SlideShare uma empresa Scribd logo

Sapo apaixonado

Leituras à Medida

1 de 24
Baixar para ler offline
Max Velthuijs
O Sapo Apaixonado
O Sapo estava sentado à beira do rio.
Sentia-se esquisito.
Não sabia se estava contente ou se estava triste.
Toda a semana tinha andado como que a sonhar.
Então encontrou o Porquinho que lhe disse:
- Olá, Sapo. Não estás com muito bom ar. Que é que tens?
- Não sei – disse o sapo. – Tenho vontade de rir e de chorar ao mesmo tempo. E
aqui dentro de mim tenho uma coisa que faz tum - tum.
- Talvez estejas constipado – disse o Porquinho. – É melhor ires para casa e
meteres - te na cama.
O Sapo continuou o seu caminho. Estava preocupado.
Depois passou por casa da Lebre e disse – lhe que não se sentia bem. A Lebre, muito
simpática, disse ao Sapo para se sentar um bocadinho. O Sapo disse umas às vezes tinha
calor e outras vezes fico com frio e que tinha uma coisa no peito quem fazia tum – tum.

Recomendados

Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02
Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02
Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02Teresa Ramos
 
Osapoapaixonado Div
Osapoapaixonado   DivOsapoapaixonado   Div
Osapoapaixonado Divteresamendes
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonadoprofgaspar
 
Sapo apaixonado power point
Sapo apaixonado   power pointSapo apaixonado   power point
Sapo apaixonado power pointmsantosbarracosa
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ppt o sapo apaixonado
Ppt o sapo apaixonadoPpt o sapo apaixonado
Ppt o sapo apaixonadobibliotecap
 
Power Point Sapo Apaixonado!
Power Point Sapo Apaixonado!Power Point Sapo Apaixonado!
Power Point Sapo Apaixonado!guest0bf490
 
O sapo-apaixonado[1]
O sapo-apaixonado[1]O sapo-apaixonado[1]
O sapo-apaixonado[1]teresastrecht
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonadoAna Barroca
 
15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)didsoak
 
Livro: O-sapo-apaixonado
Livro: O-sapo-apaixonado Livro: O-sapo-apaixonado
Livro: O-sapo-apaixonado Isa ...
 
Apresentacao O Sapo Apaixonado
Apresentacao O Sapo ApaixonadoApresentacao O Sapo Apaixonado
Apresentacao O Sapo Apaixonadoguesteaf5c0
 
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo ApaixonadoApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonadoadozinda
 
Conto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadoConto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadofatimaadrega
 
O Sapo Apaixonado[1]
O Sapo Apaixonado[1]O Sapo Apaixonado[1]
O Sapo Apaixonado[1]Sandra Luz
 

Mais procurados (17)

Ppt o sapo apaixonado
Ppt o sapo apaixonadoPpt o sapo apaixonado
Ppt o sapo apaixonado
 
Power Point Sapo Apaixonado!
Power Point Sapo Apaixonado!Power Point Sapo Apaixonado!
Power Point Sapo Apaixonado!
 
Sapo apaixonado
Sapo apaixonadoSapo apaixonado
Sapo apaixonado
 
O sapoencontraumamigo
O sapoencontraumamigoO sapoencontraumamigo
O sapoencontraumamigo
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonado O sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
O sapo-apaixonado[1]
O sapo-apaixonado[1]O sapo-apaixonado[1]
O sapo-apaixonado[1]
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)
 
Livro: O-sapo-apaixonado
Livro: O-sapo-apaixonado Livro: O-sapo-apaixonado
Livro: O-sapo-apaixonado
 
Apresentacao O Sapo Apaixonado
Apresentacao O Sapo ApaixonadoApresentacao O Sapo Apaixonado
Apresentacao O Sapo Apaixonado
 
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo ApaixonadoApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
Conto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadoConto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonado
 
História do sapo
História do sapoHistória do sapo
História do sapo
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
O Sapo Apaixonado[1]
O Sapo Apaixonado[1]O Sapo Apaixonado[1]
O Sapo Apaixonado[1]
 

Semelhante a Sapo apaixonado

15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)didsoak
 
Conto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadoConto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadoSheila Santos
 
Osapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpointOsapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpointeb1magida
 
O Sapo Apaixonado
O Sapo ApaixonadoO Sapo Apaixonado
O Sapo Apaixonadoarmandargon
 
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...Fernanda Gasalho
 
Osapoapaixonado[1]
Osapoapaixonado[1]Osapoapaixonado[1]
Osapoapaixonado[1]Ana Augusto
 
