SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 52
PROFETAS
MENORES
1
QUINTAAULA
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB
2
4
5
I – Autor e Data
• O nome Zacarias significa ‘’Deus se lembrou’’.
Zacarias pertencia a linhagem sacerdotal. (ver Ne
12:16).
• Zacarias foi o mais jovem contemporâneo de Ageu.
Ambos exerceram um ministério voltado para a
reconstrução do templo.
• Assim como Jeremias e Ezequiel, Zacarias era
Sacerdote e Profeta (Zc 6:13)
• Para a maioria dos autores os capítulos 1 a 8, foram
escritos entre 520-518 a.C., e os demais, por volta de
480 a 470 a.C.
• Matheus relata que o profeta Zacarias foi assassinado
entre o templo e o altar (Mt 23.25).
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 6
7
II - Sinopse do Livro
• O livro de Zacarias começa com um apelo introdutório
para que a nação de Judá se arrependa e se converta
a Deus.
• O profeta exorta os judeus a se voltarem ao Senhor
para que ele se volte para eles. Em seguida, procura
encorajar o povo para persistir na reconstrução do
templo.
• O seu livro divide-se em três seções: oito visões,
quatro mensagens e dois temas sobre os planos
futuros de Deus para o seu povo.
• Algumas Visões são parecidas com as do Livro do
Apocalipse, com muitas simbologias.
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 8
III – As Visões do Profeta
1. Visão do cavaleiro entre as murtas (Zc 1.7-17) – Anúncio
sobre a restauração de Sião e seu povo.
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 9
2. Visão dos quatros chifres e dos quatro ferreiros (Zc 1.18-
21) – Anuncio sobre a destruição dos opressores de Israel.
- 4 Chifres (Reinos, Poder), Simboliza os 4 reinos que haviam
oprimido a Israel.
- 4 Ferreiros (Fabricam armas de guerra, para serem usadas
contra os 4 reinos opressores de Israel)
10
III – As Visões do Profeta
3. Visão do homem com um cordel para medir (Zc 2.1-13) –
Anuncio sobre a reconstrução de Jerusalém. A cidade será
reconstruída sem muros por causa do aumento futuro da
população. Jeová será como muro de fogo ao redor da cidade.
Ele protegera e glorificara Jerusalém.
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 11
III – As Visões do Profeta
4. Visão da purificação do sumo sacerdote, Josué (Zc 3.1-
10) Acusação: Impureza no Sacerdócio
- Sumo Sacerdote: Josué, Governador: Zorobabel, Acusador:
Satanás, Anjo do Senhor defendeu a Josué.
- O sumo sacerdote, despojado das vestes sujas e revestido
com vestimentas limpas, representa a pureza do
remanescente de Israel.
– Anuncio sobre a purificação e restauração de Israel pela vinda
do Renovo.
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 12
III – As Visões do Profeta – cont.
.
A quarta visão contém uma importante profecia
messiânica.
Fala claramente que o Messias virá:’’... eis que eu farei vir
o meu servo, Renovo (Zc 2.8b) e purificara a Israel: ‘’... e
tirarei a iniquidade desta terra, em um dia (Zc 3.9b).
A cena da coroação de sumo sacerdote, Josué, (Zc 6.9-
15) é uma profecia messiânica, clássica do antigo
testamento, que simboliza a coroação do Messias como
rei e sacerdote.
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 13
5. Visão do castiçal de ouro e das oliveiras (Zc 4.1-
14) – Anuncio sobre a capacitação de Zorobabel e
Josué, através do Espírito de Deus. A reconstrução
do templo (o castiçal de ouro) e a restauração de
Israel, ocorreriam por meio do Espírito de Deus que
agira sobre Zorobabel e Josué (os dois ramos de
oliveira).
14
TEMPLOS DE ISRAEL
TENDA DO TABERNÁCULO MOISÉS
1° TEMPLO SALOMÃO 1004
A.C
BABILÔNIA
2° TEMPLO ZOROBABEL 515
A.C
3° TEMPLO REVITALIZOU O
DE ZOROBABEL
64 D.C
TITO 70 DC IMP
ROMANO
SINAGOGAS ATÉ OS DIAS
ATUAIS
4° TEMPLO ANTICRISTO
15
16
6-Visão do rolo flutuante (Zc 5.1-4) – Anuncio sobre a
remoção do pecado nacional. Depois da conclusão do
templo, Deus castigará aqueles que violarem as suas leis.
17
7- Visão da mulher e a efa (Zc 5.5-11) –
Anuncio sobre o julgamento do pecado
nacional.
18
E ele me disse: Para lhe edificarem uma
casa na terra de Sinar; e, estando ela
acabada, ele será posto ali na sua base.
Zacarias 5:11
19
8- Visão dos quatro carros (Zc 6.1-8) – Anuncio sobre a
rapidez e as proporções dos julgamentos de Deus
contra as nações que oprimiram a Israel.
20
1. Vermelhos – possivelmente sugere
sangue e guerra (cf. Apocalipse 6:3-4)
2. Pretos – possivelmente representa
escassez de alimentos (cf. Apocalipse 6:5-6)
3. Brancos – possivelmente significa vitória
(cf. Apocalipse 6:2)
4. Baios (baio significa cor de caramelo;
embora a palavra hebraica possa significar
cinza ou cores mistas).
Se for comparar com o cavalo amarelo de
Apocalipse 6:8, o significado seria a morte
pelos quatro juízos de Deus
21
IV – As Quatro Mensagens do Profeta
