Loreal

1.977 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.977
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Loreal

  1. 1. DISTRIBUIDORAATACADISTA DECOSMÉTICOS L´OREALEmerson Cesar MiquelãoKarin TeodoroviczMichelle da Cunha BotelhoThaise do Amaral
  2. 2. INTRODUÇÃOA história da LOréal teve início no Brasil em 1939 quandoMaurice Bélières, agente comercial da empresa chegou ao Riode Janeiro criando a Maurice Bélières e Cia LtdaApós vinte anos a LOréal resolveu inaugurar sua primeira fábricabrasileira iniciando com 16 colaboradores instalada no Rio deJaneiro.Com sede no Rio de Janeiro, São Paulo, central de distribuiçãode produtos e duas fábricas no Rio de Janeiro e SãoPaulo, representantes em todo o país, a LOréal tem mais de 2mil funcionários .Com toda essa estrutura a L´Oréal é lider de vendas decosméticos e produtos de beleza. Fonte: Site L´Oréal
  3. 3. OBJETIVO DO PROJETOInstalar uma distribuidora atacadista de cosméticos da L´Oréalna grande Curitiba e Região Metropolitana.METAS• Escolha do imóvel para armanezamento dos produtos - PrazoFevereiro/2013;• Adequação do imóvel as instalações até Abril 2013;• Contratação do mobiliários para armanezar os produtos daL´Oréal;• Seleção e contratação de colaboradores para as quatrosregiões – Norte, Sul, Leste e Oeste, sendo quatro profissionais queassumiram a parte de vendas e dois colabores responsáveispela logística;• Aquisição de crédito consignado com a L´Oréal;• Preparação da Constituição Legak da empresa ;
  4. 4. STAKEHOLDERS PROJETO GERENTE PROJETODISTRIBUIDORA RH MARCENARIA CONSTRUTORA FINANCEIRO MARKETING  Normas  Seleção e  Projeto para  Local onde  Fluxo de  Divulgação  Suporte o teremos o caixa da contratação Informações armanezamen estoque da  Contas a distribuidora de to dos distribuidora pagar e a atacadista de colaboradores produtos da receber produtos da L´Oréal  Controle L´Oréal Orçamentrário
  5. 5. ANÁLISE DE VIABILIDADE• TÉCNICAApós estudos de mercado e avaliação de necessidades para aimplantação da distribuidora atacadista de cosméticos damarca L´Oréal iremos abrir distribuidoras nas regiões norte, sul,leste e oeste da grande Curitiba. O imóvel terá em média umespaço de 30 m² para o armazenamento dos produtos L´Oréal.• ECONÔMICAPara a viabilização da abertura da distribuidora foramanalisados os seguintes itens:• Investimentos• Cenários pessimista, provável e otimista• Fluxo de caixa• Ponto de equilíbrio
  6. 6. INVESTIMENTOSO custo total para montagem da distribuidora de cosméticos L´oréal, demandaum investimento de 200 mil que objetiva o retorno com o menor prazo possível,mediante abertura de ampla rede de distribuição em toda grande Curitiba.Na sequência, será apresentado o fluxo de caixa nas 3 situações (Pessimista,Provável e Otimista) para análise e viabilidade do projeto. A empresa está naalíquota de IR de 15% e exige retorno de 10% sobre o investimento. Especificações Hipótese Pessimista Hipótese Mais Provável Hipótese Otimista Participação no mercado 30% 30% 20% Custo fixo 20.000,00 20.000,00 20.000,00 Depreciação 25.000,00 42.500,00 52.000,00 Valor do Investimento 200.000,00 340.000,00 416.000,00 Projeto – Desenvolvimento R$ 20.000,00 Aquisição de Veículos R$ 50.000,00 Taxas para abertura da empresa R$ 5.000,00 Móveis e Instalações R$ 15.000,00 Pedido Inicial – Loreal R$ 45.000,00 Capital de Giro R$ 30.000,00 Contratação de Representantes Comerciais R$ 15.000,00 Locação e adequação Imóvel – Armazenagem R$ 20.000,00 Total R$ 200.000,00
