SlideShare uma empresa Scribd logo
Influências Africanas na culinária brasileira
Os Africanos quando foram trazidos para o Brasil, já eram dotados de um a vasta sabedoria na Culinária, alguns dos produtos que podemos destacar como marcantes na influência da culinária brasileira, o Azeite de Dendê, é sem dúvida uma das maiores contribuições para a comida brasileira, é indispensável em inúmeros Pratos Típicos do Brasil tanto diretamente ,como ingrediente, como indiretamente na confecção deles.
Pratos Pratos tipicamente brasileiros como a feijoada fruto da adaptação do negro as condições adversas da escravidão que com sobras de carnes juntamente com a sabedoria da culinária africana, já que vários foram os povos africanos que foram trazidos ao Brasil, daí vários conhecimentos culinários, adaptaram-se aquela situação resultando num dos pratos típicos mais apreciados em todo o País. Na Culinária Africana não podemos deixar de mencionar a utilização de frutos do mar, como parte da alimentação .
No Nordeste a marca africana é profunda, sobretudo na Bahia, em pratos como vatapá, caruru, efó, acarajé e bobó, com largo uso de azeite-de-dendê, leite de coco e pimenta. São ainda dessa região a carne-de-sol, o feijão-de-corda, o arroz-de-cuxá, as frigideiras de peixe e a carne-seca com abóbora, sempre acompanhados de muita farinha de mandioca. A feijoada carioca, de origem negra, é o mais tipicamente brasileiro dos pratos.
Alguns  Pratos afros.
*Aberém Bolinho de origem afro-brasileira, feito de milho ou de arroz moído na pedra, macerado em água, salgado e cozido em folhas de bananeira secas. (No candomblé, é comida –de - santo, oferecida a Omulu e Oxumaré).
*Abrazô Bolinho da culinária afro-brasileira, feito de farinha de milho ou de mandioca, apimentado, frito em azeite-de-dendê.
*Acaçá Bolinho da culinária afro-brasileira, feito de milho macerado em água fria e depois moído, cozido e envolvido, ainda morno, em folhas verdes de bananeira. (Acompanha o vatapá ou caruru. Preparado com leite de coco e açúcar, é chamada acaçá de leite.) [No candomblé, é comida – de - santo, oferecida a Oxalá, Nanã, Ibeji, Iêmanja e Exu.]
*Abará Bolinho de origem afro-brasileira feito com massa de feijão-fradinho temperada com pimenta, sal, cebola e azeite-de-dendê, algumas vezes com camarão seco, inteiro ou moído e misturado à massa, que é embrulhada em folha de bananeira e cozida em água. (No candomblé, é comida – de - santo, oferecida a Iansã, Obá e Ibeji).
*Aluá Bebida refrigerante feita de milho, de arroz ou de casca de abacaxi fermentados com açúcar ou rapadura, usada tradicionalmente como oferenda aos orixás nas festas populares de origem africana .
*Pade  (farofa)  Extraída da mandioca é um elemento ligado a raiz, que provém da Terra.  Dendê: sangue vegetal que traz energia e asé (força).  A combinação desses dois elementos faz com que se locomova com mais rapidez ao ipade (reunião), levando seus pedidos em nome dos seres humanos.
ELENICE DAYSE MENTINHA TEREZINHA LECIANO  ROBERIO Equipe:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Índios- Cultura indígena
Índios- Cultura indígenaÍndios- Cultura indígena
Índios- Cultura indígenaEmef Madalena
 
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasilInfluência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasilNancihorta
 
Brasil politico e regioes
Brasil politico e regioesBrasil politico e regioes
Brasil politico e regioesleandrobotossi
 
Oficina de culinaria brasileira
Oficina de culinaria brasileiraOficina de culinaria brasileira
Oficina de culinaria brasileiraVictor Cabral
 
Cultura Afro Brasileira
Cultura Afro   BrasileiraCultura Afro   Brasileira
Cultura Afro Brasileiramartinsramon
 
Culinaria da africa do sul
Culinaria da africa do sulCulinaria da africa do sul
Culinaria da africa do sulgabriella1409
 
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS PARA A CULTURA BRASILEIRA
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS PARA A CULTURA BRASILEIRACONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS PARA A CULTURA BRASILEIRA
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS PARA A CULTURA BRASILEIRAValéria Vanessa
 
DIA DO INDIO PARTE 2 - INFANTIL
DIA DO INDIO PARTE 2 - INFANTILDIA DO INDIO PARTE 2 - INFANTIL
DIA DO INDIO PARTE 2 - INFANTILANDRÉA LEMOS
 
