SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 32
Anatomia das vias urinárias
     Rins, ureteres e bexiga
        Ana Cláudia Z. Lóis
       Samuel Abner C. Silva
Rins
           Localização e Revestimento
• Estruturas retroperitoneais primárias na parede
  posterior do abdome;
• Circundado por gordura perirrenal, que penetra
  nos seios renais;
• A fáscia renal encerra os rins, as supra-renais e a
  gordura perirrenal na loja renal (exceto
  inferiormente);
• Ínfero-medialmente  Fáscia periureteral
• Externamente à fáscia renal  Gordura pararrenal
  (ou paranéfrica);
Rins
              Relações Anatômicas
• Situados ao nível de T12-L3 (rim direito é
  ligeiramente mais baixo que o esquerdo);
• Superiormente mantém relação com as supra-
  renais e o diafragma;
• As faces posteriores do rim estão relacionadas
  com o M. Quadrado do Lombo, com o N. e os Vv.
  Subcostais e com os Nn. Ilio-hipogástrico e
  Ilioinguinal;
• Anteriormente  Rim direito: fígado, duodeno e
  colo ascendente;
• Anteriormente  Rim esquerdo: estômago,
  baço, pâncreas, jejuno e colo descendente;
Rins
                 Anatomia do Órgão
• Margem medial côncava  Hilo renal;
• Hilo é a entrada de um espaço no rim  Seio
  renal;
• Cada rim possui:
  – Faces anterior e posterior
  – Margens medial e lateral
  – Pólos superior e inferior
• Posicionados obliquamente, formando um ângulo
  entre si;
• Margem lateral convexa e margem medial
  côncava  Formato de feijão;
Rins
                 Anatomia do Órgão
• Pelve renal  Expansão afunilada, achatada da
  extremidade superior do ureter;
• Pelve renal  Recebe dois ou três cálices maiores;
• Cada cálice maior se divide em dois ou três cálices
  menores;
• Cada cálice menor é entalhado pela papila renal (ápice
  da pirâmide renal);
• In vivo  Pelve renal e cálices colapsados;
• Pirâmides + córtex associado  Lobos renais;
• Rim fetal  Lobos visíveis externamente (Lobado);
Rins
              Irrigação Sanguínea
• Aa. Renais tem origem no nível do disco IV
  entre as vértebras L1 e L2;
• A. Renal direita  mais longa, passa
  posteriormente à VCI;
• Cinco artérias segmentares:
  – A. Segmentar Superior
  – A. Segmentar Ântero-superior
  – A. Segmentar Ântero-inferior
  – A. Segmentar Inferior
  – A. Segmentar Posterior
Rins
          Drenagem Venosa e Linfática
• Algumas veias renais se unem de forma variável
  para formar as veias renais direita e esquerda,
  que drenam para a VCI;
• V. renal esquerda  mais longa, recebe as Vv.
  Supra-renal esquerda, gonadal esquerda e
  lombar ascendente e passa anteriormente à
  aorta;
• Os vasos linfáticos renais seguem as veias renais e
  drenam      para     os     linfonodos   lombares
  (cavais/aórticos);
Ureter
         Localização e Anatomia do Órgão
• Ductos musculares (25-30 cm) com luzes
  estreitas;
• Seguem inferiormente, do ápice das pelves renais
  nos hilos, passando sobre a margem da pelve na
  bifurcação dos vasos ilíacos;
• Passam ao longo da parede lateral da pelve e
  entram na bexiga;
• Constrições:
  – Junção ureteropélvica (JUP)
  – Junção ureterovesical (JUV)
  – Cruzamento do ureter sobre a margem da abertura
    superior da pelve
Ureter
                Irrigação Sanguínea
• Ramos arteriais para a parte abdominal do
  ureter:
  – Aa. Renais
  – Aa. Testiculares/Ováricas
  – A. Aorta (parte abdominal)
  – Aa. Ilíacas Comuns
• Ramos arteriais para a parte pélvica do ureter:
   – Aa. Ilíacas Internas
   – Aa. Ováricas
   – Aa. Uterinas/Vesicais Inferiores
Ureter
           Drenagem Venosa e Linfática

