SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
Baixar para ler offline
Ciências 
Tema: 
Sistema Nervoso 
Prof. Marcos 
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
marcos.junior.professor@gmail.com
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
1) Introdução 
O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua 
função é perceber e identificar as condições ambientais externas, bem como as 
condições reinantes dentro do próprio corpo e elaborar respostas que adaptem a essas 
condições. 
2) Organização do sistema nervoso humano 
Sistema Nervoso Central 
(SNC) 
Encéfalo 
Cérebro 
Cerebelo 
Tronco Encefálico 
Mesencéfalo 
Ponte 
Bulbo 
Medula
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
3) Sistema nervoso central (SNC) 
a) Encéfalo 
 Possui cerca de 1,4 kg nos adultos 
 Está localizado na caixa craniana 
 Dividido em 3 partes: cérebro, cerebelo e tronco encefálico 
Encéfalo 
cérebro 
cerebelo 
Tronco encefálico
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
3) Sistema nervoso central (SNC) 
a) Encéfalo 
I) Cérebro 
 Constitui cerca de 90% da massa encefálica 
 Sua superfície é bastante pregueada (aumento da superfície) 
 Dividido em dois hemisférios (esquerdo e direito) 
 Dividido em duas partes: 
o Córtex (externo) – substância cinzenta (corpos neuronais) 
o Região interna – substância branca (dendritos e axônios)
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
3) Sistema nervoso central (SNC) 
a) Encéfalo 
I) Cérebro 
 Funções: 
o Sensações 
o Atos conscientes e voluntários (movimentos) 
o Pensamento 
o Memória 
o Inteligência 
o Aprendizagem 
o Sentidos 
o Equilíbrio
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
3) Sistema nervoso central (SNC) 
I) Cérebro 
Tálamo e Hipotálamo 
Tálamo 
Hipotálamo
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
3) Sistema nervoso central (SNC) 
II) Cerebelo 
 Responsável pelo equilíbrio do corpo 
 Tônus e vigor muscular 
 Orientação espacial 
 Coordenação dos movimentos 
Cerebelo
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
3) Sistema nervoso central (SNC) 
III) Tronco encefálico 
3 divisões: 
 Mesencéfalo 
 Ponte 
 Bulbo 
Mesencéfalo 
Ponte 
Bulbo
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
3) Sistema nervoso central (SNC) 
III) Tronco encefálico 
 Mesencéfalo 
o Recepção e coordenação da contração muscular 
o Postura corporal 
Mesencéfalo
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
3) Sistema nervoso central (SNC) 
III) Tronco encefálico 
 Ponte 
o Manutenção da postura corporal, equilíbrio do corpo e tônus muscular. 
Ponte
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
3) Sistema nervoso central (SNC) 
III) Tronco encefálico 
 Bulbo 
o Controle dos batimentos cardíacos 
o Controle dos movimentos respiratórios 
o Controle da deglutição (engolir) 
Bulbo
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
3) Sistema nervoso central (SNC) 
b) Medula Espinhal (raque) 
 Cordão cilíndrico que parte da base do encéfalo e percorre toda a coluna 
vertebral. 
 Aloja-se dentro das perfurações das vértebras. 
 Da medula espinhal partem 31 pares de nervos raquidianos
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
3) Sistema nervoso central (SNC) 
b) Medula Espinhal (raque) 
 Funções da medula 
o Recebe as informações de diversas partes do corpo e as enviam para o encéfalo 
e vice-versa. 
o Responsável pelos atos reflexos (reflexo medular).
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
3) Sistema nervoso central (SNC) 
c) Meninges 
 São três delicadas membranas que revestem e protegem o sistema nervoso central 
(SNC). 
o Dura-máter 
o Aracnóide 
o Pia-máter 
Medula espinhal 
Encéfalo
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
4) Sistema nervoso periférico (SNP) 
 Constituído por: 
a) Nervos 
b) Gânglios nervosos 
c) Terminações nervosas (receptores para dor, tato, frio, pressão, calor, paladar, 
