SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
APRESENTAÇÃO DE DANÇA

         FESTA DE MAIO / 2012 – 04/05/2012
      COL. EST. BARTOLOMEU BUENO DA SILVA

  1. BANDEIRAS
  2. DANÇA: THE TIME
  3. DANÇA: FREVO
  4. DANÇA: COM TUDO
  5. DANÇA: CARIMBÓ
  6. DANÇA: INDIANA
  7. DANÇA: DE RUA


     1.   BANDEIRAS - Alunas: Liliane e Rayane
          O Colégio Estadual Bartolomeu Bueno da Silva
          Esteve no passado,
          Está no presente
          E trabalha para fazer brilhar
          O futuro de Paranaiguara...

       Vamos agora apreciar as imagens do Colégio
Bartolomeu mostrados no telão...


     2.  Dança: The Time
  O homem utiliza-se das formas artísticas para se
expressar e se comunicar. Sendo a dança a mais completa
das artes, pois, reúne todos os demais segmentos
artísticos, como: a música, a pintura, a escultura, o teatro e
ao mesmo tempo traduz através do movimento corporal o
estado emocional do indivíduo.
Quem vai nos emocionar agora, são os alunos:

Camila, Dione,
Jordana, Raiane,
Lorraine, Nathália,
Maria Luiza, Flávia,
Lorena, Jonise,
Daiane, Ana Carolina,
Cíntia, Bruno,
Daniel, Tanitiele,
Yasmim,     Dyessica,
Gisele,     Jhenifer
Karolaine e Marcos Vinícius
Coreógrafa: Michele Basílio


    3.  Dança: Frevo
O frevo é um ritmo pernambucano derivado da marcha e do
maxixe. Surgido no recife no final do século XIX. Pode-se
afirmar que o frevo é uma criação de compositores de
música ligeira, feita para o carnaval. Os músicos pensavam
em dar ao povo mais animação. No decorrer do tempo a
música ganha características próprias acompanhado de um
bailado inconfundível de passos soltos, onde as
sombrinhas dão ainda mais colorido e alegria à dança.
Toda essa animação vem com as alunas:
Mariana
Jéssica
Elinanda
Ana Paula e
Fabíola
Coreógrafa: Michele Basílio


    4.   Dança: Com Tudo
Dançar a vida nos remete ao próprio movimento incansável
do universo e da história... Embrenhados e mergulhados
neste movimento é que somos ele próprio!
Desafiando os limites do tempo e do espaço nos
constituímos seres dançantes, completos em si mesmos e
inteiros na relação homem-mundo, impregnados de
paixões, sonhos e buscas, embriagados da intermitente
música do Existir...
Bem-vindos... ousados dançarinos da vida!!!
Jéssica
Elinanda
Fabíola
Jaíne
Késia
Jordana
Ana Paula
Nathália e
Nádia
Coreógrafa: Michele Basílio

     5.  Dança: Carimbó
A mais extraordinária manifestação de criatividade artística
do povo paraense foi criada pelos índios Tupinambá que,
segundo os historiadores, eram dotados de um senso
artístico invulgar, chegando a ser considerados, nas tribos,
como verdadeiros semideuses.
E para mostrar todo esse encanto e magia, convidamos as
alunas:
Jaíne
Fabíola
Jéssica e
Elinanda
Coreógrafa: Michele Basílio


     6. Dança: Indiana
Os movimentos leves e, ao mesmo tempo, marcantes da
dança indiana prendem o olhar. Provavelmente a Dança foi
a primeira forma de expressão artística desenvolvida pelos
humanos, nossa primeira tentativa estética de recriar e
compreender o fluxo da vida. Talvez por esse mesmo
motivo a Dança seja uma forma de Arte que historicamente
se liga ao Sagrado.
E todo esse ar sublime misterioso vem trazido pelas
alunos:
Jéssica
Natália e
Elinanda
Coreógrafa: Michele Basílio


      7. Dança de Rua
     Originada nos Estados Unidos, como o estilo Street
Dance e Hip Hop, a dança de rua é uma manifestação
popular, que mostra a cultura do povo, a cultura dessa
gente simples que não tem acesso aos grandes salões e
academias de dança, mas que têm muita energia e vontade
de viver... São os dançarinos heróis que lutam com todas
as suas forças para vencerem inúmeros desafios para
sobreviverem... E essa força e essa energia e vontade de
viver que nossos alunos mostram no ritmo alucinante da
música eletrônica...
     Com uma participação especial do grupo
     MISTER NICE OF THE DANCE, com os bailarinos:
     Fernando
     Dione
     Leonardo

