SlideShare uma empresa Scribd logo

CULTURA AFRO- BRASILEIRA

ATIVIDADE DO 5º ANO TEMA TRANSVERSAL:PLURALIDADE CULTURAL TECNOLOGIA FERRAMENTA DA WEB 2.O APRESENTAÇÃO CONSTRUIDA APÓS PESQUISAS, RODA DE CONVERSA E CONTAÇÃO DE HISTÓRIA.

1 de 34
Baixar para ler offline
CULTURA AFRO-
BRASILEIRA
Pluralidade Cultural
5º Ano
A cultura afro-brasileira é um
conjunto de manifestações culturais
que tiveram influência da cultura
africana desde os tempos do Brasil
colônia até os dias atuais.
As manifestações culturais afro-
brasileiras foram muitas vezes
desprezadas, proibidas e até mesmo
perseguidas pelas autoridades.
O samba foi uma das primeiras
expressões da cultura afro-
brasileira a ser admirada quando
ocupou posição de destaque na
música popular, no início do século
XX.
Alguns exemplos que constituem a
cultura afro brasileira: samba,
maracatu, carimbó, jongo, capoeira,
tambor, berimbau, atabaque, agogô,
umbanda, feijoada, vatapá,
moqueca, entre outros.
O Brasil é um dos países que mais
possui população negra em todo o
mundo. Isso, devido aos mais de 4
milhões de negros que foram
trazidas para cá com o comércio de
escravos nos meados de 1500.

Recomendados

Cultura Afro Brasileira
Cultura Afro   BrasileiraCultura Afro   Brasileira
Cultura Afro Brasileiramartinsramon
 
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasilInfluência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasilNancihorta
 
Cultura negra / Afro-Brasileira
Cultura negra / Afro-BrasileiraCultura negra / Afro-Brasileira
Cultura negra / Afro-BrasileiraNiela Tuani
 
Culinária afro brasileira
Culinária afro brasileiraCulinária afro brasileira
Culinária afro brasileirapratesclaudio
 
Cultura africana 3° ano
Cultura africana 3° anoCultura africana 3° ano
Cultura africana 3° anoProfEricaVit
 
Patrimônio histórico cultural material e imaterial arte 6 ano
Patrimônio histórico cultural  material e imaterial arte 6 anoPatrimônio histórico cultural  material e imaterial arte 6 ano
Patrimônio histórico cultural material e imaterial arte 6 anoFabricioQuadri
 
A História da Páscoa adaptadas para os autistas.
A História da Páscoa adaptadas para os autistas.A História da Páscoa adaptadas para os autistas.
A História da Páscoa adaptadas para os autistas.Lucilene Rocha
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação Livro Coisas de Índio - Daniel Munduruku
Apresentação Livro Coisas de Índio - Daniel MundurukuApresentação Livro Coisas de Índio - Daniel Munduruku
Apresentação Livro Coisas de Índio - Daniel Mundurukukaiertha
 
Projeto cultura afro-brasileira
Projeto cultura afro-brasileiraProjeto cultura afro-brasileira
Projeto cultura afro-brasileiraemsaodomingos
 
A diversidade cultural do Brasil
A diversidade cultural do BrasilA diversidade cultural do Brasil
A diversidade cultural do BrasilAndreia Bastos
 
Minha identidade e cultura brincante! - Claudinéia da Silva Barbosa
Minha identidade e cultura brincante! - Claudinéia da Silva BarbosaMinha identidade e cultura brincante! - Claudinéia da Silva Barbosa
Minha identidade e cultura brincante! - Claudinéia da Silva BarbosaClaudinéia Barbosa
 
O coração do Baobá - sequência didática
O coração do Baobá - sequência didáticaO coração do Baobá - sequência didática
O coração do Baobá - sequência didáticaKarin Willms
 
Projeto CDIS- Valorização da Cultura Afro-Brasileira
Projeto CDIS-   Valorização da Cultura Afro-BrasileiraProjeto CDIS-   Valorização da Cultura Afro-Brasileira
Projeto CDIS- Valorização da Cultura Afro-BrasileiraBelister Paulino
 
Historia fontes historicas
Historia fontes historicasHistoria fontes historicas
Historia fontes historicasLoredana Ruffo
 
Escravidão indígena
Escravidão indígenaEscravidão indígena
Escravidão indígenaNara Oliveira
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalCurso Letrados
 
A festa no céu
A festa no céuA festa no céu
A festa no céuLuciana
 
Semana de Arte Moderna 1922
Semana de Arte Moderna 1922Semana de Arte Moderna 1922
Semana de Arte Moderna 1922seixasmarianas
 
