Successfully reported this slideshow.
BALANÇO PATRIMONIAL <ul><li>LEI 6404/76 – ART. 178 </li></ul><ul><ul><li>“ NO BALANÇO, AS CONTAS SERÃO CLASSIFICADAS SEGUN...
BALANÇO PATRIMONIAL <ul><li>O  BP  EVIDENCIA DE FORMA QUALITATIVA E QUANTITATIVA, A SITUAÇÃO PATRIMONIAL E FINANCEIRA DA E...
BALANÇO PATRIMONIAL <ul><li>O  BP  É UMA DEMONSTRAÇÃO CONTÁBIL OBRIGATÓRIA QUE APRESENTA, SINTÉTICA E ORDENADAMENTE O SALD...
BALANÇO PATRIMONIAL <ul><li>NO  BP  SÃO APRESENTADOS OS ELEMENTOS QUE COMPÕEM O PATRIMÔNIO DE UMA COMPANHIA EM DETERMINADO...
BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>ART. 178, § 1º </li></ul><ul><ul><li>“ NO ATIVO AS CONTAS SERÃO DISPOSTAS EM ORDEM DECRE...
BALANÇO PATRIMONIAL “ATIVO” <ul><li>RECURSOS DA EMPRESA CAPAZES DE GERAR FLUXOS DE FUTUROS DE CAIXA E SÃO REPRESENTADOS PO...
BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>ATIVO CIRCULANTE </li></ul><ul><ul><li>DISPONÍVEL : RECURSOS FINANCEIROS QUE SE ENCONTRA...
BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>CIRCULANTE </li></ul><ul><ul><li>CRÉDITOS </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>TÍTULOS DE CRÉD...
BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>CIRCULANTE </li></ul><ul><ul><li>DESPESAS DO EXERCÍCIO SEGUINTE </li></ul></ul><ul><ul><...
BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>CIRCULANTE </li></ul><ul><ul><li>EXCEÇÕES  </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>CICLO OPERACIO...
BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>REALIZÁVEL A LONGO PRAZO </li></ul><ul><ul><li>DIREITOS REALIZÁVEIS APÓS O ENCERRAMENTO ...
BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>INVESTIMENTOS </li></ul><ul><ul><li>LEI 6404/76 – ART. 179 / III – “EM INVESTIMENTOS: AS...
BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>PERMANENTE </li></ul><ul><ul><li>INVESTIMENTOS </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>PARTICIPAÇ...
BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>IMOBILIZADO </li></ul><ul><ul><li>LEI 6404 – ART. 179 / IV: “ NO ATIVO IMOBILIZADO:  OS ...
BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>IMOBILIZADO </li></ul><ul><ul><li>BENS CORPÓREOS, MÓVEIS OU IMÓVEIS </li></ul></ul><ul><...
BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>CULTURAS PERMANENTES </li></ul><ul><ul><li>PRAZO DE MATURAÇÃO E PRODUÇÃO SUPERIOR A UM A...
BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>DIFERIDO </li></ul><ul><ul><li>LEI 6404 – ART. 179 / V : “NO ATIVO DIFERIDO: AS APLICAÇÕ...
BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>LEI 6404/76, ART 178 - § 2º </li></ul><ul><ul><li>“ NO PASSIVO AS CONTAS SERÃO CLASSIF...
BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>PASSIVO = ORIGEM DOS RECURSOS, REPRESENTADO PELAS OBRIGAÇÕES DA CIA, TANTO PARA COM TE...
BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>PASSIVO EXIGÍVEL  </li></ul><ul><ul><li>LEI 6404/76 – ART. 180: “ AS OBRIGAÇÕES DA COM...
BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>PASSIVO EXIGÍVEL </li></ul><ul><ul><li>LEI 6404/76 – ART. 180 “..... E NO PASSIVO EXIG...
BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>CIRCULANTE </li></ul><ul><ul><li>OBRIGAÇÕES VENCÍVEIS NO DECORRER DO EXERCÍCIO SOCIAL ...
BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>NO PASSIVO DEVEM SER REGISTRADAS, TANTO AS OBRIGAÇÕES FORMALIZADAS, COMO AS NÃO FORMAL...
BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>AS CONTAS DEVEM SER REGISTRADAS EM ORDEM DECRESCENTE DE EXIGIBILIDADE </li></ul><ul><l...
BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>RESULTADOS DE EXERCÍCIOS FUTUROS –  </li></ul><ul><ul><li>LEI 6404/76  – ART. 181: “SE...
BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>RESULTADO EXERCÍCIOS FUTUROS </li></ul><ul><ul><li>RECEITAS RECEBIDAS ANTECIPADAMENTE,...
BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>REPRESENTA A DIFERENÇA ENTRE O ATIVO E O PASSIVO </li></ul><ul><li>VALOR CO...
BALANÇO PATRIMONIAL  PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>ESTRUTURA </li></ul><ul><ul><li>CAPITAL SOCIAL </li></ul></ul><ul><ul><li>...
BALANÇO PATRIMONIAL  PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>CAPITAL A REALIZAR :  </li></ul><ul><ul><li>A LEI COMERCIAL ENTENDE QUE O ...
BALANÇO PATRIMONIAL  PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE CAPITAL : LEI 6404-ART 182. </li></ul><ul><ul><li>§ 1º: “SERÃO...
BALANÇO PATRIMONIAL   PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE CAPITAL </li></ul><ul><ul><ul><li>B) O PRODUTO DE ALIENAÇÃO D...
BALANÇO PATRIMONIAL   PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE CAPITAL </li></ul><ul><ul><li>VALORES RECEBIDOS PELA ENTIDADE...
BALANÇO PATRIMONIAL   PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE CAPITAL </li></ul><ul><ul><li>SÃO FORMADAS: </li></ul></ul><u...
BALANÇO PATRIMONIAL   PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE REAVALIAÇÃO </li></ul><ul><ul><li>LEI 6404/74 – ART 182 - § 3...
BALANÇO PATRIMONIAL   PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>Art. 8º Lei 6404/76 </li></ul><ul><ul><li>“ </li></ul></ul>
BALANÇO PATRIMONIAL   PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE REAVALIAÇÃO </li></ul><ul><ul><li>ACRÉSCIMO DE VALOR  ATRIBUÍ...
BALANÇO PATRIMONIAL   PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE LUCRO </li></ul><ul><ul><li>CONTAS DE RESERVAS CONSTITUÍDAS P...
BALANÇO PATRIMONIAL   PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE LUCRO </li></ul><ul><ul><li>RESERVA LEGAL </li></ul></ul><ul>...
BALANÇO PATRIMONIAL   PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVA PARA CONTINGÊNCIAS </li></ul><ul><ul><li>OBJETIVO : SEGREGAR PARC...
BALANÇO PATRIMONIAL   PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVA PARA CONTINGÊNCIAS </li></ul><ul><ul><li>EXEMPLOS DE PERDAS POTEN...
BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVA PARA CONTINGÊNCIAS </li></ul><ul><ul><li>REVERSÃO  §2º - ART 195, L...
BALANÇO PATRIMONIAL   PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVA DE LUCROS A REALIZAR </li></ul><ul><ul><li>É CONSTITUÍDA PARA EVI...
