revista A Defesa 2021
 
Manual atuação mp_-_trabalho_infantil_para_web
Manual atuação mp_-_trabalho_infantil_para_webManual atuação mp_-_trabalho_infantil_para_web
Manual atuação mp_-_trabalho_infantil_para_web
 
JUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdf
JUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdfJUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdf
JUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdf
 
JUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdf
JUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdfJUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdf
JUNTOS_PLANO_LANCAMENTO.pdf
 
Ministério da Justiça - Departamento de Polícia Federal - Coordenação-Geral d...
Ministério da Justiça - Departamento de Polícia Federal - Coordenação-Geral d...Ministério da Justiça - Departamento de Polícia Federal - Coordenação-Geral d...
Ministério da Justiça - Departamento de Polícia Federal - Coordenação-Geral d...
 
Programa de Apoio Institucional a Ouvidorias de Polícia e Policiamento Comuni...
Programa de Apoio Institucional a Ouvidorias de Polícia e Policiamento Comuni...Programa de Apoio Institucional a Ouvidorias de Polícia e Policiamento Comuni...
Programa de Apoio Institucional a Ouvidorias de Polícia e Policiamento Comuni...
 
Proteja Brasil - Copa do Mundo, Olimpíadas e Grandes Eventos - Secretária de ...
Proteja Brasil - Copa do Mundo, Olimpíadas e Grandes Eventos - Secretária de ...Proteja Brasil - Copa do Mundo, Olimpíadas e Grandes Eventos - Secretária de ...
Proteja Brasil - Copa do Mundo, Olimpíadas e Grandes Eventos - Secretária de ...
 

Mais de Ministério da Justiça

Marco de Segurança no Futebol
Marco de Segurança no FutebolMarco de Segurança no Futebol
Marco de Segurança no Futebol
Ministério da Justiça
 
Sistema de refúgio brasileiro - Balanço até abril de 2016
Sistema de refúgio brasileiro - Balanço até abril de 2016Sistema de refúgio brasileiro - Balanço até abril de 2016
Sistema de refúgio brasileiro - Balanço até abril de 2016
Ministério da Justiça
 
Cartilha para Emendas Orçamentárias 2016
Cartilha para Emendas Orçamentárias 2016Cartilha para Emendas Orçamentárias 2016
Cartilha para Emendas Orçamentárias 2016
Ministério da Justiça
 
Refúgio no Brasil
Refúgio no BrasilRefúgio no Brasil
Refúgio no Brasil
Ministério da Justiça
 
Relatorio Trafico de Pessoas 2013
Relatorio Trafico de Pessoas 2013Relatorio Trafico de Pessoas 2013
Relatorio Trafico de Pessoas 2013
Ministério da Justiça
 
Relatório do Infopen - 2015
Relatório do Infopen - 2015Relatório do Infopen - 2015
Relatório do Infopen - 2015
Ministério da Justiça
 
Pesquisa Dar à Luz na Sombra
Pesquisa Dar à Luz na SombraPesquisa Dar à Luz na Sombra
Pesquisa Dar à Luz na Sombra
Ministério da Justiça
 
Balanço da Operação Rodovida da PRF - Carnaval 2015
Balanço da Operação Rodovida da PRF -  Carnaval 2015Balanço da Operação Rodovida da PRF -  Carnaval 2015
Balanço da Operação Rodovida da PRF - Carnaval 2015
Ministério da Justiça
 
SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014
SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014 SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014
SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014
Ministério da Justiça
 
Avaliação sobre o progresso do II Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico ...
Avaliação sobre o progresso do II Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico ...Avaliação sobre o progresso do II Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico ...
Avaliação sobre o progresso do II Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico ...
Ministério da Justiça
 
Cadernos temáticos sobre tráfico de pessoas
Cadernos temáticos sobre tráfico de pessoas Cadernos temáticos sobre tráfico de pessoas
Cadernos temáticos sobre tráfico de pessoas
Ministério da Justiça
 
Revista Diálogos sobre Justiça
Revista Diálogos sobre JustiçaRevista Diálogos sobre Justiça
Revista Diálogos sobre Justiça
Ministério da Justiça
 
Manual de Mediação e Conciliação para Defensoria Pública
Manual de Mediação e Conciliação para Defensoria PúblicaManual de Mediação e Conciliação para Defensoria Pública
Manual de Mediação e Conciliação para Defensoria Pública
Ministério da Justiça
 
Manual Mediação e Conciliação para representantes de empresas
Manual Mediação e Conciliação para representantes de empresasManual Mediação e Conciliação para representantes de empresas
Manual Mediação e Conciliação para representantes de empresas
Ministério da Justiça
 
Manual de Mediação de Conflito para advogados
Manual de Mediação de Conflito para advogados Manual de Mediação de Conflito para advogados
Manual de Mediação de Conflito para advogados
Ministério da Justiça
 
Atlas de Acesso à Justiça - Indicadores Nacionais de Acesso à Justiça
Atlas de Acesso à Justiça - Indicadores Nacionais de Acesso à Justiça Atlas de Acesso à Justiça - Indicadores Nacionais de Acesso à Justiça
Atlas de Acesso à Justiça - Indicadores Nacionais de Acesso à Justiça
Ministério da Justiça
 
Federalização de Graves Violações de Direitos Humanos
Federalização de Graves Violações de Direitos HumanosFederalização de Graves Violações de Direitos Humanos
Federalização de Graves Violações de Direitos Humanos
Ministério da Justiça
 
Pesquisa Classificação Indicativa - Comportamento dos pais e filhos
Pesquisa Classificação Indicativa - Comportamento dos pais e filhosPesquisa Classificação Indicativa - Comportamento dos pais e filhos
Pesquisa Classificação Indicativa - Comportamento dos pais e filhos
Ministério da Justiça
 
Pesquisa Classificação Indicativa - Jogos Eletrônicos
Pesquisa Classificação Indicativa - Jogos Eletrônicos Pesquisa Classificação Indicativa - Jogos Eletrônicos
Pesquisa Classificação Indicativa - Jogos Eletrônicos
Ministério da Justiça
 
A aplicação de penas e medidas alternativas
A aplicação de penas e medidas alternativas A aplicação de penas e medidas alternativas
A aplicação de penas e medidas alternativas
Ministério da Justiça
 

Mais de Ministério da Justiça (20)

Marco de Segurança no Futebol
Marco de Segurança no FutebolMarco de Segurança no Futebol
Marco de Segurança no Futebol
 
Sistema de refúgio brasileiro - Balanço até abril de 2016
Sistema de refúgio brasileiro - Balanço até abril de 2016Sistema de refúgio brasileiro - Balanço até abril de 2016
Sistema de refúgio brasileiro - Balanço até abril de 2016
 
Cartilha para Emendas Orçamentárias 2016
Cartilha para Emendas Orçamentárias 2016Cartilha para Emendas Orçamentárias 2016
Cartilha para Emendas Orçamentárias 2016
 
Refúgio no Brasil
Refúgio no BrasilRefúgio no Brasil
Refúgio no Brasil
 
Relatorio Trafico de Pessoas 2013
Relatorio Trafico de Pessoas 2013Relatorio Trafico de Pessoas 2013
Relatorio Trafico de Pessoas 2013
 
Relatório do Infopen - 2015
Relatório do Infopen - 2015Relatório do Infopen - 2015
Relatório do Infopen - 2015
 
Pesquisa Dar à Luz na Sombra
Pesquisa Dar à Luz na SombraPesquisa Dar à Luz na Sombra
Pesquisa Dar à Luz na Sombra
 
Balanço da Operação Rodovida da PRF - Carnaval 2015
Balanço da Operação Rodovida da PRF -  Carnaval 2015Balanço da Operação Rodovida da PRF -  Carnaval 2015
Balanço da Operação Rodovida da PRF - Carnaval 2015
 
SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014
SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014 SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014
SNJ - Balanço da Gestão 2011-2014
 
Avaliação sobre o progresso do II Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico ...
Avaliação sobre o progresso do II Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico ...Avaliação sobre o progresso do II Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico ...
Avaliação sobre o progresso do II Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico ...
 