Apresentação paisagem natural x humanizada
Apresentação paisagem natural x humanizadaApresentação paisagem natural x humanizada
Apresentação paisagem natural x humanizadaRoberta Piozzi
 
Cultura Africana e suas influências no Brasil
Cultura Africana e suas influências no BrasilCultura Africana e suas influências no Brasil
Cultura Africana e suas influências no BrasilBruna Medeiros
 
Projeto CDIS- Valorização da Cultura Afro-Brasileira
Projeto CDIS-   Valorização da Cultura Afro-BrasileiraProjeto CDIS-   Valorização da Cultura Afro-Brasileira
Projeto CDIS- Valorização da Cultura Afro-BrasileiraBelister Paulino
 
Atividade sobre espaço geográfico
Atividade sobre espaço geográficoAtividade sobre espaço geográfico
Atividade sobre espaço geográficoEnzo Sousa Viana
 
ELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptx
ELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptxELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptx
ELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptxalissonmanoel2
 
Culinária da Região Sudeste
Culinária da Região SudesteCulinária da Região Sudeste
Culinária da Região SudesteDavid Alcantara
 

Mais procurados (20)

Índios- Cultura indígena
Índios- Cultura indígenaÍndios- Cultura indígena
Índios- Cultura indígena
 
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasilInfluência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasil
 
Brasil politico e regioes
Brasil politico e regioesBrasil politico e regioes
Brasil politico e regioes
 
Oficina de culinaria brasileira
Oficina de culinaria brasileiraOficina de culinaria brasileira
Oficina de culinaria brasileira
 
Culinária afro
Culinária afroCulinária afro
Culinária afro
 
Cultura Afro Brasileira
Cultura Afro   BrasileiraCultura Afro   Brasileira
Cultura Afro Brasileira
 
Contribuição da cultura africana no brasil
Contribuição da cultura africana no brasilContribuição da cultura africana no brasil
Contribuição da cultura africana no brasil
 
Culinaria da africa do sul
Culinaria da africa do sulCulinaria da africa do sul
Culinaria da africa do sul
 
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS PARA A CULTURA BRASILEIRA
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS PARA A CULTURA BRASILEIRACONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS PARA A CULTURA BRASILEIRA
CONTRIBUIÇÃO DOS AFRICANOS PARA A CULTURA BRASILEIRA
 
DIA DO INDIO PARTE 2 - INFANTIL
DIA DO INDIO PARTE 2 - INFANTILDIA DO INDIO PARTE 2 - INFANTIL
DIA DO INDIO PARTE 2 - INFANTIL
 
Apresentação paisagem natural x humanizada
Apresentação paisagem natural x humanizadaApresentação paisagem natural x humanizada
Apresentação paisagem natural x humanizada
 
Cultura Africana e suas influências no Brasil
Cultura Africana e suas influências no BrasilCultura Africana e suas influências no Brasil
Cultura Africana e suas influências no Brasil
 
Consciencia negra
Consciencia negraConsciencia negra
Consciencia negra
 
Projeto CDIS- Valorização da Cultura Afro-Brasileira
Projeto CDIS-   Valorização da Cultura Afro-BrasileiraProjeto CDIS-   Valorização da Cultura Afro-Brasileira
Projeto CDIS- Valorização da Cultura Afro-Brasileira
 
Atividade sobre espaço geográfico
Atividade sobre espaço geográficoAtividade sobre espaço geográfico
Atividade sobre espaço geográfico
 
Aula sobre o baobá
Aula sobre o baobáAula sobre o baobá
Aula sobre o baobá
 
ELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptx
ELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptxELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptx
ELETIVA 2023.1 - APRESENTAÇÃO.pptx
 
Culinária
CulináriaCulinária
Culinária
 
Brincadeiras indígenas
Brincadeiras indígenasBrincadeiras indígenas
Brincadeiras indígenas
 
Culinária da Região Sudeste
Culinária da Região SudesteCulinária da Região Sudeste
Culinária da Região Sudeste
 

Semelhante a Influências Africanas na Culinária Brasileira

Cultura afro.pptx
Cultura afro.pptxCultura afro.pptx
Cultura afro.pptxFLYUn1T
 
COZINHA BRASILEIRA REGIONAL - Aula 05 - BA, MA e PI.pptx
COZINHA BRASILEIRA REGIONAL - Aula 05 - BA, MA e PI.pptxCOZINHA BRASILEIRA REGIONAL - Aula 05 - BA, MA e PI.pptx
COZINHA BRASILEIRA REGIONAL - Aula 05 - BA, MA e PI.pptxRuthFranco26
 