• Parte abdominal  drenam para as veias renais e
  gonadais (testiculares ou ováricas);
• Parte pélvica  as veias acompanham as artérias
  e tem nomes correspondentes;
• A linfa drena, da região superior para a inferior:
  – Para os linfonodos lombares (cavais/aórticos)
  – Para os linfonodos ilíacos comuns (parte abdominal)
  – Para os linfonodos ilíacos externos e internos (parte
    pélvica)
Rins e Ureteres
                      Inervação
• Nervos para os rins  Plexo nervoso renal;
• Plexo nervoso renal  Nervos esplâncnicos
  abdominopélvicos (principalmente o imo);
• Inervação dos ureteres  Plexos renal, aórtico
  abdominal e hipogástricos superior e inferior;
• Fibras aferentes viscerais seguem as fibras simpáticas
  em direção retrógrada até os gânglios sensitivos
  vertebrais e segmentos medulares de T11-L2;
• Dor ureteral geralmente é referida no quadrante
  inferior ipsilateral do abdome (principalmente região
  inguinal);
Bexiga Urinária
•   Forma
•   Posição
•   Partes
•   Relações peritoneais
•   Relações com outros órgãos
•   Fixações
•   Interior da bexiga
•   Estrutura
•   Irrigação sanguínea
•   Drenagem linfática
•   Inervação
•   Mecanismo da micção
Bexiga Urinária
• Forma e posição:
  – Arredondada
  – Interior da pelve
  – Repousa sobre o pube
  – Mais baixa na mulher
  – Enchimento: pode atingir o nível do umbigo.
Bexiga Urinária
• Posição e forma:
Bexiga Urinária
• Partes:
  – 4 faces:
     • Superior
     • Inferolateral direita
     • Inferolateral esquerda
     • Fundo ou base
  – Fundo ou base
  – Corpo
  – Ápice
  – Colo
Bexiga Urinária
• Partes:
Bexiga Urinária
• Relações peritoneais:
  – Superfície superior e parte superior da base: contato.
Bexiga Urinária
• Relações:
  – Face superior: peritônio,
    intestino delgado, colón
    sigmoide, corpo do útero.
  – Base:
     • Homem: ampola do ducto
       deferente, vesícula seminal e reto
     • Mulher: parede anterior da vagina,
       colo uterino
Bexiga Urinária
Bexiga Urinária
• Fixações:
  – Ligamento puboprostático (ou pubovesical) medial
     • Próstata/colo da bexiga --- parte posterior do pube
  – Ligamento puboprostático (ou pubovesical) lateral
     • Próstata/ colo da bexiga --- arco tendíneo da fáscia pélvica
  – Ligamento lateral da bexiga
     • Base da bexiga --- prega retovesical/retouterina
Bexiga Urinária
     Ligamento puboprostático medial




Ligamento puboprostático
                  lateral
Bexiga Urinária
Ligamento lateral vesical
                            Ligamento pubovesical lateral
Bexiga Urinária
• Interior da bexiga:
  – Trígono vesical
     • Óstio interno da uretra
     • Óstios dos ureteres
Bexiga Urinária
                        Prega interuretérica
                        Óstio ureter esquerdo
                       Trígono vesical




                  Óstio interno da uretra
Bexiga Urinária
Bexiga Urinária
• Estrutura:
  – Camadas:
     • Membrana mucosa
     • Submucosa
     • Muscular
        – Detrusor
     • Serosa
        – Peritonio
Bexiga Urinária
• Irrigação sanguínea
  – Artérias vesicais superiores
     • Parte superior
  – Artéria do ducto deferente
     • Base
  – Artéria vesical inferior
     • Colo
  – Artéria vaginal
     • Colo e base
  – Plexo prostático (ou vesical)  veia ilíaca interna
Bexiga Urinária
Bexiga Urinária
• Drenagem linfática:
  – Linfonodos Ilíacos externos:
     • Face superior e inferolaterais
     • Base
  – Linfonodos ilíacos internos:
     • Base
  – Linfonodos sacrais e ilíacos comuns
     • Colo
Bexiga Urinária
Bexiga Urinária
• Inervação:
  – Plexos hipogástricos inferiores
     • Plexo vesical e plexo prostático
        – Inervação motora
            » Fibras parassimpáticas para o detrusor
        – Inervação sensitiva da bexiga
            » Reflexos
            » Sensação de plenitude
            » Sensação de queimação e espasmo
Bibliografia
• Gardner, Gray, O’Rahilly – Anatomia: um
  estudo regional da estrutura humana. Editora
  Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 1988
• Netter – Atlas interativo de Anatomia
  Humana. Learn systems, 2004.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Anatomia Cardiovascular
Anatomia CardiovascularAnatomia Cardiovascular
Anatomia Cardiovascularresenfe2013
 
