SlideShare uma empresa Scribd logo
Capitalismo 
X 
Socialismo
(UNIRIO) "Eu aprendi A vida é um jogo Cada um por si E Deus contra 
todos Você vai morrer e não vai pro céu É bom aprender, a vida é cruel 
Homem primata Capitalismo selvagem Ôôô " Os versos acima 
pertencem à música "Homem Primata", sucesso dos Titãs no disco 
"Cabeça Dinossauro", que é uma crítica direta ao capitalismo. O termo 
"Capitalismo selvagem" faz referência ao: 
a) momento histórico localizado temporalmente no final do século 
XVIII; 
b) período de acumulação primitiva, característico do período conhecido 
como capitalismo comercial; 
c) período denominado de concentração capitalista, que detonou o que 
conhecemos como expansão imperialista; 
d) período de acumulação por práticas mercantilistas denominado como 
pré-capitalista; 
e) capitalismo liberal , característico do antigo sistema colonial.
CAPITALISMO E SOCIALISMO 
Apostila Exerc. pág.37 - Geografia Geral
Globalização do capitalismo, sistemas Sócio Econômicos 
que prevalece na organiza Política e econômicamente dos Estado 
Séc.V 
Feudalismo $ = Terra Política=Estamental 
Séc.XIV 
Econ. auto-suficiente 
Pré-capitalismo, Mercantilismo ou Capitalismo Comercial 
Aliança 
Burguesia Absolutismo 
$ = Terra 
$ = Comércio 
Globalização
Séc.XIV 
Pré-capitalismo, Mercantilismo ou Capitalismo Comercial 
Séc.XVIII Revolução 
Francesa (política) = burguesa 
Industrial (econômica) = Capitalismo Ind. 
Democracia = soberania de um povo X regimes abslutistas 
tradicionais de direito divino e hereditário
Séc.XVIII Características = Capitalismo Ind. 
Burguesia 
Proletariado 
trabalho x salário 
Divisão Classes 
Livre concorrência (Lei Oferta/Procura) 
Objetivo é o Lucro 
$ = Industrialização 
Propriedade privada 
Ab.Jogos Olimp.2012...9:06
Séc.XIX Socialismo – Karl Marx e Fridrich Engels 
Capitalismo 
Sem Estado 
Meio Produção 
coletivo 
Sem classes 
Economia Planificada 
Socialismo 
Comunismo 
Manifesto Partido Comunista => Manifestoon...8:00
Estado 
Sem classes 
Economia Planificada 
Cada um produz segundo sua capacidade 
e recebe segundo sua necessidade. 
$ = Controle Estado 
1917 
Revolução Socialista = URSS
1929 Com “Crack” bolsa de NY => conflito: 
Pol. Lívre concorrência ou Intervenção Estado ? 
Com o Estado voltando-se para o “Bem-estar social” 
A Burguesia partiu para o Cap. Financeira ou monopolista 
com multinacionais... 
hoje transnacionais
Mas em 1985 - Gobatchev = reestruturar (Perestróika) 
Direita 
Neoliberalismo - 2a. Via 
Intervenção Mínima Estado 
Leis de mercado 
Globalização 
1989 
e transparência democrática (Glasnost) 
Queda Muro Berlim e Fim URSS (CEI) 
Esquerda 
Social-democracia - 1a. Via 
Estado intervencionista 
Democracia = vontade maioria 
Desenvolvimento sustentado
1997 
Tony Blair – Inglaterra (Anthony Giddens, “A Terceira Via”) 
‘…(1) a reforma do Estado, 
(2) a revitalização da sociedade civil, 
(3) a criação de fórmulas para o desenvolvimento sustentado 
(4) preocupação com uma nova política internacional.’
1 - O termo Globalização significa internacionalização das relações 
econômicas, sociais e políticas capitalistas. 
ou Aldeia Global ?
(Enem 2012) TEXTO I 
Ao se emanciparem da tutela senhorial, muitos camponeses 
foram desligados legalmente da antiga terra. Deveriam pagar, 
para adquirir propriedade ou arrendamento. Por não 
possuírem recursos, engrossaram a camada cada vez maior 
de jornaleiros e trabalhadores volantes, outros, mesmo tendo 
propriedade sobre um pequeno lote, suplementavam sua 
existência com o assalariamento esporádico. 
MACHADO, P. P. Política e colonização no Império. Porto 