etc.). 
Nervos 
São fios finos formados por vários axônios de 
neurônios envolvidos por tecido conjuntivo. 
Transmitem mensagens de várias partes do corpo 
para o sistema nervoso central ou destes para as 
regiões corporais.
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
4) Sistema nervoso periférico (SNP) 
Classificação dos nervos 
I) Quanto ao tipo de neurônio 
 Sensitivos ou aferentes (contém apenas neurônios sensitivos) 
 Motores ou eferentes (contém apenas neurônios motores) 
 Mistos (contém neurônios sensitivos e motores) 
II) Quanto à posição anatômica 
 Cranianos (ligados ao encéfalo) – 12 pares 
 Raquidianos ou espinhais (ligados à medula) – 31 pares
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
4) Sistema nervoso periférico (SNP) 
Gânglios nervosos 
o Aglomerado de corpos celulares de neurônios encontrados fora do sistema 
nervo central. 
Corpos celulares
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
4) Sistema nervoso periférico (SNP) 
Terminações Nervosas Captam estímulos do meio interno ou externo e os 
levam para o sistema nervoso central.
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
4) Sistema nervoso periférico (SNP) 
Divisão do sistema nervoso periférico 
Sistema Nervoso Voluntário 
(somático) 
Ações conscientes: andar, falar, pensar, 
movimentar um braço, etc. 
Sistema Nervoso Autônomo 
(visceral) 
Ações inconscientes: controle da 
digestão, batimentos cardíacos, 
movimento das vísceras, etc. 
Simpático 
Parassimpático
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
4) Sistema nervoso periférico (SNP) 
a) Sistema Nervoso Voluntário (Somático) 
Formado por nervos motores que conduzem impulsos do sistema nervoso central 
(SNC) à musculatura estriada esquelética. 
Determina ações conscientes: Andar, falar, abraçar, correr, etc. 
SNC 
Corpos celulares 
dentro do SNC 
Axônios controlando a 
musculatura esquelética
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
4) Sistema nervoso periférico (SNP) 
b) Sistema Nervoso Autônomo (vegetativo ou visceral) 
Constituído por nervos motores que conduzem impulsos do sistema nervoso central 
à musculatura lisa de órgãos viscerais, músculos cardíacos e glândulas. 
Realiza o controle da digestão, sistema cardiovascular, excretor e endócrino. 
Os nervos do SNP autônomo possuem dois tipos de neurônios: 
I. Pré-ganglionares (corpo celular dentro do SNC) 
II. Pós-ganglionares (Corpo celular dentro do gânglio) 
SNC 
gânglio órgão 
Neurônio 
Pós-ganglionar 
Neurônio 
Pré-ganglionar
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
4) Sistema nervoso periférico (SNP) 
b) Sistema Nervoso Autônomo 
É dividido em duas partes: 
I. Simpático 
II. Parassimpático 
 Sistema Nervoso Simpático: Prepara o organismo para o estresse (instinto de fuga ou luta) 
 Sistema Nervos Parassimpático: Estimula atividades relaxantes (repouso) 
Ações antagônicas no organismo!
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
4) Sistema nervoso periférico (SNP) 
Diferenças entre os sistemas nervosos simpático e parassimpático: 
Sistema Nervoso Autônomo 
Simpático Parassimpático 
Fibra pré-ganglionar curta longa 
Fibra pós-ganglionar longa curta 
Origem dos nervos Região torácica e lombar da 
medula (somente nervos 
raquidianos) 
Região cervical (nervos 
cranianos) e região sacral da 
medula (nervos raquidianos) 
Mediador químico Fibras pré-ganglionares: 
Acetilcolina 
Fibras pós-ganglionares: 
Adrenalina 
Fibras pré-ganglionares: 
Acetilcolina 
Fibras pós-ganglionares: 
Acetilcolina
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
EExxeerrccíícciiooss
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
1) (VUNESP) Quando uma pessoa encosta a mão em um ferro quente, ela reage 
imediatamente por meio de um reflexo. Neste reflexo o neurônio efetuador (motor) 
leva o impulso nervoso para: 
a) a medula espinhal. 