  7. 7. FLUXO DE CAIXA - CENÁRIO PESSIMISTA Ano 01 Ano 02 Ano 03( - ) Investimento -200.000 -200.000 -200.000 -200.000( + ) Receita Bruta 30% - 20% 200.000 260.000 312.000( - ) Impostos 8% 16.000 20.800 24.960( =) Receita Liquida 184.000 239.200 287.040( - ) CV 55.200 71.760 86.112( = ) MC 128.800 167.440 200.928( - ) CF 20.000 21.700 22.500( = ) LADJIR (EBTIDA) 108.800 145.740 178.428( - ) Depreciação 25.000 32.500 39.000( - ) Juros 0 0 0( = ) LAIR 83.800 113.240 139.428( - ) IR + CSLL 15% 12.570 16.986 20.914( = ) Lucro Líquido 71.230 96.254 118.514( + ) Depreciação (Reposição do bem) 25.000 32.500 39.000( - ) Amortização 0 0 0(+/-) Capital de Giro 66% 0 0 0( + ) Valor Residual 0 0 0( = ) Fluxo de Caixa Líquido Operacional -200.000 96.230 128.754 157.514( = ) Fluxo de Caixa Descontado -200.000 87.482 106.408 118.342VPL - 112.233TIR - 37,03%PAY BACK -112.518,18 -0,59 -7,10 3,00 Recuperação do Capital em 2 anos, 7 meses e 3 dias
  8. 8. FLUXO DE CAIXA - CENÁRIO PROVÁVEL Ano 01 Ano 02 Ano 03( - ) Investimento -200.000 -200.000 -200.000 -200.000( + ) Receita Bruta 30% - 10% 340.000 442.000 486.200( - ) Impostos 8% 27.200 35.360 38.896( =) Receita Liquida 312.800 406.640 447.304( - ) CV 93.840 121.992 134.191( = ) MC 218.960 284.648 313.113( - ) CF 20.000 21.700 22.500( = ) LADJIR (EBTIDA) 198.960 262.948 290.613( - ) Depreciação 42.500 55.250 60.775( - ) Juros 0 0 0( = ) LAIR 156.460 207.698 229.838( - ) IR + CSLL 15% 23.469 31.155 34.476( = ) Lucro Líquido 132.991 176.543 195.362( + ) Depreciação (Reposição do bem) 42.500 55.250 60.775( - ) Amortização 0 0 0(+/-) Capital de Giro 66% 0 0 0( + ) Valor Residual 0 0 0( = ) Fluxo de Caixa Líquido Operacional -200.000 175.491 231.793 256.137( = ) Fluxo de Caixa Descontado -200.000 159.537 191.565 192.440VPL - 343.542TIR - 86,62%PAY BACK -40.462,73 -0,96 -11,49 14,70 Recuperação do Capital em 1 ano, 11 meses e 15 dias
  9. 9. FLUXO DE CAIXA - CENÁRIO OTIMISTA Ano 01 Ano 02 Ano 03( - ) Investimento -200.000 -200.000 -200.000 -200.000( + ) Receita Bruta 20% - 10% 416.000 499.200 549.120( - ) Impostos 8% 33.280 39.936 43.930( =) Receita Liquida 382.720 459.264 505.190( - ) CV 114.816 137.779 151.557( = ) MC 267.904 321.485 353.633( - ) CF 20.000 21.700 22.500( = ) LADJIR (EBTIDA) 247.904 299.785 331.133( - ) Depreciação 52.000 62.400 68.640( - ) Juros 0 0 0( = ) LAIR 195.904 237.385 262.493( - ) IR + CSLL 15% 29.386 35.608 39.374( = ) Lucro Líquido 166.518 201.777 223.119( + ) Depreciação (Reposição do bem) 52.000 62.400 68.640( - ) Amortização 0 0 0(+/-) Capital de Giro 66% 0 0 0( + ) Valor Residual 0 0 0( = ) Fluxo de Caixa Líquido Operacional -200.000 218.518 264.177 291.759( = ) Fluxo de Caixa Descontado -200.000 198.653 218.328 219.203VPL - 436.184TIR - 107,07%PAY BACK -1.346,91 -1,09 1,08 2,40 Recuperação do Capital em 1 ano, 1 mês e 2 dias
  10. 10. PROJECT CHARTER Título do Projeto Abertura de uma distribuidora atacadista de cosméticos L’oréal com sede na cidade de Curitiba/PR que atenderá Curitiba e Região Metropolitana. Gerente do Projeto Designado Emerson Cesar Miquelão Equipe do Projeto Emerson Cesar Miquelão, Karin Teodorovicz, Michelle da Cunha Botelho, Thaise do Amaral Necessidade Empresarial A L’oréal possui sede no Rio de Janeiro, São Paulo, central de distribuição de produtos e duas fábricas no Rio de Janeiro e São Paulo, representantes em todo o país. Com toda essa estrutura a empresa é líder de vendas de cosméticos e produtos de beleza. Estes fatores, aliados ao amplo crescimento no setor fez com que surgisse a idéia da implantação de uma central de distribuição na grande Curitiba.