Cadernos temáticos sobre tráfico de pessoas
Cadernos temáticos sobre tráfico de pessoas Cadernos temáticos sobre tráfico de pessoas
Cadernos temáticos sobre tráfico de pessoas
 
Revista Diálogos sobre Justiça
Revista Diálogos sobre JustiçaRevista Diálogos sobre Justiça
Revista Diálogos sobre Justiça
 
Manual de Mediação e Conciliação para Defensoria Pública
Manual de Mediação e Conciliação para Defensoria PúblicaManual de Mediação e Conciliação para Defensoria Pública
Manual de Mediação e Conciliação para Defensoria Pública
 
Manual Mediação e Conciliação para representantes de empresas
Manual Mediação e Conciliação para representantes de empresasManual Mediação e Conciliação para representantes de empresas
Manual Mediação e Conciliação para representantes de empresas
 
Manual de Mediação de Conflito para advogados
Manual de Mediação de Conflito para advogados Manual de Mediação de Conflito para advogados
Manual de Mediação de Conflito para advogados
 
Atlas de Acesso à Justiça - Indicadores Nacionais de Acesso à Justiça
Atlas de Acesso à Justiça - Indicadores Nacionais de Acesso à Justiça Atlas de Acesso à Justiça - Indicadores Nacionais de Acesso à Justiça
Atlas de Acesso à Justiça - Indicadores Nacionais de Acesso à Justiça
 
Federalização de Graves Violações de Direitos Humanos
Federalização de Graves Violações de Direitos HumanosFederalização de Graves Violações de Direitos Humanos
Federalização de Graves Violações de Direitos Humanos
 
Pesquisa Classificação Indicativa - Comportamento dos pais e filhos
Pesquisa Classificação Indicativa - Comportamento dos pais e filhosPesquisa Classificação Indicativa - Comportamento dos pais e filhos
Pesquisa Classificação Indicativa - Comportamento dos pais e filhos
 
Pesquisa Classificação Indicativa - Jogos Eletrônicos
Pesquisa Classificação Indicativa - Jogos Eletrônicos Pesquisa Classificação Indicativa - Jogos Eletrônicos
Pesquisa Classificação Indicativa - Jogos Eletrônicos
 
A aplicação de penas e medidas alternativas
A aplicação de penas e medidas alternativas A aplicação de penas e medidas alternativas
A aplicação de penas e medidas alternativas
 