b) o encéfalo. 
c) os músculos flexores do braço 
d) as terminações sensoriais de calor na ponta dos dedos. 
e) as terminações sensoriais de dor na ponta dos dedos. 
Resposta: C 
2) Se o cerebelo de um rato for destruído, ele perderá a capacidade de: 
a) digerir alimentos. 
b) respirar. 
c) andar. 
d) eliminar excretas 
e) produzir anticorpos. 
Resposta: C
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
3) Assinale a alternativa que apresenta de forma correta, a condução do impulso nervoso 
nos neurônios sensorial e motor. 
a) O estímulo nervoso se propaga do dendrito para o corpo celular e deste para o axônio no 
neurônio sensorial, e o inverso no neurônio motor. 
b) O estímulo nervoso se propaga do axônio para o corpo celular e deste para o dendrito no 
neurônio sensorial, e o inverso no neurônio motor. 
c) O estímulo nervoso se propaga do dendrito para o corpo celular e deste para o axônio no 
neurônio sensorial e no neurônio motor. 
d) O estímulo nervoso se propaga do axônio para o corpo celular e deste para o dendrito, 
tanto no neurônio sensorial como no motor. 
e) O estímulo nervoso se propaga do dendrito para o corpo celular ou do corpo celular para 
o dendrito no neurônio sensorial e do corpo celular para o axônio no neurônio motor. 
Resposta: C
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
4) Dos sistemas abaixo relacionados, qual está subordinado ao sistema nervoso 
vegetativo ou autônomo? 
a) sistema muscular estriado. 
b) sistema ósseo. 
c) todo o sistema de revestimento. 
d) sistema ósteo-articular 
e) sistema glandular. 
5) Considere os seguintes elementos do sistema nervoso: 
I- encéfalo III- nervos cranianos 
II- medula IV- nervos raquidianos 
O sistema nervoso central é constituído por: 
a) II e III 
b) III e IV 
c) I e II 
d) I e III 
e) II e IV 
Resposta: e 
Resposta: c
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
6) Um arco reflexo simples exige, pelo menos: 
a) um neurônio motor, um gânglio e a medula. 
b) um neurônio sensorial, um gânglio e a medula. 
c) um neurônio sensorial, dois gânglios e a medula. 
d) um neurônio motor, um sensorial e um gânglio. 
e) dois neurônios ( um sensorial e um motor) e a medula. 
7) Cérebro, cerebelo e bulbo são órgãos do: 
a) sistema nervoso periférico. 
b) sistema nervoso parassimpático. 
c) sistema nervoso autônomo. 
d) sistema nervoso central 
e) As respostas c e d estão corretas 
Resposta: e 
Resposta: d
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
8) É comum nos animais a presença de receptores específicos ou órgãos dos sentidos 
capazes de obter informações ambientais ou corpóreas. Após a captação destas 
informações, impulsos são gerados e transportados para serem processados e 
interpretados. 
Por onde são transportados e onde ocorre a interpretação desses estímulos, 
respectivamente? 
a) SNC e SNA 
b) SNA e SNP 
c) SNP e SNA 
d) SNP e SNC 
e) Nenhuma das respostas anteriores 
Resposta: d
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
Resposta: a 
9)
10) 
Resposta: c
SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 
(PUC-SP) O esquema abaixo representa, de maneira simplificada, as inter-relações 
Resposta: c 
do sistema nervoso. 
Encéfalo 
1 Gânglios 
2 
3 
4 
Resposta 
(músculos voluntários) 
Resposta 
(músculos involuntários) 
Assinale a alternativa correta: 
a)1 representa uma fibra sensorial do sistema nervoso voluntário 
b)2 representa uma fibra motora do sistema nervoso simpático 
c)3 e 4 representam fibras do sistema nervoso autônomo 
d)1 e 4 representam fibras motoras do sistema nervoso autônomo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Aula 08 sistema nervoso
Aula 08   sistema nervosoAula 08   sistema nervoso
Aula 08 sistema nervoso
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Sistema nervoso parte i
Sistema nervoso parte iSistema nervoso parte i
Sistema nervoso parte i
 
