SlideShare uma empresa Scribd logo
> Boletim Anual 2013
> Visão
Primeiros passos
Um grupo de pais das freguesias de Rio de Mouro e de
São Pedro de Penaferrim uniram-se e mobilizaram-se
a favor das crianças e adolescentes do Agrupamento
Alfredo da Silva com idades cumpridas entre os 4 e os
14 anos e em situação socioeconómica difícil.
Desde o princípio ficou claro que não se pretenderia
substituir o trabalho das instituições sociais existentes no
concelho nem limitar-se a apoiar as famílias das crianças
identificadas com bens materiais e serviços gratuitos.
A ideia tinha de ir mais longe:
Construir uma relação de confiança pessoal sufi-
cientemente transparente e honesta para poder
investir a médio / longo prazo na vida de uma
criança (no mínimo, um ano letivo).
Para levar a cabo esta vontade foi desenvolvida uma
estratégia entre sete entidades:
A Associação Mãos Libertas na operacionalização dos
serviços e atividades a favor das crianças e famílias.
O Auditório XXI – Espaço multiusos situado na zona do
Sintra Business Park na disponibilização gratuita de um
espaço multiusos para o acompanhamento das famílias
e o desenvolvimento dos serviços e atividades.
O Instituto ComPaixão na articulação interinstitucio-
nal dentro da Rede Sintra ComPaixão assim como na
assessoria em desenvolvimento comunitário (imple-
mentação e desenvolvimento do programa curricular,
mobilização e formação de recursos humanos).
O Hotel Penha Longa como empresa de referência no
concelho, no Lançamento do programa com um almo-
ço realizado no dia 23 de Setembro 2012, para 250
pessoas (crianças, familiares, professores, animado-
res e outros parceiros empresariais…)
Juntas de freguesia de Rio de Mouro e de São Pedro
de Penaferrim e o Agrupamento de escolas Alfredo
da Silva.
10 000alunos carenciados
no 1º Ciclo e Ensino
Pré-escolar
Há crianças que vão
para a escola sem
pequeno-almoço
Há pais sem dinheiro
para pagar as
despesas escolares
dos filhos
Há cada vez mais
alunos a beneficiar de
apoio social escolar
Concelho de
Sintra
> Contexto Social
> Actividades
Kit Escolar
Tratando-se de crianças pertencentes a famílias em
situação socioeconómica muito difícil, todos temos
tido consciência de que a provisão dos bens mais ele-
mentares sempre fazem uma grande diferença.
O equilíbrio mais elementar da criança sempre passa
pelo equilibro da família.
Assim este grupo de pais mobilizou empresas e par-
ticulares afim de conseguir entregar Kits Escolares para o início das aulas assim como periodica-
mente bens de primeira necessidade ao longo de todo o ano letivo.
> O que fizemos
• 50 Kits Escolares foram entregues
(Mochila + Materiais escolares)
• 80 cabazes e sacos de alimentos
• Distribuição de roupas
• Entrega de livros
• Distribuídos 550 Pequenos
almoços aos sábados de manhã,
dia do Reforço Escolar e aulas de
música.
Relação de Confiança
Por muito útil possa ser a distribuição de bens de primeira
necessidade, nunca se consegue promover um apoio sustentá-
vel sem construir uma relação de confiança.
Um dos maiores desafios com o qual cada organização ou pro-
grama de apoio social se debate na hora de desenvolver uma
relação de apoio, é o de encontrar a honestidade e a transparên-
cia suficientes para promover uma relação de confiança promo-
tora de mudança de vida. Todos sabemos que o apoio institucio-
nal promove uma relação institucional que por sua vez promove
uma relação de dependência.
Neste contexto, a OP4:14 está determinada a responder a este
desafio procurando ser uma ponte na construção de uma rela-
ção de confiança não só com as famílias como também com
cada instituição de uma mesma comunidade.”