Boletim Força Nacional 2013

  • 1. Secretaria Nacional de Segurança Pública SENASP MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim 2013 DEPARTAMENTO DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA
  • 2.
  • 3. Boletim 2013 Departamento da Força Nacional de Segurança Pública   Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo   Secretária-Executiva Márcia Pelegrini   Secretária Nacional de Segurança Pública Regina Maria Filomena De Luca Miki   Diretor do Departamento da Força Nacional de Segurança Pública Alexandre Augusto Aragon
  • 4. BRASÍLIA-DF 2014 Introdução A Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça divulga seu boletim anual de 2013 sobre a atuação do Departamento da Força Nacional de Segurança Pública (DFNSP) nas ações desenvolvidas em apoio ao Governo Federal, Estadual em suas funções de Segurança Pública, com apresentação dos dados atinentes a contextualização, planejamento e execução operacional, emprego de efetivo, produtividade, treinamento e capacitação.
  • 5. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça A Força Nacional A Força Nacional da Secretaria Nacional de Segurança Pública foi criada por meio do Decreto nº 5.289, de 29 de novembro de 2004, sendo inicialmente instituída para atuação nos Estados-Membros para executar atividades de policiamento ostensivo, em casos de perturbação da ordem pública, incolumidade das pessoas e do patrimônio, por meio de acordos de cooperação. Em 2007, a FNSP foi transformada em Departamento da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça. Posteriormente, o Distrito Federal foi incluído no projeto, mantendo-se as mesmas finalidades. Em 2008, as atribuições da Força Nacional foram ampliadas, abrangendo também a cooperação com os órgãos de Segurança federais. Já no ano de 2010, a Força Nacional passou a contar com policiais civis e peritos forenses. A Força Nacional de Segurança Pública representa uma alternativa viável, concreta e eficaz de prevenção, de preservação e de restauração da ordem pública, proporcionando à sociedade em geral a sensação de segurança desejável, constituindo-seumesforçoconjuntodosEstadosedaUnião,pormeiodoprincípio de Cooperação Federativa. Em cumprimento ao pacto de solidariedade federativa para apoio, cooperação e interação com os órgãos de Segurança Pública dos entes federados, o Departamento da Força Nacional de Segurança Pública (DFNSP), no exercício de 2013,desenvolveu59operações,estandopresenteem19UnidadesdaFederação: ACRE, ALAGOAS, AMAZONAS, AMAPÁ, BAHIA, DISTRITO FEDERAL, ESPÍRITO SANTO, GOIÁS, MARANHÃO, MATO GROSSO DO SUL, MATO GROSSO, PARÁ, PARAÍBA, PARANÁ, RIO DE JANEIRO, RIO GRANDE DO NORTE, RONDÔNIA, RORAIMA e TOCANTINS, cumprindo as seguintes missões: Patrulhamento de Fronteiras, Policiamento Ostensivo, Combate a Crimes Ambientais, Policiamento em Áreas Indígenas, Segurança em Grandes Eventos, Proteção a Pessoas Ameaçadas, Apoio Aéreo, Apoio em Investigação de Crimes, Segurança em Penitenciária e Apoio a Desastres Climáticos e Ambientais. Atualmente,aFNSPrealiza30operações,localizadasem16EstadosdaFederação: ACRE, ALAGOAS, AMAZONAS, BAHIA, DISTRITO FEDERAL, ESPÍRITO SANTO, GOIÁS,MARANHÃO,MATOGROSSODOSUL,MATOGROSSO,PARÁ,PARANÁ, RIO DE JANEIRO, RIO GRANDE DO NORTE, RONDÔNIA e TOCANTINS. Desde sua criação, a Força Nacional já desenvolveu 142 operações, em 23 Estados da Federação: ACRE, ALAGOAS, AMAPÁ, AMAZONAS, BAHIA, CEARÁ, DISTRITO FEDERAL, ESPÍRITO SANTO, GOIÁS, MARANHÃO, MATO GROSSO, MATO GROSSO DO SUL, PARÁ, PARAÍBA, PARANÁ, PIAUÍ, RIO DE JANEIRO, RIOGRANDEDONORTE,RONDÔNIA,RORAIMA,SANTACATARINA,SERGIPE e TOCANTINS, no período de 2004 a 2013.
  • 6. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça Como acontecem as operações Baseada na Força de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU), a Força é coordenadapelaSecretariaNacionaldeSegurançaPública(Senasp),doMinistério da Justiça. Os integrantes da Força Nacional, após treinamento ou atuação, se reintegram às suas respectivas funções, em seus Estados, onde também repassam os conhecimentos adquiridos aos demais membros de suas corporações. Desde que foi criada, cerca de 10,6 mil profissionais de segurança pública passaram pelo treinamento para integrar a Força Nacional. Durante cerca de três semanas, policiais militares, policiais civis e bombeiros militares e profissionais de perícia de todas as partes do País são submetidos a uma rotina de exercícios e aulas teóricas e práticas de rotinas operacionais. Durante o treinamento, os participantes têm que cumprir uma carga horária mínima de 130 horas. A proposta do curso é criar um padrão de procedimentos que seja seguido por todo o efetivo em suas ações operacionais e o nivelamento de conhecimento ocorre antes do profissional iniciar as atividades operacionais. O processo de escolha dos operadores de segurança pública que participam do programa de treinamento é bastante rigoroso. O Ministério da Justiça envia ofício para todas as Secretarias de Segurança Pública do País, que escolhem entre os voluntários aqueles que mais se destacam. Os candidatos devem possuir, no mínimo, cinco anos de experiência profissional. Outra exigência é ter disponibilidade para ser convocado pelo período de 180 dias, em data indeterminada, e ter recebido o conceito ‘muito bom’ nos testes.
  • 7. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça SolicitaçãodoGoverno Estadual/Distrital SolicitaçãodoÓrgãoFederal PlanodeMovimentação Planode Desmobilização OrdemdeOperações (Doc.Obrigatório) OrdemdeServiço (Doc.Obrigatório) NotadeServiço (Conformedemandas) RelatatórioFinal deOperação MinutadePortaria PlanodeEmprego (Doc.Obrigatório) PlanodeLogística PlanodeTreinamento eCapacitação ConvêniodeCooperação Federativa NotaTécnica ParecerTécnico deEmprego (SecretariadeDefesaSocial) Ofíciode Imprescindibilidadede Emprego(Governador) Fluxograma de Operações
  • 8. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça Formalização do Fato Recebimento do Fato Desmobilização e Entrega das Instalações Elaboração do Relatório de Inteligência Aprestamento Transporte do Efetivo e Material Chegada do Efetivo Início da Operação Elaboração do Plano de Desmobilização Ajustes Operacionais Arquivamento Início da Desmobilização Apresentação do Efetivo Elaboração do Planejamento Operacional e Logístico Mobilização Deslocamento Emprego de Efetivo Pré-desmobilização Desmobilização Cronograma de Fases das Ações de Mobilização, Instalação e Desmobilização