Alegre: EdUFRGS, 1999 (adaptado).
TEXTO II 
Com a globalização da economia ampliou-se a hegemonia do 
modelo de desenvolvimento agropecuário, com seus padrões 
tecnológicos, caracterizando o agronegócio. Essa nova face da 
agricultura capitalista também mudou a forma de controle e 
exploração da terra. Ampliou-se, assim, a ocupação de áreas 
agricultáveis e as fronteiras agrícolas se estenderam. 
SADER, E.; JINKINGS, I. Enciclopédia Contemporânea da 
América Latina e do Caribe. São Paulo: Boitempo, 2006 
(adaptado).
Os textos demonstram que, tanto na Europa do século XIX quanto 
no contexto latino-americano do século XXI, as alterações 
tecnológicas vivenciadas no campo interferem na vida das 
populações locais, pois 
a) induzem os jovens ao estudo nas grandes cidades, causando 
êxodo rural, uma vez que formados, não retornam à sua região de 
origem. 
b) impulsionam as populações locais a buscar linhas de 
financiamento estatal com o objetivo de ampliar a agricultura 
familiar, garantindo sua fixação no campo. 
c) ampliam o protagonismo do Estado, possibilitando a grupos 
econômicos ruralistas produzir e impor políticas agrícolas, 
ampliando o controle que tinham dos mercados. 
d) aumentam a produção e a produtividade de determinadas culturas 
em função da intensificação da mecanização, do uso de agrotóxicos 
e cultivo de plantas transgênicas. 
e) desorganizam o modo tradicional de vida impelindo-as à busca 
por melhores condições no espaço urbano ou em outros países em 
situações muitas vezes precárias.
Os textos demonstram que, tanto na Europa do século XIX quanto 
no contexto latino-americano do século XXI, as alterações 
tecnológicas vivenciadas no campo interferem na vida das 
populações locais, pois 
a) induzem os jovens ao estudo nas grandes cidades, causando 
êxodo rural, uma vez que formados, não retornam à sua região de 
origem. (serve para América mas não para Europa séc.XIX) 
b) impulsionam as populações locais a buscar linhas de 
financiamento estatal com o objetivo de ampliar a agricultura 
familiar, garantindo sua fixação no campo. (idem) 
c) ampliam o protagonismo do Estado, possibilitando a grupos 
econômicos ruralistas produzir e impor políticas agrícolas, 
ampliando o controle que tinham dos mercados. (diminuir presença 
Estado) 
d) aumentam a produção e a produtividade de determinadas culturas 
em função da intensificação da mecanização, do uso de agrotóxicos 
e cultivo de plantas transgênicas. (idem a e b) 
e) desorganizam o modo tradicional de vida impelindo-as à busca 
por melhores condições no espaço urbano ou em outros países em 
situações muitas vezes precárias.
(UNIRIOc) "Eu aprendi A vida é um jogo Cada um por si E Deus contra 
todos Você vai morrer e não vai pro céu É bom aprender, a vida é cruel 
Homem primata Capitalismo selvagem Ôôô " Os versos acima 
pertencem à música "Homem Primata", sucesso dos Titãs no disco 
"Cabeça Dinossauro", que é uma crítica direta ao capitalismo. O termo 
"Capitalismo selvagem" faz referência ao: 
a) momento histórico localizado temporalmente no final do século 
XVIII; 
b) período de acumulação primitiva, característico do período conhecido 
como capitalismo comercial; 
c) período denominado de concentração capitalista, que detonou o que 
conhecemos como expansão imperialista; 
d) período de acumulação por práticas mercantilistas denominado como 
pré-capitalista; 
e) capitalismo liberal , característico do antigo sistema colonial.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 1 terceiro ano
Aula 1 terceiro anoAula 1 terceiro ano
Aula 1 terceiro anoCADUCOC
 
Capitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismoCapitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismoAbner de Paula
 
Capitalismo x socialismo
Capitalismo x socialismoCapitalismo x socialismo
Capitalismo x socialismopedrohd8
 
Capitalismo X Socialismo
Capitalismo X SocialismoCapitalismo X Socialismo
Capitalismo X SocialismoPriscila Lopes
 
A historia e as fases do capitalismo do mercantilismo ao neoliberalismo
A historia e as fases do capitalismo do mercantilismo ao neoliberalismoA historia e as fases do capitalismo do mercantilismo ao neoliberalismo
A historia e as fases do capitalismo do mercantilismo ao neoliberalismoN C
 
Geografia 8º ano aula 02
Geografia   8º ano aula 02Geografia   8º ano aula 02
Geografia 8º ano aula 02Eloy Souza
 
Capitalismo e socialismo_
Capitalismo e socialismo_Capitalismo e socialismo_
Capitalismo e socialismo_Lucas pk'
 
Capitalismo x socialismo = 2010
Capitalismo x socialismo = 2010Capitalismo x socialismo = 2010
Capitalismo x socialismo = 2010landipaula
 
Capitalismo socialismo introdução
Capitalismo  socialismo  introduçãoCapitalismo  socialismo  introdução
Capitalismo socialismo introduçãoLUIS ABREU
 
Capitalismo Político e Econômico
Capitalismo Político e Econômico Capitalismo Político e Econômico
Capitalismo Político e Econômico Guilherme Lopes
 
Sistemas economicos capitalismo e socialismo
Sistemas economicos capitalismo e socialismoSistemas economicos capitalismo e socialismo
Sistemas economicos capitalismo e socialismoAndressa Rita
 
Conteúdo de Geografia 1º bimestre 2º ano Nabuco
Conteúdo de Geografia  1º bimestre 2º ano NabucoConteúdo de Geografia  1º bimestre 2º ano Nabuco
Conteúdo de Geografia 1º bimestre 2º ano NabucoFrancisco Morais
 

Mais procurados (19)

Capitalismo socialismo
Capitalismo socialismoCapitalismo socialismo
Capitalismo socialismo
 
Aula 1 terceiro ano
Aula 1 terceiro anoAula 1 terceiro ano
Aula 1 terceiro ano
 
Comunismo & Capitalismo
Comunismo & CapitalismoComunismo & Capitalismo
Comunismo & Capitalismo
 
Capitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismoCapitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismo
 
Capitalismo x socialismo
Capitalismo x socialismoCapitalismo x socialismo
Capitalismo x socialismo
 
Capitalismo
CapitalismoCapitalismo
Capitalismo
 
Capitalismo
CapitalismoCapitalismo
Capitalismo
 
Capitalismo X Socialismo
Capitalismo X SocialismoCapitalismo X Socialismo
Capitalismo X Socialismo
 
Capitalismo e Socialismo
Capitalismo e Socialismo Capitalismo e Socialismo
Capitalismo e Socialismo
 
A historia e as fases do capitalismo do mercantilismo ao neoliberalismo
A historia e as fases do capitalismo do mercantilismo ao neoliberalismoA historia e as fases do capitalismo do mercantilismo ao neoliberalismo
A historia e as fases do capitalismo do mercantilismo ao neoliberalismo
 
Geografia 8º ano aula 02
Geografia   8º ano aula 02Geografia   8º ano aula 02
Geografia 8º ano aula 02
 
Capitalismo e socialismo_
Capitalismo e socialismo_Capitalismo e socialismo_
Capitalismo e socialismo_
 
Capitalismo x socialismo = 2010
Capitalismo x socialismo = 2010Capitalismo x socialismo = 2010
Capitalismo x socialismo = 2010
 
Capitalismo socialismo introdução
Capitalismo  socialismo  introduçãoCapitalismo  socialismo  introdução
Capitalismo socialismo introdução
 
Capitalismo Político e Econômico
Capitalismo Político e Econômico Capitalismo Político e Econômico
Capitalismo Político e Econômico
 
Sistemas economicos capitalismo e socialismo
Sistemas economicos capitalismo e socialismoSistemas economicos capitalismo e socialismo
Sistemas economicos capitalismo e socialismo
 
Capitalismo
CapitalismoCapitalismo
Capitalismo
 
Capitalismo
CapitalismoCapitalismo
Capitalismo
 
Conteúdo de Geografia 1º bimestre 2º ano Nabuco
Conteúdo de Geografia  1º bimestre 2º ano NabucoConteúdo de Geografia  1º bimestre 2º ano Nabuco
Conteúdo de Geografia 1º bimestre 2º ano Nabuco
 

Semelhante a Capitalismo e Socialismo - Prof. Altair Aguilar.