Fisiologia Humana 6 - Sistema Renal
Fisiologia Humana 6 - Sistema RenalFisiologia Humana 6 - Sistema Renal
Fisiologia Humana 6 - Sistema RenalHerbert Santana
 
Ultrassonografia do sistema urinário
Ultrassonografia do sistema urinárioUltrassonografia do sistema urinário
Ultrassonografia do sistema urinárioCibele Carvalho
 
Aula 3 Histologia - Sistema urinário
Aula 3 Histologia - Sistema urinário   Aula 3 Histologia - Sistema urinário
Aula 3 Histologia - Sistema urinário Julia Berardo
 
Semiologia vascular
Semiologia vascularSemiologia vascular
Semiologia vascularLAC
 
Exame físico do abdome l
Exame físico do abdome lExame físico do abdome l
Exame físico do abdome lpauloalambert
 
Ultrassom na cirrose, hepatite crônica e nas anormalidades vasculares hepáticas
Ultrassom na cirrose, hepatite crônica e nas anormalidades vasculares hepáticasUltrassom na cirrose, hepatite crônica e nas anormalidades vasculares hepáticas
Ultrassom na cirrose, hepatite crônica e nas anormalidades vasculares hepáticasFernanda Hiebra Gonçalves
 
Vascularização das paredes do abdómen
Vascularização das paredes do abdómenVascularização das paredes do abdómen
Vascularização das paredes do abdómenFilipe Nóbrega
 
Ultrassom - emergências em ginecologia e obstetrícia
Ultrassom  - emergências em ginecologia e obstetríciaUltrassom  - emergências em ginecologia e obstetrícia
Ultrassom - emergências em ginecologia e obstetríciaFernanda Hiebra Gonçalves
 
Pontos fracos da parede abdominal
Pontos fracos da parede abdominal Pontos fracos da parede abdominal
Pontos fracos da parede abdominal Margarida Fernandes
 
Vascularização do encéfalo
Vascularização do encéfaloVascularização do encéfalo
Vascularização do encéfaloAls Motta
 
Sistema Geniturinário
Sistema GeniturinárioSistema Geniturinário
Sistema GeniturinárioWill Nunes
 
Radiografia de tórax aula2-padrãoacinar-intersticial
Radiografia de tórax   aula2-padrãoacinar-intersticialRadiografia de tórax   aula2-padrãoacinar-intersticial
Radiografia de tórax aula2-padrãoacinar-intersticialFlávia Salame
 
Sintomas e exame físico do aparelho urinário
Sintomas e exame físico do aparelho urinário Sintomas e exame físico do aparelho urinário
Sintomas e exame físico do aparelho urinário Paulo Alambert
 
Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)
Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)
Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)Gustavo Oliveira
 

Mais procurados (20)

Anatomia Cardiovascular
Anatomia CardiovascularAnatomia Cardiovascular
Anatomia Cardiovascular
 
Fisiologia Humana 6 - Sistema Renal
Fisiologia Humana 6 - Sistema RenalFisiologia Humana 6 - Sistema Renal
Fisiologia Humana 6 - Sistema Renal
 
Ultrassonografia do sistema urinário
Ultrassonografia do sistema urinárioUltrassonografia do sistema urinário
Ultrassonografia do sistema urinário
 
Aula 3 Histologia - Sistema urinário
Aula 3 Histologia - Sistema urinário   Aula 3 Histologia - Sistema urinário
Aula 3 Histologia - Sistema urinário
 
Semiologia vascular
Semiologia vascularSemiologia vascular
Semiologia vascular
 
Exame físico do abdome l
Exame físico do abdome lExame físico do abdome l
Exame físico do abdome l
 
Ultrassom na cirrose, hepatite crônica e nas anormalidades vasculares hepáticas
Ultrassom na cirrose, hepatite crônica e nas anormalidades vasculares hepáticasUltrassom na cirrose, hepatite crônica e nas anormalidades vasculares hepáticas
Ultrassom na cirrose, hepatite crônica e nas anormalidades vasculares hepáticas
 