    Se apresentam os alunos:
    Tatilane
    Késia
    Paloma Cristina
    Nathália Miranda
    Alariane
    Kilce Ketlen
    Lara Gomes      e   Wálife
Coreógrafo: Éder Francismo Martins

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Roteiro danças maio_2011
Roteiro danças maio_2011Roteiro danças maio_2011
Roteiro danças maio_2011
 
Apostila ensino médio danca
Apostila ensino médio dancaApostila ensino médio danca
Apostila ensino médio danca
 
Projeto historia da dança
Projeto historia da dançaProjeto historia da dança
Projeto historia da dança
 
Atividades cordel (1)
Atividades cordel (1)Atividades cordel (1)
Atividades cordel (1)
 
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1Prova de arte 6ano 3b pronta 1
Prova de arte 6ano 3b pronta 1
 
Prova de arte 8ano 3b pronta
Prova de arte 8ano 3b prontaProva de arte 8ano 3b pronta
Prova de arte 8ano 3b pronta
 
Dança também é atividade física
Dança também é atividade físicaDança também é atividade física
Dança também é atividade física
 
[Danca][26 05][2a]gabarito
[Danca][26 05][2a]gabarito[Danca][26 05][2a]gabarito
[Danca][26 05][2a]gabarito
 
PTD Semestral de Arte - 8 Ano
PTD Semestral de Arte - 8 AnoPTD Semestral de Arte - 8 Ano
PTD Semestral de Arte - 8 Ano
 
Prova 6º Ano
Prova 6º AnoProva 6º Ano
Prova 6º Ano
 
Dança
DançaDança
Dança
 
Sugestao de avaliacao_1
Sugestao de avaliacao_1Sugestao de avaliacao_1
Sugestao de avaliacao_1
 
Tipos de danças
Tipos de dançasTipos de danças
Tipos de danças
 
Trabalho De Artes
Trabalho De ArtesTrabalho De Artes
Trabalho De Artes
 
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6° AO 9º ANO
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6°  AO  9º ANOAVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6°  AO  9º ANO
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6° AO 9º ANO
 
História da música 2.ª p b
História da música 2.ª p bHistória da música 2.ª p b
História da música 2.ª p b
 
6.plano de aula
6.plano de aula6.plano de aula
6.plano de aula
 
DANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEA
DANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEADANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEA
DANÇA - CONCEITOS E DANÇA CONTEMPORÂNEA
 
A Origem Da DançA
A Origem Da DançAA Origem Da DançA
A Origem Da DançA
 
Língua Portuguesa - Literatura de Cordel (6º ano)
Língua Portuguesa - Literatura de Cordel (6º ano)Língua Portuguesa - Literatura de Cordel (6º ano)
Língua Portuguesa - Literatura de Cordel (6º ano)
 

Destaque

Destaque (7)

Circo roteiro
Circo roteiroCirco roteiro
Circo roteiro
 
Projeto seminario
Projeto seminarioProjeto seminario
Projeto seminario
 
Roteiro 4º bimestre
Roteiro  4º bimestreRoteiro  4º bimestre
Roteiro 4º bimestre
 
Roteiro para Trabalhos Academicos
Roteiro para Trabalhos AcademicosRoteiro para Trabalhos Academicos
Roteiro para Trabalhos Academicos
 
Roteiro para entrevista - modelo
Roteiro para entrevista - modeloRoteiro para entrevista - modelo
Roteiro para entrevista - modelo
 
5.+roteiro+para+o+cerimonial+de+colação+de+grau
5.+roteiro+para+o+cerimonial+de+colação+de+grau5.+roteiro+para+o+cerimonial+de+colação+de+grau
5.+roteiro+para+o+cerimonial+de+colação+de+grau
 
Projeto Circo (em word)
Projeto Circo (em word)Projeto Circo (em word)
Projeto Circo (em word)
 

Semelhante a Apresentação de dança na Festa de Maio

Revista CM - Villa-Lobos - Atualizada 02.2024.pdf
Revista CM - Villa-Lobos  - Atualizada 02.2024.pdfRevista CM - Villa-Lobos  - Atualizada 02.2024.pdf
Revista CM - Villa-Lobos - Atualizada 02.2024.pdfCentro de Memória CMSP
 