Simulado Ciências Humanas Enem
Simulado Ciências Humanas EnemSimulado Ciências Humanas Enem
Simulado Ciências Humanas EnemMiro Santos
 
Capitalismo e Socialismo - Geografia
Capitalismo e Socialismo - GeografiaCapitalismo e Socialismo - Geografia
Capitalismo e Socialismo - GeografiaRaquel Stephanny
 
Questões JK.pptx
Questões JK.pptxQuestões JK.pptx
Questões JK.pptxWirlanPaje2
 
Apresentação.pptx
Apresentação.pptxApresentação.pptx
Apresentação.pptxssuser5ee745
 
Correção de Exercício Objetivo América Latina no século XX - Copia.pptx
Correção de Exercício Objetivo América Latina no século XX - Copia.pptxCorreção de Exercício Objetivo América Latina no século XX - Copia.pptx
Correção de Exercício Objetivo América Latina no século XX - Copia.pptxDEUSIMAR SANTANA DE ROSA
 
www.AulasDeGeografiaApoio.com - Geografia - Globalização
 www.AulasDeGeografiaApoio.com  -  Geografia - Globalização www.AulasDeGeografiaApoio.com  -  Geografia - Globalização
www.AulasDeGeografiaApoio.com - Geografia - GlobalizaçãoAulas De Geografia Apoio
 
01 capitalismo%20e%20 socialismo%20
01 capitalismo%20e%20 socialismo%2001 capitalismo%20e%20 socialismo%20
01 capitalismo%20e%20 socialismo%20AVP90
 
01 capitalismo%20e%20 socialismo%20
01 capitalismo%20e%20 socialismo%2001 capitalismo%20e%20 socialismo%20
01 capitalismo%20e%20 socialismo%20AVP90
 
QUESTÕES SOBRE SOCIALISMO.docx
QUESTÕES SOBRE SOCIALISMO.docxQUESTÕES SOBRE SOCIALISMO.docx
QUESTÕES SOBRE SOCIALISMO.docxDaianeLopesBatista
 
O fracasso do neoliberalismo no mundo
O fracasso do neoliberalismo no mundoO fracasso do neoliberalismo no mundo
O fracasso do neoliberalismo no mundoFernando Alcoforado
 
Questões de História - Enem 2017- Treino 1
Questões de História - Enem 2017- Treino 1Questões de História - Enem 2017- Treino 1
Questões de História - Enem 2017- Treino 1Gilbert Patsayev
 
Simulado humanas 3º ano
Simulado humanas 3º anoSimulado humanas 3º ano
Simulado humanas 3º anoVilmar Silva
 
A crise-do-capitalismo-e-os-regimes-totalitarios
A crise-do-capitalismo-e-os-regimes-totalitariosA crise-do-capitalismo-e-os-regimes-totalitarios
A crise-do-capitalismo-e-os-regimes-totalitariosguest528425b
 
Exercícios integrado aula 1
Exercícios integrado   aula 1Exercícios integrado   aula 1
Exercícios integrado aula 1Janaína Kaecke
 

Semelhante a Capitalismo e Socialismo - Prof. Altair Aguilar. (20)

Obj geo - socialismo e capitalismo
Obj   geo - socialismo e capitalismoObj   geo - socialismo e capitalismo
Obj geo - socialismo e capitalismo
 
Simulado Ciências Humanas Enem
Simulado Ciências Humanas EnemSimulado Ciências Humanas Enem
Simulado Ciências Humanas Enem
 
Simulado
SimuladoSimulado
Simulado
 
Capitalismo e Socialismo - Geografia
Capitalismo e Socialismo - GeografiaCapitalismo e Socialismo - Geografia
Capitalismo e Socialismo - Geografia
 
Questões JK.pptx
Questões JK.pptxQuestões JK.pptx
Questões JK.pptx
 
Apresentação.pptx
Apresentação.pptxApresentação.pptx
Apresentação.pptx
 
Correção de Exercício Objetivo América Latina no século XX - Copia.pptx
Correção de Exercício Objetivo América Latina no século XX - Copia.pptxCorreção de Exercício Objetivo América Latina no século XX - Copia.pptx
Correção de Exercício Objetivo América Latina no século XX - Copia.pptx
 
