SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
 
O sapo estava sentado à beira do rio. Sentia-se esquisito. Não sabia se estava contente ou se estava triste.
Toda a semana tinha andado como que a sonhar. Que é que teria?
Então encontrou o Porquinho. - Olá, Sapo - disse o Porquinho. - Não estás com muito bom ar. Que é que tens?
-  Não sei - disse o Sapo. - Tenho vontade de rir e de chorar ao mesmo tempo. E aqui dentro de mim tenho uma coisa que faz tum-tum.
[object Object],[object Object],[object Object]
- Lebre - disse ele -, não me sinto bem. - Entra e senta-te um bocadinho - disse a Lebre, muito simpática. Depois passou por casa da Lebre.
Ora então, que é que tens? - Umas vezes fico com calor e outras vezes fico com frio. E aqui dentro de mim tenho uma coisa que faz tum-tum. E pôs a mão no peito.
- Já sei. É o teu coração. O meu também faz tum-tum. - Mas o meu às vezes faz tum-tum mais depressa do que de costume disse o Sapo. - Faz um-dois, um-dois, um-dois. A Lebre pensou muito, como um verdadeiro médico.  Depois disse:
A Lebre foi buscar à estante um grande livro e pôs-se a virar as folhas.   - disse ela. - Ora ouve. Coração a bater acelerado, ataques de calor e de frio... quer dizer que estás apaixonado! - Apaixonado? - disse o Sapo, surpreendido.  - Ena pá! Estou apaixonado!
E ficou t ão  contente que deu um salto enorme pela porta fora.
O Porquinho assustou-se muito quando o Sapo de repente caiu do céu. - Parece que estás melhor - disse o Porquinho. - E estou! Sinto-me óptimo - disse o Sapo. - Estou apaixonado!
-  Bem, isso é uma boa notícia. Por quem é que estás apaixonado? ­perguntou o Porquinho. O Sapo não tinha tido tempo para pensar nisso.
- Já sei! - disse ele. - Estou apaixonado pela linda e adorável patinha branca! - Não pode ser - disse o Porquinho. - Um sapo não pode estar apaixonado por uma pata. Tu és verde e ela é branca. Mas o Sapo não se importou com isso.
Não sabia escrever, mas sabia fazer bonitas pinturas. Quando voltou para casa fez uma pintura linda, com vermelho e azul e muito verde, que era a cor de que ele gostava mais.
À noite, quando já estava escuro, saiu com a pintura e enfiou-a por baixo da porta da Pata. Com a emoção, tinha o coração a bater com toda a força.
A Pata ficou muito admirada quando encontrou a pintura. - Quem é que me terá mandado esta linda pintura? - exclamou ela, e pendurou-a na parede.
No dia seguinte o Sapo colheu um belo ramo de flores. Ia oferecê-las à Pata. Mas quando chegou à porta não teve coragem para a enfrentar.
Pôs as flores na soleira da porta e fugiu o mais depressa que pôde. E assim continuaram as coisas, dia após dia. O Sapo não conseguia arranjar coragem para falar.
A Pata andava muito contente com todos aqueles belos presentes. Mas quem é que os mandaria?
Pobre Sapo! Perdeu o apetite e à noite não conseguia dormir... E as coisas continuaram assim durante semanas.
Como é que havia de mostrar à Pata que gostava dela? - Tenho de fazer uma coisa de que mais ninguém seja capaz - decidiu ele. - Tenho de bater o recorde do mundo de salto em altura! A Patinha vai ficar muito surpreendida, e depois ela também vai gostar de mim .
o Sapo começou logo a treinar. Praticou salto em altura durante dias a fio. Saltava cada vez mais alto, até às nuvens. Nunca nenhum sapo do mundo tinha saltado tão alto.
- Que é que terá o Sapo? - perguntava a Pata, preocupada. – Saltar assim é perigoso. Ainda acaba por se magoar. E tinha razão.
Às duas horas e treze minutos da tarde de sexta-feira, as coisas correram mal. O Sapo estava a dar o salto mais alto da história quando perdeu o equilíbrio e caiu ao chão. A Pata, que ia a passar nessa altura, veio a correr ajudá-lo.
o Sapo mal conseguia andar. A Pata amparou-o com carinho e levou-o para casa. Tratou dele com toda a ternura. - Ó Sapo, podias ter-te matado! - disse ela. - Olha que tens de ter cuidado. Gosto tanto de ti!
Então, finalmente o Sapo lá conseguiu arranjar coragem: - Eu também gosto muito de ti, querida Pata - balbuciou ele. Tinha o coração a fazer tum-tum mais depressa do que nunca, e ficou com a cara muito verde.
Desde então, amam-se perdidamente. Um sapo e uma pata... Verde e branca. O amor não conhece barreiras.
Fim...
Sapo
Lebre
Porquinho
Pata