Comidas típicas do Maranhão.
Comidas típicas do Maranhão.Comidas típicas do Maranhão.
Comidas típicas do Maranhão.Mary Alvarenga
 
Slides comidas tipicas carlos
Slides comidas tipicas carlosSlides comidas tipicas carlos
Slides comidas tipicas carlosPatrick Quaresma
 
Slides comidas tipicas lucilene
Slides comidas tipicas lucileneSlides comidas tipicas lucilene
Slides comidas tipicas lucilenePatrick Quaresma
 
Influência Cultural Africana
Influência Cultural AfricanaInfluência Cultural Africana
Influência Cultural AfricanaAdriana Marques
 
Palavras de origem africana turma 6ª feira- definitivo 1
Palavras de origem africana  turma 6ª feira- definitivo 1Palavras de origem africana  turma 6ª feira- definitivo 1
Palavras de origem africana turma 6ª feira- definitivo 1jocelia cristrina cerqueira
 
Atividade 1 de aprendizagem historia e cultura
Atividade 1 de aprendizagem historia e culturaAtividade 1 de aprendizagem historia e cultura
Atividade 1 de aprendizagem historia e culturaJoslioArajo
 
Exposição - Conhecendo as maravilhas do nordeste
Exposição - Conhecendo as maravilhas do nordesteExposição - Conhecendo as maravilhas do nordeste
Exposição - Conhecendo as maravilhas do nordesteCelinhabortolozo
 
Livro de-receitas-coco-babacu
Livro de-receitas-coco-babacuLivro de-receitas-coco-babacu
Livro de-receitas-coco-babacugalaivp
 
Os pratos típicos
Os pratos típicosOs pratos típicos
Os pratos típicosdjania72
 

Semelhante a Influências Africanas na Culinária Brasileira (20)

Cultura afro.pptx
Cultura afro.pptxCultura afro.pptx
Cultura afro.pptx
 
Projeto 5ª Márcia jun 2011
Projeto 5ª Márcia jun 2011Projeto 5ª Márcia jun 2011
Projeto 5ª Márcia jun 2011
 
NutriçãO Vocabulario
NutriçãO VocabularioNutriçãO Vocabulario
NutriçãO Vocabulario
 
Glossario
GlossarioGlossario
Glossario
 
Um gostinho baiano (1)
Um gostinho baiano (1)Um gostinho baiano (1)
Um gostinho baiano (1)
 
COZINHA BRASILEIRA REGIONAL - Aula 05 - BA, MA e PI.pptx
COZINHA BRASILEIRA REGIONAL - Aula 05 - BA, MA e PI.pptxCOZINHA BRASILEIRA REGIONAL - Aula 05 - BA, MA e PI.pptx
COZINHA BRASILEIRA REGIONAL - Aula 05 - BA, MA e PI.pptx
 
Comidas típicas do Maranhão.
Comidas típicas do Maranhão.Comidas típicas do Maranhão.
Comidas típicas do Maranhão.
 
Gastronomia no Brasil
Gastronomia no BrasilGastronomia no Brasil
Gastronomia no Brasil
 
Comidas tipicas
Comidas tipicasComidas tipicas
Comidas tipicas
 
Slides comidas tipicas carlos
Slides comidas tipicas carlosSlides comidas tipicas carlos
Slides comidas tipicas carlos
 
Slides comidas tipicas lucilene
Slides comidas tipicas lucileneSlides comidas tipicas lucilene
Slides comidas tipicas lucilene
 
Influência Cultural Africana
Influência Cultural AfricanaInfluência Cultural Africana
Influência Cultural Africana
 
Eletiva CULINARIA.pptx
Eletiva CULINARIA.pptxEletiva CULINARIA.pptx
Eletiva CULINARIA.pptx
 
Palavras de origem africana turma 6ª feira- definitivo 1
Palavras de origem africana  turma 6ª feira- definitivo 1Palavras de origem africana  turma 6ª feira- definitivo 1
Palavras de origem africana turma 6ª feira- definitivo 1
 
Culinaria CaiçAra
Culinaria CaiçAraCulinaria CaiçAra
Culinaria CaiçAra
 
Atividade 1 de aprendizagem historia e cultura
Atividade 1 de aprendizagem historia e culturaAtividade 1 de aprendizagem historia e cultura
Atividade 1 de aprendizagem historia e cultura
 
História
HistóriaHistória
História
 
Exposição - Conhecendo as maravilhas do nordeste
Exposição - Conhecendo as maravilhas do nordesteExposição - Conhecendo as maravilhas do nordeste
Exposição - Conhecendo as maravilhas do nordeste
 