1ª fase UERJ - 97
1ª  fase UERJ - 971ª  fase UERJ - 97
1ª fase UERJ - 97
 
www.AulasDeGeografiaApoio.com - Geografia - Globalização
 www.AulasDeGeografiaApoio.com  -  Geografia - Globalização www.AulasDeGeografiaApoio.com  -  Geografia - Globalização
www.AulasDeGeografiaApoio.com - Geografia - Globalização
 
01 capitalismo%20e%20 socialismo%20
01 capitalismo%20e%20 socialismo%2001 capitalismo%20e%20 socialismo%20
01 capitalismo%20e%20 socialismo%20
 
01 capitalismo%20e%20 socialismo%20
01 capitalismo%20e%20 socialismo%2001 capitalismo%20e%20 socialismo%20
01 capitalismo%20e%20 socialismo%20
 
QUESTÕES SOBRE SOCIALISMO.docx
QUESTÕES SOBRE SOCIALISMO.docxQUESTÕES SOBRE SOCIALISMO.docx
QUESTÕES SOBRE SOCIALISMO.docx
 
Charge capitalismo
Charge capitalismoCharge capitalismo
Charge capitalismo
 
O fracasso do neoliberalismo no mundo
O fracasso do neoliberalismo no mundoO fracasso do neoliberalismo no mundo
O fracasso do neoliberalismo no mundo
 
é O capitalismo, estúpido
é O capitalismo, estúpidoé O capitalismo, estúpido
é O capitalismo, estúpido
 
Capítulo 4 - A grande depressão, o fascismo e o nazismo
Capítulo 4 - A grande depressão, o fascismo e o nazismoCapítulo 4 - A grande depressão, o fascismo e o nazismo
Capítulo 4 - A grande depressão, o fascismo e o nazismo
 
Questões de História - Enem 2017- Treino 1
Questões de História - Enem 2017- Treino 1Questões de História - Enem 2017- Treino 1
Questões de História - Enem 2017- Treino 1
 
Simulado humanas 3º ano
Simulado humanas 3º anoSimulado humanas 3º ano
Simulado humanas 3º ano
 
A crise-do-capitalismo-e-os-regimes-totalitarios
A crise-do-capitalismo-e-os-regimes-totalitariosA crise-do-capitalismo-e-os-regimes-totalitarios
A crise-do-capitalismo-e-os-regimes-totalitarios
 
Exercícios integrado aula 1
Exercícios integrado   aula 1Exercícios integrado   aula 1
Exercícios integrado aula 1
 

Mais de Altair Moisés Aguilar

Martinho Lutero - Prof. Altair Aguilar
Martinho Lutero - Prof. Altair AguilarMartinho Lutero - Prof. Altair Aguilar
Martinho Lutero - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Oliver Cromwell - Prof. Altair Aguilar
Oliver Cromwell - Prof. Altair AguilarOliver Cromwell - Prof. Altair Aguilar
Oliver Cromwell - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Dinastia Tudors - Prof. Altair Aguilar
Dinastia Tudors - Prof. Altair AguilarDinastia Tudors - Prof. Altair Aguilar
Dinastia Tudors - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
A independência Americana - Prof. Altair Aguilar
A independência Americana - Prof. Altair AguilarA independência Americana - Prof. Altair Aguilar
A independência Americana - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Guerra das duas Rosas - Prof. Altair Aguilar
Guerra das duas Rosas - Prof. Altair AguilarGuerra das duas Rosas - Prof. Altair Aguilar
Guerra das duas Rosas - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Revolução Inglesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Inglesa - Prof. Altair AguilarRevolução Inglesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Inglesa - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair Aguilar
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair AguilarCausas da Segunda Guerra - Prof.Altair Aguilar
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Estados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair Aguilar
Estados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair AguilarEstados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair Aguilar
Estados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Revolução Francesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução  Francesa - Prof. Altair AguilarRevolução  Francesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Francesa - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair AguilarDiscurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Guerra de Tróia - Prof. Altair Aguilar
Guerra de Tróia  - Prof. Altair AguilarGuerra de Tróia  - Prof. Altair Aguilar
Guerra de Tróia - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Alemanha Muro de Berlim - Prof. Altair Aguilar
Alemanha Muro de Berlim - Prof. Altair AguilarAlemanha Muro de Berlim - Prof. Altair Aguilar
Alemanha Muro de Berlim - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Babilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair Aguilar
Babilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair AguilarBabilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair Aguilar
Babilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 