Esquema corporal atividades
Esquema corporal   atividadesEsquema corporal   atividades
Esquema corporal atividadesAlineGarotti
 
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOSCONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOSValéria Vanessa
 

Mais procurados (20)

Apresentação Livro Coisas de Índio - Daniel Munduruku
Apresentação Livro Coisas de Índio - Daniel MundurukuApresentação Livro Coisas de Índio - Daniel Munduruku
Apresentação Livro Coisas de Índio - Daniel Munduruku
 
Projeto cultura afro-brasileira
Projeto cultura afro-brasileiraProjeto cultura afro-brasileira
Projeto cultura afro-brasileira
 
Culinaria afro brasileira
Culinaria afro brasileiraCulinaria afro brasileira
Culinaria afro brasileira
 
A diversidade cultural do Brasil
A diversidade cultural do BrasilA diversidade cultural do Brasil
A diversidade cultural do Brasil
 
Minha identidade e cultura brincante! - Claudinéia da Silva Barbosa
Minha identidade e cultura brincante! - Claudinéia da Silva BarbosaMinha identidade e cultura brincante! - Claudinéia da Silva Barbosa
Minha identidade e cultura brincante! - Claudinéia da Silva Barbosa
 
O coração do Baobá - sequência didática
O coração do Baobá - sequência didáticaO coração do Baobá - sequência didática
O coração do Baobá - sequência didática
 
Culinária
CulináriaCulinária
Culinária
 
Projeto CDIS- Valorização da Cultura Afro-Brasileira
Projeto CDIS-   Valorização da Cultura Afro-BrasileiraProjeto CDIS-   Valorização da Cultura Afro-Brasileira
Projeto CDIS- Valorização da Cultura Afro-Brasileira
 
Historia fontes historicas
Historia fontes historicasHistoria fontes historicas
Historia fontes historicas
 
Escravidão indígena
Escravidão indígenaEscravidão indígena
Escravidão indígena
 
ARTES: PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA - ENSINO FUNDAME...
ARTES: PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA - ENSINO FUNDAME...ARTES: PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA - ENSINO FUNDAME...
ARTES: PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA - ENSINO FUNDAME...
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
 
Povos indígenas.
Povos indígenas.Povos indígenas.
Povos indígenas.
 
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesaCapítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
Capítulo 7 - Expansão e ouro na américa portuguesa
 
A festa no céu
A festa no céuA festa no céu
A festa no céu
 
Semana de Arte Moderna 1922
Semana de Arte Moderna 1922Semana de Arte Moderna 1922
Semana de Arte Moderna 1922
 
Esquema corporal atividades
Esquema corporal   atividadesEsquema corporal   atividades
Esquema corporal atividades
 
Cultura africana
Cultura africanaCultura africana
Cultura africana
 
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOSCONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS
 
Projeto : África
Projeto : ÁfricaProjeto : África
Projeto : África
 

Destaque

História e Cultura Afro-brasileira e dos Povos Indígenas
História e Cultura Afro-brasileira e dos Povos IndígenasHistória e Cultura Afro-brasileira e dos Povos Indígenas
História e Cultura Afro-brasileira e dos Povos IndígenasCamila_Ximenes
 
Literatura negra infanto juvenil
Literatura negra infanto juvenilLiteratura negra infanto juvenil
Literatura negra infanto juvenilJuciara Brito
 
Projeto de literatura_suzana
Projeto de literatura_suzanaProjeto de literatura_suzana
Projeto de literatura_suzanaNome Sobrenome
 
história e cultura afro brasileira e africana
história e cultura afro brasileira e africanahistória e cultura afro brasileira e africana
história e cultura afro brasileira e africanaculturaafro
 
ARTE E CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA NAS ESCOLAS: INFLUÊNCIA AFRICANA ...
  ARTE E CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA NAS ESCOLAS: INFLUÊNCIA AFRICANA ...  ARTE E CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA NAS ESCOLAS: INFLUÊNCIA AFRICANA ...
ARTE E CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA NAS ESCOLAS: INFLUÊNCIA AFRICANA ...Alexia Oliveira
 
Reconstruindo a áfrica
Reconstruindo a áfricaReconstruindo a áfrica
Reconstruindo a áfricaJana Bento
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaValeria Santos
 
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educaçãoSugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educaçãojaqueegervasio
 
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africanaProjeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africanalucianazanetti
 

Destaque (11)