• Desde que Jerusalém fora levada cativa, os
judeus costumavam jejuar todo quinto mês do
ano. Uma embaixada vinda de Betel,
representando o povo, queria saber se, após o
cativeiro, deveria ou não continuar com essa
pratica.
• Em resposta a essa questão, Deus dá a
Zacarias uma serie de quatro mensagens:
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 22
IV – As Quatro Mensagens do Profeta
• Primeira mensagem – Repreensão severa
contra o ritualismo vazio. O povo jejuava
apenas cumprindo uma mera obrigação. Seu
sacrifício não passava de um ritual vazio.
• ‘’Quando jejuastes, e pranteaste, no quinto e
no sétimo mês, durante estes setenta anos,
jejuastes vos para mim, mesmo para mim? Ou
quando comestes, e quando bebestes, não foi
para vos mesmos que comestes e bebestes?’’
(Zc 7.5,6).
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 23
IV – As Quatro Mensagens do Profeta
•Segunda mensagem (Zc 7.8-14) – Um
lembrete sobre a desobediência passada.
Deus relembra que, por causa da
iniquidade do povo, a terra havia se
tornado numa desolação.
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 24
IV – As Quatro Mensagens do Profeta – cont.
• Terceira mensagem (Zc 8.1-17) – Deus
promete restaurar o seu povo, e habitar em
Jerusalém e ser o seu Deus, em verdade e
justiça.
• Quarta mensagem (Zc 8.18-23) – Agora, Deus
promete ao seu povo uma alegria tal que
alterará os dias anteriores de jejum e os
transformará em dias festivos.
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 25
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 26
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 27
"Levante-se, ó espada, contra o meu pastor, contra
o meu companheiro! ", declara o Senhor dos
Exércitos. "Fira o pastor, e as ovelhas se
dispersarão, e voltarei minha mão para os
pequeninos. Zacarias 13:7
Zacarias 11:12,13
• O que me darão se eu o
entregar a vocês? " E
eles lhe fixaram o preço:
trinta moedas de prata.
(Mat 26:14-16)
E o Senhor me disse:
"Lance isto ao oleiro", o
ótimo preço pelo qual me
avaliaram! Por isso tomei
as trinta moedas de prata
e as atirei no templo do
Senhor para o oleiro.
(Zacarias 11:13)
28
V – Profecias Apocalípticas
• 5.2 – Segundo tema (Zc 11.12,13) – O reino
do messias
• Zacarias mostra que as nações se juntarão
contra Israel para destruí-lo, o povo se
arrependerá, invocando o nome do Senhor,
pedindo-lhe socorro (Zc 12.8-10; 14.1,2).
Então, virá o Messias, como seu libertador, e
se vingará do seus inimigos (Zc 14.3-8).
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 29
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 30
Batalha do Armagedom
• Reunirei todos os povos para lutarem contra Jerusalém; a
cidade será conquistada, as casas saqueadas e as
mulheres violentadas. Metade da população será levada
para o exílio, mas o restante do povo não será tirado da
cidade.
Depois o Senhor sairá à guerra contra aquelas nações,
como ele faz em dia de batalha.
31
Zacarias 14:4
• Naquele dia os seus pés estarão sobre o monte das
Oliveiras, a leste de Jerusalém, e o monte se dividirá
ao meio, de leste a oeste, por um grande vale, metade
do monte será removido para o norte, a outra metade
para o sul.
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 32
V – Profecias Apocalípticas
• 5.3 – Conclusão
• Em sua primeira parte, as profecias de
Zacarias apresentam um estilo histórico e, na
segunda parte, um estilo apocalíptico. Zacarias
mostra acontecimentos contemporâneos e
futuros.
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 33
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB
34
36
37
38
I – Autor e Data
• O nome Malaquias significa ‘’Mensageiro de Deus’’.
Pouco se sabe acerca do profeta Malaquias.
A única menção que a ele é feita esta no primeiro
versículo do seu próprio livro.
• Seu ministério se desenvolveu, por volta de 430 –
420 a.C, durante os dias em que os judeus passavam
por adversidade e declínio espiritual, logo após o
retorno de Neemias à corte dos persas, em 433 a.C..
• Malaquias prediz a vinda de João Batista, o precursor
do Messias (Ml 4:5 – Mt 17:10-12).
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 39
III – Avisos e Repreensão aos Infiéis
• 3.1 – Mensagens a nação inteira
• Após o exílio, o povo voltou a transgredir em
muitos dos mesmos pecados que resultaram
no seu cativeiro.
• A nação vivia novamente um momento de
declínio espiritual. A fé minguava e o povo
tornava-se indiferente as exigências da lei,
realizando o culto de uma forma desordenada.
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 40
III – Avisos e Repreensão aos Infiéis
• 3.1 – Mensagens a nação inteira
• Pior ainda, muitos questionavam Deus e duvidam da sua
justiça. Outros perguntavam se valeria a pena servir ao