  11. 11. PROJECT CHARTER Justificativa do Projeto A escolha do presente Projeto se deu principalmente pela identificação de um nicho de mercado que está em pleno crescimento no Brasil. A indústria da beleza está atingindo todos os níveis de consumidores e, assim, o crescimento na procura de produtos para alimentar salões de beleza e lojistas acompanha este movimento. Apesar da grande concorrência no setor de cosméticos, a L’oreal consegue atingir diferentes níveis de consumidores, principalmente pela sua grande variedade de produtos e linhas. Desde opções de baixo custo, porém sem perder qualidade; até linhas profissionais voltadas para salões de beleza e clientes de alta renda. Ambas oportunidades possuem apelo de vendas em todas as épocas do ano e não somente em períodos sazonais. Partes interessadas Consumidores – em especial lojistas, donos de salões de beleza, o proprietário da franquia, a rede franqueada e prefeitura de Curitiba.
  12. 12. PROJECT CHARTER Requisitos de Alto Nível do Projeto Requisitos Funcionais • deve-se ocupar uma localização para armazenamento dos produtos de acordo com previamente aprovado pela rede; • é necessário participar e realizar os treinamentos desenvolvidos pela rede; • é necessário utilizar os fornecedores indicados pela rede; • a loja deve ser administrada e gerenciada pelo próprio proprietário da distribuidora, desta forma, é imprescindível a presença do mesmo com uma carga de trabalho estimada em 55 horas semanais; • é necessário que o proprietário tenha recursos financeiros disponíveis para o empreendimento; • é necessário que o proprietário tenha habilidade com manuseio de computador, pacote Office e internet; assim como os representantes. Requisitos Técnicos • estudar as condições para abertura da central de distribuição determinada pela empresa; • locar um espaço físico que esteja de acordo com a logística de trabalho, dentro do orçamento; • preparar toda a documentação necessária para abertura da central, incluindo mas não se limitando ao alvará de funcionamento emitido pela prefeitura de Curitiba; • recrutar empregados qualificados para trabalhar na loja.