  • 9. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça Operações iniciadas em 2013 e ainda em Andamento em 2014 Nº INÍCIO DA OPERAÇÃO LOCAL DA OPERAÇÃO NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO 01 01/10/2009 Natal (RN) ‘Rio Grande do Norte’ Aérea Apoio ao Governo do Estado do Rio Grande do Norte, comoobjetivodeprestarapoiotécnico-operacionalem aviação policial, em consonância com as corporações envolvidas, atendendo à solicitação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte. 02 29/12/2010 Palmas (TO) ‘Tocantins’ Aérea Apoio ao Governo do Estado do Tocantins, com o objetivo de prestar assessoria técnica em aviação policial, em consonância com as corporações envolvidas. 03 08/04/2013 Maceió (AL) ‘Alagoas’ Aérea ApoioaoGovernodoEstadodeAlagoas,comoobjetivo de prestar assessoria técnica em aviação policial, em consonância com o Departamento Tático de Aviação Operacional. 04 17/03/2011 Maceió (AL) ‘Jaraguá’ Mista Apoio ao Governo do Estado de Alagoas, à Secretaria de Estado e de Defesa Social, na preservação da ordem pública, apoio à polícia ostensiva e Judiciária e defesa da incolumidade das pessoas e do patrimônio da Unidade Federativa, com o objetivo de contribuir nas investigações policiais em curso e pendentes. 05 2706/2012 Arapiraca (AL) ‘Jaraguá’ Mista Apoio ao Governo do Estado de Alagoas, à Secretaria de Estado e de Defesa Social, na preservação da ordem pública, apoio à polícia ostensiva e Judiciária e defesa da incolumidade das pessoas e do patrimônio da Unidade Federativa, com o objetivo de contribuir nas investigações policiais em curso e pendentes.
  • 10. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça Nº INÍCIO DA OPERAÇÃO LOCAL DA OPERAÇÃO NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO 06 13/12/2011 Luziânia e região do entorno (GO) ‘Cerrado’ Mista Apoio ao Governo do Estado de Goiás, a fim de contribuir para a preservação da ordem pública, incolumidade das pessoas e do patrimônio, nas cidades limítrofes entre Goiás e Distrito Federal, por meio de ações de polícia ostensiva, no cumprimento de mandado de prisão, de busca e apreensão, e barreiras policiais específicas em rodovias; de Polícia Judiciária: na conclusão de inquéritos policiais anteriores ao ano de 2008 - Meta 2 ENASP; de Perícia Forense: nos exames de eficiência de balística, microcomparação balística, necropapiloscopia e identificação criminal; e de Bombeiro: nas ações do projeto social Força na Comunidade. 07 05/09/2013 Rio Verde e Goiânia (GO) ‘Serra Dourada’ Judiciária Dispõe sobre o emprego do efetivo da Força Nacional de Segurança Pública no Estado de Goiás, em apoio às ações de elucidação dos crimes de homicídio, em especial na Região Metropolitana de Goiânia. 08 20/09/2012 Ariquemes, Machadinho do Oeste e Porto Velho (RO) ‘Defesa da Vida’ Ambiental Apoio ao Governo do Estado de Rondônia, por meio da Secretaria de Segurança Pública daquele Estado, no sentidodeexerceratividadeseserviçosimprescindíveis à preservação da ordem pública, da incolumidade das pessoas e do patrimônio. 09 27/02/2013 Vera (MT) ‘Onda Verde’ Ambiental Apoio a operação deflagrada pelo Instituto Brasileiro doMeioAmbienteedosRecursosNaturaisRenováveis (Ibama),comoobjetivodecoibirodesmatamentoilegal nas áreas consideradas críticas pelo monitoramento ambiental da Amazônia. 10 27/02/2013 Aripuanã (MT) 11 03/03/2013 São Félix do Xingu (PA) 12 15/03/2013 Novo Progresso (PA) 13 06/08/2013 Humaitá (AM)
  • 11. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça Nº INÍCIO DA OPERAÇÃO LOCAL DA OPERAÇÃO NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO 14 24/02/2008 Ariquemes (RO) ‘Defesa da Vida’ Ambiental Apoio ao Departamento de Polícia Federal, no sentido de coibir quaisquer atividades ilegais que atinjam o patrimônio natural brasileiro na região amazônica. 15 05/02/2010 Corumbá (MS) ‘Enafron’ Fronteira Apoio ao Departamento de Polícia Federal no combate ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos nas fronteiras do Brasil. 16 05/02/2010 Guairá (PR) início 17/07/2013 (2ª vez) Foz do Iguaçu (PR) 27/05/2013 Apoio ao Departamento de Polícia Federal no combate ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos nas fronteiras do Brasil. 17 11/06/2010 e 08/07/2011 Epitaciolândia (AC) e Plácido de Castro (AC) Apoio ao Departamento de Polícia Federal no combate ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos nas fronteiras do Brasil. 18 16/06/2010 Guajará Mirim (RO) Apoio ao Departamento de Polícia Federal no combate ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos nas fronteiras do Brasil. 19 19/07/2011 Ponta Porã (MS) Apoio ao Governo do Estado do Mato Grosso do Sul, à Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública do MS, nas ações de preservação da ordem pública, de forma complementar aos órgãos de Segurança Pública do Estado, sob a orientação destes, na região de fronteira com o Paraguai. 20 19/04/2012 Tabatinga (AM) Apoio ao Governo do Estado do Amazonas no combate ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos nas fronteiras do Estado do Amazonas. 21 30/09/2013 Epitaciolândia (AC) Apoio ao Governo do Estado do Acre, para exercer atividadesdefiscalização,inibição,prevenção,coibição e repressão dos crimes de contrabando, de tráfico de drogas e de armas na região fronteiriça do Estado do Acre. 22 11/09/2012 Gama (DF) ‘Divisa Segura’ Ostensiva Apoio ao Governo do Distrito Federal aos órgãos de Segurança Pública locais, em ações de policiamento ostensivo nas regiões limítrofes com os Estados de Goiás e de Minas Gerais.
  • 12. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça Nº INÍCIO DA OPERAÇÃO LOCAL DA OPERAÇÃO NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO 23 29/07/2013 Rio de Janeiro (RJ) ‘Pacificadora II’ Ostensiva Apoio ao Governo do Estado do Rio de Janeiro, nas ações decorrentes da implantação do Programa do Governo Federal “Crack, é possível vencer”, na Comunidade do Santo Amaro, na cidade do Rio de Janeiro-RJ. 24 25/10/2011 Anapu e Vila Surubim (PA) ‘Protetor I’ Proteção a Pessoas Ameaçadas ApoioàSecretariadeDireitosHumanosdaPresidência da República, notadamente na proteção do defensor dos Direitos Humanos, do Sr. D.A.S., que, em razão de sua atividade, encontra-se em situação de risco ou vulnerabilidade. 25 01/07/2011 Dourados (MS) ‘Tekohá’ Indígena Apoio ao Departamento de Polícia Federal, a fim de garantir a manutenção da ordem pública em terras indígenas no Estado do Mato Grosso do Sul, na região do município de Dourados-MS. 26 06/08/2012 Alto Boa Vista (MT) ‘Maraiwatsede’ Indígena Apoio ao Departamento de Polícia Federal quanto à necessidade de garantir a segurança dos diversos órgãos e evitar conflito entre os envolvidos durante o cumprimento de decisão judicial que determinou a retirada de não índios do interior da Terra Indígena Maraiwatsede. 27 21/08/2013 Buerarema (BA) ‘Terras Indígenas’ Indígena Apoio ao Departamento de Polícia Federal, em conflitos envolvendo populações indígenas na região sul do Estado da Bahia. 28 13/11/2012 Altamira (PA) ‘Belo Monte’ Projetos Prioritários Nacionais Apoio ao Ministério de Minas e Energia, com o fim de garantir a incolumidade das pessoas, do patrimônio e a manutenção da ordem pública nos locais em que se desenvolvem as obras de infraestrutura da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. 29 13/10/2013 Região Metropolitana de São Luís (MA) ‘Parnaíba’ Segurança em Penitenciária Apoio ao Governo do Estado do Maranhão, a fim de preservar a incolumidade das pessoas e do patrimônio, através de ações de policiamento ostensivo e controle de distúrbios civis, prevenindo o agravamento da situação na zona do conflito, que envolve os detentos do presídio de Pedrinhas, para contenção de grave perturbação da ordem pública na Região Metropolitana, em face de motins deflagrados em unidades prisionais. 30 22/12/2013 Vitória (ES) e outros municípios ‘Capixaba’ Desastres Climáticos Apoio ao Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública e de Defesa Civil do Estado do Espírito Santo, executando ações voltadas para salvamento nas buscas de pessoas desaparecidas nas áreas colapsadas nos municípios atingidos.
