SlideShare uma empresa Scribd logo
Vestibular Uerj 97 – 1ª fase



                                           História
  Questão 31
Os meios de persuasão empregados por governantes do século XX como Hitler, Mussolini e Stalin – e,
em menor grau, pelos presidentes franceses e norte-americanos – são análogos, sob certos aspectos
importantes, aos meios empregados por Luís XIV.
                                                     (BURKE, Peter. A Fabricação do Rei. Rio de Janeiro, Zahar Ed., 1994.)


Na época de Luís XIV, esses meios de persuasão para se fabricar a imagem pública do rei justificavam-se
em função da lógica inerente ao absolutismo.
Este regime político pode ser definido como um sistema em que:
(A) o poder se restringia a um só homem, sem leis
(B) a centralização do poder na figura do rei era legitimada através do povo
(C) os grupos e instituições não tinham o direito de opor-se às decisões do rei
(D) a tradicional divisão dos poderes – executivo, legislativo e judiciário – era o desejo do soberano




  Questão 32
No meio de pestes terríveis, de repetidas guerras e de aflitivas lutas civis, numa Europa Ocidental e
Central abalada por brutais reviravoltas da conjuntura econômica, a Igreja de Cristo parecia navegar
à deriva para o abismo. Mas o século XVI viu-a recuperar-se e, ao mesmo tempo, quebrar-se e mostrar
à luz do dia o escandaloso espetáculo de ódio entre os seus filhos.
                                                     (DELUMEAU, J. A Civilização do Renascimento. Lisboa, Estampa, 1984.)


O texto acima refere-se à conjuntura do seguinte processo histórico:
(A) Iluminismo
(B) Liberalismo
(C) Reforma Religiosa
(D) Revolução Filosófica e Científica




                                                Página 17
Vestibular Uerj 97 – 1ª fase


     Questão 33
 Precisamos manter para sempre o princípio de que só o povo deste continente tem o direito de decidir
 o próprio destino. Se, porventura, uma parte desse povo, constituindo um estado independente, preten-
 desse unir-se à nossa Confederação, esta seria uma questão que só a ele e a nós caberia determinar,
 sem qualquer interferência estrangeira.
                                                     (Primeira mensagem anual do presidente Polk ao Congresso dos
                                                         Estados Unidos. In: SYRETT, H.C., org. Documentos Históri-
                                                         cos dos Estados Unidos. São Paulo, Cultrix, s/d.)

 O discurso acima, de 2 de dezembro de 1845, reafirmava a crença do presidente Polk na expansão do
 território americano.
 O conjunto de idéias que melhor explicita essa crença é:
 (A) o New Deal
 (B) a Doutrina Truman
 (C) o Destino Manifesto
 (D) a Política de Boa Vizinhança



     Questão 34
 Um dos principais problemas brasileiros da atualidade é a questão da concentração da propriedade da
 terra. Os meios de comunicação de massa (rádio, televisão, jornal) trazem, todos os dias, matérias sobre
 invasões promovidas por camponeses sem-terra, mas a falta de terra para quem realmente trabalha nela
 não é um problema atual.
 Um instrumento de distribuição de terra do período colonial que comprova a longa duração deste proble-
 ma no Brasil é:
 (A) o Regimento Geral
 (B) a Carta de Sesmaria
 (C) os Tratados de Saragoça
 (D) o Tratado de Tordesilhas



     Questão 35
 A luta pela liberdade na Revolução Francesa de 1789 possibilitou a conquista de direitos essenciais que
 até hoje formam alguns dos pilares do mundo contemporâneo.
 Entre esses direitos assegurados na Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão de 1789, podem-se
 destacar:
 (A) liberdade, propriedade e resistência à opressão, como direitos naturais do homem
 (B) soberania, igualdade civil e autoridade, como direitos inerentes aos corpos privilegiados da sociedade
 (C) distinção de nascimento, privilégio fiscal e hereditariedade do poder, como direitos sagrados do cida-
    dão
 (D) insurreição para o povo, direito à cidadania e igualdade social, como os mais elevados dos direitos do
    homem

                                                 Página 18
Vestibular Uerj 97 – 1ª fase


   Questão 36
Que tardamos? A época é esta: Portugal nos insulta; a América nos convida; a Europa nos contempla;
o príncipe nos defende. Cidadãos! soltai o grito festivo... Viva o Imperador Constitucional do Brasil, o
Senhor D. Pedro I.
                                                     (Proclamação. Correio Extraordinário do Rio de Janeiro .
                                                         21 de setembro de 1822.)


