SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
História da Televisão Solange Maria Bona [email_address] Antes Depois
Era uma vez... Atualmente, é difícil acreditar que a televisão era um artigo de luxo e que a imagem não passava de alguns chuviscos difíceis de decifrar. Mas, tempo passou e, assim como outros de meios de comunicação, a televisão se popularizou, a tecnologia evoluiu, o preço diminuiu e ela  conquistou a preferência de todo o mundo.  Assim como várias invenções brilhantes, a televisão contou com o trabalho de vários pesquisadores ao longo de anos até estar pronta para transmitir seus sinais aos telespectadores. As primeiras transmissões experimentais foram feitas em meados da década de 1920.
Como a televisão foi desenvolvida por várias pessoas, em diferentes lugares do mundo, não há um consenso acerca da primeira transmissão oficial, mas o que se sabe é que a empresa AT&T foi uma das pioneiras ao realizar uma transmissão na cidade de New York, mas na época (1927), somentealgumas pessoas tiveram acesso à transmissão.
Já na década de 1920, as primeiras celebridades começaram a surgir e a fazer muito sucesso. O Gato Félix é considerado o primeiro personagem a ter sua imagem veiculada na TV em 1928.  Ele era utilizado para a regulagem dos aparelhos transmissores, já que era em preto e branco, naquela época as cores perfeitas para o ajuste dos equipamentos recém inventados. O desenho do gato foi feito em papel e transmitido ao longo de duas horas por dia e as imagens recebidas eram de apenas dois centímetros de altura.  
Nunca mais parou...
Nos anos 30, as telas do televisor dificilmente ultrapassavam as cinco polegadas, desta forma era difícil assistir a alguma coisa.
A partir desta década, a Europa e EUA estavam na dianteira da tecnologia e, já no ano de 1936, a coroação do rei Jorge VI é considerada a primeira transmissão ao vivo da história da televisão e assistida por mais de cinquenta mil pessoas em Londres, na Inglaterra. 
Na década de 50, milhares de pessoas já tinham acesso à TV nos EUA, Europa e Ásia e, para alegria dos brasileiros, ela desembarcou por aqui com a ajuda do empresário Assis Chateaubriand.
A rede Tupi, criada em 1950, foi a primeira emissora de televisão do Brasil e reinou absoluta ao longo de muitos anos. Para fazer sua ideia decolar, Chateaubriand trouxe dos EUA 200 aparelhos de TV e os espalhou pela cidade, onde quem passava pela rua era “hipnotizado” pelas imagens e sons do mais novo invento a desembarcar em terras tupiniquins.   
Mesmo com os rumores de transmissões coloridas desde os anos de 1940, somente em 1950 e 60 é que a TV em cores se popularizou no EUA e Europa. No Brasil, no ano de 1963, foi feita uma transmissão experimental em cores, mas somente nos anos 70 elas chegaram oficialmente à casa de alguns brasileiros. Transmissões ao vivo já eram comuns, mas coloridas somente em 1972. Ao vivo e a   c o r e s
No final dos anos 70 a televisão em cores já começa a se popularizar no Brasil. Já nesta década, o mundo pode ver o Brasil ser Tri-campeão da Copa do Mundo, o fim da Guerra do Vietnã, o fim dos Beatles e o desenho do Pica-pau, e se sentir como nunca interligado com o mundo por meio do mais poderoso veículo de comunicação até o momento
Novos aparelhos foram surgindo ano a ano e os modelos com som estéreo já estavam disponíveis desde o fim dos anos 80. Depois disso, o investimento em telas com cada vez maior resolução virou a “bola da vez” e as TVs de tela plana,  plasma  e  LCD  chegaram ao mercado já no fim dos anos 90.
Quem vê as fotografias dos televisores com 5 polegadas, acha engraçado que hoje temos a oportunidade de assistir em telas de mais de 50 polegadas. Além do tamanho das telas, o que está mudando é a forma e a qualidade com que podemos assistir à televisão. A transmissão digital marca a nova era dos meios de comunicação e integra o computador e sua interatividade com a televisão e seu poder de alcance.
Esta ilustração satiriza exatamente o processo evolutivo do  homem  e da televisão durante os últimos 18 anos... Enquanto a televisão vêm se tornando cada vez mais Slim com o passar do tempo, o homem segue a natural tendência de crescer (para os lados). Charge   A evolução do Homem e da TV