BALANÇO PATRIMONIAL   PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>CONTAS RETIFICADORAS </li></ul><ul><ul><li>PREJUÍZOS ACUMULADOS </li></ul...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

BalançO Patrimonial

64.642 visualizações

Publicada em

BalançO Patrimonial

  1. 1. BALANÇO PATRIMONIAL <ul><li>LEI 6404/76 – ART. 178 </li></ul><ul><ul><li>“ NO BALANÇO, AS CONTAS SERÃO CLASSIFICADAS SEGUNDO OS ELEMENTOS QUE REGISTREM E AGRUPADAS DE MODO A FACILITAR O CONHECIMENTO E A ANÁLISE DA SITUAÇÃO FINANCEIRA DA COMPANHIA” </li></ul></ul>
  2. 2. BALANÇO PATRIMONIAL <ul><li>O BP EVIDENCIA DE FORMA QUALITATIVA E QUANTITATIVA, A SITUAÇÃO PATRIMONIAL E FINANCEIRA DA EMPRESA E DOS ATOS REGISTRADOS NA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL. DEVE SER ESTRUTURADA DE ACORDO COM A LEI 6404/76 E OS P F C. </li></ul>
  3. 3. BALANÇO PATRIMONIAL <ul><li>O BP É UMA DEMONSTRAÇÃO CONTÁBIL OBRIGATÓRIA QUE APRESENTA, SINTÉTICA E ORDENADAMENTE O SALDO MONETÁRIO DE TODOS OS VALORES INTEGRANTES DO PATRIMÔNIO DA COMPANHIA, EM DETERMINADA DATA, NUM SENTIDO ESTÁTICO </li></ul>
  4. 4. BALANÇO PATRIMONIAL <ul><li>NO BP SÃO APRESENTADOS OS ELEMENTOS QUE COMPÕEM O PATRIMÔNIO DE UMA COMPANHIA EM DETERMINADO MOMENTO COM SEUS VALORES, PERMITINDO A ANÁLISE DA SITUAÇÃO PATRIMONIAL E FINANCEIRA DA MESMA. </li></ul>
  5. 5. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>ART. 178, § 1º </li></ul><ul><ul><li>“ NO ATIVO AS CONTAS SERÃO DISPOSTAS EM ORDEM DECRESCENTE DE GRAU DE LIQUIDEZ DOS ELEMENTOS NELAS REGISTRADOS, NOS SEGUINTES GRUPOS: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>ATIVO CIRCULANTE </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>ATIVO REALIZÁVEL A LONGO PRAZO, e </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>ATIVO PERMANENTE, SUBDIVIDIDO EM INVESTIMENTOS, ATIVO IMOBILIZADO E ATIVO DIFERIDO.” </li></ul></ul></ul>
  6. 6. BALANÇO PATRIMONIAL “ATIVO” <ul><li>RECURSOS DA EMPRESA CAPAZES DE GERAR FLUXOS DE FUTUROS DE CAIXA E SÃO REPRESENTADOS POR BENS E DIREITOS. </li></ul><ul><li>OS COMPONENTES DO ATIVO SÃO CLASSIFICADOS DE ACORDO COM A DESTINAÇÃO ESPECÍFICA, QUE VARIA SEGUNDO OS FINS DA ENTIDADE </li></ul>
  7. 7. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>ATIVO CIRCULANTE </li></ul><ul><ul><li>DISPONÍVEL : RECURSOS FINANCEIROS QUE SE ENCONTRAM À DISPOSIÇÃO IMEDIATA DA ENTIDADE, COMPREENDENDO OS MEIOS DE PAGAMENTO EM MOEDA E EM OUTRAS ESPÉCIES, OS DEPÓSITOS BANCÁRIOS À VISTA E OS TÍTULOS DE LIQUIDEZ IMEDIATA </li></ul></ul>
  8. 8. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>CIRCULANTE </li></ul><ul><ul><li>CRÉDITOS </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>TÍTULOS DE CRÉDITO, VALORES MOBILIÁRIOS E OUTROS DIREITOS VENCÍVEIS NO EXERCÍCIO SOCIAL SUBSEQÜENTE </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>ESTOQUES </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>VLRS. REF. A PRODUTOS ACABADOS, EM ELABORAÇÃO, MATÉRIAS-PRIMAS, MERCADORIAS e MATERIAL DE CONSUMO </li></ul></ul></ul>