Mais de Altair Moisés Aguilar (20)

Martinho Lutero - Prof. Altair Aguilar
Martinho Lutero - Prof. Altair AguilarMartinho Lutero - Prof. Altair Aguilar
Martinho Lutero - Prof. Altair Aguilar
 
Oliver Cromwell - Prof. Altair Aguilar
Oliver Cromwell - Prof. Altair AguilarOliver Cromwell - Prof. Altair Aguilar
Oliver Cromwell - Prof. Altair Aguilar
 
Os Puritanos - Prof. Altair Aguilar
Os Puritanos - Prof. Altair AguilarOs Puritanos - Prof. Altair Aguilar
Os Puritanos - Prof. Altair Aguilar
 
Dinastia Tudors - Prof. Altair Aguilar
Dinastia Tudors - Prof. Altair AguilarDinastia Tudors - Prof. Altair Aguilar
Dinastia Tudors - Prof. Altair Aguilar
 
Calvinismo - Prof. Altair Aguilar
Calvinismo - Prof. Altair AguilarCalvinismo - Prof. Altair Aguilar
Calvinismo - Prof. Altair Aguilar
 
A independência Americana - Prof. Altair Aguilar
A independência Americana - Prof. Altair AguilarA independência Americana - Prof. Altair Aguilar
A independência Americana - Prof. Altair Aguilar
 
Guerra das duas Rosas - Prof. Altair Aguilar
Guerra das duas Rosas - Prof. Altair AguilarGuerra das duas Rosas - Prof. Altair Aguilar
Guerra das duas Rosas - Prof. Altair Aguilar
 
Revolução Inglesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Inglesa - Prof. Altair AguilarRevolução Inglesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Inglesa - Prof. Altair Aguilar
 
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair Aguilar
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair AguilarCausas da Segunda Guerra - Prof.Altair Aguilar
Causas da Segunda Guerra - Prof.Altair Aguilar
 
Estados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair Aguilar
Estados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair AguilarEstados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair Aguilar
Estados Islâmicos Terroristas - Prof. Altair Aguilar
 
Os Incas - Prof.Altair Aguilar
Os Incas - Prof.Altair AguilarOs Incas - Prof.Altair Aguilar
Os Incas - Prof.Altair Aguilar
 
Revolução Francesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução  Francesa - Prof. Altair AguilarRevolução  Francesa - Prof. Altair Aguilar
Revolução Francesa - Prof. Altair Aguilar
 
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair AguilarDiscurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
 
Campos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Campos Nazista - Prof. Altair AguilarCampos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Campos Nazista - Prof. Altair Aguilar
 
Adolf Hitler _ Prof.Altair Aguilar
Adolf  Hitler _ Prof.Altair AguilarAdolf  Hitler _ Prof.Altair Aguilar
Adolf Hitler _ Prof.Altair Aguilar
 
Guerra de Tróia - Prof. Altair Aguilar
Guerra de Tróia  - Prof. Altair AguilarGuerra de Tróia  - Prof. Altair Aguilar
Guerra de Tróia - Prof. Altair Aguilar
 
Alemanha Muro de Berlim - Prof. Altair Aguilar
Alemanha Muro de Berlim - Prof. Altair AguilarAlemanha Muro de Berlim - Prof. Altair Aguilar
Alemanha Muro de Berlim - Prof. Altair Aguilar
 
Futebol - Prof. Altair Aguilar
Futebol - Prof. Altair AguilarFutebol - Prof. Altair Aguilar
Futebol - Prof. Altair Aguilar
 
Babilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair Aguilar
Babilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair AguilarBabilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair Aguilar
Babilônia a Grande Meretriz - Prof. Altair Aguilar
 
Islamismo - Prof. Altair Aguilar
Islamismo - Prof. Altair AguilarIslamismo - Prof. Altair Aguilar
Islamismo - Prof. Altair Aguilar
 