 O que fizemos
• 131 acompanhamentos
(reuniões de aconselhamento)
• 15 Festas de Aniversário
• Participação ativa de
pais e filhos nos teatro
e coral do Natal e da
Páscoa
Actividades
Uma Oportunidade
de Mudança
Atravésdetodososserviçosprestadoseatividadesdesenvolvidas
no âmbito do programa OP4:14, são transmitidos valores e
princípios de vida. Um deles é o “serviço”. Assim, tanto pais
como crianças são convidados a participar ativamente não só no
desenvolvimento da OP4:14 como também em outras ações de
voluntariado ao serviço da comunidade.
Não há melhor maneira de uma família e uma criança valorizarem
o apoio que recebem do que tendo a oportunidade de apoiar
outras famílias e crianças.
A aldeia do Linhó foi assim palco de dois projetos nos quais pais
e crianças participaram.
 O que fizemos
• Reconversão da antiga
escola primária do Linhó
num centro de convívio
para idosos
• Almoço beneficente na
Escola Primária EB1 nº1
do Linhó
 Acordo
Acordo Operação 4:14
Para sustentar a relação de confiança entre os voluntários
do programa e o Encarregado de Educação, foi elaborado e
assinado um documento intitulado “Acordo Operação 4:14” no
qual as duas partes se comprometiam a cumprir cada uma com
as suas obrigações.
Assim, do momento da entrega dos Kits Escolar, passando pelo
almoço de lançamento no Hotel Penha Longa e continuando
pela relação de tutoria desenvolvida nas instalações do Auditório
XXI, cada criança e encarregado de educação foi sujeito a uma
avaliação contínua de forma a poder ajustar da maneira mais
adequada os apoios às necessidades.
 O que fizemos
• Mobilização de
empresas e dos meios
de comunicação a partir
do lançamento no Hotel
Penha Longa
• 21 Encaminhamentos
a partir do Auditório XXI
para outras instituições de
apoio

Capacitar pela educação.
Foco
Geração dos
4 aos 14 anos
Ao longo de todo o ano, o foco este-
ve nas crianças da OP4:14. O programa
OP4:14 não foi concebido para respon-
der a todas as necessidades das famí-
lias mas sim unicamente aquelas que
de uma forma direta influenciam a con-
dição de vida da criança.
Muitas foram as oportunidades ofereci-
das a cada criança de viver alegremente
esta fase da sua vida.
 O que fizemos
• Visita ao Oceanário
• Ida ao Circo no Coliseu dos Recreios
• Presença num jogo de futebol no Estádio da Luz
• Participação em colónias de férias
• Atividades ao ar livre no dia da criança na
Decathlon de Sintra.
• Sessões de Golfe no Hotel Penha Longa

 Actividades
Reforço Escolar
Das 50 crianças que participaram no programa, uma média de 25
beneficiaram de duas horas de reforço escolar todos os sábados das 10h às
12h. O reforço consistia no apoio à realização das fichas do 1º ciclo e nas
explicações de matemática, português e francês do 2º ciclo.
Foi impressionante como o fato das crianças saírem das suas casas para
estarem concentrados numa sala de estudo no Auditório XXI contribuiu
para uma maior desempenho escolar.
Esta vertente do programa não pretende posicionar-se ao nível dos serviços
de um centro de explicações tradicional. A motivação dos professores
voluntários reside no simples desejo de transmitir atenção, apreço e
disciplina no percurso de aprendizagem da criança.
Paralelamente, as crianças que manifestaram interesse para a Música pude-
ram beneficiar de sessões de iniciação ao piano, guitarra e bateria.
1286
horas
de Reforço
Escolar
255
sessões de
educação
musical
O equilíbrio mais elementar da criança
sempre passa pelo equilíbrio da família.
Testemunhos
Em nome de todos
Muito Obrigado!
A melhor recompensa que temos para dar a todos os voluntários e
parceiros, em particular o Hotel Penha Longa, são os testemunhos de
gratidão tanto de crianças como de pais.
Teresa Oliveira:
Parabéns a quem tem trabalhado
tanto para que as crianças de
hoje sejam uns exemplos de
vida. Bem hajam.
Bruna Almeida:
Foi muito divertido estar com
vocêsaolongodoanoeaprender
muitas coisas novas!!!!!!!!!!!!!
adoro-vos a todos.
Carlos Almeida:
Obrigado, por tudo o que fizeram
aos meus filhos ao longo do
ano. Bem hajam!
Mãe do Pedro Frade:
Olá o Pedro levantou as notas
dele graças a vocês, obrigado
pela ajuda”
Inês Sousa:
Gostava de agradecer à Asso-
ciação Mãos Libertas e a todos
os seus voluntários, terem-me
deixado participar nesta turma.
Aqui, com a vossa ajuda, a
minha adaptação ao 2º ciclo foi
melhor, e em parte deve-se tam-
bém a vocês as notas com que
cheguei a fim do ano. Adorei
cada manha de sábado, onde as
minhas duvidas da escola eram
explicadas ou simplesmente me
ajudavam a estudar para os tes-
tes. Adorei nessas manhãs apre-
nder a mexer melhor na minha
guitarra. Obrigado por tudo o k
fizeram por nós, pela forma com
que nos acolheram e por todas
a experiências que nos deram
oportunidade de viver.
Jéssica:
Esta foi a festa de anos mais
bonita da minha vida
Pai do Rúben:
Obrigado pela noite diferente
que deram aos nossos filhos.
Só pela alegria expressada
nos rostos deles, valeu a pena.
OBRIGADO por entrarem na
nossa vida!!!
Mãe da Inês:
Linda esta SENHORA (Teresa)
pois posso dizer que é como
uma mãe para a minha família.
MUITO OBRIGADO!
Parceiros:
Demos à criança a possibilidade de
viver o seu tempo de criança !
Contactos:
Para mais informações:
operacao4.14@gmail.com
918 428 274 | 939 165 515 | 924 094 590 | 924 094 599
Serviços Administrativos:
Rua Juvenal Cabeça, Armazém 21, Albarraque
2635-060 Rio de Mouro - Sintra

