Internet na Evangelização Ir. Afonso Murad
Uma novidade.... <ul><li>A Igreja tem dificuldade em lidar com os instrumentos “midiáticos”, pois eles exigem uma competên...
Internet <ul><li>A Internet é uma rede de computadores mundial de acesso de público ilimitado que utiliza uma infra-estrut...
Uma rede.. <ul><li>A internet é mais do que uma rede de computadores.  </li></ul><ul><li>Transformou-se numa Rede de redes...
Recursos da Internet <ul><li>correio eletrônico (email ou emeio); </li></ul><ul><li>redes ou grupos em torno a assuntos co...
Internet e os jovens <ul><li>A internet faz parte do dia a dia dos jovens, a ponto de constituir parte de sua cultura.  </...
Jovens evangelizadores na Internet <ul><li>Evangelizar os jovens no espaço virtual da internet, com todos os recursos poss...
Por que evangelizar também pela internet <ul><li>Custo de implantação e manutenção mínimo, comparado com outras mídias, co...
Por que evangelizar pela internet <ul><li>O ferece um espaço de interlocução com pessoas de outras crenças, que buscam a D...
UM ALERTA <ul><li>O espaço virtual não substitui o presencial, pois a vivência da fé postula vínculos afetivos e proximida...
Exigências da evangelização pela internet <ul><li>Aprender o que é específico da internet, suas possibilidades e limites. ...
Internet: um apelo à conversão <ul><li>Renovar o próprio contéudo da mensagem,  numa relação dialogal com o mundo contempo...
Discípulos missionários... <ul><li>Suscitar uma grande comunidade de aprendizagem, de forma que as pessoas e os grupos apr...
<ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>www.twitter.com/afonsomurad </li></ul><ul><li>...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Internet na evangelização

1.235 visualizações

Publicada em

Um dos slides do 6º CONAGE

1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • DEUS É AMOR: E É O EXERCÍCIO DESTE AMOR QUE PROVA A SUA EXISTÊNCIA: (JR.5.21) Ouvi agora isto, ó povo insensato que tendes olhos e não vedes, tendes ouvidos e não ouvis; (1TS.4.3) pois esta é a vontade de Deus: A vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição; (LS.1.12/13) porque Deus não fez a morte, nem se alegra na perdição dos vivos: Não queirais buscar ansiosos a morte, no descaminho da vossa vida, nem adquirais a perdição com as obras das vossas mãos: (HC.2.19) Ai daquele que diz ao pau: Acorda! E à pedra muda: Desperta! Pode o ídolo ensinar? Eis que está coberto de ouro e de prata, mas no seu interior não há fôlego nenhum: (AT.3.15) Dessarte, matastes o Autor da Vida, a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, do que nós somos testemunhas: (JB.7.48) Porventura creu Nele alguém dentre as autoridades, ou algum dos fariseus? (RM.3.3) E daí? Se alguns não creram, a incredulidade deles virá desfazer a fidelidade de Deus? (JB.3.23) Ora, o seu mandamento é este: (MC.12.33) Amar a Deus de todo o coração, de todo o entendimento e de toda a força, e amar ao próximo como a si mesmo: (JB.4.23) Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores: (LS.19.23) E há quem fala francamente e não diz senão a verdade, (RM.4.3) pois que diz a escritura? (JB.4.24)Deus é Espírito;e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade, (RM.1.20) porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade; claramente se reconhecem desde o principio do mundo, sendo reconhecidos pelas cousas que foram criadas: (HB.11.1) Ora, a fé é a certeza de cousas que se esperam, a convicção de fatos que não se vêem: ((SL.100.3) Sabei que o Senhor é Deus, foi Ele quem nos fez e Dele somos; somos o seu povo e o rebanho do seu pastoreio: (CL.3.23/24) Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como sendo para o Senhor, e não parta homens; cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança: A Cristo, o Senhor, é que estais servindo; (DT.1.38) porque Ele fará com que Israel a receba: (SL.32.11) Alegrai-vos no Senhor e regozijai-vos, ó Justos, exultai-vos, todos que sois retos de coração; (1TS.3.8) porque agora vivemos, se é que estais firmes no Senhor: (1cO.15.38) Portanto, amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e abundantes na Obra do Senhor, Sabendo que no Senhor o vosso trabalho não é vão: (LE.12.13) De tudo o que se tem ouvido a suma é: Temei a Deus e guardai os seus mandamentos;porque isto é dever de todo Homem: (JR.21.8) Eis que ponho diante de vós o caminho da vida e o caminho da morte: (JB.14.6) Eu sou o caminho a verdade e a vida: (LV.19.4) Não vos virareis para os ídolos, nem vos fareis deuses de fundição: Eu sou o Senhor Vosso Deus: (IS.41.4) Quem fêz e executou tudo isto?(DT.27.26) Maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei, não as cumprindo: (IS.46.8) Lembrai-vos disto e tende ânimo, ó prevaricadores; (LS.14.12) porque o culto aos ídolos é o princípio da corrupção da vida: (AT.3.17) Agora, Irmãos, Eu sei que o fizestes por ignorância, como também as vossas autoridades; (IS.9.16) porque os Guias deste povo são enganadores, e os que Por eles são dirigidos, são devorados:(TG.121) Portanto, despojando-vos de toda impureza e acumulo de maldade; acolhei, com mansidão, a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar a vossa alma: PAUSA PARA UM ALERTA GERAL Saibam todos os povos que: Caso a mídia mundial à partir do Brasil, persista em ignorar a Augusta Presença de Deus entre nós; em esconder e boicotar a Santa Obra da criação do seu reino na terra; eis que, simplesmente, EU me calarei! Arnaldo ou Israel
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.235
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
51
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Internet na evangelização