  • 13. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça OPERAÇÕES FINALIZADAS EM 2013 Nº PERÍODO DA OPERAÇÃO LOCAL DA OPERAÇÃO NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO 01 20/06/2011 12/08/2013 Natal (RN) ‘Potiguar’ Judiciária Apoio ao Governo do Estado do Rio Grande do Norte na preservação da ordem pública, na incolumidade das pessoas e do patrimônio, por meio de ações de Polícia Judiciária, nas investigações policiais em curso e pendentes. 02 25/08/2013 12/08/2013 João Pessoa (PB) ‘Tambiá’ Judiciária Apoio ao Governo do Estado da Paraíba, a fim de contribuir na preservação da ordem pública e na incolumidade das pessoas e do patrimônio, através de ações de Polícia Judiciária, nas investigações policiais em curso e pendentes. 03 09/10/2012 01/02/2013 Porto Velho (RO) ‘Curupira’ Ambiental Apoio às ações do Ibama, com o fim de reprimir crimes ambientais, em especial o desmatamento, a extração e o comércio ilegal de madeira no estado de Rondônia. 04 03/12/2012 01/02/2013 Novo Progresso, Castelo dos Sonhos e suas regiões (PA) Apoio às ações do Ibama, com o fim de reprimir crimes ambientais, em especial o desmatamento, a extração e o comércio ilegal de madeira no estado do Pará. 05 24/02/2008 11/07/2013 Altamira (PA) ‘Defesa da Vida’ Ambiental Apoio ao Departamento de Polícia Federal, no sentido de coibir quaisquer atividades ilegais que atinjam o patrimônio natural brasileiro na região amazônica. 06 23/12/2009 02/09/2013 São Miguel do Iguaçu (PR) ‘VANT’ Fronteira Apoio ao Departamento de Polícia Federal, nas atividades de segurança orgânica das instalações do aeródromo do Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT) e escolta de estrangeiros envolvidos no programa.
  • 14. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça Nº PERÍODO DA OPERAÇÃO LOCAL DA OPERAÇÃO NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO 07 23/07/2010 08/10/2013 Pacaraima (RR) ‘Enafron’ Fronteira ApoioaoDepartamentodePolíciaFederalnocombate ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos nas fronteiras do Brasil. 08 23/07/2010 02/07/2013 Tabatinga e Tefé (AM) ApoioaoDepartamentodePolíciaFederalnocombate ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos nas fronteiras do Brasil. 09 10/05/2011 27/09/2013 Óbidos (PA) ApoioaoDepartamentodePolíciaFederalnocombate ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos nas fronteiras do Brasil. 10 19/05/2011 14/10/2013 Oiapoque (AP) ApoioaoDepartamentodePolíciaFederalnocombate ao tráfico de drogas, armas e munições, e entrada de produtos ilícitos, saída de riquezas e crimes conexos nas fronteiras do Brasil. 11 12/05/2012 07/06/2013 Rio de Janeiro (RJ) ‘Pacificadora’ Ostensiva Apoio ao Governo do Estado do Rio de Janeiro, nas ações decorrentes da implantação do Programa do Governo Federal “Crack, é possível vencer”, na Comunidade do Santo Amaro, na cidade do Rio de Janeiro-RJ. 12 15/02/2013 18/05/2013 Florianópolis, Blumenau, São Pedro de Alcântara e Trindade (SC) ‘Santa Catarina’ Segurança em Presídio Apoio ao Governo do Estado de Santa Catarina, a fim de preservar a ordem pública, a incolumidade das pessoas e do patrimônio, executando ações de apoio em escoltas, nas transferências de presos, varreduras e contenção nos presídios do Estado, nas cidades de Florianópolis, São Pedro de Alcântara, Blumenau, Criciúma, Joinville, Itajaí/Camboriú, Lages, São Francisco do Sul e Jaraguá do Sul, em apoio aos órgãos integrantes do Sistema de Segurança Pública do Governo do Estado, em decorrência dos ataques a basesdaPolíciaMilitar,PolíciaCivil,aônibuscoletivos, veículos particulares e a prédios públicos. 13 18/07/2013 15/10/2013 Valparaíso e Luziânia (GO) ‘BR-040’ Ostensiva Apoio da Força Nacional de Segurança Pública ao Departamento de Polícia Rodoviária Federal, nas ações conjuntas de segurança na BR-040, no trecho entre os quilômetros 0 e 20, na região dos municípios de Valparaíso e Luziânia, no Estado de Goiás, em razão das ações violentas deflagradas na região do entorno do Distrito Federal.
  • 15. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça Nº PERÍODO DA OPERAÇÃO LOCAL DA OPERAÇÃO NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO 14 25/10/2011 23/10/2013 Lábrea (AM) ‘Protetor II’ Proteção de Pessoas Ameaçadas ApoioàSecretariadeDireitosHumanosdaPresidência da República, notadamente na proteção do defensor dos Direitos Humanos, do Sr. Antônio Vasconcelos de Souza, que, em razão de sua atividade, encontrava-se em situação de risco e vulnerabilidade. 15 23/12/2008 29/08/2013 Pimenta Bueno (RO) ‘Roosevelt’ Ambiental Apoio ao Departamento de Polícia Federal nas ações de combate à extração mineral no interior da Reserva Indígena Roosevelt, no Estado de Rondônia. 16 14/03/2011 11/10/2013 São Félix do Xingu (PA) ‘Xingu’ Indígena Apoio ao Departamento de Polícia Federal, a fim de promover a desintrusão dos não índios da Terra Indígena Apyterewa, evitando conflitos entre índios e famílias de não índios na região, em conformidade com as demandas da Polícia Federal. 17 27/04/2012 08/05/2013 Camacan, Pau Brasil e Itaju do Colônia (BA) ‘Terras Indígenas’ Indígena Apoio ao Departamento de Polícia Federal, em conflitos envolvendo populações indígenas na região sul do Estado da Bahia. 18 01/10/2012 26/08/2013 Amabaí (MS) ‘Guarani’ Indígena Apoio ao Departamento de Polícia Federal na preservação da ordem pública nos conflitos envolvendo indígenas e fazendeiros, na região sul do Mato Grosso do Sul. 19 26/04/2013 28/04/2013 Amaturá e São Paulo de Olivença (AM) ‘Expedicionário da Saúde’ Ostensiva Executar ações de preservação da ordem pública, da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através de ações de policiamento voltadas para a segurança pública dos envolvidos quando em atividades de vacinação dos povos indígenas, nas cidades de Amaturá e São Paulo de Olivença, bem como na segurança do Ministro da Saúde na cidade de Tabatinga, e comunidades de Santa Inês e Nova Itália, todos no Estado do Amazonas. 20 07/06/2013 15/08/2013 Sidrolândia e Aquidauana (MS) ‘Mato Grosso do Sul’ Ostensiva Dispõe sobre emprego do apoio da Força Nacional de Segurança Pública no Estado de Mato Grosso do Sul, no sentido de proteger a integridade física de todos os envolvidos em conflitos decorridos de invasões de propriedades rurais, especificamente nos Municípios de Sidrolândia e Aquidauana, no Estado de Mato Grosso do Sul. 21 28/03/2012 11/10/2013 Usinas Hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio (RO) ‘Jirau II’ Projetos Prioritários Nacionais Apoio ao Governo do Estado de Rondônia, com o fim de garantir a incolumidade das pessoas, do patrimônio e a manutenção da ordem pública nas regiões em que se desenvolvem as obras de infraestrutura das usinas de Jirau e Santo Antônio.