Vascularização das paredes do abdómen
Vascularização das paredes do abdómenVascularização das paredes do abdómen
Vascularização das paredes do abdómen
 
Ultrassom - emergências em ginecologia e obstetrícia
Ultrassom  - emergências em ginecologia e obstetríciaUltrassom  - emergências em ginecologia e obstetrícia
Ultrassom - emergências em ginecologia e obstetrícia
 
Pontos fracos da parede abdominal
Pontos fracos da parede abdominal Pontos fracos da parede abdominal
Pontos fracos da parede abdominal
 
Semiologia Cardiovascular
Semiologia CardiovascularSemiologia Cardiovascular
Semiologia Cardiovascular
 
Fácies - Profa. Rilva Muñoz
Fácies - Profa. Rilva MuñozFácies - Profa. Rilva Muñoz
Fácies - Profa. Rilva Muñoz
 
Vascularização do encéfalo
Vascularização do encéfaloVascularização do encéfalo
Vascularização do encéfalo
 
Sistema Geniturinário
Sistema GeniturinárioSistema Geniturinário
Sistema Geniturinário
 
Radiografia de tórax aula2-padrãoacinar-intersticial
Radiografia de tórax   aula2-padrãoacinar-intersticialRadiografia de tórax   aula2-padrãoacinar-intersticial
Radiografia de tórax aula2-padrãoacinar-intersticial
 
Sintomas e exame físico do aparelho urinário
Sintomas e exame físico do aparelho urinário Sintomas e exame físico do aparelho urinário
Sintomas e exame físico do aparelho urinário
 
Anat top períneo_pg
Anat top períneo_pgAnat top períneo_pg
Anat top períneo_pg
 
Malformações genitais
Malformações genitaisMalformações genitais
Malformações genitais
 
Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)
Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)
Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)
 
Diagnóstico clínico
Diagnóstico clínicoDiagnóstico clínico
Diagnóstico clínico
 

Semelhante a Anatomia das vias urinárias

Pelve Masculina e Feminina
Pelve Masculina e FemininaPelve Masculina e Feminina
Pelve Masculina e FemininaNorberto Werle
 
Anatomia - Sistema Urinário
Anatomia - Sistema UrinárioAnatomia - Sistema Urinário
Anatomia - Sistema UrinárioPedro Miguel
 
Continuação Slides Anatomia Geral II - Slide 5
Continuação Slides Anatomia Geral II - Slide 5Continuação Slides Anatomia Geral II - Slide 5
Continuação Slides Anatomia Geral II - Slide 5Andrei Potting
 
Aula 11 Sistema urinário/excretor - anatomia
Aula 11   Sistema urinário/excretor - anatomiaAula 11   Sistema urinário/excretor - anatomia
Aula 11 Sistema urinário/excretor - anatomiaHamilton Nobrega
 
Aparelho UrináRio Aula2
Aparelho UrináRio Aula2Aparelho UrináRio Aula2
Aparelho UrináRio Aula2kazumialexandre
 
2020 Urinário - FARMÁCIA com as peças anatômicas (1).pdf
2020 Urinário - FARMÁCIA com as peças anatômicas (1).pdf2020 Urinário - FARMÁCIA com as peças anatômicas (1).pdf
2020 Urinário - FARMÁCIA com as peças anatômicas (1).pdfAlexSouza865771
 
Baço e pâncreas sitepdf
Baço e pâncreas sitepdfBaço e pâncreas sitepdf
Baço e pâncreas sitepdfNorberto Werle
 
Sistema geniturinario
Sistema geniturinarioSistema geniturinario
Sistema geniturinarioClaudio Poeta
 
Ap. reprodutor masculino (Xmedunir)
Ap. reprodutor masculino (Xmedunir)Ap. reprodutor masculino (Xmedunir)
Ap. reprodutor masculino (Xmedunir)Carla Cechinel
 

Semelhante a Anatomia das vias urinárias (20)

Vísceras pélvicas
Vísceras pélvicasVísceras pélvicas
Vísceras pélvicas
 
Pelve Masculina e Feminina
Pelve Masculina e FemininaPelve Masculina e Feminina
Pelve Masculina e Feminina
 
Anatomia - Sistema Urinário
Anatomia - Sistema UrinárioAnatomia - Sistema Urinário
Anatomia - Sistema Urinário
 