Este texto mostra o rompimento total e definitivo com a antiga metrópole como necessário para a constru-
ção do Império Brasileiro. Nele também está implícito um dos fatores que contribuíram para o processo
de construção da independência do Brasil.
Esse fator foi:
(A) a ajuda das potências européias em função de seus interesses econômicos
(B) a intransigência das Cortes de Lisboa na aceitação das liberdades brasileiras
(C) o ideal republicano em consonância com o das antigas colônias espanholas
(D) o movimento separatista das províncias do norte em processo de união com Portugal




   Questão 37
Ai, filha! Você não entende deste riscado. Neste mundo não existe coisa alguma sem sua razão de ser.
Estas filantropias modernas de abolição! É chover no molhado – preto precisa de couro e ferro como
precisa de angu e baeta. Havemos de ver no que há de parar a lavoura quando esta gente não tiver no
eito. Não é porque eu seja maligno que digo e faço estas coisas. É que sou lavrador, e sei dar o nome
aos bois. Enfim, você pede, eu vou mandar tirar o ferro. Mas são favas contadas – ferro tirado, preto no
mato.
                                                     (RIBEIRO, Júlio. A Carne. Rio de Janeiro, Francisco Alves, 1952 -
                                                         com adaptações.)


O autor do romance A Carne (1888) antecipa, no trecho acima, uma preocupação de muitos proprietários
de terra, escravistas, quanto às conseqüências da abolição dos escravos para a agricultura brasileira.
Esta posição pode ser resumida da seguinte forma:
(A) A grande lavoura não teria futuro sem a mão-de-obra escrava.
(B) A abolição provocaria a superação da lavoura pela indústria.
(C) A agricultura ficaria restrita à produção para o mercado interno.
(D) O fim da escravidão transformaria as lavouras em terras improdutivas.




                                               Página 19
Vestibular Uerj 97 – 1ª fase


     Questão 38

       Poder regional forte, de cunho modernizante ou não, sustentado à custa do apoio de grupa-
       mentos militares e em conseqüência da fraqueza institucional dos Estados que se estabele-
       ceram na América Espanhola logo após os processos de independência no século XIX.

 A definição acima nos remete ao conceito de:
 (A) regionalismo
 (B) coronelismo
 (C) federalismo
 (D) caudilhismo



     Questão 39
 Em 1895, Jules Ferry, na Câmara dos Deputados de Versalhes (França), defendia em um discurso a manu-
 tenção da política colonial francesa:
 "Será que alguém pode negar que há mais justiça, mais ordem material e moral, mais eqüidade, mais
 virtudes sociais na África do Norte depois que a França realizou sua conquista?"
 O texto acima fornece uma justificativa para o Imperialismo, indicada na seguinte alternativa:
 (A) nova concepção de colonização como sinônimo da igualdade racial
 (B) desenvolvimento do ideal liberal nas colônias como marco civilizatório
 (C) missão do homem branco como portador da civilização para as colônias afro-asiáticas
 (D) exploração européia das riquezas coloniais como base do desenvolvimento afro-asiático



     Questão 40
 A rota de colisão entre civilizações dominará a política mundial, sustenta o cientista político america-
 no Samuel Huntington.
                                                      (Revista Veja 25 anos: Reflexões para o futuro. 1992.)

 Se hoje vislumbra-se um conflito entre civilizações, no início do século XX a reação do ocidente contra a
 Revolução Russa gerou uma tensão que evidenciava um profundo antagonismo ideológico.
 A alternativa que identifica essa contraposição é:
 (A) Comunismo x Capitalismo
 (B) Liberalismo x Anarquismo
 (C) Democracia Liberal x Nazi-Fascismo
 (D) Socialismo Utópico x Socialismo Científico




                                                Página 20
Vestibular Uerj 97 – 1ª fase


  Questão 41
Eleição dá despesa: registro de nascimento, que a criançada vai nascendo e só se registra quando
chega a hora de votar, meia dúzia de retratos, lanche, passagem. Fora a distribuição de máquinas de
costura, empréstimos de vaca com cria pra quem tá carecendo de leite, casa de graça para morar, mula
pra quem precisa de montaria. E depois de tudo isso, no dia da eleição, ainda tem matuto querendo ver
direito o nome dos candidatos. Pode não, oxente! (...)
                                                   (RIBEIRO, Marcus Venício et alii. Brasil Vivo. Petrópolis, Ed. Vo-
                                                       zes, 1992.)