História e Cultura Afro-brasileira e dos Povos Indígenas
História e Cultura Afro-brasileira e dos Povos IndígenasHistória e Cultura Afro-brasileira e dos Povos Indígenas
História e Cultura Afro-brasileira e dos Povos Indígenas
 
Literatura negra infanto juvenil
Literatura negra infanto juvenilLiteratura negra infanto juvenil
Literatura negra infanto juvenil
 
Projeto de literatura_suzana
Projeto de literatura_suzanaProjeto de literatura_suzana
Projeto de literatura_suzana
 
história e cultura afro brasileira e africana
história e cultura afro brasileira e africanahistória e cultura afro brasileira e africana
história e cultura afro brasileira e africana
 
ARTE E CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA NAS ESCOLAS: INFLUÊNCIA AFRICANA ...
  ARTE E CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA NAS ESCOLAS: INFLUÊNCIA AFRICANA ...  ARTE E CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA NAS ESCOLAS: INFLUÊNCIA AFRICANA ...
ARTE E CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA NAS ESCOLAS: INFLUÊNCIA AFRICANA ...
 
Projeto cultura afro indigena
Projeto cultura afro indigenaProjeto cultura afro indigena
Projeto cultura afro indigena
 
Reconstruindo a áfrica
Reconstruindo a áfricaReconstruindo a áfrica
Reconstruindo a áfrica
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
 
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educaçãoSugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africanaProjeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
 

Semelhante a CULTURA AFRO- BRASILEIRA

Cultura Afro Brasileira
Cultura Afro BrasileiraCultura Afro Brasileira
Cultura Afro Brasileiraluizschinemann
 
História-semana7-questão africana
História-semana7-questão africanaHistória-semana7-questão africana
História-semana7-questão africanagisele75
 
Cultura afro-brasileira
Cultura afro-brasileiraCultura afro-brasileira
Cultura afro-brasileiraVictor Mattos
 
Atividade2 planodeaula marlis
Atividade2 planodeaula marlisAtividade2 planodeaula marlis
Atividade2 planodeaula marlisMarlireis
 
Cultura indígena e cultura afro uma reflexão histórica
Cultura indígena e cultura afro uma reflexão históricaCultura indígena e cultura afro uma reflexão histórica
Cultura indígena e cultura afro uma reflexão históricaWesly Alves de Sá
 
Ritmos Afro Brasileiros
Ritmos Afro BrasileirosRitmos Afro Brasileiros
Ritmos Afro Brasileirosculturaafro
 
Projeto anual sobre o conciencia negra
Projeto anual sobre o conciencia negraProjeto anual sobre o conciencia negra
Projeto anual sobre o conciencia negraRodrigo Vicente
 
Trabalho completo 2. interseccionalidade africanos, brasileiras e lgb ts.erci...
Trabalho completo 2. interseccionalidade africanos, brasileiras e lgb ts.erci...Trabalho completo 2. interseccionalidade africanos, brasileiras e lgb ts.erci...
Trabalho completo 2. interseccionalidade africanos, brasileiras e lgb ts.erci...Ercilio Langa
 
Atividade -hist-geo_-17-11_(1)
Atividade  -hist-geo_-17-11_(1)Atividade  -hist-geo_-17-11_(1)
Atividade -hist-geo_-17-11_(1)Washington Rocha
 
Cultura Afro Brasileira B Roxo
Cultura Afro Brasileira B RoxoCultura Afro Brasileira B Roxo
Cultura Afro Brasileira B RoxoANA CRISTINA
 
Apresentação maria dos negros
Apresentação maria dos negrosApresentação maria dos negros
Apresentação maria dos negrosHérika Diniz
 

Semelhante a CULTURA AFRO- BRASILEIRA (20)

Cultura Afro Brasileira
Cultura Afro BrasileiraCultura Afro Brasileira
Cultura Afro Brasileira
 
Afro Brasileira
Afro BrasileiraAfro Brasileira
Afro Brasileira
 
História-semana7-questão africana
História-semana7-questão africanaHistória-semana7-questão africana
História-semana7-questão africana
 
Cultura afro-brasileira
Cultura afro-brasileiraCultura afro-brasileira
Cultura afro-brasileira
 
Consciêncianegraoficina
ConsciêncianegraoficinaConsciêncianegraoficina
Consciêncianegraoficina
 
Atividade2 planodeaula marlis
Atividade2 planodeaula marlisAtividade2 planodeaula marlis
Atividade2 planodeaula marlis
 