Senhor (Ml 2.17; 3.14,15).
• Malaquias repreende aquela nação, mostrando sua
ingratidão diante do grande amor de Deus para com seu
povo, pois Deus escolhera a Jacó, elegendo-o como filho
seu (Ml 1.2,3).
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 41
III – Avisos e Repreensão aos Infiéis
• Indiferença e descontentamento – ‘’Mas vos
profanais quando dizeis: A mesa do Senhor e
impura, e o seu produto, a sua comida é desprezível.
E dizeis: Eis aqui que considerai! E o lançastes ao
desprezo, diz o Senhor dos exércitos... (Ml
1.12,13a).
• Violação do pacto Levítico –‘’ Mas vos vós
desviastes do caminho, a muito fizestes tropeçar na
lei; corrompestes o concerto de Levi, diz o Senhor
dos Exércitos (Ml 2.8).
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 42
III – Avisos e Repreensão aos Infiéis
• 3.2 – Mensagens aos sacerdotes
• Estas são as questões apresentadas pelo profeta:
• Falta de reverência – ‘’... desprezais o meu nome’’ (Ml
1.6b).
• Oferecimento de sacrifícios defeituoso – ‘’ Ofereceis
sobre o meu altar pão imundo’’ (Ml 1.13b).
• Deus não aceita qualquer coisa como oferta, ou um culto
prestado de qualquer jeito. ‘’... Ser-me-á isto aceito de vossa
mão? Pois maldito seja o enganador que... promete e oferece ao
Senhor uma coisa vil’’ (Ml 1.13,14).
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 43
• 3.3 – Mensagens ao povo
• Malaquias censura o povo contra três graves
problemas:
• Problemas nas relações familiares – Muitos haviam
se divorciado das suas esposas e casado com
mulheres estrangeiras que viviam no paganismo (Ml
2.11-16; Ne 13.23-27).
• “Não foi o Senhor que os fez um só? Em corpo e em
espírito eles lhe pertencem. E por que um só? Porque ele
desejava uma descendência consagrada. Portanto,
tenham cuidado: Ninguém seja infiel à mulher da sua
mocidade.” Malaquias 2:15.
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 44
III – Avisos e Repreensão aos Infiéis
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 45
• Ceticismo –Malaquias repreende o povo e diz que Deus
não muda e fará juízo contra todos os transgressores. Em
seguida, apresenta uma lista de pecados que serão
julgados (Ml 2:17; 3:5,6).
• A retenção do dízimo - O povo roubava a Deus, à
medida que não oferecia o dízimo (Ml 3.8), e apresenta
uma grande promessa de Deus para aqueles que são
fiéis dizimistas (Ml 3.10), (ver Ne 13:10-12).
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 46
III – Avisos e Repreensão aos Infiéis
IV – Promessas e Bênçãos aos Justos
• 4.1 – O tesouro particular de Deus
• Apesar da situação em que se encontrava o
povo após o exílio, quando a chama religiosa
estava prestes a se apagar, havia um grupo de
fiéis que não aceitava os argumentos daqueles
que não criam, e procuravam aprofundar sua
relação com Deus.
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 47
IV – Promessas e Bênçãos aos Justos
• Deus faz uma distinção entre o justo e o ímpio. Entre
aquele que o serve e aquele que não o serve (Ml
3.18).
• Deus trata os justos como seu:
• Tesouro particular (v.17),
• Seus nomes e os seus feitos são registrados num
memorial (v.16).
• O sol da justiça nascerá para os que temem a
Deus, mas para os ímpios virá como forno ardente
(Ml 4.1,2).
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 48
IV – Promessas e Bênçãos aos Justos
• 4.2 – Predições e promessas
• Malaquias encerra o seu livro exortando o povo a
lembrar-se da Lei de Moisés. Em seguida, promete que,
antes do dia do Senhor, Deus enviará o precursor do
Messias (João Batista), que viria no espírito e no poder de
Elias para preparar o caminho para a chegada do
Messias.
• "Vejam, eu enviarei o meu mensageiro, que preparará o
caminho diante de mim. E então, de repente, o Senhor
que vocês buscam virá para o seu templo; o mensageiro
da aliança, aquele que vocês desejam, virá", diz o Senhor
dos Exércitos. Malaquias 3:1
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 49
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 50
IV – Promessas e Bênçãos aos Justos
• O livro de Malaquias encerra as profecias do antigo
testamento e marca o início de um período de
quatrocentos anos de silêncio profético, chamando
de ‘’período interbiblico’’. Durante esse tempo não
houve qualquer manifestação especial de Deus para
com seu povo. Durante o período interbiblico, outros
livros foram escritos. Porém, esses não fazem parte
do Canon sagrado.
• O silêncio profético só foi quebrado quando João
Batista apareceu no deserto pregando a mensagem
do arrependimento (Mt 3.1-12).
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 51
“Parabéns por mais uma vitória”
1) 2) 3) 4) 5) 6)
E C E c C c
Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 52