  9. 9. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>CIRCULANTE </li></ul><ul><ul><li>DESPESAS DO EXERCÍCIO SEGUINTE </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>APLICAÇÕES EM GASTOS QUE TENHAM REALIZAÇÃO NO CURSO DO EXERCÍCIO SOCIAL SUBSEQÜENTE </li></ul></ul></ul>
  10. 10. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>CIRCULANTE </li></ul><ul><ul><li>EXCEÇÕES </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>CICLO OPERACIONAL </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>OPERAÇÕES COM COLIGADAS, CONTROLADAS, ACIONISTAS, DIRETORES, ETC., SEM CORRELAÇÃO COM O OBJETO SOCIAL DA EMPRESA </li></ul></ul></ul>
  11. 11. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>REALIZÁVEL A LONGO PRAZO </li></ul><ul><ul><li>DIREITOS REALIZÁVEIS APÓS O ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO SOCIAL SUBSEQÜENTE </li></ul></ul>
  12. 12. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>INVESTIMENTOS </li></ul><ul><ul><li>LEI 6404/76 – ART. 179 / III – “EM INVESTIMENTOS: AS PARTICIPAÇÕES PERMANENTES EM OUTRAS SOCIEDADES E OS DIREITOS DE QUALQUER NATUREZA NÃO CLASSIFICÁVEIS NO ATIVO CIRCULANTE, E QUE NÃO SE DESTINEM À MANUTENÇÃO DA ATIVIDADE DA COMPANHIA OU DA EMPRESA </li></ul></ul>
  13. 13. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>PERMANENTE </li></ul><ul><ul><li>INVESTIMENTOS </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>PARTICIPAÇÕES EM AÇÕES OU QUOTAS, COM OBJETIVO DE PERMANÊNCIA EM OUTRAS SOCIEDADES </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>DIREITOS DE QUALQUER NATUREZA, NÃO CLASSIFICÁVEIS NO CIRCULANTE, NO REALIZÁVEL A LONGO PRAZO, NO IMOBILIZADO E NO DIFERIDO </li></ul></ul></ul>
  14. 14. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>IMOBILIZADO </li></ul><ul><ul><li>LEI 6404 – ART. 179 / IV: “ NO ATIVO IMOBILIZADO: OS DIREITOS QUE TENHAM POR OBJETO BENS DESTINADOS À MANUTENÇÃO DAS ATIVIDADES DA COMPANHIA E DA EMPRESA, OU EXERCIDOS COM ESTA FINALIDADE, INCLUSIVE OS DIREITOS DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL OU COMERCIAL.” </li></ul></ul>
  15. 15. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>IMOBILIZADO </li></ul><ul><ul><li>BENS CORPÓREOS, MÓVEIS OU IMÓVEIS </li></ul></ul><ul><ul><li>BENS INCORPÓREOS: GOODWILL, DIREITO DE EXPLORAÇÃO DE PROCESSO DE INDÚSTRIA OU MARCA DE COMÉRCIO, ETC </li></ul></ul><ul><ul><li>CULTURAS PERMANENTES </li></ul></ul><ul><ul><li>ANIMAIS DE TRAÇÃO E DE REPRODUÇÃO </li></ul></ul>
  16. 16. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>CULTURAS PERMANENTES </li></ul><ul><ul><li>PRAZO DE MATURAÇÃO E PRODUÇÃO SUPERIOR A UM ANO </li></ul></ul><ul><ul><li>PRODUZ + DE UMA VEZ EM SUA VIDA ÚTIL ECONÔMICA, ou </li></ul></ul><ul><ul><li>AINDA QUE PRODUZA UMA ÚNICA VEZ, TENHA PRAZO DE MATURAÇÃO E PRODUÇÃO SUPERIOR A, PELO MENOS, DOIS ANOS </li></ul></ul>
  17. 17. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO <ul><li>DIFERIDO </li></ul><ul><ul><li>LEI 6404 – ART. 179 / V : “NO ATIVO DIFERIDO: AS APLICAÇÕES QUE CONTRIBUIRÃO PARA A FORMAÇÃO DO RESULTADO DE MAIS DE UM EXERCÍCIO SOCIAL, INCLUSIVE JUROS PAGOS OU CREDITADOS A ACIONISTAS DURANTE O PERÍODO </li></ul></ul>