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (16)

O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
Sapo apaixonado power point
Sapo apaixonado   power pointSapo apaixonado   power point
Sapo apaixonado power point
 
História do sapo
História do sapoHistória do sapo
História do sapo
 
O sapoencontraumamigo
O sapoencontraumamigoO sapoencontraumamigo
O sapoencontraumamigo
 
Osapoapaixonado Div
Osapoapaixonado   DivOsapoapaixonado   Div
Osapoapaixonado Div
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
Osapoapaixonado
OsapoapaixonadoOsapoapaixonado
Osapoapaixonado
 
Imagem4
Imagem4Imagem4
Imagem4
 
Osapoapaixonado[1]
Osapoapaixonado[1]Osapoapaixonado[1]
Osapoapaixonado[1]
 
O Sapo Apaixonado
O Sapo ApaixonadoO Sapo Apaixonado
O Sapo Apaixonado
 
O Sapo Apaixonado[1]
O Sapo Apaixonado[1]O Sapo Apaixonado[1]
O Sapo Apaixonado[1]
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 

Destaque

Calendário do mês de fevereiro com o tempo
Calendário do mês de fevereiro com o tempoCalendário do mês de fevereiro com o tempo
Calendário do mês de fevereiro com o tempoSónia Rodrigues
 
Calendário de março (2015)
Calendário de março (2015)Calendário de março (2015)
Calendário de março (2015)Sónia Rodrigues
 
Calendário de setembro 2015
Calendário de setembro 2015Calendário de setembro 2015
Calendário de setembro 2015Sónia Rodrigues
 
Calendário de janeiro com a contagem do tempo
Calendário de janeiro com a contagem do tempoCalendário de janeiro com a contagem do tempo
Calendário de janeiro com a contagem do tempoSónia Rodrigues
 
Apostila de atividades para o 1º ano
Apostila de atividades para o 1º anoApostila de atividades para o 1º ano
Apostila de atividades para o 1º anoValéria Poubell
 
D. Sebastião
D. SebastiãoD. Sebastião
D. SebastiãoCR23VP
 
Estratégias para trabalhar com alunos com dislexia
Estratégias para trabalhar com alunos com dislexiaEstratégias para trabalhar com alunos com dislexia
Estratégias para trabalhar com alunos com dislexiaMagda Ferreira
 
Ficha de caso de leitura al,el,il, ol...
Ficha de caso de leitura  al,el,il, ol...Ficha de caso de leitura  al,el,il, ol...
Ficha de caso de leitura al,el,il, ol...fprc
 
Capa separadora do 1º período
Capa separadora do 1º períodoCapa separadora do 1º período
Capa separadora do 1º períodoSónia Rodrigues
 
Calendário do mês de outubro para preencher 2015
Calendário do mês de outubro para preencher 2015Calendário do mês de outubro para preencher 2015
Calendário do mês de outubro para preencher 2015Sónia Rodrigues
 
Capa de avaliação mensal de fevereiro (carnaval)
Capa de avaliação mensal de fevereiro (carnaval)Capa de avaliação mensal de fevereiro (carnaval)
Capa de avaliação mensal de fevereiro (carnaval)Sónia Rodrigues
 
Capa separadora do mês de março
Capa separadora do mês de marçoCapa separadora do mês de março
Capa separadora do mês de marçoSónia Rodrigues
 
Capas separadoras do mês de fevereiro
Capas separadoras do mês de fevereiroCapas separadoras do mês de fevereiro
Capas separadoras do mês de fevereiroSónia Rodrigues
 