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Panorama do pentateuco
Panorama do pentateucoPanorama do pentateuco
Panorama do pentateuco
Paulo Ferreira
 

Mais procurados (20)

Angeologia
 Angeologia Angeologia
Angeologia
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas
 
O pentateuco
O pentateucoO pentateuco
O pentateuco
 
Panorama do pentateuco
Panorama do pentateucoPanorama do pentateuco
Panorama do pentateuco
 
Historia da igreja i aula 1
Historia da igreja i  aula 1Historia da igreja i  aula 1
Historia da igreja i aula 1
 
Lição 02 - Doutrina dos Anjos
Lição 02 - Doutrina dos AnjosLição 02 - Doutrina dos Anjos
Lição 02 - Doutrina dos Anjos
 
Panorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - MalaquiasPanorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - Malaquias
 
2. introdução ao novo testamento
2.  introdução ao novo testamento2.  introdução ao novo testamento
2. introdução ao novo testamento
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel
 
23. Os poéticos: Jó
23. Os poéticos: Jó23. Os poéticos: Jó
23. Os poéticos: Jó
 
Panorama do AT - Êxodo
Panorama do AT -  ÊxodoPanorama do AT -  Êxodo
Panorama do AT - Êxodo
 
Estudo Panorâmico do AT - Crônicas 1 e 2
Estudo Panorâmico do AT - Crônicas 1 e 2Estudo Panorâmico do AT - Crônicas 1 e 2
Estudo Panorâmico do AT - Crônicas 1 e 2
 
29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías
 
21. o livro de neemias
21. o livro de neemias21. o livro de neemias
21. o livro de neemias
 
45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias
 
Cristologia aula04
Cristologia aula04Cristologia aula04
Cristologia aula04
 
Panorama do NT - João
Panorama do NT - JoãoPanorama do NT - João
Panorama do NT - João
 
Introdução ao Livro de Isaías
Introdução ao Livro de IsaíasIntrodução ao Livro de Isaías
Introdução ao Livro de Isaías
 
Disciplina de Escatologia
Disciplina de EscatologiaDisciplina de Escatologia
Disciplina de Escatologia
 
Panorama do AT - Josué
Panorama do AT - JosuéPanorama do AT - Josué
Panorama do AT - Josué
 

Semelhante a 5 aula profetas menores, Zacarias e Malaquias

Lição 12 zacarias - o reino messiânico
Lição 12   zacarias - o reino messiânicoLição 12   zacarias - o reino messiânico
Lição 12 zacarias - o reino messiânico
cledsondrumms
 
24 ageu, zacarias e malaquias
24 ageu, zacarias e malaquias24 ageu, zacarias e malaquias
24 ageu, zacarias e malaquias
PIB Penha
 
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânicoLição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Ailton da Silva
 
Lição 13 malaquias - a sacralidade da família (1)
Lição 13   malaquias - a sacralidade da família (1)Lição 13   malaquias - a sacralidade da família (1)
Lição 13 malaquias - a sacralidade da família (1)
cledsondrumms
 

Semelhante a 5 aula profetas menores, Zacarias e Malaquias (20)

99 estudo panorâmico da bíblia - o livro de zacarias
99   estudo panorâmico da bíblia - o livro de zacarias99   estudo panorâmico da bíblia - o livro de zacarias
99 estudo panorâmico da bíblia - o livro de zacarias
 
3 aula profetas menores
3 aula profetas menores3 aula profetas menores
3 aula profetas menores
 
Lição 12 zacarias - o reino messiânico
Lição 12   zacarias - o reino messiânicoLição 12   zacarias - o reino messiânico
Lição 12 zacarias - o reino messiânico
 
24 ageu, zacarias e malaquias
24 ageu, zacarias e malaquias24 ageu, zacarias e malaquias
24 ageu, zacarias e malaquias
 
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânicoLição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
 