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O euripinho edi02
O euripinho edi02O euripinho edi02
O euripinho edi02
Fabio Guilherme
 
Informação Completa nº 100
Informação Completa nº 100Informação Completa nº 100
Informação Completa nº 100
Pery Salgado
 
Projeto Educativo - ESCOLA DE ACHADA MATO
Projeto Educativo  - ESCOLA DE ACHADA MATOProjeto Educativo  - ESCOLA DE ACHADA MATO
Projeto Educativo - ESCOLA DE ACHADA MATO
DMEDPraia
 
O euripinho edi03
O euripinho edi03O euripinho edi03
O euripinho edi03
Fabio Guilherme
 
Projeto Educativo - PÓLO EDUCATIVO III – B DE PONTA D´ÁGUA
Projeto Educativo - PÓLO EDUCATIVO III – B DE PONTA D´ÁGUAProjeto Educativo - PÓLO EDUCATIVO III – B DE PONTA D´ÁGUA
Projeto Educativo - PÓLO EDUCATIVO III – B DE PONTA D´ÁGUA
DMEDPraia
 
Minha fantástica experiência no 1ª CONCURSO ESCOLAR SOBRE A DENGUE
Minha fantástica experiência no 1ª CONCURSO ESCOLAR SOBRE A DENGUEMinha fantástica experiência no 1ª CONCURSO ESCOLAR SOBRE A DENGUE
Minha fantástica experiência no 1ª CONCURSO ESCOLAR SOBRE A DENGUE
VOLUNTÁRIA CAUSA SOCIAL
 
Projeto atualizado por manuela
Projeto atualizado por manuelaProjeto atualizado por manuela
Projeto atualizado por manuela
UyaraPortugal
 
2013
20132013
2013
maardigo
 
Jornal março
Jornal marçoJornal março
Jornal março
maardigo
 
Jornal Fala José - 2ª edição
Jornal Fala José - 2ª ediçãoJornal Fala José - 2ª edição
Jornal Fala José - 2ª edição
Danilo Vizibeli
 
MATERIAL PARA CRECHE
MATERIAL PARA CRECHEMATERIAL PARA CRECHE
MATERIAL PARA CRECHE
Cristina Ferreira
 
Jornal maio
Jornal maioJornal maio
Dia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
Dia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco PriscoDia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
Dia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
Escola Estadual Francisco Prisco
 
Newsletter apeel edição 3 janeiro2015
Newsletter apeel edição 3 janeiro2015Newsletter apeel edição 3 janeiro2015
Newsletter apeel edição 3 janeiro2015
Margarida Santos
 
Pppneyder2013
Pppneyder2013Pppneyder2013
Pppneyder2013
neydersuelly
 
Revistacrianca46
Revistacrianca46Revistacrianca46
Revistacrianca46
FSBA
 
Revistacrianca46
Revistacrianca46Revistacrianca46

Mais procurados (17)

O euripinho edi02
O euripinho edi02O euripinho edi02
O euripinho edi02
 
Informação Completa nº 100
Informação Completa nº 100Informação Completa nº 100
Informação Completa nº 100
 