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...Fernanda Gasalho
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoAcilu
 
C:\users\usuario\desktop\escola vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...
C:\users\usuario\desktop\escola   vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...C:\users\usuario\desktop\escola   vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...
C:\users\usuario\desktop\escola vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...Fernanda Gasalho
 
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptxO sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptxssuser0236dd
 

Semelhante a Sapo apaixonado (19)

15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)
 
Conto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadoConto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonado
 
Osapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpointOsapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpoint
 
Imagem4
Imagem4Imagem4
Imagem4
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
O Sapo Apaixonado
O Sapo ApaixonadoO Sapo Apaixonado
O Sapo Apaixonado
 
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
Osapoapaixonado[1]
Osapoapaixonado[1]Osapoapaixonado[1]
Osapoapaixonado[1]
 
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
C:\users\usuario\desktop\escola vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...
C:\users\usuario\desktop\escola   vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...C:\users\usuario\desktop\escola   vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...
C:\users\usuario\desktop\escola vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
Osapoapaixonado
OsapoapaixonadoOsapoapaixonado
Osapoapaixonado
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptxO sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
 

Mais de Paulita Salvador

Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017
Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017
Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017Paulita Salvador
 
Jogo da tabela instruções pdf
Jogo da tabela instruções pdfJogo da tabela instruções pdf
Jogo da tabela instruções pdfPaulita Salvador
 
Jogo da tabela perguntas pdf
Jogo da tabela  perguntas pdfJogo da tabela  perguntas pdf
Jogo da tabela perguntas pdfPaulita Salvador
 
Atividades de discriminação auditiva s z
Atividades de discriminação auditiva s  zAtividades de discriminação auditiva s  z
Atividades de discriminação auditiva s zPaulita Salvador
 
Atividades de discriminação auditiva f v
Atividades de discriminação auditiva f vAtividades de discriminação auditiva f v
Atividades de discriminação auditiva f vPaulita Salvador
 
Atividades de discriminação auditiva j ch
Atividades de discriminação auditiva  j chAtividades de discriminação auditiva  j ch
Atividades de discriminação auditiva j chPaulita Salvador
 
A viagem da andorinha1 versão final
A viagem da andorinha1 versão finalA viagem da andorinha1 versão final
A viagem da andorinha1 versão finalPaulita Salvador
 
Ppt tocar, sentir e cheirar (1)
Ppt tocar, sentir e cheirar (1)Ppt tocar, sentir e cheirar (1)
Ppt tocar, sentir e cheirar (1)Paulita Salvador
 

Mais de Paulita Salvador (15)

O quarto rei mago
O quarto rei magoO quarto rei mago
O quarto rei mago
 
Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017
Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017
Sessao edmodo bibl_escolares_10.11.2017
 
Regulamento2017
Regulamento2017Regulamento2017
Regulamento2017
 
Jogo da tabela instruções pdf
Jogo da tabela instruções pdfJogo da tabela instruções pdf
Jogo da tabela instruções pdf
 
Jogo da tabela pdf
Jogo da tabela pdfJogo da tabela pdf
Jogo da tabela pdf
 
Jogo da tabela perguntas pdf
Jogo da tabela  perguntas pdfJogo da tabela  perguntas pdf
Jogo da tabela perguntas pdf
 
Atividades de discriminação auditiva s z
Atividades de discriminação auditiva s  zAtividades de discriminação auditiva s  z
Atividades de discriminação auditiva s z
 
Atividades de discriminação auditiva f v
Atividades de discriminação auditiva f vAtividades de discriminação auditiva f v
Atividades de discriminação auditiva f v
 
Atividades de discriminação auditiva j ch
Atividades de discriminação auditiva  j chAtividades de discriminação auditiva  j ch
Atividades de discriminação auditiva j ch
 
Powerpoint e especial1
Powerpoint e especial1Powerpoint e especial1
Powerpoint e especial1
 
Folheto dislexia (2)
Folheto dislexia (2)Folheto dislexia (2)
Folheto dislexia (2)
 
Regras jogo charadas
Regras jogo charadas Regras jogo charadas
Regras jogo charadas
 
Jogo charadas
Jogo charadas Jogo charadas
Jogo charadas
 
A viagem da andorinha1 versão final
A viagem da andorinha1 versão finalA viagem da andorinha1 versão final
A viagem da andorinha1 versão final
 