O mecanismo político existente na "República oligárquica" no Brasil e caricaturado no trecho acima é:
(A) Lei de Terras
(B) voto de cabresto
(C) política dos governadores
(D) Comissão de Verificação de Poderes



  Questão 42
Quem estiver com o rádio ligado, de segunda a sexta-feira das 19 às 20 horas, ouvirá acordes da famosa
ópera de Carlos Gomes, O Guarani. É a abertura do programa oficial A Voz do Brasil, presente obrigato-
riamente nas rádios brasileiras desde 1934 – obrigatoriedade que hoje é questionada por vários segmentos
da sociedade. Este programa simbolizou uma determinada época da república no Brasil, o Estado
Novo (1937-45).
A afirmativa que melhor explica a importância da Voz do Brasil durante o Estado Novo é:
(A) exaltação das ações do presidente da República
(B) expansão do ensino básico para as camadas populares
(C) conscientização do povo para o exercício da cidadania
(D) elevação da cultura popular estigmatizada na República Velha



  Questão 43
Os anos 30 servem como marco para a alteração do padrão de desenvolvimento econômico de vários
países da América Latina, dentre eles a Argentina.
À frente dessas mudanças, o Justicialismo ou Peronismo é caracterizado em termos políticos por:
(A) iniciar um projeto de reforma agrária, atendendo aos camponeses, sua principal base eleitoral
(B) seguir preceitos econômicos do liberalismo, permitindo o desenvolvimento do livre mercado
(C) apoiar o Partido Comunista argentino, empreendendo a nacionalização de vários serviços: bondes,
   gás, ferrovias, etc.
(D) organizar uma política trabalhista paternalista, garantindo o apoio dos operários às iniciativas
   industrialistas governamentais




                                               Página 21
Vestibular Uerj 97 – 1ª fase


     Questão 44
 A África subsaariana conheceu, ao longo dos últimos quarenta anos, trinta e três conflitos armados
 que fizeram no total mais de sete milhões de mortos. Muitos desses conflitos foram provocados por
 motivos étnico-regionais, como os massacres ocorridos em Ruanda e no Burundi.
                                                    (Le Monde Diplomatique, maio/1993 - com adaptações.)

 Das alternativas abaixo, aquela que identifica uma das raízes históricas desses conflitos no continente
 africano é:
 (A) a chegada dos portugueses, que, em busca de homens para escravização, extinguiram inúmeros reinos
    existentes
 (B) a Guerra Fria, que, ao provocar disputas entre EUA e URSS, transformou a África num palco de
    guerras localizadas
 (C) o Imperialismo, que, ao agrupar as diferentes nacionalidades segundo tradições e costumes, anulou
    direitos de conquista
 (D) o processo de descolonização, que, mantendo as mesmas fronteiras do colonialismo europeu, desres-
    peitou as diferentes etnias e nacionalidades



     Questão 45
                                       Nos barracos da cidade
                                       ninguém mais tem ilusão
                                       no poder da autoridade
                                       de tomar a decisão
                                       e o poder da autoridade
                                       se pode não faz questão
                                       se faz questão não consegue
                                       enfrentar o tubarão
                                       ôôô ôô gente estúpida
                                       ôôô ôô gente hipócrita (...)
                                                    (Gilberto Gil e Liminha - Barracos)

 A música de Gilberto Gil é do ano de 1985. Ela representa uma certa desilusão dos segmentos mais pobres
 da população brasileira com o que se convencionou chamar de Nova República.
 Esse sentimento pode ser relacionado com:
 (A) o fim do milagre econômico
 (B) a continuação da crise econômica
 (C) a eleição indireta de Tancredo Neves
 (D) a manutenção das medidas de exceção




                                               Página 22

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Simulado de história do brasil imperial
Simulado de história do brasil imperialSimulado de história do brasil imperial
Simulado de história do brasil imperial
Ricardo Jorge
 
Ava historia 9ano
Ava historia 9anoAva historia 9ano
Ava historia 9ano
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestreProva de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestre
Atividades Diversas Cláudia
 
Historia 4
Historia 4Historia 4
Historia 4
Amanda Taynara
 
AVALIAÇÃO DIAGNOSTICA HISTORIA
AVALIAÇÃO DIAGNOSTICA HISTORIAAVALIAÇÃO DIAGNOSTICA HISTORIA
AVALIAÇÃO DIAGNOSTICA HISTORIA
jose marcelo silva
 
Avaliação de história (3) 8º ano 2º bim
Avaliação de história (3) 8º ano   2º bimAvaliação de história (3) 8º ano   2º bim
Avaliação de história (3) 8º ano 2º bim
Priscila Silva Andrade
 
Prova de historia 1 ano 3bimestree
Prova de historia 1 ano 3bimestreeProva de historia 1 ano 3bimestree
Prova de historia 1 ano 3bimestree
Atividades Diversas Cláudia
 
2º Reinado
2º Reinado2º Reinado
2º Reinado
jose brandaos
 
Mexico (1)
Mexico (1)Mexico (1)
Mexico (1)
DOUGLASRODARTE2012
 
Questões discursivas pism ii
Questões discursivas pism iiQuestões discursivas pism ii
Questões discursivas pism ii
Acrópole - História & Educação
 
Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]
Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]
Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]
Alex Pinheiro
 
Simuladão de história para o paebes 9º ano
Simuladão de história para o paebes 9º anoSimuladão de história para o paebes 9º ano
Simuladão de história para o paebes 9º ano
Merigrei
 