Projeto Educativo - ESCOLA DE ACHADA MATO
Projeto Educativo  - ESCOLA DE ACHADA MATOProjeto Educativo  - ESCOLA DE ACHADA MATO
Projeto Educativo - ESCOLA DE ACHADA MATO
 
O euripinho edi03
O euripinho edi03O euripinho edi03
O euripinho edi03
 
Projeto Educativo - PÓLO EDUCATIVO III – B DE PONTA D´ÁGUA
Projeto Educativo - PÓLO EDUCATIVO III – B DE PONTA D´ÁGUAProjeto Educativo - PÓLO EDUCATIVO III – B DE PONTA D´ÁGUA
Projeto Educativo - PÓLO EDUCATIVO III – B DE PONTA D´ÁGUA
 
Minha fantástica experiência no 1ª CONCURSO ESCOLAR SOBRE A DENGUE
Minha fantástica experiência no 1ª CONCURSO ESCOLAR SOBRE A DENGUEMinha fantástica experiência no 1ª CONCURSO ESCOLAR SOBRE A DENGUE
Minha fantástica experiência no 1ª CONCURSO ESCOLAR SOBRE A DENGUE
 
Projeto atualizado por manuela
Projeto atualizado por manuelaProjeto atualizado por manuela
Projeto atualizado por manuela
 
2013
20132013
2013
 
Jornal março
Jornal marçoJornal março
Jornal março
 
Jornal Fala José - 2ª edição
Jornal Fala José - 2ª ediçãoJornal Fala José - 2ª edição
Jornal Fala José - 2ª edição
 
MATERIAL PARA CRECHE
MATERIAL PARA CRECHEMATERIAL PARA CRECHE
MATERIAL PARA CRECHE
 
Jornal maio
Jornal maioJornal maio
Jornal maio
 
Dia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
Dia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco PriscoDia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
Dia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
 
Newsletter apeel edição 3 janeiro2015
Newsletter apeel edição 3 janeiro2015Newsletter apeel edição 3 janeiro2015
Newsletter apeel edição 3 janeiro2015
 
Pppneyder2013
Pppneyder2013Pppneyder2013
Pppneyder2013
 
Revistacrianca46
Revistacrianca46Revistacrianca46
Revistacrianca46
 
Revistacrianca46
Revistacrianca46Revistacrianca46
Revistacrianca46
 

Destaque

Apresentação lousa
Apresentação lousaApresentação lousa
Apresentação lousa
Thais Teixeira
 
Uni 3 ativ_2_tvescola
Uni 3 ativ_2_tvescolaUni 3 ativ_2_tvescola
Uni 3 ativ_2_tvescola
Lethyciasuartte
 
Apresentação lousa
Apresentação lousaApresentação lousa
Apresentação lousa
Thais Teixeira
 
Web fólio professores
Web fólio professoresWeb fólio professores
Web fólio professores
Paulagraciele
 
Plano de aula matemática2
Plano de aula matemática2Plano de aula matemática2
Plano de aula matemática2
Amanda Freitas
 
Trabalhando com a lousa digital
Trabalhando com a lousa digitalTrabalhando com a lousa digital
Trabalhando com a lousa digital
Mírian Carlos
 
Apresentação do plano de aula
Apresentação do plano de aulaApresentação do plano de aula
Apresentação do plano de aula
Amanda Freitas
 
Plano de aula matemática
Plano de aula   matemáticaPlano de aula   matemática
Plano de aula matemática
Amanda Freitas
 
FAZENDO USO DAS DIVERSAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
FAZENDO USO DAS DIVERSAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO INFANTILFAZENDO USO DAS DIVERSAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
FAZENDO USO DAS DIVERSAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
cristianeufgd
 
Projeto as tecnologias em sala de aula
Projeto as tecnologias em sala de aulaProjeto as tecnologias em sala de aula
Projeto as tecnologias em sala de aula
isabelmarasca
 
Tecnologias na Escola
Tecnologias na EscolaTecnologias na Escola
Tecnologias na Escola
Ana Paula Silva
 
Plano De Aula Eja 09.12 Bahia
Plano De Aula Eja 09.12 BahiaPlano De Aula Eja 09.12 Bahia
Plano De Aula Eja 09.12 Bahia
marcusbrandao1
 

Destaque (12)