Tecido nervoso
Tecido nervosoTecido nervoso
Tecido nervoso
 
6.sistema nervoso
6.sistema nervoso6.sistema nervoso
6.sistema nervoso
 
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
 
Cordados
CordadosCordados
Cordados
 
Bio01 livro-propostos
Bio01 livro-propostosBio01 livro-propostos
Bio01 livro-propostos
 
Tecido nervoso
Tecido nervosoTecido nervoso
Tecido nervoso
 
Histo II - Sist. Circulatório
Histo II - Sist. CirculatórioHisto II - Sist. Circulatório
Histo II - Sist. Circulatório
 
Exercícios sobre Divisão Celular
Exercícios sobre Divisão Celular Exercícios sobre Divisão Celular
Exercícios sobre Divisão Celular
 
Aval 7 ano(artrop_vertebr)
Aval 7 ano(artrop_vertebr)Aval 7 ano(artrop_vertebr)
Aval 7 ano(artrop_vertebr)
 
Processos Vitais, Celula, Tecidos
Processos Vitais, Celula, TecidosProcessos Vitais, Celula, Tecidos
Processos Vitais, Celula, Tecidos
 
Tecido muscular
Tecido muscularTecido muscular
Tecido muscular
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
 
Aula 02 conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Aula 02   conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemasAula 02   conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Aula 02 conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
 
Aula 3 Histologia - Sistema urinário
Aula 3 Histologia - Sistema urinário   Aula 3 Histologia - Sistema urinário
Aula 3 Histologia - Sistema urinário
 
Medula e Nervos Espinhais
Medula e Nervos EspinhaisMedula e Nervos Espinhais
Medula e Nervos Espinhais
 
3 medula espinhal
3 medula espinhal3 medula espinhal
3 medula espinhal
 

Semelhante a Sistema nervoso (20)

Aula sistema nervoso boa aula-2
Aula sistema nervoso boa aula-2Aula sistema nervoso boa aula-2
Aula sistema nervoso boa aula-2
 
Sistema Nervoso.ppt
Sistema Nervoso.pptSistema Nervoso.ppt
Sistema Nervoso.ppt
 
Aula Sistema Nervoso
Aula Sistema NervosoAula Sistema Nervoso
Aula Sistema Nervoso
 
Aula sistema-nervoso
Aula sistema-nervosoAula sistema-nervoso
Aula sistema-nervoso
 
Aula sistema nervoso
Aula sistema nervosoAula sistema nervoso
Aula sistema nervoso
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
 
sistema-nervoso-1.pptx
sistema-nervoso-1.pptxsistema-nervoso-1.pptx
sistema-nervoso-1.pptx
 
Anatomia - Sistema nervoso
Anatomia - Sistema nervosoAnatomia - Sistema nervoso
Anatomia - Sistema nervoso
 
Sistemanervoso
SistemanervosoSistemanervoso
Sistemanervoso
 
Sistema Nervoso - Aula
Sistema Nervoso - AulaSistema Nervoso - Aula
Sistema Nervoso - Aula
 
Sistema Nervoso - Aula
Sistema Nervoso - AulaSistema Nervoso - Aula
Sistema Nervoso - Aula
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Sistemanervoso 120618081852-phpapp01
Sistemanervoso 120618081852-phpapp01Sistemanervoso 120618081852-phpapp01
Sistemanervoso 120618081852-phpapp01
 
Aula Sistema Nervoso 8º Ano
Aula Sistema Nervoso 8º AnoAula Sistema Nervoso 8º Ano
Aula Sistema Nervoso 8º Ano
 
Sistema Nervoso.ppt
Sistema Nervoso.pptSistema Nervoso.ppt
Sistema Nervoso.ppt
 
Sistema Nervoso .ppt
Sistema Nervoso .pptSistema Nervoso .ppt
Sistema Nervoso .ppt
 
27072021090454Sistema Nervoso.ppt
27072021090454Sistema Nervoso.ppt27072021090454Sistema Nervoso.ppt
27072021090454Sistema Nervoso.ppt
 
27072021090454Sistema Nervoso.ppt
27072021090454Sistema Nervoso.ppt27072021090454Sistema Nervoso.ppt
27072021090454Sistema Nervoso.ppt
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Aula sm (sn)
Aula sm (sn)Aula sm (sn)
Aula sm (sn)
 

Mais de Marcos Júnior

MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)Marcos Júnior
 
Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturasMarcos Júnior
 
Substâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturasSubstâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturasMarcos Júnior
 
A5 i funcoes_inorganicas
A5 i funcoes_inorganicasA5 i funcoes_inorganicas
A5 i funcoes_inorganicasMarcos Júnior
 
Resumo sistema urinário.
Resumo sistema urinário.Resumo sistema urinário.
Resumo sistema urinário.Marcos Júnior
 
SISTEMA URINÁRIO - ETI
SISTEMA URINÁRIO - ETISISTEMA URINÁRIO - ETI
SISTEMA URINÁRIO - ETIMarcos Júnior
 
Apresentação sistema respiratório e circulatório
Apresentação sistema respiratório e circulatórioApresentação sistema respiratório e circulatório
Apresentação sistema respiratório e circulatórioMarcos Júnior
 
Modelo relatório vírus ebola
Modelo relatório vírus ebolaModelo relatório vírus ebola
Modelo relatório vírus ebolaMarcos Júnior
 
