29 história rafael - república da espada e república do café com leite

57 visualizações

Publicada em

fim da República Velha

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
57
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

29 história rafael - república da espada e república do café com leite

  1. 1. 1 Material ÚnicoMaterial Único História e Atualidades Professor Rafael Magno Noronha =]
  2. 2.  República Velha 2
  3. 3.  Existe material de apoio em WORD sobre os detalhes do tema antes de 1920. 3 Atenção
  4. 4. ModernismoModernismo TenentismoTenentismo
  5. 5.  • Mudanças no mundo pós a 1ª Guerra Mundial e a Revolução Russa de 1917. Anos 20
  6. 6.  • As mulheres começam a ganhar mais espaço na sociedade. • O sistema café-com-leite com sinais de esgotamento Anos 20
  7. 7.  • Ou melhor, setores da sociedade queriam uma basta ao sistema corrupto de votação. Anos 20
  8. 8.  • Dois movimentos foram importantes: • Tenentismo • Modernismo Anos 20
  9. 9.  • O tenentismo foi um movimento que ganhou força entre militares de média e baixa patente durante os últimos anos da República Velha. • Apoio: classe média urbana • Falta de apoio: população rural. Tenentismo
  10. 10.  • O que eles queriam ? • Mudança no sistema político do Brasil. Tenentismo
  11. 11.  • 1º Movimento: Forte de Copacabana em 1922 • Os tenentes apoiaram a candidatura de Nilo Peçanha em oposição ao mineiro Arthur Bernardes. Tenentismo
  12. 12.  • Em 1924 – tentativa de tomar São Paulo. • Depois de 2 tentativas frustradas ida para o Sul do país – união com rebeldes, liderados por Miguel Costa e Luís Carlos Prestes. Tenentismo
  13. 13.  Na década de 30, Prestes e todos que eram contra o governo passaram a ser perseguidos por Vargas. Coluna Preste até 1927
  14. 14.  Ideais do Modernismo foram incorporados na vida política do Brasil, impulsionados não apenas pela arte, como também por necessidade. Modernismo: Uma Mudança Ideológica
  15. 15.  O modernismo no Brasil tem como marco simbólico a Semana de Arte Moderna, realizada em São Paulo, no ano de 1922, considerada um divisor de águas na história da cultura brasileira. O evento - organizado por um grupo de intelectuais e artistas por ocasião do Centenário da Independência - declara o rompimento com o tradicionalismo cultural associado às correntes literárias e artísticas anteriores. 15 Modernismo
  16. 16.  1922 – Tentativa de Afirmação 1930 – Consolidação 1945 – 1978 - Desvio 16 Três Fases
  17. 17.  1922 – Tentativa de Afirmação: Principais autores desta fase: Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Manuel Bandeira, Antônio de Alcântara Machado, Menotti del Picchia, Cassiano Ricardo, Guilherme de Almeida e Plínio Salgado. 17 Três Fases
  18. 18.  1930 – Consolidação: Os principais autores são: Carlos Drummond de Andrade, Murilo Mendes, Jorge de Lima, Cecília Meireles, Vinícius de Moraes, Rachel de Queiroz, José Lins do Rego, Graciliano Ramos, Jorge Amado, Érico Veríssimo. 18 Três Fases
  19. 19.  1945 – 1978 – Desvio: Principais autores Ledo Ivo, Péricles Eugênio da Silva Ramos, Geraldo Vidigal, Domingos Carvalho da Silva, Geir de Campos e Darcy Damasceno. 19 Três Fases
  20. 20.
  21. 21.
  22. 22.  Paisagem de Santo Amaro
  23. 23.
  24. 24.  As ideias do modernismos foram sentidas nos anos 30 a partir de dois eventos: A Crise de 1929. A chegada de Vargas ao poder em 1930. Modernismo

×