Apresentação lousa
Apresentação lousaApresentação lousa
Apresentação lousa
 
Uni 3 ativ_2_tvescola
Uni 3 ativ_2_tvescolaUni 3 ativ_2_tvescola
Uni 3 ativ_2_tvescola
 
Apresentação lousa
Apresentação lousaApresentação lousa
Apresentação lousa
 
Web fólio professores
Web fólio professoresWeb fólio professores
Web fólio professores
 
Plano de aula matemática2
Plano de aula matemática2Plano de aula matemática2
Plano de aula matemática2
 
Trabalhando com a lousa digital
Trabalhando com a lousa digitalTrabalhando com a lousa digital
Trabalhando com a lousa digital
 
Apresentação do plano de aula
Apresentação do plano de aulaApresentação do plano de aula
Apresentação do plano de aula
 
Plano de aula matemática
Plano de aula   matemáticaPlano de aula   matemática
Plano de aula matemática
 
FAZENDO USO DAS DIVERSAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
FAZENDO USO DAS DIVERSAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO INFANTILFAZENDO USO DAS DIVERSAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
FAZENDO USO DAS DIVERSAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Projeto as tecnologias em sala de aula
Projeto as tecnologias em sala de aulaProjeto as tecnologias em sala de aula
Projeto as tecnologias em sala de aula
 
Tecnologias na Escola
Tecnologias na EscolaTecnologias na Escola
Tecnologias na Escola
 
Plano De Aula Eja 09.12 Bahia
Plano De Aula Eja 09.12 BahiaPlano De Aula Eja 09.12 Bahia
Plano De Aula Eja 09.12 Bahia
 

Semelhante a Boletim 4-14-v7web

Boletim op4 14
Boletim op4 14Boletim op4 14
Boletim op4 14
sintracompaixao
 
Relatório Peteca Pindoretama 2011
Relatório Peteca Pindoretama 2011Relatório Peteca Pindoretama 2011
Relatório Peteca Pindoretama 2011
Ministério Público do Trabalho
 
Boletim nº 3 O Dinis
Boletim nº 3 O DinisBoletim nº 3 O Dinis
Boletim nº 3 O Dinis
APEB
 
Boletim - O Dinis
Boletim - O DinisBoletim - O Dinis
Boletim - O Dinis
Caia Évora
 
Reunião de pais inicio do ano 2014- 15.
 Reunião de pais inicio do ano 2014- 15. Reunião de pais inicio do ano 2014- 15.
Reunião de pais inicio do ano 2014- 15.
10-09-61
 
melhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdf
melhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdfmelhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdf
melhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdf
JOSELITOFELIXBARBOSA
 
Boletim projeto nós
Boletim projeto nósBoletim projeto nós
Boletim projeto nós
Fatima Campos
 
Boletim projeto nós
Boletim projeto nósBoletim projeto nós
Boletim projeto nós
Fatima Campos
 
Relatório anual 2014 OP4:14
Relatório anual 2014 OP4:14Relatório anual 2014 OP4:14
Relatório anual 2014 OP4:14
João Barros
 
Jornal Escolar Edição 01 2014
Jornal Escolar Edição 01 2014Jornal Escolar Edição 01 2014
Jornal Escolar Edição 01 2014
Escola Nova Galileia
 
Revista do Arco
Revista do ArcoRevista do Arco
Revista do Arco
TainFerrariJlio
 
Projecto da Componente de Apoio a Familia JI VG
Projecto da Componente de Apoio a Familia JI VGProjecto da Componente de Apoio a Familia JI VG
Projecto da Componente de Apoio a Familia JI VG
Ana Barroca
 
Meninos de Oiro
Meninos de OiroMeninos de Oiro
Meninos de Oiro
Anabela Ferreira
 
Entrepalavras3 julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...
Entrepalavras3  julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...Entrepalavras3  julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...
Entrepalavras3 julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...
Dores Pinto
 
Entrepalavras4 dezembro 2014
Entrepalavras4  dezembro 2014Entrepalavras4  dezembro 2014
Entrepalavras4 dezembro 2014
Dores Pinto
 
Projecto da componente de apoio a familia vg
Projecto da componente de apoio a familia vgProjecto da componente de apoio a familia vg
Projecto da componente de apoio a familia vg
Ana Barroca
 
Breve histórico apee
Breve histórico apeeBreve histórico apee
Breve histórico apee
zecaafonso
 
