SlideShare uma empresa Scribd logo
A historiA dA
o inventor
Vladimir Kosma Zworykin,
engenheiro electrónico russo
nacionalizado americano,
Patenteou o iconoscópio.
Usando o aparelho, ele transmitiu
imagens numa distância de 45
quilómetros. O primeiro protótipo
foi apresentado numa reunião de
engenheiros em Nova Iorque, em
1929 e construído pela RCA em
1933.
O Dr. Vladimir
Kosma
Zworykin com a
sua invenção o
iconoscópio
As primeirAs trAnsmissões
• 1930-No mês de Julho, a NBC, transmite experimentalmente nos Estados
Unidos
• 1931-No dia 31 de Julho começam as transmissões da CBS
• 1935-É realizada a primeira transmissão na Alemanha, no mês de Março, e
na França, no mês de Novembro.
• 1936-Inauguração da BBC, em Londres.
• 1938-A televisão chega à Rússia.
• 1939-As transmissões regulares só começaram em 1939. A pioneira foi a
NBC. Também em 39 começaram a ser vendidos ao público os primeiros
aparelhos de TV.
• 1941 -No dia 7 de Setembro a CBS apresentou o primeiro noticiário da
história da televisão. O assunto era o envolvimento dos EUA na Segunda
Guerra Mundial.
1946-Começa a ser
comercializado o primeiro
aparelho de televisão
popular
(modelo 630TS da RCA).
• 1950-O Brasil foi o primeiro país da América do Sul a implementar a
televisão, em 18 de Setembro
• 1951-A CBS foi a primeira a levar ao ar a TV a cores nos Estados Unidos.
Foi em 12 de Junho.
• 1955-Em 12 de Maio de 1955, a WNBT fez a primeira gravação mundial em
videoteipe, usando fita magnética de som e imagem.
• 1962 -Em 1962 é realizada nos EUA a primeira transmissão de TV via
satélite.
• 1967-Foi inventado, na Alemanha, o sistema a cores PAL, que resolvia
alguns problemas existentes no sistema norte-americano, e na França foi
adoptado o sistema SECAM (Séquentielle Couleur à Memóire).
A televisão em PortugAl
• No ano de 1957 a 7 de Março começam as emissões regulares de televisão
em Portugal. Tendo sido recebida com alegria por uns e com desconfiança
por outros.
• Nessa altura, só podia ser captada na região de Lisboa. Nos anos seguintes,
a Radiotelevisão Portuguesa (RTP) chegaria ao Porto, à Madeira e aos
Açores, e depois cobriria todo o território nacional, com delegações nas
diversas regiões.
• As emissões do primeiro Telejornal começaram a 19 de Outubro de 1959.
Na década de 70 nascia o segundo canal Português de televisão chamava-
se RTP 2.
• Em Portugal, as emissões a cores começaram a ser regulares em 1980,
sendo o Festival RTP da Canção de 1980, o primeiro programa emitido a
cores em Portugal.
• Sendo a RTP uma empresa estatal manteria o monopólio da televisão em
Portugal até 1992.
• Nesse ano nascia o primeiro canal de televisão privado, era a SIC que
iniciava as suas emissões no dia 6 de Outubro.
Mas não estava sozinha em Fevereiro de 1993 aparecia a TVI, o segundo
canal privado nacional, ficando assim o território continental com 4 canais
de televisão.
• A transmissão da televisão por cabo surgiu em Portugal em 1994 e permitiu o
aparecimento de mais canais televisivos nacionais e estrangeiros,
proporcionando ao telespectador um leque mais variado de escolhas.
Como eu mudei !!!
• Não é por acaso que foi considerada a
caixinha que revolucionou o mundo.
Nenhum meio de comunicação teve, e
provavelmente terá, a capacidade de
movimentar massas, incutir ideais e
ideias, construir sociedades destruir
culturas, formar e desinformar por
lobotomia consensual, mudar a visão que
o cidadão tem do mundo, por trazer o
mundo à distância de um click.
• eSCoLA e.B. 2/3 de BRiTeiRoS
• ANo LeCTiVo:2010/2011
• CuRSo: eFA-NS
• diSCiPLiNA: CLC
• NG. 3 SoCiedAde e TeCNoLoGiA
Trabalho elaborado por:
• lurdes
• Juliana
• alice