Estudo do Livro de números, pentateuco
Estudo do Livro de números, pentateucoEstudo do Livro de números, pentateuco
Estudo do Livro de números, pentateuco
 
Escatologia do antigo testamento
Escatologia do antigo testamentoEscatologia do antigo testamento
Escatologia do antigo testamento
 
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
 
18 - panorama do AT - Ageu, Zacarias e Malaquias.pptx
18 - panorama do AT - Ageu, Zacarias e Malaquias.pptx18 - panorama do AT - Ageu, Zacarias e Malaquias.pptx
18 - panorama do AT - Ageu, Zacarias e Malaquias.pptx
 
“Passou a noite toda em oração a Deus”
“Passou a noite toda em oração a Deus”“Passou a noite toda em oração a Deus”
“Passou a noite toda em oração a Deus”
 
Profeta Zacarias
Profeta ZacariasProfeta Zacarias
Profeta Zacarias
 
Zacarias
ZacariasZacarias
Zacarias
 
"Ouvindo a voz do Senhor"
"Ouvindo a voz do Senhor""Ouvindo a voz do Senhor"
"Ouvindo a voz do Senhor"
 
Profetas menores lição 12 - Zacarias
Profetas menores   lição 12 - ZacariasProfetas menores   lição 12 - Zacarias
Profetas menores lição 12 - Zacarias
 
Lição 13 malaquias - a sacralidade da família (1)
Lição 13   malaquias - a sacralidade da família (1)Lição 13   malaquias - a sacralidade da família (1)
Lição 13 malaquias - a sacralidade da família (1)
 
Panorama do AT - Zacarias
Panorama do AT - ZacariasPanorama do AT - Zacarias
Panorama do AT - Zacarias
 
"Ouçamos a voz de Deus, não dos falsos profetas"
"Ouçamos a voz de Deus, não dos falsos profetas""Ouçamos a voz de Deus, não dos falsos profetas"
"Ouçamos a voz de Deus, não dos falsos profetas"
 
O Tabernáculo
O TabernáculoO Tabernáculo
O Tabernáculo
 
Lição 20230108 O Avivamento no Antigo Testamento.pptx
Lição 20230108 O Avivamento no Antigo Testamento.pptxLição 20230108 O Avivamento no Antigo Testamento.pptx
Lição 20230108 O Avivamento no Antigo Testamento.pptx
 
Especialidade santuário
Especialidade santuárioEspecialidade santuário
Especialidade santuário
 

Mais de RODRIGO FERREIRA

Mais de RODRIGO FERREIRA (20)

AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptx
AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptxAP 4 - O TRONO NO CÉU.pptx
AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptx
 
APOCALIPSE 2.pptx
APOCALIPSE 2.pptxAPOCALIPSE 2.pptx
APOCALIPSE 2.pptx
 
APOCALIPSE 1.pptx
APOCALIPSE 1.pptxAPOCALIPSE 1.pptx
APOCALIPSE 1.pptx
 
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptx
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptxBÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptx
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptx
 
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
 
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
 
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
 
As Sete Trombetas
As Sete TrombetasAs Sete Trombetas
As Sete Trombetas
 
Apocalipse 12 - A Mulher e o Dragão
Apocalipse 12 - A Mulher e o DragãoApocalipse 12 - A Mulher e o Dragão
Apocalipse 12 - A Mulher e o Dragão
 
A Quebra da Aliança de Israel com o Anticristo
A Quebra da Aliança de Israel com o AnticristoA Quebra da Aliança de Israel com o Anticristo
A Quebra da Aliança de Israel com o Anticristo
 
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?
 
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS
 
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL
 
6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus
6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus
6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus
 
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse
 
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado
 
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
 
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...
 
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar
 
7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse
7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse
7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse
 