1ºreunião de Pais e EE - set2013
1ºreunião de Pais e EE - set20131ºreunião de Pais e EE - set2013
1ºreunião de Pais e EE - set2013
Maria João Silva
 
Projecto da componente de apoio a familia vg
Projecto da componente de apoio a familia vgProjecto da componente de apoio a familia vg
Projecto da componente de apoio a familia vg
Ana Barroca
 
conSiso - 6ª edição
conSiso - 6ª ediçãoconSiso - 6ª edição
conSiso - 6ª edição
Catarina Andrade
 

Semelhante a Boletim 4-14-v7web (20)

Boletim op4 14
Boletim op4 14Boletim op4 14
Boletim op4 14
 
Relatório Peteca Pindoretama 2011
Relatório Peteca Pindoretama 2011Relatório Peteca Pindoretama 2011
Relatório Peteca Pindoretama 2011
 
Boletim nº 3 O Dinis
Boletim nº 3 O DinisBoletim nº 3 O Dinis
Boletim nº 3 O Dinis
 
Boletim - O Dinis
Boletim - O DinisBoletim - O Dinis
Boletim - O Dinis
 
Reunião de pais inicio do ano 2014- 15.
 Reunião de pais inicio do ano 2014- 15. Reunião de pais inicio do ano 2014- 15.
Reunião de pais inicio do ano 2014- 15.
 
melhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdf
melhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdfmelhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdf
melhores-praticas-para-aproximar-os-pais-do-aprendizado-dos-alunos.pdf
 
Boletim projeto nós
Boletim projeto nósBoletim projeto nós
Boletim projeto nós
 
Boletim projeto nós
Boletim projeto nósBoletim projeto nós
Boletim projeto nós
 
Relatório anual 2014 OP4:14
Relatório anual 2014 OP4:14Relatório anual 2014 OP4:14
Relatório anual 2014 OP4:14
 
Jornal Escolar Edição 01 2014
Jornal Escolar Edição 01 2014Jornal Escolar Edição 01 2014
Jornal Escolar Edição 01 2014
 
Revista do Arco
Revista do ArcoRevista do Arco
Revista do Arco
 
Projecto da Componente de Apoio a Familia JI VG
Projecto da Componente de Apoio a Familia JI VGProjecto da Componente de Apoio a Familia JI VG
Projecto da Componente de Apoio a Familia JI VG
 
Meninos de Oiro
Meninos de OiroMeninos de Oiro
Meninos de Oiro
 
Entrepalavras3 julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...
Entrepalavras3  julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...Entrepalavras3  julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...
Entrepalavras3 julho 2014 final - JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SILV...
 
Entrepalavras4 dezembro 2014
Entrepalavras4  dezembro 2014Entrepalavras4  dezembro 2014
Entrepalavras4 dezembro 2014
 
Projecto da componente de apoio a familia vg
Projecto da componente de apoio a familia vgProjecto da componente de apoio a familia vg
Projecto da componente de apoio a familia vg
 
Breve histórico apee
Breve histórico apeeBreve histórico apee
Breve histórico apee
 
1ºreunião de Pais e EE - set2013
1ºreunião de Pais e EE - set20131ºreunião de Pais e EE - set2013
1ºreunião de Pais e EE - set2013
 
Projecto da componente de apoio a familia vg
Projecto da componente de apoio a familia vgProjecto da componente de apoio a familia vg
Projecto da componente de apoio a familia vg
 