Último

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
hereditariedade é variabilidade genetic
hereditariedade é variabilidade  genetichereditariedade é variabilidade  genetic
hereditariedade é variabilidade geneticMrMartnoficial
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfLeandroTelesRocha2
 
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados NacionaisAmérica Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados NacionaisValéria Shoujofan
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxGraycyelleCavalcanti
 
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfEvangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfPastor Robson Colaço
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfrarakey779
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]ESCRIBA DE CRISTO
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-carloseduardogonalve36
 
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetosLeonardoHenrique931183
 
Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40vitoriaalyce2011
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdfedjailmax
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 

Último (20)

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
hereditariedade é variabilidade genetic
hereditariedade é variabilidade  genetichereditariedade é variabilidade  genetic
hereditariedade é variabilidade genetic
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados NacionaisAmérica Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfEvangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA BÍBLICA [BIBLIOLOGIA]]
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
 
Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 

Capitalismo e Socialismo - Prof. Altair Aguilar.

  • 2. (UNIRIO) "Eu aprendi A vida é um jogo Cada um por si E Deus contra todos Você vai morrer e não vai pro céu É bom aprender, a vida é cruel Homem primata Capitalismo selvagem Ôôô " Os versos acima pertencem à música "Homem Primata", sucesso dos Titãs no disco "Cabeça Dinossauro", que é uma crítica direta ao capitalismo. O termo "Capitalismo selvagem" faz referência ao: a) momento histórico localizado temporalmente no final do século XVIII; b) período de acumulação primitiva, característico do período conhecido como capitalismo comercial; c) período denominado de concentração capitalista, que detonou o que conhecemos como expansão imperialista; d) período de acumulação por práticas mercantilistas denominado como pré-capitalista; e) capitalismo liberal , característico do antigo sistema colonial.
  • 3. CAPITALISMO E SOCIALISMO Apostila Exerc. pág.37 - Geografia Geral
  • 4. Globalização do capitalismo, sistemas Sócio Econômicos que prevalece na organiza Política e econômicamente dos Estado Séc.V Feudalismo $ = Terra Política=Estamental Séc.XIV Econ. auto-suficiente Pré-capitalismo, Mercantilismo ou Capitalismo Comercial Aliança Burguesia Absolutismo $ = Terra $ = Comércio Globalização
  • 5. Séc.XIV Pré-capitalismo, Mercantilismo ou Capitalismo Comercial Séc.XVIII Revolução Francesa (política) = burguesa Industrial (econômica) = Capitalismo Ind. Democracia = soberania de um povo X regimes abslutistas tradicionais de direito divino e hereditário
  • 6. Séc.XVIII Características = Capitalismo Ind. Burguesia Proletariado trabalho x salário Divisão Classes Livre concorrência (Lei Oferta/Procura) Objetivo é o Lucro $ = Industrialização Propriedade privada Ab.Jogos Olimp.2012...9:06
  • 7. Séc.XIX Socialismo – Karl Marx e Fridrich Engels Capitalismo Sem Estado Meio Produção coletivo Sem classes Economia Planificada Socialismo Comunismo Manifesto Partido Comunista => Manifestoon...8:00
  • 8. Estado Sem classes Economia Planificada Cada um produz segundo sua capacidade e recebe segundo sua necessidade. $ = Controle Estado 1917 Revolução Socialista = URSS
  • 9. 1929 Com “Crack” bolsa de NY => conflito: Pol. Lívre concorrência ou Intervenção Estado ? Com o Estado voltando-se para o “Bem-estar social” A Burguesia partiu para o Cap. Financeira ou monopolista com multinacionais... hoje transnacionais
  • 10. Mas em 1985 - Gobatchev = reestruturar (Perestróika) Direita Neoliberalismo - 2a. Via Intervenção Mínima Estado Leis de mercado Globalização 1989 e transparência democrática (Glasnost) Queda Muro Berlim e Fim URSS (CEI) Esquerda Social-democracia - 1a. Via Estado intervencionista Democracia = vontade maioria Desenvolvimento sustentado