  13. 13. PROJECT CHARTER Premissas e Restrições Premissas • o gerente do projeto deve aprovar a localização escolhida, antes de apresentado formalmente para aprovação da empresa; • o gerente financeiro deve aprovar prévia e expressamente todo gasto relativo ao projeto; • a reunião de kick off será conduzida pelo gerente do projeto, com a presença obrigatória de toda a equipe do projeto. Restrições • o valor gasto não poderá ultrapassar o valor orçado em mais de 5%; • não poderão ser contratados recursos externos para este projeto. Responsabilidade e Autoridade do Gerente de Projeto O gerente do projeto tem autonomia e autoridade para gastar dinheiro e comprometer recursos da empresa no que for necessário para o planejamento e execução do projeto. Assinatura do Sponsor ________________________
  14. 14. WBS WBS Tarefas1Levantar informações inerentes ao serviço 1.1 Buscar informações junto à LOréal 1.1.1 Documentação necessária 1.1.2 Espaço mínimo necessário para poder se tornar distribuidor da marca Conhecer as obrigações do distribuidor e marca referentes ao processo de compra e 1.1.3 venda 1.1.4 Definir um ponto de comercialização específico para o projeto2Elaborar Documentação 2.1 Reunião entre distribuidora e LOréal Levantar todos os dados da empresa LOréal, junto aos órgãos de fiscalização a fim de 2.1.1 verificar possíveis inadimplências e reclamações Levantar a documentação de todos os sócios a fim de verificar inadimplências no 2.1.2 mercado 2.1.3 Elaboração de minuta de contrato Definição de reuniões periódicas para alinhamento de compra e venda entre LOréal e 2.1.4 distribuidora3Solicitar Financiamento junto à Bancos 3.1 Definir banco ao qual será solicitado financiamento para o investimento Apresentar proposta de projeto da distribuidora com o máximo de informações 3.1.1 levantadas possível, juntamente com a análise financeira do investimento Definir juntamente com o banco, qual a melhor opção de financiamento para a 3.1.2 distribuidora Negociar com Banco valor das prestações, melhor (menor) taxa de juros e duração do 3.1.3 financiamento
  15. 15. 4 Obter Aprovação da Empresa LOréal para o início das atividades da distribuidora 4.1 Apresentação do Projeto Apresentar o projeto à LOréal, com todas as informações inclusas, desde local para 4.1.1 abertura da distribuição, até o tempo de retorno do investimento 4.1.2 Pré-Análise do perfil do investidor pela empresa LOréal 4.1.3 Verificação pela LOréal se a distribuidora se enquadra no quadro de fornecedores 4.2 Entrevista entre LOréal e distribuidora Entrevista pessoa entre todos os sócios da distribuidora e Gestão de Pessoas da LOréal, 4.2.1 setor fornecedores Levantar todas as informações possíveis sobre a distribuidora, neste momento, sanando 4.2.2 dúvidas e esclarecimentos 4.2.3 Avaliação do ponto, investimento, retorno investimento e do perfil da distribuidora 4.2.4 Aprovação dos dados avaliados acima 4.3 Orientações da LOreal 4.3.1 Orientação sobre a estrutura, montagem do empreendimento 4.3.2 Orientação sobre o armazenamento e a distribuição dos produtos 4.4 Comemoração do fechamento do contrato com a distribuidora
  16. 16. 5Desenvolvimento 5.1 Locação do Ponto Assinatura do Contrato de Locação do Ponto, determinando valores, prazos e 5.1.2 modificações na estrutura 5.1.3 Obtenção do Alvará de Funcionamento 5.1.4 Aprovação do corpo de bombeiros para a instalação da empresa 5.1.5 Aprovação do Contrato Social junto à Junta Comercial do Estado do PR 5.1.6 Início da montagem da distribuidora 5.2 Gestão de Pessoas 5.2.1 Seleção e Treinamento de Funcionários para trabalhar na distribuidora 5.2.2 Informações sobre a empresa e integração dos colaboradores com os produtos 5.2.3 Contratação de Motoboys e empresas de transporte para entrega dos pedidos 5.3 Equipamentos Aquisição e montagem dos equipamentos como computadores, telefones, leitores de 5.3.1 códigos de barras 5.3.2 Negociação com empresas telefônicas sobre planos para a empresa 5.3.3 Aquisição de um software de controle de estoque 5.4 Aquisição de mobiliário e estoque Aquisição de mobiliário conforme projeto aprovado, aquisição de prateleiras para 5.4.1 dispor os produtos e organização de estoque 5.4.2 Aquisição da primeira compra referente ao contrato negociado 5.5 Finalização da distribuidora e preparação da inauguração6Entrega Final 6.1 Inauguração da distribuidora 6.1.1 Envio formal da abertura da distribuidora aos clientes captados e futuros 6.2 Formalização do encerramento do projeto, incluindo a assinatura do cliente/sócios.
