Madame Bovary

5.899 visualizações

Publicada em

Trabalhode Literatura - Madame Bovary - Alunas Maysa, Mayara e Sabrina - 2º ano EM B do Colégio São José de Ponta Grossa - PR

Publicada em: Educação, Diversão e humor
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.899
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
31
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
153
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Madame Bovary

  1. 1. Madame Bovary Madame Bovary é um romance escrito por Gustave Flaubert que resultou num escândalo ao ser publicado em 1857. Quando o livro foi lançado, houve na França um grande interesse pelo romance, pois levou seu autor a julgamento.
  2. 2. <ul><li>Flaubert foi levado aos tribunais acusado de ofensa à moral e à religião. Ele foi absolvido pela Sexta Corte Correcional do Tribunal do Sena, mas o mesmo procedimento não foi adotado pelos críticos puritanos da época, que não perdoaram o autor pelo tratamento cru que ele tinha dado, no romance, ao tema do adultério, pela crítica ao clero e à burguesia. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Madame Bovary é uma obra capital na literatura do seu tempo, um daqueles livros que dão início a uma época literária </li></ul><ul><li>É considerada por alguns autores como a primeira obra da literatura realista. </li></ul>
  4. 4. Enredo <ul><li>O romance conta a história de Emma, uma mulher sonhadora pequeno-burguesa, criada no campo, que aprendeu a ver a vida através da literatura sentimental. Bonita e requintada para os padrões provincianos, casa-se com Charles, um médico interiorano tão apaixonado pela esposa quanto entediante. Nem mesmo o nascimento da filha dá alegria ao indissolúvel casamento ao qual a protagonista se sente presa. </li></ul>
  5. 5. Personagem <ul><li>Emma é uma mulher que busca um caminho diferente daquele em que foi preparada para percorrer. Mas como fazê-lo se toda mulher era preparada e empurrada para o casamento? O comportamento da personagem de Flaubert anuncia uma mudança que em breve colocaria o mundo macho de cabeça para baixo: o poder de escolha da mulher que sempre esteve paralisada pelas ordens dos homens. Emma não aceitava ser dominada, não era submissa, prendada ou fiel. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Ela reconhece seu erro por descobrir a repetição das rotinas do casamento no fogo apagado dos escondidos encontros amorosos. Os amantes tornam-se tão sem graça quanto o marido. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Os fatos acontecem lentamente, sendo interrompidos por bucólicas descrições da paisagem, do tempo, do vestido de Emma, suas rendas, seus caprichos e seu marido apaixonado e tedioso. Afinal, é um romance comprometido com a realidade e há momentos em que é até possível “sentir o cheiro” do ambiente descrito. </li></ul>
  8. 8. “ Madame Bovary sou eu” <ul><ul><ul><ul><ul><li>Mayara, Maysa e Sabrina 2º B </li></ul></ul></ul></ul></ul>

×