  • 11. 1997 Tony Blair – Inglaterra (Anthony Giddens, “A Terceira Via”) ‘…(1) a reforma do Estado, (2) a revitalização da sociedade civil, (3) a criação de fórmulas para o desenvolvimento sustentado (4) preocupação com uma nova política internacional.’
  • 12. 1 - O termo Globalização significa internacionalização das relações econômicas, sociais e políticas capitalistas. ou Aldeia Global ?
  • 13. (Enem 2012) TEXTO I Ao se emanciparem da tutela senhorial, muitos camponeses foram desligados legalmente da antiga terra. Deveriam pagar, para adquirir propriedade ou arrendamento. Por não possuírem recursos, engrossaram a camada cada vez maior de jornaleiros e trabalhadores volantes, outros, mesmo tendo propriedade sobre um pequeno lote, suplementavam sua existência com o assalariamento esporádico. MACHADO, P. P. Política e colonização no Império. Porto Alegre: EdUFRGS, 1999 (adaptado).
  • 14. TEXTO II Com a globalização da economia ampliou-se a hegemonia do modelo de desenvolvimento agropecuário, com seus padrões tecnológicos, caracterizando o agronegócio. Essa nova face da agricultura capitalista também mudou a forma de controle e exploração da terra. Ampliou-se, assim, a ocupação de áreas agricultáveis e as fronteiras agrícolas se estenderam. SADER, E.; JINKINGS, I. Enciclopédia Contemporânea da América Latina e do Caribe. São Paulo: Boitempo, 2006 (adaptado).
  • 15. Os textos demonstram que, tanto na Europa do século XIX quanto no contexto latino-americano do século XXI, as alterações tecnológicas vivenciadas no campo interferem na vida das populações locais, pois a) induzem os jovens ao estudo nas grandes cidades, causando êxodo rural, uma vez que formados, não retornam à sua região de origem. b) impulsionam as populações locais a buscar linhas de financiamento estatal com o objetivo de ampliar a agricultura familiar, garantindo sua fixação no campo. c) ampliam o protagonismo do Estado, possibilitando a grupos econômicos ruralistas produzir e impor políticas agrícolas, ampliando o controle que tinham dos mercados. d) aumentam a produção e a produtividade de determinadas culturas em função da intensificação da mecanização, do uso de agrotóxicos e cultivo de plantas transgênicas. e) desorganizam o modo tradicional de vida impelindo-as à busca por melhores condições no espaço urbano ou em outros países em situações muitas vezes precárias.
  • 16. Os textos demonstram que, tanto na Europa do século XIX quanto no contexto latino-americano do século XXI, as alterações tecnológicas vivenciadas no campo interferem na vida das populações locais, pois a) induzem os jovens ao estudo nas grandes cidades, causando êxodo rural, uma vez que formados, não retornam à sua região de origem. (serve para América mas não para Europa séc.XIX) b) impulsionam as populações locais a buscar linhas de financiamento estatal com o objetivo de ampliar a agricultura familiar, garantindo sua fixação no campo. (idem) c) ampliam o protagonismo do Estado, possibilitando a grupos econômicos ruralistas produzir e impor políticas agrícolas, ampliando o controle que tinham dos mercados. (diminuir presença Estado) d) aumentam a produção e a produtividade de determinadas culturas em função da intensificação da mecanização, do uso de agrotóxicos e cultivo de plantas transgênicas. (idem a e b) e) desorganizam o modo tradicional de vida impelindo-as à busca por melhores condições no espaço urbano ou em outros países em situações muitas vezes precárias.
  • 17. (UNIRIOc) "Eu aprendi A vida é um jogo Cada um por si E Deus contra todos Você vai morrer e não vai pro céu É bom aprender, a vida é cruel Homem primata Capitalismo selvagem Ôôô " Os versos acima pertencem à música "Homem Primata", sucesso dos Titãs no disco "Cabeça Dinossauro", que é uma crítica direta ao capitalismo. O termo "Capitalismo selvagem" faz referência ao: a) momento histórico localizado temporalmente no final do século XVIII; b) período de acumulação primitiva, característico do período conhecido como capitalismo comercial; c) período denominado de concentração capitalista, que detonou o que conhecemos como expansão imperialista; d) período de acumulação por práticas mercantilistas denominado como pré-capitalista; e) capitalismo liberal , característico do antigo sistema colonial.