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica melhor
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica melhorProva historia 2 ano conflitos 1 republica melhor
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica melhor
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova de historia 3ano 3bimestre
Prova de historia 3ano 3bimestreProva de historia 3ano 3bimestre
Prova de historia 3ano 3bimestre
Atividades Diversas Cláudia
 
Ale
AleAle
Ocaso do Império / Proclamação da República - Exercícios
Ocaso do Império / Proclamação da República - ExercíciosOcaso do Império / Proclamação da República - Exercícios
Ocaso do Império / Proclamação da República - Exercícios
Luiz Valentim
 
Topico resistencias e conflitos na primeira repuplica
Topico resistencias e conflitos na primeira repuplicaTopico resistencias e conflitos na primeira repuplica
Topico resistencias e conflitos na primeira repuplica
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica
Prova historia 2 ano conflitos 1 republicaProva historia 2 ano conflitos 1 republica
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica
Atividades Diversas Cláudia
 
Diagnostica historia 9ano1
Diagnostica historia 9ano1Diagnostica historia 9ano1
Diagnostica historia 9ano1
Atividades Diversas Cláudia
 
Questão hist republica hi
Questão hist republica hiQuestão hist republica hi
Questão hist republica hi
Atividades Diversas Cláudia
 

Mais procurados (20)

Simulado de história do brasil imperial
Simulado de história do brasil imperialSimulado de história do brasil imperial
Simulado de história do brasil imperial
 
Ava historia 9ano
Ava historia 9anoAva historia 9ano
Ava historia 9ano
 
Prova de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestreProva de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestre
 
Historia 4
Historia 4Historia 4
Historia 4
 
AVALIAÇÃO DIAGNOSTICA HISTORIA
AVALIAÇÃO DIAGNOSTICA HISTORIAAVALIAÇÃO DIAGNOSTICA HISTORIA
AVALIAÇÃO DIAGNOSTICA HISTORIA
 
Avaliação de história (3) 8º ano 2º bim
Avaliação de história (3) 8º ano   2º bimAvaliação de história (3) 8º ano   2º bim
Avaliação de história (3) 8º ano 2º bim
 
Prova de historia 1 ano 3bimestree
Prova de historia 1 ano 3bimestreeProva de historia 1 ano 3bimestree
Prova de historia 1 ano 3bimestree
 
2º Reinado
2º Reinado2º Reinado
2º Reinado
 
Mexico (1)
Mexico (1)Mexico (1)
Mexico (1)
 
Questões discursivas pism ii
Questões discursivas pism iiQuestões discursivas pism ii
Questões discursivas pism ii
 
Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]
Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]
Exercícios de História [Enem: 1998 - 2003]
 
Simuladão de história para o paebes 9º ano
Simuladão de história para o paebes 9º anoSimuladão de história para o paebes 9º ano
Simuladão de história para o paebes 9º ano
 
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica melhor
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica melhorProva historia 2 ano conflitos 1 republica melhor
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica melhor
 
Prova de historia 3ano 3bimestre
Prova de historia 3ano 3bimestreProva de historia 3ano 3bimestre
Prova de historia 3ano 3bimestre
 
Ale
AleAle
Ale
 
Ocaso do Império / Proclamação da República - Exercícios
Ocaso do Império / Proclamação da República - ExercíciosOcaso do Império / Proclamação da República - Exercícios
Ocaso do Império / Proclamação da República - Exercícios
 
Topico resistencias e conflitos na primeira repuplica
Topico resistencias e conflitos na primeira repuplicaTopico resistencias e conflitos na primeira repuplica
Topico resistencias e conflitos na primeira repuplica
 
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica
Prova historia 2 ano conflitos 1 republicaProva historia 2 ano conflitos 1 republica
Prova historia 2 ano conflitos 1 republica
 
Diagnostica historia 9ano1
Diagnostica historia 9ano1Diagnostica historia 9ano1
Diagnostica historia 9ano1
 
Questão hist republica hi
Questão hist republica hiQuestão hist republica hi
Questão hist republica hi
 

Semelhante a 1ª fase UERJ - 97

Questões simulado 2 bimestre.docx
Questões simulado 2 bimestre.docxQuestões simulado 2 bimestre.docx
Questões simulado 2 bimestre.docx
Diego Rocha
 
2011 2eq ciencias_humanas_tecnologias_parte2
2011 2eq ciencias_humanas_tecnologias_parte22011 2eq ciencias_humanas_tecnologias_parte2
2011 2eq ciencias_humanas_tecnologias_parte2
+ Aloisio Magalhães
 
Simulado Ciências Humanas Enem
Simulado Ciências Humanas EnemSimulado Ciências Humanas Enem
Simulado Ciências Humanas Enem
Miro Santos
 