Ppt tocar, sentir e cheirar (1)
Ppt tocar, sentir e cheirar (1)Ppt tocar, sentir e cheirar (1)
Ppt tocar, sentir e cheirar (1)
 

Último

Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...apoioacademicoead
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdfJanielleCristina1
 

Último (20)

Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
 

Sapo apaixonado

  • 1. Max Velthuijs O Sapo Apaixonado
  • 2. O Sapo estava sentado à beira do rio. Sentia-se esquisito. Não sabia se estava contente ou se estava triste.
  • 3. Toda a semana tinha andado como que a sonhar.
  • 4. Então encontrou o Porquinho que lhe disse: - Olá, Sapo. Não estás com muito bom ar. Que é que tens? - Não sei – disse o sapo. – Tenho vontade de rir e de chorar ao mesmo tempo. E aqui dentro de mim tenho uma coisa que faz tum - tum.
  • 5. - Talvez estejas constipado – disse o Porquinho. – É melhor ires para casa e meteres - te na cama. O Sapo continuou o seu caminho. Estava preocupado.
  • 6. Depois passou por casa da Lebre e disse – lhe que não se sentia bem. A Lebre, muito simpática, disse ao Sapo para se sentar um bocadinho. O Sapo disse umas às vezes tinha calor e outras vezes fico com frio e que tinha uma coisa no peito quem fazia tum – tum.
  • 7. A Lebre pensou muito, com um verdadeiro médico. Depois disse: - Já sei. É o teu coração. O meu também faz tum – tum. A Lebre foi buscar à estante um grande livro que dizia que coração a bater acelerado, ataques de calor e de frio… quer dizer que estás apaixonado! O Sapo surpreendido disse: - Ena pá! Estou apaixonado!
  • 8. E ficou tão contente que deu um salto enorme pela porta fora e subiu o céu.
  • 9. O Porquinho assustou-se muito quando o sapo de repente caiu do céu. - E estou! Sinto-me óptimo – disse o sapo. – Estou apaixonado! - Bem, isso é uma boa notícia. Por quem é quem estás apaixonado? – Perguntou o Porquinho. Pensou e disse:
  • 10. - Já sei! – Estou apaixonado pela linda e adorável patinha branca! - Não pode ser – disse o Porquinho. – Um sapo não pode estar apaixonado por uma pata. Mas o Sapo não se importou com isso.
  • 11. Quando voltou para casa fez uma pintura linda, com vermelho e azul e muito verde, que era a cor de que ele gostava mais.
  • 12. À noite enfiou a pintura por baixo da porta da Pata. Com a emoção, tinha o coração a bater com toda a força.
  • 13. A Pata ficou muito admirada e pensou: - Quem é que me terá mandado está linda pintura? – e pendurou – a na parede.
  • 14. No dia seguinte o sapo apanhou um belo ramo de flores para oferecer à Pata. Quando chegou à porta. Pôs as flores na soleira e fugiu o mais depressa que pôde. O Sapo não conseguia arranjar coragem para falar.
  • 15. A Pata andava muito contente com todos aqueles belos presentes. Mas quem é que os mandaria?
  • 16. Pobre Sapo! Perdeu o apetite e à noite não conseguia dormir… E as coisas continuaram assim durante semanas.
  • 17. O Sapo decidiu fazer uma coisa que mais ninguém era e a paz. Bateu o recorte do mundo de salto em altura, para surpreender a patinha.
  • 18. O Sapo começou logo a treinar. Baticou salta em altura durante dias e fio. Saltava cada vez mais alto, até às nuvens. Nunca nenhum sapo do mundo tinha saltado tão alto.
  • 19. -Que é que terá o Sapo? – perguntava a Pata, preocupada. – Saltar assim é perigoso. Ainda acaba por se magoar. E tinha razão.
  • 20. Mas, numa sexta – as coisas correram mal. O Sapo estava a dar o salto mais alto da História quando perdeu o equilíbrio e caiu ao chão. A Pata, que ia a passar nessa altura, veio a correr ajuda – lo.
  • 21. O Sapo mal conseguia andar. A Pata amparou – o com carinho e levou – o para casa. Tratou dele com toda a ternura. Então, finalmente o Sapo lá conseguiu arranjar coragem e disse: - Eu gosto muito de ti, queria Pata! O Sapo tinha o coração a fazer tum – tum mais depressa do que nunca, e ficou com a cara muito verde.
  • 22. Desde então, amam-se perdidamente. Um sapo e uma pata… O amor não conhece barreiras.
  • 24. Fim