  • 16. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça Nº PERÍODO DA OPERAÇÃO LOCAL DA OPERAÇÃO NOME E TIPO RESUMO DA OPERAÇÃO 22 25/03/2013 26/04/2013 Itaituba (PA) ‘Tapajós’ Projetos Prioritários Nacionais A FNSP apoia o Ministério de Minas e Energia na segurança e acompanhamento do grupo de biólogos, engenheiros florestais e técnicos que vão percorrer áreas afetadas pelo empreendimento (leito e margens dos rios Tapajós e Jamanxim), a fim de realizar os estudos necessários à obtenção da licença ambiental prévia à construção do Complexo Hidrelétrico do Tapajós. 23 01/06/2013 01/07/2013 Rio de Janeiro (RJ) e Belo Horizonte (MG) ‘Confederações’ Ostensiva Apoio à SESGE na segurança dos Jogos da Copa das Confederações FIFA Brasil 2013, nos Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. 24 05/06/2013 28/06/2013 Recife (PE) e Fortaleza (CE) Apoio à SESGE na segurança dos Jogos da Copa das Confederações FIFA Brasil 2013, nos Estados do Pernambuco e Ceará. 25 05/06/2013 17/06/2013 Brasília (DF) e Salvador (BA) Apoio à SESGE na segurança dos Jogos da Copa das Confederações FIFA Brasil 2013, nos Estados da Bahia e Distrito Federal. 26 01/07/2013 05/08/2013 Rio de Janeiro (RJ) ‘Jornada Mundial da Juventude’ Ostensiva Apoio ao Governo do Estado do Rio de Janeiro para a segurança da Jornada Mundial da Juventude Católica 2013. 27 29/05/2012 06/11/2013 Cacoal (RO) ‘Protetor I’ Proteção de Pessoas Ameaçadas ApoioàSecretariadeDireitosHumanosdaPresidência da República, notadamente na proteção do defensor dos Direitos Humanos, do Sr. A.S., que em razão de sua atividade, encontra-se em situação de risco ou vulnerabilidade. 28 12/08/2013 24/11/2013 Jacareacanga (PA) ‘Tapajós II’ Projetos Prioritários Nacionais A FNSP apoia o Ministério de Minas e Energia na segurança e acompanhamento do grupo de biólogos, engenheiros florestais e técnicos que vão percorrer áreas afetadas pelo empreendimento da Usina HidrelétricadeBeloMonte,afimderealizarosestudos necessários à obtenção da licença ambiental prévia à construção do Complexo Hidrelétrico do Tapajós. 29 01/12/2013 07/12/2013 Costa do Sauípe (BA) ‘Sauípe’ Ostensiva Apoio à SESGE e Governo do Estado da Bahia, na segurança do Sorteio dos Jogos da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014.
  • 17. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça MÊS QUANTIDADE DE MANDADOS JAN 32 FEV 90 MAR 38 ABR 97 MAI 92 JUN 42 JUL 48 AGO 25 SET 41 OUT 31 NOV 27 DEZ 24 TOTAL DE 2013 587 TOTAL DE 2012 426 MÊS NÚMERO DE OPERAÇÕES JAN 3.199 FEV 2.527 MAR 2.880 ABR 3.979 MAI 4.216 JUN 4.114 JUL 3.805 AGO 2.061 SET 2.679 OUT 3.818 NOV 3.033 DEZ 3.210 TOTAL DE 2013 39.521 TOTAL DE 2012 16.948 AÇÕES DA FORÇA NACIONAL CUMPRIMENTO DE MANDADOS JUDICIAIS OPERAÇÕES DIVERSAS* *É a realização de atividades que não se encontram classificadas ou denominadas no sistema estatístico do DFNSP, tais como emissão de certidão e despacho de autoridade policial. MÊS Nº de pessoas JAN 106 FEV 140 MAR 158 ABR 134 MAI 141 JUN 87 JUL 112 AGO 81 SET 72 OUT 122 NOV 61 DEZ 80 TOTAL DE 2013 1.294 TOTAL DE 2012 1.386 ADULTOS PRESOS* *Prisões em flagrante, em cumprimentos de mandado judicial e de foragidos. MÊS Nº de pessoas JAN 24 FEV 23 MAR 33 ABR 19 MAI 30 JUN 15 JUL 25 AGO 21 SET 16 OUT 30 NOV 23 DEZ 12 TOTAL DE 2013 271 TOTAL DE 2012 210 APREENSÕES DE ADOLESCENTES INFRATORES
  • 18. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça MÊS Nº de pessoas JAN 69.808 FEV 70.799 MAR 67.146 ABR 60.956 MAI 68.046 JUN 53.038 JUL 85.384 AGO 70.167 SET 71.160 OUT 60.746 NOV 45.083 DEZ 39.793 TOTAL DE 2013 762.126 TOTAL DE 2012 843.190 ABORDAGENS A PESSOAS MÊS Nº de veículos JAN 14.537 FEV 18.964 MAR 20.788 ABR 17.937 MAI 24.617 JUN 22.697 JUL 36.145 AGO 29.801 SET 25.501 OUT 25.488 NOV 14.799 DEZ 14.267 TOTAL DE 2013 265.541 TOTAL DE 2012 208.832 ABORDAGENS A VEÍCULOS MÊS Nº de armas de fogo JAN 30 FEV 29 MAR 119 ABR 37 MAI 42 JUN 32 JUL 24 AGO 45 SET 51 OUT 360 NOV 202 DEZ 687 TOTAL DE 2013 1.658 TOTAL DE 2012 568 APREENSÕES DE ARMAS MÊS kg JAN 104,29 FEV 168,07 MAR 72,22 ABR 128,33 MAI 361,73 JUN 2.064,63 JUL 107,45 AGO 127,44 SET 111,58 OUT 44,76 NOV 91,29 DEZ 22,68 TOTAL DE 2013 3.404,01 TOTAL DE 2012 4.615,62 APREENSÕES DE MACONHA (Kg)
  • 19. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça MÊS kg JAN 23,54 FEV 100,90 MAR 5,7162 ABR 4,6478 MAI 327,866 JUN 0,012 JUL 10,304 AGO 3,419 SET 13,275 OUT 5,24 NOV 0,00164 DEZ 0,0361 TOTAL DE 2013 494,97 TOTAL DE 2012 621,11 APREENSÕES DE COCAÍNA / PASTA BASE (Kg) MÊS kg JAN 0.07 FEV 0.331 MAR 1,0022 ABR 0,0538 MAI 0,4507 JUN 0,024 JUL 5,399 AGO 0,03 SET 0,852 OUT 0,073 NOV 0,517 DEZ 0,006 TOTAL DE 2013 8,80 TOTAL DE 2012 77,91 APREENSÕES DE CRACK (Kg) MÊS Nº de PRODUTOS JAN 121 FEV 627 MAR 481 ABR 1.794 MAI 2.200 JUN 2.100 JUL 2.099 AGO 15.683 SET 6.739 OUT 9.917 NOV 7.650 DEZ 1.538 TOTAL DE 2013 51.129 TOTAL DE 2012 115.046 APREENSÕES DE PRODUTOS ELETRÔNICOS E EQUIPAMENTOS DIVERSOS MÊS Nº de confecções JAN 5.500 FEV 915 MAR 4.918 ABR 3.110 MAI 2.386 JUN 1.629 JUL 591 AGO 240 SET 60 OUT 2.566 NOV 0 DEZ 36 TOTAL DE 2013 21.951 TOTAL DE 2012 47.822 APREENSÕES DE CONFECÇÕES
  • 20. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça MÊS Nº de animais JAN 2 FEV 1 MAR 1 ABR 0 MAI 0 JUN 0 JUL 0 AGO 10 SET 0 OUT 0 NOV 0 DEZ 0 TOTAL DE 2013 14 TOTAL DE 2012 532 APREENSÕES DE ANIMAIS SILVESTRES MÊS Nº de motosserras JAN 0 FEV 0 MAR 9 ABR 8 MAI 5 JUN 11 JUL 6 AGO 7 SET 3 OUT 11 NOV 4 DEZ 4 TOTAL DE 2013 68 TOTAL DE 2012 70 APREENSÕES DE MOTOSSERRAS APLICAÇÃO DE MULTAS AMBIENTAIS* MÊS Nº de multas r$ JAN 49.000 FEV 0 MAR 9.276.772,20 ABR 16.831.394,50 MAI 20.008.777,50 JUN 3.435.850,00 JUL 8.026.658,82 AGO 12.869.405,00 SET 4.900.422,00 OUT 7.706.760,39 NOV 181.314.841,92 DEZ 2.008.620,06 TOTAL DE 2013 R$ 266.428.502,39 TOTAL DE 2012 R$ 11.445.175,00 * Valor de multas aplicadas por orgãos de defesa do meio ambiente, durante ações de fiscalização, com apoio da Força Nacional MÊS Nº de serrarias JAN 0 FEV 0 MAR 0 ABR 2 MAI 0 JUN 0 JUL 3 AGO 1 SET 9 OUT 20 NOV 5 DEZ 0 TOTAL DE 2013 40 TOTAL DE 2012 51 SERRARIAS FISCALIZADAS