  1. 1. Internet na Evangelização Ir. Afonso Murad
  2. 2. Uma novidade.... <ul><li>A Igreja tem dificuldade em lidar com os instrumentos “midiáticos”, pois eles exigem uma competência específica. </li></ul><ul><li>Temos muitos analfabetos digitais. </li></ul><ul><li>Moralismo e preconceito: </li></ul><ul><li>- “a internet é um antro de perdição”, </li></ul><ul><li>- ela esvazia a vida familiar e a convivência humana. </li></ul>
  3. 3. Internet <ul><li>A Internet é uma rede de computadores mundial de acesso de público ilimitado que utiliza uma infra-estrutura de telecomunicações homogênea. </li></ul><ul><li>Atualmente qualquer pessoa física ou jurídica pode participar da Internet. </li></ul><ul><li>Requisitos: possuir um computador, um programa (software) e uma conexão com um provedor de acesso. </li></ul>
  4. 4. Uma rede.. <ul><li>A internet é mais do que uma rede de computadores. </li></ul><ul><li>Transformou-se numa Rede de redes entre pessoas e organizações. </li></ul><ul><li>Não tem dono ou um poder central, embora seja monitorada e controlada de várias formas. </li></ul><ul><li>A internet facilita a comunicação entre pessoas, grupos e organizações por meio de muitos recursos. </li></ul>
  5. 5. Recursos da Internet <ul><li>correio eletrônico (email ou emeio); </li></ul><ul><li>redes ou grupos em torno a assuntos comuns; </li></ul><ul><li>redes de relacionamento (Orkut e Facebook); </li></ul><ul><li>comunicação instantânea interpessoal através de escrita, voz ou vídeo (MSN ou Skype); </li></ul><ul><li>vídeo-conferência (três ou mais pessoas conectadas); </li></ul><ul><li>site (sítio ou página na internet); </li></ul><ul><li>portal (página mais complexa, que se abre para várias áreas da informação); </li></ul><ul><li>blog (diário virtual que permite participação do internauta); </li></ul><ul><li>compartilhamento de textos, músicas ou vídeos (como Youtube e Scribd), </li></ul><ul><li>biblioteca virtual (como o Google books) </li></ul><ul><li>mensagens para celulares e smartphones. </li></ul><ul><li>transmissão de dados de natureza técnica: planilhas financeiras, projetos, dados contábeis, listas de nomes, estatísticas, fichas cadastrais, registros e documentos. </li></ul><ul><li>meio de entretenimento: vídeos, clipes, rádio e TV em tempo real. </li></ul><ul><li>espaço de compra e venda (mercado virtual). </li></ul>
  6. 6. Internet e os jovens <ul><li>A internet faz parte do dia a dia dos jovens, a ponto de constituir parte de sua cultura. </li></ul><ul><li>Transitam no mundo virtual com facilidade e são capazes de realizar tarefas simultâneas: estudar, ouvir rádio e digitar mensagens na internet. </li></ul><ul><li>Fascinam-se com as comunidades virtuais, compartilham imagens, sons e experiências. </li></ul><ul><li>Utilizam a internet como instrumento de pesquisa para uso escolar e acadêmico. </li></ul><ul><li>*** Oferece perigos e oportunidades para evangelizar crianças, adolescentes e jovens. </li></ul>
  7. 7. Jovens evangelizadores na Internet <ul><li>Evangelizar os jovens no espaço virtual da internet, com todos os recursos possíveis. </li></ul><ul><li>Identificar e engajar os jovens criativos, para que sejam produtores de conhecimento e de informação na internet. Evangelizadores de outros jovens no mundo virtual e real! </li></ul><ul><li>Somente acreditando nos jovens e investindo neles, realizará esta missão. </li></ul>