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

História do rádio
História do rádioHistória do rádio
História do rádio
Júlio Rocha
 
Evolução da Televisão
Evolução da TelevisãoEvolução da Televisão
Evolução da Televisão
Ricardo Cunha
 
Os mass media géneros
Os mass media génerosOs mass media géneros
Os mass media géneros
Helena Coutinho
 
História da televisão, para apresentação
História da televisão, para apresentaçãoHistória da televisão, para apresentação
História da televisão, para apresentação
blogtic3
 
A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974
Jorge Almeida
 
Loucos Anos 20
Loucos Anos 20Loucos Anos 20
Loucos Anos 20
Jorge Almeida
 
Cultura de massas .
Cultura de massas .Cultura de massas .
Cultura de massas .
TavaresJoana
 
História do Rádio
História do RádioHistória do Rádio
História do Rádio
Giovane Gaspar Benedet
 
Transformações socioculturais dos inícios do século XX
Transformações socioculturais dos inícios do século XXTransformações socioculturais dos inícios do século XX
Transformações socioculturais dos inícios do século XX
Teresa Maia
 
Arte em Portugal finais seculo xix
Arte em Portugal finais seculo xixArte em Portugal finais seculo xix
Arte em Portugal finais seculo xix
Ana Barreiros
 
Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)
Fátima Cunha Lopes
 
A Evolução Do Telefone
A Evolução Do TelefoneA Evolução Do Telefone
A Evolução Do Telefone
Turma Efa S2
 
As origens da Televisão
As origens da TelevisãoAs origens da Televisão
As origens da Televisão
Carlos Vieira
 
A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974
Jorge Almeida
 
As TIC e o seu impacto
As TIC e o seu impactoAs TIC e o seu impacto
As TIC e o seu impacto
Joana Filipa Rodrigues
 
A cultura de massas
A cultura de massas   A cultura de massas
A cultura de massas
BrunaDinis
 
A mulher nos anos 20
A mulher  nos anos 20A mulher  nos anos 20
A mulher nos anos 20
Carla Teixeira
 
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaEstrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Vanda Sousa
 
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
FilipaFonseca
 

Mais procurados (20)

Evolução da televisão
Evolução da televisãoEvolução da televisão
Evolução da televisão
 
História do rádio
História do rádioHistória do rádio
História do rádio
 
Evolução da Televisão
Evolução da TelevisãoEvolução da Televisão
Evolução da Televisão
 
Os mass media géneros
Os mass media génerosOs mass media géneros
Os mass media géneros
 
História da televisão, para apresentação
História da televisão, para apresentaçãoHistória da televisão, para apresentação
História da televisão, para apresentação
 
A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974
 
Loucos Anos 20
Loucos Anos 20Loucos Anos 20
Loucos Anos 20
 
Cultura de massas .
Cultura de massas .Cultura de massas .
Cultura de massas .
 
História do Rádio
História do RádioHistória do Rádio
História do Rádio
 
Transformações socioculturais dos inícios do século XX
Transformações socioculturais dos inícios do século XXTransformações socioculturais dos inícios do século XX
Transformações socioculturais dos inícios do século XX
 
Arte em Portugal finais seculo xix
Arte em Portugal finais seculo xixArte em Portugal finais seculo xix
Arte em Portugal finais seculo xix
 
Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)
 
A Evolução Do Telefone
A Evolução Do TelefoneA Evolução Do Telefone
A Evolução Do Telefone
 
As origens da Televisão
As origens da TelevisãoAs origens da Televisão
As origens da Televisão
 
A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974
 
As TIC e o seu impacto
As TIC e o seu impactoAs TIC e o seu impacto
As TIC e o seu impacto
 
A cultura de massas
A cultura de massas   A cultura de massas
A cultura de massas
 
A mulher nos anos 20
A mulher  nos anos 20A mulher  nos anos 20
A mulher nos anos 20
 
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaEstrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
 
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
 

Destaque

As críticas de Karl Popper
As críticas de Karl PopperAs críticas de Karl Popper
As críticas de Karl Popper
FPS Faculdade Pernambucana de Saúde
 