Livro de-receitas-coco-babacu
Livro de-receitas-coco-babacuLivro de-receitas-coco-babacu
Livro de-receitas-coco-babacu
 
Os pratos típicos
Os pratos típicosOs pratos típicos
Os pratos típicos
 

Mais de klauddia

Projeto Inforcesj - Resultado Final
Projeto Inforcesj - Resultado FinalProjeto Inforcesj - Resultado Final
Projeto Inforcesj - Resultado Finalklauddia
 
Ações LEC
Ações LECAções LEC
Ações LECklauddia
 
Normas do LEI
Normas do LEINormas do LEI
Normas do LEIklauddia
 
Inforcesj 1 fase
Inforcesj 1 faseInforcesj 1 fase
Inforcesj 1 faseklauddia
 
Parazinho - Granja/Ce
Parazinho - Granja/CeParazinho - Granja/Ce
Parazinho - Granja/Ceklauddia
 
Trabalho de Historia - Granja
Trabalho de Historia - GranjaTrabalho de Historia - Granja
Trabalho de Historia - Granjaklauddia
 
Origem de Granja
Origem de GranjaOrigem de Granja
Origem de Granjaklauddia
 
Atividade Interdisciplinar
Atividade InterdisciplinarAtividade Interdisciplinar
Atividade Interdisciplinarklauddia
 
Projeto Reciclagem De Papel
Projeto Reciclagem De PapelProjeto Reciclagem De Papel
Projeto Reciclagem De Papelklauddia
 
Cidade de Granja - CE
Cidade de Granja - CECidade de Granja - CE
Cidade de Granja - CEklauddia
 
Negros Que Fizeram Historia Na Antiguidade
Negros Que Fizeram Historia Na AntiguidadeNegros Que Fizeram Historia Na Antiguidade
Negros Que Fizeram Historia Na Antiguidadeklauddia
 
Movimentos Negros
Movimentos NegrosMovimentos Negros
Movimentos Negrosklauddia
 
Forum Escolar Gremio Estudantil
Forum Escolar Gremio EstudantilForum Escolar Gremio Estudantil
Forum Escolar Gremio Estudantilklauddia
 
Projeto Afro
Projeto Afro Projeto Afro
Projeto Afro klauddia
 
Anorexia, bulimia e obesidade
Anorexia, bulimia e obesidadeAnorexia, bulimia e obesidade
Anorexia, bulimia e obesidadeklauddia
 
Tipos De Poesias
Tipos De PoesiasTipos De Poesias
Tipos De Poesiasklauddia
 
Patativa do Assaré
Patativa do AssaréPatativa do Assaré
Patativa do Assaréklauddia
 
Tipos de poesias
Tipos de poesiasTipos de poesias
Tipos de poesiasklauddia
 
Patativa Do Assaré
Patativa Do AssaréPatativa Do Assaré
Patativa Do Assaréklauddia
 
Tipos De Poesias
Tipos De PoesiasTipos De Poesias
Tipos De Poesiasklauddia
 

Mais de klauddia (20)

Projeto Inforcesj - Resultado Final
Projeto Inforcesj - Resultado FinalProjeto Inforcesj - Resultado Final
Projeto Inforcesj - Resultado Final
 
Ações LEC
Ações LECAções LEC
Ações LEC
 
Normas do LEI
Normas do LEINormas do LEI
Normas do LEI
 
Inforcesj 1 fase
Inforcesj 1 faseInforcesj 1 fase
Inforcesj 1 fase
 
Parazinho - Granja/Ce
Parazinho - Granja/CeParazinho - Granja/Ce
Parazinho - Granja/Ce
 
Trabalho de Historia - Granja
Trabalho de Historia - GranjaTrabalho de Historia - Granja
Trabalho de Historia - Granja
 
Origem de Granja
Origem de GranjaOrigem de Granja
Origem de Granja
 
Atividade Interdisciplinar
Atividade InterdisciplinarAtividade Interdisciplinar
Atividade Interdisciplinar
 
Projeto Reciclagem De Papel
Projeto Reciclagem De PapelProjeto Reciclagem De Papel
Projeto Reciclagem De Papel
 
Cidade de Granja - CE
Cidade de Granja - CECidade de Granja - CE
Cidade de Granja - CE
 
Negros Que Fizeram Historia Na Antiguidade
Negros Que Fizeram Historia Na AntiguidadeNegros Que Fizeram Historia Na Antiguidade
Negros Que Fizeram Historia Na Antiguidade
 