Último

Último (7)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 

5 aula profetas menores, Zacarias e Malaquias

  • 2. QUINTAAULA Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 2
  • 3.
  • 4. 4
  • 5. 5
  • 6. I – Autor e Data • O nome Zacarias significa ‘’Deus se lembrou’’. Zacarias pertencia a linhagem sacerdotal. (ver Ne 12:16). • Zacarias foi o mais jovem contemporâneo de Ageu. Ambos exerceram um ministério voltado para a reconstrução do templo. • Assim como Jeremias e Ezequiel, Zacarias era Sacerdote e Profeta (Zc 6:13) • Para a maioria dos autores os capítulos 1 a 8, foram escritos entre 520-518 a.C., e os demais, por volta de 480 a 470 a.C. • Matheus relata que o profeta Zacarias foi assassinado entre o templo e o altar (Mt 23.25). Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 6
  • 7. 7
  • 8. II - Sinopse do Livro • O livro de Zacarias começa com um apelo introdutório para que a nação de Judá se arrependa e se converta a Deus. • O profeta exorta os judeus a se voltarem ao Senhor para que ele se volte para eles. Em seguida, procura encorajar o povo para persistir na reconstrução do templo. • O seu livro divide-se em três seções: oito visões, quatro mensagens e dois temas sobre os planos futuros de Deus para o seu povo. • Algumas Visões são parecidas com as do Livro do Apocalipse, com muitas simbologias. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 8
  • 9. III – As Visões do Profeta 1. Visão do cavaleiro entre as murtas (Zc 1.7-17) – Anúncio sobre a restauração de Sião e seu povo. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 9
  • 10. 2. Visão dos quatros chifres e dos quatro ferreiros (Zc 1.18- 21) – Anuncio sobre a destruição dos opressores de Israel. - 4 Chifres (Reinos, Poder), Simboliza os 4 reinos que haviam oprimido a Israel. - 4 Ferreiros (Fabricam armas de guerra, para serem usadas contra os 4 reinos opressores de Israel) 10
  • 11. III – As Visões do Profeta 3. Visão do homem com um cordel para medir (Zc 2.1-13) – Anuncio sobre a reconstrução de Jerusalém. A cidade será reconstruída sem muros por causa do aumento futuro da população. Jeová será como muro de fogo ao redor da cidade. Ele protegera e glorificara Jerusalém. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 11
  • 12. III – As Visões do Profeta 4. Visão da purificação do sumo sacerdote, Josué (Zc 3.1- 10) Acusação: Impureza no Sacerdócio - Sumo Sacerdote: Josué, Governador: Zorobabel, Acusador: Satanás, Anjo do Senhor defendeu a Josué. - O sumo sacerdote, despojado das vestes sujas e revestido com vestimentas limpas, representa a pureza do remanescente de Israel. – Anuncio sobre a purificação e restauração de Israel pela vinda do Renovo. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 12
  • 13. III – As Visões do Profeta – cont. . A quarta visão contém uma importante profecia messiânica. Fala claramente que o Messias virá:’’... eis que eu farei vir o meu servo, Renovo (Zc 2.8b) e purificara a Israel: ‘’... e tirarei a iniquidade desta terra, em um dia (Zc 3.9b). A cena da coroação de sumo sacerdote, Josué, (Zc 6.9- 15) é uma profecia messiânica, clássica do antigo testamento, que simboliza a coroação do Messias como rei e sacerdote. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 13
  • 14. 5. Visão do castiçal de ouro e das oliveiras (Zc 4.1- 14) – Anuncio sobre a capacitação de Zorobabel e Josué, através do Espírito de Deus. A reconstrução do templo (o castiçal de ouro) e a restauração de Israel, ocorreriam por meio do Espírito de Deus que agira sobre Zorobabel e Josué (os dois ramos de oliveira). 14
  • 15. TEMPLOS DE ISRAEL TENDA DO TABERNÁCULO MOISÉS 1° TEMPLO SALOMÃO 1004 A.C BABILÔNIA 2° TEMPLO ZOROBABEL 515 A.C 3° TEMPLO REVITALIZOU O DE ZOROBABEL 64 D.C TITO 70 DC IMP ROMANO SINAGOGAS ATÉ OS DIAS ATUAIS 4° TEMPLO ANTICRISTO 15
  • 16. 16
  • 17. 6-Visão do rolo flutuante (Zc 5.1-4) – Anuncio sobre a remoção do pecado nacional. Depois da conclusão do templo, Deus castigará aqueles que violarem as suas leis. 17
  • 18. 7- Visão da mulher e a efa (Zc 5.5-11) – Anuncio sobre o julgamento do pecado nacional. 18
  • 19. E ele me disse: Para lhe edificarem uma casa na terra de Sinar; e, estando ela acabada, ele será posto ali na sua base. Zacarias 5:11 19
  • 20. 8- Visão dos quatro carros (Zc 6.1-8) – Anuncio sobre a rapidez e as proporções dos julgamentos de Deus contra as nações que oprimiram a Israel. 20
  • 21. 1. Vermelhos – possivelmente sugere sangue e guerra (cf. Apocalipse 6:3-4) 2. Pretos – possivelmente representa escassez de alimentos (cf. Apocalipse 6:5-6) 3. Brancos – possivelmente significa vitória (cf. Apocalipse 6:2) 4. Baios (baio significa cor de caramelo; embora a palavra hebraica possa significar cinza ou cores mistas). Se for comparar com o cavalo amarelo de Apocalipse 6:8, o significado seria a morte pelos quatro juízos de Deus 21