Capas separadoras de abril (2017)
Capas separadoras de abril (2017)Capas separadoras de abril (2017)
Capas separadoras de abril (2017)Sónia Rodrigues
 

Destaque (20)

Calendário do mês de fevereiro com o tempo
Calendário do mês de fevereiro com o tempoCalendário do mês de fevereiro com o tempo
Calendário do mês de fevereiro com o tempo
 
Calendário de março (2015)
Calendário de março (2015)Calendário de março (2015)
Calendário de março (2015)
 
Calendário de setembro 2015
Calendário de setembro 2015Calendário de setembro 2015
Calendário de setembro 2015
 
Calendário de janeiro com a contagem do tempo
Calendário de janeiro com a contagem do tempoCalendário de janeiro com a contagem do tempo
Calendário de janeiro com a contagem do tempo
 
Apostila de atividades para o 1º ano
Apostila de atividades para o 1º anoApostila de atividades para o 1º ano
Apostila de atividades para o 1º ano
 
D. Sebastião
D. SebastiãoD. Sebastião
D. Sebastião
 
Que horas são?
Que horas são?Que horas são?
Que horas são?
 
Capa de 1º período
Capa de 1º períodoCapa de 1º período
Capa de 1º período
 
Descobre as diferenças.
Descobre as diferenças.Descobre as diferenças.
Descobre as diferenças.
 
Al il ol ul el
Al      il      ol        ul          elAl      il      ol        ul          el
Al il ol ul el
 
Estratégias para trabalhar com alunos com dislexia
Estratégias para trabalhar com alunos com dislexiaEstratégias para trabalhar com alunos com dislexia
Estratégias para trabalhar com alunos com dislexia
 
Ficha de caso de leitura al,el,il, ol...
Ficha de caso de leitura  al,el,il, ol...Ficha de caso de leitura  al,el,il, ol...
Ficha de caso de leitura al,el,il, ol...
 
Capa separadora do 1º período
Capa separadora do 1º períodoCapa separadora do 1º período
Capa separadora do 1º período
 
Calendário do mês de outubro para preencher 2015
Calendário do mês de outubro para preencher 2015Calendário do mês de outubro para preencher 2015
Calendário do mês de outubro para preencher 2015
 
Capa de avaliação mensal de fevereiro (carnaval)
Capa de avaliação mensal de fevereiro (carnaval)Capa de avaliação mensal de fevereiro (carnaval)
Capa de avaliação mensal de fevereiro (carnaval)
 
Capas de São Valentim
Capas de São ValentimCapas de São Valentim
Capas de São Valentim
 
Capa separadora do mês de março
Capa separadora do mês de marçoCapa separadora do mês de março
Capa separadora do mês de março
 
Capas separadoras do mês de fevereiro
Capas separadoras do mês de fevereiroCapas separadoras do mês de fevereiro
Capas separadoras do mês de fevereiro
 
Capas separadoras de abril (2017)
Capas separadoras de abril (2017)Capas separadoras de abril (2017)
Capas separadoras de abril (2017)
 
Manual PHDA
Manual PHDAManual PHDA
Manual PHDA
 

Semelhante a Sapo apaixonado Pata

Conto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadoConto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadofatimaadrega
 
15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)didsoak
 
15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)didsoak
 
Conto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadoConto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadoSheila Santos
 
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...Fernanda Gasalho
 
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...Fernanda Gasalho
 
C:\users\usuario\desktop\escola vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...
C:\users\usuario\desktop\escola   vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...C:\users\usuario\desktop\escola   vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...
C:\users\usuario\desktop\escola vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...Fernanda Gasalho
 
Osapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpointOsapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpointeb1magida
 
Apresentacao O Sapo Apaixonado
Apresentacao O Sapo ApaixonadoApresentacao O Sapo Apaixonado
Apresentacao O Sapo Apaixonadoguesteaf5c0
 
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo ApaixonadoApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonadoadozinda
 
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptxO sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptxssuser0236dd
 

Semelhante a Sapo apaixonado Pata (19)

O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
Conto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadoConto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonado
 
15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)
 
15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)15. o sapo apaixonado (2)
15. o sapo apaixonado (2)
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
Sapo apaixonado
Sapo apaixonadoSapo apaixonado
Sapo apaixonado
 
Conto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonadoConto sapo.apaixonado
Conto sapo.apaixonado
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...C:\Users\Usuario\Desktop\Escola   VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
C:\Users\Usuario\Desktop\Escola VáRios\O Sapo Apaixonado1 100223161817 Phpa...
 