conSiso - 6ª edição
conSiso - 6ª ediçãoconSiso - 6ª edição
conSiso - 6ª edição
 

Boletim 4-14-v7web

  • 2. > Visão Primeiros passos Um grupo de pais das freguesias de Rio de Mouro e de São Pedro de Penaferrim uniram-se e mobilizaram-se a favor das crianças e adolescentes do Agrupamento Alfredo da Silva com idades cumpridas entre os 4 e os 14 anos e em situação socioeconómica difícil. Desde o princípio ficou claro que não se pretenderia substituir o trabalho das instituições sociais existentes no concelho nem limitar-se a apoiar as famílias das crianças identificadas com bens materiais e serviços gratuitos. A ideia tinha de ir mais longe: Construir uma relação de confiança pessoal sufi- cientemente transparente e honesta para poder investir a médio / longo prazo na vida de uma criança (no mínimo, um ano letivo). Para levar a cabo esta vontade foi desenvolvida uma estratégia entre sete entidades: A Associação Mãos Libertas na operacionalização dos serviços e atividades a favor das crianças e famílias. O Auditório XXI – Espaço multiusos situado na zona do Sintra Business Park na disponibilização gratuita de um espaço multiusos para o acompanhamento das famílias e o desenvolvimento dos serviços e atividades. O Instituto ComPaixão na articulação interinstitucio- nal dentro da Rede Sintra ComPaixão assim como na assessoria em desenvolvimento comunitário (imple- mentação e desenvolvimento do programa curricular, mobilização e formação de recursos humanos). O Hotel Penha Longa como empresa de referência no concelho, no Lançamento do programa com um almo- ço realizado no dia 23 de Setembro 2012, para 250 pessoas (crianças, familiares, professores, animado- res e outros parceiros empresariais…) Juntas de freguesia de Rio de Mouro e de São Pedro de Penaferrim e o Agrupamento de escolas Alfredo da Silva. 10 000alunos carenciados no 1º Ciclo e Ensino Pré-escolar Há crianças que vão para a escola sem pequeno-almoço Há pais sem dinheiro para pagar as despesas escolares dos filhos Há cada vez mais alunos a beneficiar de apoio social escolar Concelho de Sintra > Contexto Social
  • 3. > Actividades Kit Escolar Tratando-se de crianças pertencentes a famílias em situação socioeconómica muito difícil, todos temos tido consciência de que a provisão dos bens mais ele- mentares sempre fazem uma grande diferença. O equilíbrio mais elementar da criança sempre passa pelo equilibro da família. Assim este grupo de pais mobilizou empresas e par- ticulares afim de conseguir entregar Kits Escolares para o início das aulas assim como periodica- mente bens de primeira necessidade ao longo de todo o ano letivo. > O que fizemos • 50 Kits Escolares foram entregues (Mochila + Materiais escolares) • 80 cabazes e sacos de alimentos • Distribuição de roupas • Entrega de livros • Distribuídos 550 Pequenos almoços aos sábados de manhã, dia do Reforço Escolar e aulas de música. Relação de Confiança Por muito útil possa ser a distribuição de bens de primeira necessidade, nunca se consegue promover um apoio sustentá- vel sem construir uma relação de confiança. Um dos maiores desafios com o qual cada organização ou pro- grama de apoio social se debate na hora de desenvolver uma relação de apoio, é o de encontrar a honestidade e a transparên- cia suficientes para promover uma relação de confiança promo- tora de mudança de vida. Todos sabemos que o apoio institucio- nal promove uma relação institucional que por sua vez promove uma relação de dependência. Neste contexto, a OP4:14 está determinada a responder a este desafio procurando ser uma ponte na construção de uma rela- ção de confiança não só com as famílias como também com cada instituição de uma mesma comunidade.” O que fizemos • 131 acompanhamentos (reuniões de aconselhamento) • 15 Festas de Aniversário • Participação ativa de pais e filhos nos teatro e coral do Natal e da Páscoa