Portfólio michele borges 1 semestre 2015
Portfólio michele borges   1 semestre 2015Portfólio michele borges   1 semestre 2015
Portfólio michele borges 1 semestre 2015Portfolio2015
 
Quinteto Sine Nomine
Quinteto Sine NomineQuinteto Sine Nomine
Quinteto Sine NominePaulo1976
 
DANÇA ARTE E EDUCAÇÃO
DANÇA ARTE E EDUCAÇÃODANÇA ARTE E EDUCAÇÃO
DANÇA ARTE E EDUCAÇÃOAclecio Dantas
 
Danças nacionais populares joana
Danças nacionais populares joanaDanças nacionais populares joana
Danças nacionais populares joanaJorge Luiz Queiroz
 
Em Busca de Corporeidades para o Ator/Bailarino a partir da Dança Tradicional...
Em Busca de Corporeidades para o Ator/Bailarino a partir da Dança Tradicional...Em Busca de Corporeidades para o Ator/Bailarino a partir da Dança Tradicional...
Em Busca de Corporeidades para o Ator/Bailarino a partir da Dança Tradicional...Munduroda
 
A INFLUÊNCIA DOS PRINCIPAIS PEDAGOGOS MUSICAIS DA PRIMEIRA GERAÇÃO NA PRÁTICA...
A INFLUÊNCIA DOS PRINCIPAIS PEDAGOGOS MUSICAIS DA PRIMEIRA GERAÇÃO NA PRÁTICA...A INFLUÊNCIA DOS PRINCIPAIS PEDAGOGOS MUSICAIS DA PRIMEIRA GERAÇÃO NA PRÁTICA...
A INFLUÊNCIA DOS PRINCIPAIS PEDAGOGOS MUSICAIS DA PRIMEIRA GERAÇÃO NA PRÁTICA...Gisele Laura Haddad
 
BANDA MUSICAL DE CONCERTO DE SANTA CRUZ DAS PALMEIRAS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA
BANDA MUSICAL DE CONCERTO DE SANTA CRUZ DAS PALMEIRAS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIABANDA MUSICAL DE CONCERTO DE SANTA CRUZ DAS PALMEIRAS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA
BANDA MUSICAL DE CONCERTO DE SANTA CRUZ DAS PALMEIRAS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIAGisele Laura Haddad
 
DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .
DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .
DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .Vis-UAB
 
Redescobrindo a dança
Redescobrindo a dançaRedescobrindo a dança
Redescobrindo a dançaMichellevsilva
 

Semelhante a Apresentação de dança na Festa de Maio (20)

Revista CM - Villa-Lobos - Atualizada 02.2024.pdf
Revista CM - Villa-Lobos  - Atualizada 02.2024.pdfRevista CM - Villa-Lobos  - Atualizada 02.2024.pdf
Revista CM - Villa-Lobos - Atualizada 02.2024.pdf
 
Danças Sociais
Danças SociaisDanças Sociais
Danças Sociais
 
Portfólio michele borges 1 semestre 2015
Portfólio michele borges   1 semestre 2015Portfólio michele borges   1 semestre 2015
Portfólio michele borges 1 semestre 2015
 
Quinteto Sine Nomine
Quinteto Sine NomineQuinteto Sine Nomine
Quinteto Sine Nomine
 
DANÇA ARTE E EDUCAÇÃO
DANÇA ARTE E EDUCAÇÃODANÇA ARTE E EDUCAÇÃO
DANÇA ARTE E EDUCAÇÃO
 
Danças nacionais populares joana
Danças nacionais populares joanaDanças nacionais populares joana
Danças nacionais populares joana
 
Agrp4
Agrp4Agrp4
Agrp4
 
Em Busca de Corporeidades para o Ator/Bailarino a partir da Dança Tradicional...
Em Busca de Corporeidades para o Ator/Bailarino a partir da Dança Tradicional...Em Busca de Corporeidades para o Ator/Bailarino a partir da Dança Tradicional...
Em Busca de Corporeidades para o Ator/Bailarino a partir da Dança Tradicional...
 