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Evolução da Televisão
A Evolução da TelevisãoA Evolução da Televisão
A Evolução da Televisãoefa1
 
A historia da televisão
A historia da televisãoA historia da televisão
A historia da televisãoJacket25
 
Evolução da Televisão
Evolução da TelevisãoEvolução da Televisão
Evolução da TelevisãoRicardo Cunha
 
História e evolução da tv
História e evolução da tvHistória e evolução da tv
História e evolução da tvGeorge Araujo
 
História do rádio no Brasil
História do rádio no BrasilHistória do rádio no Brasil
História do rádio no BrasilEdenilson Morais
 
História da televisão ricardo luis_marcos_armando
História da televisão ricardo luis_marcos_armandoHistória da televisão ricardo luis_marcos_armando
História da televisão ricardo luis_marcos_armandoRicardo Bastos
 
A arte do século XIX
A arte do século XIX   A arte do século XIX
A arte do século XIX becresforte
 
evolução tecnologica dos mass media
evolução tecnologica dos mass mediaevolução tecnologica dos mass media
evolução tecnologica dos mass mediabenficamateus
 
Power Point - Aula sobre rádio - Fundamentos da Comunicação
Power Point - Aula sobre rádio - Fundamentos da ComunicaçãoPower Point - Aula sobre rádio - Fundamentos da Comunicação
Power Point - Aula sobre rádio - Fundamentos da Comunicaçãoguest0b2850
 
A cultura do cinema
A cultura do cinema   A cultura do cinema
A cultura do cinema Ana Barreiros
 
Tratado Lisboa
Tratado LisboaTratado Lisboa
Tratado LisboaJoão Lima
 
História do cinema blog
História do cinema blogHistória do cinema blog
História do cinema blogOver Lane
 
A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974Jorge Almeida
 
A arte barroca em portugal
A arte barroca em portugalA arte barroca em portugal
A arte barroca em portugalPedro Silva
 
A história do cinema
A história do cinemaA história do cinema
A história do cinemaRebeca Neiva
 
Reformas pombalinas: educação
Reformas pombalinas: educaçãoReformas pombalinas: educação
Reformas pombalinas: educaçãoMaria Gomes
 
Breve historia-da-fotografia
 Breve historia-da-fotografia Breve historia-da-fotografia
Breve historia-da-fotografiaMarta Monteiro
 
8 03 as transformações sociais e culturais do terceiro quartel do século xx a...
8 03 as transformações sociais e culturais do terceiro quartel do século xx a...8 03 as transformações sociais e culturais do terceiro quartel do século xx a...
8 03 as transformações sociais e culturais do terceiro quartel do século xx a...Vítor Santos
 

Mais procurados (20)

A Evolução da Televisão
A Evolução da TelevisãoA Evolução da Televisão
A Evolução da Televisão
 
Televisão
TelevisãoTelevisão
Televisão
 
A historia da televisão
A historia da televisãoA historia da televisão
A historia da televisão
 
Evolução da Televisão
Evolução da TelevisãoEvolução da Televisão
Evolução da Televisão
 
História e evolução da tv
História e evolução da tvHistória e evolução da tv
História e evolução da tv
 
História do rádio no Brasil
História do rádio no BrasilHistória do rádio no Brasil
História do rádio no Brasil
 
História da televisão ricardo luis_marcos_armando
História da televisão ricardo luis_marcos_armandoHistória da televisão ricardo luis_marcos_armando
História da televisão ricardo luis_marcos_armando
 
A arte do século XIX
A arte do século XIX   A arte do século XIX
A arte do século XIX
 
evolução tecnologica dos mass media
evolução tecnologica dos mass mediaevolução tecnologica dos mass media
evolução tecnologica dos mass media
 
Power Point - Aula sobre rádio - Fundamentos da Comunicação
Power Point - Aula sobre rádio - Fundamentos da ComunicaçãoPower Point - Aula sobre rádio - Fundamentos da Comunicação
Power Point - Aula sobre rádio - Fundamentos da Comunicação
 
Romantismo em Portugal
Romantismo em PortugalRomantismo em Portugal
Romantismo em Portugal
 
A cultura do cinema
A cultura do cinema   A cultura do cinema
A cultura do cinema
 