  • 22. IV – As Quatro Mensagens do Profeta • Desde que Jerusalém fora levada cativa, os judeus costumavam jejuar todo quinto mês do ano. Uma embaixada vinda de Betel, representando o povo, queria saber se, após o cativeiro, deveria ou não continuar com essa pratica. • Em resposta a essa questão, Deus dá a Zacarias uma serie de quatro mensagens: Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 22
  • 23. IV – As Quatro Mensagens do Profeta • Primeira mensagem – Repreensão severa contra o ritualismo vazio. O povo jejuava apenas cumprindo uma mera obrigação. Seu sacrifício não passava de um ritual vazio. • ‘’Quando jejuastes, e pranteaste, no quinto e no sétimo mês, durante estes setenta anos, jejuastes vos para mim, mesmo para mim? Ou quando comestes, e quando bebestes, não foi para vos mesmos que comestes e bebestes?’’ (Zc 7.5,6). Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 23
  • 24. IV – As Quatro Mensagens do Profeta •Segunda mensagem (Zc 7.8-14) – Um lembrete sobre a desobediência passada. Deus relembra que, por causa da iniquidade do povo, a terra havia se tornado numa desolação. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 24
  • 25. IV – As Quatro Mensagens do Profeta – cont. • Terceira mensagem (Zc 8.1-17) – Deus promete restaurar o seu povo, e habitar em Jerusalém e ser o seu Deus, em verdade e justiça. • Quarta mensagem (Zc 8.18-23) – Agora, Deus promete ao seu povo uma alegria tal que alterará os dias anteriores de jejum e os transformará em dias festivos. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 25
  • 26. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 26
  • 27. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 27 "Levante-se, ó espada, contra o meu pastor, contra o meu companheiro! ", declara o Senhor dos Exércitos. "Fira o pastor, e as ovelhas se dispersarão, e voltarei minha mão para os pequeninos. Zacarias 13:7
  • 28. Zacarias 11:12,13 • O que me darão se eu o entregar a vocês? " E eles lhe fixaram o preço: trinta moedas de prata. (Mat 26:14-16) E o Senhor me disse: "Lance isto ao oleiro", o ótimo preço pelo qual me avaliaram! Por isso tomei as trinta moedas de prata e as atirei no templo do Senhor para o oleiro. (Zacarias 11:13) 28
  • 29. V – Profecias Apocalípticas • 5.2 – Segundo tema (Zc 11.12,13) – O reino do messias • Zacarias mostra que as nações se juntarão contra Israel para destruí-lo, o povo se arrependerá, invocando o nome do Senhor, pedindo-lhe socorro (Zc 12.8-10; 14.1,2). Então, virá o Messias, como seu libertador, e se vingará do seus inimigos (Zc 14.3-8). Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 29
  • 30. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 30
  • 31. Batalha do Armagedom • Reunirei todos os povos para lutarem contra Jerusalém; a cidade será conquistada, as casas saqueadas e as mulheres violentadas. Metade da população será levada para o exílio, mas o restante do povo não será tirado da cidade. Depois o Senhor sairá à guerra contra aquelas nações, como ele faz em dia de batalha. 31
  • 32. Zacarias 14:4 • Naquele dia os seus pés estarão sobre o monte das Oliveiras, a leste de Jerusalém, e o monte se dividirá ao meio, de leste a oeste, por um grande vale, metade do monte será removido para o norte, a outra metade para o sul. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 32
  • 33. V – Profecias Apocalípticas • 5.3 – Conclusão • Em sua primeira parte, as profecias de Zacarias apresentam um estilo histórico e, na segunda parte, um estilo apocalíptico. Zacarias mostra acontecimentos contemporâneos e futuros. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 33
  • 34. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 34
  • 35.
  • 36. 36
  • 37. 37
  • 38. 38
  • 39. I – Autor e Data • O nome Malaquias significa ‘’Mensageiro de Deus’’. Pouco se sabe acerca do profeta Malaquias. A única menção que a ele é feita esta no primeiro versículo do seu próprio livro. • Seu ministério se desenvolveu, por volta de 430 – 420 a.C, durante os dias em que os judeus passavam por adversidade e declínio espiritual, logo após o retorno de Neemias à corte dos persas, em 433 a.C.. • Malaquias prediz a vinda de João Batista, o precursor do Messias (Ml 4:5 – Mt 17:10-12). Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 39
  • 40. III – Avisos e Repreensão aos Infiéis • 3.1 – Mensagens a nação inteira • Após o exílio, o povo voltou a transgredir em muitos dos mesmos pecados que resultaram no seu cativeiro. • A nação vivia novamente um momento de declínio espiritual. A fé minguava e o povo tornava-se indiferente as exigências da lei, realizando o culto de uma forma desordenada. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 40