Correção dos exercícios eletrostática
Correção dos exercícios eletrostáticaCorreção dos exercícios eletrostática
Correção dos exercícios eletrostáticaMarcos Júnior
 
Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilat...
Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilat...Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilat...
Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilat...Marcos Júnior
 
Calor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricasCalor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricasMarcos Júnior
 
Exercícios – mecânica
Exercícios – mecânicaExercícios – mecânica
Exercícios – mecânicaMarcos Júnior
 

Mais de Marcos Júnior (20)

MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
 
Modelo relatório
Modelo relatórioModelo relatório
Modelo relatório
 
Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturas
 
Substâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturasSubstâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturas
 
A5 i funcoes_inorganicas
A5 i funcoes_inorganicasA5 i funcoes_inorganicas
A5 i funcoes_inorganicas
 
Peixes
PeixesPeixes
Peixes
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
 
Sistemas genitais1
Sistemas genitais1Sistemas genitais1
Sistemas genitais1
 
PELE - ETI OITAVOS
PELE - ETI OITAVOSPELE - ETI OITAVOS
PELE - ETI OITAVOS
 
PLATELMINTOS
PLATELMINTOSPLATELMINTOS
PLATELMINTOS
 
Resumo sistema urinário.
Resumo sistema urinário.Resumo sistema urinário.
Resumo sistema urinário.
 
SISTEMA URINÁRIO - ETI
SISTEMA URINÁRIO - ETISISTEMA URINÁRIO - ETI
SISTEMA URINÁRIO - ETI
 
Apresentação sistema respiratório e circulatório
Apresentação sistema respiratório e circulatórioApresentação sistema respiratório e circulatório
Apresentação sistema respiratório e circulatório
 
Modelo relatório vírus ebola
Modelo relatório vírus ebolaModelo relatório vírus ebola
Modelo relatório vírus ebola
 
Correção dos exercícios eletrostática
Correção dos exercícios eletrostáticaCorreção dos exercícios eletrostática
Correção dos exercícios eletrostática
 
Eletrostática
EletrostáticaEletrostática
Eletrostática
 
Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilat...
Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilat...Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilat...
Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilat...
 
Escola nao ensina
Escola nao ensinaEscola nao ensina
Escola nao ensina
 
Calor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricasCalor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricas
 
Exercícios – mecânica
Exercícios – mecânicaExercícios – mecânica
Exercícios – mecânica
 

Último

Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxalessandraoliveira324
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 