C:\users\usuario\desktop\escola vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...
C:\users\usuario\desktop\escola   vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...C:\users\usuario\desktop\escola   vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...
C:\users\usuario\desktop\escola vários\o-sapo-apaixonado1-100223161817-phpa...
 
Osapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpointOsapoapaixonado powerpoint
Osapoapaixonado powerpoint
 
O sapo-apaixonado
O sapo-apaixonadoO sapo-apaixonado
O sapo-apaixonado
 
Apresentacao O Sapo Apaixonado
Apresentacao O Sapo ApaixonadoApresentacao O Sapo Apaixonado
Apresentacao O Sapo Apaixonado
 
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo ApaixonadoApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
ApresentaçãO2.Ppt O Sapo Apaixonado
 
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptxO sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
O sapo apaixonado-História adaptada em símbolos para a comunicação.pptx
 

Mais de Sílvia Bastos (20)

Pinta os teus direitos
Pinta os teus direitosPinta os teus direitos
Pinta os teus direitos
 
BE AAL
BE AALBE AAL
BE AAL
 
Cartaz feira do livro 2014
Cartaz feira do livro 2014Cartaz feira do livro 2014
Cartaz feira do livro 2014
 
D. inês e d. pedro
D. inês e d. pedroD. inês e d. pedro
D. inês e d. pedro
 
D. inês e d. pedro
D. inês e d. pedroD. inês e d. pedro
D. inês e d. pedro
 
Camões
CamõesCamões
Camões
 
Camões
CamõesCamões
Camões
 
História de Portugal
História de PortugalHistória de Portugal
História de Portugal
 
História de Portugal
História de PortugalHistória de Portugal
História de Portugal
 
Bolo rei Antonio Torrado
Bolo rei Antonio TorradoBolo rei Antonio Torrado
Bolo rei Antonio Torrado
 
Livros do outono
Livros do outonoLivros do outono
Livros do outono
 
A mosca fosca compor
A mosca fosca comporA mosca fosca compor
A mosca fosca compor
 
12.24 oficina dos brinquedos
12.24   oficina dos brinquedos12.24   oficina dos brinquedos
12.24 oficina dos brinquedos
 
12.23 entrevista com o pai natal
12.23   entrevista com o pai natal12.23   entrevista com o pai natal
12.23 entrevista com o pai natal
 
Segredo do rio
Segredo do rioSegredo do rio
Segredo do rio
 
Ppt
PptPpt
Ppt
 
O velho, o rapaz e o burro expresso
O velho, o rapaz e o burro expressoO velho, o rapaz e o burro expresso
O velho, o rapaz e o burro expresso
 
Lagartinha comilona.pps
Lagartinha comilona.ppsLagartinha comilona.pps
Lagartinha comilona.pps
 
10 numa cama
10 numa cama10 numa cama
10 numa cama
 
Saturno
SaturnoSaturno
Saturno
 

Último

O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 

Último (20)