Simulado
SimuladoSimulado
Simulado
Porciana Novais
 
Grab is hist ria noturno - pronta
Grab is hist ria noturno - prontaGrab is hist ria noturno - pronta
Grab is hist ria noturno - pronta
cesec
 
Apresentação Utopia e Barbarie
Apresentação Utopia e BarbarieApresentação Utopia e Barbarie
Apresentação Utopia e Barbarie
alexandro feliciano silva
 
Td 1 história i
Td 1   história iTd 1   história i
Td 1 história i
MatheusMesquitaMelo
 
2.5 -1 Prova com Gabarito
2.5 -1 Prova com Gabarito2.5 -1 Prova com Gabarito
2.5 -1 Prova com Gabarito
KellyCarvalho2011
 
Apresentação Utopia e Barbárie
Apresentação Utopia e Barbárie Apresentação Utopia e Barbárie
Apresentação Utopia e Barbárie
alexandro feliciano silva
 
Gabarito atividade de revisão de história - 3º ano
Gabarito   atividade de revisão de história - 3º anoGabarito   atividade de revisão de história - 3º ano
Gabarito atividade de revisão de história - 3º ano
Jorge Marcos Oliveira
 
Gabarito atividade de revisão de história - 3º ano
Gabarito   atividade de revisão de história - 3º anoGabarito   atividade de revisão de história - 3º ano
Gabarito atividade de revisão de história - 3º ano
Jorge Marcos Oliveira
 
Gabarito atividade de revisão de história - 3º ano
Gabarito   atividade de revisão de história - 3º anoGabarito   atividade de revisão de história - 3º ano
Gabarito atividade de revisão de história - 3º ano
Jorge Marcos Oliveira
 
Preseed 2014-revisão 15
Preseed 2014-revisão 15Preseed 2014-revisão 15
Preseed 2014-revisão 15
Jorge Marcos Oliveira
 
Pre seed-revisão do enem 12
Pre seed-revisão do enem 12Pre seed-revisão do enem 12
Pre seed-revisão do enem 12
Jorge Marcos Oliveira
 
José murilo de carvalho. cidadania no brasil o longo caminho
José murilo de carvalho. cidadania no brasil o longo caminhoJosé murilo de carvalho. cidadania no brasil o longo caminho
José murilo de carvalho. cidadania no brasil o longo caminho
Direito2012sl08
 
Ufg 2 (3)
Ufg 2 (3)Ufg 2 (3)
Exercícios resolvidos terceiros anos capítulo 7
Exercícios resolvidos terceiros anos capítulo 7Exercícios resolvidos terceiros anos capítulo 7
Exercícios resolvidos terceiros anos capítulo 7
Adriano Capilupe
 
Gabarito- Ciências Humanas e da Natureza 3ª Simulado ENEM P6M 2012
Gabarito- Ciências Humanas e da Natureza 3ª Simulado ENEM P6M 2012  Gabarito- Ciências Humanas e da Natureza 3ª Simulado ENEM P6M 2012
Gabarito- Ciências Humanas e da Natureza 3ª Simulado ENEM P6M 2012
Wendel Vasconcelos
 
Simulado ENEM(2013) da Objetivo com resolução comentada.
Simulado ENEM(2013) da Objetivo com resolução comentada.Simulado ENEM(2013) da Objetivo com resolução comentada.
Simulado ENEM(2013) da Objetivo com resolução comentada.
6079winstonsmith
 
Apresentação Utopia e Barbárie .
Apresentação Utopia e Barbárie .Apresentação Utopia e Barbárie .
Apresentação Utopia e Barbárie .
alexandro feliciano silva
 

Semelhante a 1ª fase UERJ - 97 (20)

Questões simulado 2 bimestre.docx
Questões simulado 2 bimestre.docxQuestões simulado 2 bimestre.docx
Questões simulado 2 bimestre.docx
 
2011 2eq ciencias_humanas_tecnologias_parte2
2011 2eq ciencias_humanas_tecnologias_parte22011 2eq ciencias_humanas_tecnologias_parte2
2011 2eq ciencias_humanas_tecnologias_parte2
 
Simulado Ciências Humanas Enem
Simulado Ciências Humanas EnemSimulado Ciências Humanas Enem
Simulado Ciências Humanas Enem
 
Simulado
SimuladoSimulado
Simulado
 
Grab is hist ria noturno - pronta
Grab is hist ria noturno - prontaGrab is hist ria noturno - pronta
Grab is hist ria noturno - pronta
 
Apresentação Utopia e Barbarie
Apresentação Utopia e BarbarieApresentação Utopia e Barbarie
Apresentação Utopia e Barbarie
 
Td 1 história i
Td 1   história iTd 1   história i
Td 1 história i
 
2.5 -1 Prova com Gabarito
2.5 -1 Prova com Gabarito2.5 -1 Prova com Gabarito
2.5 -1 Prova com Gabarito
 