  18. 18. BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>LEI 6404/76, ART 178 - § 2º </li></ul><ul><ul><li>“ NO PASSIVO AS CONTAS SERÃO CLASSIFICADAS NOS SEGUINTES GRUPOS: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>a) PASSIVO CIRCULANTE </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>b) PASSIVO EXIGÍVEL A LONGO PRAZO </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>c) RESULTADO DE EXERCÍCIOS FUTUROS </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>d) PATRIMÔNIO LÍQUIDO DIVIDIDO EM: CAPITAL SOCIAL, RESERVAS DE REAVALIAÇÃO, RESERVAS DE LUCROS E LUCROS OU PREJUÍZOS ACUMULADOS” </li></ul></ul></ul>
  19. 19. BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>PASSIVO = ORIGEM DOS RECURSOS, REPRESENTADO PELAS OBRIGAÇÕES DA CIA, TANTO PARA COM TERCEIROS COMO PARA OS PROPRIETÁRIOS </li></ul><ul><li>CONFORME A LEI 6404, O PASSIVO ENGLOBA , INCLUSIVE O PATRIMÔNIO LÍQUIDO. </li></ul>
  20. 20. BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>PASSIVO EXIGÍVEL </li></ul><ul><ul><li>LEI 6404/76 – ART. 180: “ AS OBRIGAÇÕES DA COMPANHIA, INCLUSIVE FINANCIAMENTOS PARA AQUISIÇÃO DE DIREITOS DO ATIVO PERMANENTE, SERÃO CLASSIFICADAS NO PASSIVO CIRCULANTE, QUANDO SE VENCEREM NO EXERCÍCIO SEGUINTE.... </li></ul></ul>
  21. 21. BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>PASSIVO EXIGÍVEL </li></ul><ul><ul><li>LEI 6404/76 – ART. 180 “..... E NO PASSIVO EXIGÍVEL A LONGO PRAZO, SE TIVEREM VENCIMENTO EM PRAZO MAIOR, OBSERVADO O DISPOSTO NO PARÁGRAFO ÚNICO DO ART. 179.” ( CICLO OPERACIONAL ) </li></ul></ul>
  22. 22. BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>CIRCULANTE </li></ul><ul><ul><li>OBRIGAÇÕES VENCÍVEIS NO DECORRER DO EXERCÍCIO SOCIAL SUBSEQÜENTE, ALÉM DAS JÁ VENCIDAS. </li></ul></ul><ul><li>EXIGÍVEL A LONGO PRAZO </li></ul><ul><ul><li>OBRIGAÇÕES VENCÍVEIS APÓS O ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO SOCIAL SUBSEQÜENTE </li></ul></ul>
  23. 23. BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>NO PASSIVO DEVEM SER REGISTRADAS, TANTO AS OBRIGAÇÕES FORMALIZADAS, COMO AS NÃO FORMALIZADAS. </li></ul><ul><li>DEVEM SER REGISTRADAS POR MEIO DE PROVISÕES COM BASE EM VALORES CONHECIDOS OU ESTIMADOS </li></ul>
  24. 24. BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>AS CONTAS DEVEM SER REGISTRADAS EM ORDEM DECRESCENTE DE EXIGIBILIDADE </li></ul><ul><li>OS PRAZOS PREVISTOS PARA SEPARAR EXIGIBILIDADES DE CURTO E LONGO PRAZO DEVE SER O MESMO DAS REALIZABILIDADES </li></ul>
  25. 25. BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>RESULTADOS DE EXERCÍCIOS FUTUROS – </li></ul><ul><ul><li>LEI 6404/76 – ART. 181: “SERÃO CLASSIFICADOS COMO RESULTADOS DE EXERCÍCIOS FUTUROS AS RECEITAS DE EXERCÍCIOS FUTUROS, DIMINUÍDAS DOS CUSTOS E DESPESAS A ELAS CORRESPONDENTES.” </li></ul></ul>
  26. 26. BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO <ul><li>RESULTADO EXERCÍCIOS FUTUROS </li></ul><ul><ul><li>RECEITAS RECEBIDAS ANTECIPADAMENTE, JÁ DEDUZIDAS DAS DESPESAS A ELAS CORRESPONDENTES. </li></ul></ul><ul><ul><li>CONTRATOS DE LONGO PRAZO </li></ul></ul><ul><ul><li>ANTEPROJETO DESAPARECE, INDO PARA DIREITOS E OBRIGAÇÕES </li></ul></ul>