Movimentos Negros
Movimentos NegrosMovimentos Negros
Movimentos Negros
 
Forum Escolar Gremio Estudantil
Forum Escolar Gremio EstudantilForum Escolar Gremio Estudantil
Forum Escolar Gremio Estudantil
 
Projeto Afro
Projeto Afro Projeto Afro
Projeto Afro
 
Anorexia, bulimia e obesidade
Anorexia, bulimia e obesidadeAnorexia, bulimia e obesidade
Anorexia, bulimia e obesidade
 
Tipos De Poesias
Tipos De PoesiasTipos De Poesias
Tipos De Poesias
 
Patativa do Assaré
Patativa do AssaréPatativa do Assaré
Patativa do Assaré
 
Tipos de poesias
Tipos de poesiasTipos de poesias
Tipos de poesias
 
Patativa Do Assaré
Patativa Do AssaréPatativa Do Assaré
Patativa Do Assaré
 
Tipos De Poesias
Tipos De PoesiasTipos De Poesias
Tipos De Poesias
 

Último

Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxGraycyelleCavalcanti
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxEduardaMedeiros18
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorCasa Ciências
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoPedroFerreira53928
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosbiancaborges0906
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdfedjailmax
 

Último (20)

Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 

Influências Africanas na Culinária Brasileira

  • 1. Influências Africanas na culinária brasileira
  • 2. Os Africanos quando foram trazidos para o Brasil, já eram dotados de um a vasta sabedoria na Culinária, alguns dos produtos que podemos destacar como marcantes na influência da culinária brasileira, o Azeite de Dendê, é sem dúvida uma das maiores contribuições para a comida brasileira, é indispensável em inúmeros Pratos Típicos do Brasil tanto diretamente ,como ingrediente, como indiretamente na confecção deles.
  • 3. Pratos Pratos tipicamente brasileiros como a feijoada fruto da adaptação do negro as condições adversas da escravidão que com sobras de carnes juntamente com a sabedoria da culinária africana, já que vários foram os povos africanos que foram trazidos ao Brasil, daí vários conhecimentos culinários, adaptaram-se aquela situação resultando num dos pratos típicos mais apreciados em todo o País. Na Culinária Africana não podemos deixar de mencionar a utilização de frutos do mar, como parte da alimentação .
  • 4. No Nordeste a marca africana é profunda, sobretudo na Bahia, em pratos como vatapá, caruru, efó, acarajé e bobó, com largo uso de azeite-de-dendê, leite de coco e pimenta. São ainda dessa região a carne-de-sol, o feijão-de-corda, o arroz-de-cuxá, as frigideiras de peixe e a carne-seca com abóbora, sempre acompanhados de muita farinha de mandioca. A feijoada carioca, de origem negra, é o mais tipicamente brasileiro dos pratos.
  • 5. Alguns Pratos afros.
  • 6. *Aberém Bolinho de origem afro-brasileira, feito de milho ou de arroz moído na pedra, macerado em água, salgado e cozido em folhas de bananeira secas. (No candomblé, é comida –de - santo, oferecida a Omulu e Oxumaré).
  • 7. *Abrazô Bolinho da culinária afro-brasileira, feito de farinha de milho ou de mandioca, apimentado, frito em azeite-de-dendê.
  • 8. *Acaçá Bolinho da culinária afro-brasileira, feito de milho macerado em água fria e depois moído, cozido e envolvido, ainda morno, em folhas verdes de bananeira. (Acompanha o vatapá ou caruru. Preparado com leite de coco e açúcar, é chamada acaçá de leite.) [No candomblé, é comida – de - santo, oferecida a Oxalá, Nanã, Ibeji, Iêmanja e Exu.]
  • 9. *Abará Bolinho de origem afro-brasileira feito com massa de feijão-fradinho temperada com pimenta, sal, cebola e azeite-de-dendê, algumas vezes com camarão seco, inteiro ou moído e misturado à massa, que é embrulhada em folha de bananeira e cozida em água. (No candomblé, é comida – de - santo, oferecida a Iansã, Obá e Ibeji).
  • 10. *Aluá Bebida refrigerante feita de milho, de arroz ou de casca de abacaxi fermentados com açúcar ou rapadura, usada tradicionalmente como oferenda aos orixás nas festas populares de origem africana .
  • 11. *Pade (farofa) Extraída da mandioca é um elemento ligado a raiz, que provém da Terra. Dendê: sangue vegetal que traz energia e asé (força). A combinação desses dois elementos faz com que se locomova com mais rapidez ao ipade (reunião), levando seus pedidos em nome dos seres humanos.
  • 12. ELENICE DAYSE MENTINHA TEREZINHA LECIANO ROBERIO Equipe: