SlideShare uma empresa Scribd logo

Conto sapo.apaixonado

1 de 24
Baixar para ler offline
Conto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonado
O sapo
estava
sentado à
beira do
rio. Sentiase
esquisito.
Não sabia
se estava
contente ou
se estava
triste
Toda a
semana
tinha andado
como que a
sonhar.
Que é que
teria?
Então encontrou o
Porquinho.
- Olá, Sapo
– disse o
Porquinho. – Não
estás com muito
bom ar. Que é que
tens?
- Não sei - disse o
Sapo. – Tenho
vontade de rir e
de chorar ao
mesmo tempo. E
aqui dentro de
mim tenho uma
coisa que faz tumtum.
-Talvez estejas
constipado –
disse o
Porquinho. – É
melhor ires para
casa e metereste na cama.
- O Sapo
continuou o seu
caminho. Estava
preocupado

Recomendados

L ivro todos no sofá
L ivro todos no sofáL ivro todos no sofá
L ivro todos no sofáIsa ...
 
A Horta Do Sr Lobo
A Horta Do Sr LoboA Horta Do Sr Lobo
A Horta Do Sr LoboLuzia Couto
 
Livro eu nunca na vida comerei tomate
Livro eu nunca na vida comerei tomateLivro eu nunca na vida comerei tomate
Livro eu nunca na vida comerei tomateTeresa Ramos
 
Historia ouriço mal_ penteado
Historia ouriço mal_ penteadoHistoria ouriço mal_ penteado
Historia ouriço mal_ penteadoNatalia Pina
 
Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Os ovos misteriosos
Os ovos misteriosos Tânia Alves
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Bruxa Mimi
A Bruxa MimiA Bruxa Mimi
A Bruxa MimiJATG
 
Bruxa mimi
Bruxa mimiBruxa mimi
Bruxa mimiAna Alho
 
Power Point Sapo Apaixonado!
Power Point Sapo Apaixonado!Power Point Sapo Apaixonado!
Power Point Sapo Apaixonado!guest0bf490
 
Historia das vogais
Historia das vogaisHistoria das vogais
Historia das vogaisAlice Lima
 
O baile dos 3 porquinhos
O baile dos 3 porquinhosO baile dos 3 porquinhos
O baile dos 3 porquinhosDanyela25
 
O coelhinho que não queria estudar
O coelhinho que não queria estudarO coelhinho que não queria estudar
O coelhinho que não queria estudarMarisa Seara
 
Adivinha-quanto-u-gosto-de-ti-outono
Adivinha-quanto-u-gosto-de-ti-outonoAdivinha-quanto-u-gosto-de-ti-outono
Adivinha-quanto-u-gosto-de-ti-outonoElisabete Godinho
 
A Formiga E A Cigarra
A Formiga E A CigarraA Formiga E A Cigarra
A Formiga E A Cigarraguest39a3a5d
 
Menina Bonita Do LaçO De Fita
Menina Bonita Do LaçO De FitaMenina Bonita Do LaçO De Fita
Menina Bonita Do LaçO De FitaPaderes
 
Livro assim assado
Livro assim assadoLivro assim assado
Livro assim assadoVanessa Reis
 
Era uma vez um tatu bola
Era uma vez um tatu bolaEra uma vez um tatu bola
Era uma vez um tatu bolaMarisa Seara
 
O pequeno-trevo (1)
O pequeno-trevo (1)O pequeno-trevo (1)
O pequeno-trevo (1)LFILIPEROCHA
 
O patinho que não comia legumes
O patinho que não comia legumesO patinho que não comia legumes
O patinho que não comia legumesmaria leite
 
Adivinha quanto eu gosto de ti outono
Adivinha quanto eu gosto de ti   outonoAdivinha quanto eu gosto de ti   outono
Adivinha quanto eu gosto de ti outonomaria54cunha
 
Eu nunca na vida comerei tomate
Eu nunca na vida comerei tomateEu nunca na vida comerei tomate
Eu nunca na vida comerei tomatebibabbe
 

Mais procurados (20)

A Bruxa Mimi
A Bruxa MimiA Bruxa Mimi
A Bruxa Mimi
 
Coelhinho branco
Coelhinho brancoCoelhinho branco
Coelhinho branco
 
A princesa e a sapo
A princesa e a sapoA princesa e a sapo
A princesa e a sapo
 
Bruxa mimi
Bruxa mimiBruxa mimi
Bruxa mimi
 
Power Point Sapo Apaixonado!
Power Point Sapo Apaixonado!Power Point Sapo Apaixonado!
Power Point Sapo Apaixonado!
 
Gato das botas
Gato das botasGato das botas
Gato das botas
 
Historia das vogais
Historia das vogaisHistoria das vogais
Historia das vogais
 
O baile dos 3 porquinhos
O baile dos 3 porquinhosO baile dos 3 porquinhos
O baile dos 3 porquinhos
 
O coelhinho que não queria estudar
O coelhinho que não queria estudarO coelhinho que não queria estudar
O coelhinho que não queria estudar
 
Adivinha-quanto-u-gosto-de-ti-outono
Adivinha-quanto-u-gosto-de-ti-outonoAdivinha-quanto-u-gosto-de-ti-outono
Adivinha-quanto-u-gosto-de-ti-outono
 
A Formiga E A Cigarra
A Formiga E A CigarraA Formiga E A Cigarra
A Formiga E A Cigarra
 
Menina Bonita Do LaçO De Fita
Menina Bonita Do LaçO De FitaMenina Bonita Do LaçO De Fita
Menina Bonita Do LaçO De Fita
 
Livro assim assado
Livro assim assadoLivro assim assado
Livro assim assado
 
A lagartinha comilona
A lagartinha comilonaA lagartinha comilona
A lagartinha comilona
 
Era uma vez um tatu bola
Era uma vez um tatu bolaEra uma vez um tatu bola
Era uma vez um tatu bola
 
O pequeno-trevo (1)
O pequeno-trevo (1)O pequeno-trevo (1)
O pequeno-trevo (1)
 
O patinho que não comia legumes
O patinho que não comia legumesO patinho que não comia legumes
O patinho que não comia legumes
 
A Sopa Verde
A Sopa VerdeA Sopa Verde
A Sopa Verde
 
Adivinha quanto eu gosto de ti outono
Adivinha quanto eu gosto de ti   outonoAdivinha quanto eu gosto de ti   outono
Adivinha quanto eu gosto de ti outono
 
Eu nunca na vida comerei tomate
Eu nunca na vida comerei tomateEu nunca na vida comerei tomate
Eu nunca na vida comerei tomate
 

Destaque

Chapeuz palha primeiro_livro
Chapeuz palha primeiro_livroChapeuz palha primeiro_livro
Chapeuz palha primeiro_livroSheila Santos
 
14 diogo e_olivia(1)
14 diogo e_olivia(1)14 diogo e_olivia(1)
14 diogo e_olivia(1)Sheila Santos
 
17 livro felizborboletas(1)
17 livro felizborboletas(1)17 livro felizborboletas(1)
17 livro felizborboletas(1)Sheila Santos
 
23 a voz_da_estrela pdf
23 a voz_da_estrela pdf23 a voz_da_estrela pdf
23 a voz_da_estrela pdfSheila Santos
 
17 livro felizborboletas(1)
17 livro felizborboletas(1)17 livro felizborboletas(1)
17 livro felizborboletas(1)Sheila Santos
 
Turma da monica voce sabia - n10 meio ambiente
Turma da monica   voce sabia - n10 meio ambienteTurma da monica   voce sabia - n10 meio ambiente
Turma da monica voce sabia - n10 meio ambienteSheila Santos
 
Atividades digitalizada da revista de alfabetiza o
Atividades digitalizada da revista de alfabetiza  oAtividades digitalizada da revista de alfabetiza  o
Atividades digitalizada da revista de alfabetiza oSheila Santos
 
Dez casas e um poste que pedro fez
Dez casas e um poste que pedro fezDez casas e um poste que pedro fez
Dez casas e um poste que pedro fezSheila Santos
 

Destaque (20)

Contra dengue
Contra dengueContra dengue
Contra dengue
 
Contoounaoconto
ContoounaocontoContoounaoconto
Contoounaoconto
 
Aborboletaazul
AborboletaazulAborboletaazul
Aborboletaazul
 
Cumbuca ouro web
Cumbuca ouro webCumbuca ouro web
Cumbuca ouro web
 
3 perguntas do rei
3 perguntas do rei3 perguntas do rei
3 perguntas do rei
 
Chapeuz palha primeiro_livro
Chapeuz palha primeiro_livroChapeuz palha primeiro_livro
Chapeuz palha primeiro_livro
 
19 livro grandedia
19 livro grandedia19 livro grandedia
19 livro grandedia
 
14 diogo e_olivia(1)
14 diogo e_olivia(1)14 diogo e_olivia(1)
14 diogo e_olivia(1)
 
A gritadeira
A gritadeiraA gritadeira
A gritadeira
 
17 livro felizborboletas(1)
17 livro felizborboletas(1)17 livro felizborboletas(1)
17 livro felizborboletas(1)
 
Bicho
BichoBicho
Bicho
 
Abruxaeocaldeirao
AbruxaeocaldeiraoAbruxaeocaldeirao
Abruxaeocaldeirao
 
23 a voz_da_estrela pdf
23 a voz_da_estrela pdf23 a voz_da_estrela pdf
23 a voz_da_estrela pdf
 
17 livro felizborboletas(1)
17 livro felizborboletas(1)17 livro felizborboletas(1)
17 livro felizborboletas(1)
 
19 livro grandedia
19 livro grandedia19 livro grandedia
19 livro grandedia
 
...Camaleão
...Camaleão...Camaleão
...Camaleão
 
Turma da monica voce sabia - n10 meio ambiente
Turma da monica   voce sabia - n10 meio ambienteTurma da monica   voce sabia - n10 meio ambiente
Turma da monica voce sabia - n10 meio ambiente
 
Matemática da vida
Matemática da vidaMatemática da vida
Matemática da vida
 
Atividades digitalizada da revista de alfabetiza o
Atividades digitalizada da revista de alfabetiza  oAtividades digitalizada da revista de alfabetiza  o
Atividades digitalizada da revista de alfabetiza o
 
Dez casas e um poste que pedro fez
Dez casas e um poste que pedro fezDez casas e um poste que pedro fez
Dez casas e um poste que pedro fez
 

Semelhante a Conto sapo.apaixonado

Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02
Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02
Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02Teresa Ramos
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonadoprofgaspar
 
15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)didsoak
 
15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)didsoak
 
Conto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadoConto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadofatimaadrega
 
Osapoapaixonado Div
Osapoapaixonado   DivOsapoapaixonado   Div
Osapoapaixonado Divteresamendes
 
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptxO sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptxssuser0236dd
 
Osapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpointOsapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpointeb1magida
 
Apresentacao O Sapo Apaixonado
Apresentacao O Sapo ApaixonadoApresentacao O Sapo Apaixonado
Apresentacao O Sapo Apaixonadoguesteaf5c0
 
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo ApaixonadoApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonadoadozinda
 

Semelhante a Conto sapo.apaixonado (20)

Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02
Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02
Powerpointsapoapaixonado 090323172146-phpapp02
 
Sapo apaixonado
Sapo apaixonadoSapo apaixonado
Sapo apaixonado
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)
 
15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)
 
O Sapo Apaixonado
O Sapo ApaixonadoO Sapo Apaixonado
O Sapo Apaixonado
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonado O sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
Conto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadoConto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonado
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
Sapo apaixonado
Sapo apaixonadoSapo apaixonado
Sapo apaixonado
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
Osapoapaixonado Div
Osapoapaixonado   DivOsapoapaixonado   Div
Osapoapaixonado Div
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptxO sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
 
Osapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpointOsapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpoint
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
Apresentacao O Sapo Apaixonado
Apresentacao O Sapo ApaixonadoApresentacao O Sapo Apaixonado
Apresentacao O Sapo Apaixonado
 
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo ApaixonadoApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
 
Imagem4
Imagem4Imagem4
Imagem4
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 

Mais de Sheila Santos

Artigo sobre alfabetização maravilhoso
Artigo sobre alfabetização maravilhosoArtigo sobre alfabetização maravilhoso
Artigo sobre alfabetização maravilhosoSheila Santos
 
A semente da_verdade (2)
A semente da_verdade (2)A semente da_verdade (2)
A semente da_verdade (2)Sheila Santos
 
Apostila tecnicas de leitura
Apostila tecnicas de leituraApostila tecnicas de leitura
Apostila tecnicas de leituraSheila Santos
 

Mais de Sheila Santos (7)

Matemática da vida
Matemática da vidaMatemática da vida
Matemática da vida
 
Artigo sobre alfabetização maravilhoso
Artigo sobre alfabetização maravilhosoArtigo sobre alfabetização maravilhoso
Artigo sobre alfabetização maravilhoso
 
Chuvaesol
ChuvaesolChuvaesol
Chuvaesol
 
A semente da_verdade (2)
A semente da_verdade (2)A semente da_verdade (2)
A semente da_verdade (2)
 
Recreação
RecreaçãoRecreação
Recreação
 
Apostila tecnicas de leitura
Apostila tecnicas de leituraApostila tecnicas de leitura
Apostila tecnicas de leitura
 
...Camaleão
...Camaleão...Camaleão
...Camaleão
 

Conto sapo.apaixonado

  • 3. O sapo estava sentado à beira do rio. Sentiase esquisito. Não sabia se estava contente ou se estava triste
  • 4. Toda a semana tinha andado como que a sonhar. Que é que teria?
  • 5. Então encontrou o Porquinho. - Olá, Sapo – disse o Porquinho. – Não estás com muito bom ar. Que é que tens? - Não sei - disse o Sapo. – Tenho vontade de rir e de chorar ao mesmo tempo. E aqui dentro de mim tenho uma coisa que faz tumtum.
  • 6. -Talvez estejas constipado – disse o Porquinho. – É melhor ires para casa e metereste na cama. - O Sapo continuou o seu caminho. Estava preocupado
  • 7. Depois passou por casa da Lebre. -Lebre – disse ele – não me sinto muito bem. - Entra e senta-te um bocadinho – disse a Lebre, muito simpática. - Ora então, que é que tens? - Umas vezes fico com calor e outras vezes fico com frio. - e aqui dentro de mim tenho uma coisa que faz tum-tum.
  • 8. A Lebre pensou muito, como um verdadeiro médico. Depois disse: -Já sei. É o teu coração. O meu também faz tum-tum. - Mas o meu às vezes faz tum-tum mais depressa do que de costume - disse o sapo. – Faz um-dois, um-dois, um-dois. A Lebre foi buscará estante um grande livro e pôs-se a virar as folhas. - Ah!- disse ela. - Ora ouve. Coração a bater acelerado, ataque de calor e de frio…quer dizer que estás apaixonado! - Apaixonado ? - disse o Sapo, surpreendido - Ena pá! Estou apaixonado!
  • 9. E ficou tão contente que deu um salto enorme pela porta fora.
  • 10. O Porquinho assustou-se muito quando o Sapo de repente caiu do céu. - Parece que estás melhor disse o Porquinho. - E estou! Sintome óptimo – disse o Sapo. – Estou apaixonado! - Bem, isso é uma boa notícia. Por quem é que estás apaixonado? – perguntou o Porquinho. O Sapo não tinha tido tempo para pensar nisso.
  • 11. - Já sei! – disse ele. – estou apaixonado pela linda e adorável Patinha branca! - Não pode ser – disse o Porquinho. – um Sapo não pode estar apaixonado por uma pata. Tu és verde e ela é branca. Mas o Sapo não se importou com isso.
  • 12. Não sabia escrever, mas sabia fazer bonitas pinturas. Quando voltou para casa fez uma pintura linda, com vermelho, azul, e muito verde que era a cor que ele mais gostava.
  • 13. À noite, quando já estava escuro, saiu com a pintura e enfiou-a por baixo da porta da Pata. Com a emoção, tinha o coração a bater com toda a força.
  • 14. A Pata ficou muito admirada quando encontrou a pintura. - Quem é que me terá mandado esta linda pintura? exclamou ela, e penduroua na parede.
  • 15. No dia seguinte o Sapo colheu um belo ramo de flores. Ia oferecê-las à Pata. Mas quando chegou à porta não teve coragem para a enfrentar. Pôs as flores na soleira da porta e fugiu o mais depressa que pôde. E assim continuaram as coisas, dia após dia. O Sapo não conseguia arranjar coragem para falar.
  • 16. A Pata andava muito contente com todos aqueles belos presentes. Mas quem é que os mandaria?
  • 17. Pobre Sapo! Perdeu o apetite e à noite não conseguia dormir… E as coisas continuavam assim durante semanas.
  • 18. Como é que havia de mostrar à Pata que gostava dela? - Tenho de fazer uma coisa de que mais ninguém seja capaz – decidiu ele. – tenho que bater o recorde do mundo de salto em altura! A Patinha vai ficar muito surpreendida, e depois ela também vai gostar de mim.
  • 19. O Sapo começou logo a treinar. Praticou salto em alturas durante dias a fio. Saltava cada vez mais alto, até às nuvens. Nunca nenhum sapo do mundo tinha saltado tão alto.
  • 20. Que é que terá o Sapo ? – perguntou a Pata preocupada saltar assim é perigoso. Ainda acaba por se magoar. E tinha razão.
  • 21. Às duas horas e treze minutos da tarde de sextafeira, as coisas correram mal. O Sapo estava a dar o salto mais alto da história quando perdeu o equilíbrio e caiu no chão. A Pata, que ía a passar nessa altura, veio a correr ajudá-lo.
  • 22. O Sapo mal conseguia andar. A Pata amparou-o com carinho e levou-o para casa. Tratou dele com toda a ternura. -Ó Sapo, podias ter-te matado! – disse ela. – Olha que tens de ter muito cuidado. Gosto tanto de ti! Então, finalmente o sapo lá conseguiu arranjar coragem: - Eu também gosto muito de ti, querida Pata – balbuciou ele. - Tinha ao coração a fazer tum-tum, mais depressa do que nunca, e ficou com a cara muito verde.
  • 23. Desde então. amam-se perdidamente. Um sapo e uma pata… Verde e branca. O amor não conhece barreiras.
  • 24. FIM