Cultura indígena e cultura afro uma reflexão histórica
Cultura indígena e cultura afro uma reflexão históricaCultura indígena e cultura afro uma reflexão histórica
Cultura indígena e cultura afro uma reflexão histórica
 
Ritmos Afro Brasileiros
Ritmos Afro BrasileirosRitmos Afro Brasileiros
Ritmos Afro Brasileiros
 
Projeto anual sobre o conciencia negra
Projeto anual sobre o conciencia negraProjeto anual sobre o conciencia negra
Projeto anual sobre o conciencia negra
 
Cultura afro
Cultura afroCultura afro
Cultura afro
 
áFrica 2012
áFrica 2012áFrica 2012
áFrica 2012
 
Trabalho completo 2. interseccionalidade africanos, brasileiras e lgb ts.erci...
Trabalho completo 2. interseccionalidade africanos, brasileiras e lgb ts.erci...Trabalho completo 2. interseccionalidade africanos, brasileiras e lgb ts.erci...
Trabalho completo 2. interseccionalidade africanos, brasileiras e lgb ts.erci...
 
Atividade -hist-geo_-17-11_(1)
Atividade  -hist-geo_-17-11_(1)Atividade  -hist-geo_-17-11_(1)
Atividade -hist-geo_-17-11_(1)
 
Cultura Afro Brasileira B Roxo
Cultura Afro Brasileira B RoxoCultura Afro Brasileira B Roxo
Cultura Afro Brasileira B Roxo
 
Apresentação maria dos negros
Apresentação maria dos negrosApresentação maria dos negros
Apresentação maria dos negros
 
cultura afro
cultura afrocultura afro
cultura afro
 
Karine e lorane 5 b
Karine e lorane 5 bKarine e lorane 5 b
Karine e lorane 5 b
 
Racismo para debate e reflexão
Racismo para debate e reflexãoRacismo para debate e reflexão
Racismo para debate e reflexão
 
Consciência negra.pptx3
Consciência negra.pptx3Consciência negra.pptx3
Consciência negra.pptx3
 
Consciência negra.pptx3
Consciência negra.pptx3Consciência negra.pptx3
Consciência negra.pptx3
 

Último

Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...azulassessoriaacadem3
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024excellenceeducaciona
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 

Último (20)

Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
Namorar não és ser don .
Namorar não és ser don                  .Namorar não és ser don                  .
Namorar não és ser don .
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 

CULTURA AFRO- BRASILEIRA

  • 2. A cultura afro-brasileira é um conjunto de manifestações culturais que tiveram influência da cultura africana desde os tempos do Brasil colônia até os dias atuais.
  • 3. As manifestações culturais afro- brasileiras foram muitas vezes desprezadas, proibidas e até mesmo perseguidas pelas autoridades.
  • 4. O samba foi uma das primeiras expressões da cultura afro- brasileira a ser admirada quando ocupou posição de destaque na música popular, no início do século XX.
  • 5. Alguns exemplos que constituem a cultura afro brasileira: samba, maracatu, carimbó, jongo, capoeira, tambor, berimbau, atabaque, agogô, umbanda, feijoada, vatapá, moqueca, entre outros.
  • 6. O Brasil é um dos países que mais possui população negra em todo o mundo. Isso, devido aos mais de 4 milhões de negros que foram trazidas para cá com o comércio de escravos nos meados de 1500.
  • 7. Os escravos, conseguiram sua liberdade, porém continuaram sendo descriminados, humilhados e mal tratados.
  • 8. Em 2003, foi promulgada a lei nº 10.639 que alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), passando-se a exigir que as escolas brasileiras de ensino fundamental e médio incluam no currículo o ensino da história e cultura afro-brasileira.
  • 9. Assim, para aprofundar a temática da cultura afro – brasileira, nossa turma utilizou três livros de literatura infanto-juvenil com diferentes abordagens.
  • 10. São eles:  Todas as cores do negro, de HOLANDA, 2008.  A cor da vida, de PATERNO, 2008.  Cada um com seu jeito, cada jeito é de um, de DIAS, 2012.
  • 11. Vamos conhecer um pouquinho dessas histórias através do nosso olhar?
  • 26. Hoje, os negros se destacam na música, no cinema, nas novelas, na política, no esporte, no meio empresarial e em muitos outros meios, no Brasil e no mundo.
  • 34. Desde o início da história do Brasil temos conosco os negros, que nos ajudaram a lutar em busca de um país justo e livre. Somos influenciados por eles a todo tempo, assim como eles são influenciados por nós. Todos nós devemos nos unir a favor da luta pela igualdade.