  • 4. Actividades Uma Oportunidade de Mudança Atravésdetodososserviçosprestadoseatividadesdesenvolvidas no âmbito do programa OP4:14, são transmitidos valores e princípios de vida. Um deles é o “serviço”. Assim, tanto pais como crianças são convidados a participar ativamente não só no desenvolvimento da OP4:14 como também em outras ações de voluntariado ao serviço da comunidade. Não há melhor maneira de uma família e uma criança valorizarem o apoio que recebem do que tendo a oportunidade de apoiar outras famílias e crianças. A aldeia do Linhó foi assim palco de dois projetos nos quais pais e crianças participaram. O que fizemos • Reconversão da antiga escola primária do Linhó num centro de convívio para idosos • Almoço beneficente na Escola Primária EB1 nº1 do Linhó Acordo Acordo Operação 4:14 Para sustentar a relação de confiança entre os voluntários do programa e o Encarregado de Educação, foi elaborado e assinado um documento intitulado “Acordo Operação 4:14” no qual as duas partes se comprometiam a cumprir cada uma com as suas obrigações. Assim, do momento da entrega dos Kits Escolar, passando pelo almoço de lançamento no Hotel Penha Longa e continuando pela relação de tutoria desenvolvida nas instalações do Auditório XXI, cada criança e encarregado de educação foi sujeito a uma avaliação contínua de forma a poder ajustar da maneira mais adequada os apoios às necessidades. O que fizemos • Mobilização de empresas e dos meios de comunicação a partir do lançamento no Hotel Penha Longa • 21 Encaminhamentos a partir do Auditório XXI para outras instituições de apoio Capacitar pela educação.
  • 5. Foco Geração dos 4 aos 14 anos Ao longo de todo o ano, o foco este- ve nas crianças da OP4:14. O programa OP4:14 não foi concebido para respon- der a todas as necessidades das famí- lias mas sim unicamente aquelas que de uma forma direta influenciam a con- dição de vida da criança. Muitas foram as oportunidades ofereci- das a cada criança de viver alegremente esta fase da sua vida. O que fizemos • Visita ao Oceanário • Ida ao Circo no Coliseu dos Recreios • Presença num jogo de futebol no Estádio da Luz • Participação em colónias de férias • Atividades ao ar livre no dia da criança na Decathlon de Sintra. • Sessões de Golfe no Hotel Penha Longa Actividades Reforço Escolar Das 50 crianças que participaram no programa, uma média de 25 beneficiaram de duas horas de reforço escolar todos os sábados das 10h às 12h. O reforço consistia no apoio à realização das fichas do 1º ciclo e nas explicações de matemática, português e francês do 2º ciclo. Foi impressionante como o fato das crianças saírem das suas casas para estarem concentrados numa sala de estudo no Auditório XXI contribuiu para uma maior desempenho escolar. Esta vertente do programa não pretende posicionar-se ao nível dos serviços de um centro de explicações tradicional. A motivação dos professores voluntários reside no simples desejo de transmitir atenção, apreço e disciplina no percurso de aprendizagem da criança. Paralelamente, as crianças que manifestaram interesse para a Música pude- ram beneficiar de sessões de iniciação ao piano, guitarra e bateria. 1286 horas de Reforço Escolar 255 sessões de educação musical O equilíbrio mais elementar da criança sempre passa pelo equilíbrio da família.
  • 6. Testemunhos Em nome de todos Muito Obrigado! A melhor recompensa que temos para dar a todos os voluntários e parceiros, em particular o Hotel Penha Longa, são os testemunhos de gratidão tanto de crianças como de pais. Teresa Oliveira: Parabéns a quem tem trabalhado tanto para que as crianças de hoje sejam uns exemplos de vida. Bem hajam. Bruna Almeida: Foi muito divertido estar com vocêsaolongodoanoeaprender muitas coisas novas!!!!!!!!!!!!! adoro-vos a todos. Carlos Almeida: Obrigado, por tudo o que fizeram aos meus filhos ao longo do ano. Bem hajam! Mãe do Pedro Frade: Olá o Pedro levantou as notas dele graças a vocês, obrigado pela ajuda” Inês Sousa: Gostava de agradecer à Asso- ciação Mãos Libertas e a todos os seus voluntários, terem-me deixado participar nesta turma. Aqui, com a vossa ajuda, a minha adaptação ao 2º ciclo foi melhor, e em parte deve-se tam- bém a vocês as notas com que cheguei a fim do ano. Adorei cada manha de sábado, onde as minhas duvidas da escola eram explicadas ou simplesmente me ajudavam a estudar para os tes- tes. Adorei nessas manhãs apre- nder a mexer melhor na minha guitarra. Obrigado por tudo o k fizeram por nós, pela forma com que nos acolheram e por todas a experiências que nos deram oportunidade de viver. Jéssica: Esta foi a festa de anos mais bonita da minha vida Pai do Rúben: Obrigado pela noite diferente que deram aos nossos filhos. Só pela alegria expressada nos rostos deles, valeu a pena. OBRIGADO por entrarem na nossa vida!!! Mãe da Inês: Linda esta SENHORA (Teresa) pois posso dizer que é como uma mãe para a minha família. MUITO OBRIGADO!
  • 7. Parceiros: Demos à criança a possibilidade de viver o seu tempo de criança !
  • 8. Contactos: Para mais informações: operacao4.14@gmail.com 918 428 274 | 939 165 515 | 924 094 590 | 924 094 599 Serviços Administrativos: Rua Juvenal Cabeça, Armazém 21, Albarraque 2635-060 Rio de Mouro - Sintra