A INFLUÊNCIA DOS PRINCIPAIS PEDAGOGOS MUSICAIS DA PRIMEIRA GERAÇÃO NA PRÁTICA...
A INFLUÊNCIA DOS PRINCIPAIS PEDAGOGOS MUSICAIS DA PRIMEIRA GERAÇÃO NA PRÁTICA...A INFLUÊNCIA DOS PRINCIPAIS PEDAGOGOS MUSICAIS DA PRIMEIRA GERAÇÃO NA PRÁTICA...
A INFLUÊNCIA DOS PRINCIPAIS PEDAGOGOS MUSICAIS DA PRIMEIRA GERAÇÃO NA PRÁTICA...
 
Danca certo
Danca certoDanca certo
Danca certo
 
BANDA MUSICAL DE CONCERTO DE SANTA CRUZ DAS PALMEIRAS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA
BANDA MUSICAL DE CONCERTO DE SANTA CRUZ DAS PALMEIRAS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIABANDA MUSICAL DE CONCERTO DE SANTA CRUZ DAS PALMEIRAS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA
BANDA MUSICAL DE CONCERTO DE SANTA CRUZ DAS PALMEIRAS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA
 
1 médio 2ªetapa
1 médio   2ªetapa1 médio   2ªetapa
1 médio 2ªetapa
 
DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .
DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .
DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .
 
Música, dança e Surdez
Música, dança e SurdezMúsica, dança e Surdez
Música, dança e Surdez
 
Sesc mpb 2013
Sesc mpb 2013Sesc mpb 2013
Sesc mpb 2013
 
D A N Ç A R
D A N Ç A RD A N Ç A R
D A N Ç A R
 
Redescobrindo a dança
Redescobrindo a dançaRedescobrindo a dança
Redescobrindo a dança
 
Danca anos finais2
Danca anos finais2Danca anos finais2
Danca anos finais2
 
II Curso
II CursoII Curso
II Curso
 
Dança no campo artistíco
Dança no campo artistícoDança no campo artistíco
Dança no campo artistíco
 

Mais de Paulo Sérgio

Livro de poemas dos alunos do 8º Ano C e D, do Bartolomeu
Livro de poemas  dos alunos do 8º Ano C e D, do BartolomeuLivro de poemas  dos alunos do 8º Ano C e D, do Bartolomeu
Livro de poemas dos alunos do 8º Ano C e D, do BartolomeuPaulo Sérgio
 
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuEloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuPaulo Sérgio
 
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuMariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuPaulo Sérgio
 
Ailyn - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Ailyn - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuAilyn - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Ailyn - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuPaulo Sérgio
 
Gabriel Fernando - Maio Laranja - 8º Ano Bartolomeu
Gabriel Fernando - Maio Laranja - 8º Ano BartolomeuGabriel Fernando - Maio Laranja - 8º Ano Bartolomeu
Gabriel Fernando - Maio Laranja - 8º Ano BartolomeuPaulo Sérgio
 
Ailyn - Maio Amarelo - 8º Ano - Bartolomeu
Ailyn - Maio Amarelo - 8º Ano - BartolomeuAilyn - Maio Amarelo - 8º Ano - Bartolomeu
Ailyn - Maio Amarelo - 8º Ano - BartolomeuPaulo Sérgio
 
Retrospectiva Bartolomeu 2018
Retrospectiva Bartolomeu 2018Retrospectiva Bartolomeu 2018
Retrospectiva Bartolomeu 2018Paulo Sérgio
 
Tosco slides cj2 - bartolomeu - Paranaiguara
Tosco   slides cj2 -  bartolomeu - ParanaiguaraTosco   slides cj2 -  bartolomeu - Paranaiguara
Tosco slides cj2 - bartolomeu - ParanaiguaraPaulo Sérgio
 
Dia da muher 2016 - bartolomeu
Dia da muher   2016 - bartolomeuDia da muher   2016 - bartolomeu
Dia da muher 2016 - bartolomeuPaulo Sérgio
 
Cara da escola festa de maio 2012
Cara da escola festa de maio 2012Cara da escola festa de maio 2012
Cara da escola festa de maio 2012Paulo Sérgio
 
Natal 2011 bartolomeu.ppt
Natal 2011 bartolomeu.pptNatal 2011 bartolomeu.ppt
Natal 2011 bartolomeu.pptPaulo Sérgio
 