  • 21. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça MÊS Nº de inquéritos JAN 110 FEV 129 MAR 111 ABR 160 MAI 153 JUN 131 JUL 142 AGO 47 SET 65 OUT 80 NOV 86 DEZ 61 TOTAL DE 2013 1.275 TOTAL DE 2012 1.561 INQUÉRITOS FINALIZADOS* *Considerados os inquéritos policiais relatados, remetidos ao Poder Judiciário. MÊS Nº de tratores JAN 0 FEV 0 MAR 14 ABR 3 MAI 9 JUN 3 JUL 13 AGO 12 SET 5 OUT 5 NOV 4 DEZ 2 TOTAL DE 2013 70 TOTAL DE 2012 20 TRATORES APREENDIDOS MÊS Nº de crimes JAN 73 FEV 43 MAR 65 ABR 54 MAI 51 JUN 49 JUL 42 AGO 44 SET 42 OUT 24 NOV 27 DEZ 36 TOTAL DE 2013 550 TOTAL DE 2012 188 EXAMES BALÍSTICOS (ARMAS E MUNIÇÕES)* LOCAIS DE CRIMES CONTRA A PESSOA* MÊS Nº de exames JAN 203 FEV 258 MAR 211 ABR 884 MAI 851 JUN 948 JUL 724 AGO 255 SET 307 OUT 326 NOV 456 DEZ 288 TOTAL DE 2013 5.711 TOTAL DE 2012 3.043 *Exames de identificação e eficiência de armas, caracterização de elementos de munição e microcomparação balística. *Exame pericial de local de crime, onde é realizada a identificação, localização e análise de vestígios, bem como o laudo com a provável dinâmica do evento.
  • 22. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça PAPILOSCOPIA – COLETA E CONFRONTO* MÊS Nº de coletas JAN 108 FEV 56 MAR 85 ABR 409 MAI 750 JUN 715 JUL 776 AGO 521 SET 399 OUT 68 NOV 58 DEZ 59 TOTAL DE 2013 4.004 TOTAL DE 2012 140 *Coleta de fragmentos de impressões digitais identificadas no local de crime e a consulta no banco de dados e em documentos para a identificação de pessoas. MÊS Nº de coletas JAN 126 FEV 129 MAR 144 ABR 169 MAI 188 JUN 185 JUL 150 AGO 180 SET 182 OUT 159 NOV 147 DEZ 197 TOTAL DE 2013 1.956 TOTAL DE 2012 544 NECROPAPILOSCOPIA *Coleta de impressões digitais de cadáveres, com utilização de técnicas apropriadas, e confronto das mesmas nos bancos de dados para identificação de indivíduos. PERÍCIAS VEICULARES* MÊS Nº de perícias JAN 0 FEV 0 MAR 8 ABR 21 MAI 21 JUN 21 JUL 20 AGO 19 SET 10 OUT 21 NOV 17 DEZ 20 TOTAL DE 2013 178 TOTAL DE 2012 140 *Exames periciais de um veículo para encontrar vestígios que indiquem a possibilidade de adulteração de chassi, motor, câmbio, vidros, etiquetas de identificação, placas, e emissão de laudo com o resultado. ASSISTÊNCIA A FERIDOS* MÊS Nº de feridos JAN 146 FEV 3 MAR 17 ABR 8 MAI 5 JUN 30 JUL 7 AGO 5 SET 4 OUT 12 NOV 38 DEZ 9 TOTAL DE 2013 284 TOTAL DE 2012 315 *É o atendimento de qualquer pessoa que necessite socorro pré-hospitalar
  • 23. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça MÊS Nº de pessoas JAN 5.453 FEV 3.282 MAR 5.357 ABR 2.711 MAI 1.696 JUN 3.067 JUL 702 AGO 1.491 SET 1.866 OUT 1.970 NOV 2.301 DEZ 542 TOTAL DE 2013 30.438 TOTAL DE 2012 39.781 QUANTIDADE DE PESSOAS CONTEMPLADAS PELO PROJETO “FORÇA NA COMUNIDADE”* *São ações de auxílio à comunidade envolvendo distribuição de cestas básicas em eventos socioculturais promovidos pelo Projeto, programa de prevenção por meio de palestras e incentivo à prática de atividades físicas através de aulas de ginástica, alongamento e atividades esportivas. MÊS Nº de incêndios JAN 2 FEV 1 MAR 0 ABR 0 MAI 1 JUN 0 JUL 0 AGO 0 SET 0 OUT 0 NOV 0 DEZ 1 TOTAL DE 2013 5 TOTAL DE 2012 15 COMBATE A INCÊNDIOS* *Atividade em que o bombeiro militar, com uso de técnicas e equipamentos próprios, extingue incêndio. PESSOAS ATENDIDAS NA BASE DA OPERAÇÃO* MÊS Nº de pessoas JAN 2.299 FEV 2.062 MAR 5.419 ABR 3.898 MAI 2.085 JUN 1.873 JUL 1.891 AGO 955 SET 937 OUT 1.138 NOV 854 DEZ 827 TOTAL DE 2013 24.238 TOTAL DE 2012 13.066 *Atendimento de qualquer natureza a pessoas que buscam auxílio da Força Nacional na base de uma operação.
  • 24. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça MÊS Nº de feridos JAN 197 FEV 22 MAR 20 ABR 14 MAI 33 JUN 35 JUL 16 AGO 6 SET 5 OUT 3 NOV 8 DEZ 1 TOTAL DE 2013 360 TOTAL DE 2012 112 REMOÇÃO DE FERIDOS* *Retirada de pessoas com algum ferimento para um local seguro e, posteriormente, para atendimento médico. RESGATE DE PESSOAS COM VIDA* MÊS Nº de pessoas JAN 22 FEV 2 MAR 0 ABR 0 MAI 0 JUN 3 JUL 1 AGO 0 SET 0 OUT 0 NOV 0 DEZ 0 TOTAL DE 2013 28 TOTAL DE 2012 1.165 *Retirada de pessoas com vida, de algum local sinistrado.
  • 25. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça 49ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – POLÍCIA MILITAR DF DISTRITO FEDERAL – 71 POLICIAIS MILITARES 50ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – POLÍCIA MILITAR RS RIO GRANDE DO SUL – 99 POLICIAIS MILITARES 51ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – POLÍCIA MILITAR AC ACRE – 148 POLICIAIS MILITARES 52ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – POLÍCIA MILITAR Inst. Sexo AL AM AP BA MG MS PA PE PI RJ TO PM F - 03 - 01 - 01 02 - - 02 - M 17 20 18 18 18 16 15 01 17 13 01 Total 17 23 18 19 18 17 17 01 17 15 01 TOTAL: 163 POLICIAIS MILITARES 53ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – BOMBEIRO MILITAR Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT BM F - - - 01 - - - 01 - - - - - M 03 03 03 02 03 03 05 - 30 03 03 03 03 Total 03 03 03 03 03 03 05 01 30 03 03 03 03 Inst. Sexo PA PB PE PI PR RO RJ RN RR RS SC SE TO BM F - - - - - - - - - - - - - M 03 04 03 04 03 04 03 03 03 02 03 01 03 Total 03 04 03 04 03 04 03 03 03 02 03 01 03 TOTAL: 105 BOMBEIROS MILITARES 54ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – POLÍCIA MILITAR Inst. Sexo AC AM BA CE DF GO MG MT PB PE PM F 01 01 - - - - - 01 - 01 M 16 01 01 17 15 16 01 02 18 15 BM F - - - - - - - - - - M 01 - - - - - - - - - Total 18 02 01 17 15 16 01 03 18 16 CAPACITAÇÕES E QUALIFICAÇÕES
  • 26. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça Inst. Sexo PR RO RJ RN RR RS SC SE TO PM F 01 03 - - - - - 02 02 M 16 24 03 24 16 19 17 17 16 BM F - - - - - - - - - M - - - - - - - - - Total 17 27 03 24 16 19 17 19 18 TOTAL: 268 POLICIAIS MILITARES E BOMBEIROS MILITARES 5ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – PERÍCIA Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA PP F 1 - 2 - - - - 1 1 - 1 1 - 1 M - - 3 4 - 1 - 3 2 - 3 1 1 5 Total 1 - 5 4 - 1- 4 3 - 4 2 1 6 Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO PP F - 1 - - 1 4 8 - 2 1 - - 1 M - 4 - 1 - 1 - - 4 2 - 1 4 Total - 5 - 1 1 5 8 - 6 3 - 1 5 TOTAL: 66 PROFISSIONAIS DE PERÍCIA 5ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – POLÍCIA CIVIL Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA PC F 1 1 - 2 - - - - 1 - - - 3 - M 2 4 1 2 - - - - 5 - 5 1 3 - Total 3 5 1 4 - - - 6 - 5 1 6 - Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO PC F - 2 1 1 - - 2 2 - 1 - - - M - 4 2 - 2 5 6 6 5 4 - 8 4 Total - 6 3 1 2 5 8 8 5 5 - 8 5 TOTAL: 86 POLICIAIS CIVIS 6ª INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO – POLÍCIA CIVIL Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA PC F - - - 1 - - - - - - 1 - 1 - M - 1 - 2 - - - - 3 - 2 - 2 - Total - 1 - 3 - - - 3 - 3 - 3 - Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO PC F - - - - - 1 - - - 1 1 - - M 9 1 - 1 - 2 3 - 3 4 2 - 1 Total 9 1 - 1 - 3 3 - 3 5 3 - 1 TOTAL: 42 POLICIAIS CIVIS