  8. 8. Por que evangelizar também pela internet <ul><li>Custo de implantação e manutenção mínimo, comparado com outras mídias, como rádio, TV e jornal. </li></ul><ul><li>Reforça a mensagem transmitida. Possibilita a atualização de notícias, acesso à informação já veiculada e a interatividade com o público. </li></ul><ul><li>A Igreja pode mostrar sua face plural e diversificada. Estimula-se a tolerância, a caridade e o debate enriquecedor. Favorece a construção da unidade na diversidade. </li></ul><ul><li>Comunidades sociais (como Orkut e Facebook) e sites ajudam a estreitar os laços da Igreja-comunidade com seus membros. Os momentos comunitários se prolongam e ganham visibilidade. </li></ul><ul><li>Comunica e testemunha a fé cristã de muitas formas: textos, fotos, aúdio e vídeo. </li></ul><ul><li>Estimula e prepara as novas gerações para que sejam protagonistas da evangelização, agentes ativos e criativos. </li></ul>
  9. 9. Por que evangelizar pela internet <ul><li>O ferece um espaço de interlocução com pessoas de outras crenças, que buscam a Deus, cultivam a espiritualidade e a ética. </li></ul><ul><li>Fonte de informação mais acessível, fácil, rápida e econômica. </li></ul><ul><li>Fonte de subsídios: Auxilia o agente de pastoral, fornecendo-lhe dados sobre cultura contemporânea e religião. </li></ul><ul><li>Dá visibilidade às iniciativas sociais e ambientais promovidas ou apoiadas pelas Igrejas </li></ul>
  10. 10. UM ALERTA <ul><li>O espaço virtual não substitui o presencial, pois a vivência da fé postula vínculos afetivos e proximidade entre as pessoas. </li></ul><ul><li>A evangelização pela internet não é a solução, mas somente uma parte dela. Há que se cuidar da qualidade dos processos evangelizadores com comunidades efetivas. </li></ul><ul><li>A comunicação pela internet enriquece, amplia, diversifica e divulga uma prática real, sustentada em pessoas e processos. Não é uma imagem simulada. </li></ul>
  11. 11. Exigências da evangelização pela internet <ul><li>Aprender o que é específico da internet, suas possibilidades e limites. </li></ul><ul><li>Recorrer a um profissional da área e oferecer formação específica para presbíteros e leigos, superando o amadorismo e a improvisação. </li></ul><ul><li>A cultura midiática valoriza a imagem, a estética, o “design” -> beleza, clareza e navegabilidade dos sites eclesiais, para ser atrativos. </li></ul><ul><li>A mensagem escrita na internet é breve, concisa e direta  Expressar-se com menos palavras, concentrando-se no essencial. Falar menos e dizer mais. </li></ul><ul><li>Manter e atualizar o que se criou. </li></ul><ul><li>Navegar constantemente na rede e identificar oportunidades e tendências. </li></ul><ul><li>Constituir de uma equipe que maneje, com eficiência e criatividade, o espaço evangelizador na Internet. </li></ul>
  12. 12. Internet: um apelo à conversão <ul><li>Renovar o próprio contéudo da mensagem, numa relação dialogal com o mundo contemporâneo. </li></ul><ul><li>Vencer a tentação da autosuficiência, do orgulho e do senso de superioridade. </li></ul><ul><li>Sermos mais humildes, peregrinos e construtures da Igreja “Povo de Deus”, acolhendo a pluralidade e promovendo o diálogo. </li></ul>
  13. 13. Discípulos missionários... <ul><li>Suscitar uma grande comunidade de aprendizagem, de forma que as pessoas e os grupos aprendam uns com os outros. </li></ul><ul><li>Âmbitos: </li></ul><ul><li>conteúdo, </li></ul><ul><li>metodologia para evangelizar, </li></ul><ul><li>partilha de experiências bem sucedidas, </li></ul><ul><li>difusão de ferramentas. </li></ul><ul><li>* Romper o isolamento e favorecer a “gestão do conhecimento” na pastoral. Assim, a Igreja anunciará a Boa Nova de forma inculturada. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>www.twitter.com/afonsomurad </li></ul><ul><li>www.ecologiaefe.blogspot,com </li></ul><ul><li>www.maenossa.blogspot.com </li></ul>

×