02 prova de ensaio 01
02   prova de ensaio 0102   prova de ensaio 01
Karl Popper e o Falsificacionismo
Karl Popper e o FalsificacionismoKarl Popper e o Falsificacionismo
Karl Popper e o Falsificacionismo
guestbdb4ab6
 
Apresentação - História da TV
Apresentação - História da TVApresentação - História da TV
Apresentação - História da TV
Layla Balconi
 
Karl popper - Filosofia 11º ano
Karl popper - Filosofia 11º anoKarl popper - Filosofia 11º ano
Karl popper - Filosofia 11º ano
FilipaFonseca
 
A História da Televisão
A História da TelevisãoA História da Televisão
A História da Televisão
guest65f71bd
 
Os modelos de comunicacao
Os modelos de comunicacaoOs modelos de comunicacao
Os modelos de comunicacao
LeYa
 
Modelos de comunicacão
Modelos de comunicacãoModelos de comunicacão
Modelos de comunicacão
LeYa
 
Introdução à comunicação
Introdução à comunicaçãoIntrodução à comunicação
Introdução à comunicação
Thayse Beckner
 

Destaque (9)

As críticas de Karl Popper
As críticas de Karl PopperAs críticas de Karl Popper
As críticas de Karl Popper
 
02 prova de ensaio 01
02   prova de ensaio 0102   prova de ensaio 01
02 prova de ensaio 01
 
Karl Popper e o Falsificacionismo
Karl Popper e o FalsificacionismoKarl Popper e o Falsificacionismo
Karl Popper e o Falsificacionismo
 
Apresentação - História da TV
Apresentação - História da TVApresentação - História da TV
Apresentação - História da TV
 
Karl popper - Filosofia 11º ano
Karl popper - Filosofia 11º anoKarl popper - Filosofia 11º ano
Karl popper - Filosofia 11º ano
 
A História da Televisão
A História da TelevisãoA História da Televisão
A História da Televisão
 
Os modelos de comunicacao
Os modelos de comunicacaoOs modelos de comunicacao
Os modelos de comunicacao
 
Modelos de comunicacão
Modelos de comunicacãoModelos de comunicacão
Modelos de comunicacão
 
Introdução à comunicação
Introdução à comunicaçãoIntrodução à comunicação
Introdução à comunicação
 

Semelhante a A historia da televisão

TELEVISÃO X TELEVISOR-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...
TELEVISÃO X TELEVISOR-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...TELEVISÃO X TELEVISOR-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...
TELEVISÃO X TELEVISOR-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...
Antonio Inácio Ferraz
 
Aula 12 4 P P A D 2009 2
Aula 12 4 P P A D 2009 2Aula 12 4 P P A D 2009 2
Aula 12 4 P P A D 2009 2
Ney Queiroz
 
Aula 11 4 P P A D 2009 2
Aula 11 4 P P A D 2009 2Aula 11 4 P P A D 2009 2
Aula 11 4 P P A D 2009 2
Ney Queiroz
 
HISTÓRIA DA TELEVISÃO-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...
HISTÓRIA DA TELEVISÃO-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...HISTÓRIA DA TELEVISÃO-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...
HISTÓRIA DA TELEVISÃO-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...
Antonio Inácio Ferraz
 
A TELEVISÃO
A TELEVISÃOA TELEVISÃO
A TELEVISÃO
Marcia Cosme da Silva
 
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/8/2012
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/8/2012Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/8/2012
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/8/2012
Renato Cruz
 
Radiojornalismo
RadiojornalismoRadiojornalismo
Radiojornalismo
Karen Sica
 
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/2/2012
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/2/2012Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/2/2012
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/2/2012
Renato Cruz
 
APRESENTAÇÃO SOBRE RÁDIOS COMUNITÁRIAS
APRESENTAÇÃO SOBRE RÁDIOS COMUNITÁRIASAPRESENTAÇÃO SOBRE RÁDIOS COMUNITÁRIAS
APRESENTAÇÃO SOBRE RÁDIOS COMUNITÁRIAS
INSTITUTO VOZ POPULAR
 
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1
Diedro Barros
 
Aula 12 4 rpan_2010_2
Aula 12 4 rpan_2010_2Aula 12 4 rpan_2010_2
Aula 12 4 rpan_2010_2
Ney Queiroz
 
Aula 12 4 ppan_2010_2
Aula 12 4 ppan_2010_2Aula 12 4 ppan_2010_2
Aula 12 4 ppan_2010_2
Ney Queiroz
 
Comunicação, Cultura Digital e Consumo - 4/9/2019
Comunicação, Cultura Digital e Consumo - 4/9/2019Comunicação, Cultura Digital e Consumo - 4/9/2019
Comunicação, Cultura Digital e Consumo - 4/9/2019
Renato Cruz
 
Tecnologia do Audiovisual - 13/4/2017
Tecnologia do Audiovisual - 13/4/2017Tecnologia do Audiovisual - 13/4/2017
Tecnologia do Audiovisual - 13/4/2017
Renato Cruz
 
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 17/2/2014
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 17/2/2014Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 17/2/2014
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 17/2/2014
Renato Cruz
 
Negócios em Cinema e Audiovisual - 15/8/16
Negócios em Cinema e Audiovisual - 15/8/16Negócios em Cinema e Audiovisual - 15/8/16
Negócios em Cinema e Audiovisual - 15/8/16
Renato Cruz
 
A História da Publicidade na TV no Brasil
A História da Publicidade na TV no BrasilA História da Publicidade na TV no Brasil
A História da Publicidade na TV no Brasil
CarolinaVenturini2
 
Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/17
Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/17Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/17
Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/17
Renato Cruz
 
Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/2015
Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/2015Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/2015
Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/2015
Renato Cruz
 
Apresentação antropologica e cultura midiática
Apresentação antropologica e cultura midiáticaApresentação antropologica e cultura midiática
Apresentação antropologica e cultura midiática
vitor valieri
 

Semelhante a A historia da televisão (20)

TELEVISÃO X TELEVISOR-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...
TELEVISÃO X TELEVISOR-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...TELEVISÃO X TELEVISOR-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...
TELEVISÃO X TELEVISOR-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...
 
Aula 12 4 P P A D 2009 2
Aula 12 4 P P A D 2009 2Aula 12 4 P P A D 2009 2
Aula 12 4 P P A D 2009 2
 
Aula 11 4 P P A D 2009 2
Aula 11 4 P P A D 2009 2Aula 11 4 P P A D 2009 2
Aula 11 4 P P A D 2009 2
 
HISTÓRIA DA TELEVISÃO-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...
HISTÓRIA DA TELEVISÃO-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...HISTÓRIA DA TELEVISÃO-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...
HISTÓRIA DA TELEVISÃO-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA, AGROPECUÁ...
 
A TELEVISÃO
A TELEVISÃOA TELEVISÃO
A TELEVISÃO
 
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/8/2012
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/8/2012Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/8/2012
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/8/2012
 
Radiojornalismo
RadiojornalismoRadiojornalismo
Radiojornalismo
 
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/2/2012
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/2/2012Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/2/2012
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 13/2/2012
 
APRESENTAÇÃO SOBRE RÁDIOS COMUNITÁRIAS
APRESENTAÇÃO SOBRE RÁDIOS COMUNITÁRIASAPRESENTAÇÃO SOBRE RÁDIOS COMUNITÁRIAS
APRESENTAÇÃO SOBRE RÁDIOS COMUNITÁRIAS
 
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1
Laboratório de Comunicação Popular - Aula 1
 
Aula 12 4 rpan_2010_2
Aula 12 4 rpan_2010_2Aula 12 4 rpan_2010_2
Aula 12 4 rpan_2010_2
 
Aula 12 4 ppan_2010_2
Aula 12 4 ppan_2010_2Aula 12 4 ppan_2010_2
Aula 12 4 ppan_2010_2
 
Comunicação, Cultura Digital e Consumo - 4/9/2019
Comunicação, Cultura Digital e Consumo - 4/9/2019Comunicação, Cultura Digital e Consumo - 4/9/2019
Comunicação, Cultura Digital e Consumo - 4/9/2019
 
Tecnologia do Audiovisual - 13/4/2017
Tecnologia do Audiovisual - 13/4/2017Tecnologia do Audiovisual - 13/4/2017
Tecnologia do Audiovisual - 13/4/2017
 
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 17/2/2014
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 17/2/2014Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 17/2/2014
Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 17/2/2014
 
Negócios em Cinema e Audiovisual - 15/8/16
Negócios em Cinema e Audiovisual - 15/8/16Negócios em Cinema e Audiovisual - 15/8/16
Negócios em Cinema e Audiovisual - 15/8/16
 
A História da Publicidade na TV no Brasil
A História da Publicidade na TV no BrasilA História da Publicidade na TV no Brasil
A História da Publicidade na TV no Brasil
 
Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/17
Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/17Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/17
Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/17
 
Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/2015
Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/2015Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/2015
Negócios em Cinema e Audiovisual - 23/2/2015
 
Apresentação antropologica e cultura midiática
Apresentação antropologica e cultura midiáticaApresentação antropologica e cultura midiática
Apresentação antropologica e cultura midiática
 

Mais de Jacket25

Lurdes
LurdesLurdes
Lurdes
Jacket25
 
Pedro
PedroPedro
Pedro
Jacket25
 
Lurdes
LurdesLurdes
Lurdes
Jacket25
 
Technology juliana
Technology julianaTechnology juliana
Technology juliana
Jacket25
 
Technology juliana
Technology julianaTechnology juliana
Technology juliana
Jacket25
 
Margarida marques
Margarida marquesMargarida marques
Margarida marques
Jacket25
 
Margarida ribeiro
Margarida ribeiroMargarida ribeiro
Margarida ribeiro
Jacket25
 
Fatima
FatimaFatima
Fatima
Jacket25
 
Pedro
PedroPedro
Pedro
Jacket25
 
Mónica
MónicaMónica
Mónica
Jacket25
 
Alice
AliceAlice
Alice
Jacket25
 
Paula
PaulaPaula
Paula
Jacket25
 
Vincent
VincentVincent
Vincent
Jacket25
 
Margarida tema5 town
Margarida tema5 townMargarida tema5 town
Margarida tema5 town
Jacket25
 
Margar mota tema5_town
Margar mota tema5_townMargar mota tema5_town
Margar mota tema5_town
Jacket25
 
Vincent tema5 town
Vincent tema5 townVincent tema5 town
Vincent tema5 town
Jacket25
 
Pedro ns tema5 town
Pedro ns tema5 townPedro ns tema5 town
Pedro ns tema5 town
Jacket25
 
Paula tema5 town
Paula tema5 townPaula tema5 town
Paula tema5 town
Jacket25
 
Mónica tema5 town
Mónica tema5 townMónica tema5 town
Mónica tema5 town
Jacket25
 
Margar mota tema5_town
Margar mota tema5_townMargar mota tema5_town
Margar mota tema5_town
Jacket25
 

Mais de Jacket25 (20)

Lurdes
LurdesLurdes
Lurdes
 
Pedro
PedroPedro
Pedro
 
Lurdes
LurdesLurdes
Lurdes
 
Technology juliana
Technology julianaTechnology juliana
Technology juliana
 
Technology juliana
Technology julianaTechnology juliana
Technology juliana
 
Margarida marques
Margarida marquesMargarida marques
Margarida marques
 
Margarida ribeiro
Margarida ribeiroMargarida ribeiro
Margarida ribeiro
 
Fatima
FatimaFatima
Fatima
 
Pedro
PedroPedro
Pedro
 
Mónica
MónicaMónica
Mónica
 
Alice
AliceAlice
Alice
 
Paula
PaulaPaula
Paula
 
Vincent
VincentVincent
Vincent
 
Margarida tema5 town
Margarida tema5 townMargarida tema5 town
Margarida tema5 town
 
Margar mota tema5_town
Margar mota tema5_townMargar mota tema5_town
Margar mota tema5_town
 
Vincent tema5 town
Vincent tema5 townVincent tema5 town
Vincent tema5 town
 
Pedro ns tema5 town
Pedro ns tema5 townPedro ns tema5 town
Pedro ns tema5 town
 
Paula tema5 town
Paula tema5 townPaula tema5 town
Paula tema5 town
 
Mónica tema5 town
Mónica tema5 townMónica tema5 town
Mónica tema5 town
 
Margar mota tema5_town
Margar mota tema5_townMargar mota tema5_town
Margar mota tema5_town
 

