00 história rafael - era das gueras - 1ª gm

900 visualizações

Publicada em

resumão

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
900
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
847
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

00 história rafael - era das gueras - 1ª gm

  1. 1. Material Único 1 http://historiaeatualidade.blogspot.com História e Atualidades Professor Rafael Magno Noronha =]
  2. 2. 1ª Metade do Século XX 2
  3. 3. Do séc. XIX ao início do século XX: 3 Capitalismo fortalecido + Nação fortalecida + Nacionalismo agressivo = IMPERIALISMO
  4. 4. O Imperialismo levou... 4 A formação de alianças:  Tríplice Aliança = Alemanha, Áustria-Hungria e Itália  Tríplice Entente = Inglaterra, França e Rússia
  5. 5. A Causa imediata 7 O assassinato do Duque da Bósnia Francisco Ferdinando, herdeiro do trono austríaco, em 28 de Junho de 1914 por um estudante servo
  6. 6. O Início da Guerra 8 27/07/1914: O Império Austro-Húngaro declarou Guerra à Sérvia. A Rússia apoiou a Sérvia, dando início a Guerra Mundial
  7. 7. 1ª Guerra Mundial 9 Guerra de Trincheiras
  8. 8. 1ª Guerra Mundial 10 Imaginem que péssimo era o cotidiano da guerra
  9. 9. 1ª Guerra Mundial 11
  10. 10. 12
  11. 11. 13
  12. 12. 14
  13. 13. 15
  14. 14. 16
  15. 15. 17
  16. 16. 18
  17. 17. 1ª Guerra Mundial 19 Inaugurou o serviço militar obrigatório, usando a propagando para justificar isso.
  18. 18. 1ª Guerra Mundial 20 Os países usaram o NACIONALISMO como apelo para justificar a Guerra Desde as unificações o Nacionalismo é agressivo!
  19. 19. 21 “Conforme a guerra se prolongava, a vida cotidiana e a sociedade começavam a mudar” Papel da mulher 1ª Guerra Mundial1ª Guerra Mundial
  20. 20. 1ª Guerra Mundial 22  Compreendendo os anos de 1915 e 1916, o período caracterizou-se na frente ocidental pela “guerra de trincheiras”. O ano de 1915 foi marcado por gigantesca ofensiva alemã na frente ocidental visando eliminar a Rússia, antes de se voltar contra a França.
  21. 21. Itália na Guerra 23 A Itália se omitiu, embora pertencesse à Tríplice Aliança, argumentando que o seu compromisso com a Áustria e com a Alemanha previa sua participação apenas no caso de tais países serem agredidos.
  22. 22. Itália na Guerra 24 Em 1915 a Itália entrou na guerra a favor dos Ententes, em troca de promessas inglesas de participar da partilha das colônias alemãs na África, receber vantagens territoriais na Ásia Menor e uma posição dominante no Adriático: isto permitiu a abertura e nova frente.
  23. 23. 1ª Guerra Mundial 25 1917: A Rússia deixou a Guerra devido a Revolução Russa, que já estudamos.
  24. 24. 1ª Guerra Mundial 26 1917  a entrada dos EUA na Guerra após ter um Navio atacado pela Alemanha  sua participação foi decisiva para a vitória da Tríplice Entente.
  25. 25. 1ª Guerra Mundial 27 1918: fim da Guerra Tratado de Versalhes impôs uma derrota humilhante à Alemanha
  26. 26. Fique ligado... 28 Você quer começar a entender as causas da 2ª Guerra Mundial? Comece a entender O TRATADO DE VERSALHES
  27. 27. 1ª Guerra Mundial 29 O Brasil participou na 1ª Guerra Mundial a partir de 1917 com envio de aviadores, médicos e enfermeiros ao lado da Tríplice Entente
  28. 28. Após a Guerra 30 A Europa estava destroçada: 208 milhões de dólares haviam sido gastos. Criação da Liga das Nações, que mais tarde se transformou na ONU
  29. 29. ARTE Dadaísmo Idade Contemporânea
  30. 30. Dadaísmo Formado em 1916 em Zurique por jovens franceses e alemães que, se tivessem permanecido em seus respectivos países, teriam sido convocados para o serviço militar, o Dada foi um movimento de negação. Durante a Primeira Guerra Mundial, artistas de várias nacionalidades, exilados na Suíça, eram contrários ao envolvimento dos seus próprios países na guerra. Fundaram um movimento literário para expressar suas decepções em relação a incapacidade da ciências, religião, filosofia que se revelaram pouco eficazes em evitar a destruição da Europa. A palavra Dada foi descoberta acidentalmente por Hugo Ball e por Tzara Tristan num dicionário alemão-francês. Dada é uma palavra francesa que significa na linguagem infantil "cavalo de pau". Esse nome escolhido não fazia sentido, assim como a arte que perdera todo o sentido diante da irracionalidade da guerra.

×