1º ano rafael - roma antiga

282 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

1º ano rafael - roma antiga

  1. 1. Professor Rafael Magno Noronha 1 História e Atualidades =] 1º ano EM
  2. 2. RRoommaa AAnnttiiggaa 2
  3. 3. Valores Históricos da Antiguidade Clássica (Grécia e Ro Hmaom)em voltado para a terra e para a vida.  Harmonia Cultural  Antropocentrismo  Racionalismo  Apego aos bens do mundo  Paganismo  Preocupação com a beleza física do corpo  Liberdade de criação  Mitologia como fonte de assuntos 3
  4. 4. Roma Antiga  Civilização poderosa  Grande Império  Legado para o Direito e Religião  Ideia de República (coisa pública) 4
  5. 5. Roma Antiga  Período Monárquico - 753 a.C  Período Republicano - 509 a.C.  Império - 27a.C. – 476 d.C (quando começa a Idade Média) 5
  6. 6. Fundação Lendária 6
  7. 7. Povos Fundadores da Itália Italiotas Gregos Etruscos 7
  8. 8. 753 a.C.  Período Monárquico: Sociedade: - Patrícios: ricos proprietários de terras - Clientes: dependentes dos patrícios - Plebeus: livres, sem direitos - Escravos (por dívidas) 8
  9. 9. Período Monárquico Economia: Atividades agropastoris 9
  10. 10. Período Monárquico Política: - Rei: eleito pela Comitia Curiata (assembleia) - Senado: tomar decisões e controlar o Rei  também chamado de Conselho dos Anciões. 10
  11. 11. Período Monárquico Características: - Os últimos reis desse período tentaram diminuir a ação do Senado, que em resposta, com o apoio dos patrícios, implantaram a República, em 509 a. 11
  12. 12. 509 a.C. Período Republicano:  Sociedade: Os plebeus nesse período ganham mais espaço no cenário político com a criação da tribuna da plebe. 12
  13. 13. Período Republicano: Economia: Atividades agropastoris / Comércio 13
  14. 14. Período Republicano Política: - Senado - Magistrados: funções executivas e jurídicas. 14
  15. 15. Período Republicano Política: - Consulado: dois cônsules eram responsáveis pela política interna e externa. 15
  16. 16. Período Republicano: - Tribuno da Plebe: representante dos plebeus com direito de veto no Senado - Comicia Plebis: assembleia para eleger a Tribuna da Plebe 16
  17. 17. Período Republicano  Características: - Em 450 a.C., os plebeus conseguiram a Lei das Dozes Tábuas, que autorizava o casamento com patrícios e proibia a escravidão por dívidas. 17
  18. 18. Período Republicano - Ampliação do território Romano, com a ajuda das Guerras Púnicas, em 146 a.C. ROMA X CARTAGO 18
  19. 19. Guerras Púnicas  Primeira Guerra Púnica: 264 a 241 a.C.  vitória romana, que levou a uma reação de Cartago, levando à  Segunda Guerra Púnica: 218 a 202 a.C.  Cartago comandado por Aníbal, que apesar de grandes feitos, não conseguiu resultado positivo.  Terceira Guerra Púnica: 150 a 146 a.C. decisiva para expansão romana. 19
  20. 20. Período Republicano: - Com essas Guerras, Roma passa a tornar escravo aquele que perdeu a Guerra. - Roma conhece oo sseeuu aappooggeeuu ee aa cciiddaaddee ccrreessccee ppooppuullaacciioonnaallmmeennttee,, ggeerraannddoo ccoonnfflliittooss ssoocciiaaiiss  ““ppããoo ee cciirrccoo””:: ddiissttrriibbuuiirr ttrriiggoo ee pprroommooççããoo ddee eessppeettááccuullooss 20
  21. 21. Período Republicano: - Irmãos Graco, por meio da Tribuna da Plebe, promoveram ( ou tentaram) a reforma agrária. 21