Último

Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 

Último (20)

Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 

A historia da televisão

  • 2. o inventor Vladimir Kosma Zworykin, engenheiro electrónico russo nacionalizado americano, Patenteou o iconoscópio. Usando o aparelho, ele transmitiu imagens numa distância de 45 quilómetros. O primeiro protótipo foi apresentado numa reunião de engenheiros em Nova Iorque, em 1929 e construído pela RCA em 1933. O Dr. Vladimir Kosma Zworykin com a sua invenção o iconoscópio
  • 3. As primeirAs trAnsmissões • 1930-No mês de Julho, a NBC, transmite experimentalmente nos Estados Unidos • 1931-No dia 31 de Julho começam as transmissões da CBS • 1935-É realizada a primeira transmissão na Alemanha, no mês de Março, e na França, no mês de Novembro. • 1936-Inauguração da BBC, em Londres. • 1938-A televisão chega à Rússia. • 1939-As transmissões regulares só começaram em 1939. A pioneira foi a NBC. Também em 39 começaram a ser vendidos ao público os primeiros aparelhos de TV. • 1941 -No dia 7 de Setembro a CBS apresentou o primeiro noticiário da história da televisão. O assunto era o envolvimento dos EUA na Segunda Guerra Mundial.
  • 4. 1946-Começa a ser comercializado o primeiro aparelho de televisão popular (modelo 630TS da RCA).
  • 5. • 1950-O Brasil foi o primeiro país da América do Sul a implementar a televisão, em 18 de Setembro • 1951-A CBS foi a primeira a levar ao ar a TV a cores nos Estados Unidos. Foi em 12 de Junho. • 1955-Em 12 de Maio de 1955, a WNBT fez a primeira gravação mundial em videoteipe, usando fita magnética de som e imagem. • 1962 -Em 1962 é realizada nos EUA a primeira transmissão de TV via satélite. • 1967-Foi inventado, na Alemanha, o sistema a cores PAL, que resolvia alguns problemas existentes no sistema norte-americano, e na França foi adoptado o sistema SECAM (Séquentielle Couleur à Memóire).
  • 6. A televisão em PortugAl • No ano de 1957 a 7 de Março começam as emissões regulares de televisão em Portugal. Tendo sido recebida com alegria por uns e com desconfiança por outros. • Nessa altura, só podia ser captada na região de Lisboa. Nos anos seguintes, a Radiotelevisão Portuguesa (RTP) chegaria ao Porto, à Madeira e aos Açores, e depois cobriria todo o território nacional, com delegações nas diversas regiões.
  • 7. • As emissões do primeiro Telejornal começaram a 19 de Outubro de 1959. Na década de 70 nascia o segundo canal Português de televisão chamava- se RTP 2. • Em Portugal, as emissões a cores começaram a ser regulares em 1980, sendo o Festival RTP da Canção de 1980, o primeiro programa emitido a cores em Portugal.
  • 8. • Sendo a RTP uma empresa estatal manteria o monopólio da televisão em Portugal até 1992. • Nesse ano nascia o primeiro canal de televisão privado, era a SIC que iniciava as suas emissões no dia 6 de Outubro. Mas não estava sozinha em Fevereiro de 1993 aparecia a TVI, o segundo canal privado nacional, ficando assim o território continental com 4 canais de televisão.
  • 9. • A transmissão da televisão por cabo surgiu em Portugal em 1994 e permitiu o aparecimento de mais canais televisivos nacionais e estrangeiros, proporcionando ao telespectador um leque mais variado de escolhas.
  • 11. • Não é por acaso que foi considerada a caixinha que revolucionou o mundo. Nenhum meio de comunicação teve, e provavelmente terá, a capacidade de movimentar massas, incutir ideais e ideias, construir sociedades destruir culturas, formar e desinformar por lobotomia consensual, mudar a visão que o cidadão tem do mundo, por trazer o mundo à distância de um click.
  • 12. • eSCoLA e.B. 2/3 de BRiTeiRoS • ANo LeCTiVo:2010/2011 • CuRSo: eFA-NS • diSCiPLiNA: CLC • NG. 3 SoCiedAde e TeCNoLoGiA
  • 13. Trabalho elaborado por: • lurdes • Juliana • alice