Apresentação Utopia e Barbárie
Apresentação Utopia e Barbárie Apresentação Utopia e Barbárie
Apresentação Utopia e Barbárie
 
Gabarito atividade de revisão de história - 3º ano
Gabarito   atividade de revisão de história - 3º anoGabarito   atividade de revisão de história - 3º ano
Gabarito atividade de revisão de história - 3º ano
 
Gabarito atividade de revisão de história - 3º ano
Gabarito   atividade de revisão de história - 3º anoGabarito   atividade de revisão de história - 3º ano
Gabarito atividade de revisão de história - 3º ano
 
Gabarito atividade de revisão de história - 3º ano
Gabarito   atividade de revisão de história - 3º anoGabarito   atividade de revisão de história - 3º ano
Gabarito atividade de revisão de história - 3º ano
 
Preseed 2014-revisão 15
Preseed 2014-revisão 15Preseed 2014-revisão 15
Preseed 2014-revisão 15
 
Pre seed-revisão do enem 12
Pre seed-revisão do enem 12Pre seed-revisão do enem 12
Pre seed-revisão do enem 12
 
José murilo de carvalho. cidadania no brasil o longo caminho
José murilo de carvalho. cidadania no brasil o longo caminhoJosé murilo de carvalho. cidadania no brasil o longo caminho
José murilo de carvalho. cidadania no brasil o longo caminho
 
Ufg 2 (3)
Ufg 2 (3)Ufg 2 (3)
Ufg 2 (3)
 
Exercícios resolvidos terceiros anos capítulo 7
Exercícios resolvidos terceiros anos capítulo 7Exercícios resolvidos terceiros anos capítulo 7
Exercícios resolvidos terceiros anos capítulo 7
 
Gabarito- Ciências Humanas e da Natureza 3ª Simulado ENEM P6M 2012
Gabarito- Ciências Humanas e da Natureza 3ª Simulado ENEM P6M 2012  Gabarito- Ciências Humanas e da Natureza 3ª Simulado ENEM P6M 2012
Gabarito- Ciências Humanas e da Natureza 3ª Simulado ENEM P6M 2012
 
Simulado ENEM(2013) da Objetivo com resolução comentada.
Simulado ENEM(2013) da Objetivo com resolução comentada.Simulado ENEM(2013) da Objetivo com resolução comentada.
Simulado ENEM(2013) da Objetivo com resolução comentada.
 
Apresentação Utopia e Barbárie .
Apresentação Utopia e Barbárie .Apresentação Utopia e Barbárie .
Apresentação Utopia e Barbárie .
 

Último

TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
AntonioLobosco3
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 

Último (20)

TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 

1ª fase UERJ - 97

  • 1. Vestibular Uerj 97 – 1ª fase História Questão 31 Os meios de persuasão empregados por governantes do século XX como Hitler, Mussolini e Stalin – e, em menor grau, pelos presidentes franceses e norte-americanos – são análogos, sob certos aspectos importantes, aos meios empregados por Luís XIV. (BURKE, Peter. A Fabricação do Rei. Rio de Janeiro, Zahar Ed., 1994.) Na época de Luís XIV, esses meios de persuasão para se fabricar a imagem pública do rei justificavam-se em função da lógica inerente ao absolutismo. Este regime político pode ser definido como um sistema em que: (A) o poder se restringia a um só homem, sem leis (B) a centralização do poder na figura do rei era legitimada através do povo (C) os grupos e instituições não tinham o direito de opor-se às decisões do rei (D) a tradicional divisão dos poderes – executivo, legislativo e judiciário – era o desejo do soberano Questão 32 No meio de pestes terríveis, de repetidas guerras e de aflitivas lutas civis, numa Europa Ocidental e Central abalada por brutais reviravoltas da conjuntura econômica, a Igreja de Cristo parecia navegar à deriva para o abismo. Mas o século XVI viu-a recuperar-se e, ao mesmo tempo, quebrar-se e mostrar à luz do dia o escandaloso espetáculo de ódio entre os seus filhos. (DELUMEAU, J. A Civilização do Renascimento. Lisboa, Estampa, 1984.) O texto acima refere-se à conjuntura do seguinte processo histórico: (A) Iluminismo (B) Liberalismo (C) Reforma Religiosa (D) Revolução Filosófica e Científica Página 17
  • 2. Vestibular Uerj 97 – 1ª fase Questão 33 Precisamos manter para sempre o princípio de que só o povo deste continente tem o direito de decidir o próprio destino. Se, porventura, uma parte desse povo, constituindo um estado independente, preten- desse unir-se à nossa Confederação, esta seria uma questão que só a ele e a nós caberia determinar, sem qualquer interferência estrangeira. (Primeira mensagem anual do presidente Polk ao Congresso dos Estados Unidos. In: SYRETT, H.C., org. Documentos Históri- cos dos Estados Unidos. São Paulo, Cultrix, s/d.) O discurso acima, de 2 de dezembro de 1845, reafirmava a crença do presidente Polk na expansão do território americano. O conjunto de idéias que melhor explicita essa crença é: (A) o New Deal (B) a Doutrina Truman (C) o Destino Manifesto (D) a Política de Boa Vizinhança Questão 34 Um dos principais problemas brasileiros da atualidade é a questão da concentração da propriedade da terra. Os meios de comunicação de massa (rádio, televisão, jornal) trazem, todos os dias, matérias sobre invasões promovidas por camponeses sem-terra, mas a falta de terra para quem realmente trabalha nela não é um problema atual. Um instrumento de distribuição de terra do período colonial que comprova a longa duração deste proble- ma no Brasil é: (A) o Regimento Geral (B) a Carta de Sesmaria (C) os Tratados de Saragoça (D) o Tratado de Tordesilhas Questão 35 A luta pela liberdade na Revolução Francesa de 1789 possibilitou a conquista de direitos essenciais que até hoje formam alguns dos pilares do mundo contemporâneo. Entre esses direitos assegurados na Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão de 1789, podem-se destacar: (A) liberdade, propriedade e resistência à opressão, como direitos naturais do homem (B) soberania, igualdade civil e autoridade, como direitos inerentes aos corpos privilegiados da sociedade (C) distinção de nascimento, privilégio fiscal e hereditariedade do poder, como direitos sagrados do cida- dão (D) insurreição para o povo, direito à cidadania e igualdade social, como os mais elevados dos direitos do homem Página 18
  • 3. Vestibular Uerj 97 – 1ª fase Questão 36 Que tardamos? A época é esta: Portugal nos insulta; a América nos convida; a Europa nos contempla; o príncipe nos defende. Cidadãos! soltai o grito festivo... Viva o Imperador Constitucional do Brasil, o Senhor D. Pedro I. (Proclamação. Correio Extraordinário do Rio de Janeiro . 21 de setembro de 1822.) Este texto mostra o rompimento total e definitivo com a antiga metrópole como necessário para a constru- ção do Império Brasileiro. Nele também está implícito um dos fatores que contribuíram para o processo de construção da independência do Brasil. Esse fator foi: (A) a ajuda das potências européias em função de seus interesses econômicos (B) a intransigência das Cortes de Lisboa na aceitação das liberdades brasileiras (C) o ideal republicano em consonância com o das antigas colônias espanholas (D) o movimento separatista das províncias do norte em processo de união com Portugal Questão 37 Ai, filha! Você não entende deste riscado. Neste mundo não existe coisa alguma sem sua razão de ser. Estas filantropias modernas de abolição! É chover no molhado – preto precisa de couro e ferro como precisa de angu e baeta. Havemos de ver no que há de parar a lavoura quando esta gente não tiver no eito. Não é porque eu seja maligno que digo e faço estas coisas. É que sou lavrador, e sei dar o nome aos bois. Enfim, você pede, eu vou mandar tirar o ferro. Mas são favas contadas – ferro tirado, preto no mato. (RIBEIRO, Júlio. A Carne. Rio de Janeiro, Francisco Alves, 1952 - com adaptações.) O autor do romance A Carne (1888) antecipa, no trecho acima, uma preocupação de muitos proprietários de terra, escravistas, quanto às conseqüências da abolição dos escravos para a agricultura brasileira. Esta posição pode ser resumida da seguinte forma: (A) A grande lavoura não teria futuro sem a mão-de-obra escrava. (B) A abolição provocaria a superação da lavoura pela indústria. (C) A agricultura ficaria restrita à produção para o mercado interno. (D) O fim da escravidão transformaria as lavouras em terras improdutivas. Página 19