Sistema nervoso

  • 1. Ciências Tema: Sistema Nervoso Prof. Marcos SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo marcos.junior.professor@gmail.com
  • 2. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 1) Introdução O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas, bem como as condições reinantes dentro do próprio corpo e elaborar respostas que adaptem a essas condições. 2) Organização do sistema nervoso humano Sistema Nervoso Central (SNC) Encéfalo Cérebro Cerebelo Tronco Encefálico Mesencéfalo Ponte Bulbo Medula
  • 3. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 3) Sistema nervoso central (SNC) a) Encéfalo  Possui cerca de 1,4 kg nos adultos  Está localizado na caixa craniana  Dividido em 3 partes: cérebro, cerebelo e tronco encefálico Encéfalo cérebro cerebelo Tronco encefálico
  • 4. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 3) Sistema nervoso central (SNC) a) Encéfalo I) Cérebro  Constitui cerca de 90% da massa encefálica  Sua superfície é bastante pregueada (aumento da superfície)  Dividido em dois hemisférios (esquerdo e direito)  Dividido em duas partes: o Córtex (externo) – substância cinzenta (corpos neuronais) o Região interna – substância branca (dendritos e axônios)
  • 5. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 3) Sistema nervoso central (SNC) a) Encéfalo I) Cérebro  Funções: o Sensações o Atos conscientes e voluntários (movimentos) o Pensamento o Memória o Inteligência o Aprendizagem o Sentidos o Equilíbrio
  • 7. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 3) Sistema nervoso central (SNC) I) Cérebro Tálamo e Hipotálamo Tálamo Hipotálamo
  • 8. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 3) Sistema nervoso central (SNC) II) Cerebelo  Responsável pelo equilíbrio do corpo  Tônus e vigor muscular  Orientação espacial  Coordenação dos movimentos Cerebelo
  • 9. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 3) Sistema nervoso central (SNC) III) Tronco encefálico 3 divisões:  Mesencéfalo  Ponte  Bulbo Mesencéfalo Ponte Bulbo
  • 10. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 3) Sistema nervoso central (SNC) III) Tronco encefálico  Mesencéfalo o Recepção e coordenação da contração muscular o Postura corporal Mesencéfalo
  • 11. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 3) Sistema nervoso central (SNC) III) Tronco encefálico  Ponte o Manutenção da postura corporal, equilíbrio do corpo e tônus muscular. Ponte
  • 12. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 3) Sistema nervoso central (SNC) III) Tronco encefálico  Bulbo o Controle dos batimentos cardíacos o Controle dos movimentos respiratórios o Controle da deglutição (engolir) Bulbo
  • 13. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 3) Sistema nervoso central (SNC) b) Medula Espinhal (raque)  Cordão cilíndrico que parte da base do encéfalo e percorre toda a coluna vertebral.  Aloja-se dentro das perfurações das vértebras.  Da medula espinhal partem 31 pares de nervos raquidianos
  • 14. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 3) Sistema nervoso central (SNC) b) Medula Espinhal (raque)  Funções da medula o Recebe as informações de diversas partes do corpo e as enviam para o encéfalo e vice-versa. o Responsável pelos atos reflexos (reflexo medular).
  • 15. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 3) Sistema nervoso central (SNC) c) Meninges  São três delicadas membranas que revestem e protegem o sistema nervoso central (SNC). o Dura-máter o Aracnóide o Pia-máter Medula espinhal Encéfalo
  • 16. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 4) Sistema nervoso periférico (SNP)  Constituído por: a) Nervos b) Gânglios nervosos c) Terminações nervosas (receptores para dor, tato, frio, pressão, calor, paladar, etc.). Nervos São fios finos formados por vários axônios de neurônios envolvidos por tecido conjuntivo. Transmitem mensagens de várias partes do corpo para o sistema nervoso central ou destes para as regiões corporais.
  • 17. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 4) Sistema nervoso periférico (SNP) Classificação dos nervos I) Quanto ao tipo de neurônio  Sensitivos ou aferentes (contém apenas neurônios sensitivos)  Motores ou eferentes (contém apenas neurônios motores)  Mistos (contém neurônios sensitivos e motores) II) Quanto à posição anatômica  Cranianos (ligados ao encéfalo) – 12 pares  Raquidianos ou espinhais (ligados à medula) – 31 pares
  • 18. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 4) Sistema nervoso periférico (SNP) Gânglios nervosos o Aglomerado de corpos celulares de neurônios encontrados fora do sistema nervo central. Corpos celulares
  • 19. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 4) Sistema nervoso periférico (SNP) Terminações Nervosas Captam estímulos do meio interno ou externo e os levam para o sistema nervoso central.
  • 20. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 4) Sistema nervoso periférico (SNP) Divisão do sistema nervoso periférico Sistema Nervoso Voluntário (somático) Ações conscientes: andar, falar, pensar, movimentar um braço, etc. Sistema Nervoso Autônomo (visceral) Ações inconscientes: controle da digestão, batimentos cardíacos, movimento das vísceras, etc. Simpático Parassimpático
  • 21. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 4) Sistema nervoso periférico (SNP) a) Sistema Nervoso Voluntário (Somático) Formado por nervos motores que conduzem impulsos do sistema nervoso central (SNC) à musculatura estriada esquelética. Determina ações conscientes: Andar, falar, abraçar, correr, etc. SNC Corpos celulares dentro do SNC Axônios controlando a musculatura esquelética
  • 22. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 4) Sistema nervoso periférico (SNP) b) Sistema Nervoso Autônomo (vegetativo ou visceral) Constituído por nervos motores que conduzem impulsos do sistema nervoso central à musculatura lisa de órgãos viscerais, músculos cardíacos e glândulas. Realiza o controle da digestão, sistema cardiovascular, excretor e endócrino. Os nervos do SNP autônomo possuem dois tipos de neurônios: I. Pré-ganglionares (corpo celular dentro do SNC) II. Pós-ganglionares (Corpo celular dentro do gânglio) SNC gânglio órgão Neurônio Pós-ganglionar Neurônio Pré-ganglionar
  • 23. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 4) Sistema nervoso periférico (SNP) b) Sistema Nervoso Autônomo É dividido em duas partes: I. Simpático II. Parassimpático  Sistema Nervoso Simpático: Prepara o organismo para o estresse (instinto de fuga ou luta)  Sistema Nervos Parassimpático: Estimula atividades relaxantes (repouso) Ações antagônicas no organismo!
  • 24.
  • 25. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 4) Sistema nervoso periférico (SNP) Diferenças entre os sistemas nervosos simpático e parassimpático: Sistema Nervoso Autônomo Simpático Parassimpático Fibra pré-ganglionar curta longa Fibra pós-ganglionar longa curta Origem dos nervos Região torácica e lombar da medula (somente nervos raquidianos) Região cervical (nervos cranianos) e região sacral da medula (nervos raquidianos) Mediador químico Fibras pré-ganglionares: Acetilcolina Fibras pós-ganglionares: Adrenalina Fibras pré-ganglionares: Acetilcolina Fibras pós-ganglionares: Acetilcolina
  • 27. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 1) (VUNESP) Quando uma pessoa encosta a mão em um ferro quente, ela reage imediatamente por meio de um reflexo. Neste reflexo o neurônio efetuador (motor) leva o impulso nervoso para: a) a medula espinhal. b) o encéfalo. c) os músculos flexores do braço d) as terminações sensoriais de calor na ponta dos dedos. e) as terminações sensoriais de dor na ponta dos dedos. Resposta: C 2) Se o cerebelo de um rato for destruído, ele perderá a capacidade de: a) digerir alimentos. b) respirar. c) andar. d) eliminar excretas e) produzir anticorpos. Resposta: C
  • 28. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 3) Assinale a alternativa que apresenta de forma correta, a condução do impulso nervoso nos neurônios sensorial e motor. a) O estímulo nervoso se propaga do dendrito para o corpo celular e deste para o axônio no neurônio sensorial, e o inverso no neurônio motor. b) O estímulo nervoso se propaga do axônio para o corpo celular e deste para o dendrito no neurônio sensorial, e o inverso no neurônio motor. c) O estímulo nervoso se propaga do dendrito para o corpo celular e deste para o axônio no neurônio sensorial e no neurônio motor. d) O estímulo nervoso se propaga do axônio para o corpo celular e deste para o dendrito, tanto no neurônio sensorial como no motor. e) O estímulo nervoso se propaga do dendrito para o corpo celular ou do corpo celular para o dendrito no neurônio sensorial e do corpo celular para o axônio no neurônio motor. Resposta: C
  • 29. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 4) Dos sistemas abaixo relacionados, qual está subordinado ao sistema nervoso vegetativo ou autônomo? a) sistema muscular estriado. b) sistema ósseo. c) todo o sistema de revestimento. d) sistema ósteo-articular e) sistema glandular. 5) Considere os seguintes elementos do sistema nervoso: I- encéfalo III- nervos cranianos II- medula IV- nervos raquidianos O sistema nervoso central é constituído por: a) II e III b) III e IV c) I e II d) I e III e) II e IV Resposta: e Resposta: c
  • 30. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 6) Um arco reflexo simples exige, pelo menos: a) um neurônio motor, um gânglio e a medula. b) um neurônio sensorial, um gânglio e a medula. c) um neurônio sensorial, dois gânglios e a medula. d) um neurônio motor, um sensorial e um gânglio. e) dois neurônios ( um sensorial e um motor) e a medula. 7) Cérebro, cerebelo e bulbo são órgãos do: a) sistema nervoso periférico. b) sistema nervoso parassimpático. c) sistema nervoso autônomo. d) sistema nervoso central e) As respostas c e d estão corretas Resposta: e Resposta: d
  • 31. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo 8) É comum nos animais a presença de receptores específicos ou órgãos dos sentidos capazes de obter informações ambientais ou corpóreas. Após a captação destas informações, impulsos são gerados e transportados para serem processados e interpretados. Por onde são transportados e onde ocorre a interpretação desses estímulos, respectivamente? a) SNC e SNA b) SNA e SNP c) SNP e SNA d) SNP e SNC e) Nenhuma das respostas anteriores Resposta: d
  • 34. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo (PUC-SP) O esquema abaixo representa, de maneira simplificada, as inter-relações Resposta: c do sistema nervoso. Encéfalo 1 Gânglios 2 3 4 Resposta (músculos voluntários) Resposta (músculos involuntários) Assinale a alternativa correta: a)1 representa uma fibra sensorial do sistema nervoso voluntário b)2 representa uma fibra motora do sistema nervoso simpático c)3 e 4 representam fibras do sistema nervoso autônomo d)1 e 4 representam fibras motoras do sistema nervoso autônomo