Livro vol 2_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011
Livro vol 2_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011Livro vol 2_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011
Livro vol 2_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011Paulo Sérgio
 
Livro vol 1_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011
Livro vol 1_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011Livro vol 1_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011
Livro vol 1_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011Paulo Sérgio
 
Dia do professor 2011
Dia do professor   2011Dia do professor   2011
Dia do professor 2011Paulo Sérgio
 
Roteiro para produção de texto dissertativo_Renovar
Roteiro para produção de texto dissertativo_RenovarRoteiro para produção de texto dissertativo_Renovar
Roteiro para produção de texto dissertativo_RenovarPaulo Sérgio
 
Roteiro para produção goias sem drogas
Roteiro para produção goias sem drogasRoteiro para produção goias sem drogas
Roteiro para produção goias sem drogasPaulo Sérgio
 

Mais de Paulo Sérgio (20)

Livro de poemas dos alunos do 8º Ano C e D, do Bartolomeu
Livro de poemas  dos alunos do 8º Ano C e D, do BartolomeuLivro de poemas  dos alunos do 8º Ano C e D, do Bartolomeu
Livro de poemas dos alunos do 8º Ano C e D, do Bartolomeu
 
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuEloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
 
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuMariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
 
Ailyn - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Ailyn - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuAilyn - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Ailyn - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
 
Gabriel Fernando - Maio Laranja - 8º Ano Bartolomeu
Gabriel Fernando - Maio Laranja - 8º Ano BartolomeuGabriel Fernando - Maio Laranja - 8º Ano Bartolomeu
Gabriel Fernando - Maio Laranja - 8º Ano Bartolomeu
 
Ailyn - Maio Amarelo - 8º Ano - Bartolomeu
Ailyn - Maio Amarelo - 8º Ano - BartolomeuAilyn - Maio Amarelo - 8º Ano - Bartolomeu
Ailyn - Maio Amarelo - 8º Ano - Bartolomeu
 
Retrospectiva Bartolomeu 2018
Retrospectiva Bartolomeu 2018Retrospectiva Bartolomeu 2018
Retrospectiva Bartolomeu 2018
 
Tosco slides cj2 - bartolomeu - Paranaiguara
Tosco   slides cj2 -  bartolomeu - ParanaiguaraTosco   slides cj2 -  bartolomeu - Paranaiguara
Tosco slides cj2 - bartolomeu - Paranaiguara
 
Dia da muher 2016 - bartolomeu
Dia da muher   2016 - bartolomeuDia da muher   2016 - bartolomeu
Dia da muher 2016 - bartolomeu
 
Leida aposentadoria
Leida aposentadoriaLeida aposentadoria
Leida aposentadoria
 
Leida aposentadoria
Leida aposentadoriaLeida aposentadoria
Leida aposentadoria
 
Homenagem gilma
Homenagem gilmaHomenagem gilma
Homenagem gilma
 
Homenagem gilma
Homenagem gilmaHomenagem gilma
Homenagem gilma
 
Cara da escola festa de maio 2012
Cara da escola festa de maio 2012Cara da escola festa de maio 2012
Cara da escola festa de maio 2012
 
Natal 2011 bartolomeu.ppt
Natal 2011 bartolomeu.pptNatal 2011 bartolomeu.ppt
Natal 2011 bartolomeu.ppt
 
Livro vol 2_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011
Livro vol 2_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011Livro vol 2_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011
Livro vol 2_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011
 
Livro vol 1_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011
Livro vol 1_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011Livro vol 1_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011
Livro vol 1_caminho da palavra escrita_paulosergio_2011
 
Dia do professor 2011
Dia do professor   2011Dia do professor   2011
Dia do professor 2011
 
Roteiro para produção de texto dissertativo_Renovar
Roteiro para produção de texto dissertativo_RenovarRoteiro para produção de texto dissertativo_Renovar
Roteiro para produção de texto dissertativo_Renovar
 
Roteiro para produção goias sem drogas
Roteiro para produção goias sem drogasRoteiro para produção goias sem drogas
Roteiro para produção goias sem drogas
 

Último

Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024SamiraMiresVieiradeM
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxalessandraoliveira324
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 

Último (20)

Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 

Apresentação de dança na Festa de Maio

  • 1. APRESENTAÇÃO DE DANÇA FESTA DE MAIO / 2012 – 04/05/2012 COL. EST. BARTOLOMEU BUENO DA SILVA 1. BANDEIRAS 2. DANÇA: THE TIME 3. DANÇA: FREVO 4. DANÇA: COM TUDO 5. DANÇA: CARIMBÓ 6. DANÇA: INDIANA 7. DANÇA: DE RUA 1. BANDEIRAS - Alunas: Liliane e Rayane O Colégio Estadual Bartolomeu Bueno da Silva Esteve no passado, Está no presente E trabalha para fazer brilhar O futuro de Paranaiguara... Vamos agora apreciar as imagens do Colégio Bartolomeu mostrados no telão... 2. Dança: The Time O homem utiliza-se das formas artísticas para se expressar e se comunicar. Sendo a dança a mais completa das artes, pois, reúne todos os demais segmentos artísticos, como: a música, a pintura, a escultura, o teatro e ao mesmo tempo traduz através do movimento corporal o estado emocional do indivíduo. Quem vai nos emocionar agora, são os alunos: Camila, Dione, Jordana, Raiane, Lorraine, Nathália,
  • 2. Maria Luiza, Flávia, Lorena, Jonise, Daiane, Ana Carolina, Cíntia, Bruno, Daniel, Tanitiele, Yasmim, Dyessica, Gisele, Jhenifer Karolaine e Marcos Vinícius Coreógrafa: Michele Basílio 3. Dança: Frevo O frevo é um ritmo pernambucano derivado da marcha e do maxixe. Surgido no recife no final do século XIX. Pode-se afirmar que o frevo é uma criação de compositores de música ligeira, feita para o carnaval. Os músicos pensavam em dar ao povo mais animação. No decorrer do tempo a música ganha características próprias acompanhado de um bailado inconfundível de passos soltos, onde as sombrinhas dão ainda mais colorido e alegria à dança. Toda essa animação vem com as alunas: Mariana Jéssica Elinanda Ana Paula e Fabíola Coreógrafa: Michele Basílio 4. Dança: Com Tudo Dançar a vida nos remete ao próprio movimento incansável do universo e da história... Embrenhados e mergulhados neste movimento é que somos ele próprio! Desafiando os limites do tempo e do espaço nos constituímos seres dançantes, completos em si mesmos e inteiros na relação homem-mundo, impregnados de
  • 3. paixões, sonhos e buscas, embriagados da intermitente música do Existir... Bem-vindos... ousados dançarinos da vida!!! Jéssica Elinanda Fabíola Jaíne Késia Jordana Ana Paula Nathália e Nádia Coreógrafa: Michele Basílio 5. Dança: Carimbó A mais extraordinária manifestação de criatividade artística do povo paraense foi criada pelos índios Tupinambá que, segundo os historiadores, eram dotados de um senso artístico invulgar, chegando a ser considerados, nas tribos, como verdadeiros semideuses. E para mostrar todo esse encanto e magia, convidamos as alunas: Jaíne Fabíola Jéssica e Elinanda Coreógrafa: Michele Basílio 6. Dança: Indiana Os movimentos leves e, ao mesmo tempo, marcantes da dança indiana prendem o olhar. Provavelmente a Dança foi a primeira forma de expressão artística desenvolvida pelos humanos, nossa primeira tentativa estética de recriar e compreender o fluxo da vida. Talvez por esse mesmo motivo a Dança seja uma forma de Arte que historicamente se liga ao Sagrado.
  • 4. E todo esse ar sublime misterioso vem trazido pelas alunos: Jéssica Natália e Elinanda Coreógrafa: Michele Basílio 7. Dança de Rua Originada nos Estados Unidos, como o estilo Street Dance e Hip Hop, a dança de rua é uma manifestação popular, que mostra a cultura do povo, a cultura dessa gente simples que não tem acesso aos grandes salões e academias de dança, mas que têm muita energia e vontade de viver... São os dançarinos heróis que lutam com todas as suas forças para vencerem inúmeros desafios para sobreviverem... E essa força e essa energia e vontade de viver que nossos alunos mostram no ritmo alucinante da música eletrônica... Com uma participação especial do grupo MISTER NICE OF THE DANCE, com os bailarinos: Fernando Dione Leonardo Se apresentam os alunos: Tatilane Késia Paloma Cristina Nathália Miranda Alariane Kilce Ketlen Lara Gomes e Wálife Coreógrafo: Éder Francismo Martins