  • 4. Vestibular Uerj 97 – 1ª fase Questão 38 Poder regional forte, de cunho modernizante ou não, sustentado à custa do apoio de grupa- mentos militares e em conseqüência da fraqueza institucional dos Estados que se estabele- ceram na América Espanhola logo após os processos de independência no século XIX. A definição acima nos remete ao conceito de: (A) regionalismo (B) coronelismo (C) federalismo (D) caudilhismo Questão 39 Em 1895, Jules Ferry, na Câmara dos Deputados de Versalhes (França), defendia em um discurso a manu- tenção da política colonial francesa: "Será que alguém pode negar que há mais justiça, mais ordem material e moral, mais eqüidade, mais virtudes sociais na África do Norte depois que a França realizou sua conquista?" O texto acima fornece uma justificativa para o Imperialismo, indicada na seguinte alternativa: (A) nova concepção de colonização como sinônimo da igualdade racial (B) desenvolvimento do ideal liberal nas colônias como marco civilizatório (C) missão do homem branco como portador da civilização para as colônias afro-asiáticas (D) exploração européia das riquezas coloniais como base do desenvolvimento afro-asiático Questão 40 A rota de colisão entre civilizações dominará a política mundial, sustenta o cientista político america- no Samuel Huntington. (Revista Veja 25 anos: Reflexões para o futuro. 1992.) Se hoje vislumbra-se um conflito entre civilizações, no início do século XX a reação do ocidente contra a Revolução Russa gerou uma tensão que evidenciava um profundo antagonismo ideológico. A alternativa que identifica essa contraposição é: (A) Comunismo x Capitalismo (B) Liberalismo x Anarquismo (C) Democracia Liberal x Nazi-Fascismo (D) Socialismo Utópico x Socialismo Científico Página 20
  • 5. Vestibular Uerj 97 – 1ª fase Questão 41 Eleição dá despesa: registro de nascimento, que a criançada vai nascendo e só se registra quando chega a hora de votar, meia dúzia de retratos, lanche, passagem. Fora a distribuição de máquinas de costura, empréstimos de vaca com cria pra quem tá carecendo de leite, casa de graça para morar, mula pra quem precisa de montaria. E depois de tudo isso, no dia da eleição, ainda tem matuto querendo ver direito o nome dos candidatos. Pode não, oxente! (...) (RIBEIRO, Marcus Venício et alii. Brasil Vivo. Petrópolis, Ed. Vo- zes, 1992.) O mecanismo político existente na "República oligárquica" no Brasil e caricaturado no trecho acima é: (A) Lei de Terras (B) voto de cabresto (C) política dos governadores (D) Comissão de Verificação de Poderes Questão 42 Quem estiver com o rádio ligado, de segunda a sexta-feira das 19 às 20 horas, ouvirá acordes da famosa ópera de Carlos Gomes, O Guarani. É a abertura do programa oficial A Voz do Brasil, presente obrigato- riamente nas rádios brasileiras desde 1934 – obrigatoriedade que hoje é questionada por vários segmentos da sociedade. Este programa simbolizou uma determinada época da república no Brasil, o Estado Novo (1937-45). A afirmativa que melhor explica a importância da Voz do Brasil durante o Estado Novo é: (A) exaltação das ações do presidente da República (B) expansão do ensino básico para as camadas populares (C) conscientização do povo para o exercício da cidadania (D) elevação da cultura popular estigmatizada na República Velha Questão 43 Os anos 30 servem como marco para a alteração do padrão de desenvolvimento econômico de vários países da América Latina, dentre eles a Argentina. À frente dessas mudanças, o Justicialismo ou Peronismo é caracterizado em termos políticos por: (A) iniciar um projeto de reforma agrária, atendendo aos camponeses, sua principal base eleitoral (B) seguir preceitos econômicos do liberalismo, permitindo o desenvolvimento do livre mercado (C) apoiar o Partido Comunista argentino, empreendendo a nacionalização de vários serviços: bondes, gás, ferrovias, etc. (D) organizar uma política trabalhista paternalista, garantindo o apoio dos operários às iniciativas industrialistas governamentais Página 21
  • 6. Vestibular Uerj 97 – 1ª fase Questão 44 A África subsaariana conheceu, ao longo dos últimos quarenta anos, trinta e três conflitos armados que fizeram no total mais de sete milhões de mortos. Muitos desses conflitos foram provocados por motivos étnico-regionais, como os massacres ocorridos em Ruanda e no Burundi. (Le Monde Diplomatique, maio/1993 - com adaptações.) Das alternativas abaixo, aquela que identifica uma das raízes históricas desses conflitos no continente africano é: (A) a chegada dos portugueses, que, em busca de homens para escravização, extinguiram inúmeros reinos existentes (B) a Guerra Fria, que, ao provocar disputas entre EUA e URSS, transformou a África num palco de guerras localizadas (C) o Imperialismo, que, ao agrupar as diferentes nacionalidades segundo tradições e costumes, anulou direitos de conquista (D) o processo de descolonização, que, mantendo as mesmas fronteiras do colonialismo europeu, desres- peitou as diferentes etnias e nacionalidades Questão 45 Nos barracos da cidade ninguém mais tem ilusão no poder da autoridade de tomar a decisão e o poder da autoridade se pode não faz questão se faz questão não consegue enfrentar o tubarão ôôô ôô gente estúpida ôôô ôô gente hipócrita (...) (Gilberto Gil e Liminha - Barracos) A música de Gilberto Gil é do ano de 1985. Ela representa uma certa desilusão dos segmentos mais pobres da população brasileira com o que se convencionou chamar de Nova República. Esse sentimento pode ser relacionado com: (A) o fim do milagre econômico (B) a continuação da crise econômica (C) a eleição indireta de Tancredo Neves (D) a manutenção das medidas de exceção Página 22