  27. 27. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>REPRESENTA A DIFERENÇA ENTRE O ATIVO E O PASSIVO </li></ul><ul><li>VALOR CONTÁBIL PERTENCENTE AOS SÓCIOS , DO PONTO DE VISTA DA TEORIA DO PROPRIETÁRIO. </li></ul><ul><li>CAPITAL PRÓPRIO DA ENTIDADE, SOB O ENFOQUE DAS ORIGENS DOS RECURSOS </li></ul>
  28. 28. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>ESTRUTURA </li></ul><ul><ul><li>CAPITAL SOCIAL </li></ul></ul><ul><ul><li>RESERVAS DE CAPITAL </li></ul></ul><ul><ul><li>RESERVAS DE REAVALIAÇÃO </li></ul></ul><ul><ul><li>RESERVAS DE LUCRO </li></ul></ul><ul><ul><li>LUCROS OU PREJUÍZOS ACUMULADOS </li></ul></ul>
  29. 29. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>CAPITAL A REALIZAR : </li></ul><ul><ul><li>A LEI COMERCIAL ENTENDE QUE O CAPITAL A REALIZAR NÃO CONSTITUI ATIVO, MAS O SALDO DA PARCELA DO CAPITAL SOCIAL COM QUE O ACIONISTA SE OBRIGOU A CONTRIBUIR, QUANDO DA SUBSCRIÇÃO </li></ul></ul>
  30. 30. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE CAPITAL : LEI 6404-ART 182. </li></ul><ul><ul><li>§ 1º: “SERÃO CLASSIFICADAS COMO RESERVAS DE CAPITAL AS CONTAS QUE REGISTRAREM: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>A) A CONTRIBUIÇÃO DO SUBSCRITOR DE AÇÕES QUE ULTRAPASSAR O VALOR NOMINAL E A PARTE DO PREÇO DAS AÇÕES SEM VALOR NOMINAL QUE ULTRAPASSAR A IMPORTÂNCIA DESTINADA À FORMAÇÃO DO CAPITAL SOCIAL, INCLUSIVE NOS CASOS DE CONVERSÃO DE AÇÕES EM DEBÊNTURES OU PARTES BENEFICIÁRIAS ; </li></ul></ul></ul>
  31. 31. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE CAPITAL </li></ul><ul><ul><ul><li>B) O PRODUTO DE ALIENAÇÃO DE PARTES BENEFICIÁRIAS </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>C) O PRÊMIO RECEBIDO PELA EMISSÃO DE DEBÊNTURES </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>D) AS DOAÇÕES E AS SUBVENÇÕES PARA INVESTIMENTOS </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>§ 2º - C.M. DO CAPITAL REALIZADO (até 1995)..... </li></ul></ul>
  32. 32. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE CAPITAL </li></ul><ul><ul><li>VALORES RECEBIDOS PELA ENTIDADE, QUE NÃO TRANSITAM PELO RESULTADO DA COMPANHIA COMO RECEITAS OU GANHOS, OU SEJA NÃO FORAM OBTIDAS POR MEIO DE OPERAÇÕES NORMAIS DA EMPRESA. </li></ul></ul>
  33. 33. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE CAPITAL </li></ul><ul><ul><li>SÃO FORMADAS: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>PELA CONTRIBUIÇÃO POR MEIO DA SUBSCRIÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DA COMPANHIA, QUANDO, OU ENQUANTO TAIS VALORES NÃO FOREM DESTINADOS A INTEGRAR O CAPITAL SOCIAL. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>POR DOAÇÕES OU SUBVENÇÕES PARA INVESTIMENTOS. </li></ul></ul></ul>
  34. 34. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE REAVALIAÇÃO </li></ul><ul><ul><li>LEI 6404/74 – ART 182 - § 3º: “SERÃO CLASSIFICADAS COMO RESERVAS DE REAVALIAÇÃO AS CONTRAPARTIDAS DE AUMENTOS DE VALOR ATRIBUÍDOS A ELEMENTOS DO ATIVO EM VIRTUDE DE NOVAS AVALIAÇÕES, COM BASE EM LAUDO NOS TERMOS DO ART. 8º, APROVADO PELA ASSEMBLÉIA GERAL.” </li></ul></ul>
  35. 35. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>Art. 8º Lei 6404/76 </li></ul><ul><ul><li>“ </li></ul></ul>