Tratado Lisboa
Tratado LisboaTratado Lisboa
Tratado Lisboa
 
História do cinema blog
História do cinema blogHistória do cinema blog
História do cinema blog
 
A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974
 
A arte barroca em portugal
A arte barroca em portugalA arte barroca em portugal
A arte barroca em portugal
 
A história do cinema
A história do cinemaA história do cinema
A história do cinema
 
Reformas pombalinas: educação
Reformas pombalinas: educaçãoReformas pombalinas: educação
Reformas pombalinas: educação
 
Breve historia-da-fotografia
 Breve historia-da-fotografia Breve historia-da-fotografia
Breve historia-da-fotografia
 
8 03 as transformações sociais e culturais do terceiro quartel do século xx a...
8 03 as transformações sociais e culturais do terceiro quartel do século xx a...8 03 as transformações sociais e culturais do terceiro quartel do século xx a...
8 03 as transformações sociais e culturais do terceiro quartel do século xx a...
 

Destaque

Destaque (10)

Charlie chaplin
Charlie chaplinCharlie chaplin
Charlie chaplin
 
Charlie Chaplin
Charlie Chaplin Charlie Chaplin
Charlie Chaplin
 
Século xx tudo ao mesmo tempo
Século xx  tudo ao mesmo tempoSéculo xx  tudo ao mesmo tempo
Século xx tudo ao mesmo tempo
 
02 prova de ensaio 01
02   prova de ensaio 0102   prova de ensaio 01
02 prova de ensaio 01
 
As críticas de Karl Popper
As críticas de Karl PopperAs críticas de Karl Popper
As críticas de Karl Popper
 
Karl Popper e o Falsificacionismo
Karl Popper e o FalsificacionismoKarl Popper e o Falsificacionismo
Karl Popper e o Falsificacionismo
 
Karl popper - Filosofia 11º ano
Karl popper - Filosofia 11º anoKarl popper - Filosofia 11º ano
Karl popper - Filosofia 11º ano
 
Os modelos de comunicacao
Os modelos de comunicacaoOs modelos de comunicacao
Os modelos de comunicacao
 
Modelos de comunicacão
Modelos de comunicacãoModelos de comunicacão
Modelos de comunicacão
 
Introdução à comunicação
Introdução à comunicaçãoIntrodução à comunicação
Introdução à comunicação
 

Semelhante a A História da Televisão

História da TV.pptx
História da TV.pptxHistória da TV.pptx
História da TV.pptxocg50
 
A evolução do rádio no brasil. espm
A evolução do rádio no brasil. espmA evolução do rádio no brasil. espm
A evolução do rádio no brasil. espmluizaf14
 
Apresentação antropologica e cultura midiática
Apresentação antropologica e cultura midiáticaApresentação antropologica e cultura midiática
Apresentação antropologica e cultura midiáticavitor valieri
 
Aula 03 - A história do rádio e da TV
Aula 03 - A história do rádio e da TVAula 03 - A história do rádio e da TV
Aula 03 - A história do rádio e da TVFernando
 
Grupo Brainstorm - Introdução às Profissões em comunicação.
Grupo Brainstorm - Introdução às Profissões em comunicação.Grupo Brainstorm - Introdução às Profissões em comunicação.
Grupo Brainstorm - Introdução às Profissões em comunicação.Andressa Azevedo
 
Mudanças de cenários da TV
Mudanças de cenários da TVMudanças de cenários da TV
Mudanças de cenários da TVKaren Sica
 
Aula 12 4 P P A D 2009 2
Aula 12 4 P P A D 2009 2Aula 12 4 P P A D 2009 2
Aula 12 4 P P A D 2009 2Ney Queiroz
 
Trabalho de hístória- A Era Radio-Cintia e Vinicius
Trabalho de hístória- A Era Radio-Cintia e ViniciusTrabalho de hístória- A Era Radio-Cintia e Vinicius
Trabalho de hístória- A Era Radio-Cintia e Viniciusshviana
 
Aula 2 Linguagem Publicitária em Espaços Educativos
Aula 2 Linguagem Publicitária em Espaços EducativosAula 2 Linguagem Publicitária em Espaços Educativos
Aula 2 Linguagem Publicitária em Espaços EducativosUFCG
 
Televisão e Inovação
Televisão e InovaçãoTelevisão e Inovação
Televisão e Inovaçãofelipefaleiro
 