  • 41. III – Avisos e Repreensão aos Infiéis • 3.1 – Mensagens a nação inteira • Pior ainda, muitos questionavam Deus e duvidam da sua justiça. Outros perguntavam se valeria a pena servir ao Senhor (Ml 2.17; 3.14,15). • Malaquias repreende aquela nação, mostrando sua ingratidão diante do grande amor de Deus para com seu povo, pois Deus escolhera a Jacó, elegendo-o como filho seu (Ml 1.2,3). Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 41
  • 42. III – Avisos e Repreensão aos Infiéis • Indiferença e descontentamento – ‘’Mas vos profanais quando dizeis: A mesa do Senhor e impura, e o seu produto, a sua comida é desprezível. E dizeis: Eis aqui que considerai! E o lançastes ao desprezo, diz o Senhor dos exércitos... (Ml 1.12,13a). • Violação do pacto Levítico –‘’ Mas vos vós desviastes do caminho, a muito fizestes tropeçar na lei; corrompestes o concerto de Levi, diz o Senhor dos Exércitos (Ml 2.8). Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 42
  • 43. III – Avisos e Repreensão aos Infiéis • 3.2 – Mensagens aos sacerdotes • Estas são as questões apresentadas pelo profeta: • Falta de reverência – ‘’... desprezais o meu nome’’ (Ml 1.6b). • Oferecimento de sacrifícios defeituoso – ‘’ Ofereceis sobre o meu altar pão imundo’’ (Ml 1.13b). • Deus não aceita qualquer coisa como oferta, ou um culto prestado de qualquer jeito. ‘’... Ser-me-á isto aceito de vossa mão? Pois maldito seja o enganador que... promete e oferece ao Senhor uma coisa vil’’ (Ml 1.13,14). Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 43
  • 44. • 3.3 – Mensagens ao povo • Malaquias censura o povo contra três graves problemas: • Problemas nas relações familiares – Muitos haviam se divorciado das suas esposas e casado com mulheres estrangeiras que viviam no paganismo (Ml 2.11-16; Ne 13.23-27). • “Não foi o Senhor que os fez um só? Em corpo e em espírito eles lhe pertencem. E por que um só? Porque ele desejava uma descendência consagrada. Portanto, tenham cuidado: Ninguém seja infiel à mulher da sua mocidade.” Malaquias 2:15. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 44 III – Avisos e Repreensão aos Infiéis
  • 45. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 45
  • 46. • Ceticismo –Malaquias repreende o povo e diz que Deus não muda e fará juízo contra todos os transgressores. Em seguida, apresenta uma lista de pecados que serão julgados (Ml 2:17; 3:5,6). • A retenção do dízimo - O povo roubava a Deus, à medida que não oferecia o dízimo (Ml 3.8), e apresenta uma grande promessa de Deus para aqueles que são fiéis dizimistas (Ml 3.10), (ver Ne 13:10-12). Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 46 III – Avisos e Repreensão aos Infiéis
  • 47. IV – Promessas e Bênçãos aos Justos • 4.1 – O tesouro particular de Deus • Apesar da situação em que se encontrava o povo após o exílio, quando a chama religiosa estava prestes a se apagar, havia um grupo de fiéis que não aceitava os argumentos daqueles que não criam, e procuravam aprofundar sua relação com Deus. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 47
  • 48. IV – Promessas e Bênçãos aos Justos • Deus faz uma distinção entre o justo e o ímpio. Entre aquele que o serve e aquele que não o serve (Ml 3.18). • Deus trata os justos como seu: • Tesouro particular (v.17), • Seus nomes e os seus feitos são registrados num memorial (v.16). • O sol da justiça nascerá para os que temem a Deus, mas para os ímpios virá como forno ardente (Ml 4.1,2). Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 48
  • 49. IV – Promessas e Bênçãos aos Justos • 4.2 – Predições e promessas • Malaquias encerra o seu livro exortando o povo a lembrar-se da Lei de Moisés. Em seguida, promete que, antes do dia do Senhor, Deus enviará o precursor do Messias (João Batista), que viria no espírito e no poder de Elias para preparar o caminho para a chegada do Messias. • "Vejam, eu enviarei o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim. E então, de repente, o Senhor que vocês buscam virá para o seu templo; o mensageiro da aliança, aquele que vocês desejam, virá", diz o Senhor dos Exércitos. Malaquias 3:1 Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 49
  • 50. Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 50
  • 51. IV – Promessas e Bênçãos aos Justos • O livro de Malaquias encerra as profecias do antigo testamento e marca o início de um período de quatrocentos anos de silêncio profético, chamando de ‘’período interbiblico’’. Durante esse tempo não houve qualquer manifestação especial de Deus para com seu povo. Durante o período interbiblico, outros livros foram escritos. Porém, esses não fazem parte do Canon sagrado. • O silêncio profético só foi quebrado quando João Batista apareceu no deserto pregando a mensagem do arrependimento (Mt 3.1-12). Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 51
  • 52. “Parabéns por mais uma vitória” 1) 2) 3) 4) 5) 6) E C E c C c Departamento de Teologia da Assembleia de Deus de Caçapava-SP - Curso Básico CETADEB 52