  36. 36. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE REAVALIAÇÃO </li></ul><ul><ul><li>ACRÉSCIMO DE VALOR ATRIBUÍDO A ELEMENTOS DO ATIVO, ACIMA DE SEUS VALORES CONTÁBEIS LÍQUIDOS. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>EX.: RESERVA DE REAVALIAÇÃO DE ATIVOS PRÓPRIOS e RESERVA DE REAVALIAÇÃO DE ATIVOS DE CONTROLADAS E TRIBUTOS SOBRE A RESERVA DE REAVALIAÇÃO </li></ul></ul></ul>
  37. 37. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE LUCRO </li></ul><ul><ul><li>CONTAS DE RESERVAS CONSTITUÍDAS PEAL APROPRIAÇÃO DE LUCROS DA COMPANHIA, CFE. PREVISTO NO § 4º DO ART. 182 DA LEI 6404/76 </li></ul></ul>
  38. 38. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVAS DE LUCRO </li></ul><ul><ul><li>RESERVA LEGAL </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>ART. 193 DA LEI 6404/76: “DO LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO, 5% SERÃO APLICADOS ANTES DE QUALQUER OUTRA DESTINAÇÃO, NA CONSTITUIÇÃO DA RESERVA LEGAL, QUE NÃO EXCEDERÁ 20% DO CAPITAL SOCIAL.” </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>PODERÁ DEIXAR DE SER FORMADA QUANDO SOMADA ÀS RESERVAS DE CAPITAL ATINGIR 30% DO CAPITAL SOCIAL </li></ul></ul></ul></ul>
  39. 39. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVA PARA CONTINGÊNCIAS </li></ul><ul><ul><li>OBJETIVO : SEGREGAR PARCELA DE LUCROS, PRINCIPALMENTE EVITANDO A DISTRIBUIÇÃO DE DIVIDENDOS, CORRESPONDENTES A PROVÁVEIS PERDAS FUTURAS QUE ACARRETARÃO DIMINUIÇÃO DOS LUCROS DE EXERCÍCIOS FUTUROS, UNIFORMIZANDO A DISTRIBUIÇÃO DE RESULTADOS. </li></ul></ul>
  40. 40. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVA PARA CONTINGÊNCIAS </li></ul><ul><ul><li>EXEMPLOS DE PERDAS POTENCIAIS FUTURAS: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>CHEIAS </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>SECAS </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>GEADAS </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>GRANIZOS </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>PARALISAÇÃO TEMPORÁRIA </li></ul></ul></ul>
  41. 41. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVA PARA CONTINGÊNCIAS </li></ul><ul><ul><li>REVERSÃO §2º - ART 195, LEI 6304/76 </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>“ A RESERVA SERÁ REVERTIDA NO EXERCÍCIO EM QUE DEIXAREM DE EXISTIR AS RAZÕES QUE JUSTIFICARAM A SUA CONSTITUIÇÃO OU EM QUE OCORRER A PERDA.” </li></ul></ul></ul>
  42. 42. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>RESERVA DE LUCROS A REALIZAR </li></ul><ul><ul><li>É CONSTITUÍDA PARA EVITAR DISTRIBUIÇÃO DE DIVIDENDOS SOBRE A PARCELA DOS LUCROS AINDA NÃO REALIZADA FINANCEIRAMENTE. </li></ul></ul><ul><ul><li>A LEI 10303/01 TIPIFICA COMO LUCROS A REALIZAR: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>GANHOS COM EQUIVALÊNCIA PATRIMONIAL </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>LUCRO NAS VENDAS DE LONGO PRAZO </li></ul></ul></ul>
  43. 43. BALANÇO PATRIMONIAL PATRIMÔNIO LÍQUIDO <ul><li>CONTAS RETIFICADORAS </li></ul><ul><ul><li>PREJUÍZOS ACUMULADOS </li></ul></ul><ul><ul><li>AÇÕES EM TESOURARIA </li></ul></ul>

×