Aula 12 4 rpan_2010_2
Aula 12 4 rpan_2010_2Aula 12 4 rpan_2010_2
Aula 12 4 rpan_2010_2Ney Queiroz
 
Aula 12 4 ppan_2010_2
Aula 12 4 ppan_2010_2Aula 12 4 ppan_2010_2
Aula 12 4 ppan_2010_2Ney Queiroz
 
Aula 11 4 P P A D 2009 2
Aula 11 4 P P A D 2009 2Aula 11 4 P P A D 2009 2
Aula 11 4 P P A D 2009 2Ney Queiroz
 
A História da Publicidade na TV no Brasil
A História da Publicidade na TV no BrasilA História da Publicidade na TV no Brasil
A História da Publicidade na TV no BrasilCarolinaVenturini2
 

Semelhante a A História da Televisão (20)

A Historia da Televisão
A Historia da TelevisãoA Historia da Televisão
A Historia da Televisão
 
Tv
TvTv
Tv
 
História da TV.pptx
História da TV.pptxHistória da TV.pptx
História da TV.pptx
 
A evolução do rádio no brasil. espm
A evolução do rádio no brasil. espmA evolução do rádio no brasil. espm
A evolução do rádio no brasil. espm
 
Apresentação antropologica e cultura midiática
Apresentação antropologica e cultura midiáticaApresentação antropologica e cultura midiática
Apresentação antropologica e cultura midiática
 
Aula 03 - A história do rádio e da TV
Aula 03 - A história do rádio e da TVAula 03 - A história do rádio e da TV
Aula 03 - A história do rádio e da TV
 
Radio e tv
Radio e tvRadio e tv
Radio e tv
 
Radio e tv
Radio e tvRadio e tv
Radio e tv
 
Grupo Brainstorm - Introdução às Profissões em comunicação.
Grupo Brainstorm - Introdução às Profissões em comunicação.Grupo Brainstorm - Introdução às Profissões em comunicação.
Grupo Brainstorm - Introdução às Profissões em comunicação.
 
Mudanças de cenários da TV
Mudanças de cenários da TVMudanças de cenários da TV
Mudanças de cenários da TV
 
Aula 12 4 P P A D 2009 2
Aula 12 4 P P A D 2009 2Aula 12 4 P P A D 2009 2
Aula 12 4 P P A D 2009 2
 
Trabalho de hístória- A Era Radio-Cintia e Vinicius
Trabalho de hístória- A Era Radio-Cintia e ViniciusTrabalho de hístória- A Era Radio-Cintia e Vinicius
Trabalho de hístória- A Era Radio-Cintia e Vinicius
 
Aula 2 Linguagem Publicitária em Espaços Educativos
Aula 2 Linguagem Publicitária em Espaços EducativosAula 2 Linguagem Publicitária em Espaços Educativos
Aula 2 Linguagem Publicitária em Espaços Educativos
 
Televisão e Inovação
Televisão e InovaçãoTelevisão e Inovação
Televisão e Inovação
 
Aula 12 4 rpan_2010_2
Aula 12 4 rpan_2010_2Aula 12 4 rpan_2010_2
Aula 12 4 rpan_2010_2
 
Aula 12 4 ppan_2010_2
Aula 12 4 ppan_2010_2Aula 12 4 ppan_2010_2
Aula 12 4 ppan_2010_2
 
O RÁDIO
O RÁDIOO RÁDIO
O RÁDIO
 
Radio e tv
Radio e tvRadio e tv
Radio e tv
 
Aula 11 4 P P A D 2009 2
Aula 11 4 P P A D 2009 2Aula 11 4 P P A D 2009 2
Aula 11 4 P P A D 2009 2
 
A História da Publicidade na TV no Brasil
A História da Publicidade na TV no BrasilA História da Publicidade na TV no Brasil
A História da Publicidade na TV no Brasil
 

Último

COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASMarcio Venturelli
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx2m Assessoria
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAMarcio Venturelli
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx2m Assessoria
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)Alessandro Almeida
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx2m Assessoria
 

Último (8)

COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 

A História da Televisão

  • 1. História da Televisão Solange Maria Bona [email_address] Antes Depois
  • 2. Era uma vez... Atualmente, é difícil acreditar que a televisão era um artigo de luxo e que a imagem não passava de alguns chuviscos difíceis de decifrar. Mas, tempo passou e, assim como outros de meios de comunicação, a televisão se popularizou, a tecnologia evoluiu, o preço diminuiu e ela  conquistou a preferência de todo o mundo.  Assim como várias invenções brilhantes, a televisão contou com o trabalho de vários pesquisadores ao longo de anos até estar pronta para transmitir seus sinais aos telespectadores. As primeiras transmissões experimentais foram feitas em meados da década de 1920.
  • 3. Como a televisão foi desenvolvida por várias pessoas, em diferentes lugares do mundo, não há um consenso acerca da primeira transmissão oficial, mas o que se sabe é que a empresa AT&T foi uma das pioneiras ao realizar uma transmissão na cidade de New York, mas na época (1927), somentealgumas pessoas tiveram acesso à transmissão.
  • 4. Já na década de 1920, as primeiras celebridades começaram a surgir e a fazer muito sucesso. O Gato Félix é considerado o primeiro personagem a ter sua imagem veiculada na TV em 1928. Ele era utilizado para a regulagem dos aparelhos transmissores, já que era em preto e branco, naquela época as cores perfeitas para o ajuste dos equipamentos recém inventados. O desenho do gato foi feito em papel e transmitido ao longo de duas horas por dia e as imagens recebidas eram de apenas dois centímetros de altura.  
  • 6. Nos anos 30, as telas do televisor dificilmente ultrapassavam as cinco polegadas, desta forma era difícil assistir a alguma coisa.
  • 7. A partir desta década, a Europa e EUA estavam na dianteira da tecnologia e, já no ano de 1936, a coroação do rei Jorge VI é considerada a primeira transmissão ao vivo da história da televisão e assistida por mais de cinquenta mil pessoas em Londres, na Inglaterra. 
  • 8. Na década de 50, milhares de pessoas já tinham acesso à TV nos EUA, Europa e Ásia e, para alegria dos brasileiros, ela desembarcou por aqui com a ajuda do empresário Assis Chateaubriand.
  • 9. A rede Tupi, criada em 1950, foi a primeira emissora de televisão do Brasil e reinou absoluta ao longo de muitos anos. Para fazer sua ideia decolar, Chateaubriand trouxe dos EUA 200 aparelhos de TV e os espalhou pela cidade, onde quem passava pela rua era “hipnotizado” pelas imagens e sons do mais novo invento a desembarcar em terras tupiniquins.   
  • 10. Mesmo com os rumores de transmissões coloridas desde os anos de 1940, somente em 1950 e 60 é que a TV em cores se popularizou no EUA e Europa. No Brasil, no ano de 1963, foi feita uma transmissão experimental em cores, mas somente nos anos 70 elas chegaram oficialmente à casa de alguns brasileiros. Transmissões ao vivo já eram comuns, mas coloridas somente em 1972. Ao vivo e a c o r e s
  • 11. No final dos anos 70 a televisão em cores já começa a se popularizar no Brasil. Já nesta década, o mundo pode ver o Brasil ser Tri-campeão da Copa do Mundo, o fim da Guerra do Vietnã, o fim dos Beatles e o desenho do Pica-pau, e se sentir como nunca interligado com o mundo por meio do mais poderoso veículo de comunicação até o momento
  • 12. Novos aparelhos foram surgindo ano a ano e os modelos com som estéreo já estavam disponíveis desde o fim dos anos 80. Depois disso, o investimento em telas com cada vez maior resolução virou a “bola da vez” e as TVs de tela plana, plasma e LCD chegaram ao mercado já no fim dos anos 90.
  • 13. Quem vê as fotografias dos televisores com 5 polegadas, acha engraçado que hoje temos a oportunidade de assistir em telas de mais de 50 polegadas. Além do tamanho das telas, o que está mudando é a forma e a qualidade com que podemos assistir à televisão. A transmissão digital marca a nova era dos meios de comunicação e integra o computador e sua interatividade com a televisão e seu poder de alcance.
  • 14. Esta ilustração satiriza exatamente o processo evolutivo do homem e da televisão durante os últimos 18 anos... Enquanto a televisão vêm se tornando cada vez mais Slim com o passar do tempo, o homem segue a natural tendência de crescer (para os lados). Charge A evolução do Homem e da TV