  • 27. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça CURSO DE ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR - 1ª Edição Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA BM F - - - - - - - - - - - - - - M 1 1 1 - 1 - - 1 - 1 1 - - 2 Total 1 1 1 - 1 - 1 - 1 1 - - 2 Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO BM F - - - - - - - - - - - - - M 2 5 - 1 1 1 1 1 1 - 1 - 1 Total 2 5 - 1 1 1 1 1 1 - 1 - 1 TOTAL: 24 BOMBEIROS MILITARES CURSO DE ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR - 2ª Edição Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA PM F - - - - - - - - - - - - - - M - - - - 1 - - - - - - - - - BM F - - - - - - - - - - - - - - M - 1 1 - 1 2 - - 1 - - 1 1 1 Total - 1 1 - 2 2 - 1 - - 1 1 1 Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO PM F - - - - - - - - - - - - - M - - - - - - - - - - - - - BM F - - - - - - - - - - - - - M 1 3 1 - - - 1 - 1 1 1 - 1 Total 1 3 1 - - - 1 - 1 1 1 - 1 TOTAL: 19 BOMBEIROS E 01 POLICIAL MILITAR (EFETIVO MOBILIZADO) CURSO DE PERCEPÇÃO DE RISCO GEOLÓGICO E ESTRUTURAL Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA BM F - - - - - - - - - - - - - - M - 1 2 3 - 2 - 2 - 2 2 - - 4 Total - 1 2 3 - 2 - 2 - 2 2 - - 4 Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO BM F - - - - - - - - - - - - - M 1 5 2 1 3 - 1 2 1 1 - - 2 Total 1 5 2 1 3 - 1 2 1 1 - - 2 TOTAL: 37 BOMBEIROS (EFETIVO MOBILIZADO)
  • 28. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça CURSO DE SISTEMA DE COMANDO DE INCIDENTES – 1ª Edição Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA PM F - - - - - - - - - - - - - - M - - 2 - - - - - - - 1 2 - 1 BM F - - - - - - - - - - - - - - M 1 1 1 - 1 1 - 2 1 - 2 - - 4 Total 1 1 3 - 1 1 2 1 - 3 2 - 5 Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO PM F - - - - - - - - - - - - - M - - - - - 1 - - 1 - - - - BM F - - - - - - - - - - - - - M 1 3 - 3 2 1 - 1 2 2 1 - 1 Total 1 3 - 3 2 2 - 1 3 2 1 - 1 TOTAL: 31 BOMBEIROS E 08 POLICIAIS MILITARES (EFETIVO MOBILIZADO) CURSO DE SISTEMA DE COMANDO DE INCIDENTES – 2ª Edição Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA PM F - - - - - - - - - - - - - - M - 1 1 - 3 - - - - - - 2 - - BM F - - - M - 1 1 1 1 1 1 1 3 Total - - - - - - - - - - - - - Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO PM F - - - - - - - - - - - - - M - - - - - 2 1 1 - - - - 1 BM F M 1 2 1 2 2 Total - - - - - - - - - - - - - TOTAL: 18 BOMBEIROS E 12 POLICIAIS MILITARES (EFETIVO MOBILIZADO) CURSO DE BUSCA E RESGATE EM ESTRUTURAS COLAPSADAS – 1ª Edição Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA BM F - - - - - - - - - - - - - - M - 3 1 2 1 - - 2 1 - 3 - - 6 Total - 3 1 2 1 - - 2 1 - 3 - - 6 Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO BM F - - - - - - - - - - - - - M - 1 - - 1 2 - - - - 1 - 1 Total - 1 - - 1 2 - - - - 1 - 1 TOTAL: 25 BOMBEIROS (EFETIVO MOBILIZADO)
  • 29. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça CURSO DE BUSCA E RESGATE EM ESTRUTURAS COLAPSADAS – 2ª Edição Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA BM F - - - - - - - - - - - - - - M 1 1 - 1 1 2 - - 1 2 - - 1 1 Total - - - - - - - - - - - - - Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO BM F - - - - - - - - - - - - - M 2 2 1 - 1 - 2 - 2 2 1 - 1 Total - - - - - - - - - - - - - TOTAL: 25 BOMBEIROS (EFETIVO MOBILIZADO) CURSO DE PREVENÇÃO EM ESTÁDIOS E LOCAIS DE GRANDE AGLOMERAÇÃO DE PÚBLICO Inst. Sexo AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA BM F - - - - - - - - - - - - - - M - 1 1 1 1 2 - 2 - 2 3 - - 4 Total - 1 1 1 1 2 - 2 - 2 3 - - 4 Inst. Sexo PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO BM F - - - - - - - - - - - - - M 2 4 1 2 1 - - 1 2 1 2 - 3 Total 2 4 1 2 1 - - 1 2 1 2 - 3 TOTAL: 36 BOMBEIROS (EFETIVO MOBILIZADO) TREINAMENTO BÁSICO EM DEFESA CIVIL Duas turmas, de 23 bombeiros militares cada, do Grupamento de Busca e Salvamento da Força Nacional, totalizando 46 profissionais bombeiros militares. CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA DE BOMBEIROS PARA AERÓDROMOS – FTBA Uma turma de 40 bombeiros militares, do Grupamento de Busca e Salvamento da Força Nacional. ESTÁGIO OPERACIONAL DE ABORDAGEM – 1ª Edição O público-alvo do treinamento foram os integrantes da Operação Jaraguá-AL: 41 policiais militares e 03 policiais civis do Departamento da Força Nacional de Segurança Pública, 11 integrantes da Polícia Militar do Estado de Alagoas e 12 policiais civis do Estado de Alagoas, totalizando 67 alunos. ESTÁGIO OPERACIONAL DE ABORDAGEM – 2ª Edição O público-alvo do treinamento foram os integrantes da Operação Jaraguá-AL: 21 policiais militares e 07 policiais civis do Departamento da Força Nacional de Segurança
  • 30. Boletim DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Seus Direitos Sua Proteção Sua Segurança Boletim Força Nacional Secretaria Nacional de Segurança Pública Ministério da Justiça Pública, totalizando 28 alunos. ESTÁGIO OPERACIONAL DE ABORDAGEM – 3ª Edição O público-alvo do treinamento foram os integrantes da Operação Jaraguá-AL: 24 policiais militares e 05 policiais civis do Departamento da Força Nacional de Segurança Pública, 03 integrantes da Polícia Militar do Estado de Alagoas, totalizando 32 alunos. ESTÁGIO OPERACIONAL DE ABORDAGEM – 4ª Edição O público-alvo do treinamento foram os integrantes da Operação Jaraguá-AL: 16 policiais militares, 04 policiais civis, 01 bombeiro e 01 perito do Departamento da Força Nacional de Segurança Pública, 05 integrantes da Polícia Militar do Estado de Alagoas e 02 policiais civis do Estado de Alagoas, totalizando 29 alunos. ESTÁGIO OPERACIONAL DE ABORDAGEM – 5ª Edição O público-alvo do treinamento foram os integrantes da Operação Jaraguá-AL e policiais militares de Alagoas: 23policiaismilitaresdoDepartamentodaForçaNacionaldeSegurançaPública,05integrantes da Polícia Militar do Estado de Alagoas, totalizando 28 alunos. ESTÁGIO OPERACIONAL DE ABORDAGEM – 6ª Edição O público-alvo do treinamento foram os integrantes da Operação Jaraguá-AL e policiais militares de Alagoas: 22 policiais militares e 01 policial civil do Departamento da Força Nacional de Segurança Pública, 05 integrantes da Polícia Militar do Estado de Alagoas, totalizando 28 alunos. ESTÁGIO OPERACIONAL DE APLICAÇÕES TÁTICAS O público-alvo do treinamento foram os integrantes da Força Nacional de Segurança Pública – DFNSP, totalizando 25 policiais militares. ESTÁGIO OPERACIONAL DE ESCOLTAS O público-alvo do estágio foi os integrantes da Operação Jaraguá-AL: 40 policiais militares e 01 policial civil do Departamento da Força Nacional de Segurança Pública, totalizando 41 alunos. TOTAL DE PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA CAPACITADOS E QUALIFICADOS TOTAL DE 2013: 1.627 TOTAL DE 2012: 1.306
  • 31.