  17. 17. FORMULÁRIO DE CONTROLE DE MUDANÇAS Formulário de Controle de Mudanças Abertura da Distribuidora L’Oréal Data de Emissão ____/___/____ Controle nº:________ Demandante: __________________________________________________________________ Responsável: __________________________________________________________________ Objetivo da Mudança:_____________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________ Gerará Mudanças na WBS: ( ) SIM ( ) NÃO Status: ( ) Estudo Responsável: ___________________________ ( ) Enviado para aprovação Responsável: ___________________________ ( ) Aprovado Responsável: ___________________________ ID PRAZO CUSTO APROVAÇÃO OBSERVAÇÃO I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$ I: __/__/__ F: __/__/__ R$
  18. 18. PLANO DE CONTINGÊNCIA
  19. 19. GERENCIAMENTO DE RISCOS*Técnica utilizada: Brainstorming  Não aprovação do local (inadequado) para a montagem da distribuidora;  Atraso na adaptação/reforma do local; Falta de recursos para concluir o processo de implementação; Atraso na entrega do 1º lote de produtos; Atraso para conseguir o Alvará de funcionamento; Mensuração de Riscos - RPN Pontos críticos Po Pd 1-Pd MF RPN Não aprovação do local para montagem da 0,025 0,5 0,5 10 12,5 distribuidora Atraso na adaptação/reforma do local 0,025 0,6 0,4 5 5 Falta de recursos para concluir o processo de 0,025 0,3 0,7 10 17,5 implementação Atraso na entrega do 1º lote de produtos 0,00025 0,6 0,4 2 0,02 Atraso para conseguir o Alvará de Funcionamento 0,025 0,4 0,6 7 10,5
  20. 20. PLANO DE COMUNICAÇÃOA comunicação da distribuidora atacadista L´Oréal se basearáno site oficial da L´Oreal, marketing e panfletos. Gerente de Projeto  Status das tarefas - semanal  Desvio dos objetivos - diária  Metas alcançadas – mensal Gerente de Marketing  Status do projeto – semanal  Desenvolvimento da distribuidora – diária  Divulgação da loja - semanal Gerente Financeiro  Reporte orçamento do projeto – semanal Layout do armazenamento  Status do projeto – semanal dos produtos  Escolha dos locais – mensal Sponsor  Status do projeto - mensal
  21. 21. MATRIZ DE RESPONSABILIDADES Gerente de Gerente do Gerente Gerente de Sponsor Recursos Arquiteta Projeto Financeiro Marketing Humanos CONTRATAÇÃO DA EMPRESA DO GERENCIAMENTO DO PROJETO I E I PELO CLIENTE DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA DO FRANQUEADO PARA ENVIO À REDE I E C C I I CACAU SHOW OBTENÇÃO DA APROVAÇÃO DA FRANQUIA PELA REDE CAUCAU I E I E I C SHOW DESENVOLVIMENTO I E,A E,A E,A E,A E,A ENTREGA DO PRODUTO I E I I I I E - Responsável pela execução C- Precisa ser consultado I - Precisa ser informado A - Autoridade para aprovar
  22. 22. AVALIAÇÃO E CONTROLE• AVALIAÇÃO• Acompanhamento mensal do cronograma;• Juntamente com as áreas responsáveis faremos avaliação dospontos que apresentarem variações relevantes referente aoprojeto. Essas reuniões serão realizadas mensalmente com baseem um plano de ação;• O órgão responsável por aprovar eventuais alterações nocronograma será o comitê de Controle de Mudanças.
  23. 23. • CONTROLE VARIÁVEIS CÁLCULO RESULTADO AÇÃO CV ( Variação de custo) SV ( Variação de cronograma) CPI ( Índice Desempenho Custo) SPI ( Índice Desempenho Cronograma) PC ( Percentual Concluído) PG ( Percentual Gasto) EAC ( Estimativa de Conclusão) ETC ( Estimativa Completar Projeto) PV – Valor planejado R$ EV – Valor Obtido R$ AC – Custo Real R$ BAC – Orçamento na conclusão R$
  24. 24. ENCERRAMENTO DO PROJETO• Reunião de encerramento;• Revisão da WBS;• Conferência das obrigações contratuais;• Checagem das entregas descritas no escopo;• Finalização dos documentos para composição do histórico;• Lições aprendidas;• Agradecimento à equipe do projeto;•Agradecimento às áreas envolvidas direta e indiretamente no projeto;•Formalização do encerramento e entrega do projeto com a assinaturado Sponsor.

×