  22. 22. Período Republicano: - As crises levaram ao surgimentos dos chamados TRIUVIRATO O primeiro foi governado por Júlio César, Crasso e Pompeu. 22
  23. 23. Queda da República  As lutas internas:  Rivalidade de Mário e de Sila;  Triunvirato de César, Pompeu e Crasso  Rivalidade de Pompeu e César depois da conquista da Gália;  Ditadura e assassinato de César;  Rivalidade de Otávio e Antônio;  Vencedor em Áccio em 31 a.C., Otávio ficou exclusivo senhor do mundo antigo; foi proclamado imperador sob o nome de Augusto, reunindo nas suas mãos todos os poderes, todas as magistratura2s3 .
  24. 24. Otávio Augusto – 1º Imperador 24
  25. 25. 27a.C. Império:  Sociedade: Cidadãos divididos em três camadas, conforme seus bens 25
  26. 26. Império: Economia:  Comércio 26
  27. 27. Alto Império: - Otávio conseguiu trazer melhorias para Roma, governou por 41 anos (PAZ AUGUSTA)  Paz Romana 27
  28. 28. Alto império  Máximo do PÃO e CIRCO 28
  29. 29. Alto Império No Governo de Otávio nasceu Jesus Cristo, que originou uma nova religião: Cristianismo. 29
  30. 30. Baixo Império - A crise do sistema escravista tentou ser superada, sem sucesso, por Diocleciano, 284 d.C. e por Constantino em 313, buscando apoio dos Cristãos, legalizando a religião, dividiu o Império no Ocidente e no Oriente. No entanto, sem sucesso. 30
  31. 31. 31
  32. 32. 32
  33. 33. IMPÉRIO BIZANTINO A cidade de Constantinopla foi fundada em 330 pelo Imperador Constantino. A sua localização facilitava as atividades comerciais e políticas 33
  34. 34. Império Bizantino O auge do Império Bizantino ocorreu com o imperador Justiniano (527-565). Direito Civil: Corpos Juris Civilis – legado para atualidade 34
  35. 35. Constantinopla 35
  36. 36. Constantinopla – atual Istambul – TURQUIA 36
  37. 37. Cultura Bizantina Desenvolveu-se uma rica arte religiosa, vinculada à Igreja ortodoxa e uma arte leiga, ligada ao luxo e à riqueza da corte do Império. A cultura bizantina sofreu influência dos gregos, romanos, persas e árabes. 37
  38. 38. 476 d.C. Idade Média:  As invasões bárbaras marcaram o fim do Império Romano, com a tomada da cidade de Constantinopla, capital do Império Romano do Oriente e deram início ao chamando Feudalismo. 38
  39. 39. Cultura e Religião Romana Direito Direito Público e privado. Artes Herança e aperfeiçoamento gregos. Religião Politeísta Cristianismo 39
  40. 40. Cisma do Oriente Vimos até o momento a decadência de Roma, suas principais consequências e alguns aspectos do Império Bizantino. Veremos agora o aspecto religioso desse Império. 40
  41. 41. Cisma do Oriente Disputas pelo poder, levaram ao chamado cisma (divisão) do Oriente em 1054, dividindo a Igreja cristã em duas: Igreja Ortodoxa Grega: chefiada pelo patriarca de Constantinopla. Igreja Católica Romana: chefiada pelo papa. 41
  42. 42. RReeggrraass ee RRiittuuaaiiss OOrrttooddooxxooss CCaattóólliiccooss VVoottoo ddee CCaassttiiddaaddee Opcional para padre, obrigatório para o bispo Obrigatória para todo sacerdote PPaappaa Não reconhecem sua autoridade É a autoridade máxima QQuuaarreessmmaa Dura 47 dias Dura 40 dias CCaalleennddáárriioo Usam o Juliano, com 13 dias a menos no ano Usam o Gregoriano como 365 dias NNaattaall Comemoram em 7 de Janeiro Comemoram em 25 de Dezembro IImmaaggeennss ddooss SSaannttooss As igrejas não têm estátuas, só pinturas Não há restrições a estátuas CCrruuzz Tem três barras Tem apenas uma barra horizontal 42

×