Continuação Slides Anatomia Geral II - Slide 5
Continuação Slides Anatomia Geral II - Slide 5Continuação Slides Anatomia Geral II - Slide 5
Continuação Slides Anatomia Geral II - Slide 5
 
Aula 11 Sistema urinário/excretor - anatomia
Aula 11   Sistema urinário/excretor - anatomiaAula 11   Sistema urinário/excretor - anatomia
Aula 11 Sistema urinário/excretor - anatomia
 
Aparelho UrináRio Aula2
Aparelho UrináRio Aula2Aparelho UrináRio Aula2
Aparelho UrináRio Aula2
 
Baço e pâncreas
Baço e pâncreasBaço e pâncreas
Baço e pâncreas
 
2020 Urinário - FARMÁCIA com as peças anatômicas (1).pdf
2020 Urinário - FARMÁCIA com as peças anatômicas (1).pdf2020 Urinário - FARMÁCIA com as peças anatômicas (1).pdf
2020 Urinário - FARMÁCIA com as peças anatômicas (1).pdf
 
Baço e pâncreas sitepdf
Baço e pâncreas sitepdfBaço e pâncreas sitepdf
Baço e pâncreas sitepdf
 
Rins e vias urinárias
Rins e vias urináriasRins e vias urinárias
Rins e vias urinárias
 
SISTEMA URINÁRIO.ppt
SISTEMA URINÁRIO.pptSISTEMA URINÁRIO.ppt
SISTEMA URINÁRIO.ppt
 
Baço e pâncreas
Baço e pâncreasBaço e pâncreas
Baço e pâncreas
 
Baço e pâncreas
Baço e pâncreasBaço e pâncreas
Baço e pâncreas
 
Sistema geniturinario
Sistema geniturinarioSistema geniturinario
Sistema geniturinario
 
Sistema Urinário
Sistema UrinárioSistema Urinário
Sistema Urinário
 
Trablho de anatomia
Trablho de anatomiaTrablho de anatomia
Trablho de anatomia
 
Trablho de anatomia
Trablho de anatomiaTrablho de anatomia
Trablho de anatomia
 
Ap. reprodutor masculino (Xmedunir)
Ap. reprodutor masculino (Xmedunir)Ap. reprodutor masculino (Xmedunir)
Ap. reprodutor masculino (Xmedunir)
 
Sistema Digestório
Sistema DigestórioSistema Digestório
Sistema Digestório
 
Questoes anatomia pelve
Questoes anatomia pelveQuestoes anatomia pelve
Questoes anatomia pelve
 

Mais de Liga Acadêmica de Urologia e Saúde do Homem - UFT

Mais de Liga Acadêmica de Urologia e Saúde do Homem - UFT (14)

Semiologia urológica
Semiologia urológicaSemiologia urológica
Semiologia urológica
 
Relato de caso
Relato de casoRelato de caso
Relato de caso
 
Válvula de uretra posterior
Válvula de uretra posteriorVálvula de uretra posterior
Válvula de uretra posterior
 
Infertilidade masculina
Infertilidade masculinaInfertilidade masculina
Infertilidade masculina
 
Câncer de pênis
Câncer de pênisCâncer de pênis
Câncer de pênis
 
Tumores renais
Tumores renaisTumores renais
Tumores renais
 
Horários HENFIL
Horários HENFILHorários HENFIL
Horários HENFIL
 
Câncer de Próstata - Programa Nacional de Controle
Câncer de Próstata - Programa Nacional de ControleCâncer de Próstata - Programa Nacional de Controle
Câncer de Próstata - Programa Nacional de Controle
 
Diretrizes SBU - Câncer de Próstata
Diretrizes SBU - Câncer de PróstataDiretrizes SBU - Câncer de Próstata
Diretrizes SBU - Câncer de Próstata
 
Laser no tratamento da hiperplasia benigna de próstata
Laser no tratamento da hiperplasia benigna de próstataLaser no tratamento da hiperplasia benigna de próstata
Laser no tratamento da hiperplasia benigna de próstata
 
Guia pratico de urologia
Guia pratico de urologiaGuia pratico de urologia
Guia pratico de urologia
 
3ª aula teórica de urologia hiperplasia prostática benigna - prof. rommel
3ª aula teórica de urologia   hiperplasia prostática benigna - prof. rommel3ª aula teórica de urologia   hiperplasia prostática benigna - prof. rommel
3ª aula teórica de urologia hiperplasia prostática benigna - prof. rommel
 
Introdução a urologia clínica para o médico geral
Introdução a urologia clínica para o médico geralIntrodução a urologia clínica para o médico geral
Introdução a urologia clínica para o médico geral
 
Urologia fundamental
Urologia fundamentalUrologia fundamental
Urologia fundamental
 

Último

Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfO mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfNelmo Pinto
 
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptAlberto205764
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaCristianodaRosa5
 
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoMarianaAnglicaMirand
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptAlberto205764
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASArtthurPereira2
 

Último (9)

Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfO mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
 
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
 
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
 
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãosAplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 

Anatomia das vias urinárias

  • 1. Anatomia das vias urinárias Rins, ureteres e bexiga Ana Cláudia Z. Lóis Samuel Abner C. Silva
  • 2. Rins Localização e Revestimento • Estruturas retroperitoneais primárias na parede posterior do abdome; • Circundado por gordura perirrenal, que penetra nos seios renais; • A fáscia renal encerra os rins, as supra-renais e a gordura perirrenal na loja renal (exceto inferiormente); • Ínfero-medialmente  Fáscia periureteral • Externamente à fáscia renal  Gordura pararrenal (ou paranéfrica);
  • 3. Rins Relações Anatômicas • Situados ao nível de T12-L3 (rim direito é ligeiramente mais baixo que o esquerdo); • Superiormente mantém relação com as supra- renais e o diafragma; • As faces posteriores do rim estão relacionadas com o M. Quadrado do Lombo, com o N. e os Vv. Subcostais e com os Nn. Ilio-hipogástrico e Ilioinguinal; • Anteriormente  Rim direito: fígado, duodeno e colo ascendente; • Anteriormente  Rim esquerdo: estômago, baço, pâncreas, jejuno e colo descendente;
  • 4. Rins Anatomia do Órgão • Margem medial côncava  Hilo renal; • Hilo é a entrada de um espaço no rim  Seio renal; • Cada rim possui: – Faces anterior e posterior – Margens medial e lateral – Pólos superior e inferior • Posicionados obliquamente, formando um ângulo entre si; • Margem lateral convexa e margem medial côncava  Formato de feijão;
  • 5. Rins Anatomia do Órgão • Pelve renal  Expansão afunilada, achatada da extremidade superior do ureter; • Pelve renal  Recebe dois ou três cálices maiores; • Cada cálice maior se divide em dois ou três cálices menores; • Cada cálice menor é entalhado pela papila renal (ápice da pirâmide renal); • In vivo  Pelve renal e cálices colapsados; • Pirâmides + córtex associado  Lobos renais; • Rim fetal  Lobos visíveis externamente (Lobado);
  • 6. Rins Irrigação Sanguínea • Aa. Renais tem origem no nível do disco IV entre as vértebras L1 e L2; • A. Renal direita  mais longa, passa posteriormente à VCI; • Cinco artérias segmentares: – A. Segmentar Superior – A. Segmentar Ântero-superior – A. Segmentar Ântero-inferior – A. Segmentar Inferior – A. Segmentar Posterior
  • 7. Rins Drenagem Venosa e Linfática • Algumas veias renais se unem de forma variável para formar as veias renais direita e esquerda, que drenam para a VCI; • V. renal esquerda  mais longa, recebe as Vv. Supra-renal esquerda, gonadal esquerda e lombar ascendente e passa anteriormente à aorta; • Os vasos linfáticos renais seguem as veias renais e drenam para os linfonodos lombares (cavais/aórticos);
  • 8. Ureter Localização e Anatomia do Órgão • Ductos musculares (25-30 cm) com luzes estreitas; • Seguem inferiormente, do ápice das pelves renais nos hilos, passando sobre a margem da pelve na bifurcação dos vasos ilíacos; • Passam ao longo da parede lateral da pelve e entram na bexiga; • Constrições: – Junção ureteropélvica (JUP) – Junção ureterovesical (JUV) – Cruzamento do ureter sobre a margem da abertura superior da pelve
  • 9. Ureter Irrigação Sanguínea • Ramos arteriais para a parte abdominal do ureter: – Aa. Renais – Aa. Testiculares/Ováricas – A. Aorta (parte abdominal) – Aa. Ilíacas Comuns • Ramos arteriais para a parte pélvica do ureter: – Aa. Ilíacas Internas – Aa. Ováricas – Aa. Uterinas/Vesicais Inferiores
  • 10. Ureter Drenagem Venosa e Linfática • Parte abdominal  drenam para as veias renais e gonadais (testiculares ou ováricas); • Parte pélvica  as veias acompanham as artérias e tem nomes correspondentes; • A linfa drena, da região superior para a inferior: – Para os linfonodos lombares (cavais/aórticos) – Para os linfonodos ilíacos comuns (parte abdominal) – Para os linfonodos ilíacos externos e internos (parte pélvica)
  • 11. Rins e Ureteres Inervação • Nervos para os rins  Plexo nervoso renal; • Plexo nervoso renal  Nervos esplâncnicos abdominopélvicos (principalmente o imo); • Inervação dos ureteres  Plexos renal, aórtico abdominal e hipogástricos superior e inferior; • Fibras aferentes viscerais seguem as fibras simpáticas em direção retrógrada até os gânglios sensitivos vertebrais e segmentos medulares de T11-L2; • Dor ureteral geralmente é referida no quadrante inferior ipsilateral do abdome (principalmente região inguinal);
  • 12. Bexiga Urinária • Forma • Posição • Partes • Relações peritoneais • Relações com outros órgãos • Fixações • Interior da bexiga • Estrutura • Irrigação sanguínea • Drenagem linfática • Inervação • Mecanismo da micção
  • 13. Bexiga Urinária • Forma e posição: – Arredondada – Interior da pelve – Repousa sobre o pube – Mais baixa na mulher – Enchimento: pode atingir o nível do umbigo.
  • 15. Bexiga Urinária • Partes: – 4 faces: • Superior • Inferolateral direita • Inferolateral esquerda • Fundo ou base – Fundo ou base – Corpo – Ápice – Colo
  • 17. Bexiga Urinária • Relações peritoneais: – Superfície superior e parte superior da base: contato.
  • 18. Bexiga Urinária • Relações: – Face superior: peritônio, intestino delgado, colón sigmoide, corpo do útero. – Base: • Homem: ampola do ducto deferente, vesícula seminal e reto • Mulher: parede anterior da vagina, colo uterino
  • 20. Bexiga Urinária • Fixações: – Ligamento puboprostático (ou pubovesical) medial • Próstata/colo da bexiga --- parte posterior do pube – Ligamento puboprostático (ou pubovesical) lateral • Próstata/ colo da bexiga --- arco tendíneo da fáscia pélvica – Ligamento lateral da bexiga • Base da bexiga --- prega retovesical/retouterina
  • 21. Bexiga Urinária Ligamento puboprostático medial Ligamento puboprostático lateral
  • 22. Bexiga Urinária Ligamento lateral vesical Ligamento pubovesical lateral
  • 23. Bexiga Urinária • Interior da bexiga: – Trígono vesical • Óstio interno da uretra • Óstios dos ureteres
  • 24. Bexiga Urinária Prega interuretérica Óstio ureter esquerdo Trígono vesical Óstio interno da uretra
  • 26. Bexiga Urinária • Estrutura: – Camadas: • Membrana mucosa • Submucosa • Muscular – Detrusor • Serosa – Peritonio
  • 27. Bexiga Urinária • Irrigação sanguínea – Artérias vesicais superiores • Parte superior – Artéria do ducto deferente • Base – Artéria vesical inferior • Colo – Artéria vaginal • Colo e base – Plexo prostático (ou vesical)  veia ilíaca interna
  • 29. Bexiga Urinária • Drenagem linfática: – Linfonodos Ilíacos externos: • Face superior e inferolaterais • Base – Linfonodos ilíacos internos: • Base – Linfonodos sacrais e ilíacos comuns • Colo
  • 31. Bexiga Urinária • Inervação: – Plexos hipogástricos inferiores • Plexo vesical e plexo prostático – Inervação motora » Fibras parassimpáticas para o detrusor – Inervação sensitiva da bexiga » Reflexos » Sensação de plenitude » Sensação de queimação e espasmo
  • 32. Bibliografia • Gardner, Gray, O’Rahilly – Anatomia: um estudo regional da estrutura humana. Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 1988 • Netter – Atlas interativo de Anatomia Humana. Learn systems, 2004.