O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 

Sapo apaixonado Pata

  • 1.  
  • 2. O sapo estava sentado à beira do rio. Sentia-se esquisito. Não sabia se estava contente ou se estava triste.
  • 3. Toda a semana tinha andado como que a sonhar. Que é que teria?
  • 4. Então encontrou o Porquinho. - Olá, Sapo - disse o Porquinho. - Não estás com muito bom ar. Que é que tens?
  • 5. - Não sei - disse o Sapo. - Tenho vontade de rir e de chorar ao mesmo tempo. E aqui dentro de mim tenho uma coisa que faz tum-tum.
  • 6.
  • 7. - Lebre - disse ele -, não me sinto bem. - Entra e senta-te um bocadinho - disse a Lebre, muito simpática. Depois passou por casa da Lebre.
  • 8. Ora então, que é que tens? - Umas vezes fico com calor e outras vezes fico com frio. E aqui dentro de mim tenho uma coisa que faz tum-tum. E pôs a mão no peito.
  • 9. - Já sei. É o teu coração. O meu também faz tum-tum. - Mas o meu às vezes faz tum-tum mais depressa do que de costume disse o Sapo. - Faz um-dois, um-dois, um-dois. A Lebre pensou muito, como um verdadeiro médico. Depois disse:
  • 10. A Lebre foi buscar à estante um grande livro e pôs-se a virar as folhas. - disse ela. - Ora ouve. Coração a bater acelerado, ataques de calor e de frio... quer dizer que estás apaixonado! - Apaixonado? - disse o Sapo, surpreendido. - Ena pá! Estou apaixonado!
  • 11. E ficou t ão contente que deu um salto enorme pela porta fora.
  • 12. O Porquinho assustou-se muito quando o Sapo de repente caiu do céu. - Parece que estás melhor - disse o Porquinho. - E estou! Sinto-me óptimo - disse o Sapo. - Estou apaixonado!
  • 13. - Bem, isso é uma boa notícia. Por quem é que estás apaixonado? ­perguntou o Porquinho. O Sapo não tinha tido tempo para pensar nisso.
  • 14. - Já sei! - disse ele. - Estou apaixonado pela linda e adorável patinha branca! - Não pode ser - disse o Porquinho. - Um sapo não pode estar apaixonado por uma pata. Tu és verde e ela é branca. Mas o Sapo não se importou com isso.
  • 15. Não sabia escrever, mas sabia fazer bonitas pinturas. Quando voltou para casa fez uma pintura linda, com vermelho e azul e muito verde, que era a cor de que ele gostava mais.
  • 16. À noite, quando já estava escuro, saiu com a pintura e enfiou-a por baixo da porta da Pata. Com a emoção, tinha o coração a bater com toda a força.
  • 17. A Pata ficou muito admirada quando encontrou a pintura. - Quem é que me terá mandado esta linda pintura? - exclamou ela, e pendurou-a na parede.
  • 18. No dia seguinte o Sapo colheu um belo ramo de flores. Ia oferecê-las à Pata. Mas quando chegou à porta não teve coragem para a enfrentar.
  • 19. Pôs as flores na soleira da porta e fugiu o mais depressa que pôde. E assim continuaram as coisas, dia após dia. O Sapo não conseguia arranjar coragem para falar.
  • 20. A Pata andava muito contente com todos aqueles belos presentes. Mas quem é que os mandaria?
  • 21. Pobre Sapo! Perdeu o apetite e à noite não conseguia dormir... E as coisas continuaram assim durante semanas.
  • 22. Como é que havia de mostrar à Pata que gostava dela? - Tenho de fazer uma coisa de que mais ninguém seja capaz - decidiu ele. - Tenho de bater o recorde do mundo de salto em altura! A Patinha vai ficar muito surpreendida, e depois ela também vai gostar de mim .
  • 23. o Sapo começou logo a treinar. Praticou salto em altura durante dias a fio. Saltava cada vez mais alto, até às nuvens. Nunca nenhum sapo do mundo tinha saltado tão alto.
  • 24. - Que é que terá o Sapo? - perguntava a Pata, preocupada. – Saltar assim é perigoso. Ainda acaba por se magoar. E tinha razão.
  • 25. Às duas horas e treze minutos da tarde de sexta-feira, as coisas correram mal. O Sapo estava a dar o salto mais alto da história quando perdeu o equilíbrio e caiu ao chão. A Pata, que ia a passar nessa altura, veio a correr ajudá-lo.
  • 26. o Sapo mal conseguia andar. A Pata amparou-o com carinho e levou-o para casa. Tratou dele com toda a ternura. - Ó Sapo, podias ter-te matado! - disse ela. - Olha que tens de ter cuidado. Gosto tanto de ti!
  • 27. Então, finalmente o Sapo lá conseguiu arranjar coragem: - Eu também gosto muito de ti, querida Pata - balbuciou ele. Tinha o coração a fazer tum-tum mais depressa do que nunca, e ficou com a cara muito verde.
  • 28. Desde então, amam-se perdidamente. Um sapo e uma pata... Verde e branca. O amor não conhece barreiras.
  • 30. Sapo
  • 31. Lebre
  • 33. Pata